Guest
AV19407-1600x200

JSL melhora gestão e disponibilidade da rede após adotar controladora Wi-Fi

Grupo reduz instabilidade da rede, melhora desempenho e ainda conta com gerenciamento centralizado do Wi-Fi

A JSL atua no setor logístico, de transporte rodoviário e possui empresas em outras áreas, como concessionárias e locadora de veículos. Conta com cerca de 24 mil colaboradores pulverizados em suas mais de 220 filiais em todo o Brasil e, em 2015, registrou faturamento de R$ 6,7 bilhões.

Como uma empresa de grande porte, Alan Nunes, gerente de Telecom-TI da JSL, afirma que um dos grandes desafios da equipe de Telecom é viabilizar investimentos na área e posicionar tecnologia para seu nicho de negócio, principalmente em momentos em que a economia brasileira “não está nos seus melhores dias”.

“Nosso escritório em São Paulo sofria com a instabilidade da rede e não possuía segmentação de serviços como o de voz e dados”, diz ele. “As quedas de comunicação com a sede administrativa eram constantes”, completa.

A oportunidade de transformar esse cenário surgiu quando a JSL decidiu mudar de escritório. A transferência para um novo espa- ço permitiu a Nunes apresentar os benefícios da implementação de um projeto-piloto de uma nova infraestrutura para a rede corporativa.

Para elaborar e implantar o projeto, a JSL contou com a 3S Networks, parceira especializada Cisco, que possui experiência em empresas do setor logístico e de transportes. A interação entre as duas empresas foi fundamental para o sucesso do projeto, afirma Jonas Viana, gerente comercial da integradora. “Esta facilidade nos permitiu ter acesso a detalhes das necessidades do negócio e também à arquitetura da rede da empresa”, comenta. Access points e switches Cisco Catalyst foram instalados no escritório, e o Cisco Virtual Wireless Controller (VWC) no data center da sede administrativa.

Segundo Andrey Cassemiro, engenheiro de Sistemas da Cisco, a VWC é aconselhada em todos os casos de implementação de rede sem fio, pois ela é responsável pelo funcionamento conjunto dos access points (APs), para detectar e eliminar interferências. “Além disso, a controller permite instalar procedimentos de segurança em todos os APs de uma só vez”, diz.

Outra vantagem da solução é o gerenciamento remoto das redes Wi-Fi instaladas nos diferentes escritórios da JSL, sem a necessidade de investimentos adicionais em software. “Isso também facilita a propositura de novos projetos de expansão”, afirma Nunes.

A implantação, iniciada em setembro de 2015 e finalizada em três semanas, ocorreu sem problemas, já que o firewall do data center da JSL contava com políticas de uso para Wi-Fi, sendo necessário apenas aplicá-las ao contexto do novo escritório.

De acordo com Nunes, os benefícios sentidos com o projeto foram imediatos. “Tivemos um ganho importante de disponibilidade, encerrando o problema das interrupções de comunicação com a sede administrativa”, diz. Outro ponto positivo, segundo ele, foi a mobilidade dada aos usuários, que rapidamente aprovaram a solução.

Sinal Verde

A controladora virtual casada com os switches ainda permitiu a segmentação de rede, separando voz e dados para melhorar a qualidade tanto das chamadas de voz sobre IP quanto das videoconferências, que ganharam prioridade na rede de dados. “O escritório é ligado por dois links de 20 MB cada”, lembra Nunes.

Se a intenção da solução implantada era servir como um modelo e, se aprovada, replicar nas outras filiais, o plano foi um sucesso. “A empresa foi beneficiada com a implantação e foram percebidas as vantagens que o investimento em tecnologia Cisco pode trazer”, comenta Nunes.

Segundo ele, já há planos de segmentação de rede na sede administrativa para implantar Wi-Fi no futuro. “Também temos intenção de instalar Wi-Fi Cisco nas outras filiais para gerar ainda mais benefícios ao nosso negócio”, encerra.

"Um dos escritórios da empresa, localizado em São Paulo, apresentava instabilidade de rede e não possuía segmentação de voz e dados. As quedas de comunicação com a sede administrativa eram constantes"

ALAN NUNES, GERENTE DE TELECOM-TI DA JSL