Guest
hiperconvergencia-1600x200

Seis coisas que você precisa saber sobre hiperconvergência

Entenda como a junção de servidor, storage e rede em uma única solução pode acelerar e simplificar seu ambiente de data center

Hiperconvergência é um conceito emergente e que vem conquistando espaço nos data centers. O modelo considera a junção de recursos de computação e armazenamento em uma camada única e virtualizada, que realiza o gerenciamento centralizado do ambiente.

Em uma analogia bastante simples, funciona como uma “cloud in a box”, ou seja, leva todos benefícios de elasticidade e agilidade trazidos por uma nuvem para dentro do data center de sua companhia.

Essa abordagem de simplicidade, somada ao alto poder de computacional, desperta bastante o interesse das organizações. A Cisco, em especial, acredita muito nos benefícios trazidos pelo conceito.

Aliás, nossa infraestrutura hiperconvergente, o Cisco HyperFlex, vai além: leva o conceito de hiperconvergência ao extremo criando uma solução completa, que integra não apenas servidor e storage, mas também o elemento de rede, em uma única plataforma.

Muitas empresas brasileiras já aproveitam os benefícios da nossa tecnologia. A seguir, destacamos seis coisas que esses clientes têm experimentado e que você precisa saber sobre hiperconvergência.

1. É como a nuvem em uma caixa. Sistemas hiperconvergentes integram uma parte dos recursos (servidor e storage) de um data center ao passo que o Cisco HyperFlex integra não apenas o servidor e o storage mas também a rede em uma única solução, completamente integrada. Essa característica acelera a entrega de novos ambientes, garante uma escalabilidade com extrema rapidez, reduz custos de gestão e acelera a entrega de valor da TI para o negócio.

2. Permite escalabilidade em questão de minutos. Um dos atrativos da hiperconvergência é a facilidade e velocidade de ampliação do ambiente. Precisa de mais recursos de computação, armazenamento ou rede? Simples, com o Cisco HyperFlex basta adicionar mais um nó hiperconvergente ao cluster. É interessante notar que essa ampliação pode ser automatizada em questão de minutos, justamente pela arquitetura da solução Cisco que inclui a rede como um dos seus pilares.

3. O nome do jogo é agilidade. Agilidade é uma necessidade da economia digital. As áreas de negócios esperam respostas rápidas da TI. Infraestruturas hiperconvergentes garantem essa velocidade necessária. Ter agilidade significa ser capaz de mover rapidamente os fluxos de trabalho. O Cisco HyperFlex traz o dobro do desempenho do segundo colocado*, entregando agilidade muito acima da média para garantir processos e movimentos ainda mais rápidos.

4. Deixa as coisas ainda mais simples. A hiperconvergência permite uma abordagem de crescimento modular de acordo com a demanda, tudo muito simples e rápido. Essa abordagem de arquitetura possibilita redução drástica nos custos e recursos dedicados à gestão do ambiente. No longo prazo, isso permite previsibilidade do investimento e desencadeia um custo total de propriedade (TCO, na sigla em inglês) mais efetivo.

5. Explore níveis extremos de automação. Automação é um conceito-chave aos data centers modernos e um componente intrínseco à hiperconvergência. A gestão centralizada do Cisco HyperFlex permite elevados níveis de automação, que desencadeiam maior produtividade empresarial.

6. Gestão centralizada e um único fornecedor. O Cisco HyperFlex é uma única plataforma completa que integra recursos de servidor, armazenamento e rede em uma solução onde a gestão é centralizada. Isso permite maior efetividade à estratégia de data center.

Apesar de recente, o modelo de hiperconvergência já mostrou seu valor em situações reais. O Cisco HyperFlex foi lançado há pouco mais de um ano e, em pouco tempo, conquistou mais de 2 mil clientes ao redor do mundo – sendo alguns deles aqui no Brasil. Veja esse vídeo e entenda como levar a hipeconvergência para o seu data center também.