Guest

Segurança na Internet

Uma Introdução

Como as ameaças à segurança na Internet continuam a evoluir, esta introdução descreve as estratégias que as empresas podem adotar para contê-las.

Segurança na Internet

A conectividade sem precedentes da era da Internet trouxe um imenso benefício social e econômico, mas também introduziu inúmeros novos desafios. Em um mundo totalmente conectado, as ameaças à segurança na Internet continuam a evoluir com mais rapidez do que as proteções mais avançadas.

Background

As ameaças à segurança através da rede foram responsáveis por inúmeros roubos de identidade e fraudes financeiras. Spam, vírus e spyware geram problemas consideráveis para consumidores e empresas. Uma violação de segurança pode provocar danos irreparáveis à marca ou à reputação da empresa. Nos Estados Unidos, problemas de segurança na Internet ameaçam atrasar a adoção nacional de registros médicos eletrônicos. Na União Européia, a confiança do consumidor relacionada à segurança na Internet e à proteção de dados é uma barreira para a expansão mais rápida do comércio eletrônico entre as fronteiras dos estados membros.

Os roubos de informações são hoje um negócio lucrativo e, em geral, controlado pelo crime organizado. Um número crescente de modelos de crimes cibernéticos sofisticados, incluindo o surgimento de empresas fantasmas, se utiliza de ferramentas e serviços de vendas para iniciar ataques através da rede, em vez de simplesmente vender as informações obtidas dos ataques.

A tecnologia de segurança da Internet continua a avançar, mudando de abordagens passivas baseadas em produtos pontuais para abordagens ativas completas para reconhecer, conter e colocar em quarentena. Além disso, os Provedores de Serviços da Internet (ISPs) estão competindo em segurança e os ISPs de consumidor oferecem segurança à Internet como parte de seus serviços.

Legisladores em todas as partes do mundo focam no estado da infraestrutura de informações. Os legisladores querem se certificar de que os usuários das redes utilizem a melhor tecnologia e práticas de processo para tornar as redes o mais seguras possível. Governos e empresas atualizam constantemente suas estratégias para impedir ataques. Parcerias público-privadas foram formadas para desenvolver abordagens baseadas em mercado para proporcionar segurança.

Posição da Cisco

A Cisco acredita que os governos podem ajudar a diminuir as ameaças à segurança da Internet:

  • Aumentando a conscientização dos clientes e da indústria sobre a importância da segurança na rede;
  • Educando usuários sobre as melhores práticas;
  • Usando as melhores práticas para assegurar seus próprios sistemas;
  • Financiando pesquisa e desenvolvimento de longo prazo;
  • Aplicando com rigidez as leis contra crimes cibernéticos e processando criminosos que usam ou tentam usar a rede para roubo, fraude, extorsão ou outros crimes;
  • Aumentando a colaboração internacional com outros governos, órgãos de aplicação da lei e o setores privados sobre a socialização das melhores práticas e a instauração de processos internacionais por crimes cibernéticos.

A Cisco não acredita que os governos devam regulamentar a segurança. Em geral, a regulamentação:

  • Reprime a inovação escolhendo uma tecnologia específica, em vez de deixar a concorrência do mercado desenvolver as melhores e mais avançadas soluções.
  • Não avança com rapidez suficiente para acompanhar o ritmo das necessidades atuais da indústria e das ameaças recentes.
  • Pode acabar prejudicando a segurança da Internet criando pontos específicos para falhas sistêmicas.

 

Para mais informações, acesse: Segurança