Instrutor do NetAcademy selecionado para carregar a tocha

Quando Thiago Alves era adolescente, seu sonho era muito parecido com o de muitos jovens brasileiros – ser uma estrela de futebol. Uma carreira em tecnologia não estava sequer em seu radar, até que sua mãe o matriculou em um curso básico e, a partir daí, Thiago foi fisgado. Hoje, ele busca sua pós-graduação em Engenharia de Software e é instrutor da Cisco Networking Academy na Nave do Conhecimento, um projeto da Secretaria de Ciência e Tecnologia da Cidade do Rio de Janeiro (SECT) que traz inclusão digital e capacitação para várias comunidades. Hoje, Thiago pode adicionar mais um item à sua lista de realizações – ele foi um dos selecionados para participar do revezamento da tocha dos Jogos Olímpicos de 2016.

Foi uma surpresa maravilhosa. Estou realmente orgulhoso profissionalmente porque a Cisco e a SECT me escolheram. Para mim, isso significa uma valorização do meu trabalho aqui na Nave do Conhecimento", avaliou Thiago, que foi introduzido ao programa Cisco Networking Academy após se formar pela Universidade Estácio, onde estudou Desenvolvimento e Análise de Sistemas. Ele passou por um treinamento intensivo de programação, e não sabia muito sobre redes. Mas com o apoio e treinamento da Cisco, Thiago tornou-se um instrutor certificado no programa.

Era exatamente o que estava procurando na minha carreira. Foi uma oportunidade de estudar e ser treinado pela Cisco – uma das maiores empresas de rede do setor. Quem não estaria interessado em participar de um programa como esse?", indaga. Thiago permanece animado e cheio de energia em sua rotina diária de ensinar no programa Cisco Networking Academy. Ele gosta de ajudar os alunos a expandirem seus conhecimentos e melhorar suas perspectivas de emprego através de tecnologia e do treinamento de TI.

É especial participar desta iniciativa de inovação social que está oferecendo treinamento técnico para as comunidades mais carentes", diz Thiago. "Estamos criando oportunidades para pessoas que nunca imaginariam ter uma chance como esta de se tornar um profissional de rede". A experiência tem sido gratificante tanto para ele como para os alunos. E agora, Thiago está sendo reconhecido por suas realizações e dedicação ao ensino, participando do revezamento da tocha olímpica em seu país natal.