Tunji Akintokun

A conexão de Tunji Akintokun com os Jogos Olímpicos começou há muito tempo. Agora ele é o fundador de uma das maiores iniciativas de STEM no Reino Unido.

Cargo: Diretor Global de Vendas Virtuais - Oriente Médio, África, Rússia e CIS
Local: Londres, Inglaterra
Anos na Cisco: 17

Tunji Akintokun já esteve em seis Jogos Olímpicos de Verão desde 1984, perdendo apenas um deles recentemente. E ele teve um bom motivo para não ir aos Jogos de 2008 em Pequim – o nascimento de seu filho Tyrell. Mas quando Tunji viajar para o Rio de Janeiro para assistir aos Jogos Olímpicos de 2016, ele não será um espectador, mas sim um Cisco Olympian e participante do Revezamento Oficial da Tocha em nome da Cisco.

"Eu fiquei embasbacado!" Tunji disse ao descobrir que tinha sido selecionado para esta honra. "A Olimpíada é algo tão especial e significa muito para mim, de muitas maneiras diferentes. Representar a companhia que amo trabalhar e cuidar será uma profunda honra."

A conexão de Tunji com os Jogos Olímpicos começou há muito tempo. Ele cresceu em um bairro simples de Londres, que está a poucos metros do local atual do Parque Olímpico. Sendo um jovem rapaz de uma família desfavorecida, Alex não pode ser exposto a muitas oportunidades, até o dia em que os representantes da IBM vieram até a escola para fazer uma demonstração e apresentação. Com 11 anos de idade, Tunji decidiu que seguiria a carreira de Engenharia – e tem se esforçado diariamente em busca de ser 'Mais Rápido, Mais Alto, Mais Forte' a fim de tornar este sonho realidade.

"Eu só precisava de uma oportunidade para definir o caminho da minha vida", diz Tunji. "Isso me deu a energia e paixão para garantir que eu teria esta oportunidade de engajamento com outras crianças. É tão importante garantir que os menos favorecidos tenham a oportunidade de se envolver com grandes empresas e saibam que isso está disponível para eles para que alcancem seu pleno potencial."

Com essa paixão sempre o direcionando,Tunji – juntamente com o apoio da Cisco – fundou uma empresa social colaborativa chamada Your Future, Your Ambition (YFYA). A iniciativa, que foi lançada na Cisco House durante os Jogos Olímpicos de Londres, tem como objetivo inspirar, animar e envolver mais crianças em idade escolar para que sigam carreiras nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. Criada em 2012, a YFYA é agora uma das maiores iniciativas de seu tipo no Reino Unido.

“Mesmo se formos capazes de capturar o coração e a mente de apenas uma criança, isso já será incrível.”

Através de seu trabalho durante mais de 20 anos ensinando jovens, diversos talentos oriundos de ambientes menos favorecidos, Tunji certamente tocou as vidas de muito mais do que apenas uma criança. Além de seu trabalho com a YFYA, Tunji também participa do conselho da organização Teach First – uma das maiores organizações sem fins lucrativos da área de Educação no Reino Unido, que se esforça para eliminar as desigualdades na educação para aqueles provenientes de meios mais desfavorecidos.

Por seu trabalho de mentoria, bem como o trabalho na YFYA, Tunji recebeu o Prêmio Nacional de Diversidade de 2015 e foi nomeado um dos 100 homens mais conectados do Reino Unido pela GQ Magazine. Agora, ele pode adicionar à sua lista de realizações o Revezamento Oficial da Tocha dos Jogos Olímpicos de 2016.

Para um fanático olímpico como Tunji, a oportunidade é quase inacreditável. Ele estava presente quando Usain Bolt bateu o recorde mundial dos 100 metros nos Jogos de Londres 2012 e diz que a magia daquela noite foi difícil de ser superada. Mas desta vez acredito que será superada.

"Eu amo esta empresa", diz Tunji, que está na Cisco há quase 17 anos. "Tem sido muito bom para mim. Quando você acha que não pode ficar melhor... obter esta [oportunidade] foi muito forte. Eu realmente queria isso. Esta é a chance de realizar meus sonhos e ser reconhecido pelas coisas que faço com o coração e gosto de fazer."

Com muita humildade, Tunji diz que ele simplesmente espera que sua história inspire jovens a perceberem que tudo é possível através da educação. Seus dois filhos - Niah (10) e Tyrell (8), juntamente com sua esposa Lorna – são a sua motivação para deixar o mundo melhor do que o encontrou.

"Meu papel como pai é dar a eles educação e garantir que usem esta educação para devolver ao mundo, ajudar os outros e gerar um impacto positivo", diz Tunji.

Ao aceitar a Tocha no Brasil, ele estará orgulhosamente representando as milhares de crianças que passaram pela YFYA e foram engajadas e inspiradas para prosseguir numa carreira profissional. E, apesar do percurso de 800 metros estar longe de ser o seu mais longo – ele completou a Maratona de Londres de 2014 e levantou mais de 4.000 libras esterlinas para a caridade – certamente será o mais significativo.