Guest

Cisco volta a marcar presença no Web Summit 2017

DevNet é a palavra chave e a plataforma que vai demonstrar em termos práticos qual o poder e a importância da inovação no desenvolvimento tecnológico. IoT, Inteligência Artificial e SaaS serão outros dos principais temas abordados.

Porto Salvo, 24 de Outubro, 2017 – Nesta edição de 2017 do Web Summit, a Cisco propõe-se a discutir grandes tendências como a Inteligência Artificial, a Internet of Things (IoT) e o Software as a Service (SaaS), além de mostrar, em primeira mão, o potencial da inovação tecnológica. A grande novidade é a possibilidade de os visitantes do Web Summit ficarem a conhecer de perto a plataforma open source DevNet, onde a comunidade de programadores pode encontrar as ferramentas necessárias para criar novas tecnologias.

Para discutir todos estes temas e inovações, a Cisco trará a Portugal alguns dos seus maiores especialistas, entre eles Susie Wee, Diretora do Departamento de Tecnologia de Inovações DevNet, Kevin Bandy, o Diretor do Departamento Digital da Cisco e Jon Koplin, Diretor da área de Desenvolvimento de Negócio da Cisco. Todas as informações que tanto as empresas como os developers procuram também estarão à disposição no stand da Cisco, que estará situado no Stand 875, na FIL.

DevNet e Inovação

A inovação está a moldar as recentes transformações tecnológicas que a indústria, o mundo dos negócios e a sociedade têm sentido. Para a Cisco, o ecossistema envolvente é a chave do sucesso e, por este motivo, a DevNet surge como uma ferramenta facilitadora e promotora do desenvolvimento tecnológico pelo facto de permitir a integração de novos softwares, capazes de influenciar a forma como as aplicações interagem com as infraestruturas. Está, assim, aberto o caminho para se ajudar a indústria a dar o próximo passo na digitização, não esquecendo a segurança.

Do ponto de vista da comunidade de programadores, esta é uma oportunidade de ter ao dispor tecnologias de ponta que permitem desenvolver as suas ideias inovadoras e promovem o desenvolvimento tecnológico. A comunidade DevNet é, afinal, uma plataforma onde é possível aprender, codificar, inspirar, conectar e testar as aplicações que outros utilizadores já desenvolveram, procurar mentoria e aconselhamento técnico.

Do ponto de vista da indústria, o funcionamento da DevNet assenta não só na forma como as aplicações podem responder às infraestruturas, mas também como estão disponíveis numa infraestrutura programável.

Inteligência Artificial e IoT em palco

Relembrando o papel da inovação no futuro da tecnologia, a Cisco traz a Lisboa especialistas das áreas de DevNet, Inteligência Artificial e Desenvolvimento de Negócio. Com esta participação a tecnológica recorda o poder da inovação em rede.

Para nos falar sobre o que ainda falta no universo das empresas Software as a Service (SaaS), Jon Koplin, Diretor da área de Desenvolvimento de Negócio da Cisco, sobe ao palco SaaS Monster, no dia 7 de novembro pelas 11h35. Jon Koplin propõe-se apresentar a perspetiva dos investidores relativamente ao sentido de oportunidade de negócio na área das SaaS, na sessão “What SaaS companies are doing wrong: The investor insight”.

Kevin Bandy, o Diretor do Departamento Digital da Cisco marca presença no dia 8 de novembro, no palco SaaS Monster, pelas 10h45, onde nos fará refletir sobre o poder da inteligência artificial no mundo empresarial, na sessão “What AI does and doesn't mean for enterprise companies”. Na ótica de Kevin Bandy a digitização está na ordem do dia e será a responsável pela reestruturação das empresas tecnológicas, independentemente da sua dimensão. Neste processo, a inteligência artificial adquire contornos absolutamente centrais na inclusão de novas competências em redes intuitivas, aos quais não podemos estar indiferentes.

No dia 9 de novembro, Susie Wee, Diretora do Departamento de Tecnologia de Inovações DevNet, explora as oportunidades Cisco DevNet e o seu impacto na condução da transformação digital, na apresentação “Exploring NetDevOps”. Para Susie Wee, a transformação industrial tem sido conduzida por grandes desenvolvimentos em aplicações e infraestruturas, que resultaram da produção de cerca de 111 mil milhões linhas de código, só em 2017. É por este motivo que a plataforma Cisco DevNet é tão importante no patrocínio da inovação. Esta apresentação decorre no palco FullSTK, pelas 11h30.

Experiência Web Summit

Para a Cisco os parceiros estão em primeiro lugar e são uma parte integral do seu DNA, ao criar relações e parcerias duradouras e trabalhando em colaboração no lançamento de soluções que suportam o seu sucesso.

Durante o Web Summit, o stand da Cisco vai mostrar o trabalho que temos vindo a desenvolver com startups. Todos os participantes do evento poderão conhecer algumas das startups que desenvolveram o seu negócio com as tecnologias Cisco. A GoWifi, Azendoo, 360waste, IBM – Braga Bus, e a TellMePlus vão partilhar consigo os motivos que as levaram a considerar a Cisco como a plataforma com as soluções de Colaboração, Análise e Conectividade mais adequadas às suas necessidades.

“O Web Summit, sendo um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, é também a melhor montra de ideias inovadoras, softwares, plataformas e sistemas. Tendo isto em mente, a presença da Cisco no Web Summit reforça o nosso compromisso com o desenvolvimento tecnológico promovido pelo engenho e a inovação em todos os eixos deste processo, desde a Segurança, IoT, IA, Colaboração, etc. A Inovação está a mudar a indústria, o mercado, os negócios e até os hábitos quotidianos da população. Com esta participação, a Cisco sublinha a sua posição na vanguarda da inovação na transformação digital que Portugal já atravessa, incitando todos os membros das comunidades a utilizar as melhores ferramentas disponíveis. Deste modo, permitimos que todos continuem a transformar o mundo que temos hoje, no mundo em que viveremos amanhã.”, Sofia Tenreiro, Diretora-Geral da Cisco Portugal.

A agenda Cisco é a seguinte:

Dia 7 de novembro

  • 11h35 – “What SaaS companies are doing wrong: The investor insight”, Jon Koplin, no palco SaaS Monster.

Dia 8 de novembro

  • 10h45What AI does and doesn't mean for enterprise companies”, Kevin Bandy, palco Saas Monster.
  • 15h – Mesa Redonda “Exploring the needs of the IoT developer”, Ashley Roach & Casey Bleeker.

Dia 9 de novembro

  • 11h30 – “Exploring NetDevOps”, Susie Wee, palco FullSTK.

Material Adicional

Acerca da Cisco

A Cisco (NASDAQ: CSCO) é líder mundial em tecnologia que tem mantido a Internet a funcionar desde 1984. As nossas pessoas, produtos e parceiros ajudam a sociedade a estar conectada de forma segura e encontrar hoje a oportunidade digital de amanhã. Para ter acesso aos Comunicados de Imprensa em português visitar http://www.cisco.com/c/pt_pt/about/press.html.

Para mais informações visite http://thenetwork.cisco.com e http://newsroom.cisco.com/emearnetwork/.

Siga a Cisco Portugal no Twitter:

# # #

A Cisco e o logo Cisco são marcas comerciais da Cisco e/ou os seus afiliados nos EUA e noutros países. Uma lista das marcas comerciais pode ser encontrada em www.cisco.com/go/trademarks. As marcas de terceiros mencionadas são da propriedade dos respetivos proprietários. A utilização do termo parceiro não implica uma relação de parceria entre a Cisco e a outra empresa.

Dislcaimer de Disponibilidade: Muitos dos produtos e recursos descritos encontram-se em diferentes estádios de desenvolvimento e serão disponibilizados assim que estiverem disponíveis. Estes produtos e recursos estão sujeitos a alterações segundo os critérios exclusivos da Cisco e a Cisco não se responsabilizará por atrasos ou na entrega de qualquer um dos produtos, ou propriedades definidas neste documento.

Para obter mais informação:

Cisco Portugal
Ariadna Hernández, Diretora de Comunicação
ariahern@cisco.com

LEWIS
Ana Luzia, Head of Lisbon
Tel.: 213 245 016
E-mail: ana.luzia@teamlewis.com

Nânci Martinez, Account Executive
Tel.: 213 245 016
E-mail: nanci.martinez@teamlewis.com

Marta Silva, Account Executive
T: 210 415 952
E-mail: marta.silva@teamlewis.com