Já tem uma conta?

  •   Conteúdo personalizado
  •   Produtos e suporte

Ainda não tem uma conta?

Criar conta
Cisco

Data center

Data center

É um espaço onde se concentram os recursos e sistemas necessários para o processamento das informações de uma empresa. Um data center é formado por 3 componentes principais: servidores, conectividade e armazenamento.

A seguir, apresentamos um resumo dos principais conceitos associados aos data centers.

Baixar o glossário (PDF - 789 KB)

Servidor

É um equipamento responsável pelo processamento de software e informações para responder às solicitações de um cliente. Os servidores podem ser rack ou blade.

Servidor rack

Os servidores rack são servidores de ponta, padronizados, que ficam dentro de estruturas, permitindo uma melhor organização e oferecendo a possibilidade de fazer mudanças sem precisar reiniciar todo o sistema.

Servidor blade

Os servidores blade foram desenvolvidos para aproveitar o espaço, reduzir o consumo e simplificar a manutenção. Cada servidor é um cartão fino que contém processador, memória e barramentos. Tudo que está relacionado a conexões, alimentação e refrigeração é feito de maneira compartilhada no chassi que os abriga.

Apps

Apps

São ferramentas de software que ajudam as empresas a gerenciar seus negócios, desde os processos administrativos (como recursos humanos e vendas), até os relacionados a operações (como manufatura e inventário, entre outros). Os apps podem executar suas funções em computadores, smartphones, tablets e outros dispositivos móveis.

Tendências

Os data centers estão se modernizando para se adaptarem ao crescimento dos serviços em nuvem e às demandas da transformação digital. A seguir, vamos apresentar alguns dos grandes fenômenos que estamos presenciando atualmente.

Automação

A automação de data center permite mecanizar o fluxo de trabalho e outros processos, como o provisionamento, gerenciamento, monitoramento e as tarefas de manutenção do ecossistema dos servidores. Assim, é possível eliminar a complexidade, reduzir os custos e melhorar a segurança.

Hiperconvergência

É a combinação de servidores, armazenamento e redes em uma solução unificada, resultando em um único dispositivo controlado por software que melhora a eficiência e diminui custos.

Virtualização

É a criação através de software de uma versão virtual de algum recurso tecnológico, como uma plataforma de hardware, um sistema operacional ou um dispositivo de armazenamento, o que permite aproveitar ao máximo o hardware existente.

Redes Definidas por Software (SDN)

As redes definidas por software são uma forma de abordar o gerenciamento de redes. Nessas redes, o controle é totalmente desvinculado do hardware e é feito por meio de um aplicativo de software chamado controlador, aumentando a eficiência e a flexibilidade.

Nuvem

A nuvem é uma plataforma que possibilita o oferecimento de recursos de computação sob demanda por meio da Internet. Ela permite que os usuários acessem facilmente serviços hospedados em data centers remotos.

Nuvem pública

Refere-se aos serviços de computação oferecidos por fornecedores externos através da rede pública, e que estão disponíveis para utilização ou compra. Permite que as empresas reduzam os custos associados à compra e à manutenção de hardware.

Nuvem privada

Também chamada de nuvem interna ou corporativa, oferece às empresas grande parte das vantagens da nuvem pública, com o controle, a segurança e a personalização de uma infraestrutura de computação no local.

Nuvem híbrida

Oferece às empresas a capacidade de estender sua infraestrutura de nuvem privada até a nuvem pública, para dar continuidade e consistência aos serviços de computação no caso de uma sobrecarga de tráfego.

Multinuvem

É a infraestrutura empresarial que usa duas ou mais nuvens públicas conectadas a nuvens privadas ou data centers locais.