Arquivo de Notícias 2014

Cisco mostra 40 casos de estudo da Internet of Everything no Sector Público

Administrações em todo o mundo, como é o caso de Barcelona e Santander, estão já a aproveitar o poder das conexões para reduzir custos, otimizar processos e melhorar serviços.


Um novo relatório publicado pela Cisco revela como administrações e entidades públicas em todo o mundo já estão a tirar o máximo partido da Internet of Everything (IoE) nesta nova fase de Internet que se caracteriza pelos milhares de milhões de conexões entre pessoas, processos, dados e objetos.

Elaborado pela consultora Cicero Group através de entrevistas personalizadas com os responsáveis das Administrações, este documento inclui 40 casos de estudo da IoE aplicada a múltiplos campos como as Smart Cities (estacionamento inteligente, gestão da eletricidade e água, transportes públicos…), o apoio sanitário (Telemedicina), a educação online e a segurança (coordenação de emergências, prevenção de incêndios…).

O estudo também serve como referência de boas práticas e fatores de sucesso que podem ser adotados por outros organismos públicos em todo o mundo, incluindo a implementação de redes IP inteligentes, a participação dos cidadãos através de dispositivos e aplicações móveis ou avançadas, ferramentas analíticas de Big Data e Colaboração.

A nível ibérico são analisados os casos de Barcelona e Santander. Graças a uma robusta aposta na conectividade através de redes de banda larga e a estreita colaboração público-privada, ambas as cidades se converteram em referências internacionais de inovação, obtendo parte de um valor que a Cisco estima em cerca de 3,5 biliões de euros europeus para as Administrações Públicas em todo o mundo entre 2013 e 2023.

  • Barcelona. Graças a 83 projetos em 12 áreas, o município otimizou os serviços aos cidadãos obtendo importantes poupanças (42 milhões de euros anuais com a gestão da água e 27 milhões com iluminação inteligente), além de ter aumentado as suas receitas em 36 milhões de euros anuais com estacionamento inteligente e gerado 47.000 empregos.
  • Santander. Através de uma rede de 25.000 sensores que monitorizam o tráfego, os transportes, a iluminação, o ruído, a contaminação ou a qualidade da água, Santander reduziu em 80% o congestionamento de tráfego e implementou aplicações abertas que melhoram os serviços e facilitam a participação dos cidadãos.

Para fazer download do relatório completo, clique aqui. Neste link está uma página interativa na qual se pode descarregar todos os casos de estudo da IoE em detalhe para cada país.

Conte connosco

  • Ligue grátis 800 880 456
  • Dias úteis, 9h-13h e 14h-18h
Partilhar