Guest

Cisco assina acordo com Instituto de Emprego e Formação Profissional

Hierarchical Navigation

O Memorando de Entendimento hoje assinado pretende expandir o programa de Academias da Cisco ao sistema formativo em Portugal.


A Cisco, em conjunto com o Instituto de Emprego e Formação Profissional, I.P. (IEFP) acaba de anunciar um Memorando de Entendimento (ou MoU – Memorandum of Understanding) que visa a extensão do programa Cisco Networking Academy, ou programa Academia de Networking da Cisco, ao sistema formativo português.

O acordo assinado hoje entre Jorge Gaspar, Presidente do Conselho Diretivo do IEFP, e Sofia Tenreiro, Diretora Geral da Cisco Portugal, visa alargar aquele que tem sido o esforço da Cisco desde 1997, ano em que lançou o programa de Academias: responder procura global de recursos qualificados no desenho, construção, manutenção e segurança de redes informáticas.

O IEFP reconhece a importância de dar aos seus Centros de Formação a possibilidade de integrar cursos gratuitamente disponibilizados pela Cisco, no âmbito do seu programa Networking Academy, no plano de estudos em redes informáticas e outras matérias relacionadas com as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

Através deste memorando, o IEFP pretende ir ao encontro dos sinais dados pelo mercado de emprego: a necessidade de formar profissionais em áreas relevantes da indústria tecnológica, potenciadores das condições de empregabilidade e do regresso à vida ativa. Disponibilizará para o efeito, as condições necessárias para estas formações, reconhecendo a importância das mesmas para a empregabilidade do seu público.

Todos os que procurarem os Centros de Emprego e Formação Profissional do IEFP, para ações de formação, vão poder adquirir competências técnicas modernas e relevantes para o mercado de trabalho, e certificação reconhecida internacionalmente nas mais recentes tecnologias Cisco.

No âmbito deste acordo, válido para já por um ano, será realizada também uma reunião anual dos altos representantes do IEFP e da Cisco com o objetivo de analisar a progressão desta cooperação.

Portugal foi um dos primeiro países a implementar o programa Cisco Networking Academy, em 1999. Hoje a iniciativa abrange alunos do ensino secundário, politécnico e profissional, conta com mais de 50 academias ativas e abrange mais de 2.000 estudantes em Portugal.

Declarações Adicionais

  • Jorge Gaspar, Presidente do Conselho Directivo do IEFP: No IEFP sabemos que a resposta às necessidades de formação e de qualificação dos portugueses exige um olhar presente mas também prospetivo sobre o desenvolvimento da economia, as perspetivas de investimento e as áreas fundamentais nas quais será criado emprego. Isto é, exige um trabalho muito articulado com as empresas, o qual permita direcionar a oferta formativa para as qualificações e competências procuradas pelas empresas e para a satisfação concreta de necessidades concretas do mercado de trabalho. O acordo agora assinado com a Cisco reforça esta nossa forma de atuar e constitui um momento muito importante no quadro da aposta decisiva que fazemos na formação de base tecnológica.
  • Sofia Tenreiro, Diretora Geral da Cisco Portugal: O sector tecnológico é essencial para impulsionar os negócios, a inovação e melhorar a produtividade. Consciente disso, a Cisco criou o seu programa Academia de Networking, uma iniciativa de Responsabilidade Social Corporativa (RSC) que contribui para a educação através do ensino de numerosas competências e encorajamento à carreira nas tecnologias entre os mais jovens. Através deste acordo com o IEFP – que vai aumentar o número de Academias Cisco – a Cisco espera contribuir para impulsionar a empregabilidade jovem em Portugal.

Acerca do IEFP

O IEFP é o serviço público de emprego nacional. Tem por missão promover a criação e a qualidade do emprego e combater o desemprego, através da execução de políticas ativas de emprego, nomeadamente de formação profissional.

Sobre a Cisco Networking Academy

O Cisco Networking Academy é um programa de formação TIC sem fins lucrativos que proporciona aos seus alunos as habilitações necessárias para ter sucesso agora e no futuro, num mundo cada vez mais conectado. Todos os anos, um milhão de estudantes do programa Networking Academy em todo o mundo adquirem habilitações e competências chave para criar, construir e manter redes informáticas, melhorando as suas saídas profissionais e cobrindo o défice de técnicos de redes.