Já tem uma conta?

  •   Conteúdo personalizado
  •   Produtos e suporte

Ainda não tem uma conta?

Criar conta
Cisco

Enterprise Networks

Redes empresariais

As redes empresariais estão passando por uma série de transformações como consequência dos avanços tecnológicos e da mudança de enfoque da TI, que as aproxima cada vez mais de serem a verdadeira força que impulsiona os objetivos comerciais.

A seguir, vamos apresentar um resumo dos principais conceitos associados às redes empresariais.

Baixar o glossário (PDF - 488 KB)

Rede

É a interconexão física ou sem fio que vincula vários dispositivos de informática (servidores, computadores, celulares, periféricos, entre outros) para que se comuniquem entre si, com a finalidade de compartilhar dados e oferecer serviços.

LAN

Uma Local Area Network (na sigla em inglês) ou Rede de Área Local, conecta equipamentos informáticos em uma área geográfica reduzida, como um edifício ou uma sala.

WAN

Uma Wide Area Network (na sigla em inglês), ou Rede de Longa Distância, é um conjunto de redes LAN que conecta hardwares que se encontram fisicamente distantes.

Rede com fio

É a rede que conecta hardwares e transmite dados por meio de cabos baseados em um padrão Ethernet. É ideal para transportar grandes quantidades de dados em velocidades muito altas, como por exemplo, no setor de multimídia. Uma rede com fio tem dois componentes essenciais: switches e roteadores.

Switches

Os switches ou comutadores permitem que os dispositivos de rede se comuniquem entre eles, recebendo pacotes de dados e direcionando-os ao destinatário correto. Ao permitir que a informação e os recursos sejam compartilhados, os switches ajudam a economizar custos e melhorar a produtividade.

Roteadores

Os roteadores conectam várias redes entre si ou à Internet. Analisam os dados e os enviam utilizando a melhor rota. Protegem as informações contra ameaças de segurança e decidem quais hardwares têm prioridade sobre outros.

Rede sem fio (Wi-Fi)

É a rede que permite a conexão entre dispositivos por meio de ondas de rádio, sem necessidade do uso de cabos. Uma de suas principais vantagens é a questão relacionada aos custos, além da fiexibilidade oferecida aos usuários móveis. Entretanto, no caso das redes sem fio, a segurança precisa ser muito mais abrangente e robusta para evitar invasões. Seus componentes essenciais são os access points e os controladores.

Access points

Conectam os dispositivos à rede sem necessidade de cabos e atuam como um amplificador, expandindo a largura de banda para suportar mais dispositivos e usuários móveis. Os access points proporcionam também dados úteis para melhorar o uso da rede e oferecem segurança proativa.

Controladores

Sua principal função é configurar e monitorar os access points de maneira prática e simples, permitindo desenvolver e operar a rede sem fio de forma remota, eliminando tarefas repetitivas.

Funcionalidades de uma rede

Hoje, mais do que nunca, você precisa de uma rede que ajude a oferecer a melhor conectividade a todos os usuários de forma confiável e segura e, ao mesmo tempo, que permita obter as informações necessárias para tomar decisões e fazer seus negócios crescerem. Considere essas funcionalidades na hora de escolher a infraestrutura de rede da sua PME.

Escalabilidade

Uma rede escalável é aquela que tem capacidade de reagir e se adaptar facilmente ao crescimento dos seus negócios e ao aumento do número de usuários e das cargas de trabalho, protegendo seu investimento e garantindo a continuidade das operações.

Segurança

Uma rede segura é aquela que conta com as políticas e práticas necessárias para prevenir e supervisionar o acesso não autorizado às informações da sua empresa e aos seus recursos, bem como impedir o uso indevido deles. Atualmente, as ameaças à segurança são cada vez maiores e podem colocar em risco tanto a integridade dos dados quanto a continuidade dos negócios.

Automação

Uma rede automatizada é aquela na qual os dispositivos podem ser configurados, provisionados, gerenciados e testados automaticamente. Isso permite melhorar a eficiência, evitar erros humanos e reduzir os gastos operacionais.

Inteligência

Uma rede inteligente é capaz de extrair insights ou informações relevantes dos dispositivos, aplicativos e usuários, para tornar as operações mais eficientes e facilitar a tomada de decisões nos negócios.

Redes definidas por software

As redes definidas por software, ou SDNs, são uma forma de abordar o gerenciamento de redes. Nessas redes, o controle é totalmente desvinculado do hardware e é feito por meio de um aplicativo de software chamado controlador. Isso é especialmente útil em ambientes distribuídos e de nuvem, pois permite que o administrador gerencie as cargas de tráfego de maneira flexível e mais eficiente.

Antes

A WAN tradicional conectava usuários de filiais ou campus a aplicações nos servidores do data center, garantindo a segurança e a conectividade por meio de circuitos exclusivos MPLS. Isso não funciona em um mundo com foco na nuvem.

Agora

SDWAN é uma WAN definida por software. Ela permite reduzir custos, simplificar o gerenciamento, reforçar a segurança e melhorar a experiência dos usuários.