Já tem uma conta?

  •   Conteúdo personalizado
  •   Produtos e suporte

Ainda não tem uma conta?

Criar conta

Sua rede é ágil o suficiente para acompanhar a próxima inovação?

Houve um tempo em que as pandemias eram vistas por grupos extremamente bem informados, como o Fórum Econômico Mundial, como eventos de "alto impacto", mas "baixa probabilidade". E, por conta disso, muitos foram pegos de surpresa pelo momento que estamos vivendo – seja nos negócios, com relação às redes ou na vida pessoal. Aprendemos o quanto é essencial que nossas redes sejam ágeis o suficiente para oferecer suporte à empresa mesmo nas circunstâncias mais inesperadas. Porque resiliência é a nova forma de dar continuidade aos negócios. E ela começa com uma rede ágil.

Considerando o nível de importância da rede, hoje é necessário fazer mais do que apenas mantê-la funcionando. Porque você precisa dela para dar resiliência à empresa. E isso inclui a força de trabalho, o local onde você executa suas operações e as cargas de trabalho que você utiliza para isso. Sua rede tem que ser inteligente e flexível o suficiente para gerenciar uma caixa de Pandora de desastres naturais, oscilações políticas e ataques cibernéticos.

Por isso, divulgamos nosso Relatório de tendências globais de rede para 2021. Ele aborda cinco maneiras de preparar a rede para o que vem por aí. Veja aqui algumas dicas importantes.

1. Mantenha os funcionários seguros, onde quer que estejam

Atualmente, quase cinco vezes mais pessoas estão trabalhando fora do escritório. E, de uma forma ou de outra, esse estilo de trabalho flexível veio para ficar. Portanto, sua equipe precisa garantir uma experiência segura, produtiva e colaborativa para os funcionários, em qualquer lugar: em casa, no escritório ou em trânsito. Quando se trata de trabalho remoto, constatamos que 65% das empresas consideram a segurança o principal desafio.

2. Traga os funcionários de volta ao local de trabalho com segurança

Trabalhar no escritório não será mais como antes. Porque a pandemia está levando muitas empresas a implantar novas medidas de segurança. Exemplos:

  • 62% vão usar mais os recursos de videoconferência
  • 32% vão monitorar a quantidade de pessoas no mesmo local
  • 30% vão implantar novas medidas de proteção, incluindo sensores térmicos e elevadores com controle remoto.

Para que isso aconteça, sua rede vai precisar ser mais flexível do que nunca. Portanto, sua equipe tem que ter certeza de que está pronta para comportar esse aumento de visibilidade e automação.

3. Distribua a rede em várias nuvens públicas

Em uma situação de crise, as nuvens podem ser fundamentais para manter o funcionamento normal dos negócios Quando você espalha seus aplicativos e cargas de trabalho em nuvens públicas e privadas, consegue implementar serviços rapidamente e reduzir o risco de seus sistemas ficarem inativos. A pandemia já fez 21% das empresas moverem mais cargas de trabalho para as nuvens públicas com o intuito de aumentarem a capacidade.

4. Automatize tarefas comuns para se adaptar mais rápido

Sua rede precisa estar pronta para lidar com picos inesperados, vindos de qualquer lugar. Quando a pandemia chegou, na Cisco nós tivemos que expandir para comportar um aumento de 300% no uso do WebEx praticamente da noite para o dia. E não poderíamos ter feito isso sem confiar em ferramentas automatizadas para realizar coisas como provisionar mais capacidade, equilibrar a largura de banda e integrar novas pessoas rapidamente.

Você pode fazer o mesmo. Nos próximos dois anos, 35% planejam automatizar a rede de ponta a ponta e migrar para a rede baseada em intenção — em comparação com apenas 4% no ano passado.

5. Use inteligência artificial para gerenciar a avalanche de alertas

Em média, as empresas são bombardeadas por quase 6.000 alertas qualificados todos os meses. São muitos eventos para sua equipe identificar e corrigir rapidamente. E é aí que entra a inteligência artificial. Ela é capaz de gerenciar a maior parte desses alertas, deixando uma porcentagem muito menor de problemas para os seres humanos terem que lidar. Por exemplo, nossas ferramentas  habilitadas por inteligência artificial demonstraram reduzir os alertas de rede em 99,6%.

Qual o próximo passo?

Uma vantagem trazida por esses tempos turbulentos foi nos dar um empurrão para nos prepararmos para enfrentar o que vier depois. Equipes de TI em todos os lugares estão se vendo obrigadas a desenvolver recursos de rede mais avançados que poderiam ter levado anos para serem implementados. Para saber mais sobre como preparar sua rede para o futuro, consulte nosso Relatório de tendências globais de rede de 2021.

Tendências globais de tecnologia de rede