Guest
AV07163-1600x200

Criando uma empresa sem limites, preparada para o futuro

A Superintendencia de Telecomunicaciones deu mais poder aos seus funcionários, melhorou a segurança e reduziu os custos.

Nome do cliente: Superintendencia de Telecomunicaciones
Setor: Telecomunicações
Local: Equador
Número de funcionários: 352

Problema

A Superintendencia de Telecomunicaciones (Supertel) está à frente do projeto de construção de uma sociedade digital no Equador. Além de gerenciar o espectro sem fio do país, a Supertel regula as infraestruturas pública e privada, incluindo o fornecimento de TV digital, em especial para a população de baixa renda.

Com matriz na capital, Quito, a Supertel tem filiais regionais em diversas cidades. Até recentemente, as comunicações da empresa utilizavam sistemas de telefonia PBX e conexões de dados ponto a ponto. Este estado de TI fragmentada estava rapidamente drenando a produtividade.

Em um cenário de aumento de tarifas telefônicas e custos de manutenção do PBX, as limitações do antigo sistema de telefonia dificultaram a localização da equipe e o encaminhamento de chamadas entre filiais. Os funcionários com escritórios em casa ou funcionários móveis têm dificuldades em acessar informações e aplicações. Além disso, o crescimento no tráfego de vídeos e a necessidade de oferecer suporte a um estilo de trabalho mais flexível estavam criando novos requisitos de capacidade e segurança na rede.

Solução e resultados

A Supertel primeiro considerou a possibilidade de atualizar seu sistema de telefonia. Mas depois de uma maior investigação, ela se deu conta de que seria necessário adotar uma estratégia de rede mais holística para solucionar os problemas da TI e suas questões administrativas. “A Cisco compartilhava a visão deles sobre a Borderless Network,” contou Fabián Jaramillo, Superintendente de Telecomunicações da Supertel. “Eles mostraram como poderíamos eliminar problemas no futuro assumindo uma abordagem completa que incluísse todos os nossos componentes de roteamento, switching, mobilidade, segurança e otimização de WAN.”

A próxima evolução da rede IP, as Cisco® Borderless Networks introduzem novos recursos que vinculam de forma inteligentes aplicativos, usuários e dispositivos terminais com processos operacionais e a rede. Essa abordagem arquitetônica simplifica o gerenciamento da TI e fornece ao usuário uma experiência de acesso constante, contínuo, confiável e altamente seguro, independentemente da localização ou do dispositivo.

Os funcionários podem colaborar de forma efetiva com colegas que usam a telefonia IP da Cisco e mensagens instantâneas. Outros ganhos de produtividade foram obtidos através da introdução da Cisco Unified Presence, que permite que os funcionários vejam a disponibilidade em tempo real de colegas que usam informações baseadas em desktop, aparelhos móveis e calendários. A consolidação da infraestrutura e a centralização do gerenciamento da TI proporcionaram à Supertel economias de custo consideráveis.

Os usuários de filiais e usuários remotos agora dispõe dos mesmos níveis de segurança e desempenho de aplicativo que seus colegas na matriz. Os Cisco ASA 5500 Adaptive Security Appliances fornecem proteção adicional em todos os domínios, web, desktop, comunicações unificadas, VPN e dispositivos portáteis.

A rede também se beneficia do Application Velocity, o terceiro dos novos Serviços de Borderless Network utilizados pela Supertel. Os Roteadores de Serviços Integrados da Cisco testam para identificar o caminho mais curto e mais rápido antes de otimizar o fornecimento de aplicativos que usam tecnologias de compactação. Além de ajudar a reduzir os custos de banda larga, a Application Velocity está possibilitando uma implantação mais rápida de novos aplicativos de colaboração, como a videoconferência.

Impacto nos negócios

  • Maior produtividade e melhor tomada de decisões
  • Acesso mais rápido aos aplicativos da empresa - na filial, em casa ou em movimento
  • Melhor controle de gerenciamento e custos de TI

"A nossa Cisco Borderless Network teve um impacto mensurável no corte de nossos custos e na capacitação de nossos funcionários, tanto dentro como fora do escritório. Não poderíamos estar mais satisfeitos com os resultados."

Claudio Rosas Intendente Nacional de Controle Técnico - Superintendência de Telecomunicações