Já tem uma conta?

  •   Conteúdo personalizado
  •   Produtos e suporte

Ainda não tem uma conta?

Criar conta

Casas Bahia otimiza utilização de sua rede com solução Cisco

Implementação do Cisco WAAS diminuiu em 90% o tempo necessário para transmissão de informações e proporcionou mais agilidade a aplicações de negócios

Implementação é a terceira maior do mundo nesta natureza e a primeira na América Latina

Casas Bahia, uma das maiores redes de varejo do Brasil, conta atualmente com 550 lojas em 220 cidades do País e mais de 29 milhões de clientes. A infraestrutura de Tecnologia da Informação que está por trás deste ‘gigante’ baseia-se na centralização do processamento em mainframes e consequentemente a convergência de todo o tráfego de dados para São Caetano do Sul (SP), onde fica o Centro de Tecnologia da empresa. Toda essa infraestrutura está suportada por uma rede MPLS (Multiprotocol Label Switching), conectando essas 550 lojas através de enlaces de longa distância com capacidade de 1Mbps.

Como não há processamento local nas lojas das Casas Bahia, as aplicações utilizadas no dia-a-dia são acessadas remotamente via terminais que se comunicam com os mainframes. Todo este aparato tecnológico administra um volume de transações correspondente ao gerenciamento de 12 milhões de prestações recebidas mensalmente, além de outras operações diárias vitais para o negócio.

Por se tratar de uma empresa que opera em “tempo real”, que conta com todas as suas vendas processadas eletronicamente no momento em que são efetuadas nas filiais e com o uso crescente de aplicações web nas lojas, a Casas Bahia tinha como objetivo melhorar a performance e reduzir a latência de propagação em sua rede MPLS, que proporcionava um desempenho satisfatório a todas as operações da empresa. “Já tínhamos eficiência na utilização de rede e banda disponíveis. Mas não é por isso que não buscamos melhorar ainda mais nosso desempenho”, explica Frederico Wanderley, Diretor de Tecnologia da Informação das Casas Bahia.

Após realizar alguns testes iniciais a Empresa optou pela adoção, desde de janeiro de 2008, da solução Wide Area Application Services (WAAS) da Cisco, que otimizou a transmissão de dados da rede WAN (Wide Area Network), ao mesmo tempo em que manteve os níveis de serviço para os usuários remotos em patamares similares à rede local LAN (Local Area Network). A WAN é uma rede para conexão de unidades remotas, enquanto a LAN é uma rede em âmbito local e confinado – um escritório, por exemplo. A solução WAAS está sendo incorporada nas 540 lojas das Casas Bahia. Atualmente, mais de 400 unidades já fazem uso da solução e a previsão é atingir a totalidade das lojas mais os centros de distribuição e entrepostos no início de 2009.

O WAAS é utilizado nas extremidades da rede, isto é, nas redes locais (LANs) das lojas das Casas Bahia e também no centro de dados da empresa, para o qual converge o tráfego de dados. Através de tecnologia específica, o tráfego é verificado de maneira “inteligente” pelo WAAS, reconhecendo e tratando as informações. Deste modo, a partir da segunda transmissão apenas os novos dados serão enviados, uma vez que os já conhecidos ficaram armazenados em um cache instalado no roteador. Com isso otimiza-se a performance da rede.

“O tempo de resposta para diversas aplicações diminuiu muito e o consumo de banda de rede foi otimizado, disponibilizando mais espaço para que outras aplicações e/ou serviços sejam implementados nas lojas. Observamos aplicações, cujo tempo de resposta era de 3h50m e após a implementação da solução o resultado foi um tempo de resposta de 59m. Além deste serviço, foi observado também um considerável ganho proporcionado pela solução em um serviço específico do SAC, cujos agentes estão em um local e os servidores em outro. Neste caso, observou-se uma redução no tempo de resposta de aproximadamente 29 segundos para apenas 1 segundo”, comemora Wanderley.

A figura a seguir nos dá uma visão mais clara do processo de transferência de dados sem a solução e com a solução WAAS, onde o tempo de transferência de arquivos de contingência era de aproximadamente 3 horas e foi reduzido para aproximadamente 1,5 horas, o que corresponde a uma redução de 50% no tempo de transferência.

A transmissão de dados de forma inteligente abriu espaço para uma melhor utilização de outras ferramentas sobre a rede da empresa. “Todas as operações e aplicações contidas no protocolo TCP alcançaram uma redução significativa do tempo de resposta, entre elas a transferência de arquivos, aplicações comerciais nas lojas, back up, webmail e a sincronização da base DB2”, explica Wanderley.

Um exemplo disso pode ser observado na transferência da base de dados (DB2) das Casas Bahia. Antes da implementação do WAAS, algumas transferências dessas informações, feitas no período da madrugada, duravam cerca de três horas. Após o início da utilização do WAAS, o processo foi reduzido para 1h30, com subsequentes reduções maiores, chegando a uma otimização de até 90%. Além deste ganho, a utilização dos enlaces de comunicação também foi reduzida, conforme o gráfico.

Sobre o WAAS

O Cisco Wide Area Application Services (WAAS) é uma solução abrangente de otimização de tráfego nas WANs e que acelera a performance de aplicações sobre a rede. O Cisco WAAS permite que departamentos d TI centralizem aplicações e storage em data centers, enquanto mantém a performance como se a aplicação estivesse em uma rede local (LAN). As taxas de aceleração típicas vão de 3 a 10 vezes sobre os tempos de resposta normais. Algumas das aplicações mais populares, como compartilhamento de arquivos e distribuição de software podem ser aceleradas em até 100 vezes.