Já tem uma conta?

  •   Conteúdo personalizado
  •   Produtos e suporte

Ainda não tem uma conta?

Criar conta

O Wi-Fi como ferramenta de ensino

Rede de universidades adota nova infraestrutura wireless para proporcionar uma excelente experiência aos alunos que utilizam aplicações mobile em sala de aula.

“Qual é a senha do Wi-Fi?” Com certeza você já ouviu essa pergunta ou talvez até a tenha feito a alguém recentemente. A expressão é motivada pela nossa necessidade de estar sempre conectados, e o grupo educacional Adtalem, rede multinacional de ensino superior, conhece isso de perto, em especial pelo público que atende.

Reunindo as marcas Wyden, Ibmec e Damásio Educacional, a instituição soma 24 campi, mais de 300 cursos de graduação e 217 centros de aprendizagem em todo o país: uma infraestrutura que reúne mais de 110 mil alunos. Os estudantes são o principal motivo do investimento feito em um grande projeto de rede sem fio. A iniciativa teve dois objetivos: oferecer a melhor cobertura, performance e qualidade de banda possível para, consequentemente, conectar os alunos e prover acesso para as aplicações digitais utilizadas nas salas de aula ou em outras partes dos campus.

Por que Meraki?

  • Maior capacidade de cobertura
  • Gestão na nuvem
  • Analytics sobre o uso do Wi-Fi
  • Fácil implementação “plug-and-play”

 

“O Wi-Fi com excelente performance é fundamental para o estudante acessar a nossa plataforma acadêmica, em que encontra suas aulas, faz seus exercícios, posta seus trabalhos, compartilha conteúdo de alta qualidade com toda a comunidade acadêmica e muito mais”, diz Luiz Alvarez, diretor sênior de TI do Grupo Adtalem.

Ele complementa que as instituições precisam da melhor tecnologia, já que é ferramenta indispensável hoje para o sistema de ensino. Um exemplo é a solução acadêmica da Adtalem chamada Integrees, desenvolvida pela própria instituição e que apresenta um ambiente educacional completo, além de conteúdos “tagueados” a cada uma das aulas e disciplinas que os alunos estão cursando.

O analytics da rede wi-fi

Para Gerardo Mendel, da Dimension Data, um dos destaques do projeto foi a abertura da Adtalem para a inovação. Segundo ele, algumas funcionalidades não estavam no projeto inicial e foram implementadas após a instalação da rede Wi-Fi para não atrasar o projeto. Uma delas é o analytics da rede, que tem sido utilizado pela Adtalem para analisar o uso do Wi-Fi por seus estudantes. Por enquanto, a instituição apenas acompanha os horários de pico, os tipos de aplicações mais utilizadas pelos alunos e os locais onde eles mais se conectam. “Nossa intenção é melhorar a gestão da rede a partir dessas informações”, disse Elder Boullosa San Martin, gerente de TI da Adtalem.

Antes deste projeto, a instituição já contava com Wi-Fi nos seus campi, mas agora, com a tecnologia da Cisco, performance e qualidade estão em um patamar elevadíssimo. “Decidimos nos atualizar antes de o Wi-Fi virar um problema e trocamos tudo”, comenta Alvarez.

Após verificar o mercado, a Adtalem resolveu adotar o modelo proposto pela Dimension Data e integrar o Cisco Meraki. A escolha atendeu à sugestão da matriz internacional da instituição, bem como à necessidade de capacidade de cobertura do hardware. “A nova infraestrutura é capaz de suportar os horários de pico sem apresentar dificuldades”, explica o executivo.

Já a gestão na nuvem, principal característica da Meraki, não era novidade para a Adtalem. A antiga solução utilizada pela instituição também tinha a funcionalidade, o que ajudou a equipe de Gerardo Mendel, arquiteto sênior de soluções da Dimension Data, a implantar o projeto no tempo definido pela instituição de ensino.

Ele explica que foram apenas dois meses, entre novembro e dezembro de 2017, para completar o projeto, facilitado tanto pela experiência dos profissionais da Adtalem quanto pela facilidade de implantação das soluções Meraki, que chegam pré-configuradas e só precisam ser plugadas à rede para serem implantadas.

Elder Boullosa San Martin, gerente de TI da Adtalem, explica que o principal desafio, além do curto tempo de implantação, foi a segmentação da rede. Segundo ele, são 24 campi de 18 instituições de ensino diferentes, o que tornou o projeto mais complexo.

Finalizado o processo, os mais de 110 mil alunos, além dos colaboradores da Adtalem, podem acessar uma melhor infraestrutura de Wi-Fi, pronta para os novos programas acadêmicos que a instituição planeja oferecer. “Enxergamos o Wi-Fi como um diferencial competitivo, já que serve como uma ponte de acesso para as tecnologias de ensino”, complementa Alvarez.

O Wi-Fi com excelente performance é fundamental para o estudante acessar a nossa plataforma acadêmica, em que encontra as aulas, faz exercícios, posta e compartilha trabalhos e conteúdos com toda a comunidade acadêmica

Luiz Alvarez, diretor sênior de TI na Adtalem Educacional do Brasil.