Artigos de opinião

A Internet está a mudar: está preparado?

António Feijão, Manager Systems Engineer
afeijao@cisco.com

 

Quase todos os dias, assistimos à transformação dos dispositivos tecnológicos, que de alguma maneira, vão mudar a nossa maneira de viver, trabalhar e aprender. Desde a sua criação até aos dias de hoje temos assistido a um crescimento explosivo da Internet, em parte atribuído à proliferação dos dispositivos terminais móveis, de conteúdos como o vídeo, da virtualização, da mobilidade, e de aplicações e serviços inovadores destinados ao consumidor e às empresas.

 

Todos os dispositivos em rede têm uma característica única, que os permite estarem ligados ao mundo: um endereço IP. Telemóveis, laptops, telefones fixos, ATMs, set-top boxes, são apenas alguns exemplos de dispositivos que possuem um endereço IP.

 

O Internet Protocol (IP) define como os computadores comunicam numa rede. A versão actual do Protocolo Internet, O IPv4, contém pouco mais do que 4 mil milhões de endereços únicos.

 

No passado dia 3 de Fevereiro a IANA (Internet Assigned Numbers Authority), organização pública que fornece os endereços IP anunciou que os endereços IPv4 estavam esgotados.

 

Os novos dispositivos terminais e os serviços associados conduziram a Internet ao seu limite. Mas todos os problemas têm uma solução. E neste caso, a solução passa por iniciar o processo que conduzirá à transição que se pretende pacífica para a nova realidade da Internet, com o protocolo IPv6.

 

O IPv6, para além de aumentar significativamente o número de endereços disponíveis, inclui mecanismos que permitem flexibilizar ainda mais as arquitecturas de rede, simplificar a respectiva gestão e operação, aprofundar significativamente as políticas de segurança, incluíndo a utilização mandatória de IPSec em dispositivos IPv6,  melhorar o suporte da mobilidade e ainda introduzir maior eficiência no suporte de tráfego multicast.

 

Para garantir uma evolução ordeira e que proteja os investimentos efectuados, os operadores de telecomunicações, juntamente com empresas especialistas em soluções e serviços específicos como a Cisco e o seu ecossistema de parceiros, já estão a trabalhar activamente para ajudar as empresas nesta transição, introduzindo o IPv6 sempre que necessário, sem que haja disrupção da rede existente. Não estando ainda o protocolo IPv6 estabelecido universalmente, existem soluções híbridas preparadas para suportar todo o tipo de ambientes e topologias, garantindo o suporte simultâneo de IPv4 e IPv6 num futuro próximo.

 

Hoje em dia uma em cada quatro pessoas no mundo tem acesso à Internet. Mas esse número continua a aumentar, à medida que mais países aderem à rede planetária. A existência de redes e dispositivos preparados para o IPv6 vai concerteza contribuir para um mundo cada vez mais ligado. 

 

Ver mais artigos    

Conte connosco

  • Ligue grátis 800 880 456
  • Dias úteis, 9h-13h e 14h-18h
Partilhar