Arquivo de Notícias 2013

A Cisco atinge as 10.000 patentes nos Estados Unidos

Este sólido compromisso com a inovação tem permitido à companhia adiantar-se às principais transições tecnológicas

No passado dia 2 de julho a Cisco recebeu do Governo dos Estados Unidos o reconhecimento da sua patente número 10.000 i, tornando-se assim numa das primeiras empresas do país a atingir a referida meta.

Foi em 1988 que a Cisco registou a sua primeira patente, e em 1992 foi publicada a primeira patente sobre um inovador protocolo de routing - Interior Gateway Routing Protocol - para facilitar a comunicação entre computadores, no mesmo ano em que começava a falar de algo denominado World Wide Web.

Desde essa altura até às mais de 13.000 patentes da companhia aprovadas hoje em todo o mundo, a história de inovação da Cisco marcou as principais transições tecnológicas dos últimos 30 anos: desde múltiplas patentes de routing, switching e redes para suportar a evolução da Internet, até as comunicações unificadas de voz, dados e vídeo e as tecnologias de segurança e mobilidade ou Data Center/Cloud, imprescindíveis para ajudar as organizações a aproveitar as vantagens da nova era da Internet of Everything.

Diferenciador estratégico

A Cisco é uma das companhias que mais fundos destina para inovação à escala global, de acordo com o organismo IEEE, tornando-se um importante diferenciador estratégico que permitiu manter a liderança na maioria dos setores tecnológicos onde trabalha.

No ano fiscal de 2012, a Cisco investiu um total de 5.500 milhões de dólares em I+D (12 por cento das receitas globais), mais do que qualquer dos seus concorrentes. Esta estratégia de inovação - apoiada por 21 centros de I+D espalhados por todo o mundo e mais de 25.000 engenheiros que desenvolvem novas soluções e tecnologias - está assente em três pilares:

  • Inovação orgânica mediante um amplo ecossistema aberto às ideias, onde se incluem programas internos (Tech Radar, iZone), concursos externos (iPrize) e a colaboração com os clientes, universidades e empreendedores de todo o mundo.
  • Cultura que fomenta e premeia a inovação, através de fundos dedicados (Technology Fund) e competições de prestígio (Pioneer Awards).
  • Aquisições, investimentos noutras companhias e acordos de colaboração acelerando o desenho de soluções e serviços inovadores para os clientes finais (a Cisco adquiriu mais de 150 companhias que contribuíram com cerca de 2.500 patentes).

Assim, cerca de 75 por cento das patentes da Cisco foram geradas internamente, e mais de 2.300 empregados atuais da companhia são responsáveis por uma ou mais em diferentes categorias (routing, switching, wireless, segurança, colaboração, vídeo, Data Center/Cloud, gestão energética, etc.). Entre eles, dez inventores têm menos de 30 anos (o mais novo tem 27 anos) e outros engenheiros mais veteranos como Dave Ward ou JP Vasseur fazem parte da ‘Elite 100’ (aqueles com mias de 100 patentes aprovadas).

Declarações de apoio

  • Pankaj Patel, vice-presidente executivo e diretor de Desenvolvimento na Cisco:

“A capacidade para nos anteciparmos e liderarmos as transições de mercado mediante uma aposta constante na inovação é o ADN do nosso sucesso e dos nossos clientes. Embora estejamos orgulhosos de superar a meta das 10.000 patentes nos Estados Unidos, o importante não é o número, mas sim os benefícios que são gerados para os clientes, que constituem a base para projectos realmente inovadores como os switches Catalyst, os routers ISR, as soluções de Telepresença, os servidores UCS ou as ferramentas de colaboração como WebEx”.

Recursos adicionais:

i A patente com o registo 8.478.859, gerada pelos engenheiros Kathleen McMurry, David Butt, Steve Levy e Dave Novice, permite à rede indicar de forma precisa e simples a presença de um utilizador para facilitar a sua comunicação com outros independentemente do dispositivo utilizado.

Conte connosco

  • Ligue grátis 800 880 456
  • Dias úteis, 9h-13h e 14h-18h
Partilhar