Arquivo de Notícias 2013

Visual Networking Index Forecast da Cisco Prevê Que o Tráfego Mundial de Dados de Internet Móvel Cresça 13 Vezes entre 2012 e 2017

Quase metade de todo o tráfego móvel será conduzido em offload em 2017; espera-se que o 4G suporte quase 10 porcento de todas as ligações móveis em 2017

De acordo com o estudo Cisco® Visual Networking Index (VNI) Global Mobile Data Traffic Forecast 2012 a 2017, o tráfego mundial de dados móveis vai crescer 13 vezes no decorrer dos próximos cinco anos, atingindo os 11,2 exabytes por mês (o equivalente a 134 exabytes por ano) em 2017. Este crescimento constante esperado no tráfego móvel deve-se, em parte, ao forte crescimento continuado do número de ligações de Internet móvel (dispositivos pessoais e máquina-a-máquina, ou aplicações M2M), que vai ultrapassar o número de habitantes na Terra (em 2017, estima-se que a população mundial seja de 7,6 mil milhões de pessoas; fonte: Nações Unidas).

Os 134 exabytes de tráfego móvel mundial por ano calculados pelo estudo equivalem a:

  • 134 vezes mais do que todo o tráfego IP (fixo e móvel) gerado no ano 2000
  • 30 biliões de imagens (p. ex., MMS ou Instagram), ou 10 imagens por dia, por cada pessoa no Planeta, num ano inteiro
  • 3 biliões de clipes de vídeo (p. ex., YouTube), ou um videoclip diário por cada pessoa no Planeta, num ano inteiro

Um Exabyte é a unidade de informação dos sistemas de armazenamento digital igual a um trilião de bytes.

As projecções para o aumento mundial do tráfego móvel entre 2012 e 2017 traduzem-se numa taxa de crescimento anual composta de 66 porcento. Só o incremento do tráfego de Internet móvel entre 2016 e 2017 será de 3,7 exabytes por mês, o que é quatro vezes mais do que o tamanho estimado de toda a Internet móvel em 2012 (884 petabytes por mês).

No período em análise, de 2012 a 2017, a Cisco prevê que o aumento do tráfego móvel mundial ultrapasse em três vezes o tráfego de dados nas redes fixas. O crescimento do tráfego mundial de dados móveis está a ser impulsionado pelas seguintes grandes tendências:

  • Mais utilizadores móveis: Em 2017, haverá 5,2 mil milhões de utilizadores móveis (em 2012, eram 4,3 mil milhões).
  • Mais ligações móveis: Em 2017, existirão mais de 10 mil milhões de aparelhos/conexões de carácter móvel, incluindo mais de 1,7 mil milhões de ligações máquina-a-máquina (M2M). Em 2012, o número de dispositivos mobile-ready e conexões M2M ascendia a 7 mil milhões.
  • Acessos móveis mais velozes: A velocidade média global das redes móveis vai aumentar 7 vezes de 2012 (0,5 Mbps) para 2017 (3,9 Mbps).
  • Mais vídeo móvel: Em 2017, o vídeo móvel vai representar 66 porcento do tráfego mundial de dados móveis (representava 51 porcento em 2012).

O estudo da Cisco prevê também que, em 2016, 71 porcento de todos os smartphones e tablets (1,6 mil milhões) tenham o potencial de se ligar a redes móveis com IPv6 (Internet Protocol version 6). Numa perspectiva mais abrangente, 39 porcento de todos os dispositivos móveis (mais de quatro mil milhões) poderão ser compatíveis com o IPv6 em 2016.

Impacto dos Dispositivos/Ligações Móveis

  • Em 2017, smartphones, portáteis e tablets serão responsáveis por 93 porcento do tráfego mundial de dados móveis.
  • O tráfego M2M (como sistemas GPS em carros, sistemas de localização de bens, aplicações médicas, entre outros) vai representar cinco porcento do tráfego móvel mundial.
  • Os terminais simples serão responsáveis pelos restantes 2 porcento do tráfego móvel de dados em 2017.
  • Em 2012, 14 porcento de todos os dispositivos/ligações móveis (mil milhões) serão compatíveis com o IPv6.
  • Em 2017, 41 porcento de todos os dispositivos/ligações móveis (4,2 mil milhões) serão compatíveis com o IPv6.

Impacto do Offload de Tráfego das Redes Móveis para as Redes Fixas

  • Para lidar com o aumento da procura de Internet móvel, os operadores consideram cada vez mais a transferência de tráfego (offload) para as redes fixas/Wi-Fi.
  • Em 2012, 33 porcento do tráfego móvel de dados foi transferido (429 petabytes/mês). Em 2017, 46 porcento do tráfego móvel de dados será conduzido em offload (9,6 exabytes/mês).

Principais Projecções de Crescimento por Região

Em matéria de crescimento do tráfego móvel de dados, estima-se que, no período em estudo, a região Médio Oriente e África seja a que apresenta a taxa de crescimento mais elevada. Abaixo se indica o ranking das taxas de crescimento por regiões:

  • Médio Oriente e África terão uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 77 porcento (aumento de 17,3 vezes)
  • Ásia-Pacífico terão uma CAGR de 76 porcento (crescimento de 17 vezes)
  • América Latina vai apresentar uma taxa CAGR de 67 porcento (13,2 vezes)
  • Europa Central e Oriental terá uma CAGR de 66 porcento CAGR (crescimento de 12,8 vezes)
  • América do Norte terá uma CAGR de 56 porcento CAGR (9,4 vezes)
  • Europa Ocidental terá uma CAGR de 50 porcento (7,6 vezes)

Do ponto de vista da origem do tráfego móvel, a região Ásia-Pacífico deverá ser aquela que gera mais dados móveis. No que toca à geração de dados móveis, as diferentes regiões geográficas ficam assim organizadas:

  • Ásia-Pacífico: 5,3 exabytes/mês em 2017
  • América do Norte: 2,1 exabytes/mês em 2017
  • Europa Ocidental: 1,4 exabytes/mês em 2017
  • Médio Oriente e África: 0,9 exabytes/mês em 2017
  • Europa Central e Oriental: 0,8 exabytes/mês em 2017
  • América Latina: 0,7 exabytes/mês em 2017

Impacto do Aumento das Velocidades de Ligação na Rede Móvel Mundial

Espera-se que, entre 2012 e 2017, a velocidade média de ligação à rede móvel cresça 7 vezes. As velocidades de ligação são um factor determinante que suporta/acomoda o crescimento do tráfego móvel.

(kbps) 2012 2013 2014 2015 2016 2017 CAGR
Velocidade Média de Ligação Móvel 526 817 1,233 1,857 2,725 3,898 49 porcento
Velocidade Média de Ligação com Smartphone 2,064 2,664 3,358 4,263 5,284 6,528 26 porcento

Fonte: Resultados do Cisco Global Internet Speed Test (GIST), parte do programa Cisco VNI, e de outros testes independentes de velocidade. A aplicação Cisco GIST tem mais de 1 milhão de utilizadores em todo o mundo. Estas projecções incluem apenas as velocidades de ligação móvel (não Wi-Fi) e baseiam-se em extrapolações feitas a partir do histórico das velocidades de ligação na rede móvel.

Adopção do 4G e Crescimento do Tráfego Móvel de Dados

Muitos operadores móveis em todo o mundo estão a implementar tecnologias 4G para satisfazer a procura de serviços wireless por parte de utilizadores individuais e profissionais. Em muitos mercados emergentes, os operadores estão a construir redes móveis novas com soluções 4G. O estudo da Cisco tece projecções sobre o crescimento e impacto do 4G.

  • Em 2012, o 2G suportava 76 porcento de todas as ligações de dispositivos móveis/M2M; o 3G suportava 23 porcento e o 4G um porcento.
  • Em 2012, as ligações 4G eram responsáveis por 14 porcento (124 petabytes/mês) do total do tráfego móvel mundial.
  • Em 2017, as redes 2G vão suportar 33 porcento das ligações de dispositivos móveis/M2M; as redes 3G vão suportar 57 porcento e as redes 4G vão suportar 10 porcento das ligações.
  • Em 2017, as ligações 4G connections serão responsáveis por 45 porcento (5 exabytes/mês) do tráfego móvel mundial.
  • O tráfego 4G vai crescer 40 vezes entre 2012 e 2017, o que corresponde a uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 109 porcento.
  • Em 2012, uma ligação 4G média gerava 2 gigabytes de dados móveis por mês, o que é 18 vezes mais do que os 0,110 gigabytes/mês de uma ligação não-4G média.

Metodologia do estudo Cisco Mobile VNI Forecast

O Cisco Mobile VNI assenta em previsões de analistas independentes e estudos sobre a utilização real de redes móveis de dados. Com base nisto, a Cisco elabora as suas próprias estimativas sobre a adopção de aplicações móveis, minutos de utilização e velocidades de transmissão. Na elaboração das projecções e conclusões do Cisco VNI, são levados em conta factores determinantes como a velocidade da banda larga móvel e o poder de computação dos dispositivos. O relatório completo (ver o link abaixo) inclui uma descrição detalhada da metodologia.

Citação de apoio

  • Doug Webster, vice-presidente de marketing de produto e soluções da Cisco “Em 2017, o tráfego mundial de dados móveis vai atingir níveis extraordinários. Imagine 30 biliões de imagens, ou 10 imagens por dia enviadas por cada pessoa no mundo. Ou então, imagine a inteira população da Terra a enviar três biliões de clipes de vídeo, ou um clip de vídeo por dia durante um ano inteiro. Estes números vão ser reais em 2017. Representam aquilo que vemos como um tsunami de dados a “sobrevoar” o mundo através da Internet móvel, satisfazendo a nossa necessidade de ligar pessoas, dados e coisas como parte da Internet das Coisas.”

Em 2017, o tráfego de dados móveis vai atingir os 11,2 exabytes por mês (ou 134 exabytes por ano). O tráfego móvel global vai crescer 13 vezes de 2012 a 2017 (CAGR de 66% de 2012 a 2017).

  • 134 vezes mais do que o tráfego IP (fixo e móvel) gerado no ano 2000
  • 30 biliões de imagens (p.ex., MMS ou Instagram) – 10 imagens por dia e por pessoa durante um ano
  • 3 biliões de clips de vídeo (p.ex., YouTube) – 1 vídeo por dia e por habitante da Terra durante um ano

Animação YouTube incluída

Recursos de apoio

Conte connosco

  • Ligue grátis 800 880 456
  • Dias úteis, 9h-13h e 14h-18h
Partilhar