Software Cisco IOS e NX-OS : Software Cisco IOS versões 12.4 T

Portas Analógicas Controladas por SCCP (FXS) com Recursos Suplementares em Gateways Cisco IOS

1 Abril 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (19 Junho 2006) | Feedback

Índice

Portas Analógicas Controladas por SCCP (FXS) com Recursos Suplementares em Gateways Cisco IOS

Índice

Pré-requisitos para Portas Analógicas SCCP

Restrições para Portas Analógicas SCCP

Informações sobre Portas Analógicas SCCP

Interoperabilidade do Cisco IOS Gateway de Voz com Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME

Discagem Rápida Aprimorada em Telefones Analógicos SCCP

PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF

Descrições de Recurso de Telefone Analógico SCCP

Duração do Hookflash

Como proceder à Configuração de Portas Analógicas SCCP

Habilitando SCCP em Gateway de Voz

Habilitando Fallback para Cisco Unified SRST no Gateway de Voz

Habilitando o Aplicativo STC para Portas Analógicas

Habilitando e Alterando Códigos de Acesso do Recurso

Habilitando e Alterando Códigos de Discagem Rápida do Recurso

Configurando a Desconexão do Supervisor

Configurando PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF

Verificando e Solucionando Problemas de Configuração

Exemplos de Configurações para Portas Analógicas SCCP

Configuração de Portas Analógicas SCCP do Cisco IOS Gateway de Voz: Exemplo

PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF e Discagem Rápida Aprimorada: Exemplo

Referências Adicionais

Documentação Relacionada

Padrões

MIBs

RFCs

Assistência Técnica

Informações de Recurso para Portas Analógicas SCCP


Portas Analógicas Controladas por SCCP (FXS) com Recursos Suplementares em Gateways Cisco IOS


Primeira Publicação: 27 de Junho de 2005
Último Melhoramento: 31 de julho de 2006

Este documento descreve como permitir os recursos complementares do Skinny Client Control Protocol (SCCP) em portas analógicas FXS em um gateway de voz Cisco IOS sob o controle do Cisco Unified CallManager ou de um sistema Cisco Unified CallManager Express (Cisco CME).

Localizando Informações de Recursos Neste Módulo

É possível que a versão do software Cisco IOS não tenha suporte para todos os recursos documentados neste módulo. Para obter as ligações para a documentação do recurso específico neste módulo e para ver uma lista das versões com suporte para cada recurso, consulte a seção "Informações de Recursos para Portas Analógicas SCCP".

Localizando Informações de Suporte para Plataformas e Imagens do Cisco IOS Software

Use o Cisco Feature Navigator para localizar informações sobre suporte de plataforma e suporte de imagem do software Cisco IOS. Acesse o Cisco Feature Navigator em http://tools.cisco.com/ITDIT/CFN/jsp/index.jsp. É necessário ter uma conta em Cisco.com. Se não possui uma conta ou esqueceu o nome de usuário ou a senha, clique em Cancelar na caixa de diálogo de login e siga as instruções exibidas.

Índice

Pré-requisitos para Portas Analógicas SCCP

Restrições para Portas Analógicas SCCP

Informações sobre Portas Analógicas SCCP

Como proceder à Configuração de Portas Analógicas SCCP

Exemplos de Configurações para Portas Analógicas SCCP

Referências Adicionais

Informações de Recurso para Portas Analógicas SCCP

Pré-requisitos para Portas Analógicas SCCP

O gateway de voz do Cisco Integrated Services Router (ISR) deve ser instalado e configurado para operação. Para obter informações, consulte a documentação de configuração do Cisco ISR.

O Cisco Unified CallManager 4.2 ou posterior deve estar instalado e configurado. Para obter informações, consulte a documentação do Cisco Unified CallManager.

O gateway do Cisco VG 224 e suas respectivas portas analógicas devem ser adicionados ao Cisco Unified CallManager. O Cisco Unified CallManager manipula cada porta no Cisco VG 224 como um telefone. Depois que esses telefones forem adicionados ao Cisco Unified CallManager, você deverá adicionar os números de diretórios, recursos de chamada, etc. Consulte os capítulos "Configuração de Número de Diretório" e "Configuração de Gateway" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager.

O Cisco CME 3.2.2 ou posterior deve estar instalado e configurado em um router de rede. Para obter informações, consulte a documentação do Cisco CallManager Express.

No Cisco Unified CME, configure os ephone-dns para os pontos finais analógicos no gateway do Cisco ISR, configure os ephones, atribua ephone-dns aos ephones e configure os parâmetros dos recursos. Consulte os capítulos "Configurando Telefones" e "Configurando Recursos de Telefonia do Cisco CME" no Guia de Administração do Cisco CallManager Express adequado.

Os Telefones IP Cisco 7960s e Cisco 7940s usados com o Cisco CME 3.2 devem ser carregados com o firmware de telefonia P00305000600 ou posterior.

Para usar transferência de chamadas em pontos finais analógicos, o comando transfer-system deve ser definido com full-blind ou full-consult no router Cisco Unified CME. Observe que nenhuma dessas configurações é o padrão desse comando, de modo que uma delas deve ser configurada manualmente. O exemplo a seguir define a consulta completa como o método de transferência de chamadas:

Router(config)# telephony-service
Router(config-telephony)# transfer-system full-consult

Cada porta FXS com SCCP habilitado é considerada um único telefone IP para fins de licenciamento. Por exemplo, se você registrar todas as 24 portas em um Cisco VG 224:

Para o Cisco Unified CME, é necessário adquirir pelo menos uma licença do FL-CCME-SMALL.

Para o Cisco Unified CallManager, as 24 portas serão consideradas dentro do limite de 2500 se você comprar a LIC-CCM-4.X-2500.

Restrições para Portas Analógicas SCCP

Há suporte para local group pickup e external group pickup no Cisco Unified CallManager, somente se o parâmetro do serviço AutoCallPickupEnabled estiver definido em True.

Não há suporte para directed call park e directed call pickup no Cisco Unified CallManager.

O número máximo de participantes em conferência é 3. Não há suporte para o recurso encadeamento da conferência, que consiste na capacidade de um participante da conferência adicionar outro participante a uma chamada com 3 participantes.

Não há suporte para modem e transmissão por fax nas portas FXS com SCCP habilitado; só há suporte para passagem de modem e fax. Proceda à configuração das portas FXS com fax ou modems acoplados no modo H.323 ou SIP.

O Cisco Unified Survivable Remote Site Telephony (Cisco Unified SRST) suporta apenas as chamadas básicas; não há suporte para recursos complementares.

Cisco SRST 3.3 exige Cisco IOS Versão 12.3(14)T ou posterior. Cisco SRST 3.4 e Cisco Unified SRST 4.0 exigem Cisco IOS Versão 12.4(2)T ou posterior.

Há suporte para comutação completa e switchback usando apenas o método graceful. Não há suporte para outros métodos de comutação completa e switchback.

O recurso drop last party no Cisco Unified CME 4.0 só será suportado se o comando keep-conference drop-last estiver habilitado no router Cisco Unified CME.

Informações sobre Portas Analógicas SCCP

Para permitir os recursos complementares SCCP em telefones analógicos conectados a portas FXS em um gateway de voz, você deve entender os seguintes conceitos:

Interoperabilidade do Cisco IOS Gateway de Voz com Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME

Discagem Rápida Aprimorada em Telefones Analógicos SCCP

PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF

Descrições de Recurso de Telefone Analógico SCCP

Duração do Hookflash

Interoperabilidade do Cisco IOS Gateway de Voz com Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME

As Portas (FXS) Analógicas Controladas por SCCP com Recursos Complementares em Gateways Cisco IOS fornecem a capacidade de recursos complementares em portas analógicas conectadas aos gateways do Cisco IOS Integrated Services Router (ISR) relacionados na Tabela 1. As chamadas através das portas analógicas FXS são controladas pelo Cisco Unified CallManager ou por um sistema Cisco Unified CME. Um aplicativo de controle de telefonia SCCP (STC) em gateways de voz do Cisco IOS funciona como um proxy para traduzir as mensagens de controle de chamadas entre o sistema de controle de chamadas (Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME) e o gateway de voz.

O aplicativo STC apresenta os telefones analógicos acoplados localmente como pontos finais individuais para o sistema de controle de chamadas, que permite que os telefones analógicos sejam controlados da mesma maneira que os telefones IP. Com essa capacidade, empresas como as de varejo podem conectar os telefones analógicos tradicionais a um gateway de voz e compartilhar os mesmos recursos de telefonia disponíveis nos telefones IP diretamente conectados ao Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME.

A Figura 1 mostra os telefones analógicos conectados através do gateway de voz a um sistema Cisco Unified CallManager remoto. A Figura 2 mostra os telefones analógicos conectados através do gateway de voz a um router Cisco Unified CME local.

Figura 1 Pontos Finais Analógicos Gerenciados pelo Cisco Unified CallManager

Figura 2 Pontos Finais Analógicos Gerenciados pelo Cisco Unified CallManager Express

Gateways, Módulos e Placas de Interface de Voz com Suporte

A Tabela 1 relaciona os gateways, módulos e placas de interface de voz (VICs) com suporte.

Tabela 1 Gateways, Módulos e VICs com suporte para Portas Analógicas Controladas por SCCP (FXS) com Recursos Suplementares no Cisco IOS Gateways Feature

Gateways Suportados
Módulos de Extensão Suportados
Módulos de Rede e de Expansão Suportados
VICs Suportadas

Cisco 2801

Cisco 2811

Cisco 2821

Cisco 2851

Cisco 3825

Cisco 3845

NM-HD-1V

NM-HD-2V

NM-HD-2VE

VIC2-2FXS

VIC-4FXS/DID

VIC2-2BRI-NT/TE

Cisco 2801

Cisco 2821

Cisco 2851

Cisco 3825

Cisco 3845

EVM-HD

EVM-HD-8FXS/DID

EM-3FXS/4FXO

EM-HDA-8FXS

EM-4BRI-NT/TE

Cisco 2801

Cisco 2811

Cisco 2821

Cisco 2851

Cisco 3825

Cisco 3845

NM-HDV2

NM-HDV2-1T1/E1

NM-HDV2-2T1/E1

VIC2-2FXS

VIC-4FXS/DID

VIC2-2BRI-NT/TE

Cisco VG 224


Discagem Rápida Aprimorada em Telefones Analógicos SCCP

Para acessar os números da discagem rápida predefinidos, os usuários de telefones analógicos devem discar o prefixo de discagem rápida de recurso (FSD) e o código de discagem rápida, por exemplo *10. O prefixo e os códigos de discagem rápida são definidos no gateway de voz do Cisco IOS; os números de telefone com discagem rápida são armazenados no Cisco Unified CallManager ou no router do Cisco Unified CME.

Anteriormente, os códigos de discagem rápida definidos no gateway de voz do Cisco IOS eram limitados a um único dígito, 0 a 9. No Cisco IOS Versão 12.4(9)T, os usuários de telefones analógicos podem definir códigos de discagem rápida de dois dígitos para acessar até 99 números de discagem rápida local configurados no dispositivo de controle de chamadas. Os códigos FSD de dois dígitos são habilitados com o comando digit que permite aumentar o número de dígitos, de 1 (padrão) para 2.

Os códigos de discagem rápida no gateway de voz do Cisco IOS são mapeados para as posições de discagem rápida no dispositivo de controle de chamadas programadas com os números de telefone associados. Por exemplo, se você proceder à configuração dos códigos FSD 00 a 20 no gateway de voz do Cisco IOS, o sistema mapeará o código 00 para a discagem rápida 1 no dispositivo de controle de chamadas, o código 01 para a discagem rápida 2, o código 02 para a discagem rápida 3, e assim por diante. Discar 00 no telefone analógico discará o número de telefone associado à discagem rápida 1.

Para usar os códigos de discagem rápida de grande escala até 9.999, não é necessária qualquer configuração específica no gateway de voz do Cisco IOS. Os usuários de telefones analógicos não precisam usar o prefixo FSD ou códigos de discagem rápida para acessar os números de discagem rápida de grande escala. Consulte a documentação de seu sistema de controle de chamadas (Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CallManager Express) para obter informações sobre como configurar até 9.999 discagens rápidas.

PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF

Uma conexão PLAR (private line automatic ring-down) permite que um usuário de telefone analógico faça uma chamada sem discar quaisquer dígitos. Quando o usuário retirar o telefone do gancho, o gateway de voz tocará automaticamente para um número de ramal predefinido ou número PSTN. O número PLAR é configurado na porta FXS à qual o telefone analógico correspondente está conectado.

O recurso PLAR com dígitos out-pulse DTMF na Versão 12.4(9)T do Cisco IOS é uma melhoria que permite que o gateway de voz use os dígitos out-pulse DTMF adicionais após estabelecer uma conexão PLAR. Esses dígitos DTMF são configuráveis e podem incluir 0 a 9, A a D, uma vírgula (,) para uma pausa de 1 segundo, um * (asterisco) e # (sustenido). Se um usuário de telefone analógico pressionar uma seqüência de dígitos (0-9, *, #) após tirar um telefone PLAR do gancho, o gateway de voz armazenará a seqüência de dígitos no buffer, até que os dígitos DTMF deixem de ser emitidos. Depois que o gateway de voz enviar todos os dígitos DTMF, enviará os dígitos armazenados no buffer para a porta de destino.

Mesmo que os usuários não ouçam um tom de discagem ao tirar um telefone PLAR do gancho, os telefones PLAR têm suporte para os mesmos recursos dos outros telefones analógicos. Os telefones PLAR podem receber as chamadas de entrada e suportam o hookflash para recursos básicos complementares, como transferência de chamadas, chamada em espera e conferência. Os códigos de acesso a recursos (FACs) e os códigos de discagem rápida não são imediatamente validados após tirar um telefone PLAR do gancho, mas depois da conexão com uma porta de destino, um usuário pode pressionar o hookflash para obter um tom de discagem e, em seguida, pode discar um código de acesso para recursos, como discagem rápida, rediscagem e transferência de chamadas.

Descrições de Recurso de Telefone Analógico SCCP

A Tabela 2 relaciona os recursos SCCP disponíveis em telefones analógicos conectados a um gateway de voz, sob o controle do router Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME.

Os usuários de telefones acessam alguns recursos, discando um prefixo de código especial de acesso a recursos ou um prefixo de discagem rápida de recurso antes de discar o código do recurso. A Tabela 2 relaciona o prefixo padrão e os códigos de recurso padrão.

Alguns recursos exigem a definição de determinados parâmetros no sistema de controle de chamadas. A Tabela 2 relaciona o comando do Cisco IOS que define o parâmetro (ou parâmetros) necessário(s) no router do Cisco Unified CME e indica as informações relacionadas contidas na documentação do Cisco Unified CallManager 4.1.

Alguns recursos, como transferência e conferência, usam o hookflash para ter acesso a um segundo tom de discagem. Para obter mais informações sobre como os gateways de voz Cisco interpretam os sinais hookflash dos telefones, consulte a seção "Duração do Hookflash".

Tabela 2 — Recursos dos Telefones Analógicos SCCP  

Recurso
Como o Usuário do Telefone Acessa o Recurso
Configuração no Sistema de Controle de Chamadas
Indicação Audível de Mensagem em Espera (AMWI)

Avisa o usuário sobre novo correio de voz.

O usuário levanta o monofone e ouve o tom de indicação de mensagem em espera, sempre que uma nova mensagem de voz estiver aguardando o atendimento.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Configuração de Mensagem em Espera" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager , Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Configure o sistema de correio de voz e habilite o MWI com o comando mwi.

Call Forward All (CFA)

Encaminha todas as chamadas para um número de destino.

O usuário disca o prefixo FAC (código de acesso a recurso), o código CFA e um número de destino, depois dos bipes. Prefixo e código padrão é **1.

Após a ativação do CFA, o usuário ouve um tom de confirmação quando o monofone é levantado, para indicar que todas as chamadas recebidas estão sendo encaminhadas.

Ao tentar ativar o CFA depois de sua ativação, o usuário do telefone ouvirá um tom rápido de ocupado.

Observação O comando stcapp feature access-code deve ser habilitado no Cisco VG 224.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Recursos de Telefonia" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Consulte "Configurando Números de Diretórios" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Também é possível ativar com o comando call-forward all.

Se você ativar o CFA no router do Cisco Unified CME e também no telefone, o que ocorrer por último terá prioridade.

É possível limitar o número de dígitos que pode ser discado para o número de destino, por meio do comando call-forward max-length.

Call Forward All Cancel

Cancela uma condição CFA ativa.

O usuário disca o prefixo FAC e o código CFC (call-forward-cancel). Prefixo e código padrão é **2.

Após o cancelamento do CFA, o usuário ouve um tom de confirmação quando o monofone é levantado, para indicar que as chamadas recebidas não estão mais sendo encaminhadas.

Observação O comando stcapp feature access-code deve ser habilitado no gateway de voz do Cisco IOS.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Recursos de Telefonia" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Consulte "Configurando Números de Diretórios" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Também é possível ativar com o comando no call-forward all.

Call Forward Busy (CFB)

Encaminha as chamadas para um número de destino quando o número chamado está ocupado.

O usuário pode ativá-lo usando a GUI Cisco CME, ou o administrador ativa usando o Cisco CallManager ou o router Cisco CME.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Recursos de Telefonia" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Consulte "Configurando Números de Diretórios" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Defina o número de destino CFB com o comando call-forward busy.

Call Forward No Answer (CFNA)

Encaminha as chamadas para um número de destino quando o número chamado não responde.

O usuário pode ativá-lo usando a GUI Cisco CME, ou o administrador ativa usando o Cisco CallManager ou o router Cisco CME.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Recursos de Telefonia" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Consulte "Configurando Números de Diretórios" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Defina o número de destino CFNA e o tempo limite da campainha com o comando call-forward no answer.

Call Park Directed
Call Pickup Directed

Coloca uma chamada em espera em um ramal designado, para que ela possa ser recuperada por alguém.

Durante uma chamada ativa, o usuário pressiona o hookflash para o tom de discagem e depois disca o número de tempo de call-park configurado no sistema de controle de chamadas.

Para recuperar a chamada, o usuário disca o prefixo FAC, o código directed pickup e o número do tempo de call-park onde a chamada estava estacionada. Prefixo e código padrão é **6. Por exemplo, se a chamada estiver estacionada no slot 1211, o usuário discará **61211.

Os usuários também podem recuperar a última chamada estacionada pelos próprios ramais, discando o prefixo FAC, o código directed pickup e um asterisco (*). Prefixo e código padrão é **6.

Observação O comando stcapp feature access-code deve ser habilitado no gateway de voz do Cisco IOS.

Cisco Unified CallManager

Este recurso não é suportado para Cisco Unified CallManager.

Cisco Unified CME

Defina os slots de call-park com o comando park-slot.

Call Pickup de Ramal Tocando, Encaminhada

Permite que as chamadas recebidas sejam capturadas por telefones diferentes do telefone tocando.

Um usuário atende um ramal tocando, discando o prefixo FAC, o código directed pickup e o número do ramal tocando. Prefixo e código padrão é **6.

Observação O comando stcapp feature access-code deve ser habilitado no gateway de voz do Cisco IOS.

Cisco Unified CallManager

Este recurso não é suportado para Cisco Unified CallManager.

Cisco Unified CME

Nenhuma configuração é necessária.

Call Pickup Group

Permite que as chamadas recebidas em um pickup group diferente do usuário sejam capturadas.

Um usuário atende um ramal tocando, discando o prefixo FAC, o código group pickup e o número do pickup group. Prefixo e código padrão é **4.

Observação O comando stcapp feature access-code deve ser habilitado no gateway de voz do Cisco IOS.

Cisco Unified CallManager

O parâmetro de serviço AutoCallPickupEnabled deve ser definido como True.

Consulte "Call Pickup" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Consulte "Configuração de Pickup Group" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Atribua o atendimento da sociedade de grupo usando o comando pickup-group.

Call Pickup Local

Permite que as chamadas recebidas no mesmo pickup group que o do usuário sejam capturadas.

Um usuário atende um ramal tocando, discando o prefixo FAC e o código de local pickup. Prefixo e código padrão é **3.

Observação O comando stcapp feature access-code deve ser habilitado no gateway de voz do Cisco IOS.

Cisco Unified CallManager

O parâmetro de serviço AutoCallPickupEnabled deve ser definido como True.

Consulte "Call Pickup" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Atribua o atendimento da sociedade de grupo usando o comando pickup-group.

Call Transfer

Conecta a chamada a um terceiro para o qual o usuário do telefone disca.

Durante uma chamada ativa, o usuário pressiona hookflash e recebe o tom de discagem. O usuário disca o número para transferência e permanece na linha para anunciar (transferência com consulta) ou desliga (transferência cega). Quando o usuário desliga, a chamada é transferida.

Observação Quando a transferência cega é configurada no Cisco CME, o usuário do telefone não precisa desligar; a chamada é transferida quando o Cisco CME recebe o número discado.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Fazendo e Recebendo Várias Chamadas por Número de Diretório" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Defina o comando transfer-system como full-blind ou full-consult.

Os destinos válidos para transferência de chamadas podem ser definidos com o comando transfer-pattern.

Call Waiting

Anuncia uma segunda chamada durante uma chamada ativa.

Durante uma chamada ativa, o usuário ouve um tom e pode pressionar hookflash para alternar entre a chamada ativa e a recebida.

Observação Para o Cisco Unified CME, o tom de chamada em espera é executado continuamente; para o Cisco CallManager, esse tom depende da definição da campainha para a estação ativa e o tom não é reproduzido várias vezes, toca apenas uma vez.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Configurando Números de Diretórios" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Nenhuma configuração é necessária.

ID do Chamador

Exibe o número chamador, nome do chamador e a hora da chamada.

O administrador ativa o comando no sistema de controle de chamada Cisco. A marcação da hora procede do gateway de voz do Cisco IOS.

Observação Para exibir a ID do chamador quando há suporte para esse recurso na empresa de telefonia local, o administrador deve usar o comando caller id enable na porta adequada do gateway de voz do Cisco IOS.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Identificação e Restrição do Chamador" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Para a exibição do ID do chamador em chamadas locais (chamadas entre as portas FXS e os telefones IP registrados no mesmo router do Cisco Unified CME), use os comandos name e number sob o ephone-dn adequado.

A exibição do ID do chamador pode ser limitada somente ao nome, com o comando clid strip.

A exibição do ID do chamador pode ser bloqueada com o comando caller-id block.

Conferência de Chamadas

Inicia uma conferência de três participantes.

Durante uma chamada ativa, o usuário pressiona o hookflash para o tom de discagem, disca para um participante e depois pressiona hookflash para conectar os três participantes.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Iniciando uma Ponte de Conferência Específica" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Defina o comando transfer-system como full-consult.

O número de conferências simultâneas pode ser limitado com o comando max-conferences.

É possível permitir que a conferência continue após a saída de seu originador, com o comando keep-conference.

Depois que os três participantes estiverem conectados, pressionar hookflash novamente derruba o último participante conectado e retorna a chamada a uma chamada de dois participantes, se o comando keep-conference drop-last for emitido.

Rediscagem

Disca novamente o último número discado no telefone.

O usuário disca o prefixo FSD e o código de rediscagem. Prefixo e código padrão é *#.

Observação O comando stcapp feature speed-dial deve ser habilitado no gateway de voz do Cisco IOS.

Nenhuma configuração é necessária.

Discagem Rápida

Disca um número de telefone usando um código abreviado.

Até 99 discagens rápidas (Telefone Local)

O usuário disca o prefixo FSD e o código da discagem rápida. O prefixo e o intervalo de código padrão é:

*1 a *9 para os códigos de 1 dígito

*01 a *99 para os códigos de 2 dígitos

O usuário armazena os destinos da discagem rápida na GUI do Cisco CME ou o administrador armazena os destinos no router do Cisco CME ou no Cisco CallManager.

Observação O comando digit determina o número de dígitos usados para códigos FSD no gateway de voz do Cisco IOS.

Observação O comando stcapp feature speed-dial deve ser habilitado no gateway de voz do Cisco IOS.

 

Cisco Unified CallManager

Consulte "Configurando Botões de Discagem Rápida" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Consulte "Discagem Rápida e Discagem Abreviada" no Guia do Sistema Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Armazene números de telefone nos códigos 1 a 33 de discagem rápida, com o comando speed-dial.

Armazene números de telefone nos códigos 34 a 99 de discagem rápida, com o comando directory entry.

Até 9.999 Discagens Rápidas (Todo o Sistema)

O usuário disca o código de acesso e o número de discagem rápida. O administrador ativa o comando no sistema de controle de chamada Cisco.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Configuração de Padrões de Tradução" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Habilite as listas de discagem rápida de grande escala, com o comando bulk-speed-dial list.

Discagem Rápida para Correio de Voz

Disca o número do correio de voz usando um código abreviado.

O usuário disca o prefixo FSD e o código da discagem rápida para correio de voz. O código e prefixo padrão é *0 para códigos de 1 dígito, e *00 para códigos de 2 dígitos.

Observação O comando digit determina o número de dígitos usados para códigos FSD.

Observação O comando stcapp feature speed-dial deve ser habilitado no gateway de voz do Cisco IOS.

Cisco Unified CallManager

Consulte "Configuração do Piloto de Correio de Voz Cisco" no Guia de Administração do Cisco Unified CallManager, Versão 4.1(3).

Cisco Unified CME

Defina o número do correio de voz, com o comando voicemail.


Duração do Hookflash

Os telefones analógicos usam o hookflash para acessar um segundo tom de discagem e iniciar alguns dos recursos do telefone SCCP relacionados na Tabela 2, como transferência e conferência. Hookflash é uma condição "no gancho" de curta duração, geralmente gerado quando o usuário do telefone pressiona a tecla Flash em um telefone. A duração de uma condição "no gancho" gerada por uma tecla Flash varia nos diferentes fabricantes e modelos de telefones. Os gateways de voz Cisco contam o tempo das condições "no gancho" detectadas para saber se devem ser interpretadas como hookflash ou não. A duração de uma condição "no gancho" detectada é interpretada pelo software Cisco IOS como descrito a seguir:

Uma condição "no gancho" que dura um intervalo de tempo enquadrado no intervalo de duração de hookflash é considerado um hookflash.

Uma condição "no gancho" que dura um intervalo de tempo menor do que o limite mínimo da faixa é ignorado.

Uma condição "no gancho" que dura um intervalo de tempo maior do que o limite máximo da faixa é considerado uma desconexão.

A faixa de duração de hookflash para as portas FXS é definida como a seguir:

O limite mínimo da faixa é definido no software a 150 ms, embora também haja um limite mínimo imposto pelo hardware, geralmente em torno de 20 ms, dependendo do tipo de plataforma. Uma condição "no gancho" que dura um intervalo de tempo menor do que esse limite mínimo imposto pelo hardware não é informado ao software Cisco IOS.

O limite máximo da faixa é definido no software a 1000 m, por padrão, embora esse valor possa ser alterado com o comando timing hookflash-input no modo de configuração de porta de voz no gateway de voz. O limite máximo pode ser definido com qualquer valor entre 50 a 1550 ms.

Os exemplos a seguir demonstram o uso do comando timing hookflash-input para modificar o limite máximo da faixa de duração de hookflash para as portas FXS:

Se o comando timing hookflash-input for definido como X, um valor maior que 150, qualquer duração "no gancho" entre 150 e X será interpretada como um hookflash. Por exemplo, se X for 1550, a faixa de duração do hookflash será de 150 a 1550 ms. Um sinal de "no gancho" que dure 1250 ms é interpretado como um hookflash, mas um sinal de "no gancho" de 55 ms é ignorado.

Se o comando timing hookflash-input for definido como X, um valor menor que 150, qualquer duração "no gancho" entre Y, o limite mínimo do hardware e X será interpretada como um hookflash. Por exemplo, se X for 65, a faixa de duração do hookflash será Y a 65 ms (imagine Y igual a 20). Um sinal de "no gancho" que dure 1250 ms é interpretado como uma desconexão, mas um sinal de "no gancho" de 55 ms é interpretado como um hookflash. Um sinal de "no gancho" inferior a Y é ignorado.

Como proceder à Configuração de Portas Analógicas SCCP

Esta seção contém as seguintes tarefas para configurar o suporte para um telefone analógico SCCP:

Habilitando SCCP em Gateway de Voz (obrigatório)

Habilitando Fallback para Cisco Unified SRST no Gateway de Voz (opcional)

Habilitando o Aplicativo STC para Portas Analógicas (obrigatório)

Habilitando e Alterando Códigos de Acesso do Recurso (obrigatório)

Ativando e Alterando Códigos de Discagem Rápida do Recurso (obrigatório)

Configurando a Desconexão do Supervisor (opcional)

Configurando PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF (opcional)

Verificando e Solucionando Problemas de Configuração (obrigatório)


Observação Este documento não contém detalhes sobre a configuração do Cisco Unified CallManager ou do router do Cisco Unified CME. Consulte a documentação desses produtos para obter as instruções para instalação e configuração.


Habilitando SCCP em Gateway de Voz

Esta tarefa habilita o Skinny Client Control Protocol (SCCP) na interface local que se comunica com o Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME. Também atribui níveis de prioridade aos servidores do Cisco Unified CallManager ou aos routers do Cisco Unified CME para determinar a seqüência na qual os sistemas assumirão o controle de chamadas se um deles não ficar disponível.

RESUMO DAS ETAPAS

1. enable

2. configure terminal

3. sccp local interface-type interface-number [port port-number]

4. sccp ccm {ip-address | dns} identifier identifier-number [port port-number] [version version-number]

5. sccp

6. sccp ccm group group-number

7. associate ccm identifier-number priority priority-number

8. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

enable

Exemplo:

Router> enable

Habilita o modo EXEC com privilégio.

Insira a senha, se solicitado.

Etapa 2 

configure terminal

Exemplo:

Router# configure terminal

Insere o modo de configuração global.

Etapa 3 

sccp local interface-type interface-number [port port-number]

Exemplo:

Router(config)# sccp local FastEthernet0/0

Seleciona a interface local que os aplicativos SCCP usam para se registrar junto ao Cisco Unified CallManager e Cisco Unified CME.

interface-type—Tipo virtual ou físico da interface que o aplicativo SCCP usa para se registrar junto ao Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME.

interface-number—Número da interface que o aplicativo SCCP usa para se registrar junto ao Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME.

port-number—(Opcional) Número da porta do TCP ou UDP usada pela interface selecionada. Faixa: 1025 a 65535. Padrão: 2000.

Etapa 4 

sccp ccm {ip-address | dns} identifier identifier-number [port port-number] [version version-number]

Exemplo:

Router(config)# sccp ccm 10.8.1.2 identifier 10 version 4.1

Adiciona um sistema Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME à lista de sistemas de controle de chamadas disponíveis.

ip-address—Endereço IP de um servidor do Cisco Unified CallManager ou router do Cisco Unified CME.

dns—Nome do Domain Name System (DNS) de um Cisco Unified CallManager ou router Cisco Unified CME.

identifier-number—Número que identifica o servidor do Cisco Unified CallManager ou o router Cisco Unified CME citado neste comando. Faixa: 1 a 65535.

port-number—(Opcional) Número da porta do TCP ou UDP. Faixa: 1025 a 65535. Padrão: 2000.

version-number—(Opcional) Versão do Cisco Unified CallManager. Padrão: 3.1.

Etapa 5 

sccp

Exemplo:

Router(config)# sccp

Habilita o protocolo SCCP e respectivos aplicativos relacionados.

Etapa 6 

sccp ccm group group-number

Exemplo:

Router(config)# sccp ccm group 1

Cria um grupo de sistemas Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME e entra no modo de configuração de SCCP.

group-number — Número que identifica o grupo de Cisco Unified CME. Faixa: 1 a 65535.

Etapa 7 

associate ccm identifier-number priority priority-number

Exemplo:

Router(config-sccp-ccm)# associate ccm 1 priority 1

Adiciona um Cisco Unified CallManager ou router do Cisco Unified CME ao grupo e estabelece sua prioridade no grupo.

identifier-number—Identificador definido no comando sccp ccm na Etapa 4.

priority priority-number—Número que indica a prioridade desse servidor do Cisco Unified CallManager ou router do Cisco Unified CME. Faixa: 1 a 4, onde 1 é a prioridade mais alta.

Observação Um segundo Cisco Unified CallManager ou router do Cisco Unified CME com um número de prioridade inferior torna-se um sistema de backup.

Etapa 8 

exit

Exemplo:

Router(config)# exit

Sai do modo de configuração global.

Exemplos

O exemplo a seguir mostra a comunicação do SCCP na Interface Fast Ethernet 0/0 do Cisco VG 224 para dois servidores do Cisco Unified CallManager.

Router# show running-config
.
.
.
sccp local FastEthernet0/0
sccp ccm 10.4.13.20 identifier 10
sccp ccm 10.4.13.70 identifier 12
sccp
!
sccp ccm group 1
 associate ccm 10 priority 1
 associate ccm 12 priority 2
!

Habilitando Fallback para Cisco Unified SRST no Gateway de Voz

Esta tarefa atribui níveis de prioridade aos servidores remotos do Cisco Unified CallManager ou aos routers locais do Cisco Unified SRST para determinar a seqüência na qual os sistemas assumirão o controle de chamadas se um deles não ficar disponível. O servidor primário do Cisco Unified CallManager tem a prioridade mais alta, o servidor de backup do Cisco Unified CallManager tem a segunda prioridade mais alta e o router do Cisco Unified SRST tem a prioridade mais baixa.

Pré-requisitos

Cisco SRST 3.3 exige Cisco IOS Versão 12.3(14)T ou posterior.

Cisco SRST 3.4 e Cisco Unified SRST 4.0 exigem Cisco IOS Versão 12.4(2)T ou posterior.

RESUMO DAS ETAPAS

1. enable

2. configure terminal

3. sccp ccm group group-number

4. associate ccm identifier-number priority priority-number

5. switchover method {graceful | immediate}

6. switchback method {graceful | guard [guard-timeout] | immediate | uptime uptime-timeout}

7. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

enable

Exemplo:

Router> enable

Habilita o modo EXEC com privilégio.

Insira a senha, se solicitado.

Etapa 2 

configure terminal

Exemplo:

Router# configure terminal

Insere o modo de configuração global.

Etapa 3 

sccp ccm group group-number

Exemplo:

Router(config)# sccp ccm group 1

Cria um grupo Cisco Unified CallManager e Cisco Unified SRST e entra no modo de configuração do SCCP Cisco CallManager.

group-number—Número que identifica o grupo. Faixa: 1 a 65535.

Etapa 4 

associate ccm identifier-number priority priority-number

Exemplo:

Router(config-sccp-ccm)# associate ccm 10 priority 1

Adiciona um servidor Cisco Unified CallManager ou router do Cisco Unified SRST ao grupo e estabelece sua prioridade no grupo.

identifier-number—Número que identifica o servidor do Cisco Unified CallManager ou o router Cisco Unified SRST. Este é o número atribuído com o comando sccp ccm. Consulte a seção "Habilitando o SCCP no Gateway de Voz".

priority priority-number—Número que indica a prioridade desse servidor do Cisco Unified CallManager ou router do Cisco Unified SRST. Faixa: 1 a 4, onde 1 é a prioridade mais alta.

Observação Um segundo servidor Cisco Unified CallManager inserido com um número de prioridade inferior torna-se um sistema de backup. O router do Cisco Unified SRST deve receber a prioridade mais baixa.

Etapa 5 

switchover method {graceful | immediate}

Exemplo:

Router(config-sccp-ccm)# switchover method graceful

(Opcional) Define o método de comutação completa que o gateway de voz usará caso a conectividade com o Cisco Unified CallManager primário falhar.

graceful—A comutação completa só acontece depois que todas as sessões ativas forem encerradas normalmente. Este é o único método suportado.

immediate—A comutação completa para um sistema secundário de controle de chamadas acontece imediatamente depois, existindo conexões ativas ou não.

Observação O comando switchover method graceful é habilitado por padrão. Não há suporte para outros métodos de comutação completa.

Etapa 6 

switchback method {graceful | guard [guard-timeout] | immediate | uptime uptime-timeout}

Exemplo:

Router(config-sccp-ccm)# switchback method graceful

Define o método de switchback que o gateway de voz usará quando o Cisco Unified CallManager primário ou de prioridade mais alta se tornar disponível novamente.

graceful—A switchback só acontece depois que todas as sessões ativas forem encerradas normalmente. Este é o único método suportado.

guard—A switchback acontece depois que todas as sessões ativas forem encerradas normalmente ou quando guard-timeout expirar, o que ocorrer primeiro. Método padrão.

guard-timeout—(Opcional) Tempo em segundos aguardado pelo gateway de voz para a comutação completa. A faixa é de 60 a 172800. O padrão é 7200.

immediate—A switchback com o servidor do Cisco Unified CallManager de ordem superior acontece imediatamente, quer existam conexões ativas ou não.

uptime — A switchback com o servidor do Cisco Unified CallManager de ordem superior acontece imediatamente depois que uptime-timeout expirar.

uptime-timeout — Tempo em segundos aguardado pelo gateway de voz para a comutação completa. Esse temporizador inicia quando o servidor do Cisco Unified CallManager de ordem superior se torna ativo. A faixa é de 60 a 172800. O padrão é 7200.

Observação O comando switchback method graceful deve estar habilitado. Não há suporte para outros métodos de switchback.

Etapa 7 

exit

Exemplo:

Router(config-sccp-ccm)# exit

Sai do modo de configuração do SCCP Cisco CallManager.

Exemplos

O exemplo a seguir permite a comunicação do SCCP na Interface Fast Ethernet 0/0 com dois servidores do Cisco Unified CallManager e um router do Cisco Unified SRST. No grupo 1 do SCCP, o servidor do Cisco Unified CallManager no endereço IP 10.4.13.20 recebe a prioridade 1, tornando-se o sistema primário de controle de chamadas. Se a conectividade com o primário falhar, o controle de chamadas reverterá para o servidor de backup do Cisco Unified CallManager em 10.4.13.70. Se a conectividade com os dois servidores do Cisco Unified CallManager falhar, o controle de chamadas reverterá para o router do Cisco Unified SRST em 10.4.18.40.

VG224_Router# show running-config
.
.
.
sccp local FastEthernet0/0
sccp ccm 10.4.13.20 identifier 10
sccp ccm 10.4.13.70 identifier 12
sccp ccm 172.16.10.40 identifier 30
sccp
!
sccp ccm group 1
 associate ccm 10 priority 1
 associate ccm 12 priority 2
 associate ccm 30 priority 3
 switchback method graceful
!
!

Habilitando o Aplicativo STC para Portas Analógicas

Esta tarefa habilita o aplicativo de controle de telefonia SCCP (STC) e configura portas de voz analógicas no gateway de voz do Cisco IOS para controle pelo aplicativo STC. O aplicativo STC apresenta os telefones analógicos acoplados localmente como pontos finais individuais ao Cisco Unified CallManager e ao sistema do Cisco Unified CME. Quando o aplicativo STC está associado a um peer de discagem, a porta analógica atribuída a esse peer é registrada como um ponto final junto ao Cisco Unified CallManager e ao sistema Cisco Unified CME.

O processo do aplicativo STC é iniciado quando o comando stcapp é utilizado em uma configuração. O processo é interrompido quando o comando no stcapp é utilizado em uma configuração.

Além disso, se o usuário quiser o recurso de exibir e enviar a ID do chamador, será necessário configurar as portas de voz FXS com o comando caller-id enable, como mostra esta tarefa. Observe que este é o único comando de configuração de porta de voz configurado no gateway de voz do Cisco IOS para suporte de recursos de telefone analógico. Outros parâmetros, como o nome e número do ID do chamador, são configurados no sistema de controle de chamadas.

RESUMO DAS ETAPAS

1. enable

2. configure terminal

3. stcapp ccm-group group-number

4. stcapp

5. dial-peer voice tag pots

6. service stcapp

7. port slot-number/port-number

8. exit

9. port de voz slot-number/port-number

10. caller-id enable

11. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

enable

Exemplo:

Router> enable

Habilita o modo EXEC com privilégio.

Insira a senha, se solicitado.

Etapa 2 

configure terminal

Exemplo:

Router# configure terminal

Insere o modo de configuração global.

Etapa 3 

stcapp ccm-group group-number

Exemplo:

Router(config)# stcapp ccm-group 1

Associa o aplicativo STC a um grupo específico do Cisco CallManager que controla chamadas e recursos.

group-number—Número que identifica o grupo. Use o número atribuído com o comando sccp ccm group na seção "Ativando o SCCP no Gateway de Voz".

Etapa 4 

stcapp

Exemplo:

Router(config)# stcapp

Habilita o aplicativo STC.

Etapa 5 

dial-peer voice tag pots

Exemplo:

Router(config)# dial-peer voice 102 pots

Define um peer de discagem específico e entra no modo de configuração de peer de discagem.

tag—Número que identifica o peer de discagem. Faixa: 1 a 2147483647.

Etapa 6 

service stcapp

Exemplo:

Router(config-dial-peer)# service stcapp

Habilita o aplicativo STC no peer de discagem.

Etapa 7 

port slot-number/port-number

Exemplo:

Router(config-dial-peer)# port 2/2

Atribui uma porta de voz analógica ao peer de discagem.

slot-number/port-number—Número da porta de voz FXS analógica. Faixa: 2/0 a 2/23.

Etapa 8 

exit

Exemplo:

Router(config-dial-peer)# exit

Sai do modo de configuração de peer de discagem.

Etapa 9 

port de voz slot-number/port-number

Exemplo:

Router(config)# port 2/0 de voz

Entra no modo de configuração de porta de voz.

slot-number/port-number—Número da porta de voz FXS analógica. Faixa: 2/0 a 2/23.

Etapa 10 

caller-id enable

Exemplo:

Router(config-voiceport)# caller-id enable

(Opcional) Habilita o ID do chamador para essa porta de voz.

Observação O comando caller-id enable é o único comando de configuração de porta de voz no Cisco VG 224, usado para o suporte de recursos de telefone analógico SCCP. O nome e número do ID do chamador são configurados no sistema de controle de chamadas Cisco.

Etapa 11 

exit

Exemplo:

Router(config-voiceport)# exit

Sai do modo de configuração de porta de voz.

Exemplos

O exemplo a seguir habilita o aplicativo STC para o grupo 1 do Cisco CallManager e associa esse aplicativo ao peer de discagem 102, ao qual foi atribuída a porta analógica 2/2 do Cisco VG 244. Esta configuração também habilita o ID do chamador na porta de voz 2/2.

Router# show running-config
.
.
.
stcapp ccm-group 1
stcapp
!
dial-peer voice 102 pots
 service stcapp
 port 2/2
!
voice-port 2/2
 caller-id enable
.
.
.

Habilitando e Alterando Códigos de Acesso do Recurso

Para acessar recursos, como call forward all e call pickup, o usuário do telefone disca um prefixo e código FAC, e ocasionalmente outro número, como o número do pickup group. A operação dos recursos de telefonia analógica SCCP está descrita na Tabela 2.


Observação Para usar FACs, habilite primeiro o comando stcapp feature access-code como mostra esta tarefa. Um prefixo FAC padrão e os FACs padrão são pré-atribuídos no sistema, e você pode alterar esses valores com os comandos citados nesta tarefa.


Se você definir um FAC com um valor sendo usado por outro FAC, receberá uma mensagem de aviso. Se você proceder à configuração de um código duplicado, o sistema implementará o primeiro recurso correspondido, na ordem de prioridade mostrada na saída do comando show stcapp feature codes.

Para restaurar um prefixo ou FAC ao valor padrão após alterá-lo, use a forma no do comando emitido para fazer a alteração. Por exemplo, para restaurar um prefixo ao valor padrão, use o comando no prefix.

Embora os prefixos e códigos FAC para os recursos de telefone analógico SCCP sejam configurados no gateway de voz do Cisco IOS, a afiliação ao pickup group e os destino de encaminhamento de chamadas (call-forwarding) são configurados no Cisco Unified CallManager e no router do Cisco Unified CME.

Para exibir todos os prefixos e códigos FAC, use o comando show stcapp feature codes . Para exibir somente os prefixos e códigos alterados a partir de seus valores padrão, use o comando show running-config.

RESUMO DAS ETAPAS

1. enable

2. configure terminal

3. stcapp feature access-code

4. prefix prefix-string

5. call forward all keypad-character

6. call forward cancel keypad-character

7. pickup local keypad-character

8. pickup group keypad-character

9. pickup direct keypad-character

10. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

enable

Exemplo:

Router> enable

Habilita o modo EXEC com privilégio.

Insira a senha, se solicitado.

Etapa 2 

configure terminal

Exemplo:

Router# configure terminal

Insere o modo de configuração global.

Etapa 3 

stcapp feature access-code

Exemplo:

Router(config)# stcapp feature access-code

Habilita os FACs do aplicativo STC e entra no modo de configuração de código de acesso do recurso.

Etapa 4 

prefix prefix-string

Exemplo:

Router(stcapp-fac)# prefix *#

(Opcional) Define uma seqüência de prefixo para indicar que o próximo caractere do teclado numérico é um código de acesso de recurso.

prefix-string—Seqüência de um a dez caracteres que pode ser discado em um teclado numérico de telefone. A seqüência deve começar com um asterisco (*) ou sustenido (#). O padrão é **.

Etapa 5 

call forward all keypad-character

Exemplo:

Router(stcapp-fac)# call forward all 2

(Opcional) Define o código a ser usado para permitir o recurso call-forward-all em portas FXS.

keypad-character—Caractere simples que pode ser discado em um teclado numérico de telefone. O padrão é 1.

Etapa 6 

call forward cancel keypad-character

Exemplo:

Router(stcapp-fac)# call forward cancel 3

(Opcional) Define o código a ser usado para cancelar o recurso call-forward-all em portas FXS.

keypad-character—Caractere simples que pode ser discado em um teclado numérico de telefone. O padrão é 2.

Etapa 7 

pickup local keypad-character

Exemplo:

Router(stcapp-fac)# pickup local 6

(Opcional) Define o código a ser usado para capturar chamadas do grupo de pickup local; ou seja, capturar uma chamada discando o prefixo e o código.

keypad-character—Caractere simples que pode ser discado em um teclado numérico de telefone. O padrão é 3.

Observação Não há suporte para este comando no Cisco Unified CallManager.

Etapa 8 

pickup group keypad-character

Exemplo:

Router(stcapp-fac)# pickup group 5

(Opcional) Define o código a ser usado para capturar chamadas de outro grupo de pickup; ou seja, capturar uma chamada, discando o prefixo, o código e o número do grupo de pickup.

keypad-character—Caractere simples que pode ser discado em um teclado numérico de telefone. O padrão é 4.

Observação Não há suporte para este comando no Cisco Unified CallManager.

Etapa 9 

pickup direct keypad-character

Exemplo:

Router(stcapp-fac)# pickup direct 4

(Opcional) Define o código a ser usado para capturar diretamente as chamadas; ou seja, capturar uma chamada discando o prefixo, o código e o número do ramal de um telefone tocando ou chamada estacionada.

keypad-character—Caractere simples que pode ser discado em um teclado numérico de telefone. O padrão é 6.

Observação Não há suporte para este comando no Cisco Unified CallManager.

Etapa 10 

exit

Exemplo:

Router(stcapp-fac)# exit

Sai do modo de configuração de código de acesso do recurso do aplicativo STC.

Exemplos

O exemplo a seguir mostra os FACs habilitados e as alterações implementadas em algumas configurações padrão:

Router# show running-config
.
.
.
stcapp feature access-code
 prefix *#
 call forward all 2
 call forward cancel 9
!

A seguinte saída do comando show stcapp feature codes exibe as configuração padrão e não padrão de FACs. O prefixo FAC foi definido para *# (asterisco, sustenido).

Router# show stcapp feature codes

stcapp feature access-code
   call forward all *#2
   call forward cancel *#9
   pickup local group *#3
   pickup different group *#4
   pickup direct *#6
.

Habilitando e Alterando Códigos de Discagem Rápida do Recurso

Para acessar os números da discagem rápida predefinidos, o usuário do telefone analógico deve discar o prefixo FSD e o código de discagem rápida, por exemplo *1.

Embora os prefixos e códigos de discagem rápida sejam definidos no gateway de voz do Cisco IOS, os números de telefone reais com discagem rápida são armazenados no Cisco Unified CallManager ou no router do Cisco Unified CME. Os códigos de discagem rápida definidos com esse procedimento são mapeados para as posições de discagem rápida no dispositivo de controle de chamadas, a partir da posição 1. Por exemplo, se você definir o código inicial como 2 e o final como 7, o sistema mapeará 2 para discagem rápida 1, e 7 para discagem rápida 6.

Se você definir um código FAC com um valor sendo usado em outro código FAC, receberá uma mensagem de aviso. Se você proceder à configuração de um código duplicado, o sistema implementará o primeiro recurso correspondido, na ordem de prioridade mostrada na saída do comando show stcapp feature codes.

Execute o seguinte procedimento para permitir o prefixo e os códigos FSD padrão ou para modificar os valores padrão. Para restaurar um prefixo ou um código FSD ao valor padrão, use a forma no do comando. Por exemplo, para restaurar um prefixo FSD ao valor padrão, use o comando no prefix.

Para exibir todos os prefixos e códigos FSD, use o comando show stcapp feature codes . Para exibir somente os prefixos e códigos alterados a partir de seus valores padrão, use o comando show running-config.


Observação Este procedimento permite que os usuários de telefone analógico acessem até 99 números de discagem rápida configurados no dispositivo de controle de chamada. Para usar os códigos de discagem rápida de grande escala até 9.999, não é necessária qualquer configuração específica no gateway de voz do Cisco IOS. Consulte a documentação de seu sistema de controle de chamadas para obter informações sobre como configurar até 9.999 discagens rápidas.

Documentação do Cisco Unified CallManager

Documentação do Cisco Unified CallManager Express


Pré-requisitos

Os códigos de discagem rápida de 0 a 9 exigem o Cisco IOS Versão 12.4(2)T ou posterior; os códigos de discagem rápida de 10 a 99 exigem o Cisco IOS Versão 12.4(6)T ou posterior.

Para usar os códigos de discagem rápida 34 a 99 em telefones analógicos controlados pelo Cisco Unified CME, configure as entradas de diretório no modo de configuração de serviço de telefonia. O exemplo a seguir define uma entrada de diretório para os códigos de discagem rápida 34 e 35. Quando um usuário de telefone analógico discar 34, o ramal 1602 será discado.

Router(config)# telephony-service
Router(config-telephony)# directory entry 34 1602 name payroll
Router(config-telephony)# directory entry 35 1603 name security

Para obter informações, consulte "Configurando Botões de Discagem Rápida e Códigos Abreviados" no Guia de Administração do Sistema Cisco Unified CallManager Express.


Observação Execute As seguintes Etapas no gateway de voz do Cisco IOS.


RESUMO DAS ETAPAS

1. enable

2. configure terminal

3. stcapp feature speed-dial

4. digit number

5. prefix prefix-string

6. speed dial from digit to digit

7. redial keypad-character

8. voicemail keypad-character

9. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

enable

Exemplo:

Router> enable

Habilita o modo EXEC com privilégio.

Insira a senha, se solicitado.

Etapa 2 

configure terminal

Exemplo:

Router# configure terminal

Insere o modo de configuração global.

Etapa 3 

stcapp feature speed-dial

Exemplo:

Router(config)# stcapp feature speed-dial

Habilita os códigos FSD e entra no modo de configuração de discagem rápida de recurso do aplicativo STC para definir prefixos e códigos de discagem rápida.

Etapa 4 

digit number

Exemplo:

Router(stcapp-fsd)# digit 2

(Opcional) Define o número de dígitos usados nos códigos de discagem rápida.

number—Número de dígitos a serem inseridos em códigos de discagem rápida. O valor é 1 ou 2. O padrão é 1.

Observação Há suporte para este comando no Cisco IOS Versão 12.4(6)T e posteriores.

Observação Alterar o valor deste comando restaura os comandos speed dial e voicemail aos seus valores padrão.

Etapa 5 

prefix prefix-string

Exemplo:

Router(stcapp-fsd)# prefix ##

(Opcional) Define uma seqüência de prefixo para indicar que o próximo caractere do teclado numérico é um código de discagem rápida.

prefix-string—Seqüência de um a dez caracteres que pode ser discado em um teclado numérico de telefone. A seqüência deve começar com um asterisco (*) ou sustenido (#). O padrão é **.

Etapa 6 

speed dial from digit to digit

Exemplo:

Router(stcapp-fsd)# speed dial from 2 to 7

(Opcional) Define a faixa de códigos a serem usados para discar números de discagem rápida. Essa faixa pode ser ascendente ou descendente.

digit—Número inicial e final na faixa de códigos de discagem rápida. A faixa é:

0 a 9 para códigos de 1 dígito. Permite no máximo 9 códigos de discagem rápida. Isso significa que se você definir o número inicial com 0, o número mais alto a ser definido para o número final é 8. O padrão é 1 a 9.

00 a 99 para códigos de 2 dígitos. O padrão é 01 a 99.

Observação O número de dígitos permitidos depende do valor definido com o comando digit na Etapa 4.

Etapa 7 

redial keypad-character

Exemplo:

Router(stcapp-fsd)# redial 9

(Opcional) Define o código a ser usado para rediscar o último número discado.

keypad-character—Caractere simples que pode ser discado em um teclado numérico de telefone. O padrão é #.

Etapa 8 

voicemail keypad-character

Exemplo:

Router(stcapp-fsd)# voicemail 8

(Opcional) Define o código a ser usado para discar o número do correio de voz, definido no Cisco Unified CallManager ou no router do Cisco Unified CME.

keypad-character—Um ou dois dígitos que podem ser discados em um teclado numérico de telefone. O padrão é 0 (zero) para dígitos isolados; 00 (dois zeros) para dois dígitos.

Observação O número de dígitos permitidos depende do valor definido com o comando digit na Etapa 4.

Etapa 9 

exit

Exemplo:

Router(stcapp-fsd)# exit

Sai do modo de configuração de discagem rápida de recurso do aplicativo STC.

Exemplos

Cisco IOS Versão 12.2(4)T

O exemplo a seguir mostra os códigos FSD habilitados e altera as configurações padrão no Cisco IOS Versão 12.4(2)T:

Router# show running-config
.
.
.
stcapp feature speed-dial
 prefix ##
 redial 9
 voicemail 8
 speed dial from 2 to 7
!

O resultado a seguir do comando show stcapp feature codes exibe as configurações padrão e não padrão para códigos FSD e mostra como a faixa de discagem rápida definida no exemplo acima é mapeada para as posições de discagem rápida no sistema de controle de chamada. Observe que a faixa de 2 a 7 é mapeada na discagem rápida de 1 a 6. Para discar um número de telefone armazenado na discagem rápida 1 no Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME, o usuário de telefone analógico deve pressionar ##2.

Router# show stcapp feature codes
.
.
.
  stcapp feature speed-dial
    prefix ##
    redial ##9
    voicemail ##8
    speeddial1 ##2
    speeddial2 ##3
    speeddial3 ##4
    speeddial4 ##5
    speeddial5 ##6
    speeddial6 ##7

Cisco IOS Versão 12.4(6)T

O exemplo a seguir mostra os códigos FSD habilitados e altera algumas configurações padrão no Cisco IOS Versão 12.4(6)T:

Router# show running-config
.
.
.
stcapp feature speed-dial
 digit 2
 voicemail 55
 speed dial from 11 to 17
!

O resultado a seguir do comando show stcapp feature codes exibe as configurações padrão e não padrão para códigos FSD e mostra como a faixa de discagem rápida definida no exemplo acima é mapeada para as posições de discagem rápida no sistema de controle de chamada. Observe que a faixa de 11 a 17 é mapeada na discagem rápida de 1 a 7. Para discar um número de telefone armazenado na discagem rápida 1 no Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME, o usuário de telefone analógico deve pressionar *11.

Router# show stcapp feature codes
.
.
.
  stcapp feature speed-dial
    prefix *
    redial *#
    speeddial number of digit(s) 2
    voicemail *55
    speeddial1 *11
    speeddial2 *12
    speeddial3 *13
    speeddial4 *14
    speeddial5 *15
    speeddial6 *16
    speeddial7 *17

Configurando a Desconexão do Supervisor

O recurso de desconexão de supervisor emite uma indicação de desconexão para o participante remoto em uma chamada de 2 participantes quando um lado se desconecta. Isso permite que os aplicativos externos conectados ao gateway de voz do Cisco IOS limpem imediatamente uma chamada após receber a indicação de desconexão. Este recurso aciona uma negação de energia em portas FXS com sinalização loop-start quando uma chamada de voz se desconecta. A negação de energia só é gerada em uma situação de chamada de 2 participantes quando um deles se desconecta. A negação de energia não é gerada se uma chamada está em espera e o participante ativo ou o participante em espera desligar. A negação de energia também é gerada em uma chamada de conferência de 3 participantes quando um deles desliga. Este recurso é habilitado e desabilitado de acordo com a porta de voz. O participante remoto recebe o sinal de negação de energia pela duração definida com o comando timeouts power-denial.

Como o gateway de voz do Cisco IOS não pode distinguir o tipo de dispositivo conectado à porta FXS, é enviado um sinal de negação de energia a todas as portas FXS que possuem esse recurso habilitado. Isso pode fazer com que os telefones analógicos também recebam um sinal de negação de energia depois que um participante se desconectar em uma chamada de 2 participantes. O participante que ficou ouve um breve som de clique. Para impedir esse comportamento nos telefones analógicos, é possível desabilitar o recurso de negação de energia em uma porta FXS, com o comando no supervisory disconnect lcfo.

RESUMO DAS ETAPAS

1. enable

2. configure terminal

3. port de voz port-number

4. supervisory disconnect lcfo

5. timeouts power-denial ms

6. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

enable

Exemplo:

Router> enable

Habilita o modo EXEC com privilégio.

Insira a senha, se solicitado.

Etapa 2 

configure terminal

Exemplo:

Router# configure terminal

Insere o modo de configuração global.

Etapa 3 

port de voz port-number

Exemplo:

Router(config)# voiceport 2/1

Entra no modo de configuração de porta de voz.

port-number—Número da porta de voz FXS analógica. Faixa: 2/0 a 2/23.

Etapa 4 

supervisory disconnect lcfo

Exemplo:

Router(config-voiceport)# supervisory disconnect lcfo

Envia um sinal LCFO (loop current feed open) para indicar uma desconexão em uma porta loop-start FXS.

Observação Esse comando está habilitado por padrão.

Etapa 5 

timeouts power-denial ms

Exemplo:

Router(config-voiceport)# timeouts power-denial 500

Define a duração do tempo limite de negação de energia na porta de voz FXS especificada.

ms—Número de milissegundos da chamada à negação de energia. Faixa: 0 a 2500. Padrão: 750.

Etapa 6 

exit

Exemplo:

Router(config-voiceport)# exit

Sai do modo de configuração de porta de voz.

Exemplos

O exemplo a seguir define a duração da negação de energia como 500 ms na porta 2/0 (que possui a desconexão do supervisor habilitada por padrão) e desabilita a desconexão do supervisor na porta 2/1.

Router# show running-config
.
.
.
voice-port 2/0
 timeouts power-denial 500
!
voice-port 2/1
 no supervisory disconnect
.
.
.

Configurando PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF

Execute esta tarefa para proceder à configuração de uma porta FXS (foreign exchange station) analógica para suportar PLAR.

Pré-requisitos

Cisco IOS Versão 12.4(6)T ou posterior.

O aplicativo STC deve ser habilitada globalmente no gateway com o comando stcapp. Para obter informações, consulte a seção "Ativando o Aplicativo STC para Portas Analógicas".

RESUMO DAS ETAPAS

1. enable

2. configure terminal

3. dial-peer voice tag pots

4. service stcapp

5. port slot-number/port

6. exit

7. sccp plar

8. voiceport port-number dial dial-string [digit dtmf-digits [wait-connect wait-msecs] [interval inter-digit-msecs]]

9. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

enable

Exemplo:

Router> enable

Habilita o modo EXEC com privilégio.

Insira a senha, se solicitado.

Etapa 2 

configure terminal

Exemplo:

Router# configure terminal

Insere o modo de configuração global.

Etapa 3 

dial-peer voice tag pots

Exemplo:

Router(config)# dial-peer voice 102 pots

Define um peer de discagem específico e entra no modo de configuração de peer de discagem.

tag—Número que identifica o peer de discagem. Faixa: 1 a 2147483647.

Etapa 4 

service stcapp

Exemplo:

Router(config-dial-peer)# service stcapp

Habilita o aplicativo STC no peer de discagem.

Etapa 5 

port slot-number/port

Exemplo:

Router(config-dial-peer)# port 2/2

Atribui uma porta de voz ao peer de discagem.

Etapa 6 

exit

Exemplo:

Router(config-dial-peer)# exit

Sai do modo de configuração de peer de discagem.

Etapa 7 

sccp plar

Exemplo:

Router(config)# sccp plar

Entra no modo de configuração SCCP PLAR.

Etapa 8 

voiceport port-number dial dial-string [digit dtmf-digits [wait-connect wait-msecs] [interval inter-digit-msecs]]

Exemplo:

Router(config-sccp-plar)# voiceport 2/1 dial 3660 digit 1234 wait-connect 100 interval 100

Habilita o PLAR em portas FXS analógicas que usam o SCCP para o controle de chamadas.

port-number—Número da porta de voz FXS analógica. A faixa é 2/0 a 2/23.

dial dial-string—Seqüência de até 16 caracteres que podem ser discados em um teclado numérico (0 a 9, A até D, *, #). O gateway de voz envia essa seqüência para o sistema de controle de chamadas quando o telefone analógico sai do gancho.

digit dtmf-digits—Seqüência de até 16 caracteres (0 a 9, A até D, *, #, e uma vírgula (,) para uma pausa de 1 segundo). O gateway de voz envia essa seqüência para o sistema de controle de chamadas depois que wait-msecs expirar.

wait-connect wait-msecs—Número de milissegundos que o gateway de voz deve aguardar depois do corte da voz, antes de emitir os dígitos DTMF. Faixa: 0 a 30000, em múltiplos de 50. Padrão: 50. Se 0, os dígitos DTMF serão enviados automaticamente pelo gateway de voz depois que a chamada estiver conectada.

interval inter-digit-msecs—Número de milissegundos entre os dígitos DTMF. Faixa: 0 a 500, em múltiplos de 50. Padrão: 50.

Etapa 9 

exit

Exemplo:

Router(config-sccp-plar)# exit

Entra no modo de configuração SCCP PLAR.

Exemplos

O exemplo a seguir mostra o PLAR habilitado na porta de voz 2/0 e 2/1.

Router# show running-config
.
.
.
sccp plar
  voiceport 2/0 dial 3660 digit 1234 wait-connect 100 interval 100
  voiceport 2/1 dial 3660 digit 6789 interval 100
!
!
!
dial-peer voice 500 pots
 service stcapp
 port 2/0
!
dial-peer voice 501 pots
 service stcapp
 port 2/1
!

Verificando e Solucionando Problemas de Configuração

Use os seguintes comandos no gateway de voz do Cisco IOS para verificar a configuração e o status do aplicativo STC e do SCCP:

show call application voice summary — Exibe se o aplicativo STC está em execução.

show call application voice stcapp — Exibe estatísticas e o estado detalhados do aplicativo.

show call active voice — Exibe o número de chamadas atualmente ativas. Os trechos de chamada associados a este recurso são incluídos na listagem "Trechos de chamada controlados pelo agente de chamadas".

show sccp [all | connections | statistics] — Exibe informações sobre o SCCP como status administrativo e operacional.

show stcapp device summary — Exibe um resumo dos pontos finais associados ao aplicativo STC, além dos respectivos estados, tipos e números de diretório.

show stcapp device [name device-name | voice-port port] — Exibe informações para um único ponto final associado ao aplicativo STC. Se uma chamada ativa estiver em andamento, a saída exibirá informações adicionais relacionadas à chamada.

show stcapp statistics [all | voice-port port] — Exibe estatísticas da chamada para os pontos finais associados ao aplicativo STC.

show running-config — Exibe os valores não padrão da configuração em execução.

Use os seguintes comandos no gateway de voz do Cisco IOS para solucionar problemas do aplicativo STC e do SCCP:

debug [voip | voz] application stcapp all—Exibe a depuração detalhada para todas as portas.

debug [voip | voz] application stcapp error—Exibe a depuração de erros para todas as portas.

debug [voip | voz] application stcapp events—Exibe a depuração de eventos de fluxo de chamadas para todas as portas.

debug [voip | voz] application stcapp functions—Exibe a depuração de funções para todas as portas.

debug [voip | voz] application stcapp port port—Exibe a depuração detalhada somente para a porta especificada.

debug sccp all—Exibe a depuração detalhada para todas as informações de rastreamento de depuração do SCCP.

debug sccp config—Exibe a depuração de auto-configuração/download do SCCP.

debug sccp errors—Exibe a depuração de erros do SCCP.

debug sccp events—Exibe a depuração de eventos do SCCP.

debug sccp packets—Exibe a depuração de pacotes do SCCP.

debug sccp parser—Exibe a depuração do analisador e construtor do SCCP.

Use os seguintes comandos no gateway de voz do Cisco IOS para capturar e exibir um log do STCAPP:

debug voip application stcapp buffer-history—Habilita o registro de eventos para as portas STCAPP.

show stcapp buffer-history—Exibe eventos do fluxo e dispositivos de chamadas gravados no log de eventos.

Use o seguinte comando no gateway de voz do Cisco IOS para filtrar a saída de comandos de depuração, com base na porta de voz individual:

debug condition port de voz port


Observação Para mais informações sobre esses comandos, consulte a Referências a Comandos de Voz da Cisco, Referências a Comandos de Depuração do Cisco IOS, Versão 12.4T e Referências a Comandos Básicos de Configuração do Cisco IOS, Versão 12.4.


Exemplos de Configurações para Portas Analógicas SCCP

Esta seção aborda os seguintes exemplos:

Configuração de Portas Analógicas SCCP do Cisco IOS Gateway de Voz: Exemplo

PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF e Discagem Rápida Aprimorada: Exemplo

Configuração de Portas Analógicas SCCP do Cisco IOS Gateway de Voz: Exemplo

O exemplo a seguir mostra uma configuração de um gateway de voz do Cisco VG 224 no Cisco IOS Versão 12.4(2)T.

Router# show running-config

Building configuration...

Current configuration : 3442 bytes
!
version 12.4
no service pad
service timestamps debug datetime msec
service timestamps log datetime msec
no service password-encryption
!
hostname Router
!
boot-start-marker
boot-end-marker
!
!
no aaa new-model
!
resource manager
!
ip subnet-zero
no ip dhcp use vrf connected
!
!
no ftp-server write-enable
!
stcapp ccm-group 1
stcapp
!
stcapp feature access-code
 prefix *#
 call forward all 2
 call forward cancel 9
!
stcapp feature speed-dial
 prefix ##
 redial 9
 voicemail 8
 speed dial from 3 to 7
!
!
template address
!
voice-card 0
!
!
!
!
!
interface FastEthernet0/0
 ip address 10.4.138.5 255.255.0.0
 duplex auto
 speed auto
!
interface FastEthernet0/1
 no ip address
 shutdown
 duplex auto
 speed auto
!
ip default-gateway 10.4.0.1
ip classless
ip route 223.255.254.0 255.255.255.0 10.4.0.1
!
ip http server
!
!
!
control-plane
!
!
voice-port 2/0
 caller-id enable
!
voice-port 2/1
 caller-id enable
!
voice-port 2/2
 caller-id enable
!
voice-port 2/3
 caller-id enable
!
voice-port 2/4
!
voice-port 2/5
!
voice-port 2/6
!
voice-port 2/7
!
voice-port 2/8
!
voice-port 2/9
!
voice-port 2/10
!
voice-port 2/11
!
voice-port 2/12
!
voice-port 2/13
!
voice-port 2/14
!
voice-port 2/15
!
voice-port 2/16
!
voice-port 2/17
!
voice-port 2/18
!
voice-port 2/19
!
voice-port 2/20
!
voice-port 2/21
!
voice-port 2/22
!
voice-port 2/23
!
!
!
sccp local FastEthernet0/0
sccp ccm 10.4.131.200 identifier 7815
sccp ccm 10.4.138.77 identifier 7825
sccp
!
sccp ccm group 1
 associate ccm 7815 priority 1
 associate ccm 7825 priority 2
!
!
dial-peer voice 500 pots
 service stcapp
 port 2/0
!
dial-peer voice 501 pots
 service stcapp
 port 2/1
!
dial-peer voice 502 pots
 service stcapp
 port 2/2
!
dial-peer voice 503 pots
 service stcapp
 port 2/3
!
dial-peer voice 504 pots
 service stcapp
 port 2/4
!
dial-peer voice 505 pots
 service stcapp
 port 2/5
!
dial-peer voice 506 pots
 service stcapp
 port 2/6
!
dial-peer voice 507 pots
 service stcapp
 port 2/7
!
dial-peer voice 508 pots
 service stcapp
 port 2/8
!
dial-peer voice 509 pots
 service stcapp
 port 2/9
!
dial-peer voice 510 pots
 service stcapp
 port 2/10
!
dial-peer voice 511 pots
 port 2/11
!
dial-peer voice 512 pots
 service stcapp
 port 2/12
!
dial-peer voice 513 pots
 service stcapp
 port 2/13
!
dial-peer voice 514 pots
 service stcapp
 port 2/14
!
dial-peer voice 515 pots
 service stcapp
 port 2/15
!
dial-peer voice 516 pots
 service stcapp
 port 2/16
!
dial-peer voice 517 pots
 service stcapp
 port 2/17
!
dial-peer voice 518 pots
 service stcapp
 port 2/18
!
dial-peer voice 519 pots
 service stcapp
 port 2/19
!
dial-peer voice 520 pots
 service stcapp
 port 2/20
!
dial-peer voice 521 pots
 service stcapp
 port 2/21
!
dial-peer voice 522 pots
 service stcapp
 port 2/22
!
dial-peer voice 523 pots
 service stcapp
 port 2/23
!
!
line con 0
 exec-timeout 0 0
 transport preferred all
 transport output all
line aux 0
 transport preferred all
 transport output all
line vty 0 4
 login
 transport preferred all
 transport input all
 transport output all
!
end

PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF e Discagem Rápida Aprimorada: Exemplo

O exemplo a seguir mostra um PLAR com dígitos out-pulse DTMF e discagem rápida aprimorada em um gateway de voz do Cisco VG 224 no Cisco IOS Versão 12.4(6)T.

Router# show running-config

Building configuration...

Current configuration : 3442 bytes
!
version 12.4
no service pad
service timestamps debug datetime msec
service timestamps log datetime msec
no service password-encryption
!
hostname Router
!
boot-start-marker
boot-end-marker
!
!
no aaa new-model
!
resource manager
!
ip subnet-zero
no ip dhcp use vrf connected
!
!
no ftp-server write-enable
!
stcapp ccm-group 1
stcapp
!
stcapp feature access-code
 prefix *#
 call forward all 2
 call forward cancel 9
!
stcapp feature speed-dial
 digit 2
 voicemail 55
 speed dial from 11 to 17
!
!
template address
!
voice-card 0
!
!
!
!
!
!
!
interface FastEthernet0/0
 ip address 10.4.138.5 255.255.0.0
 duplex auto
 speed auto
!
interface FastEthernet0/1
 no ip address
 shutdown
 duplex auto
 speed auto
!
ip default-gateway 10.4.0.1
ip classless
ip route 223.255.254.0 255.255.255.0 10.4.0.1
!
ip http server
!
!
!
control-plane
!
!
voice-port 2/0
 caller-id enable
!
voice-port 2/1
 caller-id enable
!
voice-port 2/2
 caller-id enable
!
voice-port 2/3
 caller-id enable
!
voice-port 2/4
!
voice-port 2/5
!
voice-port 2/6
!
voice-port 2/7
!
voice-port 2/8
!
voice-port 2/9
!
voice-port 2/10
!
voice-port 2/11
!
voice-port 2/12
!
voice-port 2/13
!
voice-port 2/14
!
voice-port 2/15
!
voice-port 2/16
!
voice-port 2/17
!
voice-port 2/18
!
voice-port 2/19
!
voice-port 2/20
!
voice-port 2/21
!
voice-port 2/22
!
voice-port 2/23
!
!
!
sccp local FastEthernet0/0
sccp ccm 10.4.131.200 identifier 7815
sccp ccm 10.4.138.77 identifier 7825
sccp ccm 172.16.18.4 identifier 37454
sccp
!
sccp ccm group 1
 associate ccm 7815 priority 1
 associate ccm 7825 priority 2
 associate ccm 37454 priority 3
 registration timeout 3
 keepalive retries 1
 keepalive timeout 3
 switchback method graceful
!
sccp plar
  voiceport 2/0 dial 3660 digit 1234 wait-connect 500 interval 200
  voiceport 2/1 dial 3264 digit 678,,,9*0,,#123 interval 100
  voiceport 2/3 dial 3478 digit 34567 wait-connect 500
!
!
dial-peer voice 500 pots
 service stcapp
 port 2/0
!
dial-peer voice 501 pots
 service stcapp
 port 2/1
!
dial-peer voice 502 pots
 service stcapp
 port 2/2
!
dial-peer voice 503 pots
 service stcapp
 port 2/3
!
dial-peer voice 504 pots
 service stcapp
 port 2/4
!
dial-peer voice 505 pots
 service stcapp
 port 2/5
!
dial-peer voice 506 pots
 service stcapp
 port 2/6
!
dial-peer voice 507 pots
 service stcapp
 port 2/7
!
dial-peer voice 508 pots
 service stcapp
 port 2/8
!
dial-peer voice 509 pots
 service stcapp
 port 2/9
!
dial-peer voice 510 pots
 service stcapp
 port 2/10
!
dial-peer voice 511 pots
 port 2/11
!
dial-peer voice 512 pots
 service stcapp
 port 2/12
!
dial-peer voice 513 pots
 service stcapp
 port 2/13
!
dial-peer voice 514 pots
 service stcapp
 port 2/14
!
dial-peer voice 515 pots
 service stcapp
 port 2/15
!
dial-peer voice 516 pots
 service stcapp
 port 2/16
!
dial-peer voice 517 pots
 service stcapp
 port 2/17
!
dial-peer voice 518 pots
 service stcapp
 port 2/18
!
dial-peer voice 519 pots
 service stcapp
 port 2/19
!
dial-peer voice 520 pots
 service stcapp
 port 2/20
!
dial-peer voice 521 pots
 service stcapp
 port 2/21
!
dial-peer voice 522 pots
 service stcapp
 port 2/22
!
dial-peer voice 523 pots
 service stcapp
 port 2/23
!
!
line con 0
 exec-timeout 0 0
 transport preferred all
 transport output all
line aux 0
 transport preferred all
 transport output all
line vty 0 4
 login
 transport preferred all
 transport input all
 transport output all
!
end

Referências Adicionais

As seções a seguir apresentam referências relacionadas ao suporte para portas FXS de telefone analógico SCCP no gateway de voz do Cisco IOS.

Documentação Relacionada

Tópico Relacionado
Título do Documento

Cisco Unified CallManager

Documentação do Cisco Unified CallManager

Cisco Unified CallManager Express

Documentação do Cisco Unified CallManager Express

Depuração do Cisco IOS

Referências a Comandos de Depuração do Cisco IOS, Versão 12.4T

Comandos de voz do Cisco IOS

Referências a Comandos de Voz do Cisco IOS

Configuração de voz do Cisco IOS

Biblioteca de Configuração de Voz do Cisco IOS

Gateway de voz do Cisco IOS

Documentação do Gateway de voz

Conferência e transcodificação de recursos

Capítulo "Configurando Conferência Avançada e Transcodificação para Routers do Gateway de Voz" no Guia de Interoperabilidade do Cisco Unified CallManager e Cisco IOS.

Conferência e transcodificação de recursos

Exemplo de Configuração do DSP Farm do Cisco CallManager e Gateway do IOS


Padrões

Padrões
Título

Não há suporte para padrões novos ou modificados neste recurso, e o suporte para os padrões existentes não foi modificado por este recurso.


MIBs

MIBs
Ligação de MIBs

Não há suporte para MIBs novos ou modificados neste recurso, e o suporte para os MIBs existentes não foi modificado por este recurso.

Para localizar e fazer download de MIBs para plataformas, versões do Cisco IOS e conjuntos de recursos selecionados, use o Localizador de MIBs da Cisco, no seguinte URL:

http://tools.cisco.com/ITDIT/MIBS/servlet/index


RFCs

RFCs
Título

Não há suporte para RFCs novos ou modificados neste recurso, e o suporte para os RFCs existentes não foi modificado por este recurso.


Assistência Técnica

Descrição
Ligação

O website da Cisco Technical Support contém milhares de páginas de conteúdo técnico pesquisável, incluindo ligações para produtos, tecnologias, soluções, dicas técnicas e ferramentas. Os usuários registrados da Cisco.com podem fazer login nessa página para acessar ainda mais conteúdo.

http://www.cisco.com/cisco/web/BR/support/index.html


Informações de Recurso para Portas Analógicas SCCP

A Tabela 3 relaciona os recursos apresentados neste documento e fornece ligações para informações sobre configurações específicas.

É possível que nem todos os comandos estejam disponíveis em sua versão do Cisco IOS Software . Para mais informações sobre um comando específico de uma versão, consulte a documentação de referências a comandos.

As imagens do Cisco IOS Software são específicas para uma versão desse software, um conjunto de recursos e uma plataforma. Use o Cisco Feature Navigator para localizar informações sobre suporte de plataforma e suporte de imagem do software Cisco IOS. Acesse o Cisco Feature Navigator em http://tools.cisco.com/ITDIT/CFN/jsp/index.jsp. É necessário ter uma conta em Cisco.com. Se não possui uma conta ou esqueceu o nome de usuário ou a senha, clique em Cancelar na caixa de diálogo de login e siga as instruções exibidas.


Observação A Tabela 3 relaciona apenas a versão do software Cisco IOS que lançou o suporte para determinado recurso, em determinado treinamento da versão do software Cisco IOS. A menos que especificado de outra forma, as versões subseqüentes desse treinamento da versão do software Cisco IOS também têm suporte para esse recurso.


Tabela 3 Informações de Recurso para Portas Analógicas SCCP 

Nome do Recurso
Versões
Informações do Recurso

Portas Analógicas Controladas por SCCP (FXS) com Recursos Suplementares em Gateways IOS

12.4(2)T

Habilita os recursos complementares do SCCP em portas analógicas FXS em um gateway de voz do Cisco VG 224 sob o controle do Cisco CallManager ou de um sistema Cisco Unified CME.

As seções a seguir fornecem informações sobre este recurso:

Interoperabilidade do Cisco IOS Gateway de Voz com Cisco Unified CallManager ou Cisco Unified CME

Descrições de Recurso de Telefone Analógico SCCP

Habilitando SCCP em Gateway de Voz

Habilitando o Aplicativo STC para Portas Analógicas

Os seguintes comandos foram lançados ou modificados por este recurso: call forward all, call forward cancel, debug voip application stcapp buffer-history, pickup direct, pickup group, pickup local, prefix (stcapp-fac), prefix (stcapp-fsd), redial, show stcapp buffer-history, show stcapp device, show stcapp feature codes, speed dial, stcapp feature access-code, stcapp feature speed-dial, supervisory disconnect, timeouts power-denial e voicemail (stcapp-fsd).

SCCP PLAR com Dígitos de Pulso de Saída DTMF para Telefones Analógicos FXS

12.4(6)T

Oferece suporte a ring-down automático para linha privada (PLAR) e recursos de discagem rápida aprimorada para portas analógicas SCCP em um gateway de voz Cisco VG 224, sob o controle do Cisco Unified CallManager ou de um sistema Cisco Unified CME.

As seções a seguir fornecem informações sobre este recurso:

PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF

Discagem Rápida Aprimorada em Telefones Analógicos SCCP

Habilitando e Alterando Códigos de Discagem Rápida do Recurso

Configurando PLAR com Dígitos Out-Pulse DTMF

Os seguintes comandos foram lançados ou modificados por este recurso: debug condition voice-port, digit, sccp plar, show stcapp feature codes, speed dial, voicemail (stcapp-fsd) e voiceport.