Voz e comunicações unificadas : Cisco Unified Communications Manager (CallManager)

Instalando o Cisco Customer Directory Configuration Plugin para o Cisco CallManager Versão 4.1(3)

1 Abril 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (1 Março 2005) | Feedback

Índice

Instalando o Cisco Customer Directory Configuration Plugin para o Cisco CallManager Versão 4.1(3)

Índice

Visão Geral do isco Customer Directory Configuration Plugin

Integrando o Diretório após uma Instalação ou Atualização do Cisco CallManager

Instalando o Cisco Customer Directory Configuration Plugin

Integrando o Netscape Directory Server com o Cisco CallManager

Integrando o Microsoft Active Directory com o Cisco CallManager

Suporte para Multicluster Integration com o Active Directory

Criando o Registro Atualização Permitida do Esquema para o AD 2003

Definindo Access Control Lists para o Active Directory

Criando um Usuário Admin do DCD

Atribuindo Direitos a ciscoatUserProfile, ciscoatuserProfileString e ciscoatGUID

Atribuindo Direitos a CiscoOU

Definindo Access Control Lists para o Netscape Directory

Habilitando Serviços IP Cisco após a Integração de Diretórios no Servidor de Base de Dados do Editor (Obrigatório)

Importando Dados dos Arquivos LDIF para o Enterprise Directory

Executando o ldapmodify.exe para Importar Dados de Arquivos LDIF

Restaurando Aplicativos Após Integração de Diretórios (Obrigatório se o Aplicativo Estiver Instalado)

Adicionando e Excluindo Usuários, em Cisco CallManager Administration

Análise de falhas

Mensagem de Erro da Instalação

Obtendo os Arquivos de Registro

Obtendo Documentação

Cisco.com

Solicitando Documentação

Feedback da Documentação

Obtendo Assistência Técnica

Website de Suporte Técnico da Cisco

Enviando uma Requisição de Serviço

Definições de Severidade da Requisição de Serviço

Obtendo Publicações e Informações Adicionais


Instalando o Cisco Customer Directory Configuration Plugin para o Cisco CallManager Versão 4.1(3)


O Cisco CallManager utiliza um diretório LDAP (Lightweight Directory Access Protocol) para armazenar dados, também informações de autenticação e autorização sobre os usuários de aplicativos Cisco CallManager, que fazem interface com o Cisco CallManager. A autenticação estabelece o direito do usuário de acessar o sistema, enquanto a autorização identifica os recursos de telefonia que um usuário tem permissão para utilizar, como uma extensão de telefone específica. O Cisco CallManager armazena os seguintes dados no diretório LDAP:

Perfis de usuários de aplicativo específico (por exemplo, os dispositivos associados a um usuário, se os dispositivos estão habilitados para utilizar aplicativos CTI e assim por diante.)

Informações dos serviços de Diretório Pessoal, Catálogo de Endereços Pessoal e Discagens Rápidas Pessoais

Informações de autenticação do Cisco Callmanager Multilevel Administration

Informações do usuário na janela Informações do Usuário no Cisco CallManager Administration

O Cisco CallManager utiliza o DC-Directory (Data Connection Directory) como diretório LDAP integrado. O Plug-in de Diretórios do Cliente Cisco permite integrar o Cisco CallManager a um dos seguintes diretórios corporativos:

Microsoft Active Directory (AD), disponível com o Microsoft Windows 2000

Microsoft Active Directory (AD 2003), disponível com o Microsoft Windows 2003

Netscape Directory Server, Versão 4.1 e 4.2, e Sun ONE Directory Server 5.x

Uma vez concluída a configuração do diretório LDAP, você pode utilizar o serviço de Diretório Corporativo em seu telefone IP Cisco modelos 7940, 7960 e 7970 para procurar usuários no diretório corporativo. É possível também fazer upload dos arquivos de aplicativo de fluxo de trabalho concluído no diretório. O servidor de aplicativo faz download dos arquivos para a execução de aplicativos de fluxo de trabalho quando você utiliza o cliente de administração para iniciar um aplicativo específico.


Observação Você pode fazer a configuração do serviço de Diretório Corporativo no Cisco IP Phone para acessar um diretório corporativo sem integrar o Cisco CallManager. Para obter informações sobre a integração apenas do serviço de Diretório Corporativo com o Cisco IP Phone, consulte a documentação incluída no SDK de serviços de telefone IP que está disponível no site cisco.com.


Índice

Visão Geral do isco Customer Directory Configuration Plugin

Integrando o Diretório após uma Instalação ou Atualização do Cisco CallManager

Instalando o Cisco Customer Directory Configuration Plugin

Integrando o Netscape Directory Server com o Cisco CallManager

Integrando o Microsoft Active Directory com o Cisco CallManager

Definindo Access Control Lists para o Active Directory

Habilitando Serviços IP Cisco após a Integração de Diretórios no Servidor de Base de Dados do Editor (Obrigatório)

Importando Dados dos Arquivos LDIF para o Enterprise Directory

Executando o ldapmodify.exe para Importar Dados de Arquivos LDIF

Restaurando Aplicativos Após Integração de Diretórios (Obrigatório se o Aplicativo Estiver Instalado)

Adicionando e Excluindo Usuários, em Cisco CallManager Administration

Análise de falhas

Mensagem de Erro da Instalação

Obtendo os Arquivos de Registro

Obtendo Documentação

Obtendo Assistência Técnica

Visão Geral do isco Customer Directory Configuration Plugin

Utilize o isco Customer Directory Configuration Plugin apenas se desejar integrar o Cisco CallManager com o diretório corporativo e não quiser utilizar o DC-Directory integrado. Esse plug-in, que inclui suporte para Netscape Directory Server e Microsoft Active Directory, é instalado somente em servidores que executam o Cisco CallManager 3.0(10) ou posterior. Começando com o servidor de base de dados do editor, você instala o plug-in em todos os servidores Cisco CallManager do cluster. No servidor de base de dados do editor, o plug-in instala o esquema, configura o diretório e integra o Cisco CallManager com o diretório. Nos servidores do assinante, o plug-in só integra o Cisco CallManager com o diretório.

Você deve ter uma conta de diretório com direitos de extensão do esquema. Para mais informações sobre como obter esses direitos e assistência para instalação e configuração, entre em contato com o administrador do Netscape Directory Server ou Microsoft Active Directory.


Cuidado O Microsoft Active Directory não suporta exclusão de esquema. Depois de ter instalado as extensões de esquema Cisco, não será possível reverter para o esquema anterior. A Cisco recomenda que você faça um backup do servidor do Microsoft Active Directory, principalmente do mestre de esquemas, antes de instalar/fazer a configuração do Cisco Customer Directory Configuration Plugin e de instalar as extensões de esquemas Cisco no servidor do Microsoft Active Directory. Para obter informações sobre como fazer backup do servidor Microsoft Active Directory, entre em contato com o administrador do Microsoft Active Directory.


Cuidado O uso de caracteres diferentes de ISO-Latin1 superiores a 127 com o DC Directory, o Netscape Directory ou o Active Directory poderá causar erros do base de dados de diretórios. O Cisco CallManager Versão 4.1(3) suporta todos os caracteres ISO-Latin1 (ISO-8859-1) e todos que não sejam ISO-Latin1 na faixa de 0 a 127 com qualquer diretório. O Cisco CallManager suporta apenas caracteres ISO-Latin1 e ASCII na área Usuário do Cisco CallManager Administration. Após o download do instalador de localidade, você poderá exibir nomes de campos na área Usuário do Cisco CallManager Administration no idioma escolhido. Entretanto, o Cisco CallManager suporta apenas caracteres ISO-Latin1 (ISO-8859-1) e caracteres diferentes de ISO-Latin1 na faixa de 0 a 127 nos campos e em todas as contas e senhas do usuário que são necessárias para acessar essas janelas. Se um usuário digitar dados que não estão na faixa permitida de caracteres, uma caixa de diálogo será exibida e informará que o usuário deve digitar dados utilizando apenas caracteres ISO-Latin1 e caracteres diferentes de ISO-Latin1 na faixa de 0 a 127. O CAR suporta todos os caracteres ISO-Latin1 (ISO-8859-1) e caracteres diferentes de ISO-Latin1 na faixa de 0 a 127.

Integrando o Diretório após uma Instalação ou Atualização do Cisco CallManager

Utilize o Cisco Customer Directory Configuration Plugin apenas se desejar integrar o Cisco CallManager com o diretório corporativo e não quiser utilizar o DC-Directory integrado. Depois de concluir a instalação ou atualização do Cisco CallManager em cada servidor no cluster, instale ou atualize o plug-in; sempre instale o plug-in no servidor de base de dados do editor antes de instalá-lo nos servidores do assinante. Para obter mais informações sobre a ordem de instalação do plug-in, consulte Tabela 1.


Observação Se você atualizar o Cisco CallManager depois de integrar o diretório corporativo com o Cisco CallManager, reinstale o Cisco Customer Directory Configuration Plugin em cada servidor do cluster utilizando como orientação a Tabela 1, a seção de instalação e as seções de integração apropriadas. Após uma atualização do Cisco CallManager, a reinstalação do plug-in ocupa o diretório corporativo com todas as extensões de esquemas e entradas de dados adicionais que a versão do Cisco CallManager precisa.



Cuidado Não utilize Serviços de Terminal para instalar ou atualizar o plug-in. A Cisco instala Serviços de Terminal para que o Centro de Assistência Técnica (TAC) Cisco possa executar tarefas remotas de gerenciamento e análise de falhas. Você pode utilizar a VNC (Virtual Network Computing) para instalar o plug-in, mas lembre-se de que a VNC pode causar alto uso de CPU na rede. Para obter mais informações sobre como utilizar a VNC, clique no seguinte URL http://www.cisco.com/univercd/cc/td/doc/product/voice/iptel_os/vnc/index.htm

Para instalar o plug-in após instalação ou atualização do Cisco CallManager, execute as tarefas na ordem especificada na Tabela 1:

Tabela 1 Ordem de Instalação do Plug-in 

Tarefa
Informações relacionadas

Etapa 1 

Verifique se você concluiu a instalação/atualização do Cisco CallManager em cada servidor no cluster.

Consulte a documentação de instalação e atualização do Cisco CallManager que corresponda a esta versão do plug-in.

Etapa 2 

No servidor de base de dados do editor, desabilite e pare todos os aplicativos de terceiros, aprovados pela Cisco, bem como todos os aplicativos suportados pela Cisco, como Cisco Security Agent, serviços antivírus McAfee, Prognosis etc., se esses aplicativos estiverem instalados.

Consulte a documentação de apoio do aplicativo a ser desabilitado.

Etapa 3 

No servidor de base de dados do editor, instale o Cisco Customer Directory Configuration Plugin.

Instalando o Cisco Customer Directory Configuration Plugin

Integrando o Netscape Directory Server com o Cisco CallManager

Integrando o Microsoft Active Directory com o Cisco CallManager

Etapa 4 

Somente no servidor de base de dados do editor, execute a ferramenta CCMPWDChanger a fim de alterar as senhas para CCMSysUser, CCMAdministrator e IPMASysUser.

Esta etapa se aplica apenas ao Active Directory.

Habilitando Serviços IP Cisco após a Integração de Diretórios no Servidor de Base de Dados do Editor (Obrigatório)


Cuidado Antes de instalar o Cisco Customer Directory Configuration Plugin nos servidores do assinante, execute o procedimento na seção "Habilitando Serviços IP Cisco após a Integração de Diretórios no Servidor de Base de Dados do Editor (Obrigatório)". Se você tentar instalar o plug-in nos servidores de assinantes antes de realizar o procedimento de integração de serviços, a instalação exibirá uma mensagem e os serviços Cisco Call Back, Cisco IP Manager Assistant (Cisco IPMA) e Cisco CallManager Extension Mobility não funcionarão.

Etapa 5 

Observação É necessário executar essa etapa obrigatória após a instalação do plug-in.

No servidor de base de dados do editor, faça a configuração do MLA (Multilevel Administration Access) para mover todos os usuários e grupos de usuários para o novo diretório. Certifique-se de que a janela do MLA seja exibida sem erros.

Se a instalação do plug-in for nos servidores do assinante, execute esta etapa nos servidores do assinante.

Instalando o Cisco Customer Directory Configuration Plugin, Etapa 8.

Etapa 6 

Somente no servidor de base de dados do editor, execute uma ferramenta LDIF (LDAP Data Interchange Format) para processar os dados e atualizar o diretório.

A ferramenta, ldapmodify.exe, existe no servidor para importação dos dados do arquivo LDIF para o diretório. Você poderá utilizar uma ferramenta diferente para importar os dados, se desejar.

Importando Dados dos Arquivos LDIF para o Enterprise Directory

Você deverá executar a Etapa 6 quando escolher apenas a opção Gerar Arquivos LDIF de Configuração (modo Personalizado). Não é necessário executar a Etapa 6 nos seguintes casos:

Se você escolher o modo Expresso.

Se você não escolher a opção Gerar Arquivos LDIF de Configuração (modo Personalizado).

Etapa 7 

Após a execução da ferramenta CCMPWDChanger e a alteração das senhas apropriadas, habilite todos os aplicativos de terceiros, aprovados pela Cisco e aplicativos suportados pela Cisco no servidor de base de dados do editor.

Consulte a documentação de apoio do aplicativo a ser habilitado.

Etapa 8 

Nos servidores do assinante, desabilite e pare todos os aplicativos de terceiros, aprovados pela Cisco, bem como todos os aplicativos suportados pela Cisco, como Cisco Security Agent, serviços antivírus McAfee, Prognosis etc., se esses aplicativos estiverem instalados.

Consulte a documentação de apoio do aplicativo a ser desabilitado.

Etapa 9 

Nos servidores do assinante, instale o Cisco Customer Directory Configuration Plugin.

Digite o nome do host e o número da porta do servidor de diretório. O valor lido do editor preenche previamente o nome do host e o número da porta. No servidor do assinante, você poderá alterar o nome do host e o número da porta para que o equilíbrio de carga possa ser feito apontando para um servidor alternativo que tenha os dados replicados no servidor com o qual o editor está integrado.

Você também pode habilitar ou desabilitar o SSL.

Dica Depois de verificar se você instalou o plug-in e alterou as senhas no servidor de base de dados do editor, será possível instalar o plug-in em todos os servidores do assinante simultaneamente.

Instalando o Cisco Customer Directory Configuration Plugin

Integrando o Netscape Directory Server com o Cisco CallManager

Integrando o Microsoft Active Directory com o Cisco CallManager

Etapa 10 

Depois de instalar o Cisco Customer Directory Configuration Plugin nos servidores do assinante, habilite os aplicativos de terceiros aprovados pela Cisco, bem como os aplicativos suportados pela Cisco.

Consulte a documentação de apoio do aplicativo a ser habilitado.

Etapa 11 

Restaure os aplicativos que utilizavam o DC-Directory.

Restaurando Aplicativos Após Integração de Diretórios (Obrigatório se o Aplicativo Estiver Instalado)

Instalando o Cisco Customer Directory Configuration Plugin

Execute as seguintes etapas para instalar o Cisco Customer Directory Configuration Plugin:


Etapa 1 Começando pelo servidor do editor, escolha Iniciar > Programas > Cisco CallManager > Cisco CallManager Administration e efetue login com privilégios administrativos do sistema.

Etapa 2 Escolha Aplicativo > Instalar Plug-ins.

Etapa 3 Clique no ícone do plug-in para Cisco Customer Directory Configuration.

Etapa 4 Faça o download do plug-in para a área de trabalho.

Etapa 5 Dê um clique duplo no ícone do plug-in de Cisco Customer Directory Configuration exibido na área de trabalho.

Etapa 6 Um prompt poderá pedir para você confirmar se o servidor host age como servidor do editor ou do assinante. Se você já tiver integrado o Cisco CallManager com o Netscape Directory ou o Microsoft Active Directory, o plug-in não exibirá esse prompt. Se o servidor host agir como assinante, um prompt solicitará autenticação para o servidor do editor. Digite o nome do usuário e a senha do Windows 2000 com direitos administrativos locais no servidor do editor.

A Cisco exige autenticação para o servidor de base de dados do editor, de modo que determinados campos sejam preenchidos automaticamente durante o processo de configuração. Você deverá digitar a senha do editor durante a instalação do servidor do assinante, ou o plug-in finalizará a instalação automaticamente.

O plug-in também tenta recuperar o ID do usuário e a senha criptografada dos usuários do sistema Cisco CallManager (CCMSysUser, CCMAdministrator e IPMASysUser) no registro do editor. Se o plug-in não puder recuperar esses IDs e senhas do usuário, uma mensagem de aviso será exibida com um campo no qual você poderá definir as senhas no editor. Se você clicar em OK sem digitar as senhas do usuário do sistema e o plug-in não puder recuperá-las no editor, uma segunda mensagem de aviso será exibida para indicar que o plug-in não pôde recuperar a senha. A instalação continua, mas você deve definir essas senhas após a instalação utilizando o procedimento descrito na seção "Habilitando Serviços IP Cisco Após a Integração de Diretórios no Servidor de Base de Dados do Editor (Obrigatório)".

Etapa 7 Na janela Componentes, você poderá ver uma ou mais das seguintes opções. Na janela, marque uma das seguintes opções:

Se você marcar Configurar Netscape Directory Server (ou Atualizar Configuração do Netscape Directory), vá para a seção "Integrando o Netscape Directory Server com o Cisco CallManager".

Se você marcar Configurar Active Directory Server (ou Atualizar Configuração do Microsoft Active Directory), vá para a seção "Integrando o Microsoft Active Directory com o Cisco CallManager".


Observação Se você marcar Desinstalar Configuração do Active Directory (ou Desinstalar Configuração do Netscape Directory), que está disponível após uma instalação inicial, o Cisco CallManager será integrado automaticamente com o DC-Directory.


Etapa 8 Para retornar ao aplicativo Cisco CallManager, escolha Iniciar > Programas > Cisco CallManager > Cisco CallManager Administration.

Etapa 9 Para fazer a configuração do parâmetro corporativo do MLA, escolha User > Access Rights > Configure MLA Parameter (Usuário > Direitos de Acesso > Configuração do Parâmetro MLA).

Certifique-se de que a janela Configuração de Parâmetro Corporativo do MLA seja exibida sem erros. Consulte a Tabela 2 para ver um exemplo das informações que são exibidas.

Tabela 2 Parâmetros Corporativos do MLA 

Nome do Parâmetro
Valor do Parâmetro

Base do Grupo de Usuários

ou=MultiLevelAdmin,ou=Admins,o=cisco.com

Base do Usuário Administrativo

ou=Users,o=cisco.com

Nível de Depuração

Nenhum

Privilégios de Acesso Efetivos Para Sobrepor Grupos de Usuários

Máximo

Privilégios de Acesso Efetivos Para Sobrepor Grupos Funcionais

Máximo

MultiLevelAdmin Habilitado

Falso


Etapa 10 Se a janela Configuração de Parâmetro Corporativo do MLA exibir erros, execute as seguintes etapas:

a. Acesse os arquivos de rastreamento no diretório de rastreamentos do MLA (C:\program files\cisco\traces\MLA).

b. Procure a informação DirAndUInn.txt (onde nn=01, 02, 03 ...) e Permissions0000000nn.txt (onde nn=01, 02, 03 ...).

c. Salve o arquivo de rastreamento (para fins de depuração).

d. Pare os Serviços Admin do IIS escolhendo Iniciar > Ferramentas Administrativas > Serviços.

e. Inicie os serviços Admin e World Wide Web Publishing do IIS.


Integrando o Netscape Directory Server com o Cisco CallManager

Execute as seguintes etapas para fazer a configuração do Netscape Directory Server:


Etapa 1 Você poderá receber um prompt com uma das duas seguintes opções de configuração:

a. Marque Expresso para que o plug-in faça a configuração do Netscape Directory e habilite a integração do Cisco CallManager com o Netscape Directory. No servidor do editor, o plug-in cria contêineres e objetos específicos da Cisco e atualiza as definições de configuração do servidor Cisco CallManager para apontar para o servidor Netscape Directory. Durante o processo de configuração, o programa de instalação também permite que você estenda o esquema. No servidor do assinante, o plug-in atualiza as definições de configuração e apresenta uma janela de configuração de segurança (LDAP sobre SSL). Clique em Avançar e vá para a Etapa 3.


Observação A Cisco recomenda marcar a opção Expresso. A Cisco disponibiliza a opção Personalizado aos administradores com experiência em Netscape Directory Server. Somente o servidor do editor pode acessar as opções Expresso e Personalizado.


b. Marque Personalizado para escolher as opções de instalação separadamente. Clique em Avançar e continue.

Etapa 2 Marque todas as caixas de seleção a seguir que se aplicarem. Para fazer isso, clique no botão Selecionar Tudo. Depois de escolher suas opções, clique em Avançar.

Configuração do Netscape Directory—Adiciona contêineres e objetos específicos da Cisco e permite estender o esquema.

Habilitar Integração do CallManager com o Netscape Directory—Atualiza as definições de configuração no servidor Cisco CallManager para apontar para o servidor Netscape Directory.

Gerar Arquivos LDIF de Configuração—Gera arquivos LDIF para configuração de diretórios. Se você quiser gerar os arquivos LDIF sem executar as operações no servidor de diretório, escolha somente esta opção (não as demais opções da janela). Para mais informações sobre os arquivos LDIF e sobre as tarefas adicionais que devem ser executadas, consulte a seção "Importando Dados dos Arquivos LDIF para o Enterprise Directory".


Cuidado Escolher somente a opção Gerar Arquivos LDIF de Configuração não integra seu diretório corporativo; se você escolher apenas a opção Gerar Arquivos LDIF de Configuração e não escolher as demais opções, será necessário executar o plug-in novamente em todos os servidores do cluster e escolher apenas a opção Habilitar a Integração do CallManager com o Netscape Directory depois de importar os arquivos LDIF para o diretório corporativo.

Etapa 3 A janela Informações do Cliente solicita as seguintes informações, conforme visto na Tabela 3. A maioria dos campos dessa janela exibe informações preenchidas previamente. Verifique se essas informações estão corretas antes de continuar o processo de configuração.


Observação Nos servidores do assinante, as informações previamente preenchidas provêm do servidor de base de dados do editor, e você pode editar somente os campos Nome do Host e Número da Porta.


Tabela 3 Janela Informações do Cliente 

Campo
Ação recomendada

Nome de Host

Digite o nome do host (ou endereço IP) onde você instalou o Netscape Directory.

Número da porta

Digite o número da porta na qual o Netscape Directory recebe as requisições LDAP.

Nome Distinto (DN) do Administrador de Diretórios

Digite o Nome Distinto do Administrador do Netscape Directory.

O DN do Administrador de Diretórios digitado nesse campo deve ter direitos de atualização de Esquema do Netscape Directory. Geralmente, os usuários que possuem direitos de atualização do esquema pertencem ao grupo Schema Admin . Entre em contato com o administrador do Netscape Directory para obter informações sobre usuários que podem atualizar o esquema.

Senha do Administrador de Diretórios

Digite a senha do Netscape Directory.

Confirmar Senha

Digite a senha do Netscape Directory novamente.

Nome Distinto de Configuração de Diretórios Cisco

Digite o Nome Distinto de Configuração de Diretórios Cisco. Este campo especifica o Nome Distinto (DN) onde o esquema dependente Cisco é criado para o Cisco CallManager.

Base de Pesquisa de Usuários

Digite a Base de Pesquisa de Usuários. O Cisco CallManager pesquisa usuários nessa base.

Base de Criação de Usuários

Digite a Base de Criação de Usuários. Todo usuário criado por meio do recurso Cisco CallManager Administration reside nesse nó no diretório.

Observação Torne a Base de Criação de Usuários idêntica à Base de Pesquisa de Usuários ou uma subárvore na Base de Pesquisa de Usuários. Caso contrário, você não poderá pesquisar os usuários criados em Cisco CallManager Administration.

Atributo de Nomenclatura de Usuários

Digite o Nome Distinto Relativo (RDN) para entradas de usuários. Os exemplos incluem cn, uid e assim por diante.

Atributo de Pesquisa de Usuários

Digite um atributo que pode ser usado para procurar usuários no diretório corporativo. Verifique se o valor desse atributo é exclusivo para cada usuário contido no diretório. Os exemplos incluem mail ou uid.


Observação O usuário digita o valor desse atributo no campo Identificação do Usuário quando o usuário efetua login na janela Opção do Usuário do Cisco IP Phone.



Etapa 4 Depois de digitar as informações nos campos, clique no botão Avançar.

Etapa 5 A caixa de diálogo Configuração do LDAP sobre SSL é exibida. Para implementar a segurança, marque a caixa de seleção Habilitar LDAP sobre SSL; de outra forma, clique no botão Avançar e continue na Etapa 9.

Etapa 6 Se você tiver marcado a caixa de seleção Habilitar LDAP sobre SSL, digite o número da porta SSL.

Etapa 7 Para continuar o processo de configuração da segurança, copie o certificado da CA que emitiu o certificado SSL instalado no servidor de diretórios no servidor do editor. O nome de arquivo deste certificado deve ser inserido na caixa de texto ao lado do botão Procurar (ou use o botão Procurar para localizar a cópia do arquivo existente no servidor do editor).


Observação Quando a segurança for configurada pela primeira vez, copie o certificado no servidor do editor e especifique o caminho para esse arquivo na caixa de texto da janela Configuração do LDAP sobre SSL. No caso de atualização e se o SSL já estiver habilitado, copie o arquivo do certificado e só especifique o caminho se o certificado tiver sido alterado a partir da instalação/atualização anterior.


Se você clicar em Procurar, será exibida uma nova janela para localizar o arquivo do certificado que deve ser selecionado.

Etapa 8 Clique no botão Avançar. O sistema começa a verificar se as informações da configuração foram corretamente inseridas.

Etapa 9 Se você tiver digitado as informações corretamente, uma janela de confirmação resumirá as informações de configuração. Clique no botão Avançar.


Observação Se você não tiver digitado as informações corretamente, uma mensagem será exibida solicitando as informações corretas.


Etapa 10 Clique no botão CONCLUIR e reinicialize o servidor imediatamente.


Integrando o Microsoft Active Directory com o Cisco CallManager

A Cisco recomenda que o Cisco CallManager e o Active Directory utilizem o mesmo servidor DNS. Se você não puder utilizar o mesmo servidor DNS, forneça o nome ao mapeamento de endereço IP para todos os servidores Active Directory (AD) de sua floresta AD no arquivo hosts ou utilize outro servidor DNS que possa resolver os nomes de todos os servidores AD de sua floresta AD.

Suporte para Multicluster Integration com o Active Directory

A Cisco oferece suporte para a integração de vários clusters do Cisco CallManager com a mesma floresta do Microsoft Windows Active Directory (AD), com as seguintes advertências:

Devido à natureza complexa de um grande número de possíveis combinações de configurações de AD do cliente e de aplicativos de voz Cisco que podem ser implantados em conjunto com o Cisco CallManager e que também usam o diretório, você deve adotar diretrizes específicas.

Antes de passar para uma integração multicluster, entre em contato com a equipe comercial local da Cisco para iniciar uma requisição desse suporte específico.

Ao implantar outros aplicativos de voz da Cisco além do Cisco CallManager, incluindo CAR (CDR Analysis and Reporting), MLA (Multilevel Administration), Cisco IPCC (IP Contact Center) e Cisco IPCC Express, limitações adicionais poderão se aplicar. Para informações adicionais, consulte a documentação aplicável e as Release Notes de seu produto específico.

Execute o procedimento a seguir para integrar o Cisco CallManager com o Microsoft Active Directory:


Etapa 1 Se você tiver marcado Configurar Active Directory Server (ou Atualizar Configuração do Active Directory), um prompt solicitará que você marque Expresso ou Personalizado, que são as opções de instalação disponíveis apenas ao servidor do editor. Marque a caixa de seleção apropriada e veja as etapas a seguir, dependendo da opção escolhida:

Para a Opção Expresso, consulte a Etapa 2.

Para a Opção Personalizado, consulte a Etapa 12.

Para assinantes, consulte a Etapa 3

Opção Expresso

A Cisco recomenda marcar a opção Expresso. A Cisco disponibiliza a opção Personalizado aos administradores com experiência em Microsoft Active Directory.

Etapa 2 Se você marcar Expresso, o plug-in configurará o Active Directory e permitirá a integração do Cisco CallManager com o Active Directory. No servidor do editor, o plug-in atualiza o esquema, cria contêineres e objetos específicos da Cisco e atualiza as definições de configuração do servidor Cisco CallManager para apontar para o servidor AD. Clique no botão Avançar e vá para a Etapa 3.

Etapa 3 Um prompt solicita o nome do host e o número da porta do servidor Microsoft Active Directory. O Cisco CallManager preenche previamente os campos quando os valores existem no registro.

a. No campo Nome do Host, digite o Nome do Host (ou endereço IP) do servidor Active Directory Schema Master.

b. No campo Número da Porta, digite o número da porta na qual o Microsoft Active Directory recebe as requisições LDAP. O padrão especifica 389.

Etapa 4 Se você estiver configurando um servidor do assinante e quiser fazer a configuração da segurança (LDAP sobre SSL), vá para a Etapa 7. Se você não quiser a segurança, vá para a Etapa 26; caso contrário, clique em Avançar e continue.

Etapa 5 No servidor de base de dados do editor, o plug-in obtém o nome do domínio no servidor Microsoft Active Directory. Na janela Configuração do Active Directory, você poderá ver as seguintes informações da Tabela 4 pré-preenchida nos campos. Verifique as informações antes de continuar o processo de configuração.

Tabela 4 Janela de Configuração do Active Directory 

Campo
Ação recomendada

Nome Distinto (DN) do Administrador de Diretórios

Digite o Nome Distinto do Administrador do Microsoft Active Directory.

O Nome Distinto (DN) do Administrador do Directory, inserido neste campo, deve ter direitos de atualização de Esquema do Active Directory. Geralmente, os usuários que possuem direitos de atualização do esquema pertencem ao grupo Schema Admin . Entre em contato com o administrador do Active Directory, para obter informações sobre os usuários que podem atualizar o esquema.

Senha do Administrador de Diretórios

Digite a senha para o usuário DN do Administrador do Directory.

Confirmar Senha

Digite a senha novamente.

Nome Distinto de Configuração de Diretórios Cisco

Digite o Nome Distinto de Configuração de Diretórios Cisco. Este campo especifica o Nome Distinto (DN) onde o esquema dependente Cisco é criado para o Cisco CallManager.

Base de Pesquisa de Usuários

Digite a Base de Pesquisa de Usuários. O Cisco CallManager pesquisa usuários nessa base.

Base de Criação de Usuários

Digite a Base de Criação de Usuários. Todo usuário criado por meio do recurso Cisco CallManager Administration reside nesse nó no diretório.

Observação Torne a Base de Criação de Usuários idêntica à Base de Pesquisa de Usuários ou uma subárvore na Base de Pesquisa de Usuários. Caso contrário, você não poderá pesquisar os usuários criados em Cisco CallManager Administration.

Atributo de Pesquisa de Usuários

Digite um atributo que pode ser usado para procurar usuários no diretório corporativo. Verifique se o valor desse atributo é exclusivo para cada usuário contido no diretório. Os exemplos incluem mail ou uid.

Observação Quando o usuário efetua login na janela Opções do Usuário do Cisco IP Phone, ele digita o valor desse atributo no campo Identificação do Usuário.

Nome de Domínio

Digite o nome de domínio do Microsoft Active Directory. Esse nome de domínio representa o mestre de esquema.


Etapa 6 Quando estiver satisfeito com as informações de configuração do Active Directory, clique em Avançar.

Etapa 7 A caixa de diálogo Configuração do LDAP sobre SSL é exibida. Para implementar a segurança, marque a caixa de seleção Habilitar LDAP sobre SSL; de outra forma, clique no botão Avançar e continue na Etapa 11.

Etapa 8 Se você tiver marcado a caixa de seleção Habilitar LDAP sobre SSL, digite o número da porta SSL (o padrão é 636).

Etapa 9 Para continuar o processo de configuração da segurança, copie o certificado da CA que emitiu o certificado SSL instalado no servidor de diretórios no servidor do editor. O nome de arquivo deste certificado deve ser inserido na caixa de texto ao lado do botão Procurar (ou use o botão Procurar para localizar a cópia do arquivo existente no servidor do editor).


Observação Quando a segurança for configurada pela primeira vez, copie o certificado no servidor do editor e especifique o caminho para esse arquivo na caixa de texto da janela Configuração do LDAP sobre SSL. No caso de atualização e se o SSL já estiver habilitado, copie o arquivo do certificado e só especifique o caminho se o certificado tiver sido alterado a partir da instalação/atualização anterior.


Se você clicar em Procurar, uma nova janela será aberta, permitindo localizar o arquivo de certificado que deve ser selecionado.

Etapa 10 Clique no botão Avançar. O sistema começa a verificar se as informações da configuração foram corretamente inseridas.

Etapa 11 No servidor de base de dados do editor, o plug-in instala o esquema, configura o Microsoft Active Directory e integra o Cisco CallManager com o Microsoft Active Directory. No servidor do assinante, o plug-in só integra o Cisco CallManager com este Microsoft Active Directory. Para concluir a configuração Expressa, vá para a Etapa 26.

Opção Personalizada

Etapa 12 Se você tiver marcado Personalizado, opções não exclusivas de instalação personalizada serão exibidas na janela. Você pode marcar quantas caixas de seleção desejar. Se você desejar todas as opções, clique no botão Selecionar Tudo. Depois de escolher suas opções, clique no botão Avançar.

Instalar Esquema no Mestre de Esquema—Instala atualizações de esquema.

Configuração do Active Directory—Adiciona contêineres e objetos específicos da Cisco e permite estender o esquema.

Habilitar Integração do CallManager com o Active Directory—Atualiza as definições de configuração no servidor Cisco CallManager para apontar para o servidor Active Directory.

Gerar Arquivos LDIF de Configuração—Gera arquivos LDIF, que contêm dados do LDAP em arquivos simples, para atualizações de esquema e configuração de diretório corporativo. Para mais informações sobre os arquivos LDIF e sobre as tarefas adicionais que devem ser executadas, consulte a seção "Importando Dados dos Arquivos LDIF para o Enterprise Directory".


Cuidado Escolher somente a opção Gerar Arquivos LDIF de Configuração não integra seu diretório corporativo; se você escolher apenas a opção Gerar Arquivos LDIF de Configuração e não escolher as demais opções, será necessário executar o plug-in novamente em todos os servidores do cluster e escolher apenas a opção Habilitar a Integração do CallManager com o Active Directory depois de importar os arquivos LDIF para o diretório corporativo.

Etapa 13 Consulte as etapas a seguir, dependendo das opções escolhidas:

Para Instalar Esquema no Mestre de Esquema, Gerar Arquivos LDIF de Configuração ou Selecionar Tudo, vá para a Etapa 14.

Para Habilitar a Integração do CallManager com o Active Directory, vá para a Etapa 18.

Para fazer a configuração do Active Directory, vá para o Etapa 19.


Cuidado O Microsoft Active Directory não suporta exclusão de esquema. Depois de ter instalado as extensões de esquema Cisco, não será possível reverter para o esquema antigo. A Cisco recomenda que você faça um backup do servidor do Microsoft Active Directory, principalmente do mestre de esquemas, antes de instalar/fazer a configuração do Cisco Customer Directory Configuration Plugin e de instalar as extensões de esquemas Cisco no servidor do Microsoft Active Directory. Para obter mais informações sobre como fazer backup do servidor Microsoft Active Directory, entre em contato com o administrador do Microsoft Active Directory.

Etapa 14 Se você tiver marcado Instalar Esquema no Mestre de Esquema ou Selecionar Tudo, uma caixa de diálogo poderá informar que o Active Directory não suporta exclusão de esquema; se essa caixa de diálogo for exibida, clique em OK.

Etapa 15 Se você tiver marcado Instalar Esquema no Mestre de Esquema, Gerar Arquivos LDIF de Configuração ou Selecionar Tudo, a janela Informações do Cliente será aberta para que você possa digitar o nome do host e o número da porta do mestre de esquema, se a janela não estiver pré-preenchida com as informações corretas.

Etapa 16 O plug-in recupera o nome de domínio do mestre de esquema e preenche previamente as informações a seguir, conforme listado na Tabela 5. Verifique as informações antes de continuar o processo de configuração.

Tabela 5 Janela de Configuração do Active Directory 

Campo
Ação recomendada

Nome Distinto (DN) do Administrador de Diretórios

Digite o Nome Distinto do Administrador do Microsoft Active Directory.

O Nome Distinto (DN) do Administrador do Directory, inserido neste campo, deve ter direitos de atualização de Esquema do Active Directory. Geralmente, os usuários que possuem direitos de atualização do esquema pertencem ao grupo Schema Admin . Entre em contato com o administrador do Active Directory, para obter informações sobre os usuários que podem atualizar o esquema.

Senha do Administrador de Diretórios

Digite a senha para o usuário DN do Administrador do Directory.

Confirmar Senha

Digite a senha novamente.

Nome de Domínio

Digite o nome de domínio do Microsoft Active Directory.

Credencial para fazer a configuração do Active Directory da mesma forma que acima

Essa caixa de seleção poderá ser exibida se, durante a configuração Personalizada, você tiver marcado a caixa de seleção Configurar Active Directory, Habilitar Integração do CallManager com o Active Directory ou Gerar Arquivos LDIF de Configuração.

Marcar essa caixa de seleção assegura o preenchimento automático das informações na Etapa 18 e Etapa 19.


O plug-in instala o esquema no mestre de esquema, de acordo com as informações digitadas ou confirmadas anteriormente.

Etapa 17 Clique em Avançar e continue o processo de configuração.

Etapa 18 Se você tiver marcado Configuração do Active Directory ou Habilitar Integração do CallManager com o Active Directory , e não Instalar Esquema no Mestre de Esquema, digite o nome do host e o número da porta do servidor Microsoft Active Directory. Clique no botão Avançar.

Etapa 19 O plug-in recupera o nome de domínio do servidor Microsoft Active Directory e pode preencher previamente as seguintes informações, conforme mostra a Tabela 6. Verifique as informações antes de continuar o processo de configuração.

Tabela 6 Janela de Configuração do Active Directory 

Campo
Ação recomendada

Nome Distinto (DN) do Administrador de Diretórios

Digite o Nome Distinto do Administrador do Microsoft Active Directory.

Você pode digitar o mesmo DN do Administrador de Diretórios digitado na Etapa 16. O usuário digitado na Etapa 16 atua como administrador de esquema. Se você não quiser utilizar o administrador de esquema, poderá criar outro usuário, como dcd admin, no Active Directory e atribuir direitos mínimos. Para obter mais informações sobre como executar essa tarefa, consulte a seção "Definindo Access Control Lists para o Active Directory".

Senha do Administrador de Diretórios

Digite a senha para o usuário DN do Administrador do Directory.

Confirmar Senha

Digite a senha novamente.

Nome Distinto de Configuração de Diretórios Cisco

Digite o Nome Distinto de Configuração de Diretórios Cisco. Este campo especifica o Nome Distinto (DN) onde o esquema dependente Cisco é criado para o Cisco CallManager.

Base de Pesquisa de Usuários

Digite a Base de Pesquisa de Usuários. O Cisco CallManager pesquisa usuários nessa base.

Base de Criação de Usuários

Digite a Base de Criação de Usuários. Todo usuário criado por meio do recurso Cisco CallManager Administration reside nesse nó no diretório.

Observação Torne a base de criação de usuários idêntica à Base de Pesquisa de Usuários ou uma subárvore na Base de Pesquisa de Usuários. Caso contrário, você não poderá pesquisar os usuários criados em Cisco CallManager Administration.

Atributo de Pesquisa de Usuários

Digite um atributo que pode ser usado para procurar usuários no diretório corporativo. Verifique se o valor desse atributo é exclusivo para cada usuário contido no diretório. Os exemplos incluem mail ou uid.

Observação O usuário digita o valor desse atributo no campo Identificação do Usuário quando efetua login na janela Opções do Usuário do Cisco IP Phone.

Nome de Domínio

Digite o nome de domínio do Microsoft Active Directory.


Etapa 20 Quando estiver satisfeito com as informações de configuração do Active Directory, clique em Avançar.

Etapa 21 A caixa de diálogo Configuração do LDAP sobre SSL é exibida. Para implementar a segurança, marque a caixa de seleção Habilitar LDAP sobre SSL; de outra forma, clique no botão Avançar e continue na Etapa 9.

Etapa 22 Se você tiver marcado a caixa de seleção Habilitar LDAP sobre SSL, digite o número da porta SSL (o padrão é 636).

Etapa 23 Para continuar o processo de configuração da segurança, copie o certificado da CA que emitiu o certificado SSL instalado no servidor de diretórios no servidor do editor. O nome de arquivo deste certificado deve ser inserido na caixa de texto ao lado do botão Procurar (ou use o botão Procurar para localizar a cópia do arquivo existente no servidor do editor).


Observação Quando a segurança for configurada pela primeira vez, copie o certificado no servidor do editor e especifique o caminho para esse arquivo na caixa de texto da janela Configuração do LDAP sobre SSL. No caso de atualização e se o SSL já estiver habilitado, copie o arquivo do certificado e só especifique o caminho se o certificado tiver sido alterado a partir da instalação/atualização anterior.


Se você clicar em Procurar, será exibida uma nova janela para localizar o arquivo do certificado que deve ser selecionado.

Etapa 24 Clique no botão Avançar. O sistema começa a verificar se as informações da configuração foram corretamente inseridas.

Etapa 25 Após a conclusão das informações de configuração, clique no botão Avançar. O processo de verificação começa a verificar se as informações anteriores existem no diretório. Se as informações existirem, uma janela de confirmação será exibida e resumirá as informações. Clique no botão Avançar.

Etapa 26 O plug-in tenta ler a chave de registro de permissão para atualizar esquema no servidor de destino Microsoft Active Directory onde o esquema está instalado.


Observação Certifique-se de que a entrada de registro HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\NTDS\Parameters\Schema Update Allowed esteja definida como 1 no servidor Microsoft Active Directory. Isso permite acesso de gravação ao esquema nesse servidor.



Observação O valor de entrada de registro anterior não existe como padrão no Microsoft AD 2003. Para permitir que o plug-in continue, se for a primeira vez que ele estiver sendo executado no Microsoft AD 2003, será necessário criar o valor de entrada de registro Atualização Permitida do Esquema. Execute as etapas na seção "Criando o Registro Atualização Permitida do Esquema para AD 2003".


Etapa 27 O plug-in conclui o processo de configuração e exibe uma caixa de diálogo. Clique no botão Concluir e reinicialize o servidor imediatamente.

Ao final da instalação no servidor do editor, o plug-in lembra que você deve definir a senha para os usuários do sistema Cisco CallManager antes de executar o plug-in nos servidores do assinante do Cisco CallManager.


Cuidado Antes de instalar o Cisco Customer Directory Configuration Plugin nos servidores do assinante, execute o procedimento descrito na seção "Habilitando Serviços IP Cisco após a Integração de Diretórios no Servidor de Base de Dados do Editor (Obrigatório)". Se você tentar instalar o plug-in nos servidores de assinantes antes de realizar o procedimento de integração de serviços, a instalação exibirá uma mensagem e os serviços Cisco Call Back, Cisco IP Manager Assistant (Cisco IPMA) e Cisco CallManager Extension Mobility não funcionarão.


Criando o Registro Atualização Permitida do Esquema para o AD 2003

Se você estiver executando o plug-in pela primeira vez no Microsoft AD 2003, execute o procedimento a seguir para criar o registro Atualização Permitida do Esquema:


Etapa 1 No Microsoft AD 2003 Schema Master, escolha Iniciar > Executar.

Etapa 2 Digite regedit e clique em OK.

Etapa 3 Expanda a árvore de registro HKEY_LOCAL_MACHINE > SYSTEM > CurrentControlSet > Services > NTDS > Parameters.

Etapa 4 Crie o valor de registro Atualização Permitida do Esquema, abaixo do título Parameters, conforme mostrado na lista a seguir:

Nome : Atualização Permitida do Esquema

Tipo: REG_DWORD

Dados : 1


Definindo Access Control Lists para o Active Directory

Não é necessário utilizar o ID do Usuário Administrador para permitir que o Cisco CallManager funcione com o Active Directory. Para utilizar uma conta diferente da conta de administrador, você pode criar um usuário correspondente ao Administrador de Diretórios Cisco no Active Directory, conforme descrição nas seções a seguir. Você pode nomear esse usuário como "dcd admin" e digitá-lo quando for solicitado o DN do Administrador de Diretórios na Etapa 19 da seção "Integrando o Microsoft Active Directory com o Cisco CallManager".

O usuário dcd admin recebe somente permissão de leitura para o objeto "Usuários"; por essa razão, não é possível criar esse usuário no Cisco CallManager Administration. Crie o usuário dcd admin com outros métodos, como Usuários e Computadores do Active Directory, que as seções a seguir descrevem. Depois de criar o usuário, defina suas listas de controle de acesso.

O usuário dcd admin precisa das seguintes permissões no Active Directory:

As Access Control Lists definidas no Active Directory, de modo que o Administrador de Diretórios Cisco (dcd admin) tenha privilégios de leitura/modificação/gravação nos atributos ciscoatUserProfile, ciscoatUserProfilestring e ciscoatGUID em todos os objetos de usuário.

Permissões de leitura para todos os atributos em todos os objetos Usuário.

Controle total em todo o DN de Configuração de Diretórios Cisco. Você precisa de controle total nesse objeto e em todos os objetos abaixo dele.

Nas listas de acesso anteriores, o usuário dcd admin recebia apenas os direitos de leitura ao Objeto Usuários no Active Directory, o que significa que você não pode criar novos usuários por meio do Cisco CallManager Administration. Como cenário comum em grandes empresas, a equipe corporativa do Active Directory cria os novos usuários, e outros aplicativos têm permissões somente leitura para os atributos de usuário.

Para criar o dcd admin e atribuir permissões, execute os procedimentos a seguir após a extensão do Esquema do Active Directory:

Criando um Usuário Admin do DCD

Atribuindo Direitos a ciscoatUserProfile, ciscoatuserProfileString e ciscoatGUID

Atribuindo Direitos a CiscoOU

Criando um Usuário Admin do DCD

Esta seção descreve como adicionar um usuário no Active Directory equivalente ao Administrador do DC Directory.


Etapa 1 No Controlador de Domínio, escolha Iniciar > Programas > Ferramentas administrativas > Usuário e Computadores do Active Directory.

Etapa 2 Escolha o contêiner do usuário de nível superior.

Etapa 3 Crie um usuário no Active Directory equivalente ao Administrador do DC Directory. Por exemplo, crie um usuário denominado "dcd admin."

Etapa 4 Clique com o botão direito do mouse no Contêiner Usuários e escolha Novo > Usuário.

A janela Novo Usuário Objeto é exibida.

Etapa 5 No campo Nome, digite o nome do usuário administrativo, como dcd.

Etapa 6 No campo Sobrenome, digite o sobrenome do usuário administrativo, como admin.

Etapa 7 No campo Nome de Logon do Usuário, digite o nome de logon do usuário administrativo, como dcdadmin.

Etapa 8 Clique em Avançar.

Etapa 9 No campo Senha, digite a senha.

Etapa 10 No campo Confirmar Senha, digite a senha novamente.

Etapa 11 Marque a caixa de seleção Senha Nunca Expira.

Etapa 12 Clique em Avançar.

Etapa 13 Clique em Concluir.

O Active Directory cria o usuário. O Nome de Exibição corresponde ao nome do usuário digitado. Por exemplo, se você tiver digitado dcd no campo Nome e admin no campo Sobrenome, o nome de exibição será mostrado como dcd admin (com um espaço).

Na Etapa 19 da seção "Integrando o Microsoft Active Directory com o Cisco CallManager", digite o nome de exibição desse usuário no campo DN do Administrador de Diretórios. Nesse caso, digite dcd admin (com um espaço).


Tópicos relacionados

Atribuindo Direitos a ciscoatUserProfile, ciscoatuserProfileString e ciscoatGUID

Atribuindo Direitos a CiscoOU

Atribuindo Direitos a ciscoatUserProfile, ciscoatuserProfileString e ciscoatGUID

Utilize o procedimento a seguir para atribuir direitos ao usuário criado na seção "Criando um Usuário Admin do DCD".


Etapa 1 No Controlador de Domínio, escolha Iniciar > Programas > Ferramentas administrativas > Usuário e Computadores do Active Directory.

Etapa 2 Escolha o contêiner do usuário de nível superior.

Etapa 3 Clique com o botão direito do mouse e escolha Delegar Controle.

A janela Bem-vindo ao Assistente para Delegar Controle é exibida.

Etapa 4 Clique em Avançar.

É exibida a janela Usuários ou Grupos Selecionados.

Etapa 5 Clique em Adicionar.

Etapa 6 Escolha o usuário a quem você deseja atribuir os direitos, como dcd admin, e clique em Adicionar.

Etapa 7 Clique em OK.

O usuário escolhido é exibido na caixa de listagem Usuários e Grupos Selecionados.

Etapa 8 Clique em Avançar.

Etapa 9 Na janela Tipo de Objeto do Active Directory, escolha o botão de opção Somente os seguintes objetos nesta pasta.

Etapa 10 Marque a caixa de seleção Objetos do usuário e clique em Avançar.

Etapa 11 Na janela Permissões, marque as caixas de seleção Geral e Específico da Propriedade.

Etapa 12 Marque a caixa de seleção Leitura.

O assistente marca automaticamente todas as permissões de leitura, bem como as permissões de gravação ciscoatUserProfile, ciscoatUserProfileString e ciscoatGUID.

Etapa 13 Clique em Avançar.

Uma janela de resumo é exibida.

Etapa 14 Clique em Concluir.


Tópicos relacionados

Criando um Usuário Admin do DCD

Atribuindo Direitos a CiscoOU

Atribuindo Direitos a CiscoOU

Esse CiscoOU contém todos os atributos específicos da Cisco. Utilize o procedimento a seguir para fornecer permissão total a CiscoOU ao usuário criado na seção "Criando um Usuário Admin do DCD".


Etapa 1 No Controlador de Domínio, escolha Iniciar > Programas > Ferramentas administrativas > Usuário e Computadores do Active Directory.

Etapa 2 Clique com o botão direito do mouse no CiscoOU (por exemplo, CiscoCM332) e escolha Delegar Controle.

Etapa 3 Clique em Avançar.

É exibida a janela Usuários ou Grupos Selecionados.

Etapa 4 Clique em Adicionar.

Etapa 5 Escolha o usuário a quem você deseja atribuir os direitos; por exemplo, dcd admin.

Etapa 6 Clique em Adicionar.

Etapa 7 Clique em OK.

Etapa 8 O usuário escolhido é exibido na caixa de listagem Usuários e Grupos Selecionados.

Etapa 9 Na janela Tarefas a Delegar, escolha o botão de opção Criar uma tarefa personalizada para delegar e clique em Avançar.

Etapa 10 Na janela Tipo de Objeto do Active Directory, escolha o botão de opção Esta pasta, objetos existentes nesta pasta e criação de novos objetos nesta pasta e clique em Avançar.

Etapa 11 Escolha a caixa de seleção Controle Total e clique em Avançar.

Etapa 12 O resumo de direitos é exibido.

Etapa 13 Clique em Concluir.


Tópicos relacionados

Criando um Usuário Admin do DCD

Atribuindo Direitos a ciscoatUserProfile, ciscoatuserProfileString e ciscoatGUID

Definindo Access Control Lists para o Netscape Directory

Se algum usuário que não foi criado utilizando a janela Incluir um Novo Usuário do Cisco CallManager Administration precisar ser utilizado como usuário do Cisco CallManager, o administrador de Diretórios Cisco (o usuário "dcdadmin") deverá ter privilégios de gravação sobre o atributo "objectclass". Esse privilégio se aplica, além dos outros requisitos mencionados no Active Directory.

Consulte a documentação do administrador de diretórios do Netscape/iPlanet/SunOne para obter mais informações sobre como definir o controle de acesso.

Habilitando Serviços IP Cisco após a Integração de Diretórios no Servidor de Base de Dados do Editor (Obrigatório)

Os serviços Cisco Extended Functions, Cisco Tomcat e Cisco CallManager Extension Mobility utilizam um usuário especial, cn=CCMSysUser e mail=CCMSysUser (Netscape) ou SAMAccountName=CCMSysUser (AD), para autenticação no Cisco CallManager. Não é possível exibir esses usuários no Cisco CallManager Administration. Se você especificar um Atributo de Pesquisa de Usuários diferente do padrão quando estiver configurando o plug-in, certifique-se de definir o valor do Atributo de Pesquisa de Usuários do usuário CCMSysUser como CCMSysUser. Por exemplo, se você especificar uid como Atributo de Pesquisa de Usuários, edite a entrada do usuário CCMSysUser em seu diretório, definindo uid como CCMSysUser.

Além disso, ao integrar o Cisco CallManager com o Microsoft Active Directory, execute o procedimento a seguir para habilitar os serviços Cisco Extended Functions, Cisco Tomcat e Cisco CallManager Extension Mobility.


Observação Utilize este procedimento para definir a senha dos usuários especiais do sistema Cisco CallManager em vez do procedimento fornecido nas versões anteriores deste documento.



Etapa 1 Ao navegar no servidor de base de dados do editor, escolha Iniciar > Executar e digite cmd para abrir um prompt de comando. Clique em OK.

Etapa 2 Digite o comando CCMPWDChanger.

A janela Alterador de Senha do Cisco CallManager é aberta.

Etapa 3 No campo Senha do Administrador, digite a senha do usuário que foi criado para permitir que o Cisco CallManager acesse o diretório.

Etapa 4 Clique em Avançar.

A janela Alterador de Senha do Cisco CallManager é exibida. A caixa de listagem suspensa ID do Usuário fornece as seguintes opções: Directory Manager, CCMAdministrator, CCMSysUser e IPMASysUser.

Etapa 5 Altere as senhas para as contas CCMAdministrator, CCMSysUser e IPMASysUser. Na caixa de listagem suspensa ID do Usuário, escolha CCMAdministrator, CCMSysUser ou IPMASysUser.

Etapa 6 No campo Nova Senha, digite a nova senha.

Etapa 7 No campo Confirmar Nova Senha, digite a senha novamente.

Etapa 8 Clique em OK.

Uma mensagem de confirmação é exibida.

Etapa 9 Clique em OK.

Etapa 10 Para CCMAdministrator, CCMSysUser e IPMASysUser, execute a Etapa 5 até à Etapa 9.

Etapa 11 Clique em Sair.

Etapa 12 Reinicie os serviços Cisco Call Back, Cisco IPMA e Cisco CallManager Extension Mobility no servidor no qual você instalou o plug-in, para que a alteração de senha entre em vigor. Para reiniciar um serviço, escolha Iniciar > Programas > Ferramentas administrativas > Serviços. Escolha um serviço na lista, clique com o botão direito do mouse nele e escolha Reiniciar.


Observação Sempre que você adicionar um novo servidor Cisco CallManager ao cluster, repita esse procedimento.



Importando Dados dos Arquivos LDIF para o Enterprise Directory

O LDAP Data Interchange Format armazena dados LDAP em arquivos simples, utilizados para fazer a configuração de seu diretório corporativo para que o Cisco CallManager possa utilizá-lo.


Dica Se você executar o plug-in no modo Personalizado e escolher apenas a opção Gerar Arquivos LDIF de Configuração, o plug-in não executará nenhuma operação no servidor de diretório, nem fará a integração do diretório corporativo com o Cisco CallManager. Essa opção, em vez disso, gera um conjunto de arquivos LDIF que você pode utilizar para fazer a configuração de seu diretório corporativo. Depois de fazer a configuração do diretório corporativo utilizando os arquivos LDIF, integre seu diretório corporativo com o Cisco CallManager executando o plug-in em cada servidor no cluster, conforme descrito na Tabela 1, seção de instalação e seções de integração. Se você escolher todas as opções no modo Personalizado, não precisará executar o plug-in novamente depois de importar os dados do arquivo LDIF para o diretório.


Para utilizar os arquivos LDIF gerados pelo plug-in, execute uma ferramenta LDIF para processar os arquivos e importar os dados para o diretório. Para fazer isso, execute a ferramenta LDIF fornecida pela Cisco, ldapmodify.exe; para obter informações sobre como utilizar essa ferramenta, consulte a seção "Executando ldapmodify.exe para Importar Dados do Arquivo LDIF".

Crie os arquivos LDIF de configuração e execute a ferramenta LDIF apenas uma vez por cluster; isto é, você não precisa executar o plug-in em cada servidor no cluster para gerar os arquivos LDIF de configuração. Execute a ferramenta LDIF apenas uma vez porque o servidor de base de dados do editor e os servidores do assinante integram-se com o mesmo diretório. A Cisco recomenda gerar os arquivos LDIF de configuração no servidor de base de dados do editor e utilizar o ldapmodify.exe para configurar o diretório corporativo.


Observação Se você optar por utilizar uma ferramenta LDIF de terceiros em vez da ferramenta LDIF fornecida pela Cisco, esteja ciente de que a Cisco não oferece suporte para ferramentas LDIF de terceiros. Se precisar de assistência técnica com a ferramenta LDIF de terceiros, entre em contato direto com o fornecedor.


Ao executar a ferramenta LDIF, utilize os arquivos LDIF na ordem a seguir:

Netscape Directory Server

1. C:\dcdsrvr\run\dcx500\config\ContainersAndSysProfiles.ldif—Cria os contêineres padrão e o perfil do sistema

2. C:\dcdsrvr\run\dcx500\config\SpecialUsers.ldif—Cria os perfis para usuários especiais específicos da Cisco

3. C:\dcdsrvr\run\dcx500\config\SpecialUserProfiles.ldif—Cria os usuários especiais específicos da Cisco

Active Directory

1. C:\dcdsrvr\run\dcx500\config\AD\at_schema.ldif— Adiciona os atributos para atualizações de esquema

2. C:\dcdsrvr\run\dcx500\config\AD\oc_schema.ldif—Adiciona as classes de objeto para atualizações de esquema

3. C:\dcdsrvr\run\dcx500\config\ContainersAndSysProfiles.ldif—Cria os contêineres padrão e o perfil do sistema

4. C:\dcdsrvr\run\dcx500\config\SpecialUserProfiles.ldif—Cria os perfis para usuários especiais específicos da Cisco

5. C:\dcdsrvr\run\dcx500\config\SpecialUsers_AD.ldif—Cria os usuários especiais específicos da Cisco


Cuidado A execução dos arquivos fora da ordem especificada poderá causar problemas com o diretório corporativo.

Executando o ldapmodify.exe para Importar Dados de Arquivos LDIF

Se você optar por não utilizar uma ferramenta LDIF de terceiros, execute a fornecida pela Cisco, o ldapmodify.exe, que existe em qualquer servidor Cisco CallManager no cluster. Para executar o ldapmodify.exe, execute o seguinte procedimento:

Procedimento


Etapa 1 No servidor de base de dados do editor, escolha Iniciar > Executar.

Etapa 2 Digite cmd; clique em OK.

Uma Interface de Linha de Comando é exibida.

Etapa 3 Digite C: e pressione Enter.

Etapa 4 Digite cd C:\dcdsrvr\bin\ldapsdk-508 e pressione Enter.

Etapa 5 Utilizando a Tabela 7 como referência para definir as variáveis, digite comando ldapmodify.exe -h <server name> -p <port number> -D <admin DN> -w <admin Passwd> -c -a -f <i\p LDIF file> -e <Reject file>

Tabela 7 Comandos para a CLI do ldapmodify.exe 

Comando
Descrição

<server name>

Nome do Host ou endereço IP do servidor de diretório

<port name>

Número da porta configurada para o servidor de diretório

<admin DN>

DN do administrador para o servidor de diretório

Observação Verifique se esse nome tem permissão para modificar o esquema e adicionar entradas nas bases cisco e de usuários.

<admin Passwd>

Senha do administrador

<i\p LDIF file>

Caminho completo do arquivo LDIF do qual os dados serão importados para o diretório

<Reject file>

Caminho completo do arquivo LDIF para o qual você deseja mover as entradas rejeitadas


Etapa 6 Feche a CLI.


Restaurando Aplicativos Após Integração de Diretórios (Obrigatório se o Aplicativo Estiver Instalado)

Depois de executar o Cisco Customer Directory Configuration Plugin, será necessário restaurar todo aplicativo que anteriormente acessava o DC-Directory; por exemplo, aplicativos como, mas não limitados ao IP IVR, Cisco Emergency Responder, Multilevel Administration (MLA), Cisco SoftPhone e Cisco CallManager Attendant Console. Se você estiver trabalhando com uma nova instalação do Cisco CallManager e não tiver implantado nenhum aplicativo, poderá pular esta seção.


Observação Antes de executar qualquer migração de diretório, entre em contato com o Administrador de Aplicativos para obter mais informações. Aplicativos incluem os fornecidos pela Cisco ou qualquer um de terceiros desenvolvido para o Cisco CallManager.


Cisco CallManager Attendant Console

Você deve reconfigurar o usuário "ac" no Cisco CallManager Administration e associar os telefones de atendimento e os pontos piloto ao usuário. Se você não fizer a configuração desse usuário, o console de atendimento não poderá interagir com o CTIManager. Para obter mais informações, consulte o Guia de Administração do Cisco CallManager.

Cisco Emergency Responder

Com o CER 1.1(1), você só pode utilizar o DC-Directory. Com o CER 1.1(2), CER 1.1(3) e CER 1.1(4), você pode utilizar o DC-Directory ou o Active Directory. Após a integração com o Active Directory, reconfigure o CER. Para obter informações mais detalhadas sobre como simplificar a reconfiguração e sobre as limitações do Active Directory, consulte as Release Notes do Cisco Emergency Responder no seguinte URL:

http://www.cisco.com/en/US/products/sw/voicesw/ps842/prod_release_notes_list.html

Se o diretório for alterado no CER 1.2(x), execute o seguinte programa:

C:\Program Files\Cisco Systems\CiscoER\binAdminUtils\CERAdminUtility.exe

Para obter informações mais detalhadas sobre análise de falhas, consulte Análise de falhas do Cisco Emergency Responder no seguinte URL:

http://www.cisco.com/en/US/products/sw/voicesw/ps842/products_administration_guide_chapter09186a00801af4aa.html

Para restaurar o CER, é necessário também migrar os usuários JTAPI (Java Telephony Application Programming Interface). O CER se registra em alguns pontos de rota e portas CTI no Cisco CallManager para sua funcionalidade (911, 913XXXXXXXXXX, etc.). Associe esses pontos de rota a um nome de usuário no diretório. Após a migração do diretório, será necessário adicionar e associar o usuário novamente aos pontos de rota e portas. Se você não fizer essas associações corretamente, o CER não identificará chamadas de emergência.

Cisco ICM/IPCC

A migração para o Active Directory faz com que o ICM perca suas associações com pontos de rota e portas do CTI e os agentes não tenham mais controle de seus telefones.


Observação Antes de executar qualquer migração de diretório, entre em contato com o Administrador do ICM/IPCC para obter mais informações.


Cisco Multilevel Administration Access

Para restaurar o Cisco MLA (Multilevel Administration Access), execute os seguintes procedimentos:

Reinstale o MLA. A instalação cria os grupos de usuário padrão no diretório corporativo, no local especificado.

Recrie todos os grupos de usuário personalizados, acessando a janela Configuração de Grupo de Usuários do MLA no Cisco CallManager Administration.

Adicione novamente os usuários ao grupo de usuários acessando a janela Configuração de Grupo de Usuários do MLA no Cisco CallManager Administration.


Observação O Cisco MLA preserva o base de dados, incluindo as tabelas de grupos funcionais e privilégios, durante a reinstalação. Para obter mais informações sobre o Cisco MLA, consulte o Guia do Sistema do Cisco CallManager e o Guia de Administração do Cisco CallManager.


Cisco Personal Assistant

O Cisco Personal Assistant armazena todas as informações de configuração no diretório do Cisco CallManager. Na integração com um diretório diferente (Netscape ou AD), reinstale e reconfigure o Cisco Personal Assistant, conforme descrito no Guia de Administração do Cisco Personal Assistant.

Cisco SoftPhone

Para restaurar o Cisco SoftPhone, digite o ID do usuário e a senha, que estão configurados no TSP, no diretório (Netscape ou AD). Para obter mais informações sobre as configurações do Cisco SoftPhone e do TSP, consulte o Guia de Administração do Cisco IP Softphone.

Adicionando e Excluindo Usuários, em Cisco CallManager Administration

Você pode sempre modificar atributos específicos da Cisco; entretanto, por padrão, não é possível adicionar ou excluir entradas do usuário do diretório corporativo utilizando o Cisco CallManager Administration, a menos que você modifique o arquivo UMDirectoryConfiguration.ini no Notepad, conforme descrito no procedimento a seguir.

Essa funcionalidade, fornecida para sua comodidade, não substitui as ferramentas de gerenciamento de usuário/diretório existentes. Lembre-se de que essa funcionalidade é limitada; a Cisco espera que você adicione ou exclua usuários em geral utilizando outras ferramentas disponíveis.


Observação Não será possível configurar ou atualizar senhas de usuário no Cisco CallManager Administration quando ele estiver integrado com o Microsoft Active Directory.


Antes de adicionar ou excluir usuários por meio do Cisco CallManager Administration, execute o procedimento a seguir:


Etapa 1 Navegue para C:\dcdsrvr\config e abra o arquivo UMDirectoryConfiguration.ini no Notepad.


Cuidado Você deve abrir o arquivo no Notepad. A abertura do arquivo em outro aplicativo editor de texto pode corrompê-lo.

Etapa 2 No arquivo UMDirectoryConfiguration.ini, localize a chave UserDirAccess.

Etapa 3 Altere o valor de UserDirectAccess para true.

Etapa 4 No Notepad, escolha Arquivo > Salvar para salvar o arquivo.

Etapa 5 Feche o arquivo UMDirectoryConfiguration.ini.

Etapa 6 Escolha Iniciar > Executar.

Etapa 7 Digite regedit no campo Abrir e clique em OK.

Etapa 8 Navegue para \\HKEY_LOCAL_MACHINE\Software\Cisco Systems, Inc.\Directory Configuration no registro.

Etapa 9 No painel direito, dê um clique duplo na chave de registro DirAccess.

Etapa 10 Exclua a entrada de registro false e digite true como nova entrada de registro.

Etapa 11 Reinicie o Serviço de Administração do IIS e seus serviços dependentes, escolhendo Iniciar > Programas > Ferramentas administrativas> Serviços.

Etapa 12 Clique com o botão direito do mouse em Serviço de Administração do IIS e, em seguida, escolha Reiniciar.

Etapa 13 Uma caixa de diálogo solicita o reinício dos serviços dependentes. Esses serviços podem diferir conforme sua configuração. Clique em Sim.

Etapa 14 Reinicie os serviços dependentes.

Você agora pode adicionar, atualizar ou excluir usuários no Cisco CallManager Administration. Consulte a versão mais recente do Guia de Administração do Cisco CallManager para obter informações sobre como executar essas tarefas.


Cuidado Ao utilizar o Microsoft Active Directory e digitar o nome do usuário e a senha no Cisco CallManager Administration, certifique-se de usar apenas caracteres alfanuméricos. Não use os seguintes caracteres especiais: / \ [ ] : ; | = , + * ? < >. Além disso, a Cisco recomenda não usar espaços.


Análise de falhas

A seção a seguir fornece procedimentos de diagnóstico para aplicativos que utilizam um diretório corporativo.

O Cisco IPMA Assistant Console não pode acessar o Enterprise Directory

O Cisco CallManager fornece um diretório padrão que o assistente acessa pelo Assistant Console. Se o assistente precisar de acesso a um diretório corporativo (acessando o Cisco CallManager entre clusters), atualize o arquivo LDAPConfig.ini e armazene-o nos servidores principal e de backup do Cisco IPMA (IP Manager Assistant). Para obter informações mais detalhadas, consulte o Guia de Recursos e Serviços do Cisco CallManager.

Os serviços Discagens Rápidas Pessoais e Catálogo de Endereços Pessoal desaparecem

Os serviços Discagens Rápidas Pessoais e Catálogo de Endereços Pessoal utilizam samAccountName para criar uma estrutura de diretório a fim de armazenar informações, conforme mostra o Exemplo 1. Se você alterar o sAMAccountName no servidor de diretório corporativo, renomeie a unidade de organização, samAccountName_info, com o novo samAccountName.

Exemplo 1 Estrutura de Diretório de Catálogo de Endereços Pessoal e Discagens Rápidas Pessoais

CCN
	user_info
		samAccountName_info
			FastDialEntries
			PersonalAddressBook

Mensagem de Erro da Instalação

Tabela 8 lista mensagens e ações de correção relacionadas à instalação.

Tabela 8 Mensagens Relacionadas à Instalação

Mensagem
Ação corretiva

Assegure-se de que a entrada de registro "HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\NTDS\Parameters\Schema Update Allowed" tenha sido definida como "1" no Active Directory Server para permitir acesso de gravação ao esquema nesse servidor. Para obter mais informações, consulte a seção Active Directory -> Como -> Gerenciar o Esquema, na ajuda online do Windows 2000.

A mensagem contém a ação corretiva.

Falha de conexão na instalação. Digite novamente Nome do Host, Número da Porta, DN do Administrador de Diretório e Senha.

A mensagem contém a ação corretiva.

Falha de conexão na instalação. Digite o Nome do Host e o Número da Porta.

A mensagem contém a ação corretiva.

O nome do host do editor para esse Assinante não pode ficar vazio ou ser NULO.

A mensagem contém a ação corretiva.

Falha de autenticação no editor.

Certifique-se de que o nome do usuário e a senha correspondam.

Falha ao ler o registro remoto para obter a senha do "Gerenciador de Diretório" no editor. A instalação será interrompida agora.

Certifique-se de definir a senha do Gerenciador de Diretório no servidor de base de dados do editor.

Falha ao ler o registro remoto para obter a senha do "CCMAdministrator" no Editor. Defina a senha no Editor agora.

Certifique-se de definir a senha do CCMAdministrator no servidor de base de dados do editor.

Falha ao ler o registro remoto para obter a senha do "CCMSysUser" no Editor. Defina a senha no Editor agora.

Certifique-se de definir a senha do CCMSysUser no servidor de base de dados do editor.

Falha ao ler o registro remoto para obter a senha do "IPMASysUser" no Editor. Defina a senha no Editor agora.

Certifique-se de definir a senha do IPMASysUser no servidor de base de dados do editor.


Obtendo os Arquivos de Registro

Em cada servidor no cluster, a instalação do plug-in gera o arquivo de registro, PluginSetUp.trc, em C:\dcdsrvr\log. Existe no arquivo o registro de data e hora de cada instalação do plug-in. Sempre que você reinstalar ou atualizar o plug-in, esse arquivo de registro é anexado. A instalação do plug-in gera outros registros de atualizações e configuração do esquema de diretório. Esses arquivos são substituídos toda vez que você instala o plug-in.

Antes de entrar em contato com o suporte técnico a respeito de qualquer problema associado ao plug-in, obtenha e confira o arquivo de registro da instalação do plug-in, PluginSetUp.trc, e outros arquivos de registro mencionados no arquivo PluginSetup.trc.

Obtendo Documentação

Documentação e literatura adicional da Cisco estão disponíveis em Cisco.com. A Cisco também permite obter assistência técnica e outros recursos técnicos de várias maneiras. Estas seções explicam como obter informações técnicas da Cisco Systems.

Cisco.com

É possível obter a documentação mais atualizada da Cisco no seguinte URL:

http://www.cisco.com/univercd/home/home.htm

É possível acessar o website da Cisco no seguinte URL:

http://www.cisco.com

É possível acessar websites internacionais da Cisco no seguinte URL:

http://www.cisco.com/web/siteassets/locator/index.html

Solicitando Documentação

Você encontrará instruções para solicitar documentação no seguinte URL:

http://www.cisco.com/en/US/docs/general/Illus_process/PDI/pdi.htm

Para solicitar documentação da Cisco, use os seguintes procedimentos:

Os usuários registrados da Cisco.com (clientes diretos da Cisco) podem solicitar documentação de produtos Cisco na ferramenta Ordering:

http://www.cisco.com/en/US/partner/ordering/index.shtml

Os usuários não registrados da Cisco.com podem solicitar documentação através de um representante de contas local, ligando para os escritórios centrais da Cisco Systems Corporate (Califórnia, EUA), através do número 408 526-7208 ou, caso esteja em algum outro local na América do Norte, ligando para 800.553-NETS (6387).

Feedback da Documentação

Envie seus comentários sobre a documentação técnica para bug-doc@cisco.com.

Envie os comentários usando a ficha de resposta (se existir) localizada na parte posterior da capa frontal de seu documento ou escrevendo para o seguinte endereço:

Cisco Systems
Attn: Customer Document Ordering
170 West Tasman Drive
San Jose, CA 95134-9883

Agradecemos seus comentários.

Obtendo Assistência Técnica

Para todos os clientes, parceiros, revendedores e distribuidores com contratos de serviços válidos com a Cisco, o Suporte Técnico da Cisco fornece assistência técnica premiada, ininterrupta. O website do Suporte Técnico da Cisco em Cisco.com dispõe de um amplo material de suporte técnico on-line. Além disso, os engenheiros do Cisco Technical Assistance Center (TAC) oferecem suporte por telefone. Se você não tem um contrato de serviço válido com a Cisco, entre em contato com seu revendedor.

Website de Suporte Técnico da Cisco

O website de Suporte Técnico da Cisco oferece documentos e ferramentas on-line para solucionar problemas gerais e técnicos relacionados a produtos e tecnologias Cisco. O website está disponível 24 horas por dia, 365 dias no ano, neste URL:

http://www.cisco.com/cisco/web/BR/support/index.html

O acesso a todas as ferramentas no website Suporte Técnico da Cisco requer um ID e senha de usuário da Cisco.com. Se você possuir um contrato de serviço válido mas não possuir um ID e senha de usuário, poderá registrar-se no seguinte URL:

http://tools.cisco.com/RPF/register/register.do

Enviando uma Requisição de Serviço

A utilização da ferramenta on-line TAC Service Request é o método mais rápido para abrir solicitações de serviço S3 e S4. (As solicitações de serviço S3 e S4 são aquelas nas quais a sua rede é minimamente prejudicada ou para as quais você precisa de informações de produto.) Após descrever a situação, a ferramenta TAC Service Request fornece soluções recomendadas. Se seu problema não for solucionado com os recursos recomendados, sua requisição de serviço será atribuída a um engenheiro do Cisco TAC. A ferramenta TAC Service Request encontra-se neste URL:

http://www.cisco.com/cisco/web/BR/support/index.html/servicerequest

Para as solicitações de serviço S1 ou S2, ou se você não possui acesso a Internet, entre em contato por telefone com o Cisco TAC. (As solicitações de serviço S1 e S2 são aquelas nas quais a sua rede de produção está desativada ou bastante reduzida.) Os engenheiros da Cisco TAC são imediatamente designados para atender às solicitações de serviço S1 e S2 ajudando a manter suas operações comerciais executando com tranqüilidade.

Para abrir uma requisição de serviço por telefone, use um dos seguintes números:

Ásia-Pacífico: +61 2 8446 7411 (Austrália: 1 800 805 227)
EMEA: +32 2 704 55 55
EUA: 1 800 553 2447

Para obter uma lista completa dos contatos Cisco TAC, acesse o seguinte URL:

http://www.cisco.com/cisco/web/BR/support/index.html/contacts

Definições de Severidade da Requisição de Serviço

Para que todas as solicitações de serviço sejam relatadas em um formato padrão, a Cisco criou definições de severidade.

Severidade 1 (S1) — Sua rede está parada ou está ocorrendo um impacto crítico sobre suas atividades comerciais. Você e a Cisco usarão todos os recursos necessários de modo ininterrupto para resolver a situação.

Severidade 2 (S2) — O funcionamento de uma rede existente foi bastante reduzido ou aspectos importantes de sua atividade comercial estão sendo prejudicados pelo desempenho incorreto de produtos Cisco. Você e a Cisco utilizarão de recursos ininterruptos durante o horário de expediente normal para resolver a situação.

Severidade 3 (S3) — O desempenho operacional de sua rede está prejudicado, mas a maioria das atividades comerciais permanece funcionando. Você e a Cisco utilizarão de recursos durante o horário de expediente normal para restaurar o serviço a níveis satisfatórios.

Severidade 4 (S4) — Você precisa de informações ou assistência relacionadas a capacidades, instalação ou configuração de produtos Cisco. Há pouco ou nenhum impacto sobre suas atividades comerciais.

Obtendo Publicações e Informações Adicionais

Informações sobre produtos, tecnologias e soluções de rede Cisco encontram-se disponíveis em várias fontes de consulta on-line e impressas.

O Cisco Marketplace fornece uma variedade de livros, guias de referência e merchandise de logotipo da Cisco. Visite a Cisco Marketplace, a loja da empresa, no seguinte URL:

http://www.cisco.com/go/marketplace/

O Cisco Product Catalog descreve os produtos de rede oferecidos pela Cisco Systems, assim como os serviços de pedidos e atendimento ao cliente. Acesse o Cisco Product Catalog, no seguinte URL:

http://www.cisco.com/en/US/products/index.html

A Cisco Press publica diversos títulos gerais de operação em rede, treinamento e certificação. Os usuários novos e os experientes se beneficiarão dessas publicações. Para obter os títulos e outras informações atuais da Cisco Press, acesse a Cisco Press no seguinte URL:

http://www.ciscopress.com

Packet é a revista do usuário técnico da Cisco Systems para maximizar os investimentos em operação em rede e na Internet. A cada trimestre, a Packet faz a cobertura das últimas tendências do setor, avanços tecnológicos, produtos e soluções Cisco, assim como dicas para desenvolvimento e análise de falhas de rede, exemplos de configurações, estudos de caso de cliente, informações sobre certificações e treinamentos, além de ligações para cobertura de recursos on-line detalhadas. É possível acessar a revista Packet no seguinte URL:

http://www.cisco.com/packet

iQ Magazine é a publicação trimestral da Cisco Systems, elaborada para ajudar as empresas em crescimento no aprendizado e uso da tecnologia para aumentar a receita, dinamizar as atividades e expandir os serviços. A publicação identifica os desafios enfrentados por essas empresas e as tecnologias que ajudam a solucioná-los, utilizando estudos de caso e estratégias comerciais do mundo real para auxiliar os leitores a tomar importantes decisões de investimentos em tecnologia. É possível acessar a iQ Magazine, no seguinte URL:

http://www.cisco.com/go/iqmagazine

Internet Protocol Journal é um jornal trimestral publicado pela Cisco Systems para os profissionais de engenharia associados à elaboração, desenvolvimento e operação de internets e intranets públicas e privadas. É possível acessar o Internet Protocol Journal no seguinte URL:

http://www.cisco.com/ipj

Está disponível na Cisco um treinamento em operação em rede de nível internacional. É possível consultar as ofertas atuais no seguinte URL:

http://www.cisco.com/en/US/learning/index.html