Software Cisco IOS e NX-OS : Software Cisco IOS versões 12.3 T

Integrando Cisco CallManager e Cisco SRST para Utilizar o Cisco SRST Como um Recurso Multicast MOH

2 Abril 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (23 Janeiro 2008) | Feedback

Índice

Integrando Cisco CallManager e Cisco SRST para Usar o Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Índice

Pré-requisitos para Utilização de Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Restrições para Utilização de Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Informações Sobre a Utilização de Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Gateways SRST e Cisco CallManager

Codecs, Números de Portas e Endereços IP

Transmissão Multicast MOH

Suporte para Alimentação Ativa de SRST MOH

Como Utilizar Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Configurando Cisco CallManager para Cisco SRST Multicast MOH

Configurando Cisco SRST para Multicast MOH

Configurando o Suporte para Alimentação Ativa SRST MOH

Exemplos de Configurações de Gateways Cisco SRST

Roteamento de MOH para Dois Endereços IP: Exemplo

Alimentação Ativa de MOH: Exemplo

Referências Adicionais

Documentação Relacionada

Padrões

MIBs

RFCs

Assistência Técnica


Integrando Cisco CallManager e Cisco SRST para Usar o Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH


Este documento descreve como fazer a configuração do Cisco CallManager e Cisco Survivable Remote Site Telephony (SRST) para permitir que o Cisco CallManager utilize os gateways Cisco SRST como recursos MOH (music-on-hold) de transmissão múltipla durante o recuo e a operação normal do Cisco CallManager. Um desenho distribuído de MOH com gateways locais fornecendo MOH elimina a necessidade de transmitir MOH em uma WAN e economiza largura de banda.

Versão
Modificação

12.2(15)ZJ

Este recurso foi introduzido como parte do Cisco SRST V3.0.

12.3(11)T

O recurso MOH-live foi adicionado.


Histórico do Recurso para o Cisco SRST como um Recurso MOH de Transmissão Múltipla

Localizando Informações de Suporte para Plataformas e Imagens do Cisco IOS Software

Use o Cisco Feature Navigator para localizar informações sobre suporte de plataforma e suporte de imagem do software Cisco IOS. Acesse o Cisco Feature Navigator em http://tools.cisco.com/ITDIT/CFN/jsp/index.jsp. É necessário ter uma conta em Cisco.com. Se não possui uma conta ou esqueceu o nome de usuário ou a senha, clique em Cancelar na caixa de diálogo de login e siga as instruções exibidas.

Índice

Pré-requisitos para Utilização de Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Restrições para Utilização de Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Informações Sobre a Utilização de Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Como Utilizar Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Exemplos de Configurações de Gateways Cisco SRST

Referências Adicionais

Pré-requisitos para Utilização de Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

O Multicast MOH para H.323 e MGCP é compatível com Cisco CallManager 3.1.1 e superiores.

A configuração do Cisco CallManager deve ser a seguinte:

Com MOH de transmissão múltipla habilitado.

Com MRGs (Media Resource Groups) e MRGLs (Media Resource Group Lists) controlando quais dispositivos recebem MOH de transmissão múltipla e quais dispositivos recebem MOH de transmissão única.

Com regiões do Cisco CallManager atribuídas de uma forma que o G.711 seja utilizado sempre que o recurso MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST for requisitado.

Os gateways do Cisco SRST devem ser executados no Cisco SRST 3.0 do Cisco IOS Versão 12.2(15)ZJ2 ou posterior.

Cisco CallManager e Cisco SRST devem ser executados no H.323 ou no MGCP.

Para filiais que não executam o Cisco SRST, os pacotes MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager devem cruzar a WAN. Para conseguir isso, é necessário ter um roteamento de transmissão múltipla habilitado na rede. Para mais informações sobre roteament de transmissão múltipla, consulte a seção "IP Multicast" do Cisco IOS IP Configuration Guide, Versão 12,3.

Com as versões do Cisco IOS anteriores à 12.3(14)T, faça a configuração do SRST como seu modo de recuo do gateway MGCP usando os comandos ccm-manager fallback-mgcp e call application alternate. Com as versões do Cisco IOS posteriores à 12.3(14)T, é necessário configurar os comandos ccm-manager fallback-mgcp e service. A configuração desses dois comandos permite que SRST assuma o controle pela porta de voz e pelo processamento de chamadas do gateway MGCP. O Guia do Administrador do Sistema CISCO IOS Survivable Remote Site Telephony Versão 3.3 descreve a configuração completa do SRST como modo de recuo.

Restrições para Utilização de Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

O MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST não é compatível com o MOH de transmissão única.

Apenas uma única origem de áudio do Cisco CallManager pode ser utilizada na rede. No entanto, os arquivos de áudio de cada memória flash do gateway SRST podem ser diferentes.

O MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST é compatível apenas com o G.711.

O MOH de transmissão múltipla para H.323 não está disponível em todas as versões do Cisco CallManager 3.3.2. Para mais informações, consulte CSCdz00697 utilizando Bug Toolkit.

Na imagem Cisco IOS Versão 12.2(15)ZJ para gateways da série Cisco 1700, o MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST não inclui suporte para o modo H.323.

Informações Sobre a Utilização de Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

Para fazer a configuração dos gateways SRST como um recurso de MOH, é necessário compreender os seguintes conceitos:

Gateways SRST e Cisco CallManager

Codecs, Números de Portas e Endereços IP

Transmissão Multicast MOH

Suporte para Alimentação Ativa de SRST MOH

Gateways SRST e Cisco CallManager

Os gateways Cisco SRST podem ser configurados como pacotes de transmissão múltipla com RTP (Real-Time Transport Protocol) de memória flash durante o recuo e a operação normal do Cisco CallManager. Para que isso ocorra, o Cisco CallManager deve ser configurado para MOH de transmissão múltipla de uma forma que os pacotes de áudio não cruzem a WAN. Em vez disso, os pacotes de áudio são transmitidos da memória flash dos gateways Cisco SRST para o mesmo endereço IP do MOH de transmissão múltipla e o número da porta é configurado para MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager. Os telefones IP de sites remotos são capazes de pegar pacotes RTP transmitidos de forma múltipla de gateways de filiais locais, em vez do Cisco CallManager central.

A Figura 1 mostra uma configuração de exemplo dos telefones pelo Cisco CallManager para receber MOH de transmissão múltipla pelo número de porta 16384 e pelo endereço IP 239.1.1.1. O Cisco CallManager é configurado de maneira que um MOH de transmissão múltipla não possa atingir a WAN, e os gateways do Cisco SRST locais são configurados para enviar pacotes de áudio dos arquivos flash para o número de porta 16384 e o endereço IP 239.1.1.1. O Cisco CallManager e os telefones IP sofrem interferência e agem como se o Cisco CallManager estivesse originando o MOH de transmissão múltipla.


Observação Os usuários de telefone de instalações centrais utilizariam o MOH de transmissão múltipla da instalação central.


Figura 1: MOH de Transmissão Múltipla da Memória Flash do Cisco SRST

Codecs, Números de Portas e Endereços IP

O MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST é compatível apenas com o G.711. A Figura 2 mostra um exemplo em que o G.711 é o único codec usado por um Cisco CallManager central e três filiais. Em alguns casos, um sistema Cisco CallManager pode usar codecs adicionais. Por exemplo, para economizar largura de banda, o Cisco CallManager pode usar o G.711 para MOH de transmissão múltipla e o G.729 para conversas telefônicas.

Como mostrado no exemplo da Figura 2, o endereço IP 10.1.1.1 e a porta 1000 são usados durante conversas telefônicas quando o G.729 está em uso, e o endereço IP 239.1.1.1 e a porta 16384 são usados quando uma chamada está em espera e o G.711 está em uso.

Figura 2: Utilização de Endereço IP e Porta para a Configuração do G.711 e do G.729

A Figura 1 e a Figura 2 mostram todas as filiais que usam MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST. A Figura 3 mostra um caso em que alguns gateways são configurados com o Cisco SRST e outros gateways, não. Quando os usuários de telefone da instalação central e da Filial 3 são colocados em espera por outros telefones IP no sistema do Cisco CallManager, é gerado um MOH pelo Cisco CallManager. Quando os usuários da Filial 1 e da Filial 2 são colocados em espera por outros usuários de telefone no sistema do Cisco CallManager, os gateways do Cisco SRST geram MOH.

Figura 3: Fontes de MOH para Telefones IP Cisco SRST e Não Cisco SRST Utilizando MOH

Para habilitar a transmissão de pacote de áudio de MOH por dois caminhos, o servidor de MOH do Cisco CallManager deve ser configurado com um endereço IP e dois números de porta diferentes ou com um endereço de porta e dois endereços IP Multicast diferentes, para que um conjunto de filiais possa usar MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST e o outro possa usar o MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager.

Transmissão Multicast MOH

Se o MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST for suportado por várias filiais de um sistema, como na Figura 1, o Cisco CallManager deverá ser configurado para evitar que todos os pacotes de áudio de MOH de transmissão múltipla atinjam a WAN. Quando houver uma mistura de filiais do Cisco SRST, como mostrado na Figura 3, um conjunto de arquivos de áudio MOH do Cisco CallManager deverá atingir a WAN e o outro, não. Pacotes de áudio do Cisco CallManager central deverão cruzar a WAN para atingir filiais que executam o Cisco CallManager. Para filiais que executam o Cisco SRST, os pacotes não devem atingir a WAN.

Suporte para Alimentação Ativa de SRST MOH

O Cisco SRST foi aprimorado com o comando moh-live . O comando moh-live fornece correntes de MOH de alimentação ativa de um dispositivo de áudio conectado a uma porta E&M ou FXO a telefones IP Cisco no modo SRST. A música de alimentação ativa vem de uma fonte fixa e é continuamente alimentada no buffer de reprodução do MOH em vez de ser lida de um arquivo flash. O MOH de alimentação ativa também pode ser transmitido de forma múltipla para telefones Cisco IP. Consulte a seção "Configurando o Suporte para Alimentação Ativa de MOH do SRST" para obter instruções de configuração.

Como Utilizar Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH

As três principais tarefas para configurar gateways Cisco SRST como recursos de MOH são as seguintes:

Configurando o Cisco CallManager para Cisco SRST Multicast MOH (obrigatória)

Configurando o Cisco SRST para Multicast MOH (obrigatória)

Configurando o Suporte para Alimentação Ativa de MOH do SRST (opcional)

Configurando Cisco CallManager para Cisco SRST Multicast MOH

As seções a seguir descrevem as tarefas de configuração do Cisco CallManager para MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST:

Configurando a Origem de Áudio de MOH para Habilitar a Transmissão Múltipla

Habilitando a Transmissão Múltipla no Servidor de MOH do Cisco CallManager e Configurando Números de Portas e Endereços IP

Criando um MRG e uma MRGL, Habilitando o MOH Multicast e Configurando Gateways

Criando uma Região para o Servidor de MOH

Verificando o Cisco CallManager Multicast MOH

Para usar os gateways do Cisco SRST como recursos de MOH de transmissão múltipla, é necessário fazer a configuração do Cisco CallManager para fazer transmissão múltipla de MOH para as instalações de filiais. Para isso, faça a configuração dos endereços IP, números de porta, a origem de MOH e o servidor de áudio de MOH.

A configuração do servidor de MOH envolve a designação de um número máximo de saltos para a origem de áudio. Uma configuração de um salto evita que os pacotes de MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager atinjam a WAN, interferindo no Cisco CallManager e permitindo que os pacotes de MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST sejam enviados dos gateways do Cisco SRST para seus telefones de componente. Para casos em que a transmissão múltipla do Cisco CallManager deve atingir gateways que não executam o Cisco SRST, use o comando ip multicast boundary do Cisco IOS para controlar o destino dos pacotes de transmissão múltipla.

Depois da configuração do servidor de MOH, ele deverá ser adicionado a um MRG (Media Resource Group); o MRG é adicionado a uma MRGL (Media Resource Group List) e os gateways da filial do Cisco CallManager são configurados para usar a MRGL.

Cinco janelas do Cisco CallManager são utilizadas para configurar o servidor do MOH, a origem de áudio, o MRG, a MRGL e gateways específicos. A Figura 4 fornece uma visão geral do processo.

A última tarefa de configuração do Cisco CallManager envolve a criação de uma região de MOH que atribui a utilização do codec G.711 de MOH à instalação central, instalações e escritórios filiais ou escritórios.

As regiões especificam os codecs usados para chamadas de áudio e vídeo em uma região e entre regiões existentes. Para mais informações sobre regiões, consulte a seção "Configuração de Região" do Guia de Administração do Cisco CallManager. No diretório da documentação do Cisco CallManager, clique na versão do Cisco CallManager desejada e vá para Administração do Sistema, Recursos e Serviços > Guia de Administração, Sistema, Recursos e Serviços Cisco CallManager > Guia de Administração do Cisco CallManager > Configuração da Região.

Figura 4: Telas do CallManager para Configuração de MOH de Transmissão Múltipla

Configurando a Origem de Áudio de MOH para Habilitar a Transmissão Múltipla

A origem de áudio de MOH é um arquivo do qual o Cisco CallManager transmite pacotes de RTP. É possível criar um arquivo de áudio ou utilizar o arquivo de áudio padrão. Para MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST, somente uma origem de áudio poderá ser utilizada, mesmo se, por exemplo, um de 500 sites utilizarem MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST. Além disso, todos os sistemas do Cisco CallManager devem utilizar a mesma origem de áudio para MOH de usuário e rede, pois o MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST só pode transmitir áudio para uma única porta e um único endereço IP de transmissão múltipla. Para MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST, o arquivo da origem de áudio do Cisco CallManager deve ser configurado para largura de banda de G.711.


Dica A forma mais simples de criar uma origem de áudio é utilizar a origem de áudio padrão.


Independentemente de você usar uma origem de áudio de MOH padrão do Cisco CallManager ou criar uma, ela deve ser configurada para transmissão múltipla na janela Configuração da Origem de Áudio de MOH (Music On Hold).

Observe que a seção Status do Arquivo de Áudio de MOH mostra que o arquivo de origem de áudio é configurado para quatro formatos de codec. Se você planeja utilizar vários codecs, assegure-se de que o arquivo de origem de áudio os acomoda.

Para mais informações sobre a criação de uma origem de áudio, vá para o diretório da documentação do Cisco CallManager , clique na versão do Cisco CallManager desejada e vá para Administração do Sistema, Recursos e Serviços > Guias de Administração, Sistema, Recursos e Serviços do Cisco CallManager > Guia de Serviços e Recursos do Cisco CallManager > Music On Hold > Criando Origens de Áudio.

Para fazer a configuração da origem de áudio de MOH para habilitar transmissão múltipla e reprodução contínua, siga estas etapas.


Observação Essas instruções supõem que o arquivo de origem de áudio de MOH já tenha sido criado.


RESUMO DAS ETAPAS

1. Habilitar MOH de transmissão múltipla para a origem de áudio de MOH.

2. Habilitar a origem de áudio.

3. Permitir transmissão múltipla.

4. Aplicar todas as alterações de transmissão múltipla.

ETAPAS DETALHADAS


Etapa 1 Para habilitar MOH de transmissão múltipla para a origem de áudio de MOH, selecione Serviço > Recursos de Mídia > Origem de Áudio de MOH para exibir a janela Configuração da Origem de Áudio de MOH (Music On Hold).

Etapa 2 Clique duas vezes na origem de áudio desejada relacionada na coluna Origens de Áudio de MOH.

Etapa 3 Na janela Configuração da Origem de Áudio de MOH (Music On Hold), selecione Permitir Transmissão Múltipla.

Etapa 4 Clique em Atualizar.


Habilitando a Transmissão Múltipla no Servidor de MOH do Cisco CallManager e Configurando Números de Portas e Endereços IP

Insira um endereço IP e um número de porta básico para transmissão múltipla na seção Informações sobre a Origem de Áudio de Transmissão Múltipla da janela Configuração do Servidor de MOH (Music On Hold). Se estiver utilizando MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager e MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST (consulte a seção "Codecs, Números de Porta e Endereços IP" e a seção "Transmissão de MOH Múltipla"), selecione um método de incremento de número de porta e endereço IP para fazer a configuração dos dois conjuntos de números de porta e endereço IP.

Se o botão de opção Incrementar Transmissão Múltipla for definido como Endereço IP, cada origem de áudio de MOH e combinação de codec será transmitida de forma múltipla para endereços IP diferentes, mas utilizará o mesmo número de porta. Se ele for definido como Número de Porta, cada origem de áudio de MOH e cada combinação de codec será transmitida de forma múltipla para o mesmo endereço IP, mas utilizará diferentes números de porta de destino.

A Tabela 1 mostra a diferença entre incrementar um endereço IP e incrementar um número de porta utilizando o endereço IP de base 239.1.1.1 e o número de porta de base 16384. A tabela também associa origens de áudio do Cisco CallManager e codecs a endereços IP e números de porta.

Tabela 1: Exemplo das Diferenças entre Incrementar Transmissão Múltipla em Endereço IP e Incrementar Transmissão Múltipla em Número de Porta

Origem de Áudio
Codec
Incrementar Transmissão Múltipla em Endereço IP
Incrementar Transmissão Múltipla em Número de Porta
Endereço IP de Destino
Porta de destino
Endereço IP de Destino
Destino
Porta

1

G.711 mu-law

239.1.1.1

16384

239.1.1.1

16384

1

G.711 a-law

239.1.1.2

16384

239.1.1.1

16385

1

G.729

239.1.1.3

16384

239.1.1.1

16386

1

Banda Larga

239.1.1.4

16384

239.1.1.1

16387

2

G.711 mu-law

239.1.1.5

16384

239.1.1.1

16388

2

G.711 a-law

239.1.1.6

16384

239.1.1.1

16389

2

G.729

239.1.1.7

16384

239.1.1.1

16390

2

Banda Larga

239.1.1.8

16384

239.1.1.1

16391


A incrementação é disparada por uma alteração na utilização do codec. Quando a utilização do codec é alterada, um novo endereço IP ou número de porta (dependendo da incrementação selecionada) é atribuído ao novo tipo de codec e colocado em uso. O codec original mantém seu endereço IP e seu número de porta. Por exemplo, como visto na Tabela 1, se seu endereço IP e seu número de porta de base forem 239.1.1.1 e 16384 para um codec Mu-law G.711 e a utilização do codec mudar para G.729 (disparando um incremento no número da porta), o endereço IP e o número da porta em uso serão alterados, ou incrementados. para 239.1.1.1 e 16386. Se a utilização do G.711 for retomada, o endereço IP e o número de porta voltam a ser 239.1.1.1 e 16384. Se G.729 for novamente utilizado, o endereço IP e a porta voltam a ser 239.1.1.1 e 16386, e assim por diante.

É importante fazer a configuração de um número de porta do Cisco CallManager e um endereço IP que utilizem uma origem de áudio G.711 para MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST. Se o MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager também estiver sendo utilizado em gateways que não possuem o Cisco SRST e utilizam um codec diferente, como o G.729, assegure-se de que o endereço IP ou número de porta adicional ou incremental utilizem a mesma origem de áudio dos gateways Cisco SRST e o codec necessário.

A configuração da origem de áudio de transmissão múltipla do servidor de MOH também é realizada na janela Configuração do Servidor de MOH (Music On Hold). Para MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST, o servidor de MOH do Cisco CallManager pode utilizar somente uma origem de áudio. Uma origem de áudio é selecionada pela inserção do número máximo de saltos da origem de áudio.

A configuração Máximo de Saltos define o tamanho de transmissão dos pacotes da origem de áudio. A limitação do número de saltos é uma forma de impedir que os pacotes de áudio atinjam a WAN, criando interferência no Cisco CallManager, permitindo que o Cisco SRST possa realizar MOH de transmissão múltipla. Se todas as suas filiais executarem o Cisco SRST, utilize um número baixo de saltos para evitar que os pacotes de origem de áudio cruzem a WAN. Se a configuração do seu sistema incluir routers que não executem o Cisco SRST, insira um número alto de saltos para permitir que os pacotes de origem de áudio cruzem a WAN. Use os comandos ip multicast bounder e access-list para evitar que os pacotes de recursos de endereços IP específicos atinjam a WAN.

Para habilitar a transmissão múltipla e fazer a configuração dos números de porta e endereços IP, siga estas etapas.

RESUMO DAS ETAPAS

1. Habilitar MOH de transmissão múltipla para o Cisco CallManager.

2. Definir o endereço IP e o número de porta de base.

3. Selecionar se o Cisco CallManager incrementará números de porta ou endereços IP.

4. Inserir um número máximo de saltos.

5. Utilizar os comandos do Cisco IOS para impedir que os sinais do Cisco CallManager cruzem a WAN e atinjam os gateways do Cisco SRST.

ETAPAS DETALHADAS


Etapa 1 Habilitar MOH de transmissão múltipla para o Cisco CallManager.

a. Selecione Serviço > Recurso de Mídia > Servidor de MOH.

b. A janela Configuração do Servidor de MOH (Music On Hold) será exibida.

c. Abra um servidor de MOH existente clicando em Localizar e clicando duas vezes no servidor de MOH desejado.

d. Independentemente de você estar atualizando ou criando um servidor de MOH, clique em Habilitar Origens de Áudio de Transmissão Múltipla neste Servidor de MOH.

Etapa 2 Definir o endereço IP e o número de porta de base.

Na janela Configuração do Servidor de MOH (Music On Hold), insira um endereço IP no campo Endereço IP de Base para Transmissão Múltipla e um número de porta no campo Número de Porta de Base para Transmissão Múltipla. Assegure-se de que o endereço IP e o número de porta utilizem a origem de áudio e o codec desejados. Consulte a Tabela 1.

Etapa 3 Selecionar se o Cisco CallManager incrementará números de porta ou endereços IP.

No campo Incrementar Transmissões Múltiplas da janela Configuração do Servidor de MOH (Music On Hold), selecione Número de Porta, se desejar que os números de porta sejam incrementados e o endereço IP se mantenha inalterado. Selecione Endereço IP se desejar que os endereços IP sejam incrementados e o número da porta permaneça inalterado.

Se todas as suas filiais executarem o Cisco SRST e portanto utilizarem o G.711 para MOH, utilize qualquer uma das configurações, pois a incrementação não ocorrerá, logo a seleção não é importante.

Se a configuração do seu sistema incluir routers que não executem o Cisco SRST e utilizam um codec diferente, selecione um método de incrementação.


Observação Se suas filiais incluírem routers que não executam o Cisco SRST mas utilizam o G.711, faça a configuração das origens de áudio separadas: uma para os routers que executam o Cisco SRST e uma para os que não executam.


Etapa 4 Inserir um número máximo de saltos.

Na janela Configuração do Servidor de MOH (Music On Hold), ao lado do campo Nome da Origem de Áudio, digite 1 no campo Máximo de Saltos, caso todas as suas filiais executem o Cisco SRST. Se a configuração do seu sistema incluir routers que não executam o Cisco SRST, digite 16 no campo Máximo de Saltos.

Etapa 5 Utilizar os comandos do Cisco IOS para impedir que os sinais do Cisco CallManager cruzem a WAN e atinjam os gateways do Cisco SRST.

Se todas as suas filiais executarem o Cisco SRST, ignore esta etapa. Se a configuração do seu sistema incluir routers que não executam o Cisco SRST e utilizam um codec diferente, digite os comandos a seguir do Cisco IOS, começando com o modo de configuração global no router da instalação central:

a. interface {serial | fastethernet} slot/port

Insere o modo de configuração de interface, onde slot é o número de slot e port é o número da porta.

b. ip multicast boundary access-list-number

Configura um limite de escopo administrativo, onde access-list-number é um número de 1 a 99 que identifica uma lista de acesso que controla a faixa de endereços de grupo afetada pelo limite.

c. exit

Sai do modo de configuração da interface.

d. access-list access-list-number deny ip-address

Configura o mecanismo de lista de acesso para filtrar quadros por endereço IP. Para o argumento ip-address, digite o endereço IP de MOH que deseja impedir de cruzar a WAN. Normalmente, esse endereço seria o endereço IP digitado na Etapa 2.

Este é um exemplo de configuração:

Router(config)# interface serial 0/0
Router(config-if)# ip multicast boundary 1
Router(config-if)# exit
Router(config)# access-list 1 deny 239.1.1.1

Criando um MRG e uma MRGL, Habilitando o MOH Multicast e Configurando Gateways

A tarefa a seguir envolve a configuração de gateways específicos para utilizar um servidor de MOH que possa transportar a origem de áudio de MOH desejada para seus telefones IP em espera. Isso é conseguido pela criação de um MRG (Media Resource Group). Um MRG se refere a recursos de mídia, como servidores de MOH. O MRG é então adicionado a uma MRGL (Media Resource Group List), e a MRGL é adicionada às configurações do telefone e do gateway.

Os MRGs são criados na janela Configuração do Media Resource Group Configuration. As MRGLs são criadas na janela Configuração do Media Resource Group List. Os telefones são configurados na janela Configuração do Telefone. Os gateways são configurados na janela Configuração do Gateway.


Observação A janela Configuração do Gateway de um gateway H.323 é semelhante àquela dos gateways MGCP.


Também é possível adicionar uma MRGL a um gateway ou telefone IP acrescentando a MRGL a uma configuração de conjunto de dispositivos. Para mais informações sobre conjuntos de dispositivos, vá para o diretório da documentação do Cisco CallManager, clique na versão do Cisco CallManager desejada e vá para Administração do Sistema, Recursos e Serviços > Guias de Administração, Sistema, Recurso e Serviços do Cisco CallManager > Guia de Administração do Cisco CallManager > Configuração do Conjunto de Dispositivos).

Para criar um MRG e uma MRGL, habilitar uma transmissão múltipla de MOH e fazer a configuração dos gateways, siga estas etapas.

RESUMO DAS ETAPAS

1. Criar um MRG com um recurso de mídia de MOH para transmissão múltipla.

2. Criar uma MRGL que contenha o MRG recém-criado.

3. Adicionar a MRGL aos telefones IP desejados.

4. Adicionar a MRGL ao gateway desejado.

ETAPAS DETALHADAS


Etapa 1 Criar um MRG com um recurso de mídia de MOH para transmissão múltipla.

a. Selecione Serviço > Recurso de Mídia > Media Resource Group.

b. No canto superior direito da janela, clique na ligação Adicionar um Novo Media Resource Group. A janela Configuração de Media Resource Group é exibida.

c. Preencha o campo Nome do Media Resource Group.

d. Preencha o campo Descrição.

e. Selecione um recurso de mídia no painel Recursos de Mídia Disponíveis.

Este painel lista os recursos de mídia que podem ser escolhidos de um MRG e pode incluir os seguintes tipos de recurso de mídia:

CFB (conference bridges)

MTP (media termination points)

Servidores de MOH (music-on-hold)

Transcodificadores (XCODE)

Anunciador (ANN)

Os servidores de music-on-hold configurados para transmissão múltipla são rotulados como (MOH) [Multicast].

f. Clique na seta para baixo para que o recurso de mídia selecionado se mova para o painel Recursos de Mídia Selecionados.

g. Clique em Inserir.

Etapa 2 Criar uma MRGL que contenha o MRG recém-criado.

a. Selecione Serviço > recurso de Mídia > Media Resource Group List.

b. No canto superior direito da janela, clique na ligação Adicionar um Novo Resource Group List. A janela Configuração de Media Resource Group List é exibida.

c. Preencha o campo Nome do Media Resource Group List.

d. No painel Available Media Resource Groups, selecione o MRG que acabou de criar.

e. Adicione o MRG ao painel Selected Media Resource Groups clicando na seta para baixo. Depois que o grupo de recursos de mídia é acrescentado, seu nome passa para o painel Selected Media Resource Groups.

f. Clique em Inserir.

Etapa 3 Adicionar a MRGL aos telefones IP desejados.

a. Selecione Dispositivo > Telefone para exibir a janela Localizar e Listar Telefones.

b. Clique em Localizar para exibir uma lista de telefones.

c. Clique duas vezes no nome do dispositivo do telefone que deseja atualizar.

d. Preencha o campo Media Resource Group List selecionando a MRGL desejada no menu suspenso.

e. Clique em Atualizar.

Etapa 4 Adicionar a MRGL ao gateway desejado.

a. Selecione Dispositivo > Gateway para exibir a janela Localizar e Listar Gateways.

b. Clique em Localizar para exibir uma lista de gateways.

c. Clique duas vezes no nome de dispositivo do gateway que deseja atualizar.

d. Se o gateway for o H.323, preencha o campo Media Resource Group List selecionando a MRGL desejado no menu suspenso.

e. Clique em Atualizar.


Criando uma Região para o Servidor de MOH

Para garantir que o servidor de MOH utilize o G.711 para gateways do Cisco SRST, crie uma região separada para o servidor de MOH. Para mais informações sobre codecs, consulte a seção "Codecs, Números de Porta e Endereços IP". Para mais informações sobre regiões, vá para o diretório com a documentação do Cisco CallManager, clique na versão do Cisco CallManager desejada e vá para Administração do Sistema, Recursos e Serviços > Guias de Administração, Sistema, Recurso e Serviços do Cisco CallManager > Guia de Administração do Cisco CallManager > Configuração da Região.

As regiões são configuradas na janela Configuração da Região. Se o sistema do Cisco CallManager utilizar somente um G.711, todas as instalações centrais e suas filiais para a região do MOH devem ser definidas como G.711. Se um sistema Cisco CallManager tiver uma combinação de filiais que executem e não executem MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST e as filiais que não executarem o Cisco SRST exigirem um codec diferente para MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager, elas devem ser configuradas apropriadamente.

Uma janela Configuração de Região onde a região "Servidor de MoH" é configurada para utilizar os codecs G.711 e G.729 deve ter a seguinte aparência:

O G.711 é utilizado para a Filial 1 porque seu gateway é configurado para executar o MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST, que requer o G.711.

O G.729 é utilizado para a Filial 2 porque seu gateway não executa o Cisco SRST e é configurado para usar uma porta e um endereço IP que utilizem o G.729.

O G.711 é configurado para a instalação central e a região do servidor de MOH.

Para criar uma região para o servidor de MOH, siga estas etapas.

RESUMO DAS ETAPAS

1. Criar uma região do servidor de MOH.

2. Criar outras regiões necessárias para diferentes codecs.

ETAPAS DETALHADAS


Etapa 1 Criar uma região do servidor de MOH.

a. Selecione Sistema > Região.

b. No canto superior direito da janela, clique em Adicionar uma Nova Região. A janela Configuração da Região é exibida.

c. No campo Nome da Região, digite o nome que deseja atribuir à nova região e clique em Inserir.

d. Se outras regiões tiverem sido criadas, será exibida uma lista de regiões. Utilize as caixas da lista suspensa para selecionar o codec de áudio a utilizar para chamadas entre a nova região e regiões existentes. O codec de áudio determina o tipo de compactação e a quantidade máxima de largura de banda alocado para essas chamadas.

e. As novas regiões aparecem na lista juntamente com as antigas. Utilize a caixa suspensa para selecionar o codec a ser utilizado na nova região.

f. Clique em Atualizar.

Etapa 2 Criar outras regiões necessárias para diferentes codecs.


Verificando o Cisco CallManager Multicast MOH

A configuração do MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager deve ser realizada corretamente para que o MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST funcione. A verificação do MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager é diferente para configurações que utilizam uma WAN com transmissão múltipla habilitada e uma WAN com transmissão múltipla desabilitada.

É importante verificar se o MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager é fornecido por transmissão múltipla, e não única. O MOH de transmissão única é habilitado por padrão, portanto é fácil concluir de forma errada que o MOH de transmissão múltipla está funcionando, quando não está.

RESUMO DAS ETAPAS

1. Verificar se o MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager é ouvido em um gateway remoto.

2. Verificar se o MOH do Cisco CallManager é de transmissão múltipla, e não única.

ETAPAS DETALHADAS


Etapa 1 Verificar se o MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager é ouvido em um gateway remoto.

a. Se a transmissão múltipla estiver habilitada na WAN, assegure-se de que o número de saltos configurados no servidor de MOH do Cisco CallManager seja suficiente para permitir que pacotes de áudio cheguem no site remoto (consulte a seção "Habilitando a Transmissão Múltipla no Servidor de MOH do Cisco CallManager e Configurando Números de Portas e Endereços IP"). Em seguida, chame um telefone IP em um gateway remoto, coloque a chamada em espera e verifique se a MOH é ouvida.

b. Se a transmissão múltipla não estiver habilitada na WAN, coloque um telefone IP na mesma submáscara do servidor de MOH do Cisco CallManager e verifique se o MOH pode ser ouvido. Como o telefone IP e o servidor de MOH estão na mesma submáscara, não são necessários recursos de roteamento de transmissão múltipla.

Etapa 2 Verificar se o MOH do Cisco CallManager é de transmissão múltipla, e não única.

a. No Microsoft Windows, selecione Iniciar > Programas > Ferramentas administrativas > Desempenho.

b. Na janela Desempenho, clique no ícone + (adição) localizado na parte superior do painel direito.

c. Na janela Adicionar Contadores, selecione Dispositivo Cisco MOH.

d. Na janela Desempenho é possível monitorar os contadores MOHMulticastResourceActive e MOHUnicastResourceActive para verificar a atividade de transmissão múltipla.

Configurando Cisco SRST para Multicast MOH

A configuração do Cisco SRST inclui o seguinte:

Habilitando a MOH de Transmissão Múltipla no Gateway Cisco SRST

Verificando o Fluxo de MOH de Transmissão Múltipla Básica do Cisco SRST

Verificando o MOH do Cisco SRST para o PSTN

Verificando o Cisco SRST Multicast MOH para Telefones IP

Pré-requisitos

Os gateways de SRST devem ser executados no Cisco IOS Versão 12.2(15)ZJ2 ou mais recente.

A memória flash de cada gateway Cisco SRST deve ter um arquivo de áudio de MOH. O arquivo de MOH pode ser no formato .wav ou .au, mas deve conter dados de 8 bits e 8 kHz, como formato de dados a-law ou mu-law. Um arquivo de áudio de MOH conhecido e em atividade (music-on-hold.au) é incluído nos arquivos .zip que podem ser baixados de http://www.cisco.com/pcgi-bin/tablebuild.pl/ip-key. Ou o arquivo music-on-hold.au pode ser baixado de http://www.cisco.com/pcgi-bin/tablebuild.pl/ip-iostsp e copiado na memória flash do router Cisco SRST. Outra opção é copiar um dos arquivos MOH, como um SampleAudioSource.ULAW.wav, de C:\Arquivo de Programas\Cisco\MOH, em Cisco CallManager.


Observação Durante o processo de cópia, quatro arquivos são adicionados a cada flash do router, automaticamente. Um dos arquivos deve utilizar um formato mu-law, como indicado pela extensão .ULAW.wav.


É necessário configurar uma interface de loopback, e seus endereços IP devem ser incluídos na configuração do MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST. Essa configuração permite que a MOH de transmissão múltipla seja ouvida em portas POTS do gateway. A interface de loopback não precisa se vincular ao H.323 ou ao MGCP.

É necessário configurar pelo menos um telefone e DN (directory number), mesmo se o gateway não for utilizado para o Cisco SRST. O fluxo do MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST nunca começa sem telefone e número de diretório.

Habilitando a MOH de Transmissão Múltipla no Gateway Cisco SRST

Não é necessária nenhuma configuração de roteamento de MOH de transmissão múltipla para os gateways do Cisco SRST, pois cada gateway SRST é configurado para agir como um host executando um aplicativo que transmita pacotes de MOH de forma múltipla da rede. O comando multicast moh declara o endereço e o número da porta do MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager e permite que os gateways do Cisco SRST roteiem a MOH da memória flash para até quatro endereços IP. Se nenhum endereço IP for configurado, a MOH é enviada pelo endereço IP configurado no comando ip source-address do Cisco SRST .

RESUMO DAS ETAPAS

1. ccm-manager music-on-hold

2. interface loopback number

3. ip address ip-address mask

4. exit

5. interface fastethernet slot/port

6. ip address ip-address mask

7. exit

8. call-manager-fallback

9. ip source-address ip-address [port port]

10. max-ephones max-phones

11. max-dn max-directory-number

12. moh filename

13. multicast moh multicast-address port port [route ip-address-list]

14. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

ccm-manager music-on-hold

Exemplo:

Router(config)# ccm-manager music-on-hold

Habilita o recurso MOH de transmissão múltipla em um gateway de voz.

Etapa 2 

interface loopback number

Exemplo:

Router(config)# interface loopback 1

Configura um tipo de interface e insere o modo de configuração de interface.

number—Loopback interface number. O intervalo é de 0 a 2147483647.

Etapa 3 

ip address ip-address mask

Exemplo:

Router(config-if)# ip address 10.1.1.1 255.255.255.255

Define um endereço IP primário de uma interface.

ip-address—Endereço IP.

mask—Máscara para a sub-rede IP associada.

Etapa 4 

exit

Exemplo:

Router(config-if)# exit

Sai do modo de configuração da interface.

Etapa 5 

interface fastethernet slot/port

Exemplo:

Router(config)# interface fastethernet 0/0

(Opcional, se a palavra-chave route não for utilizada no comando multicast moh. Consulte a Etapa 9 e a Etapa 13). Configura um tipo de interface e insere o modo de configuração de interface.

Etapa 6 

ip address ip-address mask

Exemplo:

Router(config-if)# ip-address 172.21.51.143 255.255.255.192

(Opcional, se a palavra-chave route não for utilizada no comando multicast moh. Consulte a Etapa 9 e a Etapa 13). Define um endereço IP principal para uma interface.

Etapa 7 

exit

Exemplo:

Router(config-if)# exit

(Opcional, se a palavra-chave route não for utilizada no comando multicast moh. Consulte a Etapa 9 e a Etapa 13). Encerra o modo de configuração de interface.

Etapa 8 

call-manager-fallback

Exemplo:

Router(config)# call-manager-fallback

Insere o modo de configuração call-manager-fallback.

Etapa 9 

ip source-address ip-address [port port]

Exemplo:

Router(config-cm-fallback)# ip source-address 172.21.51.143 port 2000

(Opcional, se a palavra-chave route não for utilizada no comando multicast moh. Consulte a Etapa 13.) Habilita o router a receber mensagens de telefones Cisco IP por meio de portas e endereços IP especificados.

ip-address—O endereço IP pré-existente do router, normalmente um dos endereços da porta Ethernet do router.

port port—(Opcional) A porta a que o router do gateway se conecta para receber mensagens dos telefones Cisco IP. O número da porta varia de 2000 a 9999. O número de porta padrão é 2000.

Etapa 10 

max-ephones max-phones

Exemplo:

Router(config-cm-fallback)# max-ephones 1

Configura o número máximo de telefones Cisco IP que podem ser suportados por um router.

max-phones—Número máximo de telefones Cisco IP suportados pelo router. O número mais alto depende da plataforma. O padrão é 0.

Etapa 11 

max-dn max-directory-number

Exemplo:

Router(config-cm-fallback)# max-dn 1

Define o número mais alto possível de portas de voz virtuais que podem ser suportadas pelo router.

max-directory-number—Número máximo de diretórios ou portas de voz virtuais suportado pelo router. O número máximo possível depende da plataforma. O padrão é 0.

Etapa 12 

moh filename

Exemplo:

Router(config-cm-falback)# moh music-on-hold.au

Habilita a utilização de um arquivo de MOH.

filename—Nome do arquivo de música. O arquivo de música deve residir na memória flash.

Etapa 13 

multicast moh multicast-address port port [route ip-address-list]

Exemplo:

Router(config-cm-fallback)# multicast moh 10.10.255.250 port 2 route 10.10.255.251 10.10.255.252 10.10.255.253 10.10.255.254

Habilita a transmissão múltipla de MOH de um arquivo de MOH flash de um escritório da filial para telefones IP no escritório da filial.

multicast-address e port port—Declaram o endereço IP e o número da porta de pacotes de MOH que serão de transmissão múltipla. O endereço IP e o número de porta de transmissão múltipla correspondem ao endereço IP e ao número da porta que o Cisco CallManager é configurado para utilizar para MOH de transmissão múltipla. Se você estiver usando diferentes codecs de MOH, talvez eles não sejam o endereço IP e a porta de base mas, sim, um endereço IP ou número de porta incrementado. Consulte a seção "Configurando a Origem de Áudio de MOH para Habilitar a Transmissão Múltipla". Se houver várias origens de áudio configuradas no Cisco CallManager, assegure-se de utilizar o número da porta e o endereço IP corretos das origens de áudio.

route ip-address-list—(Opcional) Declara o endereço ou os endereços IP a partir dos quais os pacotes de MOH flash podem ser transmitidos. São permitidos, no máximo, quatro entradas de endereço IP. Se uma palavra-chave route não for configurada, o sistema do Cisco SRST utilizará o valor do comando ip source-address configurado para o Cisco SRST.

Etapa 14 

exit

Exemplo:

Router(config-cm-fallback)# exit

Sai do modo de configuração call-manager-fallback.

Verificando o Fluxo de MOH de Transmissão Múltipla Básica do Cisco SRST

Para verificar se os pacotes de MOH para transmissão múltipla estão configurados com o comando multicast moh , siga estas etapas.

RESUMO DAS ETAPAS

1. debug ephone moh

2. show interfaces fastethernet

3. show ephone summary

ETAPAS DETALHADAS


Etapa 1 debug ephone moh

Esse comando define a depuração para MOH. É possível utilizar esse comando para mostrar que o gateway Cisco SRST está fazendo transmissão múltipla de MOH fora do Loopback 0 e da Fast Ethernet 0/0:

Router# debug ephone moh
!
MOH route If FastEthernet0/0 ETHERNET 172.21.51.143 via ARP
MOH route If Loopback0 46 172.21.51.98 via 172.21.51.98
!

Etapa 2 show interfaces fastethernet

Utilize esse comando para confirmar se as taxas de saída da interface correspondem àquela do fluxo G.711, que a saída show interfaces fastethernet exibe como 50 pacotes/seg. e 80 kbps ou mais.

Router# show interfaces fastethernet 0/0
!
30 second output rate 86000 bits/sec, 50 packets/sec
!

Etapa 3 show ephone summary

Utilize esse comando para verificar se o Cisco IOS Software foi capaz de ler o arquivo de áudio de MOH com êxito.

Router# show ephone summary
!
File music-on-hold.au type AU Media_Payload_G.711Ulaw64k  160 bytes
!

Dicas para análise de falhas

A saída show ephone summary deve mostrar um tipo de arquivo .au ou .wav. Se INVALID for exibido, ocorreu um erro.

Router# show ephone summary
!
File music-on-hold.au type INVALID Media_Payload_G.711Ulaw64k  160 bytes651-
!

Uma saída inválida pode ser causada pela ordem de inserção dos comandos de configuração do Cisco SRST. Emita o comando no call-manager-fallback e insira novamente os comandos de MOH de transmissão múltipla. A reinicialização também pode eliminar o erro.

Verificando o MOH do Cisco SRST para o PSTN

Para verificar se os pacotes de MOH são transmitidos por uma rede de telefone de comutação pública (PSTN), siga estas etapas.

RESUMO DAS ETAPAS

1. Verificar se um chamador de PSTN ouve a MOH quando colocado em espera por um chamador de um telefone IP.

2. show ccm-manager music-on-hold

3. debug h245 asn

4. show call active voice

ETAPAS DETALHADAS


Etapa 1 Verificar se um chamador de PSTN ouve a MOH quando colocado em espera por um chamador de um telefone IP.

Utilize um telefone IP do gateway Cisco SRST para chamar um telefone PSTN e coloque o chamador do PSTN em espera. O chamador do PSTN deverá ouvir MOH.

Etapa 2 show ccm-manager music-on-hold

Utilize esse comando para verificar se a MOH é de transmissão múltipla. Observe que o comando show ccm-manager music-on-hold só exibe informações sobre conexões de PSTN em espera. Não exibe informações sobre os fluxos de transmissão múltipla direcionados para telefones IP em espera. O exemplo a seguir é uma saída de comando show ccm-manager music-on-hold.

Router# show ccm-manager music-on-hold

Current active multicast sessions : 1
 Multicast       RTP port   Packets       Call   Codec    Incoming
 Address         number     in/out        id              Interface
===================================================================
239.1.1.1         16384   326/326          42   G.711ulaw  Lo0

Se o chamador de PSTN ouvir MOH, mas o comando show ccm-manager music-on-hold não exibir fluxos de transmissão múltipla ativos, o MOH é de transmissão única. Isso pode ser confirmado pela verificação dos contadores de desempenho de MOH, conforme discutido na seção "Verificando o Cisco CallManager Multicast MOH".

Etapa 3 debug h245 asn

Utilize esse comando se o H.323 estiver sendo utilizado e nenhum endereço de transmissão múltipla for exibido na saída do comando show ccm-manager music-on-hold para verificar o reconhecimento do H.323 entre o Cisco CallManager e o gateway Cisco SRST. Quando um chamador de PSTN é colocado em espera, o Cisco CallManager envia um closeLogicalChannel do H.245, seguido de um openLogicalChannel. Verifique se o openLogicalChannelAck final do Cisco CallManager para o gateway Cisco SRST contém o endereço IP e o número da porta de transmissão múltipla esperados. No exemplo a seguir, o endereço IP é EF010101 (239.1.1.1) e o número da porta é 16384.

Router# debug h245 asn

*Mar  1 04:20:19.227: H245 MSC INCOMING PDU ::=

value MultimediaSystemControlMessage ::= response : openLogicalChannelAck :
    {
      forwardLogicalChannelNumber 6
      forwardMultiplexAckParameters h2250LogicalChannelAckParameters :
      {
        sessionID 1
        mediaChannel unicastAddress : iPAddress :
        {
          network 'EF010101'H
          tsapIdentifier 16384
        }
        mediaControlChannel unicastAddress : iPAddress :
        {
          network 'EF010101'H
          tsapIdentifier 16385
        }
      }
    }




Etapa 4 show call active voice

Utilize esse comando com o comando debug h245 asn para verificar posteriormente o reconhecimento do H.323 entre o Cisco CallManager e o gateway Cisco SRST.

Router# show call active voice | include RemoteMedia

RemoteMediaIPAddress=239.1.1.1
RemoteMediaPort=16384

O endereço IP e o número da porta exibidos devem corresponder ao endereço IP e ao número da porta exibidos pelo comando debug h245 asn. Se o campo RemoteMediaIPAddress exibir 0.0.0.0, provavelmente você encontrou a advertência CSCdz00697. Para mais informações, consulte o Bug ToolKit  e a seção "Restrições para Utilização dos Gateways Cisco SRST como um Recurso Multicast MOH".


Dicas para análise de falhas

Se o chamador do PSTN ouvir o tom de chamada (TOH), ao invés da MOH, pode haver dois problemas:

O Cisco CallManager falhou ao ativar a MOH e usou TOH como um recuo. Para verificar se este é o caso, consulte a seção "Verificando o Cisco CallManager Multicast MOH".

O Cisco CallManager não tem o recurso de MOH apropriado disponível. Utilize o comando show ccm-manager music-on-hold para descobrir se o recurso MOH é o problema.


Observação O comando show ccm-manager music-on-hold só exibe informações sobre conexões de PSTN em espera. Não exibe informações sobre os fluxos de transmissão múltipla direcionados para telefones IP em espera.


Router# show ccm-manager music-on-hold

Current active multicast sessions : 1
 Multicast       RTP port   Packets       Call   Codec    Incoming
 Address         number     in/out        id              Interface
===================================================================
239.1.1.1         16384   326/326          42   G.711ulaw  Lo0*

Se não forem exibidos fluxos de MOH (isto é, se não houver linhas de dados sob as colunas), o Cisco CallManager não foi configurado corretamente para fornecer MOH ao gateway Cisco SRST. Possíveis erros de configuração são: o codec necessário não foi habilitado no Cisco CallManager (verifique os parâmetros do serviço) e nenhuma MRGL foi atribuída ao gateway, ou se tiver sido atribuída, não tem recursos suficientes. Verifique se há mensagens de erro no Cisco Intrusion Detection System (IDS) Event Viewer.

Se o chamador do POTS em espera não ouvir um som, o Cisco CallManager concluiu com êxito o reconhecimento de MOH de transmissão múltipla com o gateway Cisco SRST, mas o gateway está falhando ao pegar o fluxo de RTP gerado por transmissão múltipla.

Utilize o comando show ccm-manager music-on-hold para investigar.

Router# show ccm-manager music-on-hold

Current active multicast sessions : 1
 Multicast       RTP port   Packets       Call   Codec    Incoming
 Address         number     in/out        id              Interface
===================================================================
239.1.1.1         16384   326/326          42   G.711ulaw  Lo0 *

Se não forem exibidos fluxos de MOH, o Cisco CallManager não foi configurado corretamente para fornecer MOH ao gateway Cisco SRST. Um erro típico é o Cisco CallManager não ter sido configurado com recurso de MOH apropriado. Possíveis erros de configuração são: o codec necessário não foi habilitado no Cisco CallManager (verifique os parâmetros do serviço) e nenhuma MRGL foi atribuída ao gateway, ou se tiver sido atribuída, não tem recursos suficientes. Verifique se há uma mensagem de erro no Visualizador de Eventos IDS.

Verifique se o endereço de transmissão múltipla e se o número da porta RTP mostrados na saída do comando show ccm-manager music-on-hold correspondem aos argumentos multicast-address e port na configuração do comando moh multicast.

Verifique se o campo Pacotes de entrada/saída mostra uma contagem que está sendo incrementada. Repita o comando show ccm-manager music-on-hold para verificar se os contadores de Pacotes de entrada/saída estão sendo incrementados.

Verifique se o campo codec corresponde ao tipo de codec do arquivo de áudio armazenado na memória flash do gateway do Cisco SRST. Se outro valor de codec além de G.711 mu-law ou G.711 a-law for exibido na saída do comando show ccm-manager music-on-hold, analise se a configuração do codec está incorreta na região do Cisco CallManager. Consulte a seção "Criando uma Região para o Servidor de MOH".

O campo Interface de Entrada mostra onde o gateway Cisco SRST receberá pacotes de MOH de transmissão múltipla. É necessário listar uma interface, que deve ser uma das interfaces incluídas no comando multicast moh ou o endereço IP padrão, configurado com o comando ip source-address . Consulte a Etapa 9 da seção "Habilitando o Multicast MOH no Gateway Cisco SRST".

Verificando o Cisco SRST Multicast MOH para Telefones IP

Para verificar se o Cisco CallManager está sinalizando o telefone IP para receber MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST corretamente, siga estas etapas.

RESUMO DAS ETAPAS

1. Verificar se o chamador do telefone IP ouve MOH quando colocado em espera por um chamador do telefone IP.

2. Verificar os contadores MOHMulticastResourceActive e MOHUnicastResourceActive.

ETAPAS DETALHADAS


Etapa 1 Verificar se o chamador do telefone IP ouve MOH quando colocado em espera por um chamador do telefone IP.

Utilize um telefone IP para chamar um segundo telefone IP e coloque o segundo chamador em espera. O segundo chamador deverá ouvir MOH.

Etapa 2 Verificar os contadores MOHMulticastResourceActive e MOHUnicastResourceActive.

Utilize a janela Desempenho para verificar os contadores MOHMulticastResourceActive e MOHUnicastResourceActive sob o objeto de desempenho do Cisco MOH. Consulte a Etapa 2 na seção "Verificando o Cisco CallManager Multicast MOH". Para que a MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST funcione, o contador de transmissão múltipla deve ser incrementado.


Dicas para análise de falhas

Se nenhum MOH for ouvido e a sinalização de MOH do Cisco SRST for de transmissão múltipla, conecte um farejador na porta do PC, na parte traseira do telefone IP. Se o telefone IP e o gateway Cisco SRST estiverem conectados à mesma sub-rede, os pacotes RTP de transmissão múltipla deverão ser sempre detectados, mesmo quando o telefone IP não for colocado em espera. Se o telefone IP e o gateway Cisco SRST não estiverem conectados à mesma sub-rede, os pacotes RTP de transmissão múltipla só serão detectados quando o telefone IP for colocado em espera e enviar uma União IGMP (Internet Group Management Protocol) para o router mais próximo.

Configurando o Suporte para Alimentação Ativa SRST MOH

As seções a seguir descrevem as tarefas de configuração para a alimentação ativa do Cisco SRST MOH:

Configurando a Porta de Voz no Gateway Cisco SRST

Configurando os Números de Diretório no Gateway Cisco SRST

Estabelecendo a Alimentação do MOH

Verificando a Alimentação Ativa de Cisco SRST MOH

Para fazer a configuração do MOH de uma alimentação ativa, primeiro estabeleça uma porta de voz e um ponto de discagem para a chamada e, em seguida, crie um telefone ou número de diretório fictício. O número fictício permite fazer e receber chamadas, mas não é atribuído a um telefone físico. Esse é o número para o qual o sistema de MOH disca automaticamente para estabelecer uma alimentação de MOH.

O comando moh-live aloca uma das portas de voz virtuais do conjunto de portas de voz virtuais criado pelo comando max-dn. A porta de voz virtual atribui uma chamada de saída ao número fictício, ou seja, ao número de diretório especificado no comando moh-live. O fluxo de áudio obtido pela chamada de MOH fornece o fluxo de áudio de música em espera.

A interface recomendada para MOH de alimentação ativa é uma porta E&M analógica, pois ela precisa do número mínimo de componentes externos. Conecte uma alimentação de áudio (conector de áudio padrão) no nível da linha diretamente nos pinos 3 e 6 de um conector RJ-45 de E&M. A WIC (WAN interface card) de E&M tem um transformador de áudio interno que fornece isolamento elétrico apropriado para a origem de áudio externa. (Uma conexão de áudio de uma porta E&M não exige corrente de loop.) Os comandos signal immediate e auto-cut-through desabilitam a sinalização de E&M nessa porta de voz. Um fluxo do pacote de áudio do G.711 é gerado por um DSP (digital signal processor) na porta E&M.

Se estiver utilizando uma porta de voz FXO para MOH de alimentação ativa, em vez de uma porta E&M, conecte a origem de MOH na porta de voz FXO. Essa conexão requer um adaptador externo para fornecer a voltagem de bateria normal da empresa de telefonia (telco) com a polaridade correta aos terminais de extremidade e anel da porta FXO. O adaptador também deve fornecer isolamento baseado em transformador entre uma origem de áudio externa e os terminais de extremidade e anel da porta FXO.

A música de uma alimentação ativa é continuamente alimentada no buffer de reprodução de MOH, em vez de ser lida de um arquivo flash, portanto normalmente há um retardo de 2 segundos. Uma chamada de saída para uma fonte de alimentação ativa de MOH é tentada a cada 30 segundos, até que a conexão é feita pelo número de diretório configurado para MOH. Se a fonte de alimentação ativa for desligada por alguma razão, a fonte de memória flash é automaticamente ativada.

Uma conexão de MOH de alimentação ativa é estabelecida, enquanto uma chamada de voz conectada automaticamente é feita pelo próprio sistema de MOH do Cisco SRST ou por uma fonte externa que chama diretamente a porta de MOH de alimentação ativa. Uma chamada de MOH pode ser de ou para um PSTN ou pode continuar por meio de VoIP com a detecção da atividade de voz (VAD) desabilitada. Supõe-se que a chamada seja de entrada, a menos que a palavra-chave out-call seja utilizada com o comando moh-live durante a configuração.

O router Cisco SRST utiliza o fluxo de áudio das chamadas como origem de fluxo de MOH, deslocando qualquer fluxo de áudio disponível em um arquivo flash. Um exemplo de fluxo de MOH recebido em uma chamada de entrada é um dispositivo de servidor externo baseado no H.323 que chama o número do diretório para fornecer fluxo de áudio para o router Cisco SRST.

Pré-requisitos

Conforme descrito na seção "Configurando o Cisco SRST para Multicast MOH", o Cisco SRST para MOH de transmissão múltipla não é necessário para a configuração de alimentação ativa de MOH. Entretanto, a alimentação ativa de MOH foi criada para funcionar juntamente com MOH de transmissão múltipla.

Restrições

Uma porta FXO pode ser utilizada para uma alimentação ativa, se receber um adaptador externo de terceiros para fornecer uma alimentação por bateria.

Não é possível utilizar uma porta FXS para alimentação ativa.

Para alimentação ativa de VoIP, o VAD deve estar desabilitado.

MOH é fornecido somente para chamadas do G.711 de PSTN e VoIP. Os chamadores de telefone IP ouvem um tom repetido de espera para reassegurá-los de que ainda estão conectados.

Configurando a Porta de Voz no Gateway Cisco SRST

Para ativar MOH de uma alimentação ativa, configure a porta de voz física.

RESUMO DAS ETAPAS

1. voice-port port

2. input gain decibels

3. auto-cut-through (somente E&M)

4. operation 4-wire (somente E&M)

5. signal immediate (somente E&M)

6. no shutdown

7. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

voice-port port

Exemplo:

Router(config)# voice-port 1/1/0

Insere o modo de configuração da porta de voz para configurar a porta de voz física. Para encontrar a definição correta do argumento port para o seu router, consulte a Referências a Comandos do Cisco IOS Survivable Remote Site Telephony, Versão 3.2.

Etapa 2 

input gain decibels

Exemplo:

Router(config-voice-port)# input gain 0

Especifica a quantidade de ganho em decibéis a ser inserido no lado do receptor da interface. Os valores aceitáveis são inteiros de -6 a 14.

Etapa 3 

auto-cut-through

Exemplo:

Router(config-voiceport)# auto-cut-through

(Somente portas E&M) Habilita a conclusão da chamada quando um PBX não fornece uma resposta ao terminal M. A MOH exige a utilização deste comando com portas E&M.

Etapa 4 

operation 4-wire

Exemplo:
Router(config-voiceport)# operation 4-wire

(Somente portas E&M) Seleciona o esquema de cabeamento de quatro fios. A MOH exige a especificação da operação de quatro fios com este comando para portas E&M.

Etapa 5 

signal immediate

Exemplo:

Router(config-voiceport)# signal immediate

(Somente portas E&M) Para interfaces de alinhamento tronco E&M, direciona o lado da chamada para capturar uma linha deixando seu terminal E fora do gancho e para enviar informações de endereço como dígitos DTMF.

Etapa 6 

no shutdown

Exemplo:

Router(config-voiceport)# no shutdown

Ativa a porta de voz.

Etapa 7 

exit

Exemplo:

Router(config-voiceport)# exit

Sai do modo de configuração de porta de voz.

Configurando os Números de Diretório no Gateway Cisco SRST

Depois de configurar a porta de voz, crie um ponto de discagem e atribua um número de diretório à porta de voz com o comando destination-pattern. O número de diretório é o número que o sistema utiliza para acessar MOH.

RESUMO DAS ETAPAS

1. dial-peer voice tag pots

2. destination-pattern string

3. port port

4. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

dial-peer voice tag pots

Exemplo:

Router(config)# dial-peer voice 7777 pots

Insere o modo de configuração de ponto de discagem.

Etapa 2 

destination-pattern string

Exemplo:

Router(config-dial-peer)# destination-pattern 7777

Especifica o número de diretório que o sistema utiliza para criar música em espera. Esse comando especifica o prefixo ou todo o número do telefone E.164 a ser utilizado para um ponto de discagem.

Etapa 3 

port port

Exemplo:

Router(config-dial-peer)# port 1/1/0

Associa o ponto de discagem para a porta de voz especificada na seção "Configurando a Porta de Voz no Gateway Cisco SRST".

Etapa 4 

exit

Exemplo:

Router(config-dial-peer)# exit

Sai do modo de configuração de peer de discagem.

Estabelecendo a Alimentação do MOH

Para estabelecer a alimentação de MOH, conecte a fonte de música, como um tocador de CD, para discar automaticamente o número do diretório.

RESUMO DAS ETAPAS

1. call-manager-fallback

2. max-dn max-directory-number

3. moh-live dn-number calling-number out-call outcall-number

4. exit

ETAPAS DETALHADAS

 
Comando ou Ação
Propósito

Etapa 1 

call-manager-fallback

Exemplo:

Router(config)# call-manager-fallback

Insere o modo de configuração call-manager-fallback.

Etapa 2 

max-dn max-directory-number

Exemplo:

Router(config-cm-fallback)# max-dn 1

Define o número mais alto possível de portas de voz virtuais que podem ser suportadas pelo router.

max-directory-number—Número máximo de diretórios ou portas de voz virtuais suportado pelo router. O número máximo possível depende da plataforma. O padrão é 0.

Etapa 3 

moh-live dn-number calling-number out-call outcall-number

Exemplo:

Router(config-cm-fallback)# moh-live dn-number 3333 out-call 7777

Especifica que o número de telefone é utilizado para uma chamada de saída que será a origem de um fluxo de MOH.

dn-number calling-number—Define o número do telefone de MOH. O calling-number é uma seqüência de dígitos que representa um número de telefone.

out-call outcall-number—Indica que o router é chamado para uma alimentação ativa que está sendo usada para MOH e especifica o número a ser chamado. O outcall-number é uma seqüência de dígitos que representa um número de telefone, normalmente de uma porta E&M.

A palavra-chave outcall faz uma conexão para a porta de voz do router local especificado na seção "Configurando a Porta de Voz no Gateway Cisco SRST".

Etapa 4 

exit

Exemplo:

Router(config-cm-fallback)# exit

Sai do modo de configuração call-manager-fallback.

Verificando a Alimentação Ativa de Cisco SRST MOH

Para verificar a alimentação ativa de MOH, utilize o comando debug ephone moh e os outros comandos descritos na seção "Verificando o Fluxo Básico do Cisco SRST Multicast MOH".

Exemplos de Configurações de Gateways Cisco SRST

Esta seção fornece o seguinte exemplo de configuração dos gateways Cisco SRST:

Roteamento de MOH para Dois Endereços IP: Exemplo

Alimentação Ativa de MOH: Exemplo

Roteamento de MOH para Dois Endereços IP: Exemplo

O exemplo a seguir declara o endereço IP 239.1.1.1 e o número de porta 16384 da MOH de transmissão múltipla do Cisco CallManager e transmite os pacotes de arquivo de áudio music-on-hold.au para as interfaces configuradas com os endereços IP 10.1.1.1 e 172.21.51.143.

ccm-manager music-on-hold
interface Loopback0
 ip address 10.1.1.1. 239.255.255.255

interface FastEthernet0/0
 ip address 172.21.51.143 239.255.255.192

call-manager-fallback
 ip source-address 172.21.51.143 port 2000
 max-ephones 1
 max-dn 1
 moh music-on-hold.au
 multicast moh 239.1.1.1 port 16384 route 172.21.51.143 10.1.1.1

Observação O endereço IP e o número de porta de transmissão múltipla correspondem ao endereço IP e ao número da porta que o Cisco CallManager é configurado para utilizar para MOH de transmissão múltipla. Se você estiver usando diferentes codecs de MOH, talvez eles não sejam o endereço IP e a porta de base mas, sim, um endereço IP ou número de porta incrementado. Consulte a seção "Configurando a Origem de Áudio de MOH para Habilitar a Transmissão Múltipla". Se houver várias origens de áudio configuradas no Cisco CallManager, assegure-se de utilizar o número da porta e o endereço IP corretos das origens de áudio.


Alimentação Ativa de MOH: Exemplo

O exemplo a seguir configura a MOH de alimentação ativa. Observe que o ponto de discagem é referente à porta E&M foi configurada com o comando voice-port e que o número (7777) do ponto de discagem corresponde à palavra-chave out-call do comando moh-live .

.
.
.
voice-port 1/0/0
 input gain 3
 auto-cut-through
 operation 4-wire
 signal immediate
!
dial-peer voice 7777 pots
 destination-pattern 7777
 port 2/0/0
!
!
call-manager-fallback
 max-conferences 8
 max-dn 1
 moh-live dn-number 3333 out-call 7777
!
.
.
.

Referências Adicionais

As seções a seguir fornecem referências relacionadas à MOH de transmissão múltipla do Cisco SRST.

Documentação Relacionada

Tópico Relacionado
Título do Documento

Referências a comandos do Cisco SRST

Referências a Comandos do Cisco IOS Survivable Remote Site Telephony, Versão 3.2

Telefones Cisco IP

Serviços e Telefones Cisco IP

Referências a comandos e informações de configuração para voz e SRST

Referências a Comandos de Voz do Cisco IOS, Versão 12.3T 

Referências a Comandos de Depuração do Cisco IOS, Versão 12.3T

Guia de Administrador do Sistema Cisco IOS Survivable Remote Site Telephony, Versão 3.2

A documentação do usuário do Cisco CallManager, incluindo os Guias de Administração do Sistema, de Recursos e de Serviços

Cisco CallManager

Música em espera do Cisco CallManager

O capítulo "Música Em Espera" do Guia de Recursos e Serviços do Cisco CallManager para a versão específica do seu Cisco CallManager. No diretório de documentação do Cisco CallManager, clique na versão do Cisco CallManager desejada e vá para Administração de Serviço, Recursos e Serviços > Guias de Administração, Sistema e Recursos do Cisco CallManager > Guia de Serviços e Recursos do Cisco CallManager > Música Em Espera.


Padrões

Padrões
Título

Não há suporte para padrões novos ou modificados neste recurso, e o suporte para os MIBs existentes não foi modificado por este recurso.


MIBs

MIBs
Ligação de MIBs

Não há suporte para MIBs novos ou modificados neste recurso, e o suporte para os MIBs existentes não foi modificado por este recurso.

Para localizar e fazer download de MIBs para plataformas, versões do Cisco IOS e conjuntos de recursos selecionados, use o Localizador de MIBs da Cisco, no seguinte URL:

http://tools.cisco.com/ITDIT/MIBS/servlet/index


RFCs

RFCs
Título

Não há suporte para RFCs novos ou modificados neste recurso, e o suporte para os RFCs existentes não foi modificado por este recurso.


Assistência Técnica

Descrição
Ligação

A página do Centro de Assistência Técnica (TAC) contém 30 mil páginas de conteúdo técnico pesquisável, incluindo ligações para produtos, tecnologias, soluções, dicas técnicas e ferramentas. Os usuários registrados da Cisco.com podem fazer login nessa página para acessar ainda mais conteúdo.

http://www.cisco.com/cisco/web/BR/support/