Software Cisco IOS e NX-OS : Software Cisco IOS versões 12.1 T

Enfileiramento de baixa latência para frame relay

1 Abril 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Maio 2000) | Feedback

Índice

Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay
Visão geral do recurso
Plataformas suportadas
Padrões Suportados, MIBs e RFCs
Pré-requisitos
Tarefas de configuração
Monitorando e Mantendo o Enfileiramento de Latência Baixa
para Frame Relay

Exemplos de configurações
Referências a Comandos
service-policy
show frame-relay pvc
show policy-map interface
Glossário

Enfileiramento de baixa latência para frame relay

Este documento descreve o recurso Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay. Ele inclui informações sobre os benefícios deste novo recurso, plataformas suportadas, documentos relacionados, etc.

Este documento inclui as seguintes seções:

Visão geral do recurso

O Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay é um novo recurso que fornece uma fila de prioridade (priority queue – PQ) rígida para tráfego de voz e filas moderadas ponderadas para outras classes de tráfego. Antes do lançamento desse recurso, o enfileiramento de latência baixa estava disponível nos níveis da interface e do circuito virtual (virtual circuit – VC) ATM. Ele está disponível agora no nível VC do Frame Relay quando a modelagem do tráfego do Frame Relay está configurada.

O Enfileiramento de Latência Baixa, também chamado de PQ/CBWFQ (priority queueing/class-based weighted fair queueing), é um superconjunto mais flexível que as ofertas anteriores de Frame Relay Quality of Service, especialmente a priorização do RTP (Real-Time Transport Protocol) e o PQ/WFQ (weighted fair queueing).

Com a priorização do RTP e o PQ/WFQ, o tráfego que corresponde a um intervalo de porta do UDP (User Datagram Protocol)/RTP específico é considerado prioridade alta e alocado no PQ. Com o recurso Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay, é possível configurar as classes de tráfego de acordo com o protocolo, a interface ou as listas de acesso, e definir os mapas de política para estabelecer como as classes são tratadas na fila de prioridade e nas filas moderadas ponderadas.

As filas são configuradas com base em um circuito virtual permanente (per-permanent virtual circuit – PVC): cada PVC tem um PQ e um número atribuído de filas moderadas. As filas moderadas recebem pesos proporcionais aos requisitos de largura de banda de cada classe; uma classe que exige duas vezes a largura de banda de outra terá a metade do peso. Não é permitido o excesso de assinaturas da largura de banda. A interface de linha de comando (command line interface – CLI) rejeitará uma mudança de configuração que cause o excesso da largura de banda total. Essa funcionalidade difere do WFQ, no qual os fluxos recebem um peso com base na precedência de IP. O WFQ permite um maior tráfego de precedência para obter proporcionalmente mais da banda larga, mas quanto mais fluxos há, menos largura de banda fica disponível para cada fluxo.

O PQ é vigiado para garantir que as filas justas não tenham necessidade de largura de banda. Ao proceder à configuração do PQ, especifique em kbps a quantidade máxima de largura de banda disponível para essa fila. Os pacotes que excederem esse limite máximo serão descartados. Não há vigilância das filas moderadas.

O Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay é configurado com uma combinação de comandos class-map, policy-map e map-class do Frame Relay. O comando class-map define as classes de tráfego de acordo com protocolo, interface ou lista de acesso. O comando policy-map define como cada classe é tratada no sistema de enfileiramento de acordo com largura de banda, prioridade, limite de fila ou WRED (Weighted Random Early Detection). O comando map-class do service-policy output vincula um policy-map a um VC do Frame Relay.

Políticas não relacionadas diretamente ao enfileiramento de latência baixa por exemplo, modelagem do tráfego, configuração de precedência de IP e vigilância não são compatíveis com os comandos class-map e policy-map para VCs do Frame Relay. Utilize outros mecanismos de configuração, como comandos map-class, para configurar essas políticas.

O Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay pode ser usado junto com os recursos listados nas seguintes seções:

Priorização de RTP

A priorização de RTP fornece um esquema de enfileiramento de prioridade rígida para tráfego de voz. O tráfego de voz é identificado por seus números de porta de RTP e classificado em uma fila de prioridade pelo comando frame-relay ip rtp priority map-class. Classifique o tráfego como voz especificando um intervalo de números de porta de RTP. Se o tráfego corresponde ao intervalo especificado, ele é classificado como voz e enfileirado no PQ do enfileiramento de latência baixa, bem como a fila de prioridade da interface. Se o tráfego não falhar no intervalo de porta de RTP especificado, ele será classificado pela política de serviço do esquema de enfileiramento de latência baixa.

O comando ip rtp priority está disponível no modo de configuração de interface e no modo de configuração de map-class frame-relay. Somente o comando de configuração frame relay ip rtp priority map-class é suportado nesse recurso.

Voz sobre Frame Relay

Voz sobre Frame Relay (VoFR) utiliza o PQ de enfileiramento de latência baixa em vez de seu próprio mecanismo de enfileiramento de prioridade. O comando frame-relay voice bandwidth map-class configura a largura de banda total disponível para tráfego de VoFR. A largura de banda disponível para as outras filas será a CIR (commited information rate) mínima menos a largura de banda de voz.

O comando frame-relay voice bandwidth map-class também configura uma função de controle de admissão de chamada, garantindo que há largura de banda de VoFR suficiente restante para permitir uma chamada. Não há vigilância do tráfego de voz depois que a chamada é estabelecida.

Para VoFR sem dados, todos os pacotes de voz e controle de chamada são enfileirados no PQ de enfileiramento de latência baixa. Para VoFR com dados, um PVC de VoFR pode transportar tanto pacotes de voz quanto de dados em diferentes subcanais. Os pacotes de dados VoFR são fragmentados e intercalados com pacotes de voz para garantir bons limites de latência para pacotes de voz, bem como escalabilidade para tráfego de voz e dados.

Observe que quando o VoFR está ativado, não é necessário proceder à configuração dum mapa de classe de prioridade para voz. Os únicos comandos de VoFR a serem usados com Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay são os comandos de configuração frame-relay voice bandwidth map-class e vofr data interface-dlci.


Observação   Pode, embora não recomendável, fazer a configuração doutro tráfego para o PQ ao mesmo tempo que VoFR. Fazer isso pode gerar atrasos, porque pacotes não-VoFR intercalados no PQ não seriam possíveis, fazendo com que o PQ (e qualquer pacote VoFR nele) seja mantido durante a fragmentação até que o pacote fragmentado inteiro seja transmitido.

Fragmentação de Frame Relay

A finalidade da fragmentação de Frame Relay (FRF.12) é suportar pacotes de voz e dados em ligações de baixa velocidade sem causar atraso excessivo nos pacotes de voz. Grandes pacotes de dados são fragmentados e intercalados com pacotes de voz.

Quando o FRF.12 é configurado com enfileiramento de latência baixa, pequenos pacotes classificados para o PQ passam não fragmentados tanto pelo PQ do enfileiramento de latência baixa quanto pela fila de interface de alta prioridade. Grandes pacotes destinados ao PQ são modelados e fragmentados quando desenfileirados.

Utilize os comandos de configuração frame-relay fragment e service-policy map-class para permitir o enfileiramento de latência baixa com FRF.12 .

Comutação IP Cisco Express Forwarding

A comutação IP Cisco Express Forwarding (CEF) não é afetada pela funcionalidade de enfileiramento de latência baixa.

Benefícios

Serviço de Prioridade Rígida

O enfileiramento de prioridade rígida melhora a qualidade de serviço, permitindo que o tráfego sensível a atraso, como voz, seja retirado da fila e enviado antes de outras classes de tráfego.

Flexibilidade

O Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay permite a definição de classes de tráfego de acordo com protocolo, interface ou listas de acesso. Pode atribuir características a essas classes, incluindo prioridade, largura de banda, limite de fila e WRED.

Restrições

Somente os seguintes comandos class-map e policy-map são suportados:

  • O comando class-map match
  • Os comandos policy-map priority, bandwidth, queue-limit, random-detect e fair-queue

Recursos e Tecnologias Relacionados

Os seguintes recursos e tecnologias estão relacionados ao enfileiramento de latência baixa para Frame Relay:

  • Modelagem de Tráfego de Frame Relay
  • Priorização de RTP
  • Priority Queueing (PQ)
  • Voice over Frame Relay (VoFR)
  • Weighted-Fair Queuing (WFQ)

Documentação Relacionada

Os seguintes documentos fornecem informações relacionadas ao enfileiramento de latência baixa para Frame Relay:

  • Enfileiramento Moderado Ponderado com Base em Classe, Cisco IOS Versão 12.0(5)T
  • Prioridade de RTP de IP, Cisco IOS Versão 12.0(5)T
  • Guia de Configuração de Soluções para Qualidade de Serviço do Cisco IOS, Versão 12.1
  • Referências a Comandos de Soluções para Qualidade de Serviço do Cisco IOS, Versão 12.1

Plataformas suportadas

O recurso Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay executa nas seguintes plataformas:

  • Cisco 805
  • Cisco 1600
  • Série Cisco 1700
  • Cisco 2500
  • Série Cisco 2600
  • Série Cisco 3600
  • Cisco 3810
  • Série Cisco 7200

Padrões Suportados, MIBs e RFCs

Padrões

Nenhum padrão novo ou modificado são suportados por esse recurso.

MIBs

Nenhum MIB novo ou modificado são suportados por esse recurso.

Para descrições dos MIBs suportados e de como usar os MIBs, consulte o website Cisco MIB sobre Cisco Connection Online (CCO) em http://www.cisco.com/public/sw-center/netmgmt/cmtk/mibs.shtml.

RFCs

Nenhum RFC novo ou modificado são suportados por esse recurso.

Pré-requisitos

As seguintes tarefas devem ser concluídas antes de o Enfileiramento de Latência para Baixa Frame Relay ser ativado:

  • A modelagem de tráfego do Frame Relay deve ser ativada na interface.
  • Uma política de serviço de saída deve ser configurada no map-class associado com a interface, subinterface ou identificador de conexão da ligação de dados (data-link connection identifier, DLCI).
  • Qualquer fila que não seja a FIFO (first-in, first-out) configurada no map-class deve ser removida. O Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay não pode ser configurado se já houver uma fila não-FIFO configurada, exceto a fila padrão criada quando a fragmentação é ativada.

Tarefas de configuração

Consulte as seções seguinte para obter as tarefas de configuração do recurso Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay. Cada tarefa na lista está identificada como opcional ou obrigatória.

Definindo Mapas de Classe

Para criar um mapa de classe que contenha critérios de correspondência em relação aos quais um pacote é verificado para determinar se pertence a uma classe, comece com o comando class-map no modo de configuração global.

Comando Propósito
Etapa 1 

Router(config)# class-map class-map-name

Especifica o nome do mapa de classe a ser criado.

Etapa 2 

Router(config-cmap)# match access-group {access-group | name access-group-name}

 

ou

 
Router(config-cmap)# match input-interface interface-name

ou

 

Router(config-cmap)# match protocol protocol

 

Especifica o nome da lista de controle de acesso (ACL – access control list) em relação à qual os pacotes de conteúdo são verificados para determinar se pertencem à classe.

 

Especifica o nome da interface de entrada usada como critério de correspondência em relação ao qual os pacotes são verificados para determinar se pertencem à classe.

 

Especifica o nome do protocolo usado como critério de correspondência em relação ao qual os pacotes são verificados para determinar se pertencem à classe.

Para mais detalhes sobre como definir mapas de classe, consulte o Guia de Configuração de Soluções para Qualidade de Serviço do Cisco IOS.

Configurando Política de Classe no Mapa de Política

Para proceder à configuração dum mapa de política e criar políticas de classe que componham a política de serviço, comece com o comando policy-map para especificar o nome do mapa de política. Em seguida, use um ou mais dos seguintes comandos para fazer a configuração da política de uma classe padrão:

  • priority
  • bandwidth
  • queue-limit ou random-detect
  • fair-queue (somente para classe padrão)

Para cada classe definida, é possível usar um ou mais dos comandos listados acima para fazer a configuração da política de classe. Por exemplo, é possível especificar a largura de banda para uma classe e tanto a largura de banda e o limite da fila para outra classe.

A classe padrão do mapa de política (normalmente conhecida como classe-padrão) é a classe para a qual o tráfego é direcionado se esse tráfego não satisfizer o critério de correspondência das outras classes definidas no mapa de política.

Pode fazera a configuração de políticas de classe para quantas classes forem definidas no router, até no máximo 64. Entretanto, a quantidade total de largura de banda alocada para todas as classes em um mapa de política não deve exceder o CIR mínimo configurado para o VC menos qualquer largura de banda reservada pelos comandos frame-relay voice bandwidth e frame-relay ip rtp priority. Se o CIR mínimo não estiver configurado, ele fica com o valor padrão de metade do CIR. Se a largura de banda não estiver totalmente alocada, a largura de banda restante será proporcionalmente alocada entre as classes, com base em sua largura de banda configurada.

Para fazer a configuração de políticas de classe em um mapa de política, realize as tarefas nas seções seguinte:

  • Configurando Política de Classe para uma Fila de Prioridade de Enfileiramento de Latência Baixa (Low Latency Queueing – LLQ)
  • Configurando uma Política de Classe Usando uma Largura de Banda Especificada e Descarte de Pacotes WRED
  • Configurando a Política de Classe Padrão

Configurando Política de Classe para uma Fila de Prioridade de Enfileiramento de Latência Baixa (Low Latency Queueing – LLQ)

Para configurar uma mapa de política e dar prioridade a uma classe em um mapa de política, comece com o comando policy-map no modo de configuração global.

Comando Propósito
Etapa 1 

Router(config)# policy-map policy-map

Especifica o nome do mapa de política a ser criado ou modificado.

Etapa 2 

Router(config-pmap)# class class-name

Especifica o nome de uma classe a ser criada e incluída na política de serviços.

Etapa 3 

Router(config-pmap-c)# priority bandwidth-kbps

Cria uma classe de prioridade rígida e especifica a quantidade de largura de banda em kbps a ser atribuída à classe.

Configurando uma Política de Classe Usando uma Largura de Banda Especificada e Descarte de Pacotes WRED

Para configurar um mapa de política e criar políticas de classe que componham a política de serviço, comece com o comando policy map no modo de configuração global.

Comando Propósito
Etapa 1 

Router(config)# policy-map policy-map

Especifica o nome do mapa de política a ser criado ou modificado.

Etapa 2 

Router(config-pmap)# class class-name

Especifica o nome de uma classe a ser criada e incluída na política de serviços.

Etapa 3 

Router(config-pmap-c)# bandwidth bandwidth-kbps

Especifica a quantidade de largura de banda a ser atribuída à classe em kbps ou como percentual da largura de banda disponível. A largura de banda deve ser especificada em kbps ou como percentual de maneira consistente através das classes. (A largura de banda da fila de prioridade deve ser especificada em kbps.)

Etapa 4 

Router(config-pmap-c)# random-detect

Habilita WRED.

Para fazer a configuração da política para mais de uma classe no mesmo mapa de política, repita da etapa 2 à 4.

Configurando a Política de Classe Padrão

A classe-padrão é usada para classificar o tráfego que não se encaixa em nenhuma das classes definidas. Embora a classe-padrão seja predefinida quando se cria o mapa de política, ainda é necessário fazer a configuração dela. Se uma classe padrão não for configurada, o tráfego que não corresponder a nenhuma das classes configuradas receberá tratamento "empenho máximo", o que significa que a rede entregará o tráfego se puder, sem nenhuma garantia de confiabilidade, prevenção de atraso ou produtividade.

Para configurar um mapa de política e a classe-padrão, comece com o comando policy-map no modo de configuração global.

Comando Propósito
Etapa 1 

Router(config)# policy-map policy-map

Especifica o nome do mapa de política a ser criado ou modificado.

Etapa 2 

Router(config-pmap)# class class-default default-class-name

Especifica a classe padrão, de maneira que possa fazer a configuração ou modificar a sua política.

Etapa 3 

Router(config-pmap-c)# bandwidth bandwidth-kbps
ou

 

Router(config-pmap-c)# fair-queue [number-of-dynamic-queues]

Especifica a quantidade de largura de banda em kbps a ser atribuída à classe.

 

Especifica o número de filas dinâmicas a serem reservadas à utilização pela execução de WFQ com base em fluxo na classe padrão. O número de filas dinâmicas é derivado da largura de banda da interface.

Etapa 4 

Router(config-pmap-c)# queue-limit number-of-packets

Especifica o número máximo de pacotes que a fila para a classe padrão pode acumular.

Para mais detalhes sobre como configurar a política de classe no mapa de política, consulte o Guia de Configuração de Soluções para Qualidade de Serviço do Cisco IOS.

Conectando a Política de Serviços e Habilitando o Enfileiramento de Latência Baixa
para Frame Relay

Para conectar uma política de serviço à interface de saída e ativar o Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay, use o seguinte comando de configuração map-class. Quando o Enfileiramento de Latência Baixa é habilitado, todas as classes configuradas como parte da política de serviço são instaladas no sistema de enfileiramento moderado.

Comando Propósito
Router(config-map-class)# service-policy output policy-map

Conecta o mapa de política de serviço especificado à interface de saída e ativa o Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay.

Verificando a Configuração de Mapas de Políticas e suas Classes

Para exibir o conteúdo de um mapa de política específico ou de todos os mapas de política configurados em uma interface, use um dos seguintes comandos no modo de configuração global:

Comando Propósito
Router# show frame-relay pvc dlci

Exibe a estatística sobre o PVC e a configuração de classes para o mapa de política no DLCI especificado.

Router# show policy-map interface interface-name

Quando o FRTS é configurado, exibe a configuração de classes para todos os mapas de política no nível VC do Frame Relay.

Quando o FRTS não é configurado, exibe a configuração de classes para a política de nível de interface.

Router# show policy-map interface interface-name dlci dlci

Quando o FRTS é configurado, exibe a configuração de classes para o mapa de política no DLCI especificado.

Monitorando e Mantendo o Enfileiramento de Latência Baixa
para Frame Relay

Para uma lista de comandos que pode ser utilizada para monitorar o Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay, consulte a seção anterior, "Verificando a Configuração de Mapas de Políticas e suas Classes".

Exemplos de configurações

Esta seção fornece um exemplo de configuração para o Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay.

Exemplo de Configuração de Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay

O exemplo seguinte mostra como fazer a configuração dum PVC modelado para um CIR de 64K com fragmentação. A fila de modelagem é configurada com uma classe para voz, duas classes de dados para o tráfego de precedência de IP e uma classe padrão para o tráfego de empenho máximo. WRED é usado como política de descarte em uma das classes de dados.

Os comandos seguintes definem mapas de classe e os critérios de correspondência para mapas de classe:

 !
class-map voice
match access-group 101
!
class-map immediate-data
match access-group 102
!
class-map priority-data
match access-group 103
 !
 access-list 101 permit udp any any range 16384 32767
access-list 102 permit ip any any precedence immediate
access-list 103 permit ip any any precedence priority

Os comandos seguintes criam e definem um mapa de política chamado "mypolicy":

 !
policy-map mypolicy
class voice
priority 16
class immediate-data
bandwidth 32
random-detect
class priority-data
bandwidth 16
class class-default
fair-queue 64
queue-limit 20

Os comandos seguinte ativam a fragmentação do Frame Relay e conectam o mapa de política ao DLCI 100:

 !
interface Serial1/0.1 point-to-point
frame-relay interface-dlci 100
class fragment
!
map-class frame-relay fragment
  frame-relay cir 64000
  frame-relay mincir 64000
frame-relay bc 640
frame-relay fragment 50
  service-policy output mypolicy

Referências a Comandos

Esta seção documenta comandos modificados. Todos os outros comandos usados com este recurso são documentados nas publicações de referências a comandos do Cisco IOS Versão 12.1.

service-policy

Para conectar um mapa de política a uma interface de entrada ou VC (virtual circuit), ou uma interface de saída ou VC a ser usado como política de serviço para essa interface ou VC, use o comando de configuração global service-policy. Para remover uma política de serviço de uma interface ou um VC de entrada ou saída, use a forma negativa (no) desse comando.

service-policy {input | output} policy-map
no service-policy {input | output}

Descrição da sintaxe

input

Conecta o mapa de política especificado à interface ou ao VC de entrada.

output

Conecta o mapa de política especificado à interface ou ao VC de saída.

policy-map

O nome de um mapa de políticas de serviços (criado usando o comando policy-map) a ser conectado.

Defaults

Nenhuma política de serviço é especificada.

Modos de comando

Configuração global

Submodo VC (para um VC independente)

Configuração bundle-vc (para membros do pacote VC de ATM)

Configuração map-class (para VCs do Frame Relay)

Histórico de comando

Versão Modificação

12.0(5)T

Esse comando foi introduzido.

12.1(2)T

Este comando foi modificado para habilitar o enfileiramento de latência baixa em VCs de Frame Relay.

Diretrizes de uso

Pode conectar um único mapa de política a uma ou mais interfaces ou um ou mais VCs para especificar a política de serviço para essas interfaces ou VCs.

Atualmente, a política de serviço especifica o enfileiramento moderado ponderado com base em classe (CBWFQ – class-based weighted fair queueing). As políticas de classe que compõem o mapa de política são aplicadas aos pacotes que satisfaçam aos critérios de correspondência do mapa de classe para a classe.

Para ativar o Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay (PQ/CBWFQ), ative primeiro a modelagem do tráfego do Frame Relay na interface usando o comando frame-relay traffic-shaping no modo de configuração de interface. Conecte uma política de serviço de saída ao VC de Frame Relay usando o comando service-policy no modo de configuração do map-class.

Para que um mapa de política seja bem conectado a uma interface ou um VC de ATM, o agregado das larguras de banda mínimas configuradas das classes que compõem o mapa de politica deve ser menor ou igual a 75 por cento da largura de banda da interface ou da largura de banda alocada para o VC. Para um VC de Frame Relay, a quantidade total de largura de banda alocada não deve exceder o CIR mínimo configurado para o VC menos qualquer largura de banda reservada pelos comandos map-class frame-relay voice bandwidth e frame-relay ip rtp priority. Se não configurado, o padrão do CIR mínimo será a metade do CIR.

Configurar CBWFQ em uma interface física é possível somente se a interface estiver no modo de enfileiramento padrão. Interfaces seriais em E1 (2,048 Mbps) e abaixo utilizam WFQ por padrão; outras interfaces utilizam FIFO como padrão. Habilitar CBWFQ em uma interface física substitui o método de enfileiramento de interface padrão. Habilitar CBWFQ em um PVC de ATM não substitui o método de enfileiramento padrão.

Conectar uma política de serviço e habilitar CBWFQ em uma interface torna ineficiente qualquer comando relacionado a enfileiramento especial, como comandos que pertencem a enfileiramento moderado, personalizado, de prioridade e de Detecção Antecipada Aleatória Ponderada (Weighted Random Early Detection – WRED). Pode fazer a configuração desses recursos somente após a remoção do mapa de política da interface.

Pode modificar um mapa de política conectado a uma interface ou VC, alterando a largura de banda de qualquer classe que componha o mapa. As alterações de largura de banda que você em um mapa de política conectado só entram em vigor se o agregado das quantidades de largura de banda de todas as classes que compõem o mapa de política, incluindo a largura de banda da classe modificada, for menor ou igual a 75 por cento da largura de banda da interface ou do VC. Se a quantidade de largura de banda do novo agregado exceder 75 por cento da largura de banda da interface ou do VC, o mapa da política não será modificado.

Exemplos

Os exemplos seguinte mostram como conectar o mapa de política de serviço "policy9" ao DLCI 100 na interface de saída Serial1 e ativar o Enfileiramento de Latência Baixa para Frame Relay:

interface Serial1/0.1 point-to-point
frame-relay interface-dlci 100
class fragment
!
map-class frame-relay fragment
service-policy output policy9

O exemplo seguinte ilustra a conexão do mapa de política de serviço "policy9" com a interface de entrada Serial1:

interface Serial1
service-policy input policy9

O exemplo seguinte ilustra a conexão do mapa de política de serviço "policy9" com o circuito virtual permanente (permanent virtual circuit – PVC) de entrada "cisco":

pvc cisco 0/34
service-policy input policy9
vbr-nt 5000 3000 500
precedence 4-7

O exemplo seguinte ilustra a conexão da política "policy9" com a interface de saída serial1 para especificar a política de serviço para a interface permitir o CBWFQ nela:

interface serial1
service-policy output policy9

O exemplo seguinte ilustra a conexão do mapa de política de serviço "policy9" com o PVC de saída "cisco":

pvc cisco 0/5
service-policy output policy9
vbr-nt 4000 2000 500
precedence 2-3

Comandos relacionados

Comando Descrição

policy-map

Cria ou modifica um mapa de política que pode ser conectado a uma ou mais interfaces para especificar uma política de serviços.

show frame-relay pvc

Exibe estatísticas sobre PVCs para interfaces de Frame Relay.

show policy-map

Exibe a configuração de todas as classes que constituem o mapa de política de serviços especificado ou todas as classes de todos os mapas de políticas existentes.

show policy-map interface

Exibe a configuração de classes configuradas para políticas de serviços na interface ou PVC especificados.

show frame-relay pvc

Para exibir a estatística sobre os PVCs para interfaces de Frame Relay, use o comando show frame-relay pvc no modo EXEC com privilégios.

show frame-relay pvc [interface interface ][dlci]

Descrição da sintaxe

interface

(Opcional) Indica uma interface específica para a qual as informações de PVC serão exibidas.

interface

(Opcional) Número de interface que contém os DLCIs para os quais se deseja exibir as informações de PVC.

dlci

(Opcional) Um número de DLCI específico usado na interface. Estatísticas para o PVC especificado são exibidas quando um DLCI também é especificado.

Defaults

Sem comportamento ou valores-padrão.

Modos de comando

EXEC Privilegiado

Histórico de comando

Versão Modificação

10.0

Esse comando foi introduzido.

12.0(1)T

Este comando foi modificado para exibir a estatística sobre as interfaces de acesso virtual utilizadas para conexões PPP sobre Frame Relay.

12.0(3)XG

Este comando foi modificado para incluir o tipo e o tamanho da fragmentação associados a um PVC específico quando a fragmentação é habilitada no PVC.

12.0(4)T

Este comando foi modificado para incluir o tipo e o tamanho da fragmentação associados a um PVC específico quando a fragmentação é habilitada no PVC.

12.0(5)T

Este comando foi modificado para incluir informações sobre a fila de voz especial que é criada ao usar a palavra-chave queue do comando frame-relay voice bandwidth.

12.1(2)T

Este comando foi modificado para incluir informações sobre o mapa de política conectado a um PVC específico.

Diretrizes de uso

Use este comando para monitorar o estado do protocolo de controle de ligação (link control protocol – LCP) PPP como sendo aberto com um estado "up" ou fechado com um estado "down".

Quando "vofr" ou "vofr cisco" foi configurado no PVC, e uma largura de banda de voz foi alocada à classe associada com este PVC, as larguras de banda de voz configurada e de voz utilizada também são exibidas.

Relatório de Estatística

Para obter a estatística sobre PVCs em todas as interfaces de Frame Relay, use este comando sem argumentos.

Para obter a estatística sobre um PVC que inclui configuração de policy-map, use este comando com o argumento DLCI.

Contadores por VC não são incrementados quando a comutação autônoma ou do mecanismo de comutação de silicone (silicon switching engine – SSE) é configurada; portanto, os valores do PVC serão imprecisos, se qualquer um dos métodos de switch for usado.

Modelagem de tráfego

Os mecanismos de controle de congestionamento não são suportados atualmente, mas o switch passa bits de notificação de congestionamento explícito de encaminhamento (forward explicit congestion notification – FECN), bits de notificação de congestionamento explícito de devolução (backward explicit congestion notification – BECN) e bits elegíveis de descarte (discard eligible – DE) inalterados da entrada para os pontos de saída na rede.

Se um relatório de status de Interface de Gerenciamento Local (Local Management Interface – LMI) indica que um PVC não está ativo, ele é marcado como inativo. Um PVC é marcado como excluído se não estiver listado em uma mensagem de status de LMI periódica.

Exemplos

As várias telas nesta seção mostram exemplos de saída de diversos PVCs. Alguns PVCs só transportam dados; alguns transportam uma combinação de voz e dados.

A seguir há um exemplo de resultado do comando show frame-relay pvc de um PVC modelado para um CIR de 64K com fragmentação. Um mapa de política é conectado ao PVC e configurado com uma classe para voz, duas classes de dados para o tráfego de precedência de IP e uma classe padrão para o tráfego de empenho máximo. O WRED é usado como política de descarte em uma das classes de dados:

ed2-36b# show frame-relay pvc 100
Estatísticas de PVC para interface Serial1/0 (DTE de Frame Relay)
DLCI = 100, DLCI USAGE = LOCAL, PVC STATUS = INACTIVE, INTERFACE = Serial1/0.1
input pkts 0 output pkts 0 in bytes 0
out bytes 0 dropped pkts 0 in FECN pkts 0
in BECN pkts 0 out FECN pkts 0 out BECN pkts 0
in DE pkts 0 out DE pkts 0
out bcast pkts 0 out bcast bytes 0
pvc create time 00:00:42, last time pvc status changed 00:00:42
service policy mypolicy
Classe voice
Enfileiramento Moderado Ponderado
Prioridade Estrita
Fila de Saída: Conversação 72
Largura de Banda 16 (kbps) Pacotes Compatíveis 0
(descartes de pacotes /descartes de bytes) 0/0
Classe immediate-data
Enfileiramento Moderado Ponderado
Fila de Saída: Conversação 73
Largura de Banda 60 (%) Pacotes Compatíveis 0
(descartes de pacotes/descartes de bytes/quedas traseiras) 0/0/0
mean queue depth: 0
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 0 0 64 128 1/10
1 0 0 71 128 1/10
2 0 0 78 128 1/10
3 0 0 85 128 1/10
4 0 0 92 128 1/10
5 0 0 99 128 1/10
6 0 0 106 128 1/10
7 0 0 113 128 1/10
rsvp 0 0 120 128 1/10
Classe priority-data
Enfileiramento Moderado Ponderado
Fila de Saída: Conversação 74
Largura de Banda 40 (%) Pacotes Compatíveis 0 Limite Máximo 64 (pacotes)
(descartes de pacotes/descartes de bytes/quedas traseiras) 0/0/0
Classe class-default
Enfileiramento Moderado Ponderado
Enfileiramento Moderado com Base em Fluxo
Número Máximo de Filas Hashed 64 Limite Máximo 20 (pacotes)
Tamanho da fila de saída 0/total máximo 600/quedas 0
tipo de fragmento ponta a ponta tamanho do fragmento 50
cir 64000 bc 640 be 0 limit 80 interval 10
mincir 64000 byte increment 80 BECN response no
fragmentos 0 bytes 0 fragmentos atrasados 0 bytes atrasados 0
modelagem inativa
perdas de modelagem de tráfego 0

A seguir há um exemplo de resultado do comando show frame-relay pvc que mostra a estatística do PVC para interface serial 5 (slot 1 e DLCI 55 estão ativados) durante uma sessão de PPP sobre Frame Relay:

Router# show frame-relay pvc 55
Estatísticas de PVC para interface Serial5/1 (DTE de Frame Relay)
DLCI = 55, DLCI USAGE = LOCAL, PVC STATUS = ACTIVE, INTERFACE = Serial5/1.1
input pkts 9 output pkts 16 in bytes 154
out bytes 338 dropped pkts 6 in FECN pkts 0
in BECN pkts 0 out FECN pkts 0 out BECN pkts 0
in DE pkts 0 out DE pkts 0
out bcast pkts 0 out bcast bytes 0
pvc create time 00:35:11, last time pvc status changed 00:00:22
Ligado ao Virtual-Access1 (ligado, clonado de Virtual-Template5)

A seguir há um exemplo de resultado do comando show frame-relay pvc para um PVC que transporta Voice sobre Frame Relay configurado por meio do comando vofr cisco. O comando frame-relay voice bandwidth foi configurado na classe associada com este PVC e tem fragmentação. A fragmentação empregada é de propriedade da Cisco.

Um exemplo de configuração para este cenário é apresentado inicialmente, seguido pela saída do comando show frame-relay pvc :

interface serial 0
encapsulation frame-relay
frame-relay traffic-shaping
frame-relay interface-dlci 108
vofr cisco
class vofr-class
map-class frame-relay vofr-class
frame-relay fragment 100
frame-relay fair-queue
frame-relay cir 64000
frame-relay voice bandwidth 25000
Router# show frame-relay pvc 108
Estatísticas de PVC para interface Serial0 (DTE de Frame Relay)
DLCI = 108, DLCI USAGE = LOCAL, PVC STATUS = STATIC, INTERFACE = Serial0
input pkts 1260 output pkts 1271 in bytes 95671
out bytes 98604 dropped pkts 0 in FECN pkts 0
in BECN pkts 0 out FECN pkts 0 out BECN pkts 0
in DE pkts 0 out DE pkts 0
out bcast pkts 1271 out bcast bytes 98604
pvc create time 09:43:17, last time pvc status changed 09:43:17
Tipo de serviço VoFR-cisco
largura de banda de voz configurada 25000, largura de banda de voz usada 0
filas 24, 25 de voz reservadas
tipo de fragmento VoFR-cisco tamanho do fragmento 100
cir 64000 bc 64000 be 0 limit 1000 interval 125
mincir 32000 byte increment 1000 BECN response no
pkts 2592 bytes 205140 pkts delayed 1296 bytes delayed 102570
modelagem inativa
perdas de modelagem 0
Configuração atual da fila moderada:
Descartar Memória Dinâmica Reservada
threshold queue count queue count
64 16 2
Tamanho da fila de saída 0/total máximo 600/quedas 0

Observe que o campo "fragment type" na tela show frame-relay pvc pode ter as seguintes entradas:

  • VoFR-cisco — Indica que pacotes fragmentados conterão o cabeçalho de proprietário da Cisco
  • VoFR — Indica que os pacotes fragmentados conterão o cabeçalho FRF.11 Annex C
  • end-to-end — Indica que a fragmentação FRF.12 pura é transportada neste circuito virtual

Há abaixo um exemplo de resultado do comando show frame-relay pvc para um aplicativo que emprega fragmentação FRF.12 pura. Um exemplo de configuração para este cenário é apresentado inicialmente, seguido pela saída do comando show frame-relay pvc :

interface serial 0
encapsulation frame-relay
frame-relay traffic-shaping
frame-relay interface-dlci 110
class frag
map-class frame-relay frag
frame-relay fragment 100
frame-relay fair-queue
frame-relay cir 64000
Router# show frame-relay pvc 110
Estatísticas de PVC para interface Serial0 (DTE de Frame Relay)
DLCI = 110, DLCI USAGE = LOCAL, PVC STATUS = STATIC, INTERFACE = Serial0
input pkts 0 output pkts 243 in bytes 0
out bytes 7290 dropped pkts 0 in FECN pkts 0
in BECN pkts 0 out FECN pkts 0 out BECN pkts 0
in DE pkts 0 out DE pkts 0
out bcast pkts 243 out bcast bytes 7290
pvc create time 04:03:17, last time pvc status changed 04:03:18
fragment type end-to-end fragment size 100
cir 64000 bc 64000 be 0 limit 1000 interval 125
mincir 32000 byte increment 1000 BECN response no
pkts 486 bytes 14580 pkts delayed 243 bytes delayed 7290
modelagem inativa
perdas de modelagem 0
Configuração atual da fila moderada:
Descartar Memória Dinâmica Reservada
threshold queue count queue count
64 16 2
Tamanho da fila de saída 0/total máximo 600/quedas 0

Observe que quando a voz não é configurada, o resultado de largura de banda da voz não é exibido.

Há seguinte um exemplo de resultado do comando show frame-relay pvc para subinterfaces de vários pontos que somente transportam dados. O resultado exibe tanto o número de subinterface quanto o DLCI. Essa exibição é a mesma quer o PVC seja configurado para endereçamento estático ou dinâmico. Observe que nem a fragmentação nem a voz foi configurada nesse PVC.

Router# show frame-relay pvc
DLCI = 300, DLCI USAGE = LOCAL, PVC STATUS = ACTIVE, INTERFACE = Serial0.103
input pkts 10 output pkts 7 in bytes 6222
out bytes 6034 dropped pkts 0 in FECN pkts 0
in BECN pkts 0 out FECN pkts 0 out BECN pkts 0
in DE pkts 0 out DE pkts 0
outbcast pkts 0 outbcast bytes 0
pvc create time 0:13:11 last time pvc status changed 0:11:46
DLCI = 400, DLCI USAGE = LOCAL, PVC STATUS = ACTIVE, INTERFACE = Serial0.104
input pkts 20 output pkts 8 in bytes 5624
out bytes 5222 dropped pkts 0 in FECN pkts 0
in BECN pkts 0 out FECN pkts 0 out BECN pkts 0
in DE pkts 0 out DE pkts 0
outbcast pkts 0 outbcast bytes 0
pvc create time 0:03:57 last time pvc status changed 0:03:48

Há seguinte um exemplo de resultado do comando show frame-relay pvc para um PVC que transporta tráfego de voz e dados, com uma fila especial especificamente para o tráfego de voz criado com a palavra-chave queue do comando frame-relay voice bandwidth:

Router# show frame-relay pvc interface serial 1 45
Estatísticas de PVC para interface Serial1 (DTE de Frame Relay)
DLCI = 45, DLCI USAGE = LOCAL, PVC STATUS = STATIC, INTERFACE = Serial1
input pkts 85 output pkts 289 in bytes 1730
out bytes 6580 dropped pkts 11 in FECN pkts 0
in BECN pkts 0 out FECN pkts 0 out BECN pkts 0
in DE pkts 0 out DE pkts 0
out bcast pkts 0 out bcast bytes 0
pvc create time 00:02:09, last time pvc status changed 00:02:09
Tipo de serviço VoFR
largura de banda de voz configurada 25000, largura de banda de voz usada 22000
tipo de fragmento VoFR tamanho do fragmento 100
cir 20000 bc 1000 be 0 limit 125 interval 50
mincir 20000 byte increment 125 BECN response no
fragments 290 bytes 6613 fragments delayed 1 bytes delayed 33
modelagem inativa
perdas de modelagem de tráfego 0
Status do Enfileiramento de Voz: 0/100/0 (tamanho/máx/descartado)
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Configuração atual da fila moderada:
Descartar Memória Dinâmica Reservada
threshold queue count queue count
64 16 2
Tamanho da fila de saída 0/total máximo 600/quedas 0

A tabela 1 fornece uma listagem dos campos nessas exibições e uma descrição de cada campo.

Tabela 1   mostra Descrições de Campo frame-relay pvc

Campo Descrição

DLCI

Um dos números do identificador de conexão da ligação de dados (data-link connection identifier, DLCI) para o PVC.

DLCI USAGE

Lista SWITCHED, quando o router ou servidor de acesso é usado como um switch, ou LOCAL, quando o router ou servidor de acesso é usado como um DTE.

PVC STATUS

Status do PVC: ACTIVE, INACTIVE ou DELETED.

INTERFACE

Subinterface específica associada com este DLCI.

input pkts

Número de pacotes recebidos neste PVC.

output pkts

Número de pacotes enviados neste PVC.

in bytes

Número de bytes recebidos neste PVC.

out bytes

Número de bytes enviados neste PVC.

dropped pkts

Número de pacotes recebidos e enviados descartados pelo router no nível do Frame Relay.

in FECN pkts

Número de pacotes recebidos com a configuração de bit FECN.

in BECN pkts

Número de pacotes recebidos com a configuração de bit BECN.

out FECN pkts

Número de pacotes enviados com a configuração de bit FECN.

out BECN pkts

Número de pacotes enviados com a configuração de bit BECN.

in DE pkts

Número de pacotes DE recebidos.

out DE pkts

Número de pacotes DE enviados.

out bcast pkts

Número de pacotes de transmissão de saída.

out bcast bytes

Número de bytes de transmissão de saída.

pvc create time

Horário em que o PVC foi criado.

last time pvc status changed

Horário em que o PVC mudou de status (de ativo para inativo).

Service type

Tipo de serviço realizado por este PVC. Pode ser VoFR ou VoFR-cisco.

configured voice bandwidth

Quantidade de largura de banda em bits por segundo reservada para tráfego de voz neste PVC.

used voice bandwidth

Quantidade de largura de banda em bits por segundo que está sendo utilizada atualmente pelo tráfego de voz.

voice reserved queues

Números de fila reservados para tráfego de voz neste PVC. Este campo foi removido no Cisco IOS Versão 12.0(5)T.

service policy

Nome da política de serviços de saída aplicada ao VC.

Class

Classe de tráfego em exibição. A saída é exibida para cada classe configurada na política.

Output Queue

A conversação WFQ à qual esta classe de tráfego é alocada.

Largura de banda

Largura de banda em kpbs ou percentual configurada para esta classe.

Packets Matched

Número de pacotes compatíveis com esta classe.

Max Threshold

Tamanho máximo de fila para esta classe quando WRED não é usado.

pkts discards

Número de pacotes descartados para esta classe.

bytes discards

Número de bytes descartados para esta classe.

tail drops

Número de pacotes descartados para esta classe porque a fila estava cheia.

mean queue depth

Profundidade média das filas com base na profundidade real das filas na interface e na constante de ponderação exponencial. É uma média móvel. Os limites mínimo e máximo são comparados a este valor para determinar decisões de descartes.

drops:

Parâmetros WRED.

class

Valor de Precedência de IP

random

Número de pacotes aleatoriamente descartados quando a profundidade média da fila se situa entre os valores limites mínimo e máximo relativos ao valor especificado de Precedência de IP.

tail

Número de pacotes descartados quando a profundidade média da fila é maior do que o valor limite máximo relativo ao valor especificado de Precedência de IP.

min-th

Limite mínimo de WRED em número de pacotes.

max-th

Limite máximo de WRED em número de pacotes.

mark-prob

Fração de pacotes descartados quando a profundidade média da fila se situa no limite máximo.

Número Máximo de Filas Hashed

(Aplica-se apenas a class-default) Número de filas disponíveis para fluxos não classificados.

fragment type

Tipo de fragmentação configurado para este PVC. Os tipos possíveis são:

end-to-end — Pacotes fragmentados contêm o cabeçalho FRF.12 padrão

VoFR — Pacotes fragmentados contêm o cabeçalho FRF.11 Anexo C

VoFR-cisco—Pacotes fragmentados contêm o cabeçalho de propriedade da Cisco

fragment size

Tamanho do payload do fragmento em bytes.

cir

Taxa de informações comprometidas (committed information rate – CIR) atual, em bits por segundo.

bc

Tamanho do burst atual comprometido, em bits.

be

Tamanho atual de intermitência excedente, em bits.

limit

O número máximo de bytes transmitidos por intervalo interno (excesso adicional mantido).

intervalo

Intervalo que está sendo usado internamente (pode ser menor que o intervalo derivado do Bc/CIR; isso acontece quando o router determina que o fluxo de tráfego será mais estável com um intervalo configurado menor).

mincir

Taxa de informações comprometidas (committed information rate – CIR) mínima para o PVC.

acréscimo de bytes

Número de bytes que será sustentado por intervalo interno.

BECN response

Indicação de que o Frame Relay configurou a Adaptação de BECN.

pkts

Número de pacotes associados com este PVC que experimentou o sistema de modelagem de tráfego.

frags

Número total de fragmentos modelados neste VC.

bytes

Número de bytes associados com este PVC que experimentou o sistema de modelagem de tráfego.

pkts delayed

Número de pacotes associados com este PVC que foi atrasado pelo sistema de modelagem de tráfego.

frags delayed

Número de fragmentos atrasados na fila de modelagem antes de serem transmitidos.

bytes delayed

Número de bytes associados com este PVC que foi atrasado pelo sistema de modelagem de tráfego.

shaping

Indicação de que a modelagem ficará ativa para todos os PVCs que estão fragmentando dados; caso contrário, a modelagem ficará ativa se o tráfego que está sendo enviado exceder o CIR deste circuito.

shaping drops

Número de pacotes descartados pelo processo de modelagem de tráfego.

Voice Queueing Stats

Estatística que mostra o tamanho dos pacotes, o número máximo de pacotes e o número de pacotes descartados na fila de voz especial criada com a palavra-chave queue do comando frame-relay voice bandwidth.

Discard threshold

Número máximo de pacotes que podem ser armazenados em cada fila de pacote. Se pacotes adicionais forem recebidos após o enchimento de uma fila, eles serão descartados.

Dynamic queue count

Número de filas de pacotes reservadas para tráfego de empenho máximo.

Reserved queue count

Número de filas de pacotes reservadas para tráfego de voz.

Output queue size

Tamanho em bytes de cada fila de saída.

max total

Número máximo de pacotes de todos os tipos que podem ser enfileirados em todas as filas.

drops

Número de quadros descartados por todas as filas de saída.

Comandos relacionados

Comando Descrição

frame-relay pvc

Configura PVCs de Frame Relay para FRF.8 Frame Relay-ATM Service Interworking.

service-policy

Conecta um mapa de política a uma interface de entrada ou VC, ou a uma interface de saída ou VC, a ser usado como a política de serviços para aquela interface ou VC.

show dial-peer voice

Exibe informações de configuração e estatística de chamadas para pontos de discagem.

show frame-relay fragment

Exibe detalhes de fragmentação de Frame Relay.

show frame-relay vofr

Exibe detalhes sobre os subcanais FRF.11 usados em DLCIs de Voz sobre Frame Relay.

show interfaces serial

Exibe informações sobre uma interface serial.

show policy-map interface

Exibe a configuração de classes configuradas para políticas de serviços na interface ou PVC especificados.

show traffic-shape queue

Exibe informações sobre os elementos enfileirados em um determinado horário no nível VC (DLCI).

show policy-map interface

Para exibir a configuração de todas as classes configuradas para todas as políticas de serviço na interface especificada ou exibir as classes para a política de serviço de um circuito virtual permanente (permanent virtual circuit – PVC) específico na interface, use o comando de configuração global show policy-map interface.

show policy-map interface interface-name [vc [vpi/] vci ][dlci dlci]

Descrição da sintaxe

interface-name

Nome da interface ou subinterface cuja configuração de política deve ser exibida.

vc

(Opcional) Somente para interfaces ATM, mostra a configuração de política para um PVC específico. O nome pode ter até 16 caracteres.

vpi/

(Opcional) Identificador de caminho virtual (virtual path identifier – VPI) da rede ATM para este PVC. A ausência da "/" e um valor vpi padroniza o valor vpi com 0.

Nos routers das séries Cisco 7200 e 7500, esse valor varia de 0 a 255.

Os argumentos vpi e vci não podem ser, ambos, definidos como 0; se um deles for 0, o outro não pode ser 0.

Se esse valor for omitido, as informações para todos os VCs na interface ou subinterface ATM especificada serão exibidas.

vci

(Opcional) Identificador de canal virtual (virtual channel identifier – VCI) da rede ATM para este PVC. Esse valor varia de 0 a 1 menos o valor máximo definido para essa interface pelo comando atm vc-per-vp. Normalmente, valores menores, de 0 a 31, são reservados para tráfego específico (por exemplo, F4 OAM, sinalização SVC, ILMI, etc.) e não devem ser usados.

O VCI é um campo de 16 bits no cabeçalho da célula ATM. O valor VCI só é exclusivo em uma ligação única, não através da rede ATM, porque só tem significado local.

Os argumentos vpi e vci não podem ser, ambos, definidos como 0; se um deles for 0, o outro não pode ser 0.

dlci

(Opcional) Indica um PVC específico para o qual a configuração de política será exibida.

dlci

(Opcional) Um número de DLCI específico usado na interface. A configuração de política para o PVC correspondente será exibida quando um DLCI for especificado.

Defaults

Não há comportamento padrão.

Modos de comando

Configuração global

Histórico de comando

Versão Modificação

12.0(5)T

Esse comando foi introduzido.

12.1(2)T

Este comando foi modificado para exibir informações sobre a política para todos os PVCs do Frame Relay na interface, ou, se um DLCI for especificado, a diretiva para esse PVC específico.

Diretrizes de uso

O comando show policy-map interface exibe a configuração para classes na interface especificada ou somente o PVC especificado se uma política de serviço foi conectada à interface ou ao PVC.

Pode usar o argumento pvc-name para exibir o resultado de um PVC somente para adaptadores de porta ATM Melhorado (PA-A3) compatíveis com o enfileiramento por VC.

Os contadores exibidos após a digitação do comando show policy-map interface são atualizados somente se houver congestionamento na interface.

O comando show policy-map interface exibirá as informações da política sobre PVCs de Frame Relay somente se a modelagem do tráfego do Frame Relay estiver ativada na interface.

Exemplos

O exemplo seguinte mostra como exibir estatísticas de configuração de classe e mapa de política para todos os VCs na interface s1/0. Um mapa de política "mypolicy" é conectado ao DLCI 100, e um mapa de política "test" é conectado ao DLCI 200.

ed2-36b# show policy-map interface s1/0
Serial1/0.1: DLCI 100 -
output : mypolicy
Classe voice
Enfileiramento Moderado Ponderado
Prioridade Estrita
Fila de Saída: Conversação 72
Largura de Banda 16 (kbps) Pacotes Compatíveis 0
(descartes de pacotes /descartes de bytes) 0/0
Classe immediate-data
Enfileiramento Moderado Ponderado
Fila de Saída: Conversação 73
Largura de Banda 60 (%) Pacotes Compatíveis 0
(descartes de pacotes/descartes de bytes/quedas traseiras) 0/0/0
mean queue depth: 0
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 0 0 64 128 1/10
1 0 0 71 128 1/10
2 0 0 78 128 1/10
3 0 0 85 128 1/10
4 0 0 92 128 1/10
5 0 0 99 128 1/10
6 0 0 106 128 1/10
7 0 0 113 128 1/10
rsvp 0 0 120 128 1/10
Classe priority-data
Enfileiramento Moderado Ponderado
Fila de Saída: Conversação 74
Largura de Banda 40 (%) Pacotes Compatíveis 0 Limite Máximo 64 (pacotes)
(descartes de pacotes/descartes de bytes/quedas traseiras) 0/0/0
Classe class-default
Enfileiramento Moderado Ponderado
Enfileiramento Moderado com Base em Fluxo
Número Máximo de Filas Hashed 64 Limite Máximo 20 (pacotes)
Serial1/0.2: DLCI 200 -
output : test
Classe tcp
Enfileiramento Moderado Ponderado
Fila de Saída: Conversação 25
Largura de Banda 20 (kbps) Pacotes Compatíveis 0
(descartes de pacotes/descartes de bytes/quedas traseiras) 0/0/0
mean queue depth: 0
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 0 0 64 128 1/10
1 0 0 71 128 1/10
2 0 0 78 128 1/10
3 0 0 85 128 1/10
4 0 0 92 128 1/10
5 0 0 99 128 1/10
6 0 0 106 128 1/10
7 0 0 113 128 1/10
rsvp 0 0 120 128 1/10

O exemplo seguinte mostra como exibir a configuração de classes que compõe o mapa de política para um VC de Frame Relay específico na interface s1/0.

ed2-36b# show policy-map interface s1/0.1 dlci 100
Serial1/0.1: DLCI 100 -
output : mypolicy
Classe voice
Enfileiramento Moderado Ponderado
Prioridade Estrita
Fila de Saída: Conversação 72
Largura de Banda 16 (kbps) Pacotes Compatíveis 0
(descartes de pacotes /descartes de bytes) 0/0
Classe immediate-data
Enfileiramento Moderado Ponderado
Fila de Saída: Conversação 73
Largura de Banda 60 (%) Pacotes Compatíveis 0
(descartes de pacotes/descartes de bytes/quedas traseiras) 0/0/0
mean queue depth: 0
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 0 0 64 128 1/10
1 0 0 71 128 1/10
2 0 0 78 128 1/10
3 0 0 85 128 1/10
4 0 0 92 128 1/10
5 0 0 99 128 1/10
6 0 0 106 128 1/10
7 0 0 113 128 1/10
rsvp 0 0 120 128 1/10
Classe priority-data
Enfileiramento Moderado Ponderado
Fila de Saída: Conversação 74
Largura de Banda 40 (%) Pacotes Compatíveis 0 Limite Máximo 64 (pacotes)
(descartes de pacotes/descartes de bytes/quedas traseiras) 0/0/0
Classe class-default
Enfileiramento Moderado Ponderado
Enfileiramento Moderado com Base em Fluxo
Número Máximo de Filas Hashed 64 Limite Máximo 20 (pacotes)

O exemplo seguinte mostra como exibir configurações para classes na interface de saída e1/1:

Router# show policy-map interface output e1/1
Ethernet1/1 output : po1
Enfileiramento Moderado Ponderado
Classe class1
Fila de Saída: Conversação 264
Largura de Banda 937 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 11548/0/0
Classe class2
Fila de Saída: Conversação 265
Largura de Banda 937 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 11546/0/0
Classe class3
Fila de Saída: Conversação 266
Largura de Banda 937 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 11546/0/0
Classe class4
Fila de Saída: Conversação 267
Largura de Banda 937 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 11702/0/0
Classe class5
Fila de Saída: Conversação 268
Largura de Banda 937 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 11701/0/0
Classe class6
Fila de Saída: Conversação 269
Largura de Banda 937 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 11702/0/0
Classe class7
Fila de Saída: Conversação 270
Largura de Banda 937 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 11857/0/0
Classe class8
Fila de Saída: Conversação 271
Largura de Banda 937 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 11858/1/0

O exemplo seguinte mostra como exibir configurações para classes que compõem a política de serviço para a saída VC 0/101 na interface de saída atm2/0.6:

qos4-72a# show policy-map interface atm2/0.6
ATM2/0.6: VC 0/101 - output : p1
Enfileiramento Moderado Ponderado
Classe c-vc1-c1
Fila de Saída: Conversação 264
Largura de Banda 31 (kbps)
mean queue depth: 1
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 0 0 100 200 1/10
1 0 0 105 200 1/10
2 0 0 110 200 1/10
3 0 0 115 200 1/10
4 0 0 120 200 1/10
5 0 0 125 200 1/10
6 0 0 130 200 1/10
7 0 0 135 200 1/10
rsvp 0 0 140 200 1/10
Classe c-vc1-c2
Fila de Saída: Conversação 265
Largura de Banda 54 (kbps)
mean queue depth: 1
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 0 0 60 100 1/10
1 0 0 65 100 1/10
2 0 0 70 100 1/10
3 0 0 75 100 1/10
4 0 0 80 100 1/10
5 0 0 83 100 1/10
6 0 0 85 100 1/10
7 0 0 87 100 1/10
rsvp 0 0 90 100 1/10
Classe c-vc1-c3
Fila de Saída: Conversação 266
Largura de Banda 77 (kbps)
mean queue depth: 0
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 0 0 1 10 1/10
1 0 0 2 10 1/10
2 0 0 3 10 1/10
3 0 0 4 10 1/10
4 0 0 5 10 1/10
5 0 0 6 10 1/10
6 0 0 7 10 1/10
7 0 0 7 10 1/10
rsvp 0 0 7 10 1/10
Classe c-vc1-c4
Fila de Saída: Conversação 267
Largura de Banda 100 (kbps)
mean queue depth: 9
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 0 0 1 10 1/10
1 9 220 2 10 1/10
2 24 645 3 10 1/10
3 22 844 4 10 1/10
4 0 0 5 10 1/10
5 23 351 6 10 1/10
6 28 213 7 10 1/10
7 59 540 7 10 1/10
rsvp 0 0 7 10 1/10
Classe c-vc1-c5
Fila de Saída: Conversação 268
Largura de Banda 123 (kbps)
mean queue depth: 150
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 120 1777 50 150 1/50
1 136 1549 60 150 1/50
2 88 2354 70 150 1/50
3 121 1569 80 150 1/50
4 122 1717 80 150 1/50
5 0 0 90 150 1/50
6 0 0 100 150 1/50
7 105 2058 110 150 1/50
rsvp 0 0 120 150 1/50
Classe c-vc1-c6
Fila de Saída: Conversação 269
Largura de Banda 146 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 50216/32696/0
Classe c-vc1-c7
Fila de Saída: Conversação 270
Largura de Banda 216 (kbps) Limite Máximo 64 (pacotes)
(total/descartes/quedas traseiras) 74577/51994/0
Classe class-default
Enfileiramento Moderado com Base em Fluxo
Número de Filas Hashed 256
drops: class random tail min-th max-th mark-prob
0 101 828 50 150 1/50
1 87 1154 60 150 1/50
2 115 476 70 150 1/50
3 116 444 80 150 1/50
4 123 338 80 150 1/50
5 92 1042 90 150 1/50
6 79 1068 100 150 1/50
7 110 740 110 150 1/50
rsvp 0 0 120 150 1/50

A tabela 2 fornece uma listagem dos campos nessas exibições e uma descrição de cada campo.

Tabela 2   mostra as Descrições de Campo da interface policy-map

Campo Descrição

output

Nome da política de serviços de saída aplicada ao VC.

Class

Classe de tráfego em exibição. A saída é exibida para cada classe configurada na política.

Output Queue

A conversação WFQ à qual esta classe de tráfego é alocada.

Largura de banda

Largura de banda em kbps ou percentual configurada para esta classe.

Packets Matched

Número de pacotes compatíveis com esta classe.

Max Threshold

Tamanho máximo de fila para esta classe quando WRED não é usado.

pkts discards

Número de pacotes descartados para esta classe.

bytes discards

Número de bytes descartados para esta classe.

tail drops

Número de pacotes descartados para esta classe porque a fila estava cheia.

mean queue depth

Profundidade média das filas com base na profundidade real das filas na interface e na constante de ponderação exponencial. É uma média móvel. Os limites mínimo e máximo são comparados a este valor para determinar decisões de descartes.

drops:

Parâmetros WRED.

class

Valor de Precedência de IP

random

Número de pacotes aleatoriamente descartados quando a profundidade média da fila se situa entre os valores limites mínimo e máximo relativos ao valor especificado de Precedência de IP.

tail

Número de pacotes descartados quando a profundidade média da fila é maior do que o valor limite máximo relativo ao valor especificado de Precedência de IP.

min-th

Limite mínimo de WRED em número de pacotes.

max-th

Limite máximo de WRED em número de pacotes.

mark-prob

Fração de pacotes descartados quando a profundidade média da fila se situa no limite máximo.

Número Máximo de Filas Hashed

(Aplica-se apenas a class-default) Número de filas disponíveis para fluxos não classificados.

Comandos relacionados

Comando Descrição

show frame-relay pvc

Exibe estatísticas sobre PVCs para interfaces de Frame Relay.

show policy-map

Exibe a configuração de todas as classes que constituem o mapa de política de serviços especificado ou todas as classes de todos os mapas de políticas existentes.

show policy-map class

Exibe a configuração para a classe especificada do mapa de política especificado.

Glossário

CBWFQ—nfileiramento Moderado Ponderado com Base em Classe. Estende a funcionalidade WFQ padrão para fornecer suporte às classes de tráfego definido pelo usuário.

CIR—Taxa de Informação Compromissada. Taxa com a qual uma rede de Frame Relay concorda em transferir informações sob condições normais, ponderada sobre um incremento mínimo de tempo.

Class-Based Weighted Fair Queueing—Consulte CBWFQ.

DLCI— Identificador de conexão de ligação de dados. Valor que especifica um circuito virtual permanente (permanent virtual circuit – PVC) ou comutado (switched virtual circuit – SVC) em uma rede de Frame Relay.

FIFO queueing— Enfileiramento primeiro a entrar, primeiro a sair. O FIFO envolve armazenar em buffer e encaminhar pacotes na ordem de chegada. O FIFO não reúne nenhum conceito de prioridade ou classes de tráfego. Há somente uma fila, e todos os pacotes são tratados igualmente. Os pacotes são enviados à interface na ordem em que chegam.

Frame Relay Traffic Shaping—Consulte FRTS.

FRF.12 O Contrato de Implementação FRF.12 foi desenvolvido para permitir que grandes estruturas de dados sejam fragmentadas em pedaços menores e intercaladas com estruturas em tempo real. Dessa forma, tanto a voz em tempo real quanto as estruturas de dados que não são em tempo real podem ser transportadas juntas ou em ligações de velocidade baixa sem causar retardos excessivos ao tráfego em tempo real.

FRTS—Modelagem de Tráfego de Frame Relay. A FRTS utiliza filas em uma rede de Frame Relay para limitar os picos que podem causar congestionamento. Os dados são armazenados em buffer e enviados para a rede em quantidades reguladas para garantir que o tráfego se ajustará ao envelope de tráfego prometido para uma determinada conexão.

PQ/CBWFQ—Enfileiramento de Prioridade/Enfileiramento Moderado Ponderado com Base em Classe. Um recurso que traz enfileiramento de prioridade rígida ao CBWFQ. O enfileiramento de prioridade rígida permite que dados sensíveis a atraso, como voz, sejam desenfileirados e enviados primeiro (antes de os pacotes em outras filas serem desenfileirados), fornecendo tratamento preferencial de dados sensíveis a atraso sobre o tráfego.

RTP—Protocolo de Transporte em Tempo Real. Um dos protocolos IPv6. O RTP foi projetado para fornecer funções de transporte de rede ponto a ponto a aplicativos que transmitem dados em tempo real, como áudio, vídeo ou dados de simulação, sobre serviços de rede multicast ou unicast. O RTP fornece serviços como identificação de tipo de payload, numeração seqüencial, time-stamping e monitoramento de entrega para aplicativos em tempo real.

UDP—Protocolo de Datagrama de Usuário. Protocolo de camada de transporte sem conexão na pilha de protocolo TCP/IP. UPD é um protocolo simples que troca datagramas sem confirmação ou entrega garantida, exigindo que o processamento de erro e a retransmissão sejam tratados por outros protocolos.

VoFR—Voz sobre Frame Relay. Habilita um router a transportar tráfego de voz sobre uma rede de Frame Relay. Quando se envia tráfego de voz sobre Frame Relay, o tráfego de voz é segmentado e encapsulado para trânsito através da rede de Frame Relay usando o encapsulamento FRF.12.

Voice over Frame Relay—Consulte VoFR.

WFQ—Enfileiramento Moderado Ponderado. Algoritmo de gerenciamento de congestionamento que identifica conversações (na forma de fluxos de tráfego), pacotes separados que pertencem a cada conversação e garante que a capacidade seja compartilhada moderadamente entre essas conversações individuais. O WFQ é uma maneira automática de estabilizar o comportamento da rede durante o congestionamento e resulta em desempenho aumentado e retransmissão diminuída.

WRED—Detecção Antecipada Aleatória Ponderada. Combina a Precedência de IP e a Detecção Antecipada Aleatória (Random Early Detection – RED) padrão, para permitir tratamento preferencial de tráfego de voz em condições de congestionamento sem agrave. O WRED utiliza e interpreta a Precedência de IP para dar prioridade ao tráfego de voz sobre o tráfego de dados, descartando somente pacote de dados.