Software Cisco IOS e NX-OS : Software Cisco IOS versões 12.0 T

Sinalização E1 R2 para Cisco 3620 e 3640 Series Routers

1 Abril 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (11 Dezembro 1998) | Feedback

Índice

Sinalização E1 R2 para Cisco 3620 e 3640 Series Routers
Resumo do recurso
Benefícios
Plataformas
MIBs e RFCs suportados
Exemplo de Topologia de Rede
Configurando a Sinalização E1 R2
Exemplo de configuração
Referências a Comandos
cas-custom
cas-group (controller e1)
O Que Fazer em Seguida

Sinalização E1 R2 para Cisco 3620 e 3640 Series Routers


As seguintes seções são fornecidas:

Resumo do recurso


A sinalização R2 é um padrão de sinalização internacional comum para redes E1 canalizadas, mas no entanto, não há um único padrão de sinalização para R2. A recomendação ITU-T Q.400-Q.490 define R2, mas vários países e regiões geográficas implementam R2 de maneiras completamente diferentes. A Cisco Systems enfrenta esse desafio suportando muitas implementações localizadas de sinalização R2 no Cisco IOS Software.

A sinalização E1 R2 padrão da Cisco System é ITU, que suporta os seguintes países: Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Rússia (variante da ITU), Hong Kong (variante da ITU) e África do Sul (variante da ITU). A expressão "variação da ITU" significa que há vários tipos de sinalização R2 no país especificado, mas a Cisco suporta a variante ITU.

A Cisco Systems também suporta variantes locais específicas da sinalização E1 R2 nas seguintes regiões, países e corporações:

  • Argentina
  • Austrália
  • Bolívia
  • Brasil
  • Bulgária
  • China
  • Colômbia
  • Costa Rica
  • Europa Ocidental (inclui Croácia, Rússia e República Eslovaca)
  • ITU do Equador
  • LME do Equador
  • Grécia
  • Guatemala
  • Hong Kong (utiliza a variante da China)
  • Indonésia
  • Israel
  • Laos
  • Coréia
  • Malásia
  • Malta
  • Nova Zelândia
  • Paraguai
  • Peru
  • Filipinas
  • Arábia Saudita
  • Cingapura
  • África do Sul (variante da Panaftel)
  • Telmex corporation (México)
  • Telnor corporation (México)
  • Tailândia
  • Uruguai
  • Venezuela
  • Vietnã

Observação    Apenas os módulos de modem digital MICA suportam a funcionalidade R2. Nenhum suporte R2 é fornecido para modems Microcom ou para aplicativos sem modem.


Benefícios

A personalização das características de E1 para R2 tem as seguintes vantagens:

  • Localização personalizada de R2—a sinalização R2 é suportada por um grande número de países e regiões geográficas. A Cisco está continuamente suportando novos países.
  • Implantação mais ampla de serviços de acesso discado.

Plataformas


Esses routers de acesso modulares suportam este recurso:

  • Router Cisco 3620
  • Router Cisco 3640

MIBs e RFCs suportados


Nenhum.

Exemplo de Topologia de Rede


Figura 1 mostra um exemplo de topologia de rede utilizando sinalização E1 R2 com um Cisco 3600. Os dois controladores do router estão configurados com sinalização digital R2. Além disso, as configurações de país R2 localizadas são habilitadas no router. Para obter uma configuração de amostra, consulte a seção "Exemplo de Configuração".


Figura 1   Provedor de Serviço utilizando sinalização E1 R2 e um Cisco 3640


Configurando a Sinalização E1 R2


R2 é uma sinalização E1 canalizada utilizada na Europa, Ásia e América do Sul. É equivalente à sinalização T1 canalizada na América do Norte. Há dois tipos de sinalização R2: sinalização de linha e sinalização inter-registro. A sinalização de linha R2 inclui R2 digital, R2 analógico e R2 por pulso. A sinalização R2 inter-registro inclui R2 compelled, R2 non compelled e R2 semi compelled. Esses tipos de sinalização são configurados utilizando o comando cas-group (controller e1).

Muitos países e regiões possuem suas próprias especificações da variante de E1 R2, que complementam a recomentação ITU-T Q.400-Q.490 para sinalização R2. Parâmetros exclusivos de sinalização E1 R2 para países e regiões específicos são definidos inserindo o comando cas-custom channel seguido do comando country name.

A implementação de sinalização R2 da Cisco possui o suporte DNIS ativado por padrão. Ao habilitar a opção ani, o conjunto de informações DNIS ainda será executado. A especificação da opção ani não desativa o conjunto DNIS. DNIS é o número que está sendo chamado. ANI é o número do chamador. Por exemplo, se o router A estiver sendo configurado para chamar o router B, o número DNIS será atribuído ao router B e o número ANI será atribuído ao router A. ANI é semelhante à ID do Chamador.

Configuração

Etapa Comando Propósito
1.
Router(config)# configuração de t

Insira a configuração global para configurar E1 R2 para o router Cisco 3620 ou 3640.

2.
Router(config-controller)# controller e1 slot/port

Especifique o controlador E1 em que deseja fazer a configuração com a sinalização R2.

3.
Router(config-controller)# cas-group channel timeslots range type {r2-analog | r2-digital | r2-pulse} {r2-compelled [ani] | r2-non-compelled [ani] | r2-semi-compelled [ani]}

Faça a configuração da sinalização associada ao canal R2 no controlador E1. Para obter uma descrição completa das opções de R2 disponíveis, consulte o cas-group (controller e1).

4.
Router(config-controller)# cas-custom channel

Entre no modo cas-custom. Nesse modo, é possível localizar os parâmetros de sinalização E1 R2, tais como configurações específicas de país R2 para Hong Kong.

Para que a personalização entre em vigor, o número channel utilizado no comando cas-custom deve se corresponder ao número channel especificado pelo comando cas-group.

5.
Router(config-ctrl-cas)# country name use-defaults

Especifique o país, região ou corporação local para utilizar com a sinalização R2. Substitua a variável name por um dos nomes de países suportados.

A Cisco recomenda fortemente que a opção use defaults seja incluída, que define as configurações padrão para um país específico. A configuração padrão para todos os países é ITU.

Consulte cas-custom para obter a lista de especificações de países, regiões e corporações suportados.

6.
Router(config-ctrl-cas)# ani-digits
Router(config-ctrl-cas)# answer-signal
Router(config-ctrl-cas)# caller-digits
Router(config-ctrl-cas)# category
Router(config-ctrl-cas)# default
Router(config-ctrl-cas)# dnis-digits
Router(config-ctrl-cas)# invert-abcd
Router(config-ctrl-cas)# ka
Router(config-ctrl-cas)# kd
Router(config-ctrl-cas)# metering
Router(config-ctrl-cas)# nc-congestion
Router(config-ctrl-cas)# unused-abcd
Router(config-ctrl-cas)# request-category

(Opcional) Personalização adicional dos parâmetros de sinalização R2. Alguns tipos de switches requerem que as configurações de R2 sejam ajustadas. Não utilize esses comandos indevidamente, a menos que conheça completamente os requisitos do seu switch.

Para quase todos os cenários de rede, o comando country name use-defaults configura completamente as configurações locais de país. Não é necessário executar a etapa 5.

Consulte a página de referências a comandos cas-custom para mais informações sobre cada comando de sinalização.

Para obter um outro exemplo de configuração de E1 R2, consulte "Exemplo de Configuração".

Verificar

Para verificar a configuração de sinalização E1 R2:

  • Insira o comando show controller e1 para visualizar o status de todos os controladores ou insira o comando show controller e1 slot/port para exibir o status de um controlador específico. Certifique-se de que o status indica que o controlador está ativado (linha 2 no exemplo a seguir) e que nenhum alarme (linha 4 no exemplo a seguir) ou erros (linhas 9 e 10 no exemplo a seguir) foi informado.
Router# show controller e1
O E1 1/0 está desativado.
O tipo Applique é E1 Canalizado - equilibrado
O transmissor está enviando um alarme remoto.
O receptor está obtendo AIS.
A estrutura é CRC4, o Código de Linha é HDB3, a Origem do Tempo é Linha.
Dados do intervalo atual (730 segundos transcorridos):
Violações de Código de Linha 0, Violações de Código de Caminho 0
0 Slip Secs, 730 Fr Loss Secs, 0 Line Err Secs, 0 Degraded Mins
0 Errored Secs, 0 Bursty Err Secs, 0 Severely Err Secs, 730 Unavail Secs
Total de Dados (últimas 24 horas)
Violações de Código de Linha 0, Violações de Código de Caminho 0,
0 Slip Secs, 21740 Fr Loss Secs, 0 Line Err Secs, 0 Degraded Mins,
0 Errored Secs, 0 Bursty Err Secs, 0 Severely Err Secs, 21740 Unavail Secs
E1 1/1 está ativado.
O tipo Applique é E1 Canalizado - equilibrado
Não há alarmes detectados.
A estrutura é CRC4, o Código de Linha é HDB3, a Origem do Tempo é Linha.
Dados do intervalo atual (731 segundos transcorridos):
Violações de Código de Linha 0, Violações de Código de Caminho 0
0 Slip Secs, 0 Fr Loss Secs, 0 Line Err Secs, 0 Degraded Mins
0 Errored Secs, 0 Bursty Err Secs, 0 Severely Err Secs, 0 Unavail Secs
Total de Dados (últimas 24 horas)
Violações de Código de Linha 0, Violações de Código de Caminho 0,
0 Slip Secs, 0 Fr Loss Secs, 0 Line Err Secs, 0 Degraded Mins,
0 Errored Secs, 0 Bursty Err Secs, 0 Severely Err Secs, 0 Unavail Secs

  • Insira o comando show modem csm para visualizar o status de um modem específico:
Router# show modem csm 3/0
Modem 3/0, linha 97 (digital)
CSM status(0): CSM_STATUS_UNLOCKED
CSM current state(0x00000000): IDLE_STATE
CSM last event: ASYNC_DTR_UP, cause: 0x0000
O temporizador wdt não está ativado
invalid_events 0, wdt_timeouts 0
ic_failure 0, ic_complete 0, oc_failure 7, oc_complete 0
oc_busy 0, remote_link_disc 2, busyout 0, modem_reset 1
início da chamada 23:56:54, fim da chamada 23:59:26, tempo total de atividade do modem 00:06:14
tty_hwidb 0x61443C94, modem_tty 0x61442680, modem_pool 0x6129E358
total pri d-channels 0, last used pri d-channel 0
total_free_rbs_timeslot 0, total_busy_rbs_timeslot 0, min_free_modem_threshold 6

Análise de falhas

Se a conexão não for ativada, verifique o seguinte:

  • Fios soltos, emendas, conectores, curtos circuitos, bridge taps e aterramentos
  • Transmissão e recepção reversa
  • Tipos de enquadramento incompatíveis (por exemplo, CRC-4 versos não-CRC-4)
  • Separação de pares de transmissão e recepção (crosstalk)
  • Line cards ou repetidores defeituosos
  • Linhas ruidosas (por exemplo, power e crosstalk)

Se perceber erros na linha ou a linha estiver oscilando entre ativa e inativa, verifique o seguinte:

  • Códigos de linha incompatíveis (HDB3 vs. AMI)
  • Nível de recepção
  • Erros de enquadramento devido a planejamento de temporização deficiente

Se o problema persistir, habilite o modo de depuração CSM (Call Switching Module) de gerenciamento de modem utilizando o comando debug modem csm.

Essa é a saída de depuração para uma chamada de entrada:

Router# debug modem csm 1/0
A depuração do Módulo de Comutação de Chamada de Gerenciamento de Modem está ativada
R2D2#
*Feb 28 19:01:47: Modem 255/255 CSM: received EVENT_CALL_DIAL_IN with call_id 0000
*Feb 28 19:01:47: 1/0/0 dest 255/0/255 cause 768
*Feb 28 19:01:47: CSM: Next free modem = 3/18; statbits = 10020
*Feb 28 19:01:47: Modem 3/18 CSM: modem is allocated, modems free=29
*Feb 28 19:01:47: Modem 3/18 CSM: (CSM_PROC_IDLE)<--DSX0_CALL
*Feb 28 19:01:47: Modem 3/18 CSM: (CSM_PROC_IC_CAS_CHANNEL_LOCKED)<--CSM_EVENT_MODEM_SETUP
*Feb 28 19:01:47: R2 Incoming Modem(3/18): DSX (E1 1/0:0): STATE: R2_IN_IDLE R2 Got Event R2_START
*Feb 28 19:01:47: Modem 3/18 CSM: received EVENT_START_RX_TONE with call_id 0000
*Feb 28 19:01:47: 1/0/0 dest 3/0/18 cause 0
*Feb 28 19:01:47: Modem 3/18 CSM: (CSM_PROC_IC_CAS_COLLECT_DIGITS)<--DSX0_START_RX_TONE
.
.
.

Quando o controlador E1 for ativado, aparecerão as seguintes mensagens:

%CONTROLLER-3-UPDOWN: Controlador E1 0, estado alterado para ativado
Essas mensagens também são exibidas para intervalos de tempo individuais:
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 1 timeslot 1 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 1 timeslot 2 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 1 timeslot 3 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 1 timeslot 4 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 1 timeslot 5 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 1 timeslot 6 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 1 timeslot 7 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 1 timeslot 8 is up
.
.
.

Exemplo de configuração


O exemplo a seguir configura a sinalização R2 e personaliza parâmetros R2 no controlador E1 1/0 de um Cisco 3640. Na maioria dos casos, o mesmo tipo de sinalização R2 está configurado em cada controlador E1.


Etapa 1   Insira o modo de configuração global utilizando o comando configure terminal:

Router# configure terminal
Enter configuration commands, one per line. Finalize com CNTL/Z.

Etapa  2   Especifique o controlador E1 que deseja configurar com a sinalização R2 utilizando o comando de configuração global controller e1 slot/port. Um controlador informa ao router como distribuir ou aprovisionar intervalos de tempo individuais para uma linha E1 canalizada conectada. É necessário fazer a configuração de um controlador E1 para cada linha E1.

Router(config)# controller e1 1/0

Etapa  3   Configuração da sinalização associada ao canal com o comando cas-group channel timeslots range type signal. O tipo de sinalização encaminhada pelo switch telco de conexão deve corresponder-se à sinalização configurada no Cisco 3640. As opções de configuração Cisco IOS são r2-analog, r2-digital, ou r2-pulse.

Router(config-controller)# cas-group 1 timeslots 1-31 type ?
r2-analog R2 ITU Q411
r2-digital R2 ITU Q421
r2-pulse R2 ITU Supplement 7

O exemplo a seguir especifica a sinalização de linha digital R2 ITU Q421 (r2-digital). Esse exemplo também especifica a sinalização de registro R2 compelled e aprovisiona a opção ANI ADDR.

Router(config-controller)# cas-group 1 timeslots 1-31 type r2-digital r2-compelled ani
Router(config-controller)#
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 1 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 2 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 3 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 4 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 5 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 6 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 7 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 8 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 9 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 10 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 11 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 12 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 13 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 14 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 15 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 17 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 18 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 19 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 20 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 21 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 22 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 23 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 24 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 25 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 26 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 27 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 28 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 29 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 30 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 31 is up

Observação Para obter uma descrição das opções de sinalização R2 suportadas, consulte a página de referências a comandos cas-group (controller e1). A sinalização associada ao canal R2 real está configurada no intervalo de tempo nº 16, motivo pelo qual o intervalo de tempo não aparece na saída de exemplo.


Etapa 4   Personalize alguns dos parâmetros da sinalização E1 R2 com o comando de configuração do controlador cas-custom channel . Esse exemplo especifica as configurações R2 padrão para a Argentina. Consulte a página de referências a comandos cas-custom para obter uma descrição detalhada dessas opções.

Router(config-controller)# cas-custom 1
Router(config-ctrl-cas)# ?
Comandos personalizados do CAS:
  ani-digits Número esperado de dígitos ANI
answer-signal Sinal de resposta a ser utilizado
caller-digits Dígitos a serem coletados antes da requisição do CallerID
category Sinal da categoria
country Nome do País
default Define um comando ao padrão
dnis-digits Número esperado de dígitos DNIS
exit Sair do modo personalizado cas
invert-abcd inverte os bits de ABCD antes de tx e depois de rx
ka Sinal KA
kd Sinal KD
metering A rede R2 está enviando sinal de medição
nc-congestion Sinal de Congestionamento Non Compelled
no Anula um comando ou configura os padrões
request-category Dígitos de DNIS a serem coletados antes de solicitar a categoria
unused-abcd Valores de bit de ABCD não utilizados
Router(config-ctrl-cas)# country ?
  argentina Argentina
australia Austrália
brazil Brasil
china China
columbia Colômbia
----cut----
Router(config-ctrl-cas)# country argentina ?
use-defaults Utiliza os padrões do País
<cr>
Router(config-ctrl-cas)# country argentina use-defaults

Observação A Cisco recomenda fortemente que as configurações padrão do seu país sejam especificadas. Para exibir uma lista de países suportados, insira o país ? command. A configuração padrão para todos os países é ITU.


Referências a Comandos


Esta seção registra comandos novos e modificados. Todos os outros comandos utilizados com esse recurso estão documentados nas referências de comandos do Cisco IOS Versão 12.0(2)T.

cas-custom

Para personalizar os parâmetros de sinalização E1 R2 para um grupo de canal E1 específico em uma linha E1 canalizada, utilize o comando de configuração de controlador cas-custom. Utilize a forma no desse comando para desabilitar a personalização da sinalização.

cas-custom channel
no cas-custom channel

Descrição da sintaxe

channel

Especifica um único número de grupo de canais, que pode ser entre 0 e 30. Esse número de grupo de canais deve corresponder-se ao número de canais especificado no comando cas-group.

Padrão

Nenhum parâmetro de sinalização personalizada está configurado. Se um nome de país não for especificado utilizando o comando country name, que está descrito na Tabela 1, ITU é o sinal padrão selecionado.

Modo de comando

Configuração do controlador

Diretrizes de uso

Este comando apareceu pela primeira vez no Cisco IOS Versão 12.0(1)T para os routers da série Cisco 3600.

Os parâmetros de personalização definidos pelo comando cas-custom channel são aplicados ao mesmo número de grupo de canais utilizado no comando cas-group channel timeslots range type signal. Esses números de grupo de canais devem ser correspondidos. Caso contrário, os recursos personalizados especificados pelo comando cas-custom não serão aplicados à configuração do comando cas-group. A personalização da sinalização não entrará em vigor. Consulte o Exemplo 1.

No entanto, não será necessário fazer a configuração ou definir mais de um número de grupo de canais por linha E1 na maioria dos casos. Embora raramente utilizado, é possível dividir uma única E1 (intervalos de tempo de 1 a 31) em vários grupos (por exemplo, de 1 a 15 no grupo 1 e intervalos de tempo de 17 a 31 no grupo 2).

A Cisco recomenda fortemente que utilize a opção use-defaults ao especificar um tipo de país específico. Consulte o comando country name na Tabela 1. Essa palavra-chave adicional garante que todas as configurações de país locais estejam corretamente habilitadas. Por exemplo, insira o comando country greece use-defaults. Se a opção use-defaults não for especificada, ITU genérica será a configuração padrão para todos os países. Consulte o Exemplo 2.

É possível configurar o sistema para desviar de uma configuração padrão de país conforme definido pela Cisco. Para isso, escolha a partir da seguinte lista de comandos descritos na Tabela 1: ani-digits min number max number, answer-signal {group-a | group-b} number, caller-digits number, category number, dnis-digits min number max number, invert-abcd, ka number, kd number, metering, nc-congestion e unused-abcd value. Para retornar para as configurações padrão específicas de um determinado país, insira o comando country name use-defaults. Para retornar ao padrão ITU de um determinado país, insira o comando default country name use-defaults. Consulte Exemplo 3 e Exemplo 4.


Observação    Apenas modems digitais MICA integrados suportam a sinalização E1 R2 nos routers da série Cisco 3620 e 2640.


A Tabela 1 mostra uma lista de opções de comandos no modo cas-custom, que é utilizada para personalizar as configurações de sinalização R2. Alguns switches requerem que as configurações de R2 sejam ajustadas. Não utilize esses comandos indevidamente, a menos que conheça exatamente como será o funcionamento do switch.

Tabela 1   Comandos Disponíveis no Modo Cas-Custom

Comando CAS Custom Propósito

ani-digits min number max number

Número solicitado de dígitos ANI para cada chamada. Todas as chamadas que não corresponderem às configurações mínima e máxima especificadas serão eliminadas. O número mínimo de dígitos coletados é definido pelo comando min number. Substitua a variável number por um valor de 0 a 64. O número máximo de dígitos coletados é definido pelo comando max number. Substitua a variável number por um valor de 5 a 64. Por padrão, os dígitos ANI não são coletados, seguindo o padrão ITU.

answer-signal {group-a | group-b} number

Sinal de resposta a ser utilizado. É possível especificar o sinal do grupo A ou o sinal do grupo B. O número do sinal pode ser de 1 a 15. O padrão para grupo B é 6, seguindo o padrão ITU.

caller-digits number

Especifica o número de dígitos que o router precisa coletar, antes que ele solicite informações de ANI ou CallerID. Os dígitos podem ser de 1 a 10. O padrão é 1, seguindo o padrão ITU.

category number

Especifica o tipo de categoria da chamada de entrada, que é mapeada para um number de sinal de grupo. Os números de sinal de 1 a 15 estão disponíveis. O padrão é 1, seguindo o padrão ITU.

country name use-defaults

Especifica as configurações locais de país, região e de algumas corporações para sinalização R2. Substitua a variável name por um dos seguintes nomes de países suportados. A Cisco recomenda fortemente que a opção use-defaults seja incluída para habilitar as configurações padrão para um país específico. A configuração padrão para país é ITU.

  • argentina use-defaults
  • australia use-defaults
  • bolivia use-defaults
  • brazil use-defaults
  • bulgaria use-defaults
  • china use-defaults
  • columbia use-defaults
  • costarica use-defaults
  • easteurope use-defaults—A opção easteurope suporta Croácia, Rússia e a República Eslovaca.
  • ecuador-itu use-defaults
  • ecuador-lme use-defaults
  • greece use-defaults
  • guatemala use-defaults
  • hongkong-china use-defaults— As opções Hong Kong utilizam a variante da China.

 

  • indonesia use-defaults
  • israel use-defaults
  • itu—ITU é o padrão de sinalização. ITU fornece suporte para a seguinte lista de países: Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Rússia (variante da ITU), Hong Kong (variante da ITU), e África do Sul (variante da ITU).

A expressão "variante da ITU" significa que há vários tipos de sinalização R2 implementados no país especificado, porém a Cisco suporta a variante de ITU.

  • korea use-defaults
  • laos use-defaults
  • malaysia use-defaults
  • malta use-defaults
  • newzealand use-defaults

 

  • paraguay use-defaults
  • peru use-defaults
  • philippines use-defaults
  • saudiarabia use-defaults
  • singapore use-defaults
  • southafrica-panaftel use-defaults—A opção África do Sul utiliza a variante Panaftel.
  • telmex use-defaults
  • telnor use-defaults—As corporações Telemex e Telnor são suportadas para o México.
  • thailand use-defaults
  • uruguay use-defaults
  • venezuela use-defaults
  • vietnam use-defaults

padrão

Define um comando para sua configuração padrão.

debounce-time number

Valida as alterações de bit ABCD. Se as alterações de valores de bit ABCD forem menores que o tempo de debounce (em milésimos de segundos), as alterações de bit serão inválidas. O valor inserido aqui deve ser igual ao total para todos os temporizadores. Por exemplo, para obter um seizure-ack-time de 40, faça a configuração do debounce-timecomo 20 e seizure-ack-time como 20.

dnis-digits min number max number

Número solicitado de dígitos DNIS para cada chamada. Todas as chamadas que não corresponderem às configurações mínima e máxima especificadas serão eliminadas. O número mínimo de dígitos coletados é definido pelo comando min number. Substitua a variável number por um valor de 0 a 64. O número máximo de dígitos coletados é definido pelo comando max number. Substitua a variável number por um valor de 5 a 64. Por padrão, os dígitos DNIS não são coletados, seguindo o padrão ITU.

exit

Sai do modo cas-custom.

invert-abcd

Inverte os bits ABCD antes de tx e depois de rx. Este recurso é desabilitado por padrão, seguindo o padrão ITU.

ka number

Especifica o código de sinal KA. Substitua a variável number por um valor de 1 a 15. O padrão é 0, seguindo o padrão ITU.

kd number

Especifica o código de sinal KD. Substitua a variável number por um valor de 1 a 15. O padrão é 0, seguindo o padrão ITU.

medição

Permite ao router manusear corretamente um sinal de medição enviado pela rede R2. A medição é desativada por padrão, seguindo o padrão ITU.

nc-congestion

Especifica o sinal de congestionamento noncompelled. Esse sinal é enviado para o escritório central quando o router estiver congestionado e não puder aceitar a chamada. O padrão é B4, seguindo o padrão ITU.

não

Anula um comando ou configura os padrões.

release-guard-time number

A diferença de tempo, em milésimos de segundos, entre a recepção do sinal ocioso e a sua transmissão. A contagem começa depois que o router receber um sinal claro de encaminhamento (ocioso). O comando release-guard-time segue a requisição para desconectar apenas para chamadas bem-sucedidas.

request-category

Dígitos DNIS a serem coletados antes de solicitar a categoria. Uma categoria especifica diferentes níveis de prioridade para diferentes chamadas dentro de R2, tais como chamadas de dados versus chamadas de voz. Essas informações são utilizadas, principalmente, para switches que encaminham chamadas para NAS.

Por exemplo, a Índia precisa da categoria solicitada depois do primeiro dígito DNIS.

seisure-ack-time number

A diferença de tempo entre o sinal de seizure e o sinal de reconhecimento do mesmo. Utilizado para especificar o tempo que um router deve esperar antes de transmitir um sinal de reconhecimento de seizure, depois de receber o mesmo. Específico apenas para a sinalização R2.

unused-abcd value

Especifica valores de bit ABCD não utilizados que podem ter um valor de bit de 0 ou 1. Este recurso é desabilitado por padrão, seguindo o padrão ITU.

Exemplo 1

O exemplo a seguir exibe os parâmetros de sinalização disponíveis após entrar no modo cas-custom. Observe que o mesmo grupo 1 de canais é especificado no comando cas-group e no comando cas-custom.

Router# configure terminal
Enter configuration commands, one per line. Finalize com CNTL/Z
router(config)# controller e1 1/0
router(config-controller) cas-group 1 timeslots 1-31 type r2-digital r2-compelled
router(config-controller) cas-custom 1
router(config-ctrl-cas)# ?
Comandos personalizados do CAS:
ani-digits Número esperado de dígitos ANI
answer-signal Sinal de resposta a ser utilizado
caller-digits Dígitos a serem coletados antes da requisição do CallerID
category Sinal da categoria
country Nome do País
debounce-time Temporizador Debounce
default Define um comando ao padrão
dnis-digits Número esperado de dígitos DNIS
exit Sair do modo personalizado cas
invert-abcd inverte os bits de ABCD antes de tx e depois de rx
ka Sinal KA
kd Sinal KD
metering A rede R2 está enviando sinal de medição
nc-congestion Sinal de Congestionamento Non Compelled
no Anula um comando ou configura os padrões
release-guard-time Temporizador Proteção de Versão
request-category Dígitos de DNIS a serem coletados antes de solicitar a categoria
seizure-ack-time Captura para Temporizador de Reconhecimento
unused-abcd Valores de bit de ABCD não utilizados

Exemplo 2

É possível localizar sua configuração de R2 para um país específico. Não esqueça de incluir a opção use-defaults, conforme descrito na Tabela 1. Por exemplo, utilize o comando country argentina use-defaults para um cenário R2 na Argentina.

Router(config-ctrl-cas)# country ?
  argentina             Argentina
australia             Austrália
  bolivia               Bolívia
brazil Brasil
  bulgaria              Bulgária
china                 China
columbia Colômbia
costarica Costa Rica
easteurope Europa Ocidental
ecuador-itu ITU do Equador
ecuador-lme LME do Equador
greece Grécia
guatemala Guatemala
hongkong-china Hong Kong (variante da China)
indonesia Indonésia
israel Israel
itu ITU
  lao                   Laos
korea Coréia
malaysia Malásia
  malta                 Malta
newzealand Nova Zelândia
paraguay Paraguai
peru Peru
philippines Filipinas
saudiarabia Arábia Saudita
singapore Cingapura
southafrica-panaftel Panaftel da África do Sul
telmex Telmex
telnor Telnor
thailand Tailândia
uruguay Uruguai
venezuela Venezuela
vietnam Vietnã
Router(config-ctrl-cas)# country argentina ?
use-defaults Utiliza os padrões do País
<cr>
Router(config-ctrl-cas)# country argentina use-defaults

Exemplo 3

O exemplo a seguir personaliza a sinalização para o grupo 1 de canais. A configuração coleta 3 dígitos antes de solicitar informações ANI para chamadas analógicas recebidas em um Cisco 3640 na Argentina.

Router(config-controller)# cas-custom 1
Router(config-ctrl-cas)# country argentina use-defaults
Router(config-ctrl-cas)# caller-digits 3
Router(config-ctrl-cas)# exit
Router(config-controller)# ^z
Router(config)#

Exemplo 4

Como o modo cas-custom fornece flexibilidade para personalizar parâmetros de R2, a margem de erro do usuário aumenta. Portanto, o Cisco IOS Software permite retornar às configurações de R2 padrão de um determinado país utilizando a opção use-defaults. O exemplo a seguir exibe as configurações padrão da Argentina, altera alguns parâmetros de personalização e retorna à configuração original de R2 desse país.

Router(config-ctrl-cas)# country argentina use-defaults
Router(config-ctrl-cas)# caller-digits 3
Router(config-ctrl-cas)# unused-abcd 1
Router(config-ctrl-cas)# metering
Router(config-ctrl-cas)# country argentina use-defaults

Comando Relacionado

cas-group (controller E1)

cas-group (controller e1)

Para configurar a sinalização R2 em um controlador E1, utilize comando de configuração do controlador cas-group.

cas-group channel timeslots range type signal
no cas-group channel timeslots range type signal

Descrição da sintaxe

channel

Especifica um único número de grupo de canais. Substitua a variável channel por um número de 0 a 30.

timeslots range

Especifica uma faixa de intervalo de tempo, que pode ser de 1 a 31. É possível especificar uma faixa de intervalo de tempo (por exemplo, de 1 a 31), intervalos de tempo individuais separados por vírgulas (por exemplo, 1, 3, 5), ou uma combinação de dois intervalos de tempo (por exemplo de 1 a 14, 15, de 17 a 31). O intervalo de tempo nº 16 é reservado para sinalização fora da banda.

type signal

Especifica o tipo de sinalização associada ao canal. Faça a configuração do tipo de sinal que o seu escritório central utiliza. Substitua a variável signal por um dos seguintes tipos de sinal:

  • r2-analog {r2-compelled [ani] | r2-non-compelled [ani] | r2-semi-compelled [ani]}
  • r2-digital {r2-compelled [ani] | r2-non-compelled [ani] | r2-semi-compelled [ani]}
  • r2-pulse {r2-compelled [ani] | r2-non-compelled [ani] | r2-semi-compelled [ani]}

 

As descrições a seguir são fornecidas para os três marcadores de sintaxe R2 anteriores:

r2-analog—Especifica sinalização de linha analógica R2 ITU Q411, que representa a comutação ligado/desligado de um tom em circuitos complexos de divisão de freqüência (antes da criação dos circuitos TDM). O tom é utilizado para sinalização de linha.

r2-digital—Especifica a sinalização de linha digital R2 ITU Q421, que é a configuração de sinalização mais comum. Os bits A e B são utilizados para sinalização de linha.

r2-pulse—Especifica a sinalização de linha de pulso R2 ITU supplement 7, que é um pulso transmitido indicando uma alteração no estado da linha.

r2-compelled [ani]—Especifica a sinalização de registro R2 compelled. Também é possível especificar o aprovisionamento da opção ANI addr.

r2-non-compelled [ani]—Especifica sinalização de registro R2 noncompelled.

r2-semi-compelled [ani]—Especifica sinalização de registro R2 semicompelled.

Padrão

Nenhuma sinalização associada ao canal está configurada no controlador. Todos os tipos de sinalização R2 têm o DNIS ativado por padrão.

Modo de comando

Configuração do controlador

Diretrizes de uso

Este comando apareceu pela primeira vez no Cisco IOS Versão 12.0(1)T para o Cisco 3600 Series.

Utilize esse comando para fazer a configuração do suporte para sinais de chamada de entrada e de saída (tais como no gancho e fora do gancho) em cada controlador E1.

Ao especificar a faixa de intervalo de tempo de 1 a 31, o software do sistema automaticamente utilizará o intervalo de tempo nº 16 para transmitir a sinalização associada ao canal.

A sinalização cuja configuração foi efetuada no router deve corresponder-se à sinalização utilizada pelo escritório central. Por exemplo, se o switch do escritório central estiver encaminhando sinalização analógica R2 para um Cisco 3640, o controlador E1 do router deverá também ser configurado para sinalização analógica R2 (r2-analog).

Todas as opções de sinalização R2 têm o suporte DNIS ativado por padrão. Ao habilitar a opção ani, o conjunto de informações DNIS ainda será executado. A especificação da opção ani não desabilita o DNIS. DNIS é o número que está sendo chamado. ANI é o número do chamador. Por exemplo, se estiver configurando o router A para chamar o router B, o número DNIS será o router B e o número ANI será o router A. ANI é muito semelhante ao ID do Chamador.

Para personalizar os parâmetros de sinalização R2, consulte o comando de configuração do controlador cas-custom. Ao habilitar o comando cas-group, o comando cas-custom é automaticamente configurado para ser pesquisado em busca de informações de configuração. No entanto, a menos que os recursos específicos sejam habilitados ou ativados com o comando cas-custom, o recurso cas-custom possui um conjunto vazio de parâmetros de sinalização.


Observação      Apenas modems digitais MICA integrados suportam sinalização E1 R2 em routers da série Cisco.


O DNIS é automaticamente coletado para sinalização de tom R2. Não é necessário especificar a coleta de informações DNIS com o comando cas-group.

Exemplos

Na maioria dos casos, é possível fazer a configuração da mesma sinalização associada ao canal em cada controlador E1. Os exemplos a seguir configuram parâmetros de sinalização e parâmetros personalizados no controlador E1 R2 utilizando os comandos de configuração de controlador cas-group e cas-custom.

A sinalização associada ao canal R2 real está configurada no intervalo de tempo nº 16, motivo pelo qual esse intervalo de tempo não aparece na seguinte saída.

Router# configure terminal
Enter configuration commands, one per line. Finalize com CNTL/Z.
Router(config)# controller e1 2
Router(config-controller)# cas-group 1 timeslots 1-31 type r2-digital r2-compelled ani
Router(config-controller)#
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 1 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 2 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 3 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 4 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 5 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 6 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 7 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 8 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 9 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 10 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 11 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 12 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 13 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 14 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 15 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 17 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 18 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 19 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 20 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 21 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 22 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 23 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 24 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 25 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 26 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 27 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 28 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 29 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 30 is up
%DSX0-5-RBSLINEUP: RBS of controller 0 timeslot 31 is up

O exemplo a seguir mostra todos os tipos de sinalização E1 suportados em um Cisco 3640.

Router(config-controller)# cas-group 1 timeslots 1-31 type ?
  r2-analog R2 ITU Q411
r2-digital R2 ITU Q421
r2-pulse R2 ITU Supplement 7
Router(config-controller)# cas-group 1 timeslots 1-31 type r2-analog ?
  r2-compelled Sinalização de Registro R2 Compelled
r2-non-compelled Sinalização de Registro R2 Non Compelled
r2-semi-compelled Sinalização de Registro R2 Semi Compelled
<cr>

Os parâmetros de sinalização R2 podem ser personalizados com o comando de configuração do controlador cas-custom:

Router(config-controller)# cas-custom 1
Router(config-ctrl-cas)# ?
Comandos personalizados do CAS:
ani-digits Número esperado de dígitos ANI
answer-signal Sinal de resposta a ser utilizado
caller-digits Dígitos a serem coletados antes da requisição do CallerID
category Sinal da categoria
country Nome do País
debounce-time Temporizador Debounce
default Define um comando ao padrão
dnis-digits Número esperado de dígitos DNIS
exit Sair do modo personalizado cas
invert-abcd inverte os bits de ABCD antes de tx e depois de rx
ka Sinal KA
kd Sinal KD
metering A rede R2 está enviando sinal de medição
nc-congestion Sinal de Congestionamento Non Compelled
no Anula um comando ou configura os padrões
release-guard-time Temporizador Proteção de Versão
request-category Dígitos de DNIS a serem coletados antes de solicitar a categoria
seizure-ack-time Captura para Temporizador de Reconhecimento
unused-abcd Valores de bit de ABCD não utilizados

O Que Fazer em Seguida


Para mais informações sobre configuração de software, consulte as seguintes publicações:

  • Guia de Configuração de Soluções de Discagem (Cisco IOS Versão 12.0)
  • Guia de Instalação do Cisco 3600 Series Hardware (Manual de instalação de hardware Cisco série 3600)
  • Guia de Instalação e Configuração do Cisco 3620 Router
  • Guia de Instalação e Configuração do Cisco 3640 Router
  • Guia de Configuração do Software do Servidor de Acesso Universal Cisco AS5200
  • Atualização do Guia de Instalação de Hardware de Placas de Interface WAN
  • Notas de Configuração da Cisco 3600 Series