Voz e comunicações unificadas : Cisco Unity Express

Exemplo de Configuração do CallManager para o Cisco Unity Express

23 Maio 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Tradução por Computador (29 Julho 2013) | Inglês (22 Maio 2008) | Feedback


Índice

Introdução
Pré-requisitos
     Requisitos
     Componentes Usados
     Convenções
Configurar
     Diagrama de rede
     definição do Servidor DHCP local
     Configure as Interfaces de Roteador
     Configure o Protocolo de Tempo de Rede
     Configuração de VLANs em um Catalyst Switch 3550
     Configuração de de uma Interface em um Catalyst Switch 3550
     Configure a Porta para Conexão a um Cisco 7960 IP Phone
     Configure os Parâmetros do Cisco Unified CallManager Express.
     Provisão de telefones IP
     Defina o Plano de Discagem no Cisco CallManager Express
     Conecte ao PSTN
     Ative a Conectividade IP ao Software do Cisco Unity Express
     Configure os Correspondentes de Discagem para o Cisco CallManager Express Phones para chamar o Correio de Voz Call Cisco Unity Express Voicemail.
     Configure o Acesso ao Correio de Voz
     Configure MWIs
     Configure o Aplicativo do Correio de Voz
     Configure o Aplicativo de Auto-Atendimento
     Configure os Disparadores para os Aplicativos
     Configure Usuários
     Configuração de Caixa Postal
Verificação
Solução de Problemas
     Problema: O usuário não consegue fazer o logon no Cisco Unity Express Graphical User Interface (GUI)
Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco
Informações Relacionadas

Introdução

Este documento fornece uma amostra de configuração para o Cisco CallManager Express 4.0 e para o Cisco Unity Express 2.2.2 e de como fazer a integração desses dois sistemas em sua rede de telefonia.

Pré-requisitos

Requisitos

Verifique se estes requisitos são atendidos antes de tentar esta configuração:

  • Instale o hardware adequado.

  • Faça o download e instale o software Cisco IOS® adequado.

  • Faça o download do software Cisco Unified CallManager Express.

  • Faça o download do software Cisco Unity Express 1.1.

Componentes Usados

As informações neste documento são baseadas nestas versões de hardware e software:

  • router Cisco 3725 no Cisco IOS Software Release 12.4(9)T;

  • Cisco Catalyst 3550 Switch no Cisco IOS Software, versão 12.1

  • Cisco IP Phone 7960G

  • Cisco Unified CallManager Express 4.0

  • Cisco Unity Express 2.2.2

As informações apresentadas neste documento foram criadas a partir dos dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos usados neste documento começaram com uma configuração vazia (padrão). Se a sua rede estiver ativa, certifique-se de entender o impacto potencial de todos os comandos.

Convenções

Para obter mais informações sobre convenções de documentos, consulte Convenções e Dicas Técnicas da Cisco.

Configurar

Nesta seção, você encontra as informações utilizadas para configurar os recursos descritos neste documento.

Observação: Use a Ferramenta de Consulta de Comandos (clientes registrados somente) para obter informações adicionais sobre os comandos utilizados nesta seção.

Diagrama de rede

Este documento utiliza esta configuração de rede:

tdcmecue-1.gif

definição do Servidor DHCP local

Em uma rede de Telefonia IP, os endereços IP para os telefones e os PCs devem ser configurados em segmentos de rede diferentes. O Protocolo de Controle Dinâmico de Host (DHCP) o habilita a atribuir automaticamente endereços de IP reutilizáveis para clientes DHCP. O recurso Cisco IOS DHCP Server é uma implementação de servidor DHCP plena que atribui e gerencia endereços IP de pools de endereços específicos dentro do roteador para clientes DHCP. Se o Cisco IOS DHCP Server não puder satisfazer um requisito DHCP do banco de dados, ele poderá encaminhar o pedido para um ou mais servidores DHCP secundários indicados pelo administrador da rede.

A Figure 1 mostra os passos básicos que ocorrem quando um cliente DHCP solicita um endereço IP de um servidor DHCP. O cliente, Host A, envia uma messagem de broadcast DHCPDISCOVER para localizar um Cisco IOS DHCP Server. Um servidor DHCP oferece parâmetros de configuração como um endereço IPs, um endereço MAC, o nome de um domínio, e um arrendamento para um endereço IP ao cliente em uma mensagem unicast DHSCPOFFER.

Figura 1— Solicitação DHCP para um Endereço IP de um DHCP Servidor

tdcmecue-2.gif

O cliente devolve um pedido formal para o endereço IP oferecido ao servidor DHCP em uma messagem broadcast DHCPREQUEST. O servidor DHCP confirma que o endereço IP está alocado ao cliente com retorno de uma messagem unicast DHCPACK ao cliente.

Para esta configuração você cria dois servidores locais DHCP, um para voz e outro para dados. Quando você cria dois servidores DHCP duas sub-redes diferentes ficam disponíveis e isso facilita o processo de atribuição do endereço correto sem conflito.

Este procedimento cria um pool compartilhado de endereços IP no qual todos clientes DHCP recebem a mesma informação com o endereço IP da opção 150 do servidor TFTP. O benefício da seleção desse método para configurar o serviço DHCP é que se faz apenas uma configuração do pool DHCP.

  1. Emita o comando enable para entrar no modo EXEC privilegiado.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração global.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando ip dhcp pool pool-name para criar um nome para o pool de endereços do servidor DHCP e entrar no modo de configuração do pool DHCP.

    Router(config)#ip dhcp pool Voice
                   
  4. Digite o comando network ip-address mask para especificar o endereço IP do pool de endereços DHCP e a máscara opcional.

    Router(dhcp-config)#network 172.22.100.0 255.255.255.0
                   
  5. Digite o comando option 150 ip ip-address para especificar o servidor TFTP de onde o Cisco Unified IP phone fez o download do arquivo de configuração da imagem.

    Router(dhcp-config)#option 150 ip 172.22.1.107
                   
  6. Digite o comando default-router ip-address para especificar o roteador que os telefones IP usam para enviar ou receber o tráfego IP externo à subrede local.

    Router(dhcp-config)#default-router 172.22.100.1
                   
  7. Emita o comando end para finalizar a configuração.

    Router(dhcp-config)#end
                   

    Observação:  Repita o mesmo procedimento para criar o servidor DHCP local para uma faixa de endereços de Dados.

Configure as Interfaces de Roteador

Neste caso a plataforma 3725 contém duas interfaces FastEthernet que podem ser usadas para conexão com o switch central. Mas é provável que seu desejo seja o de usar somente uma interface para transmissão dos dados do tráfego, o tráfego de voz e ter acesso à Internet pelo gateway padrão. Um bom método para isto é a comunicação InterVLAN , pelo qual o roteador é capaz de dividir uma de suas interfaces em várias subinterfaces para criar segmentos lógicos diferentes ou VLANS. Com esse recurso o roteador pode receber pacotes em um VLAN e encaminhá-los para outro VLAN. É necessário habilitar o Inter Switch Link (ISL) ou o entroncamento 802.1Q em uma conexão física entre o switch e o roteador para conseguir isso. Depois dos endereços IP serem configurados nas subinterfaces, o roteador fica ciente de que a rede associada com cada VLAN está diretamente conectada à rede.

A Figura 2 mostra um roteador conectado a um switch com a interface FastEthernet 0/0 ligada a uma porta de tronco em uma switch. A interface FastEthernet está dividida em uma interface lógica e em subinterfaces para cada VLAN e tem associação com um endereço IP que atua como gateway para cada domínio de broadcast.

Figura 2—Configuração do roteamento do InterVLAN

tdcmecue-3.gif

Isso mostra a configuração requerida para o router 3725 que usa a rotulação de quadros 802.1Q.

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC privilegiado.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração global.

    Router#configuration terminal
                   
  3. Digite o comando interface fastethernet port para entrar na interface da configuração global.

    Router(config)#interface fastethernet 0/0.1
                   
  4. Digite o comando encapsulation [dot1q/ISL] id-num native para criar uma VLAN Nativa.

    Router(config-if)#encapsulation dot1q 1 native
                   
  5. Digite o comando ip address ip-address mask para atribuir um endereço válido à interface.

    Router(config-if)#ip address 172.22.1.154 255.255.255.0
                   
  6. Digite o comando exit para sair da interface da configuração da interface.

    Router(config-if)#exit
                   
  7. Digite o comando interface fastethernet port.id-num para criar e entrar a configuração de subinterface de Voz.

    Router(config)#interface fastethernet 0/0.100
                   
  8. Digite o comando encapsulation [dot1q/ISL] id-num para habilitar o tronco.

    Router(config-if)#encapsulation dot1q 100
                   
  9. Digite o comando ip address ip-address mask para atribuir um endereço válido à subinterface de Voz.

    Router(config-if)#ip address 172.22.100.1 255.255.255.0
                   
  10. Digite o comando interface fastethernet port.id-num para criar e entrar a configuração da subinterface de Dados.

    Router(config)#interface fastethernet 0/0.20
                   
  11. Digite o comando encapsulation [dot1q/ISL] id-num para habilitar o tronco.

    Router(config-if)#encapsulation dot1q 20
                   
  12. Digite o comando ip address ip-address mask para atribuir um endereço válido à subinterface de Dados.

    Router(config-if)#ip address 172.22.101.1 255.255.255.0
                   
  13. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Router(config-if)#end
                   

Configure o Protocolo de Tempo de Rede

O Protocolo de Tempo de Rede (NTP) torna possível a sincronização do Cisco Unified CallManager Express router para um relógio único na rede, conhecido como relógio mestre. O NTP, por padrão, fica desabilitado para todas interfaces, mas é essencial para o Cisco Unified CallManager Express de modo que é necessário ter certeza de que ele está habilitado. Este procedimento mostra as etapas para habilitar o NTP no Cisco 3725.

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC privilegiado.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração global.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando clock timezone zone hours-offset para configurar o fuso horário local.

    Router(config)#clock timezone central -8
                   
  4. Digite o comando clock summer-time zone recurring para especificar o horário de verão local. A configuração padrão desabilita o horário de verão.

    Router(config)#clock summer-time central recurring
                   
  5. Digite o comando ntp server ip-address para sintonizar o relógio neste roteador com o do Servidor NTP especificado. Nesse caso, este é o mesmo endereço do servidor TFTP.

    Router(config)#ntp server 172.22.1.107
                   
  6. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Router(config)#end
                   

Configuração de VLANs em um Catalyst Switch 3550

Você pode criar diferentes redes de área local virtuais, Virtual Local Area Networks (VLANs), para separar o tráfego uma da outra e separar voz dos dados de tráfego. Para conseguir isto, crie duas VLANs em um Catalyst switch, uma para voz e outra para dados. Assim você cria duas sub-redes lógicas que criam domínios múltiplos de broadcast e evitam possíveis loops na rede. Na realidade os telefones e os PCs estão conectados fisicamente, embora separados logicamente em sub-redes distintas. Essas são as etapas para criar uma VLAN de Voz no Catalyst 3550.

A Figura 3 mostra como as VLANs habilitam o switch para ter domínios de broadcast múltiplos em um ambiente com switches. São criadas uma VLAN de Voz e uma VLAN de Dados. Duas sub-redes completamente separadas permitem que os telefones e PCs se comuniquem com as VLANS correspondentes.

Figura 3—Visão Geral da VLAN

tdcmecue-4.gif

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC privilegiado.

    Switch>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração global.

    Switch#configure terminal
                   
  3. Digite o comando vlan vlan-id para criar uma VLAN em uma switch.

    Switch(config)#vlan 100
                   
  4. Digite o comando name vlan-name para nomear a VLAN.

    Switch(config)#name Voice
                   
  5. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Switch(config)#end
                   

    Observação: Repita o mesmo procedimento para criar a VLAN para Dados.

Configuração de de uma Interface em um Catalyst Switch 3550

É necessário configurar a interface que conecta o roteador para completar o processo de entroncamento entre o Cisco 3725 router e o Catalyst 3550 switch. A configuração na interface do switch precisa ser a mesma da configuração na interface do roteador de modo que o tronco possa veicular o tráfego de VLANS diferentes através de um único link. A interface de uma VLAN por exemplo, int vlan 1, pode ser criada para cada VLAN que for configurada no switch. Neste caso use a interface VLAN (int vlan 1) padrão para gerenciamento da VLAN. Depois da interface VLAN ter sido criada e configurada adequadamente, você precisa habilitar o entroncamento na interface. Esta é a configuration para a interface do Catalyst 3550 switch:

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC privilegiado.

    Switch>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração global.

    Switch#configure terminal
                   
  3. Digite o comando interface vlan vlan-id para entrar na interface que deseja configurar.

    Switch(config)#interface vlan 1
                   
  4. Digite o comando ip address ip-address mask para atribuir um endereço válido à interface.

    Switch(config-if)#ip address 172.22.1.201 255.255.255.0
                   
  5. Digite o comando exit para finalizar a configuração da interface.

    Switch(config-if)#exit
                   
  6. Digite o comando ip default-gateway ip-address para atribuir acesso à rede externa.

    Switch(config)#ip default-gateway 172.22.1.1
                   
  7. Digite o comando interface fastethernet port para entrar na interface que necessita ser habilitada para entrocamento.

    Switch(config)#interface fastethernet 0/19
                   
  8. Digite o comandoswitchport trunk encapsulation [dot1q/ISL] para escolher o método pelo qual os quadros são rotulados.

    Switch(config-if)#switchport trunk encapsulation dot1q
                   
  9. Digite o comando switchport mode trunk para habilitar o tronco.

    Switch(config-if)#switchport mode trunk
                   
  10. Digite o comando switchport trunk allowed vlan all para permitir todas VLANs no entrocamento.

    Switch(config-if)#switchport trunk allowed vlan all
                   
  11. Digite o comando duplex [full/half] para que o modo duplex habilitado fique igual ao do duplex do roteador.

    Switch(config-if)#duplex full
                   
  12. Digite o comando speed number para configurar a velocidade dos dados.

    Switch(config-if)#speed 100
                   
  13. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Switch(config-if)#end
                   

Configure a Porta para Conexão a um Cisco 7960 IP Phone

Um Cisco 7960 IP Phone pode ser conectado a um PC ou a outro dispositivo, por esta razão, uma interface que ligue um switch da família Catalyst 3550 a um Cisco 7960 IP Phone transportam uma mistura de tráfego de voz e dados. É necessário configurar a interface como um tronco para transportar o tráfego de Voz e Dados das VLANs em um único link e deixá-los se estender por toda rede. Uma vez que o modo de tronco esteja habilitado, as duas portas de comutação para VLANs diferentes devem ser configuradas para especificar a divisão do tráfego. Configure a VLAN de Voz para transportar o tráfego de Voz e a VLAN nativa permitindo que o resto do tráfego viaje não rotulado pela VLAN. Execute este procedimento para configurar uma porta para transportar voz e tráfego de dados em VLANs diferentes.

A Figura 4 mostra o tronco criado entre o switch e otelefone. O tronco reflete o tipo 802.1q de encapsulamento e as VLANs diferentes que podem se estender através da rede.

Figura 4—Entroncamento.

tdcmecue-5.gif

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC privilegiado.

    Switch>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração global.

    Switch#configure terminal
                   
  3. Digite o comando interface fastethernet port para entrar na porta usada para conectar o telefone.

    Switch(config)#interface fastethernet0/21
                   
  4. Digite o comando switchport mode trunk para configurar a porta como um tronco VLAN.

    Switch(config-if)#switchport mode trunk
                   
  5. Digite o comando switchport trunk encapsulation dot1q para configurar a porta que suporta o encapsulamento 802.1q.

    Switch(config-if)#switchport trunk encapsulation dot1q
                   
  6. Digite o comando switchport voice vlan vlan-id para que o Cisco IP phone encaminhe todo tráfego de voz através da VLAN especificada.

    Switch(config-if)#switchport voice vlan 100
                   
  7. Digite o comando switchport trunk native vlan vlan-id para que o Cisco IP phone encaminhe todo tráfego de dados através da VLAN especificada.

    Switch(config-if)#switchport trunk native vlan 20
                   
  8. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Switch(config-if)#end
                   

Configure os Parâmetros do Cisco Unified CallManager Express.

O próximo passo no processo de configuração modifica os arquivos extensíveis de configuração do telefone em Markup Language (XML), de modo que os telefones IP possam localizar automaticamente os padrões para configurá-los quando entram em linha ou quando são reinicializados. Para fins de segurança desligue a opção de auto-registro mudando-a para auto-registro não permitido, para evitar conexões não autorizadas de qualquer telefone. Este procedimento configura os valores exigidos pelo sistema Cisco Unified CallManager Express para os parâmetros de telefonia. Proceda assim para montar os arquivos de configuração e possibilitar aos telefones fazerem, eles mesmos, o download dos valores dos parâmetros de auto-inicialização.

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC privilegiado.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando tftp-server flash:filename para que o roteador do Cisco CallManager Express forneça acesso TFTP ao arquivo especificado pelo telefone IP atendido pelo roteador.

    Router(config)#tftp-server flash:P00307020300.bin
                   
  4. Digite o comando telephony-service para entrar no modo de configuração do telefone.

    Router(config)#telephony-service
                   
  5. Digite o comando max-ephones max-num-phones para configurar o número máximo de telefones IP a serem suportados por esta plataforma.

    Router(config-telephony)#max-ephones 144
                   
  6. Digite o comando max-dn max-directory-numbers para configurar o número máximo de extensões que podem existir nesta plataforma.

    Router(config-telephony)#max-dn 500
                   
  7. Digite o comando no auto-reg-ephone para evitar a conexão de qualquer telefone no sistema.

    Router(config-telephony)#no auto-reg-ephone
                   
  8. Digite o comando load phone-type firmware-file para identificar o arquivo de firmware que o telefone IP usa para se registrar no sistema.

    Router(config-telephony)#load 7960 P0030700300
                   
  9. Digite o comando ip source-address ip-address para identificar o endereço IP e o número da porta que o roteador do Cisco CallManager Express usa para o registro do telefone IP. A porta padrão é a 2000.

    Router(config-telephony)#ip source-address 172.22.1.107
                   
  10. Digite o comando create cnf-files para montar os arquivos de configuração XML.

    Router(config-telephony)#create cnf-files
                   
  11. Digite o comando transfer-system full-consultant para especificar o método de transferência de chamadas. Este é método padrão.

    Router(config-telephony)#transfer-system full-consultant
                   
  12. Digite o comando secondary-dialtone 9 para criar outro tom ao digitar 9 para fazer uma chamada externa.

    Router(config-telephony)#secondary-dialtone 9
                   
  13. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Router(config-telephony)#end
                   

Provisão de telefones IP

Os parâmetros do Cisco Unified CallManager Express são definidos para que os telefones IP possam registrar e iniciar a função. Antes porém de fazer e receber chamadas é necessário registrar os telefones IP desejados no sistema do Cisco CallManager Express. Nesse processo você configura os ephone-dns individuais e depois associa cada um a um ou mais botões em um ou mais ephones. Todo ephone-dn é uma linha virtual, ou extensão, que pode ser usada para conexões de chamadas. Cada telefone físico deve ser configurado como um ephone no roteador do Cisco CallManager Express para receber suporte do ambiente LAN. Você pode criar um ephone-dn de linha dupla mediante o uso do comando ephone-dn e de uma palavra chave para a linha-dupla. O motivo para isso é ter uma porta de uma voz e dois canais e lidar então com duas chamadas independentes. Este modo capacita transferência de chamadas, chamadas em espera e opções de conferência. Este procedimento registra ephones e ephones-dns no modo de linha dupla.

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando ephone-dn dn-tag dual-line para crier a extensão com dois canais.

    Router(config)#ephone-dn 11 dual-line
                   
  4. Digite o comando number number para configurar um número de extensão válido.

    Router(config-ephone-dn)#number 1001
                   
  5. Digite o comando name name para associar u conectar o m nome a este ephone-dn.

    Router(config-ephone-dn)#name John Smith
                   
  6. Digite o comando exit para sair da configuração ephone-dn.

    Router(config-ephone-dn)#exit
                   
  7. Digite o comando ephone phone-tag para entrar na configuração do telefone físico.

    Router(config)#ephone 1
                   
  8. Digite o comando mac-address [mac-address] para especificar qual telefone está configurado.

    Router(config-ephone)#mac-address 0030.94C2.D6E7
                   
  9. Digite o comando type phone-type para especificar o tipo de telefone.

    Router(config-ephone)#type 7960
                   
  10. Digite o comando button button-number (separator) dn-tag para associar o número do botão e as características da linha a uma extensão. Nesse caso use o separador :(dois pontos) que implica em anel normal.

    Router(config-ephone)#button 1:11
                   
  11. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Router(config-ephone)#end
                   

Defina o Plano de Discagem no Cisco CallManager Express

Um plano de discagem cria uma seqüência de dígitos que especifica um prefixo global para a expansão de números de extensões abreviados em números E.164 completamente qualificados. Com essa configuração o sistema Cisco CallManager Express é capaz de mapear um padrão de dígitos de um prefixo abreviado de número de extensão para o padrão completo de número de telefone E.164. Este procedimento mostra a configuração para o plano padrão de discagem.

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando telephony-service para entrar na interface dano modo de configuração do serviço de telefonia.

    Router(config)#telephony-service
                   
  4. Digite o comando dialplan-pattern tag pattern extension length length para fazer a coincidência entre o número da extensão e o número do telefone.

    Router(config-telephony)#dialplan-pattern 1 5123781291 extension length 4
                   
  5. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Router(config-telephony)#end
                   

Conecte ao PSTN

Durante esta tarefa, configure as portas de voz FXO para suportar conexões à rede de telefones pública, a Public Service Telephone Network (PSTN). Configure o hardware (portas de voz) e os pares de discagem (dial peers) necessários para fazer e receber chamadas possibilitando conexões com um telefone externo à rede.

Esta configuração está dividida em três partes. Primeiramente é preciso configurar a porta FXO para encaminhar chamadas entrando para ramais que aceitem a discagem de entrada, por exemplo para uma recepcionista que possa transferir a chamada de entrada. Este procedimento pode lhe ajudar na configuração de suas portas FXO.

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando voice-port slot/port para entrar no modo de configuração de porta de voz e especificar qual a porta deve ser configurada. Esta porta é onde o cabo do telefone está conectado, neste caso, a porta de voz 1/0.

    Router(config)#voice-port 2/1/0
                   
  4. Digite o comando connection plar digits para especificar uma conexão de corrente automática de toque (automatic ring down – PLAR) em linha privativa e encaminhar automaticamente a camada de entrada para a extensão especificada pelo argumento dos dígitos.

    Router(config-voiceport)#connection plar 1001
                   
  5. Digite o comando caller-id enable para que a inflormação do ID do chamador seja recebida na porta FXO configurada.

    Router(config-voiceport)#caller-id enable
                   
  6. Digite o comando exit para sair da configuração da porta de voz.

    Router(config-voiceport)#exit
                   

Em segundo lugar é preciso criar alguns pares de discagem para que o sistema do Cisco CallManager Express associe o número do telefone com uma porta FXO específica, de modo a viabilizar chamadas externas. É preciso criar tantos pares de discagem (dial peers) quantos forem necessários (para chamadas locais, de longa distância, internacionais e assim por diante) enquanto se consideram as diferentes ordens para lidar com essas chamadas e algumas restrições específicas. Para obter mais informações, consulte Entendendo a Discagem de Pares (Dial Peers) e os Trechos de Chamada nas Plataformas Cisco IOS. Você atribui os números de portas de voz para a discagem de par e o padrão da destinação. Este procedimento configura a discagem de par (dial peer) para as chamadas locais.

  1. Digite o comando dial-peer voice tag pots para configurar um correspondente de discagem de saída (POTS).

    Router(config)#dial-peer voice 1 pots
                   
  2. Digite o comando destination-pattern string para especificar o padrão dos números que o usuário deve discar para fazer uma chamada que inclua o prefixo e os números de destinação. Você pode usar caracteres diferentes para representar os números. Este procedimento, entretanto, configura uma discagem de par de chamada local com o prefixo 9 (que é o algarismo indicativo de uma chamada externa), [ ] (colchetes) para indicar uma faixa, e seis "." (pontos) para coincidirem com os algarismos discados. Consulte Remoção de Dígitos e Prefixos seção de Configuração de planos de discagem, Dial Peers e Manipulação de Dígitos para mais informações.

    Router(config-dial-peer)#destination-pattern 9[2-9]......
                   

    Observação: Os caracteres especiais ^ e $ são contados como dígitos explicitamente coincidentes e qualquer padrão interno ( ) não é contado como dígito explicitamente coincidente.

  3. Digite o comando port slot/port para especificar a porta de onde são feitas chamadas para este par.

    Router(config-dial-peer)#port 2/1/0
                   
  4. Digite o comando prefix number character-comma para especificar que determinado algarismo fornece o tom de discagem para fazer uma chamada externa.

    Router(config-dial-peer)#prefix 9,
                   
  5. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Router(config-dial-peer)#end
                   

Em terceiro lugar, você precisa criar um peer de discagem para um telefone analógico ser capaz de fazer conexão com uma porta Estação de câmbio internacional (FXS). A interface FXS é um conector RJ-11 que possibilita conexão com equipamentos básicos de serviço telefônico, conjuntos-chave, PBX e fornece anéis, tensão e tom de discagem. Você precisa atribuir à porta FXS a este correspondente de discagem e lhe dar um destino ou extensão para que seja possível configurar as portas FXS no roteador. Este é o procedimento para configurar as portas FXS:

  1. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    Router#configure terminal
                   
  2. Digite o comando dial-peer voice tag pots para configurar um correspondente de discagem de saída (POTS).

    Router(config)#dial-peer voice 5 pots
                   
  3. Digite o comando destination-pattern string para especificar o padrão dos números que o usuário deve discar para fazer uma chamada. Neste caso, atribua um destino padrão com extensão igual à do telefone IP, evitando confusão com o restante dos correspondentes de discagem. Com o correspondente de discagem você pode fazer chamadas locais, de longa distância, e internacionais de um telefone analógico.

    Router(config-dial-peer)#destination-pattern 1005
                   
  4. Digite o comando port slot/port para especificar a porta que corresponde à sua interface FXS para onde vão todas chamadas que chegam ao peer.

    Router(config-dial-peer)#port 2/0/0
                   
  5. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Router(config-dial-peer)#end
                   

Ative a Conectividade IP ao Software do Cisco Unity Express

Você precisa agora integrar o Cisco Unity Express 2.2.2 ao Cisco Call Manager Express 4.0. Para isso é necessário criar duas interfaces para que a comunicação entre a Cisco Unity Express e o Cisco Call Manager Express possa ocorrer. A primeira é uma interface ao roteador que serve de host para o Cisco CallManager Express, previamente definido em Configuração de Interface de Roteadores. A segunda é a interface que interliga as portas do Cisco Unity Express, Cisco CallManager Express com os endereços IP. Complete as etapas deste procedimento para concluir esta tarefa:

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando interface service-engine slot/unit para entrar na interface da configuração do Cisco Unity Express.

    Router(config)#interface service-engine 1/0
                   
  4. Digite o comando ip unnumbered type number para especificar o tipo da interface e o número para o roteador do Cisco IOS.

    Router(config-if)#ip unnumbered fastethernet 0/0.1
                   
  5. Digite o comando service-module ip address cue-ip address subnet-mask para especificar o endereço IP do Cisco Unity Express. O IP deve estar na mesma subrede do roteador do Cisco IOS que serve como host do Cisco Unity Express.

    Router(config-if)#service-module ip address 172.22.1.155 255.255.255.0
                   
  6. Digite o comando service-module ip default-gateway ip address para especificar o endereço IP do roteador do Cisco IOS que serve de host para o Cisco Unity Express.

    Router(config-if)#service-module ip default-gateway 172.22.1.154
                   
  7. Digite o comando exit para finalizar a interface de configuração.

    Router(config-if)#exit
                   
  8. Digite o comando ip route ip-address mask service-engine slot/number para estabelecer uma rota estática para o módulo do Cisco Unity Express.

    Router(config)#ip route 172.22.1.155 255.255.255.255 service-engine 1/0
                   
  9. Digite o comando exit para finalizar a configuração.

    Router(config)#end
                   

Configure os Correspondentes de Discagem para o Cisco CallManager Express Phones para chamar o Correio de Voz Call Cisco Unity Express Voicemail.

É necessário usar um correspondente de discagem para comunicação mais fácil entre o Cisco CallManager Express e o Cisco Unity Express. O destino padronizado do correspondente de discagem atribui números de telefones dedicados a aplicativos como o Cisco Unity Express. Uma coisa que deve ser considerada é que o número de correio de voz deve estar dentro da faixa de destinos-padrão do correspondente de discagem e que o ephone-dns deve estar configurado para encaminhar camadas para o número do correio de voz que dispare o uso do correspondente de discagem. O correspondente de discagem do Cisco Unity Express deve usar o Session Initiation Protocol (SIP) para sessões de chamada e para tradução da multifreqüência de tom dual (DTMF) em mensagens de aviso SIP. É necessário desligar a detecção de atividade vocal (VAD) e designar um codec.

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando dial-peer voice tag voip para definir um correspondente de discagem pelo método de encapsulamento de voz.

    Router(config)#dial-peer voice 2 voip
                   
  4. Digite o comando destination-pattern string para especificar o prefixo ou o número E.164 completo a ser usado para o correspondente de discagem.

    Router(config-dial-peer)#destination-pattern 2...
                   
  5. Digite o comando session protocol sipv2 para especificar o SIP como protocolo da sessão para chamadas entre o roteador do host Cisco CallManager Express e o módulo Cisco Unity Express.

    Router(config-dial-peer)#session protocol sipv2
                   
  6. Digite o comando session target ipv4:destination-ip address para designar o endereço espcífico de rede para o recebimento de chamadas do correspondente de discagem em voz por IP.

    Router(config-dial-peer)#session target ipv4:172.22.1.155
                   
  7. Digite o comando dtmf-relay sip-notify para encaminhar tons DTMF usando mensagens de notificação SIP.

    Router(config-dial-peer)#dtmf-relay sip-notify
                   
  8. Digite o comando codec codec para especificar a taxa codec de voz da fala para um correspondente de discagem.

    Router(config-dial-peer)#codec g711ulaw
                   
  9. Digite o comando no vad para desabilitar o VAD para chamadas que usem um determinado correspondente de discagem.

    Router(config-dial-peer)#no vad
                   
  10. Digite o comando exit para finalizar a configuração.

    Router(config-dial-peer)#end
                   

Configure o Acesso ao Correio de Voz

A configuração do Cisco CallManager Express deve incluir a criação de um número de correio de voz dentro da faixa de padrão de destino para o correspondente de discagem que você criou antes. O número do correio de voz é o número do telefone que é discado quando o botão de Mensagens é pressionado no telefone IP do Cisco IP, ou quando uma chamada dando sinais de ocupado ou não respondida é encaminhada para o correio de voz. Conclua as etapas neste procedimento para configurar o número do telefone do correio de voz: Além disso, os ephone-dns devem ser configurados para encaminhar mensagens não respondidas ou chamadas que dão o sinal de ocupado para o número do correio de voz.

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando telephony-service para entrar no modo de configuração do serviço de telefonia.

    Router(config)#telephony-service
                   
  4. Digite o comando correio de voz phone-number para definir o número que é discado ao pressionar o botão de Mensagens.

    Router(config-telephony-service)#voicemail 2000
                   
  5. Digite o comando exit para finalizar a configuração.

    Router(config-telephony-service)#exit
                   
  6. Digite o comando ephone-dn dn-tag para entrar no modo de configuração do ephone-dn e modificar as extensões criadas previamente.

    Router(config)#ephone-dn 11
                   
  7. Digite o comando call-forward busy directory-number para configurar o encaminhamento de chamadas de modo que as chamadas entrantes para uma extensão ocupada sejam encaminhadas para o correio de voz.

    Router(config-ephone-dn)#call-forward busy 2000
                   
  8. Digite o comando call-forward noan directory number timeout seconds para configurar o encaminhamento de chamadas de modo que as chamadas entrantes para uma extensão sem resposta sejam encaminhadas para o correio de voz.

    Router(config-ephone-dn)#call-forward noan 2000 time 10
                   
  9. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Router(config-ephone-dn)#end
                   

    Observação: Repita os passos 6-9 nos Cisco IP Phones conectados ao sistema.

Configure MWIs

O mecanismo MWI acende o indicador de luz nos Cisco IP phones para informar ao usuário que existe uma mensagem de correio de voz aguardando. O MWI é iniciado depois que alguém deixa uma mensagem de voz que é desligada depois que o usuário ouve ao correio de voz. Crie dois ephone-dns, um com o recurso MWI ligado (por exemplo, ephone-dn 8000) e o outro com o recurso MWI desligado (por exemplo, ephone-dn 8001) para fazer funcionar o mecanismo MWI. Quando uma extensão recebe uma chamada (ext. 1001) e não é respondida, o telefone IP encaminha para o correio de voz e a pessoa deixa a mensagem. Depois da mensagem ser registrada o Cisco Unity Express faz uma chamada de notificação para o processamento MWI do ephone-dn (ext. 8000) anexando a extensão (ext. 1001) como o ID da parte que faz a chamada para a chamada de notificação. O número discado é 80001001. A luz acende na extensão (ext. 1001). Quando o usuário da extensão (ext. 1001) ouve o correio de voz, o Cisco Unity Express faz uma chamada de notificação para o processamento MWI do ephone-dn (ext. 8001) anexando a extensão (ext. 1001) como o ID da parte que faz a chamada para a chamada de notificação. O número 80011001 é discado. Depois que o usuário ouve o correio de voz a luz apaga. Este é o procedimento para configurar os ephone-dns da MWI.

  1. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    Router>enable
                   
  2. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    Router#configure terminal
                   
  3. Digite o comando ephone-dn para criar extensões para as linhas dos telefones IP da Cisco.

    Router(config)#ephone-dn 14
                   
  4. Digite o comando number number para associar um telefone ou uma extensão com o ephone-dn.

    Router(config-ephone-dn)#number 8000....
                   
  5. Digite o comando mwi [on|off] para configurar ephone-dns específicos para receber notificação MWI notification de sistemas de correio de voz externos.

    Router(config-ephone-dn)#mwi on
                   
  6. Digite o comando end para finalizar a configuração.

    Router(config-ephone-dn)#end
                   

    Observação: Repita o mesmo procedimento para criaruma extensão 8001 com o MWI desligado.

Configure o Aplicativo do Correio de Voz

De agora em diante a maioria das configurações precisam ser feitas no módulo NM-Cisco Unity Express real, significando ser necessário estabelecer conexão do roteador ao módulo. O Cisco Unity Express tem um EXEC e modos de configuração que operam semelhantemente ao EXEC e modos de configuração dos comandos Cisco IOS CLI. Digite service-module service-engine 1/0 session para entrar no Cisco Unity Express. Este é o procedimento para configurar o correio de voz.

  1. Digite o comando service-module service-engine 1/0 session para conectar ao módulo.

    Router#service-module service-engine 1/0 session
                   
  2. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    se-172-22-1-155>enable
                   
  3. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    se-172-22-1-155#configure terminal
                   
  4. Digite o comando ccn application voicemail para entrar no aplicativo de configuração do correio de voz.

    se-172-22-1-155(config)#ccn application voicemail
                   
  5. Digite o comando description "text" para entrar com uma descrição do aplicativo.

    se-172-22-1-155(config-application)#description "Cisco Voicemail"
                   
  6. Digite o comando maxsessions number para especificar o número de assinantes que podem acessar esse aplicativo simultaneamente. Consulte o Compartilhando Portas Entre Aplicativos e Disparadores para mais informações sobre o valor.

    se-172-22-1-155(config-application)#maxsessions 4
                   
  7. Digite o comando exit para finalizar a configuração do aplicativo.

    se-172-22-1-155(config-application)#exit
                   
  8. Digite o comando exit para finalizar o modo de configuração.

    se-172-22-1-155(config)#exit
                   

Configure o Aplicativo de Auto-Atendimento

O Aplicativo de Auto-Atendimento possibilita ao sistema ter um operador com respostas automáticas para as chamadas e fornece ao chamador um menu com várias opções de escolha. Por exemplo, se os sistemas do Cisco Unity Express tiverem auto-atendimento, o chamador ouve uma mensagem de boas-vindas e tem a oportunidade de escolher a opção para que seja transferido para um departamento específico (por exemplo vendas, RH, e assim por diante) ou para uma determinada pessoa (por exemplo, John Smith, Alex Lewis, etc). O procedimento a seguir fornece a configuração para o Auto-Atendimento.

  1. Digite o comando service-module service-engine slot/number session para conectar ao módulo.

    Router#service-module service-engine 1/0 session
                   
  2. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    se-172-22-1-155#enable
                   
  3. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    se-172-22-1-155#configure terminal
                   
  4. Digite o comando ccn application autoattendant para especificar o aplicativo a configurar.

    se-172-22-1-155(config)#ccn applicatio autoattendant
                   
  5. Digite o comando description "text" para entrar com uma descrição do aplicativo.

    se-172-22-1-155(config-application)#description "Cisco Auto-Attendant"
                   
  6. Digite o comando maxsessions number para especificar o número de chamadores que podem acessar esse aplicativo simultaneamente. Consulte o Compartilhando Portas Entre Aplicativos e Disparadores para mais informações sobre o valor.

    se-172-22-1-155(config-application)#maxsessions 4
                   
  7. Digite o comando parameter "name" "value" para especificar o parâmetro para o aplicativo.

    se-172-22-1-155(config-application)#parameter "operExtn" "1001"
                   
  8. Digite o comando exit para finalizar a configuração do aplicativo.

    se-172-22-1-155(config-application)#exit
                   
  9. Digite o comando exit para finalizar a configuração.

    se-172-22-1-155(config)#exit
                   

Configure os Disparadores para os Aplicativos

Depois que o correio de voz e o Auto-Atendimento forem configurados, o sistema deverá ser configurado para começar o correio de voz e os aplicativos de Auto-Atendimento quando um determinado sinal ou disparo ocorrer. O disparador é um número de telefone. Quando o chamador disca um determinado número de telefone, o subsistema SIP inicia o correio de voz ou o Auto-Atendimento. Este procedimento configura os disparadores SIP para o correio de voz.

  1. Digite o comando service-module service-engine slot/number session para conectar ao módulo.

    Router#service-module service-engine 1/0 session
                   
  2. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    se-172-22-1-155>enable
                   
  3. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    se-172-22-1-155#configure terminal
                   
  4. Digite o comando ccn trigger sip phonenumber number para especificar o número de telefone que atuará no modo de configuração de disparador. O valor do número pode coincidir com um dos padrões configurados no campo do destino padrão do correspondente de discagem que aponta para o Cisco Unity Express.

    se-172-22-1-155(config)#ccn trigger sip phonenumber 2000
                   
  5. Digite o comando application string para especificar o nome do aplicativo que deverá ser iniciado na entrada do disparador.

    se-172-22-1-155(config-trigger)#application voicemail
                   
  6. Digite o comando enabled para habilitar o disparador.

    se-172-22-1-155(config-trigger)#enabled
                   
  7. Digite o comando maxsessions number para especificar o número máximo de chamadores que um aplicativo pode gerenciar simultaneamente. Consulte o Compartilhando Portas Entre Aplicativos e Disparadores para mais informações sobre o valor.

    se-172-22-1-155(config-trigger)#maxsessions 4
                   
  8. Digite o comando exit para finalizar a configuração do disparador.

    se-172-22-1-155(config-trigger)#exit
                   
  9. Digite o comando exit para finalizar a configuração.

    se-172-22-1-155(config)#exit
                   

    Observação: Repita este processo para o Auto-Atendimento e prompt do aplicativo de gerenciamento.

Configure Usuários

Os usuários e os grupos podem ser criados para usar o sistema. Todas pessoas que têm extensões e que, portanto, acessam o correio de voz, devem ser usuários. Um usuário administrador é criado por padrão quando do primeiro acesso ao Cisco Unity Express. A este administrador não pode ser atribuída uma caixa de correio de voz. O administrador pode, entretanto, configurar o sistema incluindo o correio de voz e o aplicativo de Auto-Atendimento. O procedimento a seguir cria um usuário e atribui um número de telefone.

  1. Digite o comando service-module service-engine slot/number session para conectar ao módulo.

    Router#service-module service-engine 1/0 session
                   
  2. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    se-172-22-1-155>enable
                   
  3. Digite o comando username userid create para criar a uma assinante com uma determinada ID de usuário.

    se-172-22-1-155#username John create
                   
  4. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    se-172-22-1-155#configure terminal
                   
  5. Digite o comando username userid phoneumber number para especificar a extensão para esse assinante.

    se-172-22-1-155(config)#username John phonenumber 1002
                   
  6. Digite o comando exit para finalizar a configuração.

    se-172-22-1-155(config)#exit
                   

    Observação: Repita este processo para registrar tantos usuários quantos forem necessários desde que não excedendo o limite suportado pelo Cisco Unity Express system. Certifique-se de ter atribuído uma senha e um pin (personal identification number [número de identificação pessoal]) ao usuário administrador para configurar o Cisco Unity Express e mudá-lo quando necessário. Consulte Adição e Mudança de Usuário para mais informações sobre senhas e pins.

Configuração de Caixa Postal

Atribua uma caixa de correio de voz a um assinante para configurar um banco de dados do Cisco Unity Express. Um assinante correio de voz é um usuário criado na seção anterior. Nem todos os assinantes ou extensões exigem um correio de voz como o do usuário administrador. Considere a função ou o objetivo do assinante ou extensão antes de atribuir uma caixa de correio para que seu uso seja eficiente.

A configuração a seguir cria uma caixa de correio pessoal. Uma caixa de correio pessoal é atribuída a um determinado assinante e é acessível apenas por este assinante. Se um chamador deixar uma mensagem nessa caixa de correio o indicador de mensagem em espera (MWI) acenderá. Conclua as etapas deste procedimento para configurar as caixas de correio de voz.

  1. Digite o comando service-module service-engine slot/number session para conectar ao módulo.

    Router#service-module service-engine 1/0 session
                   
  2. Digite o comando enable para entrar no modo EXEC.

    se-172-22-1-155>enable
                   
  3. Digite o comando configure terminal para entrar no modo de configuração.

    se-172-22-1-155#configure terminal
                   
  4. Digite o comando voice mailbox owner name para criar uma caixa de correio para o mesmo valor .

    se-172-22-1-155(config)#voice mailbox owner John
                   
  5. Digite o comando description "text" para entrar com uma descrição da caixa de correio.

    se-172-22-1-155(config-mailbox)#description "John's Mailbox"
                   
  6. Digite o comando enable para ativar uma caixa de correio nova ou para reativar ou desabilitar uma caixa de correio.

    se-172-22-1-155(config-mailbox)#enable
                   
  7. Digite o comando expiration time days para definir o número de dias que as mensagens devem ficar arquivadas na caixa de correio. O padrão é 30 dias.

    se-172-22-1-155(config-mailbox)#expiration time 10
                   
  8. Digite o comando mailboxsize seconds para especificar o tamanho da caixa de correio em segundos.

    se-172-22-1-155(config-mailbox)#mailboxsize 300
                   
  9. Digite o comando messagesize seconds para especificar o tamanho da caixa de correio em segundos.

    se-172-22-1-155(config-mailbox)#messagesize 120
                   
  10. Digite o comando end para finalizar a configuração da caixa de correio.

    se-172-22-1-155(config-mailbox)#end
                   
  11. Digite o comando exit para finalizar a configuração.

    se-172-22-1-155(config)#exit
                   

    Observação: Repita este procedimento para cada usuário que necessite de uma caixa de correio de voz.

Verificação

No momento, não existe um procedimento de verificação disponível para esta configuração.

Solução de Problemas

Problema: O usuário não consegue fazer o logon no Cisco Unity Express Graphical User Interface (GUI)

O usuário do Cisco Unity Express não consegue fazer o logon pelo Cisco Unity Express GUI e recebe uma mensagem de erro O Cisco Unity Express perdeu o contato com o roteador do Host. Insira o novo nome do usuário e a nova senha do Administrador do CCME Web. .

Conclua estas etapas para resolver esse problema:

  1. Verifique se falta algum comando na configuração do Cisco CallManager Express já mencionado neste documento.

  2. Se a configuração estiver correta, o roteador do Cisco CallManager Express pode ter perdido a configuração do gateway padrão. Isso acontece se o administrador recarregar o roteador sem salvar a configuração. Verifique a configuração do Cisco CallManager Express quanto a conectividade IP no Cisco Unity Express.

  3. Esta mensagem de erro é também vista quando o administrador resolve mudar o o nome do usuário administrador da rede e a senha no Cisco CallManager Express, e os novos nome e senhai não foram atualizados no sistema do Cisco Unity Express. Use o procedimento mencionado no documento Recuperação de Senha no Unity Express GUI para atualizar sistema do Cisco Call Manager Express com os novos nome do usuário e senha.

  4. Use service-module service-engine slot/port reload para fazer a recarga do módulo do Cisco Unity Express.

    Observação: A reinicialização do módulo do Cisco Unity Express não exige a reinicialização do roteador. O modulo do Cisco Unity Express e o roteador podem ser reinicializados independentemente um do outro. Entretanto, se for feita a reinicialização do roteador, nenhuma chamada poderá alcançar o módulo até que a conectividade seja restabelecida entre o roteador e o módulo. Sempre desligue o módulo antes de reinicializar o roteador para evitar que haja perda de dados e arquivos corrompidos.

Consulte Solução de Problemas de Recursos do Cisco Unity Express System para mais informações sobre como solucionar problemas de configuração do CallManager Express/Cisco Unity Express.

Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Informações Relacionadas


Document ID: 62609