Switches de LAN : Qualidade de serviço de LAN

FAQ sobre a Quality of Service (QoS) nos Catalyst 2950 Series Switches

2 Abril 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Tradução por Computador (29 Julho 2013) | Inglês (1 Setembro 2005) | Feedback


Perguntas

Introdução
Quais são os requisitos de versão de software dos recursos de QoS nos Catalyst 2950 Series Switches?
Que recursos de QoS a imagem padrão 2950 (SI) suporta?
Que recursos de QoS a imagem aprimorada 2950 (EI) suporta?
Os Catalyst 2950 Series Switches suportam imitação de taxas ou vigilância em portas ou VLANs?
Os Catalyst 2950 Series Switches marcam ou reescrevem os bits de precedência de IP (tipo de serviço [ToS]) em um pacote IP?
Os Catalyst 2950 Series Switches fornecem programação de prioridade na porta de ingresso/entrada?
Os Catalyst 2950 Series Switches honram os valores de classe de serviço (CoS) nos tags IEEE 802.1p (dot1p) de telefones IP ?
Meu servidor ou telefone/dispositivo IP não pode colocar um tag em valores de classe de serviço(CoS). Os Catalyst 2950 Series Switches marcam o tráfego do servidor/dispositivo para um valor de CoS específico?
É possível substituir a classe de serviço recebida (CoS) por um valor específico de CoS ?
O que é o modo de passagem (pass-through)?
É possível reclassificar o valor de classe de serviço (CoS) de dados gerados por um PC que se conecta a um telefone IP? O telefone IP é anexado a um switch Catalyst 2950 series.
Que tipo de programação de saída Catalyst 2950 Series Switches fornecem?
Posso usar listas de controle de acesso (ACLs) para definir o tráfego para a aplicação de recursos de QoS?
Como configurar os Catalyst 2950 Series Switches com VLANs de voz para conexões de telefone Cisco IP?
Como verificar a configuração de QoS nos switches Catalyst 2950 series ?
Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco
Informações Relacionadas

Introdução

Este documento responde perguntas freqüentes (FAQs) sobre os recursos de Quality of Service (QoS) dos Cisco Catalyst 2950 Series Switches.

P. Quais são os requisitos de versão de software dos recursos de QoS nos Catalyst 2950 Series Switches?

O 2950 suporta enfileiramento egresso e programação com base nos valores de classe de serviço (CoS) IEEE 802.1p com o Cisco IOS® Software Release 12.0(5)WC(1) e posterior. Cada porta do switch recebe um valor de prioridade padrão. Os frames recebidos sem marcação recebem este valor. Para os quadros recebidos com tags, o 2950 usa o valor da tag. O 2950 enfileira os quadros na porta de egresso em uma das filas de prioridade. O switch faz as atribuições de fila com base na prioridade ou do valor de CoS atribuído ao quadro no ingresso. Você pode configurar a programação egressa para ter prioridade estrita ou WRR (arredondamento robin ponderado). Os Catalyst 2950 Series Switches possuem dois conjuntos de recursos do Cisco IOS Software, uma imagem padrão (SI) e uma imagem aprimorada (EI). Há várias diferenças entre a versão SI e a versão EI. O SI só suporta os recursos de QoS de programação de saída, enquanto o EI adiciona suporta para classificação, marcação e vigilância. Consulte Release Notes para Switches Catalyst 2955, Catalyst 2950 e Catalyst 2940, Cisco IOS Release 12.1(22)EA4 para obter informações de compatibilidade de hardware e software.

P. Que recursos de QoS a imagem padrão 2950 (SI) suporta?

O 2950 com SI suporta enfileiramento e programação de egresso. O 2950 com SI suporta classificação ingressa com uso de estados de confiança de porta no Cisco IOS Software Release 12.1(11)EA1 e posterior. É possível configurar a porta de ingresso para confiar em classe de serviço (CoS) ou ponto de código de serviços diferenciados (DSCP), onde o estado da porta padrão não é confiável. Você pode configurar a programação egressa como com programação de prioridade estrita ou WRR (arredondamento robin ponderado).

R.  No Cisco IOS Software Releases 12.0, o SI suporta apenas a configuração em prioridades CoS e WRR. No Cisco IOS Software Releases 12.1 e posterior, o SI adicionou estes recursos:

  • Classificação
    • Classificação com base em CDP (Cisco Discovery Protocol) a partir de um telefone IP Cisco
  • Enfileiramento e programação de saída
    • Programação de prioridade estrita
    • Programação WRR

P. Que recursos de QoS a imagem aprimorada 2950 (EI) suporta?

O 2950 com EI suporta classificação de ingresso Camada 2 (L2)– Camada 4 (L4) com uso de:

  • Estados de confiança de porta
  • Listas de controle de acesso (ACLs) QoS
  • Mapas de classe e mapas de política

O 2950 com EI também suporta marcação e vigilância no ingresso, além de enfileiramento e programação no egresso. Você pode configurar a programação egressa como com programação de prioridade estrita ou WRR (arredondamento robin ponderado). Consulte as Release Notes para Switches Catalyst 2955, Catalyst 2950 e Catalyst 2940, Cisco IOS Release 12.1(22)EA4 para obter informações de compatibilidade de hardware e software.

No Cisco IOS Software Releases 12.0, o EI suporta apenas a configuração de prioridades de classe de serviço (CoS) e WRR. No Cisco IOS Software Releases 12.1, o EI adicionou estes recursos:

  • Classificação
    • Classificação com base em:
      • Estado confiável de porta
      • Listas de controle de acesso (ACLs)
      • Mapas de política
      • Protocolo de Descoberta do Cisco (CDP) a partir de um telefone IP Cisco
    • Confiança de CoS/ponto de código de serviços diferenciados (DSCP)
    • Configuração de portas CoS
  • Marcação
  • Vigilância
    • Vigilância de ingresso
  • Configuração da tabela de mapeamento
    • CoS para DSCP
    • DSCP para CoS
  • Enfileiramento e programação de saída
    • Programação de prioridade estrita
    • Programação WRR

P. Os Catalyst 2950 Series Switches suportam imitação de taxas ou vigilância em portas ou VLANs?

Os Catalyst 2950 Series Switches que executam suporte a imagem aprimorada (EI) suportam vigilância de ingresso somente em interfaces físicas. Os vigilantes não possuem suporte em interfaces VLAN. Os Catalyst 2950 Series Switches que executam imagens padrão (SI) não suportam vigilância. A versão mínima com suporte é o Cisco IOS Software Release 12.1.

P. Os Catalyst 2950 Series Switches marcam ou reescrevem os bits de precedência de IP (tipo de serviço [ToS]) em um pacote IP?

Sim, os Catalyst 2950 Series Switches que executam imagem aprimorada (EI) podem marcar ou reescrever bits ToS no cabeçalho de um pacote IP versão 4 (IPv4). Use um mapa de política que contenha a instrução set ip dscp. Outra opção é configurar um vigilante para marcar ou reescrever o valor do ponto de código de serviços diferenciados (DSCP) em quadros que não estejam em conformidade com as regras do vigilante.

Observação: O Catalyst 2950 suporte apenas vigilância de ingresso.

P. Os Catalyst 2950 Series Switches fornecem programação de prioridade na porta de ingresso/entrada?

Os Catalyst 2950 Series Switches não fornecem programação de ingresso, mas oferecem suporte a enfileiramento e programação de egresso. Utilize o comandowrr-queue bandwidth. O padrão é utilizar PEPS (FIFO).

P. Os Catalyst 2950 Series Switches honram os valores de classe de serviço (CoS) nos tags IEEE 802.1p (dot1p) de telefones IP ?

Os Catalyst 2950 Series Switches fornecem valores CoS baseados em QoS 802.1p. No Cisco IOS Software Release 12.0(5)WC1 e posterior, os 2950 Series Switches honram o valor CoS de um quadro recebido por padrão. 

Observação: Para quadros não marcados recebidos em portas confiáveis e não confiáveis, a QoS atribui um valor de CoS especificado pelo comando de configuração de interface mls qos cos. Por padrão, este valor é zero, que é confiável.

P. Meu servidor ou telefone/dispositivo IP não pode colocar um tag em valores de classe de serviço(CoS). Os Catalyst 2950 Series Switches marcam o tráfego do servidor/dispositivo para um valor de CoS específico?

Sim, o switch pode marcar o tráfego. Mas você deve configurar a porta como uma porta de tronco e também configurar mls qos cos value . Nesta configuração de exemplo, a interface FastEthernet 0/1 se conecta a um telefone IP que não pode marcar os valores de CoS:

interface fastethernet 0/1
switchport mode trunk
mls qos cos 7

Para quadros IEEE 802.1Q com informações de tag, o valor prioritário do frame do cabeçalho é usado. Para quadros recebidos na VLAN nativa, a prioridade padrão da porta de entrada é usada.

P. É possível substituir a classe de serviço recebida (CoS) por um valor específico de CoS ?

Sim, é possível substituir a CoS. Emita o comando mls qos cos {default-cos | override}. Este comando substitui o estado de confiança anterior dos pacotes de entrada e aplica o valor de porta CoS padrão a todos os pacotes de entrada. O Cisco IOS Software Release 12.1 e superior suporta este comando.

P. O que é o modo de passagem (pass-through)?

No modo de passagem, o switch usa o valor de classe de serviço (CoS) dos pacotes de entrada sem uma modificação do valor DSCP (ponto de código de serviços diferenciados). O quadro pode passar pelo switch com ambos os valores de CoS e DSCP de entrada intactos. Quando você desabilita o modo de passagem e configura a porta do switch para confiar em CoS, o valor DSCP é derivado do mapa CoS para DSCP. Neste caso, o DSCP normalmente muda, como resultado. Em versões do Cisco IOS Software mais antigas que o Cisco IOS Software Release 12.1(11)EA1, esta derivação do valor DSCP fica ativa por padrão e não é possível alterá-la. Com o Cisco IOS Software Release 12.1(11)EA1 e mais recente, você pode configurar esta ativação do modo de passagem na porta.

R. Segue um exemplo de configuração:

interface fastethernet 0/1
switchport mode access
mls qos trust cos pass-through dscp

P. É possível reclassificar o valor de classe de serviço (CoS) de dados gerados por um PC que se conecta a um telefone IP? O telefone IP é anexado a um switch Catalyst 2950 series.

Sim, é possível reclassificar o valor de classe de serviço (CoS) dos dados. Emita o comando de configuração de interfaceswitchport priority extend cos. Este comando configura o telefone IP para substituir a prioridade do tráfego que vêm do PC.

P. Que tipo de programação de saída Catalyst 2950 Series Switches fornecem?

Os 2950 Series Switches suportam quatro filas de classe de serviço (CoS) para cada porta de egresso. Para o Cisco IOS Software com versões anteriores ao Cisco IOS Software Release 12.1(12c)EA1, há suporte a filas de prioridade e programação WRR (weighted round-robin). Segue um exemplo de configuração:

wrr-queue cos-map 1 0 1
wrr-queue cos-map 2 2 3
wrr-queue cos-map 3 4 5
wrr-queue cos-map 4 6 7
wrr-queue bandwidth 1 2 3 4

Observação: 1 é a fila de prioridade de CoS mais baixa e 4 é a mais alta.

No Cisco IOS Software Release 12.1(12c)EA1 e posterior, existe suporte para filas expressas e programação WRR. Este tipo de programação utiliza uma das quatro filas de egresso (fila 4) como fila expressa. A programação WRR é executada nas três filas de egresso restantes. Uma fila expressa é uma fila de prioridade estrita. Antes do serviço das três outras filas, esta fila expressa recebe serviços primeiro até ficar vazia. Para todas as versões, a programação de prioridade estrita é o padrão. Segue um exemplo de configuração:

wrr-queue cos-map 1 0 1 2 4
wrr-queue cos-map 3 3 6 7
wrr-queue cos-map 4 5
wrr-queue bandwidth 20 1 80 0

Observação: CoS 5 é mapeado para a fila 4. A fila 4 é a fila expressa, com largura de banda atribuída a 0.

P. Posso usar listas de controle de acesso (ACLs) para definir o tráfego para a aplicação de recursos de QoS?

Sim, é possível utilizar ACLs MAC IP padrão, IP estendido e camada 2 (L2) para definir um grupo de pacotes com as mesmas características. A definição de um grupo de pacotes classifica os pacotes. Entretanto, a configuração de uma ação de negação não é aceita em ACLs de QoS no switch. Além disso, se houver uma correspondência com uma ação de permissão, o switch adotará a ação especificada relacionada à QoS e sairá da lista. Se não houver uma correspondência com todas as entradas da lista, o processamento de QoS não ocorrerá no pacote. Para todas as versões do Cisco IOS Software, este processo possui suporte somente em imagem aprimorada (EI). Cisco IOS Software Release 12.1(11)EA1 e superior suportam a correspondência com base no valor DSCP.

P. Como configurar os Catalyst 2950 Series Switches com VLANs de voz para conexões de telefone Cisco IP?

No Cisco IOS Software Release 12.1(12c)EA1 e superior, ao configurar o 2950 como um switch de camada de acesso para voz, primeiro modifique a classe de serviço padrão (CoS) para uma tabela de mapeamento DSCP de forma que:

  • CoS 3 seja mapeado para DSCP 26
  • CoS 4 seja mapeado para DSCP 34
  • CoS 5 seja mapeado para DSCP 46

Em seguida, habilite as VLANs de voz e de dados na porta do telefone e defina o limite de confiança do telefone IP. Emita o comando mls qos trust cos do telefone IP. Por fim, modifique o mapeamento CoS para fila de egresso e habilite a fila expressa. Com a habilitação da fila expressa, os pacotes de voz sempre recebem serviço antes de todos os outros pacotes. Segue um exemplo de configuração:

c2950(config)# mls qos map cos-dscp 0 8 16 26 34 46 48 56
c2950(config)# mls qos bandwidth 10 20 70 0
c2950(config)# interface fastethernet 0/1
c2950(config-if)# mls qos trust cos
c2950(config-if)# switchport voice vlan 100
c2950(config-if)# switchport access vlan 10
c2950(config-if)# switchport priority extend cos 0
            

Além disso, o recursos de QoS automático tem suporte no Cisco IOS Software Release 12.1(12c)EA1 e mais recente. Você pode usar o recurso de QoS automático para simplificar a implementação dos recursos de QoS existentes. O auto-QoS faz pressuposições sobre o desenho da rede. Como resultado, o switch pode priorizar diferentes fluxos de tráfego e usar as filas de egresso em vez do comportamento de QoS padrão. O switch fornece serviços otimizados a cada pacote, independentemente do conteúdo ou do tamanho do pacote e envia o pacote de uma única fila. Quando você habilita o auto-QoS, o recurso automaticamente classifica o tráfego com base no tipo de tráfego e no rótulo do pacote de ingresso. O switch usa a classificação para escolher a fila de egresso adequada. Você pode usar os comandos auto-QoS para identificar portas que se conectam a telefones IP Cisco. Também é possível identificar portas que recebem tráfego VoIP confiável por meio de um uplink. O Auto-QoS então executa estas funções:

  • Detecta a presença ou ausência de telefones IP
  • Configura a classificação QoS
  • Configura as filas de egresso

P. Como verificar a configuração de QoS nos switches Catalyst 2950 series ?

Use os comandos desta tabela para verificar a configuração de QoS:

Comando Finalidade
show class-map [class-map-name] 1 Para exibir mapas de classe de QoS, que definem critérios de classificação de tráfego.
show policy-map [policy-map-name [class class-name]] 1 Para exibir mapas de políticas de QoS, que definem critérios de classificação de tráfego recebido.
show mls qos maps [cos-dscp | dscp-cos] 1 Para exibir informação de mapeamento de QoS. Os mapas habilitam a geração de um valor interno DSCP2, que representa a prioridade do tráfego.
show mls qos interface [interface-id] [policers] 1 Para exibir informações de QoS no nível da interface. Essas informações incluem:
  • A configuração das filas de egresso e do mapa CoS3 para fila de egresso
  • Que interfaces possuem vigilantes configurados
  • Estatísticas de ingresso e egresso, que incluem o número de bytes que foram descartados
show wrr-queue cos-map Para exibir o mapeamento das filas de prioridade de CoS.
show wrr-queue bandwidth Para exibir a alocação de largura de banda de WRR4 para as filas de prioridade de CoS.

1 Este comando fica disponível apenas em um switch que execute a imagem aprimorada (EI).

2 DSCP = ponto de código de serviços diferenciados

3 CoS = classe de serviço

4 WRR = arredondamento robin ponderado

Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Informações Relacionadas


Document ID: 46523