Voz e comunicações unificadas : Cisco Unified Communications Manager (CallManager)

Configurar o Gateway MGCP e as Portas FXO/FXS em um Servidor do Cisco CallManager

3 Abril 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Tradução por Computador (29 Julho 2013) | Inglês (11 Janeiro 2007) | Feedback


Índice

Introdução
Pré-requisitos
     Requisitos
     Componentes Usados
     Convenções
Tarefas para Realizar no Cisco CallManager 3.0
     Tarefa 1: Crie um Gateway MGCP
     Tarefa 2: Configure as Portas FXO
     Tarefa 3: Configure as Portas FXS
     Tarefa 4: Teste a Conectividade Local dos Telefones
     Tarefa 5: Configure um Padrão de Rota
Tarefas a Realizar no Cisco CallManager 3.1 e 3.2
     Tarefa 1: Crie um Gateway MGCP
     Tarefa 2: Configure as Portas FXO
     Tarefa 3: Configure as Portas FXS
     Tarefa 4: Teste a Conectividade Local dos Telefones
     Tarefa 5: Configure um Padrão de Rota
Tarefas a Realizar no Cisco CallManager 3.3 e 4.0
     Tarefa 1: Crie um Gateway MGCP
     Tarefa 2: Configure as Portas FXO
     Tarefa 3: Configure as Portas FXS
     Tarefa 4: Teste a Conectividade Local dos Telefones
     Tarefa 5: Configure um Padrão de Rota
Verificar: Chamadas de Teste no PSTN.
Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco
Informações Relacionadas

Introdução

Este documento explica como:

  • Adicionar um gateway do Protocolo de Controle de Gateway de Mídia (MGCP)

  • Adicionar e configurar as portas Estação de câmbio internacional (FXS) e (Escritório de Câmbio Internacional (FXO) do gateway adicionado nos servidores do Cisco CallManager 3.x e 4.x

Sintomas:

A lista de sintomas a seguir pode ser encontrada na configuração do Cisco CallManager com gateways Cisco IOS MGCP com portas FXO e FXS analógicas:

  • O gateway MGCP não é registrado com o Cisco CallManager. Consulte Falha de Registro do Gateway MGCP com o Cisco CallManager.

  • O identificador de chamada não funciona em portas FXO. Isso ocorre porque o identificador de chamadas não é suportado via portas FXO quando configurado para MGCP. Em vez disso, configure o gateway no modo H.323.

  • A paginação da sobrecarga adicional bloqueia a porta FXO quando realiza hookflash, a menos que os usuários desliguem totalmente. Encerramento seguido por não-encerramento redefine a porta. Esse problema é relacionado à ID de bug da Cisco CSCef62275 (clientes registrados somente) quando corrigido no Cisco IOS Software Release 12.3(14)T e posterior.

Este documento é a parte três de um conjunto de seis documentos.

  1. Configurando o Cisco CallManager com Gateways IOS MGCP (Portas Analógicas FXO, FXS)

  2. Configurando Gateway do Protocolo de Controle de Gateway de Mídia e (MGCP) do Cisco IOS®

  3. Configurar o Gateway MGCP e as Portas FXO/FXS em um Servidor Cisco CallManager

  4. Verificar e Solucionar Problemas com o Gateway Cisco IOS MGCP

  5. Exemplo de Depuração de Pacotes MGCP

  6. Monitorar, Redefinir e Excluir Gateways MGCP para o Cisco CallManager

Pré-requisitos

Requisitos

Não existem requisitos específicos para este documento.

Componentes Usados

As informações neste documento são baseadas nestas versões de hardware e software:

  • 1 * Cisco VG200 / 2 X FXS / 2 X FXO / 1 porta FastEthernet 10/100. Cisco IOS Software Release 12.1(5)T

  • 1 * Cisco CallManager 3.0(5a) executado em um MCS7835

  • 1 * Cisco CallManager 3.1(2) executado em um MCS7835

  • 1 * Cisco CallManager 3.2(2c) executado em um MCS7835

  • 1 * Cisco CallManager 3.3(3) executado em um MCS7835

  • 1 * Cisco CallManager4.0(0.359) executado em um MCS7835

  • 2 * Aparelhos de telefone analógico

  • 2 * Telefones IP Cisco 7960

Essa configuração foi testada com as versões 3.0, 3.1, 3.2, 3.3 e 4.0 do Cisco CallManager e várias versões de imagens do Cisco IOS Software Release 12.2.

Consulte Matriz de Compatibilidade do Cisco CallManager para versões de software de compatibilidade recomendadas entre o gateway do Cisco CallManager e o do Cisco IOS.

Observação: A Cisco recomenda o Cisco IOS Software Release 12.2(11)T ou posterior com base nas melhorias do comando ccm-manager mgcp . O comando ccm-manager mgcp exige oCisco IOS Software Release 12.2(2)XA e posteriores nos roteadores Cisco 2600 e 3600 e no Cisco VG200.

Os roteadores Cisco 2600, 3600 e VG200 suportam MGCP se eles executarem o Cisco IOS Software Release 12.1(3)T e posterior. A versão do software de que você precisa é baseada nos recursos que deve habilitar. Para a interoperabilidade do gateway de voz MGCP com o Cisco CallManager, use oCisco IOS Software Release 12.1(3)T e superior para o VG 200 e o Cisco IOS® Software Release 12.2(2)XA para os Cisco 2600 e 3600 Series Routers. O servidor Cisco CallManager deve executar a versão 3.0(5)a ou posterior. A configuração do Cisco CallManager e do roteador também é a mesma para todos os tipos de roteadores.

As informações apresentadas neste documento foram criadas a partir dos dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos usados neste documento foram iniciados com uma configuração vazia (padrão). Se a sua rede estiver ativa, certifique-se de entender o impacto potencial de todos os comandos.

Convenções

Consulte Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre as convenções de documentos.

Tarefas para Realizar no Cisco CallManager 3.0

Estas configurações usam o pool de dispositivos padrão. Todos os locais, espaços de procura de chamada e partições são configurados para Nenhum. Você deve entender as implicações destes recursos antes de continuar se sua configuração usar pools de dispositivos não-padrão, localizações, espaços de pesquisa de chamada ou partições.

Tarefa 1: Crie um Gateway MGCP

Um gateway MGCP baseado em VG200 é criado nesta tarefa. O material desta seção também se aplica a outros roteadores Cisco IOS MGCP. A única diferença é a plataforma que você seleciona na etapa 3.

  1. Use o Assistente de Dispositivo para criar um gateway MGCP. Selecione Device (Dispositivo) > Gateway.

    cm_cfg-1.gif

  2. Clique em Add a New Gateway (Adicionar um Novo Gateway) quando esta janela aparecer.

    cm_cfg-2.gif

  3. Selecione o Tipo de gateway, neste caso Cisco VG200. Isso é alterado nas versões posteriores do software para mostrar que plataformas diferentes da VG200 suportam MGCP.

    cm_cfg-3.gif

    Observação: Observe que a única opção no campo Protocolo de Dispositivo é "Não Obrigatório para MGCP". Isso significa que você não necessita selecionar um protocolo se o gateway for um gateway MGCP.

    Observação: Selecione o Tipo de gateway apropriado (como 26xx ou 36xx) caso você use outro roteador Cisco IOS. Essa é a única etapa diferente. As tarefas restantes se aplicam ao VG200 assim como aos roteadores das séries 2600 e 3600.

    Clique em Next (Avançar).

  4. Use o nome de host real que você atribuiu ao VG200 no Nome de Domínio MGCP, neste caso VG200A.

    Especifique o módulo de operadora instalado pelo VG200. Neste caso, é um NM-2V.

    Observação:  O parâmetro Nome de Domínio MGCP faz diferenciação entre maiúsculas e minúsculas.

    Observação: Os módulos de operadora de voz do IAD2400 são diferentes dos módulos dos roteadores VG200, 2600 e 3600.

    cm_cfg-4.gif

    Clique em Insert (Inserir).

    Observação: Se o roteador Cisco IOS ou o gateway estiver configurado com um nome de domínio (router[config]#ip domain-name word ), o campo Nome de Domínio MGCP precisará incluí-lo. Por exemplo, VG200A.company.com.

    Você acaba de concluir as tarefas básicas necessárias para criar o gateway MGCP. Passe para a Tarefa 2: Configure as Portas FXO.

Tarefa 2: Configure as Portas FXO

As portas FXO são configuradas nesta tarefa. Estas são as portas que conectam ao PSTN. O tipo de porta é determinado e o número de diretório (DN) de atendente é atribuído neste procedimento.

  1. Identifique os módulos da Placa de Interface de Voz (VIC) instalados no slot 1 posições 0 e 1. Neste caso, há um módulo FXO e FXS.

    cm_cfg-5.gif

    Clique em Update (Atualizar) para ativar as alterações.

  2. As portas FXO e FXS aparecem no canto inferior direito desta janela. Também são denominadas como identificadores de ponto final.

    cm_cfg-6.gif

    Selecione a porta FXO identificada como 1/0/0 ou a porta FXO apropriada de acordo com sua configuração.

  3. Selecione o Tipo de PortaFXO correta.

    cm_cfg-7.gif

    Observação: O Início de Loop é uma configuração muito comum.

    Você pode experimentar com segurança se não tiver certeza de qual opção usar. Você pode criar um novo membro MGCP com a opção Ground Start (Início de Terra) caso você não possa fazer ou receber chamadas na porta FXO após a conclusão destas tarefas de configuração do VG200 e do Cisco CallManager. Você deve primeiramente excluir a configuração original da porta (membro MGCP). Esta etapa é obrigatória porque não é possível alterar o tipo de porta de um membro MGCP depois de sua criação. A primeira janela na Tarefa 3: A seção Configurar as portas FXS mostra a opção Delete (Excluir) de um membro MGCP.

  4. Configure seus parâmetros nesta janela Configuração de Membro MGCP como solicitado.

    Observação: Configure um DN de atendente para indicar para onde as chamadas de entrada devem ser encaminhadas, uma vez que a placa VIC-FXO não é uma placa DID (Direct Inward Dial).

    cm_cfg-8.gif

    Observação: Procure o nome AALN/S1/SU0/0@VG200A nesta imagem. É dessa forma que você pode indicar o dispositivo MGCP configurado (VG200A) assim como a porta S1/SU0/0 = Slot 1/VIC0/Port0.

    Clique em Insert (Inserir).

    Você acaba de concluir as tarefas básicas necessárias para configurar as portas FXO. Passe para a Tarefa 3: Configure as Portas FXS.

Tarefa 3: Configure as Portas FXS

As portas FXS são configuradas nesta tarefa. Estas são as portas que conectam aos dispositivos de telefonia analógica (aparelhos de telefone neste caso). O tipo de porta é determinado e o DN atribuído. O gateway MGCP é reinicializado para ativar as alterações no final desta tarefa.

  1. No lado esquerdo desta janela há uma seção que mostra as portas no VG200. O número da porta 1/0/0 está em negrito para indicar que ela é um membro MGCP na janela de configuração atual.

    cm_cfg-9.gif

    Observação: A segunda porta FXO (1/0/1) não é usada nesta configuração.

    Clique no texto 1/1/0 para iniciar o processo de configuração do FXS.

  2. Esta janela exibe (Tipo de Porta—POTS [apenas a opção]) no Cisco CallManager 3.0. Esta janela não exibe as versões mais recentes do software do Cisco CallManager.

    cm_cfg-10.gif

    O POTS era a única opção disponível quando este documento foi escrito. Você vê uma janela igual à janela da etapa 3 quando você seleciona o POTS.

  3. Aceite os padrões ou configure seus parâmetros nesta janela Configuração de Membro MGCP como solicitado.

    cm_cfg-11.gif

    Clique em Insert (Inserir) quando terminar.

  4. Você verá a opção Add DN (Adicionar DN) para criar um DN para a porta configurada na etapa 3.

    cm_cfg-12.gif

    Clique no texto Add DN (Adicionar DN).

  5. Configure os parâmetros nesta janela como solicitado. Um DN de 6001 é usado neste exemplo.

    cm_cfg-13.gif

    Clique em Inserir e Fecharpara passar para a etapa 6.

  6. Selecione a opção Voltar para a Configuração MGCP.

    Repita as etapas 1 a 5 para as portas FXS restantes. O DN das portas FXS 1/1/1 é 6002 neste exemplo.

    Observação: Selecione Device (Dispositivo) > Gateway do menu principal do Cisco CallManager na parte superior da janela se você perder sua localização do sistema de menu. Em seguida, selecione Buscar Serão exibidos todos os gateways configurados.

  7. Você acaba de concluir a configuração da porta FXS para os aparelhos de telefone analógicos. O gateway é reinicializado para ativar as alterações nesta etapa. Selecione a opção Voltar para a Configuração MGCP e clique em Reset Gateway (Reinicializar Gateway).

    cm_cfg-14.gif

  8. cm_cfg-15.gif

    Clique em Reset (Reinicializar).

    Você acaba de concluir as tarefas básicas necessárias para configurar as portas FXS e ativar o gateway MGCP. Passe para a Tarefa 4: Teste a Conectividade Local dos Telefones..

Tarefa 4: Teste a Conectividade Local dos Telefones

Se você já concluiu as tarefas de configuração do VG200, o VG200 enviará neste momento mensagens MGCP ao servidor Cisco CallManager em uma tentativa de estabelecer uma relação de MGCP. O servidor Cisco CallManager e o VG200 agora estão prontos para rotear chamadas locais entre os telefones IP registrados para o servidor Cisco CallManager e os telefones analógicos conectados às portas FXS configuradas na Tarefa 3.

  1. Você agora tem um tom de discagem nos telefones analógicos conectados às portas FXS. Tente discar da FXS 1/1/0 para a 1/1/1 (neste caso DN 6001 e DN 6002). Você pode fazer e receber chamadas entre estas portas.

  2. Você também pode discar para os telefones IP já configurados dos telefones analógicos que você configurou na Tarefa 3. Você pode ligar para os telefones analógicos dos telefones IP. Tente fazer chamadas para e dos telefones na sua configuração.

    Observação: Examine a sua partição, espaço de procura de chamada, pool de dispositivos e configurações de localização, caso alguns de seus telefones não possam ser localizados ou receber chamadas. Você deve ter uma configuração que não permita que todos os telefones locais liguem uns para os outros. Coloque temporariamente um telefone IP e um telefone analógico (porta FXS) na mesma partição, pool de dispositivos, local e espaço de procura de chamada, e tente realizar um novo teste novamente se este for o caso.

    Observação: Tente reinicializar as portas de voz do gateway se você tiver problemas com o registro ou operação do gateway Cisco IOS, como mostra este exemplo:

    router(config)#voice-port 1/0/0
    router(config-voiceport)#shutdown
    Both ports are out of service
    router(config-voiceport)#no shutdown
                   

    Observação: Consulte Monitorar, Reinicializar e Excluir Gateways MGCP do Cisco CallManager e Verificar e Solucionar Problemas do Gateway MGCP do Cisco IOS para mais tarefas de solução de problemas se você ainda tiver problemas.

    Passe para a Tarefa 5: Configure um Padrão de Rota quando você concluir com êxito a tarefa.

Tarefa 5: Configure um Padrão de Rota

Um padrão de rota simples é criado para habilitar os telefones para fazer chamadas pelo PSTN nesta tarefa. O padrão North American Numbering Plan (NANP) de "9.@" é usado.

  1. Selecione Route Plan (Plano de Rota) > Route Pattern (Padrão de Rota) do menu principal do Cisco CallManager.

    cm_cfg-16.gif

  2. Estes parâmetros são configurados na janela Configuração de Padrão de Rota além dos padrões:

    Campo Nome

    Valor

    Significado

    Padrão de Rota

    9.@

    Padrão de Rota dos planos de discagem que usam o NANP. Este padrão de rota é configurado para fornecer tom de discagem por padrão.

    Lista de Gateway / Rota

    AALN/S1/SU0/0@VG200A

    FXO 1/0/0 no VG200A

    Dígitos de Descarte

    PreDot

    Descarte tudo e inclua o "." no padrão de rota.

    Observação: O padrão de rota "9.@" é usado geralmente nas instalações fora dos Estados Unidos que não podem usar o NANP.

    cm_cfg-17.gif

    Clique em Insert (Inserir).

    Você acaba de concluir a configuração completa do Cisco CallManager. Continue até Verificar: Chamadas de Teste no PSTN.

Tarefas a Realizar no Cisco CallManager 3.1 e 3.2

Estas configurações usam o pool de dispositivos padrão. Todos os locais, espaços de procura de chamada e partições são configurados para Nenhum. Você deve entender as implicações destes recursos antes de continuar se sua configuração usar pool de dispositivos não-padrão, localizações, espaços de pesquisa de chamada ou partições.

Observação: As capturas de tela nessas seções são da Página Administration do Cisco CallManager 3.2, mas se aplicam ao Cisco CallManager 3.1.

Tarefa 1: Crie um Gateway MGCP

Um gateway MGCP baseado em VG200 é criado nesta tarefa. O material desta seção também se aplica a outros roteadores Cisco IOS MGCP. A única diferença é a plataforma que você seleciona na etapa 3.

  1. Use o Assistente de Dispositivo para criar um gateway MGCP. Selecione Device (Dispositivo) > Gateway.

    cm_cfg-v3-1.gif

  2. Clique em Add a New Gateway (Adicionar um Novo Gateway) quando esta janela aparecer.

    cm_cfg-v3-2.gif

  3. Selecione o Tipo de gateway, neste caso Cisco VG200.

    cm_cfg-v3-3.gif

    Observação: Observe que a única opção no campo Protocolo de Dispositivo é "Não Obrigatório para MGCP". Isso significa que você não necessita selecionar um protocolo se o gateway for um gateway MGCP.

    Observação: Selecione o Tipo de gateway apropriado (como 26xx ou 36xx) caso você use outro roteador Cisco IOS. Essa é a única etapa diferente. As tarefas restantes se aplicam ao VG200 assim como aos roteadores das séries 2600 e 3600.

    Clique em Next (Avançar).

  4. Use o nome de host real que você atribuiu ao VG200 no Nome de Domínio MGCP, neste caso VG200c.

    Especifique o módulo de operadora instalado pelo VG200. Neste caso, é um NM-2V. Observe o novo campo Grupo Cisco CallManager na configuração. Cada grupo tem uma lista ordenada dos Cisco CallManagers (máximo de três por grupo) para usar.

    Observação:  O parâmetro Nome de Domínio MGCP diferencia maiúsculas de minúsculas.

    Observação: Os módulos de operadora de voz do IAD2400 são diferentes dos módulos dos roteadores VG200, 2600 e 3600.

    cm_cfg-v3-4.gif

    Clique em Insert (Inserir).

    Observação: Se o roteador Cisco IOS ou o gateway estiver configurado com um nome de domínio (router[config]#ip domain-name word ), o campo Nome de Domínio MGCP precisará incluí-lo. Por exemplo, VG200c.company.com.

    Você acaba de concluir as tarefas básicas necessárias para criar o gateway MGCP. Passe para a Tarefa 2: Configure as Portas FXO.

Tarefa 2: Configure as Portas FXO

As portas FXO são configuradas nesta tarefa. Estas são as portas que conectam para o PSTN. O tipo de porta é determinado e o DN de atendente é atribuído neste procedimento.

  1. Identifique os módulos da VIC instalados no slot 1 posições 0 e 1. Neste caso, há um módulo FXO e FXS.

    cm_cfg-v3-5.gif

    Clique em Update (Atualizar) para ativar as alterações.

  2. As portas FXO e FXS aparecem no canto inferior direito desta janela. Também são denominadas como identificadores de ponto final.

    cm_cfg-v3-6.gif

    Selecione a porta FXO identificada como 1/0/0 ou a porta apropriada de acordo com sua configuração.

  3. Selecione o Tipo de PortaFXO correta.

    cm_cfg-v3-7.gif

    Observação: O Início de Loop é uma configuração muito comum.

    Você pode experimentar com segurança se não tiver certeza de qual opção usar. Tente a opção Ground Start (Início de Terra) caso você não possa fazer ou receber chamadas na porta FXO após a conclusão destas tarefas de configuração do VG200 e do Cisco CallManager. Você deve primeiramente excluir a configuração original da porta. Esta etapa é obrigatória porque não é possível alterar o tipo de porta de uma porta FXO depois de sua criação. A primeira janela na Tarefa 3: A seção Configurar portas FXS mostra a opção Delete (Excluir) de uma porta FXO.

  4. Configure seus parâmetros da porta FXO nesta janela Configuração de Gateway como solicitado.

    Observação: Configure um DN de atendente para indicar para onde as chamadas de entrada devem ser encaminhadas uma vez que a placa VIC-FXO não é uma placa DID.

    cm_cfg-v3-8.gif

    Observação: Procure o nome AALN/S1/SU0/0@VG200A nesta imagem. É dessa forma que você pode indicar o dispositivo MGCP configurado (VG200A) assim como a porta S1/SU0/0 = Slot 1/VIC0/Port0.

    Clique em Insert (Inserir).

    Você acaba de concluir as tarefas básicas necessárias para configurar as portas FXO. Passe para a Tarefa 3: Configure as Portas FXS.

Tarefa 3: Configure as Portas FXS

As portas FXS são configuradas nesta tarefa. Estas são as portas que conectam aos dispositivos de telefonia analógica (aparelhos de telefone neste caso). O tipo de porta é determinado e o DN atribuído.

  1. Clique no botão Insert (Inserir) da porta FXO após a configuração e esta janela será exibida. No lado esquerdo há uma seção que mostra as portas no VG200. O número da porta 1/0/0 está em negrito para indicar que ela é a porta de voz selecionada na configuração atual.

    cm_cfg-v3-9.gif

    Observação: A segunda porta FXO (1/0/1) não é usada nesta configuração.

    Clique no texto 1/1/0 para iniciar o processo de configuração do FXS.

  2. Aceite os padrões ou configure seus parâmetros nesta janela Configuração de Gateway como solicitado.

    cm_cfg-v3-10.gif

    Clique em Insert (Inserir) quando terminar.

  3. Esta janela exibe a opção Add DN (Adicionar DN) para criar um DN para a porta configurada na etapa 2.

    cm_cfg-v3-11.gif

    Clique no texto Add DN (Adicionar DN).

  4. Configure os parâmetros nesta janela como solicitado. Um DN de 2001 é usado neste exemplo.

    cm_cfg-v3-12.gif

    Clique em Insert (Inserir)para passar para o próxima etapa.

  5. Repita as etapas 1 a 4 para as portas FXS restantes. O DN das portas FXS 1/1/1 é 2002 neste exemplo.

    Observação: Selecione Device (Dispositivo) > Gateway do menu principal do Cisco CallManager na parte superior da janela se você perder sua localização do sistema de menu. Em seguida, selecione Buscar Serão exibidos todos os gateways configurados.

  6. Esta janela será exibida após a conclusão da configuração da porta FXS nos aparelhos de telefone analógicos.

    cm_cfg-v3-13.gif

  7. O gateway precisa ser reinicializado para ativar as alterações nesta etapa. Selecione a opção Voltar para a Configuração MGCP e clique em Reset Gateway (Reinicializar Gateway). Clique em Reset (Reinicializar) quando esta janela aparecer.

    cm_cfg-v3-14.gif

    Você acaba de concluir as tarefas básicas necessárias para configurar as portas FXS e ativar o gateway MGCP. Passe para a Tarefa 4: Teste a Conectividade Local dos Telefones.

Tarefa 4: Teste a Conectividade Local dos Telefones

Se você já concluiu as tarefas de configuração do VG200, o VG200 enviará neste momento mensagens MGCP ao servidor Cisco CallManager em uma tentativa de estabelecer uma relação de MGCP. O servidor Cisco CallManager e o VG200 agora estão prontos para rotear chamadas locais entre os telefones IP registrados para o servidor Cisco CallManager e os telefones analógicos conectados às portas FXS configuradas na Tarefa 3.

  1. Você agora tem um tom de discagem nos telefones analógicos conectados às portas FXS. Tente discar do FXS 1/1/0 para o 1/1/1 (neste caso DN 2001 e DN 2002). Você pode fazer e receber chamadas entre estas portas.

  2. Você também pode discar para os telefones IP já configurados dos telefones analógicos que você configurou na Tarefa 3. Você pode ligar para os telefones analógicos dos telefones IP. Tente fazer chamadas para e dos telefones na sua configuração.

    Observação: Olhe a sua partição, espaço de procura de chamada, pool de dispositivos e configurações de localização caso alguns de seus telefones não possam ser localizados ou receber chamadas. Você deve ter uma configuração que não permita que todos os telefones locais liguem uns para os outros. Coloque temporariamente um telefone IP e um telefone analógico (porta FXS) na mesma partição, pool de dispositivos, local e espaço de procura de chamada, e tente realizar um novo teste novamente se este for o caso.

    Observação: Tente reinicializar as portas de voz do gateway se você tiver problemas com o registro ou operação do gateway Cisco IOS, como mostra este exemplo:

    router(config)#voice-port 1/0/0
    router(config-voiceport)#shutdown
    Both ports are out of service
    router(config-voiceport)#no shutdown
                   

    Observação: Consulte Monitorar, Reinicializar e Excluir Gateways MGCP do Cisco CallManager e Verificar e Solucionar Problemas do Gateway MGCP do Cisco IOS para mais tarefas de solução de problemas se você ainda tiver problemas.

    Passe para a Tarefa 5: Configure um Padrão de Rota quando você concluir com êxito a tarefa.

Tarefa 5: Configure um Padrão de Rota

Um padrão de rota simples é criado para habilitar os telefones para fazer chamadas pelo PSTN nesta tarefa. O padrão North American Numbering Plan (NANP) de "9.@" é usado.

  1. Selecione Route Plan (Plano de Rota) > Route Pattern (Padrão de Rota) do menu principal do Cisco CallManager.

    cm_cfg-v3-15.gif

  2. Estes parâmetros são configurados na janela Configuração de Padrão de Rota além dos padrões:

    Campo Nome

    Valor

    Significado

    Padrão de Rota

    9.@

    Padrão de Rota dos planos de discagem que usam o NANP. Este padrão de rota está configurado para fornecer o tom de discagem por padrão.

    Lista de Gateway / Rota

    AALN/S1/SU0/0@VG200c

    FXO 1/0/0 no VG200c

    Dígitos de Descarte

    PreDot

    Descarta tudo e inclua o "." no padrão de rota.

    Observação: O padrão de rota "9.@" é usado geralmente nas instalações fora dos Estados Unidos que não podem usar o NANP.

    cm_cfg-v3-16.gif

    Clique em Insert (Inserir).

    Você acaba de concluir a configuração completa do Cisco CallManager. Continue até Verificar: Chamadas de Teste no PSTN.

Tarefas a Realizar no Cisco CallManager 3.3 e 4.0

Estas configurações usam o pool de dispositivos padrão. Todos os locais, espaços de procura de chamada e partições são configurados para Nenhum. Você deve entender as implicações destes recursos antes de continuar se sua configuração usar pool de dispositivos não-padrão, localizações, espaços de pesquisa de chamada ou partições.

Observação: As capturas de tela nessas seções são da Página Administration do Cisco CallManager 4.0, mas se aplicam ao Cisco CallManager 3.3.

Tarefa 1: Crie um Gateway MGCP

Um gateway MGCP baseado em VG200 é criado nesta tarefa. O material desta seção também se aplica a outros roteadores Cisco IOS MGCP. A única diferença é a plataforma que você seleciona na etapa 3.

  1. Use o Assistente de Dispositivo para criar um gateway MGCP. Selecione Device (Dispositivo) > Gateway.

    cm_cfg-1-v4.gif

  2. Clique em Add a New Gateway (Adicionar um Novo Gateway) quando esta janela aparecer.

    cm_cfg-2-v4.gif

  3. Selecione o Tipo de gateway, neste caso Cisco VG200.

    cm_cfg-3-v4.gif

    Observação: Observe que a única opção do campo Protocolo de Dispositivo é "Não Obrigatório para MGCP". Isso significa que você não necessita selecionar um protocolo se o gateway for um gateway MGCP.

    Observação: Selecione o Tipo de gateway apropriado (como 26xx ou 36xx) caso você use outro roteador Cisco IOS. Essa é a única etapa diferente. As tarefas restantes se aplicam ao VG200 assim como aos roteadores das séries 2600 e 3600.

    Clique em Next (Avançar).

  4. Use o nome de host real atribuído ao VG200 no Nome de Domínio, neste caso VG200c.

    Especifique o módulo da operadora instalado pelo VG200. Neste caso, é um NM-2V. Observe o novo campo Grupo Cisco CallManager na configuração. Cada grupo tem uma lista ordenada dos Cisco CallManagers (máximo de três por grupo) para usar.

    Observação:  O parâmetro Nome de Domínio MGCP faz diferenciação entre maiúsculas e minúsculas.

    Observação: Os módulos de operadora de voz do IAD2400 são diferentes dos módulos dos roteadores VG200, 2600 e 3600.

    cm_cfg-v4-4.gif

    Clique em Insert (Inserir).

    Observação: Se o roteador Cisco IOS ou o gateway estiver configurado com um nome de domínio (router[config]#ip domain-name word ), o campo Nome de Domínio MGCP precisará incluí-lo. Por exemplo, VG200c.company.com.

    Você acaba de concluir as tarefas básicas necessárias para criar o gateway MGCP. Passe para a Tarefa 2: Configure as Portas FXO.

Tarefa 2: Configure as Portas FXO

As portas FXO são configuradas nesta tarefa. Estas são as portas que conectam para o PSTN. O tipo de porta é determinado e o DN de atendente é atribuído neste procedimento.

  1. Identifique os módulos da VIC instalados no slot 1 posições 0 e 1. Neste caso, há um módulo FXO e FXS.

    cm_cfg-5-v4.gif

    Clique em Update (Atualizar) para ativar as alterações.

  2. As portas FXO e FXS aparecem no canto inferior direito desta janela. Também são denominadas como identificadores de ponto final.

    cm_cfg-v4-6.gif

    Selecione a porta FXO identificada como 1/0/0 ou a porta apropriada de acordo com sua configuração.

  3. Selecione o Tipo de PortaFXO correta.

    cm_cfg-v4-7.gif

    Observação: O Início de Loop é uma configuração muito comum.

    Você pode experimentar com segurança se não tiver certeza de qual opção usar. Você pode usar a opção Ground Start (Início de Terra) para criar um novo membro MGCP caso você não possa fazer ou receber chamadas na porta FXO após a conclusão destas tarefas de configuração do VG200 e do Cisco CallManager. Você deve primeiramente excluir a configuração original da porta (membro MGCP). Esta etapa é obrigatória porque não é possível alterar o tipo de porta de um membro MGCP depois de sua criação. A primeira janela na Tarefa 3: A seção Configurar portas FXS mostra a opção Delete (Excluir) de uma porta FXO.

  4. Configure seus parâmetros das portas FXO nesta janela Configuração de Gateway como solicitado.

    Observação: Configure um DN de atendente para indicar para onde as chamadas de entrada devem ser encaminhadas uma vez que a placa VIC-FXO não é uma placa DID.

    cm_cfg-v4-8.gif

    Observação: Procure o nome AALN/S1/SU0/0@VG200c nesta imagem. É dessa forma que você pode indicar o dispositivo MGCP configurado (VG200c) assim como a porta S1/SU0/0 = Slot 1/VIC0/Port0.

    Clique em Insert (Inserir).

    Você acaba de concluir as tarefas básicas necessárias para configurar as portas FXO. Passe para a Tarefa 3: Configure as Portas FXS.

Tarefa 3: Configure as Portas FXS

As portas FXS são configuradas nesta tarefa. Estas são as portas que conectam aos dispositivos de telefonia analógica (aparelhos de telefone neste caso). O tipo de porta é determinado e o DN atribuído.

  1. Clique no botão Insert (Inserir) da porta FXO após a configuração e uma janela parecida com essa será exibida. No lado esquerdo há uma seção que mostra as portas no VG200. O número da porta 1/0/0 está em negrito para indicar que ela é a porta de voz selecionada na configuração atual.

    cm_cfg-v4-9.gif

    Observação: A segunda porta FXO (1/0/1) não é usada nesta configuração.

    Clique no texto 1/1/0 para iniciar o processo de configuração da porta FXS.

  2. Aceite os padrões ou configure seus parâmetros nesta janela Configuração de Gateway como solicitado.

    cm_cfg-v4-10.gif

    Clique em Insert (Inserir) quando terminar.

  3. Esta janela exibe a opção Add DN (Adicionar DN) para criar um DN para a porta configurada na etapa 2.

    cm_cfg-v4-11.gif

    Clique no texto Add DN (Adicionar DN).

  4. Configure os parâmetros nesta janela como solicitado. Um DN de 2001 é usado neste exemplo.

    cm_cfg-v4-12.gif

    Clique em Add (Adicionar) para passar para a próxima etapa.

  5. Repita as etapas de 1 a 4 para as portas FXS restantes. O DN das portas FXS 1/1/1 é 2002 neste exemplo.

    Observação: Selecione Device (Dispositivo) > Gateway do menu principal do Cisco CallManager na parte superior da janela se você perder sua localização do sistema de menu. Em seguida, selecione Buscar Serão exibidos todos os gateways configurados.

  6. Esta janela será exibida após a conclusão da configuração da porta FXS nos aparelhos de telefone analógicos.

    cm_cfg-v4-13.gif

  7. O gateway precisa ser reinicializado para ativar as alterações nesta etapa. Selecione a opção Voltar para a Configuração de Gateway e clique em Reset Gateway (Reinicializar Gateway). Clique em Reset (Reinicializar) quando esta janela aparecer.

    cm_cfg-v4-14.gif

    Você acaba de concluir as tarefas básicas necessárias para configurar as portas FXS e ativar o gateway MGCP. Passe para a Tarefa 4: Teste a Conectividade Local dos Telefones.

Tarefa 4: Teste a Conectividade Local dos Telefones

Se você já concluiu as tarefas de configuração do VG200, o VG200 enviará neste momento mensagens MGCP ao servidor Cisco CallManager em uma tentativa de estabelecer uma relação de MGCP. O servidor Cisco CallManager e o VG200 agora estão prontos para rotear chamadas locais entre os telefones IP registrados para o servidor Cisco CallManager e os telefones analógicos conectados às portas FXS configuradas na Tarefa 3.

  1. Você agora tem um tom de discagem nos telefones analógicos conectados às portas FXS. Tente discar do FXS 1/1/0 para o 1/1/1 (neste caso DN 2001 e DN 2002). Você pode fazer e receber chamadas entre estas portas.

  2. Você também pode discar para os telefones IP já configurados dos telefones analógicos que você configurou na Tarefa 3. Você pode ligar para os telefones analógicos dos telefones IP. Tente fazer chamadas para e dos telefones na sua configuração.

    Observação: Olhe a sua partição, espaço de procura de chamada, pool de dispositivos e configurações de localização caso alguns de seus telefones não possam ser localizados ou receber chamadas. Você deve ter uma configuração que não permita que todos os telefones locais liguem uns para os outros. Coloque temporariamente um telefone IP e um telefone analógico (porta FXS) na mesma partição, pool de dispositivos, local e espaço de procura de chamada, e tente realizar um novo teste novamente se este for o caso.

    Observação: Tente reinicializar as portas de voz do gateway se você tiver problemas com o registro ou operação do gateway Cisco IOS, como mostra este exemplo:

    router(config)#voice-port 1/0/0
    router(config-voiceport)#shutdown
    Both ports are out of service
    router(config-voiceport)#no shutdown
                   

    Observação: Consulte Monitorar, Reinicializar e Excluir Gateways MGCP do Cisco CallManager e Verificar e Solucionar Problemas do Gateway MGCP do Cisco IOS para mais tarefas de solução de problemas se você ainda tiver problemas.

    Passe para a Tarefa 5: Configure um Padrão de Rota quando você concluir com êxito a tarefa.

Tarefa 5: Configure um Padrão de Rota

Um padrão de rota simples é criado para habilitar os telefones para fazer chamadas pelo PSTN nesta tarefa. O padrão North American Numbering Plan (NANP) de "9.@" é usado.

  1. Selecione Route Plan (Plano de Rota) > Route Pattern (Padrão de Rota)/Piloto de Caça no menu principal do Cisco CallManager.

    cm_cfg-16-v4.gif

  2. Esses parâmetros estão configurados além dos padrões:

    Campo Nome

    Valor

    Significado

    Padrão de Rota

    9.@

    Padrão de Rota dos planos de discagem que usam o NANP. Este padrão de rota está configurado para fornecer o tom de discagem por padrão.

    Lista de Busca / Gateway ou Rota

    AALN/S1/SU0/0@VG200c

    FXO 1/0/0 no VG200c

    Dígitos de Descarte

    PreDot

    Descarte tudo e inclua o "." no padrão de rota.

    Observação: O padrão de rota "9.@" é usado geralmente nas instalações fora dos Estados Unidos que não podem usar o NANP.

    cm_cfg-v4-17.gif

    Clique em Insert (Inserir).

    Você acaba de concluir a configuração completa do Cisco CallManager. Continue até Verificar: Chamadas de Teste no PSTN.

Verificar: Chamadas de Teste no PSTN.

Você agora pode rotear chamadas no PSTN de qualquer telefone no sistema discando 9 e o número discado após o retorno do tom de discagem.

  1. Tente fazer uma chamada do telefone analógico.

  2. Tente fazer uma chamada do telefone IP.

    Observação: Consulte Monitorar, Reinicializar e Excluir Gateways MGCP do Cisco CallManager e Verificar e Solucionar Problemas do Gateway MGCP do Cisco IOS para mais tarefas de solução de problemas se você ainda tiver problemas.

Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Informações Relacionadas


Document ID: 42101