Switches : Switches Cisco Catalyst 6500 Series

Troubleshooting do Catalyst 6500/6000 Series Switches Executando CatOS no Supervisor Engine e do Cisco IOS na MSFC

17 Julho 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Tradução por Computador (29 Julho 2013) | Inglês (29 Junho 2007) | Feedback

Índice

Introdução
Pré-requisitos
      Requisitos
      Componentes Utilizados
      Convenções
Comandos de Diagnóstico
Verificação de Problemas de Configuração e Integridade do Sistema
Problemas de Conectividade/Porta
      Problemas de Compatibilidade entre o Catalyst Switch e a Placa NIC
      Porta Mostrada no Estado errDisable pelo Comando show port
      A Estação de Trabalho Não Consegue Fazer Login na Rede Durante a Inicialização/Não é Possível Obter Endereço do DHCP
      O GBIC 1000BASE-T Não É Reconhecido ou Não Funciona
      Troubleshooting de Erros na Porta do Switch
      Troubleshooting de IP MLS em um Supervisor Engine I
      Troubleshooting de Roteamento IP Unicast do Cisco Express Forwarding no Supervisor Engine II
      Falha do SPAN de Portas
Troubleshooting dos LEDs SYSTEM e STATUS Vermelho/Laranja
Problemas no Módulo Supervisor Engine
      O Módulo Supervisor Engine Não É Reconhecido/Não Fica Online
      O Supervisor Engine Reinicia Automaticamente
      O Supervisor Engine Está no Prompt do ROMmon
      O Supervisor Engine está Defeituoso Devido a uma Falha na NVRAM ou o Comando show version Retorna Falhas de Checksum
      O Tráfego no Painel Traseiro do Switch Registra 100%
      Incremento de Out-Discards em Portas do Supervisor Engine 32
      Endereços MAC Multicast [3333.0000.0000.000x] Aparecem na Tabela de Endereços MAC do Supervisor Engine 720
      O Supervisor Engine Trava Devido a uma Exceção por Erro no Barramento DBE (armazenamento ou carga de dados)
Problemas de Módulo/Placa de Linha
      A Placa de Linha Não É Reconhecida/Não Fica Online
      Troubleshooting de Conectividade de Porta do Módulo WS-X6348 nos Catalyst 6500/6000 Que Usam o CatOS
      A MSFC/MSFC 2 Não É Reconhecida no Comando show module do Supervisor Engine
      Recuperação de Senhas no Supervisor Engine/MSFC
      Troubleshooting de Recargas Silenciosas do Módulo WS-X6348
      Troubleshooting de Resets do Módulo WS-X6101-OC12 nos Catalyst 6500/6000 que Usam o CatOS
Troubleshooting Baseado em Mensagens de Erro
Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

Introdução

Este documento fornece informações sobre como fazer troubleshooting de problemas comuns nos Cisco Catalyst 6500/6000 Series Switches que executam o software de sistema Catalyst OS (CatOS) (CatOS no Supervisor Engine e o Cisco IOS® Software na Multilayer Switch Feature Card (MSFC). Este documento não abrange como fazer troubleshooting dos Catalyst 6500/6000 Series Switches que executam o Cisco IOS System Software. O objetivo deste documento é ajudá-lo a identificar e corrigir alguns problemas comuns, bem como fazer um troubleshooting mais completo, antes de entrar em contato com o Suporte Técnico da Cisco. Se você seguir um processo de troubleshooting ordenado e coletar diagnósticos específicos, as informações necessárias para solucionar o problema não serão perdidas. Se você refinar o escopo do problema, será economizado um tempo valioso ao trabalhar para encontrar uma solução.

Consulte Troubleshooting de Hardware e Problemas Relacionados na MSFC e na MSFC2 para um troubleshooting mais abrangente da MSFC ou da MSFC2.

Pré-requisitos

Requisitos

Consulte os field notices sobre os produtos Catalyst 6500/6000 antes de iniciar a revisão deste documento em relação a problemas conhecidos com o software ou hardware. Consulte Field Notices dos Cisco Catalyst 6500 Series Switches.

Este documento aborda os comandos show, sintomas de problemas e procedimentos de troubleshooting dos Catalyst 6500/6000 Series Switches. A Cisco recomenda o conhecimento da arquitetura básica e uma compreensão básica dos vários modelos dos Catalyst 6500/6000 Series Switches. Consulte estes documentos:

Componentes Utilizados

Este documento não se restringe a versões de software e hardware específicas.

Convenções

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos.

Comandos de Diagnóstico

show version 1

show module

show port

show test

show log

show logging buffer

show config

show mac

show counters

show system

show environment

show errordetection

show boot

dir (switch)

dir(ROMmon2)

show system sanity 3

1 Consulte os Switches da Família Catalyst 6000 e Comandos do ROM Monitor para obter mais informações sobre os comandos show.

2 ROMmon = ROM monitor.

3 Consulte a seção Verificação de Problemas de Configuração e Integridade do Sistema deste documento para obter informações sobre o comando show sanity check.

Verificação de Problemas de Configuração e Integridade do Sistema

O comando show system sanity executa um conjunto de verificações predeterminadas na configuração com uma possível combinação de certos estados do sistema para compilar uma lista de condições de advertência. As verificações são projetadas para procurar erros. Elas têm por objetivo ajudá-lo a manter a configuração e a funcionalidade corretas e desejadas do sistema. Este comando possui suporte no CatOS versão 8.3x ou posterior.

Esta é uma lista das verificações que o comando executa e a ação tomada pelo sistema quando uma condição é encontrada:

  • Verificação de acesso aos gateways padrão.

    Caso os gateways sejam atingíveis, o sistema interromperá a execução do ping.

  • Se uma porta fizer a negociação automática half-duplex, o sistema a sinalizará.

  • Verificações de trunking:

    • Se o modo de uma porta de tronco estiver definido como "on", o sistema a sinalizará.

    • Se uma porta estiver fazendo trunking e o modo estiver definido como "auto", o sistema a sinalizará.

    • Se uma porta de tronco não estiver fazendo trunking e o modo estiver definido como "desirable", o sistema a sinalizará.

    • Se uma porta de tronco fizer a negociação half-duplex, o sistema a sinalizará.

  • Verificações de canalização:

    • Se o modo de canalização de uma porta estiver definido como "on", o sistema a sinalizará.

    • Se uma porta não estiver fazendo canalização e o modo estiver definido como "desirable", o sistema a sinalizará.

    • Se uma VLAN possuir uma raiz da spanning-tree de 32 K, o que significa que a raiz não está definida, o sistema a sinalizará.

  • Verificações da spanning-tree da VLAN

    • Se uma VLAN possuir uma idade máxima na raiz da spanning-tree diferente do padrão, o sistema a sinalizará.

    • Se uma VLAN possuir um retardo de encaminhamento na raiz da spanning-tree diferente do padrão, o sistema a sinalizará.

    • Se uma VLAN possuir um retardo de encaminhamento na bridge diferente do padrão, o sistema a sinalizará.

    • Se uma VLAN possuir um retardo de encaminhamento na bridge diferente do padrão, o sistema a sinalizará.

    • Se uma VLAN possuir um tempo de saudação na bridge diferente do padrão, o sistema a sinalizará.

  • Verificações da porta da spanning-tree:

    • Se uma porta possuir um custo diferente do padrão, o sistema a sinalizará.

    • Se uma porta possuir uma prioridade diferente do padrão, o sistema a sinalizará.

  • Verificações de UniDirectional Link Detection (UDLD)

    • Se uma porta possuir a UDLD desabilitada, o sistema a sinalizará.

    • Se uma porta possuir a UDLD desligada, o sistema a sinalizará.

    • Se uma porta possuir estado indeterminado para a UDLD, o sistema a sinalizará.

  • Outras verificações de porta:

    • Se uma porta possuir controle de fluxo de recebimento desabilitado, o sistema a sinalizará.

    • Se uma porta de tronco possuir PortFast habilitada, o sistema a sinalizará.

    • Se uma porta inline-power apresentar o estado negada, defeituosa, outra ou desabilitada, o sistema a sinalizará em uma destas condições:

      • Se uma porta possuir uma incompatibilidade de VLAN nativa

      • Se uma porta possuir uma incompatibilidade duplex

  • Verificações de bootstring e de registro de configuração:

    • O registro de configuração no Supervisor Engine primário (e no Supervisor Engine secundário, caso presente) deve apresentar um destes valores:

      • 0x2

      • 0x102

      • 0x2102

    • O sistema verifica a bootstring no Supervisor Engine primário (e no Supervisor Engine secundário, caso presente).

      O sistema exibirá uma mensagem se a bootstring estiver vazia.

    • O sistema verifica se todos os arquivos estão especificados na bootstring.

      O sistema exibirá uma mensagem se o arquivo estiver ausente ou mostrar uma checksum incorreta. Caso somente "device:" esteja especificado como um nome de arquivo, o sistema verificará se o primeiro arquivo está no dispositivo.

  • Outras verificações:

    • O sistema exibirá uma mensagem se o snooping do Internet Group Management Protocol (IGMP) estiver desabilitado.

    • O sistema exibirá uma mensagem se algum dos valores das seqüências de acesso de comunidade SNMP (Simple Network Management Protocol) (ro, rw, rw-all) for igual ao padrão.

    • O sistema exibirá uma mensagem se qualquer um dos módulos estiver em um estado diferente de “Ok”.

    • O sistema exibirá uma mensagem que lista todos os testes que falharam no comando show test all.

      Um teste com falhas será exibido como um "F".

    • O sistema exibirá uma mensagem se *fast não estiver configurado em algum ponto no switch.

    • O sistema exibirá uma mensagem se não houver espaço suficiente para o arquivo de informações de falhas na flash de inicialização.

    • O sistema exibirá uma mensagem se o roteamento de multicast estiver habilitado globalmente, mas não estiver aplicado a todas as interfaces.

    • O sistema exibirá uma mensagem se o snooping do IGMP estiver desabilitado e o Router-Port Group Management Protocol (RGMP) estiver habilitado.

Aqui está um exemplo:

Nota: A saída real pode variar, dependendo da versão do software.

Console> (enable)show system sanity

Status of the default gateway is:
172.20.52.1 is alive

Please check your confreg value : 0x10f.

Invalid boot image slot0:cat6000-sup2k8.8-3-0-133-BOC.bin specified in the bootstring.
Please check your boot string.
Invalid boot image bootflash:cat6000-sup2k8.7-5-0-98.bin specified in the boot string.
Please check your boot string.
None of the images specified in the boot string are valid.
Please specify at least one valid image in the boot string to ensure the switch
is in a bootable state.

The value for Community-Access on read-only operations for SNMP is the same as default.
Please verify that this is the best value from a security point of view.

The value for Community-Access on read-write operations for SNMP is the same as
default.
Please verify that this is the best value from a security point of view.

The value for Community-Access on read-write-all operations for SNMP is the same
as default.
Please verify that this is the best value from a security point of view.

UDLD has been disabled globally - port-level UDLD sanity checks are being bypassed.

The following ports have receive flowControl disabled:
3/1,3/48

The following vlans have max age on the spanning tree root different from the default:
1-6,10,20,50,100,152,200,300,400,500,521-522,524,570,776,850,917,999

The following vlans have forward delay on the spanning tree root different from the
default:
1-6,10,20,50,100,152,200,300,400,500,521-522,524,570,776,850,917,999

The following vlans have hello time on the spanning tree root different from the default:
2-6,10,20,50,100,152,200,300,400,500,521-522,524,570,776,850,917,999

Please check the status of the following modules:2

Module 8 failed the following tests :
Port LoopBack Test

Console> (enable)

Problemas de Conectividade/Porta

Problemas de Compatibilidade entre o Catalyst Switch e a Placa NIC

Se a porta do switch estiver conectada a uma estação de trabalho ou a um servidor com uma placa de interface de rede (NIC), e se houver problemas com a rede, como baixo desempenho da estação de trabalho ou do servidor, problemas de conectividade intermitente ou problemas com o switch Catalyst que estejam relacionados a erros nos links de dados e à conectividade física, consulte Troubleshooting de Problemas de Compatibilidade entre Cisco Catalyst Switches e NIC. Este documento fornece informações sobre como fazer troubleshooting de problemas físicos comuns e da camada de enlace de dados entre a porta do switch e a placa NIC, além dos problemas conhecidos com NICs de fornecedores e suas soluções alternativas.

Porta Mostrada no Estado errDisable pelo Comando show port

Uma porta poderá estar no estado errDisable por diversas razões. Esta lista fornece algumas das condições de erro:

  • Incompatibilidade duplex

  • Configuração incorreta de canal de porta

  • Violação de proteção da Bridge Protocol Data Unit (BPDU)

  • Condição UDLD

  • Supressão de transmissão

  • Inspeção de Address Resolution Protocol (ARP)

  • Fallback de Crossbar

Quando uma porta está desabilitada devido a um erro (errDisable), ela fica totalmente inativa e nenhum tráfego é enviado ou recebido por ela. O LED da porta é definido com a cor âmbar. Quando você executa o comando show port, o status da porta indica errDisable. Este exemplo mostra como uma porta no estado errDisable aparecerá na CLI (interface de linha de comando) do switch:

Console> (enable)show port 11/1
Port  Name               Status     Vlan       Level  Duplex Speed Type
----- ------------------ ---------- ---------- ------ ------ ----- ------------
11/1                     errDisable 1          normal   auto  auto 10/100BaseTX


!--- Saída suprimida.

Para recuperar a porta do estado errDisable, desabilite-a e reabilite-a. Execute os comandos set port disable mód/porta e set port enable mód/porta.

Consulte Recuperando uma Porta do Estado errDisable nas Plataformas CatOS. Esse documento explica por que as portas entram no estado errDisable e fornece passos de troubleshooting adicionais para evitar essa condição.

A Estação de Trabalho Não Consegue Fazer Login na Rede Durante a Inicialização/Não é Possível Obter Endereço do DHCP

Quando um computador cliente é ligado ou reinicializado, é possível observar um dos sintomas aqui identificados. O problema pode estar relacionado a um atraso de conectividade inicial introduzido pelo switch.

  • Um cliente de rede Microsoft exibe No Domain Controllers Available.

  • O DHCP relata No DHCP Servers Available.

  • Uma estação de trabalho Novell IPX (Internetwork Packet Exchange) de rede não apresenta a tela Novell Login na inicialização.

  • Um cliente de rede AppleTalk exibe Access to your AppleTalk network has been interrupted. To re-establish your connection, open and close the AppleTalk control panel. Também é possível que o aplicativo selecionador de cliente AppleTalk não exiba uma lista de zonas ou mostre uma lista de zonas incompleta.

  • As estações de rede IBM podem apresentar uma destas mensagens:

    • NSB83619--Address resolution failed

    • NSB83589--Failed to boot after 1 attempt

    • NSB70519--Failed to connect to a server

O switch executa uma verificação de status em vários recursos, como o Spanning Tree Protocol (STP), a negociação EtherChannel, a negociação de trunking ou a negociação de velocidade/duplex do link. Podem ser necessários de 30 a 34 segundos para que o switch coloque a porta no modo forwarding. A estação de trabalho pode falhar ao fazer o login ou obter o endereço IP por meio do DHCP. Consulte Utilizando o Portfast e Outros Comandos para Corrigir Atrasos na Conectividade de Inicialização da Estação de Trabalho. O documento explica como reduzir os atrasos de conectividade iniciais e solucionar esses problemas.

O GBIC 1000BASE-T Não É Reconhecido ou Não Funciona

Caso você possua um GBIC (Gigabit Interface Converter) 1000 BASE-T e ele não seja reconhecido ou não funcione, consulte a Matriz de Compatibilidade dos Cisco Gigabit Ethernet Transceiver Modules a fim de verificar o suporte do software para o GBIC.

Se você executar o nível adequado do software, mas o link ainda não funcionar, consulte Especificações de Conectores e Cabos para obter as especificações de cabo.

Troubleshooting de Erros na Porta do Switch

Os sintomas de uma porta que não funciona ou funciona parcialmente são muitos. Eles recaem em três categorias:

  • Perda de conectividade de rede

    Por exemplo, não é possível acessar o servidor, nem executar ping e assim por diante.

  • Desempenho lento

    Por exemplo, o desempenho é mais lento do que o normal, a rede não é tão rápida quanto poderia ser e assim por diante.

Esses sintomas são causados por problemas da camada física, falha de configuração, sobrecarga de tráfego, entre outros. Consulte Troubleshooting de Problemas de Interface e de Porta do Switch. Este documento explica os diversos problemas de porta do switch e os passos de troubleshooting necessárias para encontrar o problema.

Troubleshooting de IP MLS em um Supervisor Engine I

Caso ocorra problemas de conectividade entre estações de trabalho em diferentes VLANs, talvez haja necessidade de fazer troubleshooting do recurso Multilayer Switching (MLS) no sistema baseado no Supervisor Engine I do Catalyst 6500 para garantir que as entradas apropriadas estejam disponíveis nas tabelas de encaminhamento do hardware. Consulte Configurando e Fazendo Troubleshooting de IP MLS nos Catalyst 6500/6000 Switches com uma MSFC.

Se você não conseguir solucionar o problema após o troubleshooting com a ajuda deste documento, entre em contato com o Suporte Técnico da Cisco para obter assistência adicional.

Troubleshooting de Roteamento IP Unicast do Cisco Express Forwarding no Supervisor Engine II

Caso haja problemas de conectividade entre estações de trabalho em diferentes VLANs, talvez seja necessário fazer troubleshooting do recurso Cisco Express Forwarding (CEF) nos sistemas baseados no Supervisor Engine II do Catalyst 6500 para garantir que as entradas apropriadas estejam disponíveis nas tabelas de encaminhamento do hardware. Consulte Troubleshooting de Roteamento IP Unicast Envolvendo o CEF nos Catalyst 6500/6000 Switches com um Supervisor Engine 2 e Executando o CatOS System Software.

Se não conseguir solucionar o problema após o troubleshooting com a ajuda deste documento, entre em contato com o Suporte Técnico da Cisco para obter assistência adicional.

Falha do SPAN de Portas

Quando você tentar habilitar a porta do SPAN (Switched Port Analyzer), ela continuará a falhar e se tornará inativa.

Switch> (enable)show span
----------------------------------------------------------
Destination     : Port 4/15
Admin Source    : Port 4/1
Oper Source     : None
Direction       : transmit/receive
Incoming Packets: enabled
Learning        : enabled
Multicast       : enabled
Filter          : -
Status          : inactive

Quando você usa o botão Shutdown externo em qualquer um dos módulos de serviço (SVC) em vez da linha de comando, as sessões de SPAN recém-criadas não funcionam. Após você digitar o comando set span e pressionar Enter, a linha de comando ficará suspensa por aproximadamente um minuto e retornará com uma sessão de SPAN inativa. Nenhum pacote é encaminhado para o destino do SPAN.

Para superar esse problema:

  • Digite o comando set module power down número_do_módulo para desligar o módulo.

  • Digite o comando set span disable all para limpar a sessão de SPAN existente.

  • Reconfigure a sessão do SPAN.

Consulte o bug da Cisco com ID CSCee07746 (somente clientes registrados), o qual rastreia esse problema.

Troubleshooting dos LEDs SYSTEM e STATUS Vermelho/Laranja

Esta seção fornece informações sobre o troubleshooting dos LEDs SYSTEM ou STATUS exibidos em vermelho ou laranja no Catalyst 6500/6000 Supervisor Engine Com essas informações, é possível entender as condições que fazem com que o LED STATUS não seja exibido em verde. Os comandos show são executados para verificar e solucionar cada condição.

LED

Cor

Motivos Possíveis

STATUS

Vermelho

Falha de um teste de diagnóstico

Ocorreu uma condição de superaquecimento

STATUS

Âmbar

Switch no ROMmon

SYSTEM

Vermelho

Qualquer falha de tensão

Falha simultânea de temperatura e do ventilador

Falha de 100% da fonte de alimentação (2 de 2 ou 1 de 1)

Falha de EEPROM

Falha de comunicação SCP 1

Falha do relógio redundante

SYSTEM

Âmbar

Alarme de temperatura

Falha no Ventilador ou Falha Parcial da Fonte de Alimentação (1 de 2)

1 SCP = Serial Control Protocol.

LED STATUS - Vermelho

O LED STATUS do Supervisor Engine fica vermelho quando uma destas condições é detectada:

  • Um teste de diagnóstico falha. O módulo não está operacional porque uma falha é detectada durante a inicialização ou nos testes de diagnóstico de inicialização.

  • Ocorreu uma condição de superaquecimento. Um limite superior foi excedido durante o monitoramento ambiental.

Condição #1 - Falha de um Teste de Diagnóstico

O LED STATUS pisca na cor laranja uma vez e permanece nessa cor durante os testes de inicialização de diagnóstico. O LED muda para verde quando o módulo está operacional (online). O módulo não está operacional porque uma falha é detectada durante a inicialização ou nos testes de diagnóstico de inicialização. Execute o comando show test para exibir os resultados dos testes de diagnóstico. Este exemplo mostra o erro exibido para um Supervisor Engine no slot 2:

Console>show test 2
Module 2 : 2-port 1000BaseX Supervisor
Network Management Processor (NMP) Status: (. = Pass, F = Fail, U = Unknown)
  ROM:  .   Flash-EEPROM: .   Ser-EEPROM: .   NVRAM: F   EOBC Comm: .

Line Card Status for Module 2 : PASS

Port Status :
  Ports 1  2
  -----------
        .  .

Line Card Diag Status for Module 2  (. = Pass, F = Fail, N = N/A)

Module 2
  Cafe II Status :
        NewLearnTest:             .
        IndexLearnTest:           .
        DontForwardTest:          .
        DontLearnTest:            .
        ConditionalLearnTest:     .
        BadBpduTest:              .
        TrapTest:                 .
 Loopback Status [Reported by Module 2] :
  Ports 1  2
  -----------
        .  .
Channel Status :
  Ports 1  2
  -----------
        .  .
Console>

A saída do comando show test relata uma falha na NVRAM (NVRAM:F). Consulte a seção O Supervisor Engine está Defeituoso Devido a uma Falha na NVRAM ou o Comando show version Retorna Falhas de Checksum deste documento para obter mais informações sobre o troubleshooting de falhas na NVRAM. Se ocorrer falhas em outros componentes ou testes, entre em contato com o Suporte Técnico da Cisco para obter mais informações sobre troubleshooting.

Condição #2 – Ocorreu uma Condição de Superaquecimento

Quando o monitoramento ambiental detecta uma condição de superaquecimento, ele relata uma das mensagens syslog que esta lista exibe e um alarme SNMP principal, se habilitado. Estas mensagens de syslog são relativas à temperatura:

  • SYS-0-MOD_TEMPMAJORFAIL: Module [dec] major temperature threshold exceeded

  • SYS-0-MOD_TEMPMAJORRECOVER: Module [dec] major temperature threshold recovered

  • SYS-0-SUP_TEMPMAJORFAIL: Supervisor in slot [dec] [chars] major temperature threshold exceeded

  • SYS-0-SUP_TEMPMAJORRECOVER: Supervisor in slot [dec] [chars] major temperature threshold recovered

  • SYS-2-MOD_TEMPMINORFAIL: Module [dec] minor temperature threshold exceeded

  • SYS-2-MOD_TEMPOK: Module [dec] temperature OK

  • SYS-2-MOD_TEMPSHUTDOWN: Module [dec] shutdown due to high temperature reading

Para obter mais informações e saber qual é a ação recomendada, consulte a seção Mensagens e Procedimentos de Recuperação da documentação do Catalyst 6500/6000.

LED SYSTEM - Vermelho

O LED SYSTEM fica verde para indicar o status OK de todos os monitores ambientais do chassi. Se um ou mais monitores ambientais relatarem um problema, o LED SYSTEM será exibido em laranja ou vermelho. chassisMajorAlarm muda para o status on em resposta a uma destas condições:

  • Qualquer falha de tensão

  • Falha simultânea de temperatura e do ventilador

  • Falha de 100% da fonte de alimentação (2 de 2 ou 1 de 1)

  • Falha de EEPROM

  • Falha de comunicação SCP

  • Falha do relógio redundante

Condição #1 - Qualquer Falha de Tensão

O módulo WS-C6K-VTT= Voltage Termination (VTT) encerra os sinais no barramento de switching do Catalyst. Consulte a Nota de Instalação dos Módulos de Relógio (WS-C6K-CL e WS-C6513-CL) e VTT (WS-C6K-VTT) da Cisco para obter mais informações. Se um Supervisor Engine redundante não estiver instalado e houver uma condição de excesso de temperatura inferior ou superior do módulo VTT, o sistema será desligado. Existem três reguladores de tensão (VTT) no painel traseiro. Se um módulo VTT falhar, isso é um alarme secundário. Se os dois falharem, haverá um grande problema e a ação corretiva desligará o sistema.

Execute o comando show test ou show environment para exibir o status dos VTTs, como mostra este exemplo:

Console>show test

Environmental Status (. = Pass, F = Fail, U = Unknown,      N = Not Present)
  PS1:.     PS2:N          PS1 Fan:.     PS2 Fan:N
  Chassis-Ser-EEPROM:.          Fan:.
  Clock(A/B):A              Clock A:.     Clock B:.
  VTT1:.    VTT2:F         VTT3:.

O exemplo mostra uma falha com o módulo de relógio A e o módulo VTT 2.

Console>show environment
    Environmental Status (. = Pass,      F = Fail, U = Unknown, N = Not Present)
           PS1:.     PS2:N          PS1 Fan:.     PS2 Fan:N
           Chassis-Ser-EEPROM:.          Fan:.
           Clock(A/B):B              Clock A:F     Clock B:.
           VTT1:.    VTT2:F         VTT3:.

Condição #2 – Falha Simultânea de Temperatura e do Ventilador

Execute o comando show system para determinar se há um alarme de temperatura ativo e se existe uma falha do ventilador. Uma falha do ventilador pode provocar um alarme de temperatura. Neste exemplo, os campos Temp-Alarm e Fan-Status estão em negrito:

Console (enable)show system
   PS1-Status PS2-Status
   ---------- ----------
   ok         none
Fan-Status Temp-Alarm Sys-Status Uptime      d,h:m:s Logout
     ---------- ---------- ---------- -------------- ---------
     ok       off             ok         14,08:03:03         20 min
PS1-Type     PS2-Type
     ------------ ------------
     WS-CAC-1300W none

Condição #3 - Falha de 100% da Fonte de Alimentação (2 de 2 ou 1 de 1)

Execute o comando show system para determinar se ocorreu uma falha de 100% da fonte de alimentação. Neste exemplo, os campos PS1-Status e PS2-Status estão em negrito. O sistema nessa saída possui apenas uma fonte de alimentação. O status é exibido como faulty. Uma substituição de fonte de alimentação pode ser necessária. Entre em contato com o Suporte Técnico da Cisco para obter assistência adicional.

cat6k> (enable)show system
PS1-Status PS2-Status
---------- ----------
faulty       none

Fan-Status Temp-Alarm Sys-Status Uptime d,h:m:s Logout
---------- ---------- ---------- -------------- ---------
ok      off     faulty      409,16:15:08 20 min

PS1-Type    PS2-Type
-------------------- --------------------
WS-CAC-1300W WS-CAC-1300W

Modem   Baud Traffic  Peak Peak-Time
------- ----- ------- ---- -------------------------
disable 9600    0%  10% Fri Nov 22 2002, 15:24:46

Condição #4 - Falha de EEPROM

Execute o comando show test 1 para exibir o status dos testes de diagnóstico na Flash EEPROM e na EEPROM do número de série. Se o Supervisor Engine não conseguir ler a EEPROM de um módulo específico, o módulo será marcado como faulty (F). Ele não será ativado. O módulo pode ter sido encaixado incorretamente. Reencaixe o módulo para ver se o problema é resolvido. Se isso não solucionar o problema, desligue e ligue o switch. Se isso também não solucionar o problema, talvez seja necessário substituir módulo. Entre em contato com o Suporte Técnico da Cisco para obter assistência adicional.

Este exemplo mostra que ocorreu uma falha em Ser-EEPROM no Supervisor Engine no slot 1.

Console (enable)show test 1
Diagnostic mode: minimal   (mode at next      reset: minimal)

Module 1 : 2-port 1000BaseX Supervisor
     Network Management Processor (NMP) Status: (. = Pass,      F = Fail, U = Unknown)
       ROM:  .   Flash-EEPROM: .        Ser-EEPROM: F   NVRAM: .   EOBC Comm: .

Condição #5 - Falha de Comunicação SCP

O SCP define o protocolo usado para intercâmbio de mensagens entre a CPU do Supervisor Engine, a MSFC e outras placas de linha através do Ethernet-out-of-Band Channel (EOBC) no Catalyst 6500.

Se ocorrer uma falha nessa comunicação, essas mensagens de erro poderão ser exibidas em console ou no syslog. Esta tabela fornece uma breve descrição da mensagem e da ação recomendada:

Mensagem

Explicação

Ação recomendada

SYS-2-MOD_NOSCPRESPONSE: Module [dec] not responding over SCP

Um módulo falhou ao responder às solicitações do Supervisor Engine no canal de comunicação out-of-band. Esse erro poderá ocorrer quando um canal out-of-band estiver muito ocupado. [dec] é o número do módulo que não responde.

Se o problema persistir, entre em contato com o Suporte Técnico da Cisco com a saída dos comandos show log, show tech-support e show logging buffer -1023.

SYS-2-MOD_SCPERROR2: Module [dec] local SCP error detected... resetting

Esta mensagem indica que há um problema com o canal serial do Supervisor Engine que é usado para comunicação out-of-band com outros módulos no sistema. [dec] é o número do Supervisor Engine com falha.

O sistema tenta se recuperar por meio de reset do Supervisor Engine com falha. Se o problema persistir, entre em contato com o Suporte Técnico da Cisco com a saída dos comandos show log, show tech-support e show logging buffer -1023.

Condição #6 - Falha do Relógio Redundante

Consulte a Nota de Instalação dos Módulos de Relógio (WS-C6K-CL e WS-C6513-CL) e VTT (WS-C6K-VTT) da Cisco para obter informações sobre o módulo de relógio (WS-C6K-CL=).

Nos sistemas que executam o Catalyst Software, execute o comando show environment. O exemplo aqui apresentado mostra como verificar o status dos módulos VTT e dos módulos de relógio em um switch da série Catalyst 6000 que executa o software Catalyst. Ele mostra que o Relógio A apresentou uma falha e precisa ser substituído.

Console>show environment
    Environmental Status (. = Pass,    F = Fail, U = Unknown, N = Not Present)
         PS1:.     PS2:N        PS1 Fan:.     PS2 Fan:N
         Chassis-Ser-EEPROM:.        Fan:.
         Clock(A/B):B            Clock A:F     Clock B:.
         VTT1:.    VTT2:.       VTT3:.
       Console>

LED STATUS - Laranja

Se não for possível inicializar o software do sistema, o LED STATUS permanecerá laranja e o switch entrará no modo ROMmon. Consulte Recuperando Catalyst Switches que Executam o CatOS Após Falhas de Inicialização para recuperar o switch do modo ROMmon.

LED SYSTEM - Laranja

Um LED SYSTEM laranja indica que um alarme secundário do chassi ocorre em decorrência de uma destas condições:

  • Alarme de temperatura

  • Falha do ventilador ou falha parcial da fonte de alimentação (1 de 2)

Condição #1 - Alarme de Temperatura

Execute o comando show system para determinar se há um alarme de temperatura ativo. Neste exemplo, o campo Temp-Alarm está em negrito boldface:

Console (enable)show system
   PS1-Status PS2-Status
   ---------- ----------
   ok         none
Fan-Status Temp-Alarm Sys-Status Uptime d,h:m:s      Logout
     ---------- ---------- ---------- -------------- ---------
     ok       off             ok         14,08:03:03         20 min
PS1-Type     PS2-Type
     ------------ ------------
     WS-CAC-1300W none

Condição #2 - Falha no Ventilador ou Falha Parcial da Fonte de Alimentação

Execute o comando show test, mas não especifique um número de slot. Essa ação permite visualizar o status dos componentes do hardware do sistema como a fonte de alimentação e o ventilador da fonte de alimentação. O comando show test indica que uma das fontes de alimentação não passou no teste de diagnóstico, o que é indicado pelo F.

Console (enable)show test

Diagnostic mode: minimal   (mode at next   reset: minimal)
Environmental Status (. = Pass, F = Fail, U =   Unknown, N = Not Present)

  PS1: .     PS2: N     PS1 Fan:  .     PS2 Fan: N
  Chassis-Ser-EEPROM: .     Fan:  .
  Clock(A/B):  A         Clock A:  .     Clock B: .
  VTT1: .    VTT2: .    VTT3:  .

Problemas no Módulo Supervisor Engine

O Módulo de Supervisor Engine Não É Reconhecido/Não Fica Online

Se você possuir um módulo Supervisor Engine instalado no chassi do Catalyst 6500/6000 Switch e o módulo não for reconhecido ou não se tornar online, siga estas recomendações:

  • Conecte um terminal à porta do console do switch e verifique se o switch está no modo ROMmon. O switch pode entrar no modo ROMmon por várias razões, como variáveis incorretas de inicialização ou uma imagem de software corrompida. Consulte Recuperando Catalyst Switches que Executam o CatOS Após Falhas de Inicialização para recuperar o switch do modo ROMmon.

  • Se não obtiver o prompt do console ou o prompt do ROMmon, a outra razão poderá ser que o módulo de Supervisor Engine está encaixado incorretamente no slot. Desligue o switch, remova o módulo e inspecione para verificar se há pinos tortos no conector do slot no painel traseiro. Use uma lanterna para examinar os pinos do conector no painel traseiro caso necessário. Só será possível instalar os Supervisor Engines nos slots 1 e 2. Tente encaixar novamente o módulo. Verifique se os parafusos em ambos os lados estão apertados. Confirme se o módulo Supervisor Engine está firmemente inserido no chassi. Ligue o chassi e observe o status: Mesmo que o Supervisor Engine possua uma conexão incorreta no painel traseiro, enquanto ele receber energia durante a inicialização, os logs de inicialização serão registrados.

  • Se o switch ainda não funcionar, crie um pedido de serviço para o Suporte Técnico da Cisco a fim de obter mais ajuda. O switch pode estar travando durante a inicialização. Colete todo o log no console durante a inicialização até o momento em que o Supervisor Engine trava e crie um pedido de serviço para o Suporte Técnico da Cisco.

O Supervisor Engine Reinicia Automaticamente

Se você suspeitar de que o switch tenha reiniciado por ele mesmo, execute o comando show version para verificar o período operacional do switch, que é o tempo decorrido desde o último reset. Execute o comando show log para examinar o histórico de reinicializações, conforme mostrado neste exemplo. Veja esta saída de comando para verificar se há exceções registradas:

sup2a> (enable)show version
WS-C6506 Software, Version NmpSW: 6.3(10)


!--- Saída suprimida.


Uptime is 7 days, 4 hours, 27 minutes
sup2a> (enable)show log

Network Management Processor (ACTIVE NMP) Log:
  Reset count:   1
  Re-boot History:   Jan 06 2003 10:35:56 0

  Bootrom Checksum Failures:      0   UART Failures:                  0
  Flash Checksum Failures:        0   Flash Program Failures:         0
  Power Supply 1 Failures:        0   Power Supply 2 Failures:        0
  Swapped to CLKA:                0   Swapped to CLKB:                0
  Swapped to Processor 1:         0   Swapped to Processor 2:         0
  DRAM Failures:                  0

  Exceptions:                     0

  Loaded NMP version:            6.3(10)
  Software version:              slot0:cat6000-sup2.6-3-10.bin
  Reload same NMP version count: 1

  Last software reset by user: 1/6/2003,10:35:35

  EOBC Exceptions/Hang:            0

Heap Memory Log:
Corrupted Block = none

Essa saída do comando show log não exibe exceções de software. A última reinicialização do switch foi em Jan 06 2003. A hora de reinicialização corresponde à especificada no campo Last software reset.

A saída do comando show log aqui apresentada mostra uma exceção que foi registrada no momento da última reinicialização. Se o switch apresentar esse tipo de exceção de software, crie um pedido de serviço para o Suporte Técnico da Cisco com a saída dos comandos show tech e show log. Um engenheiro de Suporte Técnico poderá identificar a razão para o travamento.

esc-cat5500-b (enable)show log

Network Management Processor (STANDBY NMP) Log:
Reset count: 38
Re-boot History: Oct 14 2001 05:48:53 0, Jul 30 2001 06:51:38 0
Jul 28 2001 20:31:40 0, May 16 2001 21:15:39 0
May 02 2001 01:02:53 0, Apr 26 2001 21:42:24 0
Apr 07 2001 05:23:42 0, Mar 25 2001 02:48:03 0
Jan 05 2001 00:21:39 0, Jan 04 2001 4:54:52 0
Bootrom Checksum Failures: 0 UART Failures: 0
Flash Checksum Failures: 0 Flash Program Failures: 0
Power Supply 1 Failures: 4 Power Supply 2 Failures: 0
Swapped to CLKA: 0 Swapped to CLKB: 0
Swapped to Processor 1: 3 Swapped to Processor 2: 0
DRAM Failures: 0

Exceptions: 1

Loaded NMP version: 5.5(7)
Reload same NMP version count: 3

Last software reset by user: 7/28/2001,20:30:38
Last Exception occurred on Oct 14 2001 05:47:29 ...
Software version = 5.5(7)
Error Msg:
PID = 86 telnet87
EPC: 80269C44


!--- Saída suprimida.

Se o switch apresentar esse tipo de exceção de software, capture a saída dos comandos show log e show module. Use a ferramenta Output Interpreter (somente clientes registrados) para decodificar o travamento do software. Se um problema for identificado, você poderá atualizar para a versão do software que possua a correção para ele. Se a ferramenta Output Interpreter (somente clientes registrados) não conseguir identificar o problema, crie um pedido de serviço para o Suporte Técnico da Cisco com a saída dos comandos show tech e show log. Um engenheiro de Suporte Técnico poderá identificar a razão para o travamento.

O Supervisor Engine Está no Prompt do ROMmon

O switch pode entrar no modo ROMmon por alguma dessas razões:

  • As variáveis de inicialização não estão definidas corretamente para inicializar o switch a partir de uma imagem válida de software.

  • O registro de configuração não está definido corretamente.

  • A imagem do software na flash de inicialização: está ausente ou corrompida, ou há uma falha na atualização do software.

Consulte Recuperando Catalyst Switches que Executam o CatOS Após Falhas de Inicialização para recuperar o switch do modo ROMmon.

O Supervisor Engine Está Defeituoso Devido a uma Falha na NVRAM ou o Comando show version Retorna Falhas de Checksum

Se o Supervisor Engine mostrar o status faulty devido a uma falha no componente NVRAM, como indica a saída do comando show test nesta seção, e o comando show version indicar uma falha de checksum como mostra a sua saída, o problema poderá ser o bug da Cisco com ID CSCdx87646 (somente clientes registrados). A advertência é resolvida na versão 7.5(1) ou posterior do software CatOS.

Console>show test 2


Module 2 : 2-port 1000BaseX Supervisor
Network Management Processor (NMP) Status: (. = Pass, F = Fail, U = Unknown)
  ROM:  .   Flash-EEPROM: .   Ser-EEPROM: .   NVRAM: F   EOBC Comm: .

Line Card Status for Module 2 : PASS

Port Status :
  Ports 1  2
  -----------
        .  .

Line Card Diag Status for Module 2  (. = Pass, F = Fail, N = N/A)

Module 2
  Cafe II Status :
        NewLearnTest:             .
        IndexLearnTest:           .
        DontForwardTest:          .
        DontLearnTest:            .
        ConditionalLearnTest:     .
        BadBpduTest:              .
        TrapTest:                 .
 Loopback Status [Reported by Module 2] :
  Ports 1  2
  -----------
        .  .
Channel Status :
  Ports 1  2
  -----------
        .  .
Console>

Console>show version

WS-C6509 Software, Version NmpSW: 5.5(4b)
Copyright (c) 1995-2000 by Cisco Systems
NMP S/W compiled on Nov 26 2000, 12:28:35
System Bootstrap Version: 5.3(1)
Hardware Version: 2.0 Model: WS-C6509 Serial #: SCA0508004S


Mod Port Model               Serial #    Versions
--- ---- ------------------- ----------- --------------------------------------
1   2    WS-X6K-SUP1A-2GE    SAD050806TA Hw : 7.0
                                         Fw : 5.3(1)
                                         Fw1: 5.4(2)
                                         Sw : 5.5(4b)
                                         Sw1: 5.5(4b)
         WS-F6K-PFC          SAD05090CR3 Hw : 1.1


!--- Saída suprimida.

       DRAM                    FLASH                   NVRAM
Module Total   Used    Free    Total   Used    Free    Total Used  Free
------ ------- ------- ------- ------- ------- ------- ----- ----- -----
1       65408K  38048K  27360K  16384K   6966K   9418K  512K  283K  229K


EXTBAN checksum failed.
VTP checksum failed.

!--- ou

Global checksum failed.

Uptime is 8 days, 9 hours, 3 minutes

Console>

O erro de checksum global indica que, na próxima vez que o equipamento for recarregado, a NVRAM provavelmente será perdida devido a uma falha no checksum CRC durante a leitura da configuração. Normalmente, esse não é um erro de hardware, mas o switch se autocorrigirá. Isto não terá qualquer impacto em um switch operacional a menos que sejam feitas alterações na configuração enquanto o switch estiver nessa condição. Contudo, na maioria das vezes, um reset solucionará a falha de checksum, uma vez que ele será recalculado.

Execute estes passos para recuperar o switch desse estado de erro:

  1. Faça backup da configuração do switch. Consulte Carregando Arquivos de Configuração em um Servidor TFTP para obter mais informações sobre como fazer o backup da configuração.

  2. Resete o módulo Supervisor executando o comando reset número_do_módulo_do_supervisor.

  3. Depois que o switch for inicializado, execute os comandos show version e show test para verificar se a saída está normal.

  4. Verifique a configuração existente no switch e faça a restauração a partir do backup, se necessário.

O Tráfego no Painel Traseiro do Switch Registra 100%

Um Catalyst 6500 com um Supervisor Engine 2 pode mostrar 100% de tráfego na saída dos comandos show system e show traffic. Essa saída do switch mostra as informações do tráfego do painel traseiro do switch:

6k-2a> (enable)show system
PS1-Status PS2-Status
---------- ----------
ok           ok

Fan-Status Temp-Alarm Sys-Status Uptime d,h:m:s Logout
---------- ---------- ---------- -------------- ---------
ok         off        ok         20,05:37:25      none

PS1-Type              PS2-Type
-------------------- --------------------
WS-CAC-1300W          WS-CAC-1300W

Modem Baud Backplane-Traffic Peak Peak-Time
------- ----- ----------------- ---- -------------------------
disable 9600 100% 100% Fri Sep 26 2003, 08:33:18

PS1 Capacity: 1153.32 Watts (27.46 Amps @42V)
PS2 Capacity: 1153.32 Watts (27.46 Amps @42V)
PS Configuration : PS1 and PS2 in Redundant Configuration.

O valor nessa saída representa a utilização atual do painel traseiro com base nos valores de 0 a 100%. Sob condições normais de operação, este valor deve ser baixo. O Supervisor Engine será afetado por um problema superficial conhecido, o bug da Cisco com ID CSCdx54751 (somente clientes registrados), se todos estes itens forem verdadeiros:

  • O valor é exibido como 100%.

  • Os LEDs de utilização no Supervisor Engine não estão em 100%.

  • A saída do comando show top também está abaixo de 100%.

    Nota: O comando show top fornece snapshots da utilização das portas.

Esse problema é superficial e não indica um problema que afete o serviço. A solução para esse problema é fazer download da imagem atualizada do medidor de tráfego que está localizada no centro de software. Para reprogramar o EPLD (electrically programmable logic device) para a saída apropriada, baixe a imagem epld-sup2-trafficmeter-swupdate.hZ e siga as instruções fornecidas no documento README.epld_update.

Para encontrar a imagem e o documento com as instruções, consulte as imagens de Download de Software - Catalyst 6500/6000 CatOS System Software (somente clientes registrados).

Incremento de Out-Discards em Portas do Supervisor Engine 32

Out-discards é incrementado a cada 5 segundos no WS-SUP32-GE-3B, mesmo depois que a porta é desconectada.

Um bug do Cisco IOS Software em versões anteriores a 8.4(4) causa o problema. Consulte o bug da Cisco com ID CSCei40623 (somente clientes registrados) para obter mais informações.

Endereços MAC Multicast [3333.0000.0000.000x] Aparecem na Tabela de Endereços MAC do Supervisor Engine 720

No Supervisor Engine 720 com Cisco IOS Software Release 12.2(14)SX e posterior, o controle de host explícito é habilitado para hosts IGMPv3. O software do switch programa automaticamente o hardware para esses endereços MAC de multicast [3333.0000.0000.000x]. Consulte a RFC 2464 leavingcisco.com para obter mais informações sobre esses endereços MAC multicast.

Sup720Switch#show mac-address-table
Legend: * - primary entry
        age - seconds since last seen
        n/a - not available

  vlan   mac address     type    learn     age              ports
------+----------------+--------+-----+----------+--------------------------
*  500  3333.0000.000d    static  Yes          -   Gi1/1,Gi1/2,Gi1/3,Gi1/4
                                                   Gi1/5,Gi1/6,Fa2/1,Fa2/4
                                                   Fa2/5,Fa2/6,Fa2/7,Fa2/14
                                                   Fa2/15,Fa2/16,Fa2/17,Fa2/19
                                                   Fa2/22,Fa2/23,Fa2/24
                                                   Router,Switch
*  501  3333.0000.000d    static  Yes          -   Gi1/1,Gi1/2,Gi1/3,Gi1/4
                                                   Gi1/5,Gi1/6,Fa2/1,Fa2/4
                                                   Fa2/5,Fa2/6,Fa2/7,Fa2/14
                                                   Fa2/15,Fa2/16,Fa2/17,Fa2/19
                                                   Fa2/22,Fa2/23,Fa2/24
                                                   Router,Switch
*  611  3333.0000.0001    static  Yes          -   Switch
*  610  3333.0000.0001    static  Yes          -   Switch

!--- Saída suprimida.

Se o IGMP não for usado na rede e se ele for necessário para eliminar as entradas de endereço MAC de multicast para a tabela de endereços MAC, execute estes comandos na configuração de interface VLAN:

no ip igmp snooping explicit-tracking
no ipv6 mld snooping explicit-tracking
no ipv6 mld snooping

Nota: Os comandos IGMP são automaticamente habilitados quando o Cisco IOS Software é atualizado. Esses comandos IGMP devem ser novamente desabilitados.

O Que É o Controle Explícito de Hosts IGMPv3?

O controle explícito de hosts é compatível apenas com hosts IGMPv3.

Quando você habilita o controle explícito de hosts e o Catalyst 6500 Series Switch funciona no modo proxy-reporting, o roteador talvez não consiga controlar todos os hosts que estejam por trás de uma interface VLAN. No modo proxy-reporting, o Catalyst 6500 Series Switch encaminha apenas o primeiro relato de um canal para o roteador e suprime todos os outros relatos referentes ao mesmo canal.

Com proxy-reporting do IGMPv3, o Catalyst 6500 Series Switch executa proxy-reporting para relatórios não solicitados e que são recebidos no intervalo de consulta geral.

O proxy-reporting está ativado por padrão. Quando você desabilita o proxy-reporting, o Catalyst 6500 Series Switch funciona no modo transparente e atualiza o banco de dados de snooping de IGMP à medida que recebe os relatos, e encaminha essas informações para o roteador no fluxo acima. O roteador poderá, em seguida, controlar explicitamente todos os hosts que fornecem relatos.

Quando você desabilita o controle explícito, o processamento fast-leave e o proxy-reporting são desabilitados.

O IGMPv3 oferece suporte ao controle explícito de hosts de informações de associação em qualquer porta. O banco de dados de controle explícito de hosts é usado para processamento fast-leave para hosts IGMPv3, proxy-reporting e coleção de estatísticas. Quando você habilita o controle explícito de hosts em uma VLAN, o software de snooping de IGMP processa o relatório IGMPv3 que ele recebe de um host e cria um banco de dados explícito de controle de hosts que contém estas informações:

  • A porta que está conectada ao host

  • Os canais que são relatados pelo host

  • O modo de filtro para cada grupo que é relatado pelo host

  • A lista de origens de cada grupo relatado pelos hosts

  • O modo de filtro do roteador de cada grupo

  • A lista de hosts que solicitam a origem de cada grupo

O Supervisor Engine Trava Devido a uma Exceção por Erro no Barramento DBE (armazenamento ou carga de dados)

Uma exceção por erro no barramento ocorre quando a CPU recebe dados incorretos da memória. Há dois tipos de erros de barramento: erro no barramento de instruções e no barramento de dados.

Um erro no barramento de instruções ocorre quando a CPU não é capaz de buscar uma instrução. Uma stack não corrompida mostra qual acesso à instrução falhou. Esse tipo de erro ocorre raramente e, em geral, é um bug do software.

Um erro no barramento de dados ocorre quando uma instrução de carga ou armazenamento de dados resulta em um erro de paridade ou no timeout do acesso à memória.

Se a CPU tentar acessar um local da memória onde não haja hardware, o controlador do sistema forçará uma exceção por erro no barramento de dados para a CPU. Essas exceções podem ser causadas por um bug do software ou por problemas de hardware.

Se o travamento ocorrer pela primeira vez, a possível causa será um erro de paridade transitório na memória. Se o switch travar novamente, atualize o CatOS Software para a versão mais recente de modo que a causa principal do travamento possa ser identificada pelo aprimoramento do dump do registro mistral. O mistral poderá sinalizar um DBE para a CPU quando o sistema travar.

Problemas de Módulo/Placa de Linha

A Placa de Linha Não É Reconhecida/Não Fica Online

Em alguns casos, é possível receber uma nova placa de linha e, ao inserir a placa de linha no chassi do Catalyst 6500/6000 Switch, o seguinte pode ocorrer:

  • O comando show module no switch não reconhece a placa de linha no slot inserido.

  • O status do LED da placa de linha não está verde.

Use estas recomendações para solucionar esse problema:

  • A ativação da placa de linha falhará se o chassi do switch ou o Supervisor Engine não forem compatíveis com ela. Consulte as Release Notes dos Cisco Catalyst 6500 Series Switches para obter detalhes sobre as placas de linha com suporte no chassi e no Supervisor Engine de seu switch. Além disso, certifique-se de que a placa de linha esteja instalada no slot correto porque a alocação de slot para placas de linha varia de acordo com o chassi.

  • A versão do CatOS que é executada no módulo Supervisor Engine pode não ser compatível com a nova placa de linha inserida no chassi. Execute o comando show version para verificar a versão do CatOS executada no switch. Verifique a compatibilidade de hardware/software para descobrir a versão mínima do CatOS necessária para suporte à placa de linha específica. Use o recurso Suporte do Software para Hardware da ferramenta Software Advisor (somente clientes registrados). Consulte as Release Notes do Catalyst 6500 Series para saber qual hardware possui suporte no CatOS executado em seu switch.

  • O módulo pode falhar ao ser ativado caso não haja energia suficiente no chassi. Execute o comando show module para verificar o status do módulo. Se a saída do comando indicar power-deny, provavelmente o problema não estará relacionado a hardware, mas à alocação de energia. Execute o comando show environment power para verificar o modo de redundância da fonte de alimentação. Se a redundância 1 + 1 for usada, as duas opções são:

    • Instalar duas fontes de alimentação de alta potência caso ainda seja necessário uma redundância 1+1.

    • Alterar o modo da redundância de energia para combinada. Isso significa que a energia disponível agora será a soma das duas fontes de alimentação instaladas no sistema. Entretanto, se uma das fontes de alimentação for perdida, alguns dos módulos poderão ser desligados. Isso ocorre porque uma das fontes de alimentação não é capaz de alimentar a si própria.

    Consulte Gerenciamento de Energia dos Catalyst 6000 Series Switches para obter mais informações sobre os problemas de gerenciamento de energia dos Catalyst 6500/6000 Switches.

  • A outra causa comum é o encaixe incorreto da placa de linha no slot. Desligue o switch e remova o módulo. Examine os pinos tortos no conector do slot no painel traseiro. Use uma lanterna ao examinar os pinos do conector no painel traseiro caso necessário. Tente encaixá-lo novamente. Verifique se os parafusos em ambos os lados estão apertados. Confirme se a placa de linha está firmemente inserida no chassi. Ligue o chassi e observe o status. Em alguns casos, uma placa mal encaixada pode causar sintomas que parecem ser uma falha de hardware. Uma placa mal encaixada pode provocar o corrompimento do tráfego no painel traseiro. Isso pode resultar em vários problemas no chassi do Catalyst. Por exemplo, se um módulo corromper o tráfego no painel traseiro do Catalyst, o autoteste poderá falhar para si próprio e outros módulos. Reencaixe todas as placas para solucionar isso e permitir que os autotestes sejam executados com êxito.

  • Se a placa de linha ainda não funcionar, crie um pedido de serviço para o Suporte Técnico da Cisco.

Troubleshooting de Conectividade de Porta do Módulo WS-X6348 nos Catalyst 6500/6000 Que Usam o CatOS

Se houver problemas de conectividade com os hosts que se conectam ao módulo WS-X6348 ou a outros módulos 10/100, consulte Troubleshooting de Conectividade de Porta do Módulo WS-X6348 nos Catalyst 6500/6000 Switches que Usam o CatOS. O documento fornece os passos detalhados para troubleshooting.

A MSFC/MSFC 2 Não É Reconhecida no Comando show module do Supervisor Engine

A MSFC/MSFC 2 poderá desaparecer da saída do comando show module. Isso ocorre quando o dispositivo não inicializa corretamente por uma destas razões:

  • Uma imagem do Cisco IOS Software está corrompida.

  • Uma flash de inicialização está mal encaixada.

  • A MSFC ou MSFC2 descarta o ROMmon por algum motivo.

Este é um exemplo:

Cat6500 (enable) show module
Mod Slot Ports Module-Type Model Sub Status
--- ---- ----- ------------------------- ------------------- --- --------
1 1 2 1000BaseX Supervisor WS-X6K-SUP1A-2GE yes ok
Mod Module-Name Serial-Num
--- -------------------- -----------
1 SAD040200B3
Cat6500 (enable) session 15
Module 15 is not installed.

Veja a seguir um exemplo do comando show module quando a MSFC está no estado "other":

Cat6500 (enable) show module
Mod Slot Ports Module-Type Model Sub Status
--- ---- ----- ------------------------- ------------------- --- --------
1 1 2 1000BaseX Supervisor WS-X6K-SUP1A-2GE yes ok
15 1 1 Multilayer Switch Feature WS-F6K-MSFC no other
Cat6500 (enable) session 15
Trying Router-15...

!--- A sessão não é criada.
!--- Segure a tecla Ctrl e pressione C para sair.

Consulte Troubleshooting de Hardware e Problemas Relacionados na MSFC e na MSFC2 a fim de saber qual o procedimento usado para recuperar a MSFC.

Recuperação de Senhas no Supervisor Engine/MSFC

Se você precisar recuperar uma senha perdida em um Supervisor Engine, consulte Recuperação de Senhas nos Catalyst 1200, 1400, 2901, 2902, 2926T/F, 2926GS/L, 2948G, 2980G, 4000, 5000, 5500, 6000, 6500 Switches que Executam o CatOS para obter o procedimento passo a passo.

Consulte Procedimento de Recuperação de Senhas na MSFC do Catalyst 6000 a fim de saber qual o procedimento usado para recuperar uma senha na MSFC.

Troubleshooting de Recargas Silenciosas do Módulo WS-X6348

Esta seção define uma "Recarga Silenciosa " e explica como identificá-la. Uma Recarga Silenciosa ocorre quando um placa de linha enfrenta uma exceção da CPU e é redefinida. Geralmente, isso é detectado por um "módulo ativo" no buffer de registro, mas sem informação de que a placa de linha foi desligada. Examine a saída do comando show log para ver o tempo operacional desse módulo.

Por exemplo, esta é a saída do comando show logging buffer -1023:

2003 Apr 27 01:07:14 GST +04:00 %SYS-5-MOD_OK:Module 4 is online 
2003 Apr 27 01:07:14 GST +04:00 %SYS-3-MOD_PORTINTFINSYNC:Port Interface in sync for
Module 4
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/6 joined bridge port 4/6
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/7 joined bridge port 4/7
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/8 joined bridge port 4/8
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/9 joined bridge port 4/9
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/21 joined bridge port 4/21
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/22 joined bridge port 4/22
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/26 joined bridge port 4/26
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/27 joined bridge port 4/27
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/41 joined bridge port 4/41
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/42 joined bridge port 4/42
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/1 joined bridge port 4/1
2003 Apr 27 01:07:30 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/3 joined bridge port 4/3
2003 Apr 28 06:30:12 GST +04:00 %SYS-5-MOD_OK:Module 4 is online 
2003 Apr 28 06:30:12 GST +04:00 %SYS-3-MOD_PORTINTFINSYNC:Port Interface in sync for
Module 4
2003 Apr 28 06:30:27 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/6 joined bridge port 4/6
2003 Apr 28 06:30:27 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/7 joined bridge port 4/7
2003 Apr 28 06:30:27 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/8 joined bridge port 4/8
2003 Apr 28 06:30:28 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/9 joined bridge port 4/9
2003 Apr 28 06:30:28 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/21 joined bridge port 4/21
2003 Apr 28 06:30:28 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/22 joined bridge port 4/22
2003 Apr 28 06:30:28 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/26 joined bridge port 4/26
2003 Apr 28 06:30:28 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/27 joined bridge port 4/27
2003 Apr 28 06:30:28 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/41 joined bridge port 4/41
2003 Apr 28 06:30:28 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/42 joined bridge port 4/42
2003 Apr 28 06:30:28 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/1 joined bridge port 4/1
2003 Apr 28 06:30:28 GST +04:00 %PAGP-5-PORTTOSTP:Port 4/3 joined bridge port 4/3
2003 Apr 29 05:48:54 GST +04:00 %SYS-5-MOD_OK:Module 4 is online 
2003 Apr 29 05:48:54 GST +04:00 %SYS-3-MOD_PORTINTFINSYNC:Port Interface in sync for
Module 4

Esta é a saída do comando show log:

>show log

Module 3 Log:
  Reset Count:   12
  Reset History: Wed Nov 14 2001, 07:22:24

!--- A última redefinição ocorreu quando o switch foi recarregado.

                 Tue Nov 13 2001, 14:55:21
                 Tue Nov 13 2001, 05:56:41
                 Mon Nov 12 2001, 11:13:19  

Module 4 Log:
  Reset Count:   19
  Reset History: Fri Apr 4 2003, 04:03:45

!--- Este módulo é redefinido continuamente.

                 Wed Apr 2 2003, 18:59:01
                 Tue Apr 1 2003, 14:46:42
                 Tue Apr 1 2003, 13:01:57
             
Module 15 Log:
  Reset Count:   14
  Reset History: Wed Nov 14 2001, 07:22:23

!--- A última redefinição ocorreu quando o switch foi recarregado.

                 Tue Nov 13 2001, 14:55:19
                 Tue Nov 13 2001, 05:56:39
                 Mon Nov 12 2001, 11:13:18

Sintomas

Esta mensagem de erro poderá ser exibida na saída do comando show logging buffer:

2003 Apr 29 05:48:54 GST +04:00 %SYS-5-MOD_OK:Module 4 is online

Para uma placa de linha WS-X6348, se somente essa mensagem e nenhuma outra mensagem que indique o motivo do reset da placa de linha for exibida, isso indica que a placa de linha enfrentou uma Recarga Silenciosa. Se as condições descritas nesta seção forem atendidas, a causa será o bug da Cisco com ID CSCeb35612 (somente clientes registrados). Uma substituição do módulo afetado não corrigirá o problema.

Ação Corretiva

Esse bug foi corrigido nestas releases do CatOS e posteriores.

  • 6.4(6)

  • 7.6(3)

  • 8.1(2)

  • 8.2(1)

Atualize o código do Catalyst Switch para essas versões ou para versões posteriores do CatOS para solucionar esse problema.

Troubleshooting de Resets do Módulo WS-X6101-OC12 nos Catalyst 6500/6000 Que Usam o CatOS

Se o módulo reinicializar e não houver resposta ao ping SCP, o Supervisor Engine exibirá estas mensagens:

%SYS-5-MOD_NOSCPPINGRESPONSE:Module 5 not responding... resetting module
%SYS-5-MOD_NOSCPPINGRESPONSE:Module 5 not responding... resetting module
%SYS-5-MOD_NOSCPPINGRESPONSE:Module 5 not responding... resetting module

Nota:  Module 5 indica que o módulo ATM está no slot 5.

Se houver problemas de conectividade ou reset do módulo WS-X6101-OC12, consulte Troubleshooting da Mensagem de Erro do Subagente EMANATE no Módulo ATM WS-X6101-OC12.

Troubleshooting Baseado em Mensagens de Erro

Consulte Mensagens de Erro Comuns do CatOS nos Catalyst 6500/6000 Series Switches para obter informações sobre as mensagens de erro de console ou do syslog e procedimentos de recuperação.

Caso veja uma mensagem de erro diferente das mostradas em Mensagens de Erro Comuns do CatOS nos Catalyst 6500/6000 Series Switches, consulte estes recursos:


Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Document ID: 30222