Discar e acessar : """Integrated Services Digital Networks (ISDN), Channel-Associated Signaling (CAS)"""

Compreendendo os Códigos da Causa de Desconexão do debug isdn q931

23 Março 2008 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Tradução por Computador (29 Julho 2013) | Inglês (12 Julho 2005) | Feedback


Índice

Introdução
Pré-requisitos
     Requisitos
     Componentes Usados
     Convenções
Ponto de Origem do Código de Causa
Código de Causa de Desconexão
Campo Optional Diagnostic (Diagnóstico Opcional)
Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

Introdução

Este documento explica como interpretar os códigos da causa de desconexão de ISDN (Rede Digital de Serviços Integrados). O código da causa de desconexão de ISDN aparece na saída do comando debug isdn q931 e indica a causa que levou à desconexão da chamada.

Observação: Ative o comando debug isdn q931 para este exercício. Lembre-se de que o comando debug isdn q931 gera um grande volume de depurações. Consulte Informações Importantes sobre Comandos de Depuração para obter mais informações sobre o uso seguro de depurações.

Aqui está um exemplo do comando debug isdn q931. A saída indica o código da causa de desconexão de uma chamada ISDN falha:

Calling#ping 10.10.10.2
   Type escape sequence to abort.
   Sending 5, 100-byte ICMP Echos to 10.10.10.2, timeout is 2 seconds:
   20:52:14: ISDN BR0: TX -> SETUP pd = 8 callref = 0x2E
   20:52:14: Bearer Capability i = 0x8890
   20:52:14: Channel ID i = 0x83 20:52:14: Keypad Facility i = '5551111'
   20:52:15: ISDN BR0: RX <- CALL_PROC pd = 8 callref = 0xAE
   20:52:15: Channel ID i = 0x89

   20:52:16: ISDN BR0: RX <- PROGRESS pd = 8 callref = 0xAE
   20:52:16: Progress Ind i = 0x8A81 - Call not end-to-end ISDN,
     may have in-band info
   20:52:16: Signal i = 0x01 - Ring back tone on
   20:52:34: ISDN BR0: RX <- DISCONNECT pd = 8 callref = 0xAE
            20:52:34: Cause i =0x829F08 - Normal,unspecified or Special intercept,
     call blocked group restriction
   20:52:34: ISDN BR0: TX -> RELEASE pd = 8 callref = 0x2E
   20:52:34: ISDN BR0: RX <- RELEASE_COMP pd = 8 callref = 0xAE

O 0x do código de desconexão indica que os bytes subseqüentes estão em formato hexadecimal e não fazem parte do código real. Esta tabela fornece uma interrupção do código depois de você remover o 0x da saída de depuração:

Cause i =

 

0x829F08

 

Bytes de Hex Analisados

82

9F

08

Descrição

Ponto de Origem do Código de Causa

Código de Causa de Desconexão

Campo Diagnóstico Opcional

Pré-requisitos

Requisitos

Não existem requisitos específicos para este documento.

Componentes Usados

Este documento não está restrito às versões específicas de software e de hardware.

As informações apresentadas neste documento baseiam-se nos dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos deste documento foram iniciados com uma configuração vazia (padrão). Se a sua rede estiver ativa, certifique-se de conhecer o possível impacto de todos os comandos.

Convenções

Consulte Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobres as convenções de documentos.

Ponto de Origem do Código de Causa

O primeiro byte (o mais significativo) depois de 0x indica o ponto no caminho do circuito em que o código da causa de desconexão aparece. Considere o exemplo da seção Introdução. 82 indica que a chamada foi desconectada do switch da telco local. Aqui está uma lista de pontos de origem do código de causa que ajudam a interpretar onde a chamada se desconecta:

  • 80—do roteador

  • 81—da rede privada próxima ao usuário local (possivelmente um PBX [central telefônica privada] local)

  • 82—da rede pública próxima ao usuário local (switch da telco local)

  • 83—da rede de trânsito (na nuvem ISDN)

  • 84—da rede pública próxima ao usuário remoto (switch da telco remoto)

  • 85—da rede privada próxima ao usuário remoto (possivelmente um PBX remoto).

  • 87—da rede internacional

  • 8A—da rede além do ponto de comunicação interredes

Código de Causa de Desconexão

O próximo byte (9F no exemplo) que segue o byte de ponto de origem do código de causa é o Código de Causa de Desconexão. Esse byte ajuda a solucionar o problema da desconexão.

Use essa tabela para associar um Código de Causa de Desconexão (em Hex) e a Descrição da Causa para determinar a razão da desconexão:

Código Hex

Descrição da causa

Informações Adicionais

80

Desconexão Normal

A chamada foi desconectada normalmente.

81

Número não alocado ou não atribuído

O switch recebe o número ISDN no formato correto. Entretanto, o número não pertence ao equipamento de destino.

82

Nenhuma rota para a rede especificada

O intercâmbio ISDN recebe uma solicitação para rotear a chamada por meio de uma rede intermediária não reconhecida.

Essa causa indica que o equipamento recebe uma solicitação para rotear a chamada por meio de uma rede de trânsito particular. Entretanto, o equipamento não reconhece a rede.

O equipamento que envia essa causa não reconhece a rede de trânsito devido a uma destas razões:

  • A rede de trânsito não existe.

  • A rede de trânsito existe, mas não atende o equipamento que envia essa causa.

Essa causa é suportada em uma base dependente da rede.

83

Sem rota para o destino

A chamada faz um roteamento por meio de rede intermediária que não serve ao endereço de destino.

Essa causa indica que o usuário chamado não está acessível. Um usuário não está acessível quando a rede usada para rotear a chamada não atende ao destino necessário.

Essa causa é suportada em uma base dependente da rede.

84

Enviar tom de informação especial

O número remoto discado não está acessível.

Verifique o número discado. Verifique se você precisa de algum prefixo para acessar a rede. Por exemplo, você precisa discar 9 para chamadas externas por meio de um PBX. Entre em contato com o administrador telco/PBX para obter detalhes.

85

Prefixo de tronco discado incorretamente.

O número remoto discado não está acessível.

Verifique o número discado. Verifique se você precisa de algum prefixo para acessar a rede. Por exemplo, você precisa discar 9 para chamadas externas por meio de um PBX. Entre em contato com o administrador telco/PBX para obter detalhes.

86

Canal inaceitável

A qualidade do serviço do canal especificado é insuficiente para aceitar a conexão. A tentativa de chamada falha, pois o canal não é utilizável.

Se você usar um PBX, verifique a respectiva configuração. Para uma PRI, descubra quantos canais a telco fornece.

87

Chamada concedida e entregue no canal estabelecido

O usuário atribui uma chamada recebida que se conecta a um canal de chamada já estabelecido.

Essa causa indica que o usuário recebe uma chamada, que se conecta a um canal já em uso para chamadas semelhantes (por exemplo, chamadas virtuais X.25 do modo de pacote).

88

Preempção

Sua chamada está bloqueada. Às vezes, as chamadas serão bloqueadas se outra chamada tiver uma prioridade mais alta do que a sua. Essa situação é comum com chamadas de voz. Aguarde e tente ligar novamente mais tarde.

Se você usar um PBX (ou o site remoto ao qual você se conecta usar um PBX), verifique a respectiva configuração. Se a condição persistir, entre em contato com a telco.

89

Preempção, circuito reservado para reutilização.

Sua chamada está bloqueada. Às vezes, as chamadas serão bloqueadas se outra chamada tiver uma prioridade mais alta do que a sua. Essa situação é comum com chamadas de voz. Aguarde e tente ligar novamente mais tarde.

Se um dos lados usar um PBX, verifique a configuração do PBX. Se a condição persistir, entre em contato com a telco.

90

Remoção de chamada normal

Ocorre a remoção da chamada normal. Não é necessário executar nenhuma ação.

Essa causa indica que a chamada está sendo desconectada porque um dos usuários envolvidos nela fez uma solicitação para remover a chamada. Em situações normais, a rede não é a origem dessa causa.

Se a chamada falhar com esse Código de Causa de Desconexão, é provável que a chamada falhe em um protocolo de camada mais alto, como PPP, problemas relacionados à autenticação ou ao intervalo de ociosidade. Verifique a configuração do roteador.

Além disso, se você solicitou uma rechamada, o dispositivo remoto desconecta a chamada, gera esse código e faz a chamada novamente.

91

Usuário ocupado

O sistema chamado reconhece a solicitação de conexão. Entretanto, o sistema não pode aceitar a chamada porque todos os canais B estão em uso. O equipamento do usuário é compatível com a chamada nessa situação.

Observação: Se você tiver vários circuitos ISDN, a telco poderá configurá-los em um "grupo de buscas", no qual as chamadas serão comutadas para o próximo circuito disponível.

92

Nenhuma resposta do usuário

A conexão falha porque o destino não responde à chamada.

Essa causa indica que um usuário não responde a uma mensagem de estabelecimento de chamada no período determinado. O usuário deve responder com um alerta ou uma indicação de conexão, de acordo com o ITU-T Q.931, quando o temporizador T303 ou T310 expirar.

93

Nenhuma resposta do usuário

O destino responde à solicitação de conexão, mas falha ao concluir a conexão no período determinado. Essa causa indica que um usuário forneceu uma indicação de alerta, mas não forneceu uma indicação de conexão no período determinado. Os procedimentos Q.931 não geram necessariamente essa causa. Às vezes, os temporizadores de rede interna geram essa causa.

O problema está na extremidade remota da conexão.

94

Ausência do assinante

O dispositivo remoto que você tenta acessar está indisponível e está desconectado da rede ISDN.

Entre em contato com a pessoa responsável por esse dispositivo.

95

Chamada rejeitada

O destino é capaz de aceitar a chamada, mas recusa por motivo desconhecido.

Essa causa indica que o equipamento que envia essa causa não deseja aceitar essa chamada.

Observação: O equipamento é capaz de aceitar a chamada, pois o equipamento que envia essa causa não está ocupado nem é incompatível. Entretanto, o equipamento recusa a chamada.

96

Número alterado

O número ISDN usado para configurar a chamada não pertence a um sistema.

Um chamador recebe essa causa quando o número da parte chamada não está mais atribuído. Você pode, opcionalmente, incluir o novo número da parte chamada no campo de diagnóstico. Se uma rede não suportar essa facilidade, o chamador receberá a causa nº 81, número não atribuído (não alocado).

97

Redirecionamento para novo destino

Sua chamada é roteada para um número ISDN diferente.

Verifique o número discado. Verifique também a configuração do PBX (se estiver usando um PBX).

99

Erro de roteamento de intercâmbio

Sua chamada não pode ser roteada com êxito para a parte remota.

Verifique o número discado. Verifique também a configuração do PBX (se estiver usando um PBX).

9A

Remoção de usuário não selecionado

O destino é capaz de aceitar a chamada. Entretanto, o destino recusa a chamada, porque ela não está atribuída a um usuário.

9B

Destino com defeito

O destino não está acessível devido ao mau funcionamento de uma interface. Além disso, uma mensagem de sinalização não pode ser entregue. Essa condição pode ser temporária. Entretanto, em alguns casos, a condição pode durar por um longo período.

Essa causa indica que uma mensagem de sinalização não pôde ser entregue para o usuário remoto. Por exemplo, uma camada física ou uma camada de links de dados falha na extremidade do usuário remoto e o equipamento fica off-line (desabilitado).

9C

Formato de número inválido

A conexão falha porque o endereço de destino é apresentado em um formato irreconhecível ou está incompleto.

Verifique se o formato do número está correto. Isso inclui qualquer dígito apropriado para um PBX e longa distância.

9D

Facilidade recusada

A rede não pode fornecer a facilidade solicitada pelo usuário.

9E

Resposta para INVESTIGAÇÃO DE STATUS

A mensagem de status aparece em resposta direta ao recebimento de uma mensagem de investigação de status.

9F

Normal, não especificado

Essa mensagem relata a ocorrência de um evento normal quando nenhuma causa padrão se aplicar. Nenhuma ação é necessária.

A1

Circuito com defeito

A chamada não pode prosseguir devido a algum problema na rede ISDN.

A2

Nenhum canal disponível

A conexão falha porque nenhum canal apropriado está disponível para fazer a chamada.

A3

Destino inalcançável

O destino não pode ser acessado por meio da rede Telco. Entre em contato com a Telco.

A4

Com defeito

Alguma parte da rede necessária para rotear a chamada está com defeito.

O destino não está acessível devido ao mau funcionamento de uma rede. A condição pode durar um longo período. Uma tentativa imediata de reconexão provavelmente falhará.

Se você usar uma portadora interurbana, tente usar uma PIC (Presubscribed Inter-exchange Carrier). Por exemplo, você pode usar uma portadora 10-10-xyz. Uma PIC permite verificar se o problema é da portadora interurbana.

A6

Rede com defeito

O destino não está acessível devido ao mau funcionamento de uma rede. A condição pode durar por um longo período. Uma tentativa imediata de reconexão provavelmente falhará.

Se você usar uma portadora interurbana, tente usar uma PIC (Presubscribed Inter-exchange Carrier). Por exemplo, você pode usar uma portadora 10-10-xyz. Uma PIC permite verificar se o problema é da portadora interurbana.

A7

Conexão de modo de quadro permanente com defeito

Essa mensagem indica que a falha no equipamento provavelmente encerra a conexão permanente.

Se o problema persistir, entre em contato com a telco

A8

Conexão de modo de quadro permanente operacional

Essa mensagem ocorre quando a conexão permanente estiver totalmente operacional novamente, após um encerramento. É provável que a falha do equipamento tenha encerrado a conexão prematuramente.

A9

Falha temporária

Ocorre um erro como conseqüência de um mau funcionamento da rede. Entre em contato com a telco se o problema persistir.

AA

Congestionamento de equipamento de switching

O destino não está acessível devido a uma sobrecarga temporária no equipamento de switching da rede. Tente novamente mais tarde.

AB

Informações de acesso descartadas

A rede não pode fornecer as informações de acesso solicitadas pelo usuário.

Essa causa indica que a rede está inacessível para fornecer informações de acesso ao usuário remoto. Por exemplo, informações usuário a usuário, compatibilidade de camada baixa, compatibilidade de camada elevada ou um subendereço como o diagnóstico indica.

Observação: Você tem a opção de incluir o tipo específico de informações de acesso descartadas no diagnóstico.

AC

O canal solicitado não está disponível

O equipamento remoto não pode fornecer o canal que o usuário solicita, por uma razão desconhecida. Geralmente, esse problema é temporário.

AF

Recursos não disponíveis e não especificados

O canal ou serviço solicitado pelo usuário não está disponível por uma razão desconhecida. Geralmente, esse problema é temporário.

B1

Quality of Service (QoS) indisponível

A rede não pode fornecer a qualidade de serviço solicitada pelo usuário. Esse problema pode ocorrer devido a um problema de assinatura.

Essa causa relata que a rede não pode fornecer o QoS, conforme definido na Recomendação X.213. Por exemplo, esse código de causa aparece quando a rede não pode suportar throughput ou atraso de trânsito.

B2

Facilidade solicitada não assinada

O equipamento remoto suporta os serviços complementares apenas por assinatura.

Essa causa indica que a rede não pode fornecer os serviços complementares solicitados pelo usuário. O usuário provavelmente não concluiu as providências administrativas necessárias com as redes de suporte.

A rede ISDN pode retornar também esse código de causa quando um usuário faz uma tentativa de chamada, mas não insere os SPIDs ou os insere de maneira incorreta. Verifique se os SPIDs estão corretos ou entre em contato com a telco para verificar os seus SPIDs.

Verifique também a velocidade da chamada feita que a rede ISDN suporta (56k ou 64k).

B4

Chamadas feitas bloqueadas

Há alguma restrição nas chamadas feitas. A rede ISDN não permite fazer chamadas.

B5

Chamadas feitas bloqueadas no CUG1

Há alguma restrição nas chamadas feitas. A rede ISDN não permite fazer chamadas.

B6

Chamadas recebidas bloqueadas

A rede ISDN não permite receber chamadas.

Entre em contato com a telco.

B7

Chamadas recebidas bloqueadas no CUG1

A rede ISDN não permite receber chamadas.

Entre em contato com a telco.

B9

Capacidade do portador não autorizada

Geralmente, isso é causado por um problema de assinatura.

Essa causa indica que o usuário solicita uma capacidade do portador que o equipamento implementa, mas o usuário não tem a autorização para usar o recurso.

BA

Capacidade do portador não disponível no momento

Geralmente, a rede fornece a capacidade do portador solicitada pelo usuário. Entretanto, se a capacidade não estiver disponível no momento, essa causa aparecerá. Isso pode ser causado por um problema de rede temporário ou um problema de assinatura.

Se a chamada de entrada for Analógica (chamada de modem), verifique se você possui um modem de voz de entrada ISDN na interface física PRI ou BRI.

BF

Serviço/opção não disponível, não especificado

A rede ou o equipamento remoto não podem fornecer a opção de serviço que o usuário solicita, por uma razão não especificada. Isso pode ser causado por um problema de assinatura.

C1

Capacidade do portador não implementada

A rede não pode fornecer a capacidade do portador solicitada pelo usuário.

Entre em contato com a Telco para solucionar outros problemas.

C2

Tipo de canal não implementado

A rede ou o equipamento de destino não oferece suporte ao tipo de canal solicitado pelo usuário.

C5

Facilidade solicitada não implementada

O equipamento remoto não suporta os serviços complementares solicitados pelo usuário.

C6

Apenas capacidade do portador de informações digitais restritas disponível

A rede não pode fornecer capacidade do portador de informações digitais irrestritas.

Essa causa indica que um dispositivo solicita um serviço irrestrito do portador. Entretanto, o equipamento suporta apenas a versão restrita da capacidade do portador.

CF

Serviço/opção não implementado, não especificado

A rede ou o equipamento remoto não pode fornecer a opção de serviço que o usuário solicita, por uma razão não especificada. Isso pode ser causado por um problema de assinatura.

D1

Valor de referência de chamada inválido

O equipamento remoto recebe uma chamada que tem uma referência não utilizada atualmente na interface de rede do usuário.

D2

O canal identificado não existe

O usuário solicita o equipamento de recepção para usar um canal que não está ativo na interface para chamadas.

Essa causa indica que o equipamento recebe uma solicitação para usar um canal inativo na interface para uma chamada. Por exemplo, se um usuário assinar aqueles canais em uma interface de taxa primária numerada de 1 a 12 e o equipamento do usuário ou a rede tentar atribuir uma chamada aos canais de 13 a 23, esse código de causa aparecerá.

D3

Há chamadas suspensas, mas não identidades de chamada

A rede recebe uma solicitação de recuperação de chamada. A solicitação de recuperação de chamada contém um elemento de informação de Identificação (ID) de Chamada que indica o ID da chamada que representa uma chamada suspensa.

Essa causa indica que um usuário tenta recuperar uma chamada com um ID de chamada que difere do ID em uso de quaisquer chamada(s) suspensa(s) no momento.

D4

ID de chamada em uso

A rede recebe uma solicitação de recuperação de chamada. A solicitação de recuperação de chamada contém um elemento de informação do ID de Chamada que indica que a solicitação de recuperação é para uma chamada suspensa.

Essa causa indica que a rede recebe uma requisição de suspensão de chamada. A solicitação de suspensão de chamada contém um ID de chamada (incluindo o ID de chamada nula). Esse ID já está em uso para uma chamada suspensa dentro do domínio de interfaces através do qual a chamada poderá ser recuperada.

D5

Nenhuma chamada suspensa

A rede recebe uma solicitação de recuperação de chamada quando não houver uma chamada suspensa pendente. Você pode resolver esse erro temporário por meio de novas tentativas sucessivas de chamada.

Esse código de causa indica que a rede recebe uma solicitação de recuperação de chamada. A solicitação de recuperação de chamada contém um elemento de informação de ID de Chamada que não indica atualmente nenhuma chamada suspensa nas interfaces de domínio através das quais as chamadas podem ser recuperadas.

D6

A chamada com id de chamada solicitada foi desmarcada

Essa causa indica que a rede recebe uma solicitação de recuperação de chamada. A solicitação de recuperação de chamada contém um elemento de informação de ID de Chamada que indicava originalmente uma chamada suspensa. No entanto, um intervalo da rede ou um usuário expirado apaga a chamada suspensa.

D7

Usuário não membro do CUG1

Sua chamada não prossegue provavelmente devido a uma destas razões:

  • Você disca um número ISDN incorreto.

  • Você solicita um serviço que não está autorizado a usar (você não assinou esse serviço).

  • O dispositivo remoto não está autorizado a usar um serviço que você utiliza.

Verifique o número discado. Se o problema persistir, entre em contato com a telco.

D8

Destino incompatível

Essa causa indica uma tentativa de conexão a um equipamento não-ISDN. Por exemplo, uma linha analógica.

Essa causa indica que o equipamento recebe uma solicitação para estabelecer uma chamada com compatibilidade de camada baixa, compatibilidade de camada elevada ou outros atributos de compatibilidade (por exemplo, taxa de dados) que o equipamento não pode acomodar.

Esse código geralmente aparece quando o dispositivo de chamada disca o número errado e atinge um dispositivo não-ISDN. Portanto, assegure-se de discar o número correto.

Essa causa pode ocorrer também quando uma chamada de dados for feita para um número de voz ou uma chamada de voz for feita para um número que suporta apenas dados. Se o número estiver correto, verifique se a telco configurou o switch incorretamente.

DA

CUG inexistente1

Sua chamada não prossegue provavelmente devido a uma destas razões:

  • Você disca um número ISDN incorreto.

  • Você solicita um serviço que não está autorizado a usar (você não assinou esse serviço).

  • O dispositivo remoto não está autorizado a usar um serviço que você utiliza.

Verifique o número discado. Se o problema persistir, entre em contato com a telco.

DB

Seleção de rede de trânsito inválida

O dispositivo solicita que o intercâmbio ISDN roteie a chamada por meio de uma rede intermediária não reconhecida.

Essa causa indica que o intercâmbio ISDN recebe uma identificação de rede de trânsito em um formato incorreto. O Anexo C de ITU-T Q.931 fornece essa definição.

DF

Mensagem inválida, não especificada

Uma mensagem inválida aparece sem causa padrão. Esse problema geralmente ocorre devido a um erro de canal D. Se o erro ocorrer sistematicamente, relate-o ao provedor de serviços ISDN.

E0

IE obrigatório ausente

O equipamento de recepção recebe uma mensagem que não contém elementos de informações obrigatórios.

Essa causa indica que o equipamento recebe uma mensagem que não contém um elemento de informação necessário para que o equipamento processe a mensagem.

Esse problema ocorre geralmente devido a um erro de canal D. Assegure-se de configurar o tipo de switch corretamente. Faça a atualização do Cisco IOS® Software no roteador para resolver esse problema. Se o erro ocorrer sistematicamente, relate-o ao provedor de serviços ISDN.

E1

Tipo de mensagem não implementado

O equipamento de recepção recebe uma mensagem irreconhecida, porque o tipo de mensagem é inválido ou o equipamento não suporta o tipo de mensagem. Um problema com a configuração remota ou com o canal D local causa esse problema.

E2

Mensagem incompatível com o estado de chamada ou não implementada

O equipamento remoto recebe uma mensagem inválida sem causa padrão.

Essa causa indica que o equipamento recebe uma mensagem que não é permitida no estado da chamada, de acordo com os procedimentos. Essa causa pode indicar também que o equipamento recebe uma mensagem de STATUS para indicar um estado de chamada incompatível.

O problema ocorre devido a um erro de canal D. Se o erro ocorrer novamente, relate-o ao provedor de serviços ISDN.

E3

IE não implementado

O equipamento remoto recebe uma mensagem que contém elementos de informação que o equipamento não pode reconhecer.

Essa causa indica que o equipamento recebe uma mensagem que contém elementos de informação que o dispositivo não pode reconhecer. Esse problema pode ocorrer quando o equipamento não define ou implementa o identificador de elementos de informação. Entretanto, a mensagem não precisa conter o elemento de informação para que o equipamento processe a mensagem.

Esse problema ocorre devido a um erro de canal D. Se o erro ocorrer novamente, relate-o ao provedor de serviços ISDN.

E4

 

O equipamento remoto recebe uma mensagem que contém informações inválidas no elemento de informação.

Essa causa indica que o equipamento recebe um elemento de informação que é implementado, mas um ou mais campos do elemento de informação estão codificados de modo diferente.

Esse problema ocorre devido a um erro de canal D.

E5

Mensagem não compatível com o estado de chamada

O equipamento remoto recebe uma mensagem esperada que não corresponde ao estado atual da conexão.

Esse problema ocorre devido a um erro de canal D.

E6

Expiração do tempo de recuperação

Sua chamada não prossegue provavelmente devido a um erro. Por exemplo, um erro de sincronização de estado.

Aguarde e tente novamente mais tarde. Se o problema persistir, entre em contato com seu provedor de serviços ISDN.

E7

Parâmetro não implementado

Sua chamada não prossegue porque a rede ISDN não suporta um serviço que você precisa utilizar.

Entre em contato com seu provedor de serviços ISDN.

EF

Erro de protocolo, não especificado

Essa causa indica um erro de canal D não especificado sem nenhuma outra causa padrão.

FF

Entrelaçamento, não especificado

Essa causa indica que ocorreu um evento, mas a rede não fornece as causas para a ação. O problema exato é desconhecido.

??

Valor da Causa Desconhecido

O valor da causa é desconhecido.

1 CUG: O CUG (Grupo Fechado de Usuários) é um recurso nas redes X.25 e ISDN que permite que um número chamado esteja disponível apenas para um número limitado de outros usuários (em uma Virtual Private Network). Entre em contato com a telco para obter mais informações.

Campo Optional Diagnostic (Diagnóstico Opcional)

Os dois últimos dígitos hexadecimais (08 do exemplo) são opcionais. Geralmente você não usa esses dígitos para fins de diagnóstico. Entretanto, às vezes, você pode usar esse byte para fornecer informações adicionais para o Código de Causa de Desconexão. A saída debug isdn q931 pode, às vezes, conter esses dígitos.


Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Document ID: 8607