IP : Protocolo IP multicast

Cisco IOS “juntar-grupo do igmp IP” e “uso do comando do estático-grupo do igmp IP”

14 Outubro 2016 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (21 Abril 2016) | Feedback

Introdução

Este documento descreve como o juntar-grupo do igmp IP e a função de comandos ip igmp static-group dentro do ® do Cisco IOS.

Contribuído por Luc De Ghein, engenheiro de TAC da Cisco.

Junte-se estaticamente ao grupo de IGMP

Se o roteador tem o comando ip igmp join-group em algumas das relações, o roteador próprio transforma-se um receptor para o fluxo de transmissão múltipla. Este comando é usado a fim mover o tráfego multicast para este roteador sem um receptor conectado diretamente real ou sem um vizinho da transmissão múltipla independente de protocolo (PIM) rio abaixo que envie o PIM junte-se a pedidos para o fluxo do Multicast. Contudo, porque este roteador se junta ao fluxo de transmissão múltipla, todos os pacotes de transmissão múltipla punted ao CPU. Isto pode causar a alta utilização da CPU, ou pode causar os taxa-limitadores (eventualmente) ou a proteção do plano do controle (CoPP) a ser batida.

Uma alternativa melhor que você possa usar a fim atrair o fluxo de transmissão múltipla para este roteador é configurar o comando interface do estático-grupo do igmp IP. Com este comando, o roteador pode ainda atrair o fluxo de transmissão múltipla e enviá-lo para fora na relação, mas o roteador próprio não se transforma um receptor para o córrego.

O comando interface do juntar-grupo do igmp IP e o comando ip igmp static-group fazem com que o PIM envie juntam-se a pedidos rio acima para a fonte ou para o ponto de reunião (RP), mas este ocorre somente se o roteador com este comando é o Designated Router (DR) PIM nessa relação. A fim assegurar-se de que o comando tome o efeito e atraia o tráfego multicast, use o comando no roteador que é o DR para essa rede particular. Alternativamente, você pode fazer o roteador que usa o comando o Dr. PIM a fim fazer isto, configurar o comando da DR-prioridade do pim IP na relação e se assegurar de que tenha o valor de prioridade o mais alto PIM DR de todo o roteador de PIM nessa rede.

Aqui está um exemplo:

Neste exemplo, há uma fonte com endereço IP 10.1.3.3 e um receptor para o grupo 232.1.1.1.

O receptor é ativo

Está aqui a entrada do Multicast Forwarding no r1 do roteador:

R1#show ip mroute 232.1.1.1 10.1.3.3
IP Multicast Routing Table
Flags: D - Dense, S - Sparse, B - Bidir Group, s - SSM Group, C - Connected,
       L - Local, P - Pruned, R - RP-bit set, F - Register flag,
       T - SPT-bit set, J - Join SPT, M - MSDP created entry, E - Extranet,
       X - Proxy Join Timer Running, A - Candidate for MSDP Advertisement,
       U - URD, I - Received Source Specific Host Report,
       Z - Multicast Tunnel, z - MDT-data group sender,
       Y - Joined MDT-data group, y - Sending to MDT-data group,
       G - Received BGP C-Mroute, g - Sent BGP C-Mroute,
       Q - Received BGP S-A Route, q - Sent BGP S-A Route,
       V - RD & Vector, v - Vector
Outgoing interface flags: H - Hardware switched, A - Assert winner
Timers: Uptime/Expires
Interface state: Interface, Next-Hop or VCD, State/Mode

(10.1.3.3, 232.1.1.1), 01:54:48/00:02:54, flags: sT
Incoming interface: Ethernet1/0, RPF nbr 10.1.2.2
Outgoing interface list:
   Ethernet0/0, Forward/Sparse-Dense, 01:54:48/00:02:54

Segundo as indicações da saída, o Ethernet0/0 da relação está na lista de interface enviada (ÓLEO), e (10.1.3.3, 232.1.1.1) o tráfego multicast é enviado ao Ethernet0/0 da relação.

Isto pode igualmente ser observado na entrada da base de informação do Multicast Forwarding (MFIB):

R1#show ip mfib 232.1.1.1 10.1.3.3        
Entry Flags:   C - Directly Connected, S - Signal, IA - Inherit A flag,
               ET - Data Rate Exceeds Threshold, K - Keepalive
               DDE - Data Driven Event, HW - Hardware Installed
I/O Item Flags: IC - Internal Copy, NP - Not platform switched,
                NS - Negate Signalling, SP - Signal Present,
               A - Accept, F - Forward, RA - MRIB Accept, RF - MRIB Forward,
               MA - MFIB Accept
Forwarding Counts: Pkt Count/Pkts per second/Avg Pkt Size/Kbits per second
Other counts:     Total/RPF failed/Other drops
I/O Item Counts:   FS Pkt Count/PS Pkt Count
Default
(10.1.3.3,232.1.1.1) Flags:
   SW Forwarding: 0/0/0/0, Other: 0/0/0
   Ethernet1/0 Flags: A
   Ethernet0/0 Flags: F NS
     Pkts: 0/0

O IGMP junta-se ao comando

Se o r1 do roteador não recebe um PIM junte-se ao pedido para o fluxo de transmissão múltipla do roteador R4 (por qualquer razão), a seguir o fluxo de transmissão múltipla não flui. Uma razão possível é que o PIM não está permitido formar um neighborship entre o r1 do Roteadores e o R4 porque o Roteadores pertence a um campo administrativo diferente. Uma solução é enviar o tráfego do r1 do roteador para o roteador R4 em uma forma estática.

O comando ip igmp join-group é usado no Ethernet0/0 da relação no r1 do roteador. Isto permite que o r1 do roteador envie um PIM junta-se ao pedido rio acima (à fonte ou ao RP) e atrai-se o fluxo de transmissão múltipla (10.1.3.3, 232.1.1.1). Este tráfego é enviado então ao Ethernet0/0 da relação, porque esta relação está no ÓLEO. Contudo, o tráfego igualmente punted ao CPU.

R1#show running-config interface Ethernet 0/0
!
interface Ethernet0/0
ip address 10.1.1.1 255.255.255.0
ip pim sparse-dense-mode
ip igmp join-group 232.1.1.1 source 10.1.3.3
end
R1#show ip mroute 232.1.1.1 10.1.3.3
IP Multicast Routing Table
Flags: D - Dense, S - Sparse, B - Bidir Group, s - SSM Group, C - Connected,
       L - Local, P - Pruned, R - RP-bit set, F - Register flag,
       T - SPT-bit set, J - Join SPT, M - MSDP created entry, E - Extranet,
       X - Proxy Join Timer Running, A - Candidate for MSDP Advertisement,
       U - URD, I - Received Source Specific Host Report,
       Z - Multicast Tunnel, z - MDT-data group sender,
       Y - Joined MDT-data group, y - Sending to MDT-data group,
       G - Received BGP C-Mroute, g - Sent BGP C-Mroute,
       Q - Received BGP S-A Route, q - Sent BGP S-A Route,
       V - RD & Vector, v - Vector
Outgoing interface flags: H - Hardware switched, A - Assert winner
Timers: Uptime/Expires
Interface state: Interface, Next-Hop or VCD, State/Mode

(10.1.3.3, 232.1.1.1), 00:09:30/00:02:19, flags: sLTI
Incoming interface: Ethernet1/0, RPF nbr 10.1.2.2
Outgoing interface list:
   Ethernet0/0, Forward/Sparse-Dense, 00:00:40/00:02:19

O L bandeira significa que o tráfego multicast punted. O Ethernet0/0 da relação está no ÓLEO, assim que o tráfego punted ao CPU e é enviado ao Ethernet0/0 da relação.

A entrada MFIB mostra a bandeira interna da cópia (IC). Isto significa que os pacotes para este fluxo punted ao CPU.

R1#show ip mfib 232.1.1.1 10.1.3.3
Entry Flags:   C - Directly Connected, S - Signal, IA - Inherit A flag,
               ET - Data Rate Exceeds Threshold, K - Keepalive
               DDE - Data Driven Event, HW - Hardware Installed
I/O Item Flags: IC - Internal Copy, NP - Not platform switched,
               NS - Negate Signalling, SP - Signal Present,
               A - Accept, F - Forward, RA - MRIB Accept, RF - MRIB Forward,
               MA - MFIB Accept
Forwarding Counts: Pkt Count/Pkts per second/Avg Pkt Size/Kbits per second
Other counts:     Total/RPF failed/Other drops
I/O Item Counts:   FS Pkt Count/PS Pkt Count
Default
(10.1.3.3,232.1.1.1) Flags:
   SW Forwarding: 0/0/0/0, Other: 0/0/0
   Ethernet1/0 Flags: A
   Ethernet0/0 Flags: F IC NS
     Pkts: 0/0

Porque todo o tráfego para este fluxo de transmissão múltipla punted, pode causar efeitos secundários indesejáveis, como descrito anteriormente.

aviso: Não use o comando ip igmp join-group a menos que for usado em um ambiente de teste.

Comando static IGMP

O comando ip igmp static-group é usado como uma solução a fim enviar o tráfego do r1 do roteador para o roteador R4 em uma forma estática. Nesta encenação, o r1 do roteador envia um PIM junta-se ao pedido rio acima (à fonte ou ao RP) e atrai-se o fluxo de transmissão múltipla (10.1.3.3, 232.1.1.1). Este tráfego é enviado então ao Ethernet0/0 da relação, porque esta relação está no ÓLEO, mas o tráfego não punted ao CPU.

R1#show running-config interface Ethernet 0/0
!
interface Ethernet0/0
ip address 10.1.1.1 255.255.255.0
ip pim sparse-dense-mode
ip igmp static-group 232.1.1.1 source 10.1.3.3
end
R1#show ip mroute 232.1.1.1 10.1.3.3        
IP Multicast Routing Table
Flags: D - Dense, S - Sparse, B - Bidir Group, s - SSM Group, C - Connected,
       L - Local, P - Pruned, R - RP-bit set, F - Register flag,
       T - SPT-bit set, J - Join SPT, M - MSDP created entry, E - Extranet,
       X - Proxy Join Timer Running, A - Candidate for MSDP Advertisement,
       U - URD, I - Received Source Specific Host Report,
       Z - Multicast Tunnel, z - MDT-data group sender,
       Y - Joined MDT-data group, y - Sending to MDT-data group,
       G - Received BGP C-Mroute, g - Sent BGP C-Mroute,
       Q - Received BGP S-A Route, q - Sent BGP S-A Route,
       V - RD & Vector, v - Vector
Outgoing interface flags: H - Hardware switched, A - Assert winner
Timers: Uptime/Expires
Interface state: Interface, Next-Hop or VCD, State/Mode

(10.1.3.3, 232.1.1.1), 00:07:41/stopped, flags: sTI
Incoming interface: Ethernet1/0, RPF nbr 10.1.2.2
Outgoing interface list:
Ethernet0/0, Forward/Sparse-Dense, 00:05:06/00:00:53

O L bandeira já não aparece. O tráfego não punted neste roteador, mas é enviado às relações no ÓLEO.

Similarmente, a entrada MFB não mostra a bandeira de IC:

R1#show ip mfib 232.1.1.1 10.1.3.3
Entry Flags:   C - Directly Connected, S - Signal, IA - Inherit A flag,
               ET - Data Rate Exceeds Threshold, K - Keepalive
               DDE - Data Driven Event, HW - Hardware Installed
I/O Item Flags: IC - Internal Copy, NP - Not platform switched,
               NS - Negate Signalling, SP - Signal Present,
               A - Accept, F - Forward, RA - MRIB Accept, RF - MRIB Forward,
               MA - MFIB Accept
Forwarding Counts: Pkt Count/Pkts per second/Avg Pkt Size/Kbits per second
Other counts:     Total/RPF failed/Other drops
I/O Item Counts:   FS Pkt Count/PS Pkt Count
Default
(10.1.3.3,232.1.1.1) Flags:
   SW Forwarding: 0/0/0/0, Other: 0/0/0
   Ethernet1/0 Flags: A
   Ethernet0/0 Flags: F NS
     Pkts: 0/0

Papel PIM DR

Nem o comando ip igmp static-group nem o comando ip igmp join-group tomam o efeito se o r1 do roteador não é o PIM DR para a relação Etherent0/0.

Aqui está um exemplo:

R1#show running-config interface Ethernet 0/0
!
interface Ethernet0/0
ip address 10.1.1.1 255.255.255.0
ip pim sparse-dense-mode
ip igmp static-group 232.1.1.1 source 10.1.3.3
end

Nota: O comando permite que uma fonte sejam especificadas (PIM SS), ou nenhuma fonte a ser especificada (modo escasso do BiDir PIM Mode/PIM).

R1#show ip mroute 232.1.1.1 10.1.3.3        
IP Multicast Routing Table
Flags: D - Dense, S - Sparse, B - Bidir Group, s - SSM Group, C - Connected,
       L - Local, P - Pruned, R - RP-bit set, F - Register flag,
       T - SPT-bit set, J - Join SPT, M - MSDP created entry, E - Extranet,
       X - Proxy Join Timer Running, A - Candidate for MSDP Advertisement,
       U - URD, I - Received Source Specific Host Report,
       Z - Multicast Tunnel, z - MDT-data group sender,
       Y - Joined MDT-data group, y - Sending to MDT-data group,
       G - Received BGP C-Mroute, g - Sent BGP C-Mroute,
       Q - Received BGP S-A Route, q - Sent BGP S-A Route,
       V - RD & Vector, v - Vector
Outgoing interface flags: H - Hardware switched, A - Assert winner
Timers: Uptime/Expires
Interface state: Interface, Next-Hop or VCD, State/Mode

(10.1.3.3, 232.1.1.1), 00:00:30/00:02:29, flags: sPT
Incoming interface: Ethernet1/0, RPF nbr 10.1.2.2
Outgoing interface list: Null

O Ethernet0/0 da relação não está no ÓLEO. Isto é porque o r1 do roteador não é o PIM DR no link com o comando ip igmp static-group:

R1#show ip pim interface ethernet 0/0

Address         Interface               Ver/   Nbr   Query DR     DR
                                         Mode   Count Intvl Prior
10.1.1.1        Ethernet0/0             v2/SD 1     30     1     10.1.1.4

O r1 do roteador igualmente não envia um PIM junta-se ao pedido rio acima. Isto é evidente no roteador R2, porque a entrada de transmissão múltipla falta:

R2#show ip mroute 232.1.1.1 10.1.3.3
Group 232.1.1.1 not found

Está aqui a saída que pode ser observada assim que o r1 do roteador for o PIM DR no Ethernet0/0 da relação:

R1#show ip pim interface ethernet 0/0

Address         Interface               Ver/   Nbr   Query DR     DR
                                         Mode   Count Intvl Prior
10.1.1.1         Ethernet0/0             v2/SD 1     30     1     10.1.1.1
R1#show ip mroute 232.1.1.1 10.1.3.3
IP Multicast Routing Table
Flags: D - Dense, S - Sparse, B - Bidir Group, s - SSM Group, C - Connected,
       L - Local, P - Pruned, R - RP-bit set, F - Register flag,
       T - SPT-bit set, J - Join SPT, M - MSDP created entry, E - Extranet,
       X - Proxy Join Timer Running, A - Candidate for MSDP Advertisement,
       U - URD, I - Received Source Specific Host Report,
       Z - Multicast Tunnel, z - MDT-data group sender,
       Y - Joined MDT-data group, y - Sending to MDT-data group,
       G - Received BGP C-Mroute, g - Sent BGP C-Mroute,
       Q - Received BGP S-A Route, q - Sent BGP S-A Route,
       V - RD & Vector, v - Vector
Outgoing interface flags: H - Hardware switched, A - Assert winner
Timers: Uptime/Expires
Interface state: Interface, Next-Hop or VCD, State/Mode

(10.1.3.3, 232.1.1.1), 00:02:39/00:02:55, flags: sTI
Incoming interface: Ethernet1/0, RPF nbr 10.1.2.2
Outgoing interface list:
   Ethernet0/0, Forward/Sparse-Dense, 00:00:04/00:02:55

Uso seguro do comando ip igmp join-group

A fim pesquisar defeitos edições, você pôde desejar executar um teste com o Multicast, mesmo fora do laboratório. Em tal caso, assegure-se de que você use o comando ip igmp join-group em uma maneira segura. A razão que você deve usar o comando ip igmp join-group sobre o comando ip igmp static-group é porque os pacotes de transmissão múltipla punted. Como tal, se você executa um sibilo com um destino multicast, o roteador com o comando é um receptor para o fluxo do Multicast e pode responder ao sibilo.

Aqui está um exemplo:

A fonte 10.1.3.3 é um endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT no roteador R3. Se você coloca o comando na relação do Ethernet0/0 no r1 do roteador e sibila do roteador R3, a seguir o r1 do roteador pode responder ao sibilo. Como tal, você pode executar testes como se havia um receptor conectado diretamente no r1 do roteador. O comando ip igmp join-group é colocado na relação do Ethernet0/0 no r1 do roteador, e a fonte é especificada a fim assegurar-se de que os pontapés do r1 do roteador somente trafiquem dessa fonte (e lhe responde).

R1#show running-config interface Ethernet 0/0
!
interface Ethernet0/0
ip address 10.1.1.1 255.255.255.0
ip pim sparse-dense-mode
ip igmp join-group 232.1.1.1 source 10.1.3.3
end
R3#ping 232.1.1.1 source 10.1.3.3
Type escape sequence to abort.
Sending 1, 100-byte ICMP Echos to 232.1.1.1, timeout is 2 seconds:
Packet sent with a source address of 10.1.3.3

Reply to request 0 from 10.1.1.1, 2 ms
R3#

O comando debug ip icmp no r1 do roteador indica que o sibilo chegou e que o r1 do roteador envia uma resposta:

R1#debug ip icmp
ICMP packet debugging is on
R1#

*Oct 30 11:35:41.133: ICMP: echo reply sent, src 10.1.1.1, dst 10.1.3.3,
topology BASE, dscp 0 topoid 0

Observações importantes sobre o uso do comando

O melhor prática não é usar o comando ip igmp join-group a menos que for para propósitos de teste no laboratório ou em um teste provisório em uma rede viva. Remova os testes do comando afinal estão completo. Se o tráfego multicast deve ser enviado somente estaticamente, use o comando ip igmp static-group pelo contrário.



Document ID: 119383