Voz e comunicações unificadas : Cisco Unity Connection

Pesquise defeitos a fraude na tarifa de ligações através da conexão de unidade

18 Junho 2016 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (21 Abril 2016) | Feedback

Introdução

Este documento descreve as opções diferentes disponíveis no Cisco Unity Connection (CUC) que pode ser usado para transferir fora um atendimento, que ajude o chamador a conseguir a fraude na tarifa de ligações. Este documento igualmente fornece perguntas CLI para verificar a configuração do usuário ou do tratador de chamada.

Contribuído por Anirudh M Mavilakandy, engenheiro de TAC da Cisco.

Pré-requisitos

Requisitos

Cisco recomenda que você tem o conhecimento de CUC.

Componentes Utilizados

A informação neste documento é baseada a liberação em 8.X CUC ou em mais tarde.

As informações neste documento foram criadas a partir de dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos utilizados neste documento foram iniciados com uma configuração (padrão) inicial. Se a sua rede estiver ativa, certifique-se de que entende o impacto potencial de qualquer comando.

Transferência de Chamadas

Em CUC, os atendimentos podem ser transferidos ao gerente das comunicações unificadas de Cisco (CUCM) por um destes métodos diferentes:

    1. Configurar transferência da ação do atendimento para alternar o número do contato sob o chamador entrado a fim enviar chamar de CUC. No atendimento, pressione o dígito configurado para que transferência ocorra.

      Assegure-se de que estes pontos estejam tomados na consideração a fim usar esta opção:

      • Somente os administradores podem permitir esta opção e definir o número de extensão através da página de admin CUC. Os usuários não podem permitir esta opção. Contudo, quando um administrador permite esta opção, os usuários podem mudar o número de extensão através do Telephone User Interface (TUI).
      • A tabela de restrição é verificada quando um usuário muda o número de extensão através de uma conversação TUI.
      • A tabela de restrição não é verificada quando um administrador muda o número de extensão através da página de admin CUC.
    2. Discar todo o número se transferências reservar aos números não associados com a caixa de verificação dos usuários ou dos tratadores de chamada são verificadas na página do cumprimento. CUC executa transferência somente quando a tabela de restrição de transferência do sistema padrão a permite.
    3. Escolha a opção da conversação após o cumprimento.

      Há dois tipos de conversações que podem ser usadas por esse motivo:

      • Transferência do sistema do chamador: Esta conversação alerta chamadores incorporar o número a que querem transferir. CUC executa transferência somente quando a tabela de restrição de transferência do sistema padrão a permite.
      • Transferência do sistema de usuário: Esta conversação alerta chamadores entrar a CUC. Depois que o chamador inscreve seu usuário - a identificação e o PIN, CUC alertam-nos para incorporar o número a que quer transferir. CUC executa transferência somente quando permitido pela tabela de restrição de transferência que é associada com o usuário.
    4. Discar toda a extensão do usuário ou do tratador de chamada quando o cumprimento do tratador de chamada for jogado. As regras de transferência do usuário ou do tratador de chamada 'podem ser alteradas a fim enviar o atendimento a todo o número.
    5. Use “depois que cumprimentando” a ação de um usuário ou de um tratador de chamada a fim transferir o atendimento a “transferência ordena” de todo o usuário ou tratador de chamada. De “as regras transferência” do usuário ou do tratador de chamada podem ser alteradas a fim enviar o atendimento a todo o número.

Exigências da integração para transferências de CUC trabalhar

  • Se a integração entre CUCM e CUC é Skinny Call Control Protocol (SCCP) - o Calling Search Space da porta de correio de voz (CSS) deve ter a separação da rota padrão (RP) ao número da rede telefônica pública comutada (PSTN).
  • Se a integração entre CUCM e CUC é Session Initiation Protocol (SIP) - o CSS redistribuindo do tronco do SORVO deve ter a separação do RP ao número PSTN.
  • Se o atendimento é transferido através de um teste padrão CTI RP/Translation - o tronco do correio de voz port/SIP deve ter o acesso a ele e o CSS do teste padrão CTI RP/Translation deve ter a separação do RP ao número PSTN.

Verificações da configuração

A configuração do usuário ou do tratador de chamada pode ser verificada com perguntas CLI. Alguns métodos foram mencionados na seção de transferência de chamada. Esta seção fornece detalhes em como verificar a configuração para todos os métodos.

Caso 1: “Transferência para alternar opção do número do contato”

A fim verificar se um usuário ou um tratador de chamada são configurados com “transferência para alternar a opção do número do contato” na seção entrada “chamador”, refira a seção das perguntas CLI da conexão de unidade: As tabelas de restrição efetuam “transferência para alternar no documento da característica do número do contato”.

Caso 2: “Permita transferências aos números não associados com a opção dos usuários ou dos tratadores de chamada

A fim verificar se um usuário ou um tratador de chamada são configurados com “permita transferências aos números não associados com a opção dos usuários ou dos tratadores de chamada na página dos cumprimentos, executam estas perguntas no CLI:

A fim verificar para ver se há usuários:

admin:run cuc dbquery unitydirdb select c.displayname, g.greetingtype from
vw_callhandler as c inner join vw_greeting as g on c.objectid=g.callhandlerobjectid
where enabletransfer = 1 and isprimary = 1

displayname greetingtype
----------- ------------
Anirudh Off Hours
Anirudh Standard

A fim verificar para ver se há tratadores de chamada:

admin:run cuc dbquery unitydirdb select c.displayname, g.greetingtype from
vw_callhandler as c inner join vw_greeting as g on c.objectid=g.callhandlerobjectid
where enabletransfer = 1 and isprimary = 0

displayname greetingtype
---------------- ------------
Opening Greeting Standard

Caso 3: “Após” transferência de cumprimento a uma opção da conversação

Há dois tipos de conversações que podem ser usadas para transferir o atendimento depois que o cumprimento do usuário ou do tratador de chamada é jogado:

  • Transferência do sistema do chamador - Esta conversação é identificada como SystemTransfer na saída.
  • Transferência do sistema de usuário - Esta conversação é identificada como SubSysTransfer na saída.

Nota: Nas versões anterior de CUC, um alimentador de diretório permitido Voz pode igualmente ser usado para transferir chamar de CUC. Esta edição é documentada em CSCuq64179. No caso, o atendimento está transferido à opção do “alimentador de diretório” depois que o cumprimento é jogado. Este tipo de conversação é identificado como o AD na saída.

A fim verificar para ver se há usuários:

admin:run cuc dbquery unitydirdb select c.displayname, g.greetingtype,
aftergreeting_targetconversation from vw_callhandler as c inner join
vw_greeting as g on c.objectid=g.callhandlerobjectid where
isprimary = 1 and aftergreeting_targetconversation IN
('SystemTransfer','SubSysTransfer','AD')

displayname greetingtype aftergreeting_targetconversation
----------- ------------ --------------------------------
Anirudh Standard SystemTransfer
Anirudh Alternate SubSysTransfer
test3 Off Hours AD

A fim verificar para ver se há tratadores de chamada:

admin:run cuc dbquery unitydirdb select c.displayname, g.greetingtype,
aftergreeting_targetconversation from vw_callhandler as c inner join
vw_greeting as g on c.objectid=g.callhandlerobjectid where isprimary
= 0 and aftergreeting_targetconversation IN ('SystemTransfer','SubSysTransfer','AD')

displayname greetingtype aftergreeting_targetconversation
----------- ------------ --------------------------------
test2 Standard SystemTransfer
test3 Alternate SystemTransfer
test2 Alternate SubSysTransfer

Caso 4: Transferência entrada “chamador” a uma opção da conversação

Há dois tipos de conversações que podem usado para transferir o atendimento durante o cumprimento do usuário ou do tratador de chamada pela disposição da multi frequência do tom dual (DTMF) entrada.

  • Transferência do sistema do chamador - Esta conversação é identificada como SystemTransfer na saída.
  • Transferência do sistema de usuário - Esta conversação é identificada como SubSysTransfer na saída.

Nota: Nas versões anterior de CUC, um alimentador de diretório permitido Voz pode igualmente ser usado para transferir chamar de CUC. Esta edição é documentada em CSCuq64179. No caso, o atendimento é transferido à conversação do “alimentador de diretório” durante o cumprimento pela disposição da entrada DTMF. Este tipo de conversação é identificado como o AD na saída.

A fim verificar para ver se há usuários:

admin:run cuc dbquery unitydirdb select gu.alias, gu.dtmfaccessid, me.touchtonekey,
me.targetconversation from vw_callhandler as ch inner join vw_menuentry as me on
me.callhandlerobjectid=ch.objectid inner join vw_globaluser as gu on
ch.recipient_globaluserobjectid=gu.objectid and ch.isprimary='1' where
targetconversation IN ('SubSysTransfer','SystemTransfer','AD')

alias dtmfaccessid touchtonekey targetconversation
------- ------------ ------------ ------------------
Anirudh 8553 5 SubSysTransfer
Anirudh 8553 8 SystemTransfer
Test 8023 7 SystemTransfer

A fim verificar para ver se há tratadores de chamada:

admin:run cuc dbquery unitydirdb select ch.displayname, ch.dtmfaccessid,
me.touchtonekey, me.targetconversation from vw_callhandler as ch inner
join vw_menuentry as me on ch.objectid=me.callhandlerobjectid and
ch.isprimary='0' where targetconversation IN ('SubSysTransfer',
'SystemTransfer','AD')

displayname dtmfaccessid touchtonekey targetconversation
---------------- ------------ ------------ ------------------
test2 4321 4 SubSysTransfer
test2 4321 3 SystemTransfer
test3 5321 5 SystemTransfer
Opening Greeting null 4 AD

Caso 5: O usuário ou o tratador de chamada “transferência ordenam”

As regras de transferência de um usuário ou do tratador de chamada têm duas opções. O atendimento pode ser transferido aos cumprimentos, ou à extensão do usuário ou do tratador de chamada. Na configuração do defaut, as regras de transferência de um usuário ou do tratador de chamada são ajustadas para ir a seus cumprimentos. O campo de extensão prepopulated com a mesma extensão configurada para o usuário ou o tratador de chamada. A fim transferir chama, o campo de extensão é selecionado. O campo de extensão pode ser alterado para enviar o atendimento a todo o número.

Durante um cumprimento, um chamador pode discar toda a extensão do usuário ou do tratador de chamada. As regras de transferência determinam o destino do atendimento e enviá-lo-ão à extensão configurada em vez do cumprimento discado do usuário ou do tratador de chamada.

Após um cumprimento, o atendimento pode ser transferido a todas as regras de transferência do usuário ou do tratador de chamada. A fim permitir isto, para selecionar o usuário ou o tratador de chamada no “após cumprimentos” secciona e escolhe da “transferência tentativa”. As regras de transferência determinam o destino do atendimento e enviá-lo-ão à extensão configurada em vez do cumprimento discado do usuário ou do tratador de chamada.

A fim verificar para ver se há usuários:

admin:run cuc dbquery unitydirdb select gu.alias, gu.dtmfaccessid,
t.transferoptiontype, t.extension from vw_globaluser as gu inner
join vw_callhandler as ch on ch.recipient_globaluserobjectid=gu.objectid
inner join vw_transferoption as t on ch.objectid=t.callhandlerobjectid
and t.extension NOT in (select dtmfaccessid from vw_globaluser where
dtmfaccessid != 'null') and t.extension NOT in (select dtmfaccessid from
vw_callhandler where dtmfaccessid != 'null')

alias dtmfaccessid transferoptiontype extension
------- ------------ ------------------ ---------
Anirudh 8553 Alternate 88553
Test4 8033 Standard 1111

Nota: Esta pergunta retorna resultados daqueles usuários cuja a extensão de transferência não é um usuário ou um tratador de chamada conhecido.

A fim verificar para ver se há tratadores de chamada:

admin:run cuc dbquery unitydirdb select ch.displayname, ch.dtmfaccessid,
t.transferoptiontype, t.extension from vw_callhandler as ch inner join
vw_transferoption as t on ch.objectid=t.callhandlerobjectid and t.extension
NOT in (select dtmfaccessid from vw_globaluser where dtmfaccessid != 'null')
and t.extension NOT in (select dtmfaccessid from vw_callhandler where
dtmfaccessid != 'null') and isprimary='0'

displayname dtmfaccessid transferoptiontype extension
----------- ------------ ------------------ -----------
test3 5321 Alternate 91408111222

Nota: Esta pergunta retorna resultados daqueles tratadores de chamada cuja a extensão de transferência não é um usuário ou um tratador de chamada conhecido.

Soluções

As perguntas ajudam o administrador a olhar para fora para as configurações que não são autorizadas. Contudo, não é praticável manter-se a par em intervalos regulares da configuração. Estão aqui duas opções para impedir a fraude na tarifa de ligações em um nível de sistema.

Opção 1

Os atendimentos podem ser obstruídos conforme os ajustes na tabela de restrição. Mais detalhes em tabelas de restrição podem ser encontrados nas tabelas de restrição na seção do Cisco Unity Connection da vista geral do gerenciamento de chamada no documento do Cisco Unity Connection. Controlar as tabelas de restrição no documento do Cisco Unity Connection fornece detalhes nos Aspectos da configuração.

Opção 2

Uma opção alternativa é alterar o CSS na porta de correio de voz ou o CSS redistribuindo no tronco no lado CUCM. Inclua somente as separações exigidas no CSS.


Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Document ID: 119337