Sem fio : Cisco ASR 5000 Series

Tarefas da gerente de sessão ASR5x00 - Descrição da função, do impacto, das operações de recuperação, e dos logs do impacto

18 Junho 2016 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Feedback

Introdução

Este documento descreve e explica a confiabilidade de software, a disponibilidade de serviço, e as características do Failover para o 5x00 Series do roteador dos serviços da agregação de Cisco (ASR). Apresenta a definição para um travamento de software em ASR5x00 e os efeitos do travamento de software. O artigo vai sobre estabelecer aquele mesmo em caso dos travamentos de software inesperados, como o ASR5x00 pode entregar o objetivo da “portador-classe” disponibilidade devido à elasticidade inerente do software e à Disponibilidade das características. O assinante de celular deve nunca ter que pensar sobre a Disponibilidade do serviço. O objetivo de Cisco não é nenhuma perda de sessão devido a nenhumas únicas falhas de hardware ou de software, que incluírem a perda de um sistema completo, em outras palavras - exprima a confiança da categoria. As características da confiabilidade de software em ASR5x00 são visadas para poder conseguir os objetivos para a disponibilidade de serviço da “portador-classe” mesmo nos casos onde as falhas imprevistos puderam ocorrer na rede de um operador.

Contribuído por Krishna Kishore D V, engenheiro de TAC da Cisco.

Arquitetura de software: Projetado para a elasticidade

O ASR5x00 tem uma coleção das tarefas do software distribuídas através do cartão dos serviços de pacote de informação (PSC) ou do cartão de processo de dados (DPC) e do cartão (SMC) ou do Gerenciamento e I/O do gerenciamento de sistema os cartões (MIO) que são projetados executar uma variedade de funções específicas.

Por exemplo, a tarefa da gerente de sessão é responsável para segurar as sessões para um grupo de assinantes e para executar serviços inline tais como peer-to-peer (P2P), Deep Packet Inspection (DPI), e assim por diante, no tráfego de usuário. A tarefa do gerente do Authentication, Authorization, and Accounting (AAA) é responsável para a geração de eventos do faturamento a fim gravar e assim por diante o uso do tráfego de assinante. A gerente de sessão e do gerente AAA tarefas executadas no cartão PSC/DPC.

O cartão SMC/MIO é reservado para a operação e manutenção (O&M) e a plataforma relacionaram tarefas. O sistema ASR5x00 é dividido em compartimentos virtualmente em subsistemas de software diferentes tais como o subsistema da sessão para processar sessões do subscritor e o subsistema VPN que é responsável para a atribuição do endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT, roteamento, e assim por diante. Cada subsistema tem uma tarefa do controlador que vigie a saúde do subsistema que controla. As tarefas do controlador executadas no cartão SMC/MIO. A gerente de sessão e do gerente AAA tarefas são emparelhados junto a fim segurar a sessão de um subscritor para o controle, o tráfego de dados, e os propósitos de faturamento. Quando a recuperação da sessão é permitida no sistema, cada tarefa da gerente de sessão suporta o estado de seu grupo de estados do subscritor com uma tarefa do gerente do par AAA ser recuperado no caso de um impacto da gerente de sessão.

Que é um impacto?

Uma tarefa no ASR5x00 pode potencialmente causar um crash se encontra uma condição de defeito durante a operação normal. Uma falha do impacto ou do software no ASR5x00 é definida para ser uma saída ou uma terminação inesperada de uma tarefa no sistema. Um impacto pode acontecer se o código de software tenta alcançar as áreas de memória que estão proibidas (como estruturas de dados corrompidas), encontra uma condição no código que não está esperado (como uma transição de estado inválida), e assim por diante. Um impacto pode igualmente ser provocado se a tarefa se torna sem resposta à tarefa do monitoramento de sistema e o monitor tenta matar e reiniciar a tarefa. Um evento do impacto pode igualmente explicitamente ser provocado (ao contrário de inesperado) no sistema quando uma tarefa é forçada para despejar seu estado atual por um comando CLI ou pelo monitoramento de sistema a fim analisar o estado da tarefa. Um evento previsto do impacto pode igualmente acontecer quando as tarefas do controlador do sistema se reiniciam a fim corrigir potencialmente uma situação com uma tarefa do gerente que falhe repetidamente.

Efeitos de um impacto da gerente de sessão

Sob a operação normal, uma tarefa da gerente de sessão segura um grupo de sessões do subscritor e de tráfego de dados associado para as sessões junto com uma tarefa espreitando do gerente AAA que segure o faturamento para aquelas sessões do subscritor. Quando um impacto da gerente de sessão ocorre cessa de existir no sistema. Se a recuperação da sessão é permitida no sistema, uma tarefa à espera da gerente de sessão está feita para tornar-se ativa no mesmo cartão PSC/DPC. Esta tarefa nova da gerente de sessão restabelece as sessões do subscritor enquanto se comunica com a tarefa do gerente do par AAA. A operação de recuperação varia dos 50 pés milissegundo a alguns segundos dependentes do número de sessões que eram ativas na gerente de sessão na altura do impacto e na carga de CPU total no cartão e assim por diante. Não há nenhuma perda nas sessões do subscritor que foram estabelecidas já no gerente de sessão original nesta operação. Toda a sessão do subscritor que seja em processo do estabelecimento na altura do impacto provavelmente igualmente será restaurado devido às retransmissões do protocolo e assim por diante. Todos os pacotes de dados que estejam na transição através do sistema na altura do impacto podem suposto para ser associado com uma perda da rede pelas entidades comunicante da conexão de rede e serão retransmitidos e a conexão serão levados sobre pela gerente de sessão nova. A informação de faturamento para as sessões levadas pela gerente de sessão será preservada no gerente do par AAA.

Quando deve o operador obter interessado?

Quando um impacto da gerente de sessão ocorre, o procedimento de recuperação acontece como descrito previamente e o resto do sistema permanece não afetado por este evento. Um impacto em uma gerente de sessão não impacta as outras gerentes de sessão. Como uma orientação ao operador, se as tarefas do gerente de sessão múltipla no mesmo travamento de placa PSC/DPC simultaneamente ou dentro dos minutos 10 de se, lá puderam ser perda de sessões porque o sistema não pôde poder começar gerentes de sessão novas rapidamente bastante tomar o lugar das tarefas causadas um crash. Isto corresponde a uma encenação dobro da falha onde a perda de sessões possa ocorrer. Quando a recuperação não é praticável, a gerente de sessão simplesmente está reiniciada e está pronta para aceitar sessões novas.

Quando uma gerente de sessão dada causar um crash repetidamente (como ela encontra a mesma condição de defeito repetidamente), a tarefa do controlador da sessão toma a nota e reinicia-se na tentativa de restaurar o subsistema. Se a tarefa do controlador da sessão é incapaz de estabilizar o subsistema da sessão e se reinicia continuamente sobre neste esforço, a próxima etapa no agravamento é para que o sistema comute sobre a um cartão à espera SMC/MIO. No evento improvável que não há nenhum cartão à espera SMC/MIO ou se uma falha é encontrada na operação do switchover, o sistema recarrega-se.

As gerentes de sessão igualmente mantêm estatísticas para cada nome do Access point (APN), serviços, os functionalites, e assim por diante que serão perdidos permanentemente quando um impacto ocorre. Consequentemente uma entidade externo que recolha bulkstats periodicamente observará um mergulho nas estatísticas quando uns ou vários impactos ocorrem. Isto pode manifestar como um mergulho em uma representação gráfica das estatísticas desenhada sobre uma linha central do tempo.

Nota: Um chassi típico povoado com PSC 7-14 ou 4-10 cartões DPC tem sobre as gerentes de sessão do 120-160, dependentes do número de cartões PSC/DPC, e um único impacto conduzirá à perda de aproximadamente 1/40 deth ou de 1/80 deth das estatísticas. Quando uma gerente de sessão à espera toma sobre, começa a acumular outra vez as estatísticas de zero.

Como saber se um impacto ocorreu?

Um impacto provocará um evento da armadilha de SNMP a uma estação de Monitoramento de redes, tal como o serviço do monitoramento de evento (EMS) e por eventos de syslog. Os impactos que ocorreram no sistema podem igualmente ser observados com o comando list do impacto da mostra. Note que lista deste comando inesperadas e eventos previstos do impacto como descrito mais cedo. Estes eventos de dois tipos de travamento podem ser distintos por meio de um encabeçamento que descreva cada impacto.

Um impacto da tarefa seguido pela recuperação da sessão bem-sucedida é indicado por este mensagem de registro:

"Death notification of task <name>/<instance id> on <card#>/<cpu#> sent to parent
task <parent name>/<instance id> with failover of <task name>/<instance id>
on <card#>/<cpu#>"

Um impacto da tarefa que não poderia recuperar é indicado por este mensagem de registro:

"Death notification of task <name>/<instance id> on <card#>/<cpu#> sent to parent
task <parent name>/<instance id>"

Em resumo, com a recuperação da sessão permitida, os impactos não serão observados na maioria dos casos porque não têm nenhum impacto do subscritor. Um tem que incorporar o comando CLI, ou o olhar nos logs ou na notificação de SNMP a fim detectar toda a ocorrência dos impactos.

Por exemplo:

 ******** show crash list *******
Tuesday May 26 05:54:14 BDT 2015
=== ==================== ======== ========== =============== =======================
# Time Process Card/CPU/ SW HW_SER_NUM
PID VERSION MIO / Crash Card
=== ==================== ======== ========== =============== =======================

1 2015-May-07+11:49:25 sessmgr 04/0/09564 17.2.1 SAD171600WS/SAD172200MH
2 2015-May-13+17:40:16 sessmgr 09/1/05832 17.2.1 SAD171600WS/SAD173300G1
3 2015-May-23+09:06:48 sessmgr 03/1/31883 17.2.1 SAD171600WS/SAD1709009P
4 2015-May-25+15:58:59 sessmgr 09/1/16963 17.2.1 SAD171600WS/SAD173300G1
5 2015-May-26+01:15:15 sessmgr 04/0/09296 17.2.1 SAD171600WS/SAD172200MH
 ******** show snmp trap history verbose *******
Fri May 22 19:43:10 2015 Internal trap notification 1099 (ManagerRestart) facility
sessmgr instance 204 card 9 cpu 1
Fri May 22 19:43:29 2015 Internal trap notification 73 (ManagerFailure) facility
sessmgr instance 204 card 9 cpu 1
Fri May 22 19:43:29 2015 Internal trap notification 150 (TaskFailed) facility
sessmgr instance 204 on card 9 cpu 1
Fri May 22 19:43:29 2015 Internal trap notification 151 (TaskRestart) facility
sessmgr instance 204 on card 9 cpu 1
Fri May 22 19:43:30 2015 Internal trap notification 183 (SessMgrRecoveryComplete)
Slot Number 9 Cpu Number 1 fetched from aaa mgr 1755 prior to audit 1755 passed
audit 1754 calls recovered 1754 all call lines 1754 time elapsed ms 1108.
Fri May 22 19:43:32 2015 Internal trap notification 1099 (ManagerRestart) facility
sessmgr instance 204 card 9 cpu 1
Fri May 22 19:44:49 2015 Internal trap notification 73 (ManagerFailure) facility
sessmgr instance 236 card 7 cpu 0
Fri May 22 19:44:49 2015 Internal trap notification 150 (TaskFailed) facility
sessmgr instance 236 on card 7 cpu 0
Fri May 22 19:44:49 2015 Internal trap notification 151 (TaskRestart) facility
sessmgr instance 236 on card 7 cpu 0
Fri May 22 19:44:51 2015 Internal trap notification 183 (SessMgrRecoveryComplete)
Slot Number 7 Cpu Number 0 fetched from aaa mgr 1741 prior to audit 1741 passed audit
1737 calls recovered 1737 all call lines 1737 time elapsed ms 1047.
Fri May 22 19:44:53 2015 Internal trap notification 1099 (ManagerRestart) facility
sessmgr instance 236 card 7 cpu 0
Fri May 22 19:50:04 2015 Internal trap notification 73 (ManagerFailure) facility
sessmgr instance 221 card 2 cpu 1
: Fri May 22 19:50:04 2015 Internal trap notification 150 (TaskFailed) facility
sessmgr instance 221 on card 2 cpu 1
Fri May 22 19:50:04 2015 Internal trap notification 151 (TaskRestart) facility
sessmgr instance 221 on card 2 cpu 1
Fri May 22 19:50:05 2015 Internal trap notification 183 (SessMgrRecoveryComplete)
Slot Number 2 Cpu Number 1 fetched from aaa mgr 1755 prior to audit 1755 passed
audit 1749 calls recovered 1750 all call lines 1750 time elapsed ms 1036.
 ******** show snmp trap history verbose *******
Fri May 22 19:43:10 2015 Internal trap notification 1099 (ManagerRestart) facility
sessmgr instance 204 card 9 cpu 1
Fri May 22 19:43:29 2015 Internal trap notification 73 (ManagerFailure) facility
sessmgr instance 204 card 9 cpu 1
Fri May 22 19:43:29 2015 Internal trap notification 150 (TaskFailed) facility
sessmgr instance 204 on card 9 cpu 1
Fri May 22 19:43:29 2015 Internal trap notification 151 (TaskRestart) facility
sessmgr instance 204 on card 9 cpu 1
Fri May 22 19:43:30 2015 Internal trap notification 183 (SessMgrRecoveryComplete)
Slot Number 9 Cpu Number 1 fetched from aaa mgr 1755 prior to audit 1755 passed
audit 1754 calls recovered 1754 all call lines 1754 time elapsed ms 1108.
Fri May 22 19:43:32 2015 Internal trap notification 1099 (ManagerRestart) facility
sessmgr instance 204 card 9 cpu 1
Fri May 22 19:44:49 2015 Internal trap notification 73 (ManagerFailure) facility
sessmgr instance 236 card 7 cpu 0
Fri May 22 19:44:49 2015 Internal trap notification 150 (TaskFailed) facility
sessmgr instance 236 on card 7 cpu 0
Fri May 22 19:44:49 2015 Internal trap notification 151 (TaskRestart) facility
sessmgr instance 236 on card 7 cpu 0
Fri May 22 19:44:51 2015 Internal trap notification 183 (SessMgrRecoveryComplete)
Slot Number 7 Cpu Number 0 fetched from aaa mgr 1741 prior to audit 1741 passed
audit 1737 calls recovered 1737 all call lines 1737 time elapsed ms 1047.
Fri May 22 19:44:53 2015 Internal trap notification 1099 (ManagerRestart) facility
sessmgr instance 236 card 7 cpu 0
Fri May 22 19:50:04 2015 Internal trap notification 73 (ManagerFailure) facility
sessmgr instance 221 card 2 cpu 1
: Fri May 22 19:50:04 2015 Internal trap notification 150 (TaskFailed) facility
sessmgr instance 221 on card 2 cpu 1
Fri May 22 19:50:04 2015 Internal trap notification 151 (TaskRestart) facility
sessmgr instance 221 on card 2 cpu 1
Fri May 22 19:50:05 2015 Internal trap notification 183 (SessMgrRecoveryComplete
) Slot Number 2 Cpu Number 1 fetched from aaa mgr 1755 prior to audit 1755 passed
audit 1749 calls recovered 1750 all call lines 1750 time elapsed ms 1036.
 ******** show logs  *******
2015-May-25+23:15:53.123 [sitmain 4022 info] [3/1/4850 <sitmain:31> sittask.c:4762]
[software internal system critical-info syslog] Readdress requested for facility
sessmgr instance 5635 to instance 114
2015-May-25+23:15:53.122 [sitmain 4027 critical] [3/1/4850 <sitmain:31>
crash_mini.c:908] [software internal system callhome-crash] Process Crash Info:
time 2015-May-25+17:15:52(hex time 556358c8) card 03 cpu 01 pid 27118 procname
sessmgr crash_details
Assertion failure at acs/acsmgr/analyzer/ip/acs_ip_reasm.c:2970
Function: acsmgr_deallocate_ipv4_frag_chain_entry()
Expression: status == SN_STATUS_SUCCESS
Proclet: sessmgr (f=87000,i=114)
Process: card=3 cpu=1 arch=X pid=27118 cpu=~17% argv0=sessmgr
Crash time: 2015-May-25+17:15:52 UTC
Recent errno: 11 Resource temporarily unavailable
Stack (11032@0xffffb000):
[ffffe430/X] __kernel_vsyscall() sp=0xffffbd28
[0af1de1f/X] sn_assert() sp=0xffffbd68
[0891e137/X] acsmgr_deallocate_ipv4_frag_chain_entry() sp=0xffffbde8
[08952314/X] acsmgr_ip_frag_chain_destroy() sp=0xffffbee8
[089d87d1/X] acsmgr_process_tcp_packet() sp=0xffffc568
[089da270/X] acs_process_tcp_packet_normal_path() sp=0xffffc5b8
[089da3fd/X] acs_tcp_analyzer() sp=0xffffc638
[0892fb39/X] do_acsmgr_process_packet() sp=0xffffc668
[08940045/X] acs_ip_lean_path() sp=0xffffc6b8
[0887e309/X] acsmgr_data_receive_merge_mode() sp=0xffffc9d8
[0887f323/X] acs_handle_datapath_events_from_sm_interface() sp=0xffffca08
[037c2e1b/X] sessmgr_sef_initiate_data_packet_ind() sp=0xffffca88
[037c2f50/X] sessmgr_pcc_intf_send_data_packet_ind() sp=0xffffcaf8
[061de74a/X] sessmgr_pcc_fwd_packet() sp=0xffffcb58
[0627c6a4/X] sessmgr_ipv4_process_inet_pkt_part2_slow() sp=0xffffcf68
[06318343/X] sessmgr_ipv4_process_inet_pkt_pgw_ggsn() sp=0xffffd378
[0632196c/X] sessmgr_med_ipv4_data_received() sp=0xffffd418
[0633da9a/X] sessmgr_med_data_receive() sp=0xffffd598
[0afb977c/X] sn_epoll_run_events() sp=0xffffd5e8
[0afbdeb8/X] sn_loop_run() sp=0xffffda98
[0ad2b82d/X] main() sp=0xffffdb08

2015-May-25+23:15:53.067 [rct 13038 info] [5/0/7174 <rct:0> rct_task.c:305]
[software internal system critical-info syslog] Death notification of task
sessmgr/114 on 3/1 sent to parent task sessctrl/0 with failover of sessmgr/5635 on 3/1
2015-May-25+23:15:53.065 [evlog 2136 info] [5/0/7170 <evlogd:0> odule_persist.c:3102]
[software internal system critical-info syslog] Evlogd crashlog: Request received to
check the state of persistent crashlog.
2015-May-25+23:15:53.064 [sitmain 4099 info] [3/1/4850 <sitmain:31> crash_mini.c:765]
[software internal system critical-info syslog] have mini core, get evlogd status for
logging crash file 'crashdump-27118'
2015-May-25+23:15:53.064 [sitmain 4017 critical] [3/1/4850 <sitmain:31> sitproc.c:1544]
[software internal system syslog] Process sessmgr pid 27118 died on card 3 cpu 1
signal=6 wstatus=0x86
2015-May-25+23:15:53.048 [sitmain 4074 trace] [5/0/7168 <sitparent:50> crashd.c:1130]
[software internal system critical-info syslog] Crash handler file transfer starting
(type=2 size=0 child_ct=1 core_ct=1 pid=23021)
2015-May-25+23:15:53.047 [system 1001 error] [6/0/9727 <evlogd:1> evlgd_syslogd.c:221]
[software internal system syslog] CPU[3/1]: xmitcore[21648]: Core file transmitted to
card 5 size=663207936 elapsed=0sec:908ms
2015-May-25+23:15:53.047 [system 1001 error] [5/0/7170 <evlogd:0> evlgd_syslogd.c:221]
[software internal system syslog] CPU[3/1]: xmitcore[21648]: Core file transmitted to
card 5 size=663207936 elapsed=0sec:908ms
2015-May-25+23:15:53.047 [sitmain 4080 info] [5/0/7168 <sitparent:50> crashd.c:1091]
[software internal system critical-info syslog] Core file transfer to SPC complete,
received 8363207936/0 bytes 
 ******** show session recovery status verbose *******
Tuesday May 26 05:55:26 BDT 2015
Session Recovery Status:
Overall Status : Ready For Recovery
Last Status Update : 8 seconds ago

----sessmgr--- ----aaamgr---- demux
cpu state active standby active standby active status
---- ------- ------ ------- ------ ------- ------ -------------------------
1/0 Active 24 1 24 1 0 Good
1/1 Active 24 1 24 1 0 Good
2/0 Active 24 1 24 1 0 Good
2/1 Active 24 1 24 1 0 Good
3/0 Active 24 1 24 1 0 Good
3/1 Active 24 1 24 1 0 Good
4/0 Active 24 1 24 1 0 Good
4/1 Active 24 1 24 1 0 Good
5/0 Active 0 0 0 0 14 Good (Demux)
7/0 Active 24 1 24 1 0 Good
7/1 Active 24 1 24 1 0 Good
8/0 Active 24 1 24 1 0 Good
8/1 Active 24 1 24 1 0 Good
9/0 Active 24 1 24 1 0 Good
9/1 Active 24 1 24 1 0 Good
10/0 Standby 0 24 0 24 0 Good
10/1 Standby 0 24 0 24 0 Good

Arquitetura de registo do impacto

Os logs do impacto gravam toda a informação possível que se referem um travamento de software (dump principal completo). Devido a seu tamanho, não podem ser armazenados na memória de sistema. Consequentemente, estes logs são gerados somente se o sistema é configurado com uma URL que aponte a um dispositivo local ou a um servidor de rede onde o log possa ser armazenado.

O log do impacto é um repositório persistente da informação de evento do impacto. Cada evento é numerado e contém o texto associado com um CPU (minicore), a unidade de processamento da rede (NPU), ou o impacto do núcleo. Os eventos registrados são gravados em registros do comprimento fixo e armazenados em /flash/crashlog2.

Sempre que um impacto ocorre, esta informação de travamento é armazenada:

  1. O registro do evento é armazenado no arquivo de /flash/crashlog2 (o log do impacto).
  2. O minicore, o NPU, ou o arquivo associado da descarga do núcleo são armazenados no diretório de /flash/crsh2.
  3. Um dump principal completo é armazenado em um diretório do configurado pelo usuário.

Sincronização de eventos e de Minicores do impacto entre placas de gerenciamento

O crashlog é original a cada um das placas de gerenciamento, assim que se um impacto ocorre quando o cartão "8" é ativo será o cartão entrado "8". Um switchover subsequente já não indicaria o impacto no log. A fim recuperar para trás este impacto, um interruptor sobre para cardar "8" tem que ser feito. O log de eventos e as descargas do impacto são originais às placas de gerenciamento ativas e à espera, assim que se um impacto ocorre em uma placa ativa então o log de eventos do impacto e as descargas relacionadas serão armazenados em uma placa ativa somente. Esta informação de travamento não está disponível na placa em standby. Sempre que o switchover dos cartões devido a um impacto na placa ativa, e na informação de travamento é indicado já não no cartão que toma sobre, a informação de travamento pode ser recuperada somente da placa ativa atual. A fim recuperar a lista do impacto do outro cartão, um switchover é exigido outra vez. A fim evitar este switchover e obter a informação de travamento da placa em standby, a sincronização entre duas placas de gerenciamento e a manutenção da informação de travamento a mais atrasada são exigidas.

O evento de chegada do impacto será enviado sobre ao SMC/MIO à espera e salvar no arquivo do crashlog do apoio na maneira similar. Minicore, NPU, ou as descargas do núcleo no flash de SMC/MIO ativo precisam de ser sincronizados a SMC/MMIO à espera com o comando do rsync. Quando uma entrada do crashlog ou a lista inteira são suprimidas através do comando CLI, deve ser apagada em SMC ativos e à espera/MIOs. Não há nenhum impacto na memória. Toda a atividade relativa impacto da sincronização será feita pelo evlogd do cartão à espera SMC/MIO, porque o evlogd à espera é carregado menos e a placa em standby tem bastante sala para a atividade da sincronização. Consequentemente o desempenho do sistema não será afetado.

Comandos

Estes comandos podem ser usados a fim pesquisar defeitos edições:

#show support details

#show crash list

#show logs

#show snmp trap history verbose

#show session recovery status verbose

#show task resources facility sessmgr instance <>

#show task resources facility sessmgr all

Corefiles é gerado após um impacto. Geralmente os operadores armazenam-nos em um servidor interno. O nome corefile olha geralmente como o crash-<Cardnum>-<CPU Num>-<Hex timestamp>-coree.gcrash-09-00-5593a1b8-core.

Sempre que um impacto ocorre, esta informação de travamento é armazenada:

  • O registro do evento é armazenado no arquivo de /flash/crashlog2 (o log do impacto).
  • O minicore, o NPU, ou o arquivo associado da descarga do núcleo são armazenados no diretório de /flash/crsh2.

Resumo

Todo o software ASR5x00 é projetado segurar circunstâncias previstas/eventos e circunstâncias imprevistos/eventos. Quando Cisco se esforçar para ter o software perfeito, inevitavelmente os erros existirão e os impactos serão possíveis. É por isso os recursos de recuperação da sessão são tão importantes. Cisco esforça-se para a perfeição minimizará as ocorrências dos impactos, e a recuperação da sessão permitirá que as sessões continuem após um impacto. Todavia, é importante que Cisco continua a se esforçar para conseguir o software perfeito. Menos impactos reduzirão a probabilidade dos impactos múltiplos que acontecem simultaneamente. Quando a recuperação da sessão curar continuamente um único impacto, a recuperação dos impactos simultâneos múltiplos está projetada um bit diferentemente. Os operadores devem raramente (ou nunca) experimentar impactos simultâneos múltiplos, mas se tais eram ocorrer, o ASR5x00 é projetado recuperar a integridade do sistema como a prioridade mais alta, possivelmente no sacrifício de algumas sessões do subscritor.


Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.