Confer�ncias : Cisco TelePresence MCU 4203

Como eu uso um prefixo do serviço para fazer mais de 100 registos com um porteiro do Codian MCU /IP VCR?

19 Setembro 2015 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback


Perguntas


Introdução

Este artigo relaciona-se Produtos IP VCR 2210 do Cisco TelePresence MCU 4203, do Cisco TelePresence MCU MSE 8420, do Cisco TelePresence, ao Cisco TelePresence VCR MSE 8220, ao Cisco TelePresence MCU 4505 e ao Cisco TelePresence MCU MSE 8510.

Q. Como eu uso um prefixo do serviço para fazer mais de 100 registos com um porteiro do Codian MCU /IP VCR?

A. O MCU e o IP VCR podem registrar até 100 ID e/ou prefixos com um porteiro, contanto que o porteiro pode apoiar esse número de registos. Se você exige mais do que este, a seguir você deve usar um prefixo do serviço. Em vez de registrar cada dispositivo, a conferência ou a gravação com o porteiro individualmente, registram somente um prefixo do serviço para o MCU ou o IP VCR. Os atendimentos que começam com o prefixo do serviço serão distribuídos então ao MCU ou ao IP VCR e a unidade olhará acima o número discado e o ato no ID associado.

Usando o IP VCR como um exemplo ..... o IP VCR pode ter até 1000 gravações de que 200 podem ser armazenados no disco rígido interno. Se cada gravação é atribuída um ID numérico e se registra com um porteiro, a seguir o IP VCR precisa de registrar até 1000 IDS Plus numéricos H.323 imperativo ID. Além disso, o IP VCR pode ter até 50 pés dobradores e cada dobrador pode ter o prefixo entrante ID do atendimento ponto a ponto numérico 5, prefixo que parte do atendimento ponto a ponto, ID de gravação, gravando o console ID, e o atendimento automático ID). Consequentemente, na teoria, se o IP VCR é carregado inteiramente, a seguir nós precisamos de registrar 1000 + 1 + 250 = 1251 ID.

Obviamente isto não é prático e seria consome a largura de banda. Para fazê-lo simples e eficiente, o IP VCR de Codian fornece uma solução: registrando um prefixo do serviço. Neste caso, o IP VCR registra somente duas entradas ao porteiro: o prefixo do serviço e o H.323 ID. O prefixo do serviço diz ao porteiro que todo o número chamado que começa com este prefixo deve ser distribuído ao IP VCR; o porteiro não precisa de compreender a parcela restante do número chamado porque o IP VCR o interpretará.

Exemplo de cenário

Supõe que o IP VCR tem H.323 ID de VCR31. Igualmente tem duas gravações nomeadas demo1 e demo2 com ID numéricos 9000101 e 9000102 atribuídos para eles respectivamente.

A fim permitir que um usuário chame dentro de um valor-limite e olhe as gravações, nós precisamos de registrar estes ID numéricos com um porteiro. Há um número de maneiras em que para fazer isto, descrito abaixo.

O caso 5 é o mais eficiente se há muitas gravações no IP VCR: mais gravações no IP VCR, mais a largura de banda salvar. Usando o caso 5 o IP VCR pode segurar centenas de gravações com um único prefixo do serviço.

Caso 1: Nós não usamos nenhum tipo de prefixo (isto é nos ajustes > no porteiro o prefixo para registos IP VCR está vazio e nem usar-se como o prefixo para registos nem registro como um prefixo do serviço é selecionada). Contudo, o registro do gatekeeper para cada arquivo de gravação é permitido (isto é em Recordingswe clicaram cada gravação por sua vez e selecionaram a caixa de verificação do porteiro de H.323 para o registo numérico ID).

Neste caso, o IP VCR registra as seguintes 3 entradas ao porteiro: um como H.323 ID e dois para as gravações:

VCR31

9000101

9000102

Um usuário pode disca 9000101 ou 9000102 para olhar as gravações.

Caso 2: Nós fornecemos um prefixo 18 no IP VCR (isto é nos ajustes > no porteiro 18 estão incorporados para o prefixo para registos e uso IP VCR enquanto o prefixo para registos é selecionado). O registro do gatekeeper para cada arquivo de gravação é permitido como caso que 1. Então o IP VCR registra as seguintes 3 entradas (com o prefixo adicionado 18 na frente do cada ID numéricos):

VCR31

189000101

189000102

Neste caso o usuário precisa disca 189000101 ou 189000102 para olhar a gravação desejada.

Caso 3: Nós usamos o prefixo 18 e selecionamos o registro como um prefixo do serviço que deselecting somente o uso como o prefixo para registos. O registro do gatekeeper para cada arquivo de gravação é permitido como caso que 1. Configurando o IP VCR desta maneira registra as seguintes 4 entradas:

VCR31

*** 18 como um prefixo do gateway ao **** do porteiro

9000101

9000102

Agora o usuário pode chamar em usar ou o ID numérico ou o “prefixo + ID numérico” a jogar suporta uma gravação. Por exemplo para jogar demo1 traseiro pode discar 9000101 ou 189000101.

Ao mesmo tempo, se algumas gravações são atribuídas com ID numéricos mas não registradas ao porteiro podem ser chamadas também. Por exemplo, um terceiro demo3 de gravação atribuído com ID numérico 9000201 mas não selecionado para registrar-se ao porteiro pode ser chamado discando 189000201.

Caso 4: Nós selecionamos o registro de ambas as opções como um prefixo do serviço e usamo-nos como o prefixo para registos. O registro do gatekeeper para cada arquivo de gravação é permitido como caso que 1. Então o IP VCR registrará as seguintes 4 entradas:

VCR31

*** 18 como um prefixo do gateway ao porteiro - como caso que 3 ****

189000101

189000102

O usuário disca o “prefixo + ID numérico” para jogar gravações traseiras. Por exemplo para jogar demo1 de gravação traseiro, os seletores 189000101 do usuário.

Como caso que 3, o usuário podem discar uma gravação não registada adicionando o “prefixo + ID numérico” - contanto que tem um ID numérico atribuído.

Caso 5: Nós selecionamos o registro como um prefixo do serviço somente (isto é. Use porque o prefixo para registos é) registo deselected do butuntick ao porteiro em cada um das gravações (isto é em Recordingswe clicaram cada gravação por sua vez e deselected a caixa de verificação do porteiro de H.323 no registo numérico ID).

Neste caso o IP VCR registra somente as seguintes 2 entradas ao porteiro:

VCR31

o *** 18 isto é um prefixo do gateway ao *** do porteiro

Se o usuário deseja olhar demo1, precisa de conhecer o ID numérico para essa gravação (9000101) mais o prefixo IP VCR (18) assim que pode disca 189000101. Quando o pedido é recebido pelo porteiro distribui o atendimento ao IP VCR porque considera o prefixo 18 nos dígitos discados. O porteiro não sabe onde 9000101 está mas o passa ao IP VCR e o deixa o IP VCR situar o número chamado.

Caso 6: Nós usamos combinações de prefixo e de registo do serviço para gravações individuais: nós agrupamos gravações usando o prefixo do serviço mas, ao mesmo tempo, permitimos que as gravações individuais registrem-se ao porteiro. Esta é muito uma maneira flexível trabalhar.

Por exemplo, para ter 100 gravações chamadas com o mesmo prefixo, deselected a caixa de verificação do porteiro de H.323 no registo numérico ID para cada um destas gravações porque não é necessário as registrar individualmente. Para algum outro registo da licença das gravações permitido. As gravações agrupadas são chamadas com “prefixo + ID numérico” e, para estas gravações, os atendimentos com “número ID” somente falharão porque o porteiro não sabe a onde o atendimento deve ser distribuído. Contudo, as gravações individualmente registradas podem ser chamadas diretamente com o “prefixo + ID numérico” ou “ID numérico” porque o porteiro tem o conhecimento do prefixo e dos ID numéricos registrados daquelas gravações.

Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Informações Relacionadas


Document ID: 112260