WebEx : Cisco TelePresence Management Suite (TMS)

Um sistema em TMS não é dado a escolha para chamar H.323 aliás. Por quê?

14 Outubro 2016 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback


Perguntas


Introdução

Este artigo relaciona-se à suite de gerenciamento do Cisco TelePresence.

Q. Um sistema em TMS não é dado a escolha para chamar H.323 aliás. Por quê?

A. Para fazer atendimentos programados de H.323 a um pseudônimo (número E.164, URI ou H.323 ID), TMS deve saber que os sistemas (valores-limite e/ou MCU) têm a largura de banda IP e estão registrados a um porteiro de H.323. Para assegurar isto:

  1. Verifique a largura de banda IP:

    1. Vá aos sistemas > ao navegador

    2. Selecione o sistema.

    3. Clique ajustes.

    4. Na placa dos ajustes do atendimento, assegure que a largura de banda máxima IP está maior de 0. (se não, e você tem as permissões necessárias, o clique edita ajustes, incorpora a largura de banda e clica-à salvaguarda.)

  2. Verifique o estado do porteiro:

    Ainda nos ajustes, na placa das configurações de rede, assegure-se de que o estado do registro do gatekeeper esteja registrado. (Se não, registrar o sistema a um porteiro depois das instruções fornecidas com esse sistema.)

No roteamento os atendimentos programados, TMS executam verificações vizinhas do porteiro para assegurar-se de que o número que está sendo chamado possa ser resolvido a um sistema controlado conhecido. TMS olha acima o porteiro do sistema remoto no base de dados TMS e verifica-o contra o endereço do porteiro do sistema de pedido:

  • Se são os mesmos, os sistemas estão considerados compatíveis e aliás discar é permitido.

  • Se não são os mesmos mas os porteiros estão controlados por TMS, TMS verifica os vizinhos definidos para ver se há cada porteiro e se os dois porteiros são alistados como os vizinhos de se, discando aliás está reservado. (Para desabilitar esta verificação vizinha do porteiro, vá às ferramentas administrativas > aos ajustes da configuração > da conferência e no Yes seleto da seção avançada das opções da conferência para o plano marcando E164 liso do uso quando chamadas de roteamento).

  • Se os porteiros não são vizinhos diretos, mas as zonas IP do sistema e do sistema de destino de pedido ambos têm um URI que discam o domínio definido, TMS reserva chamar usando o formato alias@URIdomain.

  • Se os porteiros são diferentes e não vizinhos então, à revelia, TMS não pode supor que você pode discar pseudônimos diretamente e não reserva discar por aliás.

Ao tentar um atendimento usando a programação, os ajustes da programação TMS (também nos ajustes) de ambos os sistemas são levados em consideração igualmente. (Para cada protocolo do atendimento há dois “permite permissões: um para chamadas recebidas e o outro para as chamadas feitas.) TMS não oferece uma rota do atendimento se “permita a permissão” não é concedido para a direção do chamador/combinação apropriadas do protocolo para cada sistema.


Informações Relacionadas


Document ID: 112419