Confer�ncias : Cisco TelePresence Management Suite (TMS) Version 14

Procedimentos de migração do server TMS

19 Setembro 2015 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback

Introdução

Este documento descreve os procedimentos que são usados a fim migrar um aplicativo de base de dados da suite de gerenciamento do Cisco TelePresence (TMS) de um server a outro, com a opção mover o lugar do banco de dados da língua de consulta estruturada (SQL).

Nota: Não há nenhum método para migrações das contas de usuário local de um Microsoft Windows server a outro. Se você se usa Microsoft Windows local explica a fim alcançar o server TMS, você deve manualmente criar estas contas no server novo.

Contribuído por Zac Colton, engenheiro da Cisco, e Vernon Depee, engenheiro de TAC da Cisco. 

Pré-requisitos

Requisitos

A Cisco recomenda que você tenha conhecimento destes tópicos:

  • Microsoft SQL server
  • Cisco TMS

Componentes Utilizados

As informações neste documento são baseadas nestas versões de software:

  • Versões 12, 13, e 14 TMS
  • Versão 1.0 TMSPE
  • Versões 2005 e 2008 do Microsoft SQL server

As informações neste documento foram criadas a partir de dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos utilizados neste documento foram iniciados com uma configuração (padrão) inicial. Se a sua rede estiver ativa, certifique-se de que entende o impacto potencial de qualquer comando.

Migre o TMS

Esta seção descreve os processos que são usados a fim migrar o TMS.

Preparação

Nota: Se você usa agentes do legado TMS, assegure-se de que você desabilite primeiramente a replicação a todos os dispositivos.

Feche todos os serviços TMS Microsoft Windows:

  • Serviço do agente TMS
  • Serviço do varredor do banco de dados TMS
  • TMS vivem serviço
  • Serviço de diretório TMS PLCM
  • Serviço de programador TMS
  • Serviço dos diagnósticos do server TMS
  • Serviço do Simple Network Management Protocol (SNMP) TMS

Se você usa a extensão do abastecimento TMS (tmspe), a seguir feche-a para baixo igualmente.

Nota: Se você usa agentes do legado TMS, o nome de domínio totalmente qualificado (FQDN) que é configurado na parte inferior da página dos ajustes do agente TMS do TMS (tipicamente o FQDN do TMS, como configurado em Microsoft Windows) deve ser solucionável ao endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT do TMS quando o server de comunicação de vídeo (VC) executa uma consulta no FQDN. A obrigação das consultas reversas igualmente esta presente.

Suporte o banco de dados SQL

Há dois métodos que são alternativos usado e restauração o banco de dados SQL. O CLI está disponível em todos os sistemas que têm o SQL instalado, mas o estúdio do Gerenciamento SQL pode ser transferido de Microsoft e ser usado, se desejado.

Uso do SQL CLI

Se o banco de dados SQL reside atualmente no mesmo server que o aplicativo de servidor e você TMS planeiam mover o banco de dados para um server novo, qualquer um o Microsoft Windows server novo que hospeda TMS ou um exemplo separado SQL, a seguir o banco de dados deve ser suportado e restaurado ao lugar novo.

Os comandos que são descritos nesta seção são incorporados dentro do comando prompt no server atual TMS que hospeda o exemplo expresso SQL com o banco de dados do tmsng. Estes comandos são escritos a fim permitir o acesso do servidor SQL através do usuário atualmente entrado de Microsoft Windows. A fim usar credenciais do início de uma sessão SQL, substitua - E com - o <username> U - <password> P e substitua o nome de usuário e senha com as credenciais SQL e os direitos do System Admin.

Banco de dados TMS

A fim suportar o banco de dados SQL do tmsng com o CLI, incorpore este comando:

sqlcmd -S (local)\SQLTMS -E -Q "BACKUP DATABASE tmsng TO DISK='<path>\tmsng.bak'

Quando este comando é usado, substitua o <path > com o lugar a que você gostaria de salvar o backup. Este lugar deve ter o espaço adequado para o backup, e o serviço SQL deve ter o acesso a ele.

Banco de dados TMSPE (quando TMSPE for usado)

Se você usa o tmspe, a seguir incorpore este comando a fim suportar o banco de dados SQL do tmspe do CLI:

sqlcmd -S (local)\SQLTMS -E -Q "BACKUP DATABASE tmspe TO DISK='<path>\tmspe.bak'

Copie arquivos ao server novo

Copie o arquivo de backup ao lugar novo do servidor SQL. Esta pode ser um servidor SQL separado ou a localização do servidor nova TMS que executa o servidor SQL expresso.

Nota: O lugar a que você copia o arquivo de backup exige o usuário de serviço SQL ter o acesso direto.

Estúdio do Gerenciamento SQL

Esta seção descreve o processo alternativo quando o estúdio do Gerenciamento SQL é usado.

Banco de dados TMS

No servidor SQL atual, o estúdio aberto do Gerenciamento SQL e navega ao banco de dados do tmsng. Clicar com o botão direito o banco de dados e navegue às tarefas > ao apoio…:

 

Na página alerta alternativa, assegure-se de que os ajustes estejam similares àqueles mostrados. Pôde haver um destino do padrão especificado. Se você gostaria de usar este lugar a fim armazenar o backup, a APROVAÇÃO do clique e o backup são enviados ao lugar especificado. Se não há nenhum local de destino especificado, o clique adiciona, clica, e dá entrada com um nome de arquivo do tmsng. Então, a APROVAÇÃO do clique para todas as três telas, e o backup da base de dados devem ocorrer.

 

Nota: Se você recebe um acesso negou a mensagem, assegura-se de que você escrevesse a um lugar a que o usuário de serviço SQL pode escrever. Geralmente, isto inclui a pasta de backup dentro de Microsoft SQL (MSSQL).

Banco de dados TMSPE (quando TMSPE for usado)

Se você usa o tmspe, a seguir termine as etapas acima mencionadas, mas clicar com o botão direito o banco de dados do tmspe em vez do banco de dados do tmsng. Nomeie este backup tmspe.bak.

Copie arquivos ao server novo

Copie o arquivo de backup ao lugar novo do servidor SQL. Esta pode ser um servidor SQL separado, ou a localização do servidor nova TMS que executa o servidor SQL expresso.

Nota: O lugar a que você copia o arquivo de backup exige o usuário de serviço SQL ter o acesso direto.

Agentes do legado TMS

Se você usa agentes do legado TMS, no server velho TMS, abra o Windows Explorer e navegue a %OPENDS_HOME% > DB > userRoot.

Aqui está um exemplo:

C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > abastecimento > OpenDS-2.0 > DB > userRoot

Copie o arquivo *.jdb a um lugar provisório no server novo TMS.

Migração das versões 14 ou mais recente TMS

Se o TMS executa a versão 14 ou mais recente, há uma chave de criptografia que seja usada a fim armazenar firmemente credenciais no banco de dados do tmsng. Esta chave deve ser copiada do server velho ao server novo. A fim recolher isto do server velho, abra as ferramentas TMS e selecione a chave de criptografia. Então, copie a chave.

Nota: Isto está usado mais tarde quando você instala o TMS.

Salvar os arquivos locais

O TMS pôde conter arquivos personalizados utilizador final. Estes lugar devem ser verificados. Se há uns arquivos personalizados nestes lugar, assegure-se de que você salvar estes arquivos e copie-se os à localização do servidor nova TMS depois que é reinstalada.

Estes diretórios são o os caminhos padrão:

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > CiscoSettings

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > CompanyLogo

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > ExternalSourceFiles

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > imagem

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > língua

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > logotipo

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > mapa

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > MGCSettings

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > software

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > dados > som

  • C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > wwwTMS > público > dados > SOFTWARE

Restaure o banco de dados SQL

Há dois métodos que são alternativos usado e restauração o banco de dados SQL. O CLI está disponível em todos os sistemas que têm o SQL instalado, mas o estúdio do Gerenciamento SQL pode ser transferido de Microsoft e ser usado, se desejado.

Uso SQL CLI

Esta seção descreve o uso do SQL CLI.

Banco de dados TMS

Nota: Uma cópia atual do servidor SQL (versão 2005 ou 2008) ou do servidor SQL expresso (versão 2005 ou 2008) é exigida a fim continuar.

Se você pretende usar o SQL expresso no server novo TMS a fim abrigar o banco de dados, instale o TMS e desinstale-o então. Isto permite que você crie o exemplo expresso SQL que é exigido a fim restaurar o banco de dados. Durante a instalação, você não precisa de incluir as chaves da chave e da opção da liberação, porque estes dados overwritten quando o banco de dados é restaurado do backup. Se você usa um servidor SQL separado, você não precisa de instalar e desinstalar o TMS.

No server que executa o servidor SQL ou o servidor SQL expresso, incorpore os comandos descritos nesta seção a fim restaurar o banco de dados SQL. Estes comandos são escritos a fim permitir o acesso do servidor SQL através do usuário atualmente entrado de Microsoft Windows.

A fim usar as credenciais do início de uma sessão SQL, substitua - E com - o <username> U - <password> P e substitua o nome de usuário e senha com as credenciais SQL e os direitos do System Admin. Você deve igualmente fazer estas substituições:

  • Substitua o nome do servidor com o hostname do servidor SQL.

  • Substitua o instancename com o nome de instância do serviço SQL.

  • Substitua o <pathofbackup > a variável com o lugar do arquivo (.bak) alternativo.

  • Substitua os <pathofdbfiles > a variável com o lugar que você deseja armazenar o arquivo do banco de dados MDF (tmsng_data.mdf) e o lugar que você deseja armazenar o arquivo do banco de dados LDF (tmsng_log.ldf).

Se você deve restaurar o banco de dados à versão de SQL 2005, incorpore este comando:

sqlcmd -S <servername\instancename> -E -Q "DECLARE @Table TABLE (LogicalName
 varchar(128),[PhysicalName] varchar(128), [Type] varchar, [FileGroupName]
 varchar(128), [Size] varchar(128), [MaxSize] varchar(128), [FileId]varchar
 (128), [CreateLSN]varchar(128), [DropLSN]varchar(128), [UniqueId]varchar
 (128), [ReadOnlyLSN]varchar(128), [ReadWriteLSN]varchar(128),
 [BackupSizeInBytes]varchar(128), [SourceBlockSize]varchar(128), [FileGroupId]
 varchar(128), [LogGroupGUID]varchar(128), [DifferentialBaseLSN]varchar(128),
[DifferentialBaseGUID]varchar(128), [IsReadOnly]varchar(128), [IsPresent]
 varchar(128));DECLARE @Path varchar(1000);SET @Path='<pathofbackup>\tmsng.bak'
 ;DECLARE @LogicalNameData varchar(256),@LogicalNameLog varchar(256);INSERT
 INTO @table EXEC('RESTORE FILELISTONLY FROM DISK=''' +@Path+ '''');SET
 @LogicalNameData=(SELECT LogicalName FROM @Table WHERE Type='D');SET
 @LogicalNameLog=(SELECT LogicalName FROM @Table WHERE Type='L');RESTORE
 DATABASE tmsng FROM DISK='<pathofbackup>\tmsng.bak' WITH REPLACE, MOVE
 @LogicalNameData TO '<pathofdbfiles>\tmsng_data.mdf', MOVE @LogicalNameLog
 TO '<pathofdbfiles>\tmsng_log.ldf'"

Se você deve restaurar o banco de dados à versão de SQL 2008, incorpore este comando:

sqlcmd -S <servername\instancename> -E -Q "DECLARE @Table TABLE (LogicalName
 varchar(128),[PhysicalName] varchar(128), [Type] varchar, [FileGroupName]
 varchar(128), [Size] varchar(128), [MaxSize] varchar(128), [FileId]varchar
 (128), [CreateLSN]varchar(128), [DropLSN]varchar(128), [UniqueId]varchar
 (128), [ReadOnlyLSN]varchar(128), [ReadWriteLSN]varchar(128),
 [BackupSizeInBytes]varchar(128), [SourceBlockSize]varchar(128), [FileGroupId]
 varchar(128), [LogGroupGUID]varchar(128), [DifferentialBaseLSN]varchar(128),
 [DifferentialBaseGUID]varchar(128), [IsReadOnly]varchar(128), [IsPresent]
 varchar(128), [TDEThumbprint]varchar(128));DECLARE @Path varchar(1000);SET
 @Path='<pathofbackup>\tmsng.bak';DECLARE @LogicalNameData varchar(256),
 @LogicalNameLog varchar(256);INSERT INTO @table EXEC('RESTORE FILELISTONLY
 FROM DISK=''' +@Path+ '''');SET @LogicalNameData=(SELECT LogicalName FROM
 @Table WHERE Type='D');SET @LogicalNameLog=(SELECT LogicalName FROM @Table
 WHERE Type='L');RESTORE DATABASE tmsng FROM DISK='<pathofbackup>\tmsng.bak'
 WITH REPLACE, MOVE @LogicalNameData TO '<pathofdbfiles>\tmsng_data.mdf',
 MOVE @LogicalNameLog TO '<pathofdbfiles>\tmsng_log.ldf'"

Banco de dados TMSPE (quando TMSPE for usado)

A fim restaurar o banco de dados SQL do tmspe à versão de SQL 2005, incorpore este comando no CLI:

sqlcmd -S <servername\instancename> -E -Q "DECLARE @Table TABLE (LogicalName
 varchar(128),[PhysicalName] varchar(128), [Type] varchar, [FileGroupName]
 varchar(128), [Size] varchar(128), [MaxSize] varchar(128), [FileId]varchar
 (128), [CreateLSN]varchar(128), [DropLSN]varchar(128), [UniqueId]varchar
 (128), [ReadOnlyLSN]varchar(128), [ReadWriteLSN]varchar(128),
 [BackupSizeInBytes]varchar(128), [SourceBlockSize]varchar(128), [FileGroupId]
 varchar(128), [LogGroupGUID]varchar(128), [DifferentialBaseLSN]varchar(128),
 [DifferentialBaseGUID]varchar(128), [IsReadOnly]varchar(128), [IsPresent]
 varchar(128));DECLARE @Path varchar(1000);SET @Path='<pathofbackup>\tmspe.bak'
 ;DECLARE @LogicalNameData varchar(256),@LogicalNameLog varchar(256);INSERT
 INTO @table EXEC('RESTORE FILELISTONLY FROM DISK=''' +@Path+ '''');SET
 @LogicalNameData=(SELECT LogicalName FROM @Table WHERE Type='D');SET
 @LogicalNameLog=(SELECT LogicalName FROM @Table WHERE Type='L');RESTORE
 DATABASE tmspe FROM DISK='<pathofbackup>\tmspe.bak' WITH REPLACE, MOVE
 @LogicalNameData TO '<pathofdbfiles>\tmspe_data.mdf', MOVE @LogicalNameLog
 TO '<pathofdbfiles>\tmspe_log.ldf'"

A fim restaurar o banco de dados SQL do tmspe à versão de SQL 2008, incorpore este comando no CLI:

sqlcmd -S <servername\instancename> -E -Q "DECLARE @Table TABLE (LogicalName
 varchar(128),[PhysicalName] varchar(128), [Type] varchar, [FileGroupName]
 varchar(128), [Size] varchar(128), [MaxSize] varchar(128), [FileId]varchar
 (128), [CreateLSN]varchar(128), [DropLSN]varchar(128), [UniqueId]varchar
 (128), [ReadOnlyLSN]varchar(128), [ReadWriteLSN]varchar(128),
 [BackupSizeInBytes]varchar(128), [SourceBlockSize]varchar(128),
 [FileGroupId]varchar(128), [LogGroupGUID]varchar(128), [DifferentialBaseLSN]
 varchar(128), [DifferentialBaseGUID]varchar(128), [IsReadOnly]varchar(128),
 [IsPresent]varchar(128), [TDEThumbprint]varchar(128));DECLARE @Path varchar
 (1000);SET @Path='<pathofbackup>\tmspe.bak';DECLARE @LogicalNameData varchar
 (256),@LogicalNameLog varchar(256);INSERT INTO @table EXEC('RESTORE
 FILELISTONLY FROM DISK=''' +@Path+ '''');SET @LogicalNameData=(SELECT
 LogicalName FROM @Table WHERE Type='D');SET @LogicalNameLog=(SELECT
 LogicalName FROM @Table WHERE Type='L');RESTORE DATABASE tmspe FROM DISK=
 '<pathofbackup>\tmspe.bak' WITH REPLACE, MOVE @LogicalNameData TO
 '<pathofdbfiles>\tmspe_data.mdf', MOVE @LogicalNameLog TO
 '<pathofdbfiles>\tmspe_log.ldf'"

Uso do estúdio do Gerenciamento SQL

Esta seção descreve o uso do estúdio do Gerenciamento SQL.

Banco de dados TMS

Abra o estúdio do Gerenciamento SQL no servidor SQL novo. Clicar com o botão direito bancos de dados e selecione o banco de dados da restauração:

 

Na fonte para o campo da restauração, clique do dispositivo: o buttonand de rádio entra no lugar do arquivo tmsng.bak. Nos grupos do backup de Selectthe a restaurar: o campo, verifica a caixa de seleção do backup da base de dados tmsng-FULL. No Todatabase: campo, APROVAÇÃO seleta do clique do tmsngand. Isto deve restaurar o tmsngdatabase.

Banco de dados TMSPE (quando TMSPE for usado)

O processo que é usado a fim restaurar o banco de dados do tmspe é o mesmo que aquele usado a fim restaurar o banco de dados do tmsng, mas você seleciona o arquivo de backup do tmspe em vez do arquivo de backup do tmsng, e seleciona o banco de dados do tmspe em vez do banco de dados do tmsng.

Nota: No servidor de banco de dados novo, assegure-se de que o serviço do navegador SQL seja executado. Se não é executado, a instalação do tmspe falha.

Ações da restauração de base de dados do cargo

Depois que você restaura o banco de dados, termine estas etapas:

  1. Reinstale o TMS no server novo a fim hospedar o aplicativo de servidor TMS.

  2. O costume seleto instala a fim apontar ao lugar novo do servidor SQL.

Migrações das versões 14 e mais recente TMS

Durante o processo de instalação, incorpore a chave de criptografia que é copiada do server original TMS.

Nota: Sob algumas circunstâncias, este campo pôde ser esmaecida-para fora. Se é, depois que a instalação está completa, carregue as ferramentas TMS e entre na corda da criptografia lá. Então, recarregue o server TMS.

Uso TMSPE

Se você usa TMSPE, reinstale o TMSPE no server TMS e indique a localização do banco de dados nova.

Uso dos agentes do legado TMS

Se você usa agentes do legado TMS, termine então estas etapas:

  1. Pare o serviço de Microsoft Windows dos agentes TMS. Isto igualmente para o serviço de OpenDS Windows.

  2. Consulte a %OPENDS_HOME% > DB > userRoot. Aqui está um exemplo: C : > arquivos de programa > TANDBERG > TMS > abastecimento > OpenDS-2.0 > DB > userRoot.

  3. Suprima de todos os arquivos que existem no dobrador.

  4. Mova os arquivos .jdb que são copiados do server velho TMS no dobrador.

  5. Comece o serviço de TMSAgentService Microsoft Windows.

Cuidado: Não alcance o portal TMS neste tempo.

TMS utiliza ferramentas o uso de serviço público

Se o nome de host do server TMS muda e você usa as contas de usuário local (contas de usuário que existem no server que hospeda o aplicativo de servidor TMS - não contas do diretório ativo (AD)), você deve executar a utilidade das ferramentas TMS a fim alterar os dados dentro do banco de dados para assegurar-se de que você possa entrar:

  • Navegue a TMS utiliza ferramentas > utilidades > domínio dos usuários da mudança.

  • Incorpore o Domain Name velho: Name> do host de servidor do <old TMS.

  • Incorpore o Domain Name novo: Name> do host de servidor do <new TMS.

aviso: A falha fazer isto pode conduzir à perda da capacidade para alcançar o portal TMS.

Nota: As contas de usuário local não são movidas para o o server novo durante este processo de migração. Se você usa contas locais de Microsoft Windows, devem manualmente ser recreadas no Microsoft Windows server novo a que o TMS é migrado.

A instalação do cargo

A fim alcançar o portal TMS com uma conta de usuário que tenha direitos do administrador do local em TMS, termine estas etapas:

  1. Navegue às ferramentas administrativas > à configuração > ajustes gerais.

  2. Assegure-se de que o valor para o diretório de FTP do software esteja exato para a instalação do servidor nova. Este valor pôde ser errado se você instalou o TMS com uma letra da unidade diferente no server novo (quando comparado ao server velho), ou se você comutou de um de 32 bits a uma versão 64-bit do operating system (OS) do Microsoft Windows server.

  3. Navegue às ferramentas administrativas > à configuração > às configurações de rede.

  4. Verifique os valores para ver se há estes campos:

    • Ajustes da rede geral > URL onde os pacotes de softwares podem ser transferidos

    • Ajustes da rede avançada para sistemas no endereço do IPv4 da LAN interna > do server TMS

    • Ajustes da rede avançada para sistemas no endereço do IPv6 da LAN interna > do server TMS

    • Ajustes da rede avançada para sistemas no nome de host totalmente qualificado da LAN interna > do server TMS

    • Ajustes da rede avançada para sistemas em Internet públicas/atrás do Firewall > do endereço do servidor TMS (nome de host totalmente qualificado ou endereço do IPv4)

Uso dos agentes do legado TMS

Se você usa agentes do legado TMS, termine estas etapas:

  1. Navegue às ferramentas administrativas > à configuração > ao agente TMS ajustes.

  2. No global > os ajustes seccionam, incorporam uma senha para a senha da senha da configuração ldap e da replicação LDAP. Isto assegura-se de que as senhas sejam sincronizados com o lugar de armazenamento de dados.

  3. Assegure-se de que o valor para o backup > o diretório de backup do agente TMS esteja exato para a instalação do servidor nova. Este valor pôde ser errado se você instalou o TMS com uma letra da unidade diferente no server novo (quando comparado ao server velho), ou se você comutou de um de 32 bits a uma versão 64-bit do OS do Microsoft Windows server.

Suprima do server velho

Perto da parte inferior da página, nos server seção TMS, você pôde observar server múltiplos TMS. Em caso afirmativo, termine estas etapas a fim suprimir do server velho:

  1. Clique o nome de máquina e selecione a supressão.

  2. Para a máquina nova, verifique que o endereço de rede está correto (o FQDN e o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT). Se o endereço de rede não está correto, termine então estas etapas:

    1. O clique edita (localizado à direita).

    2. Incorpore o endereço correto FQDN para o server novo TMS, e clique a atualização.

    3. Perto da parte superior da página, incorpore uma senha nova da senha da configuração ldap e da replicação LDAP ao global > seção dos ajustes.

    4. Clique a salvaguarda perto da parte inferior da página.

Execute os diagnósticos do agente TMS

Navegue aos diagnósticos das ferramentas administrativas > do agente TMS e execute os diagnósticos do agente TMS no agente local TMS.

Nota: Se os diagnósticos do agente TMS falham, refira o guia dos procedimentos de Troubleshooting de Cisco TMSAgent.

Permita a replicação do agente TMS aos VC

Estão aqui algumas observações importantes a manter-se na mente quando você permite a replicação do agente TMS aos VC:

  • Se você usa o tmspe, você deve reinstalá-lo e indicar o local atual do banco de dados do tmspe.

  • Se você usa Ramais da analítica e estiveram instalados no server velho TMS, você deve reinstalá-los no server novo.

  • Se você usa uma extensão TMS para o Microsoft Exchange, use sua ferramenta de configuração a fim indicar o lugar novo do server TMS.

  • Se a replicação falha devido às consultas do Domain Name System (DNS), assegure-se de que o FQDN que é configurado perto da parte inferior da página dos ajustes de TMSAgent do TMS (tipicamente o FQDN do TMS, como configurado em Microsoft Windows) esteja solucionável ao endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT do TMS quando os VC executam uma consulta deste FQDN. A obrigação das consultas reversas igualmente esta presente.

Informações Relacionadas


Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Document ID: 117896