Sem fio : Controladores sem fio Cisco 5500 Series

Cisco CleanAir - Guia de design de rede do Cisco Unified Wireless

19 Setembro 2015 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback


Índice


Introdução

A Spectrum Intelligence (SI) é uma tecnologia central projetada para gerenciar proativamente os desafios de um espectro sem fio compartilhado. Essencialmente, o SI traz os algoritmos de identificação avançados da interferência similares àqueles usados nas forças armadas ao mundo comercial da rede de comunicação Wireless. O SI fornece a visibilidade a todos os usuários do espectro compartilhado, dispositivos do Wi-fi e interferências estrangeiras. Para cada dispositivo que se opera na banda sem licença, o SI di-lo: Que é ele? Onde está? Como impacta a rede do Wi-fi? Cisco tomou o passo corajoso para integrar o SI diretamente na solução do silicone e da infraestrutura do Wi-fi.

A solução integrada, referida como Cisco CleanAir, significa que pela primeira vez o gerente TI WLAN pode identificar e encontrar os origens de interferência non-802.11, que aumenta a barra na facilidade do Gerenciamento e na Segurança das redes Wireless. Mais importante ainda, um SI integrado ajusta a fase para uma raça nova do Radio Resource Management (RRM). Ao contrário das soluções precedentes RRM que poderiam somente compreender e adaptar ao outro Wi-fi dispositivos, o SI abre o trajeto para uma solução de segunda geração RRM que seja plenamente consciente de todos os usuários do espectro wireless, e pode aperfeiçoar o desempenho face a estes dispositivos variados.

O primeiro ponto importante que precisa de ser feito é aquele de uma perspectiva do projeto. CleanAir permitiu os Access point (AP) é apenas aquele; Os AP e o desempenho são virtualmente idênticos aos 1140 AP. Projetar para a cobertura do Wi-fi é o mesmo com ambos. CleanAir ou os processos da identificação da interferência são um processo passivo. CleanAir é baseado no receptor, e para que a classificação funcione, a fonte precisa de dever ruidosamente bastante ser recebida em DB 10 acima do assoalho do ruído. Se sua rede é distribuída de tal maneira que seus clientes e AP podem ouvir um outro, a seguir CleanAir pode ouvir-se suficientemente bem para alertá-lo a incomodar a interferência dentro de sua rede. As exigências da cobertura para CleanAir são detalhadas neste documento. Há alguns casos especiais segundo a rota que da aplicação de CleanAir você escolhe finalmente. A tecnologia foi projetada felicitar os melhores prática atuais no desenvolvimento do Wi-fi. Isto inclui os modelos de distribuição de outras Tecnologias amplamente utilizadas tais como o wIPS, a Voz, e disposições adaptáveis do lugar.

Pré-requisitos

Requisitos

Cisco recomenda que você tem o conhecimento de CAPWAP e de rede de Cisco Unified Wireless (CUWN).

Componentes Utilizados

As informações neste documento são baseadas nestas versões de software e hardware:

  • CleanAir AP capazes é Aironet 3502e, 3501e, 3502i, e 3501i

  • Versão 7.0.98.0 running do controlador de WLAN de Cisco (WLC)

  • Versão 7.0.164.0 running do Sistema de controle sem fio da Cisco (WCS)

  • Versão 7.0 running do motor dos Serviços de mobilidade de Cisco (MSE)

Convenções

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos.

Teoria da operação de CleanAir

CleanAir é um sistema, não uma característica. O software e os componentes de hardware de CleanAir fornecem a capacidade para medir exatamente a qualidade do canal do Wi-fi e para identificar as fontes NON-Wi-Fi de interferência do canal. Isto não pode ser feito com um chipset padrão do Wi-fi. A fim compreender objetivos de projeto e exigências para a implementação bem sucedida é necessário compreender como CleanAir trabalha em um nível alto.

Para aqueles já familiares com a tecnologia perita do espectro de Cisco, CleanAir é uma etapa evolucionária natural. Mas, é completamente uma nova tecnologia que esta é uma tecnologia distribuída empresa-baseada da análise de espectro. Como tal, é similar ao Cisco Spectrum Expert em alguns aspectos mas muito diferente em outro. Os componentes, as funções, e as características são discutidos neste documento.

CleanAir AP

O CleanAir novo AP capazes é Aironet 3502e, 3501e, 3502i, e 3501i. O e designa a antena externa, o I designa a antena interna. Ambos são inteiramente - a próxima geração funcional 802.11n AP e são executado na potência 802.3af padrão.

Figura 1: C3502E e C3502I CleanAir AP capazes

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-01.gif

O hardware da análise de espectro é integrado diretamente no chipset do rádio. Esta adição adicionada sobre 500 portas de lógica K ao silicone de rádio, e forneceu o acoplamento excepcionalmente próximo das características. Há muitas outras características tradicionais, que foram adicionadas ou melhoradas com estes rádios. Mas, é além do alcance deste documento e estes não são cobertos aqui. Baste-o deve dizer, isso no seus próprios sem CleanAir o bloco do 3500 Series AP muitas características e desempenho em uma empresa atrativa e robusta AP.

Componentes de sistema de Cisco CleanAir

A arquitetura básica de Cisco CleanAir consiste em Cisco AP permitidos CleanAir e um controlador de WLAN de Cisco (WLC). O Sistema de controle sem fio da Cisco (WCS) e o motor dos Serviços de mobilidade (MSE) são componentes de sistema opcionais. A fim obter o valor cheio da informação que os fornecimentos de sistema de CleanAir, o WCS e MSE são junto chaves a leveraging uma eficácia mais larga de CleanAir. Isto fornece as interfaces do utilizador para capacidades avançadas do espectro tais como cartas históricas, seguindo dispositivos da interferência, serviços de lugar e análise de impacto.

Um AP equipado com a tecnologia de Cisco CleanAir recolhe a informação sobre os origens de interferência NON-Wi-Fi, processa-a e envia-a ao WLC. O WLC é um núcleo integral parte do sistema de CleanAir. O WLC controla e configura CleanAir AP capazes, recolhe e processa dados do espectro e fornece-os ao WCS e/ou ao MSE. O WLC fornece relações de usuário local (GUI e CLI) para configurar características e serviços básicos de CleanAir e para indicar a informação atual do espectro.

Cisco WCS fornece as relações de usuário avançado para CleanAir que incluem a possibilidade e a configuração da característica, Exibir informação consolidado, registros históricos da qualidade do ar e os motores do relatório.

Figura 2: Fluxo de sistema lógico

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-02.gif

Cisco MSE é exigido para o lugar e o seguimento histórico de dispositivos da interferência, e fornece a coordenação e a consolidação de relatórios da interferência através dos WLC múltiplos.

Nota: Um único WLC pode somente consolidar alertas da interferência para os AP conectados diretamente a ele. A coordenação dos relatórios que vêm dos AP anexados aos controladores diferentes exige o MSE que tem uma opinião larga do sistema de todo o CleanAir AP e WLC.

Classificação e sábio da interferência

O coração do sistema de CleanAir é o motor da análise de espectro (sábio) ASIC, o analisador de espectro em uma microplaqueta. Contudo, é muito mais do que apenas um analisador de espectro. No núcleo é 256 um motor poderoso do ponto FFT que forneça 78 uma finalidade de surpresa do kHz RBW (largura de banda de definição, a resolução mínima que pode ser indicada) construída pulso e estatísticas que recolhem os motores assim como o DSP motor acelerado do vetor (DAvE). O hardware prudente é executado paralelamente ao chipset e aos processos do Wi-fi perto da linha informação de taxa. Toda a esta permite a precisão extrema e as escalas para um grande número origens de interferência como, sem a pena na taxa de transferência de tráfego de usuário.

O chipset do Wi-fi está sempre na linha. As varreduras prudentes são executadas uma vez por segundo. Se um preâmbulo do Wi-fi é detectado, está passado completamente ao chipset diretamente e não afetado pelo hardware prudente paralelo. Nenhum pacote está perdido durante a exploração prudente, sábio é desabilitado quando um pacote do Wi-fi for processado através do receptor. O sábio é muito rápido e exato. Mesmo em um ambiente ocupado, há mais do que bastante tempo da varredura para avaliar exatamente o ambiente.

Por que RBW importa? Se você precisa de contar e medir a diferença entre diversos rádios de Bluetooth que hopping com sinais estreitos em 1600 saltos por segundo, você precisa de separar saltos diferentes dos transmissores em sua amostra se você quer conhecer quanto lá são. Isto toma a definição. Se não, todo o olhar como um pulso. O sábio faz este, e faz este bem. Devido ao DAvE e a ser memória integrada associada, a capacidade para processar exemplos múltiplos/interferências está paralelamente lá. Isto aumenta a velocidade, que permite que você processe o fluxo de dados no tempo real próximo. Perto do tempo real significa que há algum atraso, mas é tão mínimo ele toma um computador para o medir.

Elementos de informação de CleanAir AP

Cisco CleanAir AP produz dois tipos básicos de informação para o sistema de CleanAir. Um IDR (relatórios do dispositivo da interferência) é gerado para cada origem de interferência classificado. Os relatórios AQI (deslocamento predeterminado da qualidade do ar) são gerados cada 15 segundos e passados ao Cisco IOS o para calcular a média e a transmissão eventual ao controlador baseado no intervalo configurado. A Mensagem de CleanAir é segurada toda no plano do controle em dois tipos de mensagem novos CAPWAP: Configuração do espectro e dados do espectro. Os formatos para estas mensagens são alistados aqui:

Configuração do espectro:

WLC – AP 

CAPWAP msg: CAPWAP_CONFIGURATION_UPDATE_REQUEST = 7
payload type: Vendor specific payload type (104 -?)
vendor type: SPECTRUM_MGMT_CFG_REQ_PAYLOAD = 65
AP-WLC

Payload type: Vendor specific payload type (104 -?)
vendor types: SPECTRUM_MGMT_CAP_PAYLOAD = 66
              SPECTRUM_MGMT_CFG_RSP_PAYLOAD = 79
              SPECTRUM_SE_STATUS_PAYLOAD = 88

Dados AP do espectro – WLC

CAPWAP: IAPP message
IAPP subtype: 0x16
data type: AQ data – 1
main report 1
worst interference report 2
IDR data – 2

Relatórios do dispositivo da interferência

Os relatórios do dispositivo da interferência (IDR) são um relatório detalhado que contenha a informação sobre um dispositivo classificado da interferência. Este relatório é muito similar à informação que é considerada em dispositivos ativo do Cisco Spectrum Expert, ou à opinião dos dispositivos. IDRs ativo pode ser visto no WLC GUI/and CLI para todos os rádios de CleanAir nesse WLC. IDRs é enviado ao MSE somente.

Este é o formato para um relatório IDR:

Tabela 1 - Relatórios do dispositivo da interferência

Nome de parâmetro Unidades Notas
Identificador de dispositivo   O número identifica excepcionalmente o dispositivo da interferência para o rádio específico. Consiste nos bit da parte superior 4 gerados durante a inicialização de sistema e abaixa 12 bit que executam o número.
Tipo da classe   tipo da classe de dispositivo
Tipo de evento   do dispositivo dispositivo para baixo acima da atualização
Faixa de rádio ID   1 = 2.4 gigahertz, 2 = gigahertz 5, 4 = 4.9 gigahertz; 2 MSB reservados. 4.9GHz não é apoiado para a versão inicial.
Timestamp   tempo de detecção inicial do dispositivo
Deslocamento predeterminado da severidade da interferência   1 – 100, 0x0 é reservado para indeterminado/hidden a severidade
Detectado nos canais bitmap apoio para a detecção nos canais múltiplos dentro da mesma faixa de rádio
Ciclo de dever da interferência % 1 – 100%
Antena ID bitmap O apoio para relatórios múltiplos da antena é reservado para as liberações futuras.
Potência TX (RSSI) pela antena dBm
Comprimento da assinatura do dispositivo   Comprimento do “do campo da assinatura dispositivo”. Atualmente o comprimento podia estar na escala 0 - 16 bytes.
Assinatura do dispositivo   O parâmetro representa o MAC address original do dispositivo ou a assinatura do dispositivo PMAC. Veja a definição PMAC abaixo.

Um IDR é produzido para cada dispositivo classificado. Um rádio individual pode seguir um número infinito teórico de dispositivos similares ao que o cartão perito do espectro faz hoje. Cisco testou centenas com sucesso. Contudo, em uma distribuição de empreendimento há umas centenas de sensores, e um limite prático do relatório é reforçado escalando finalidades. Para CleanAir AP, os dez superiores IDRs baseado na severidade são relatados. Uma exceção a esta regra é o exemplo das interferências da Segurança. Uma Segurança IDR é dada sempre a precedência apesar da severidade. As trilhas AP que IDRs foi enviado ao controlador, e adicionam ou suprimem como necessário.

Tabela 2: Exemplo do IDR que segue a tabela no AP

TIPO SEV WLC
SEGURANÇA 1 X
Interferência 20 X
Interferência 9 X
Interferência 2 X
Interferência 2 X
Interferência 1 X
Interferência 1 X
Interferência 1 X
Interferência 1 X
Interferência 1 X
Interferência 1  
Interferência 1  

Nota: Os origens de interferência marcados como interferências da Segurança são usuário designado e podem ser configurados através do Sem fio > do 802.11a/b/g/n > do cleanair > permitem a interferência para o alarme da Segurança. Todo o origem de interferência que for classificado pode ser escolhido para um alerta da armadilha da Segurança. Isto envia uma armadilha da Segurança ao WCS ou um outro receptor de armadilha configurado baseado no tipo de interferências selecionado. Esta armadilha não contém a mesma informação que um IDR. É simplesmente uma maneira de provocar um alarme na presença das interferências. Quando umas interferências são designadas como um interesse de segurança, estão marcadas como esta'n no AP e incluídas sempre nos dez dispositivos que são relatados do AP apesar da severidade.

As mensagens IDR são enviadas no tempo real. Na detecção o IDR é marcado como o dispositivo acima. Se para um mensagem inativa do dispositivo está enviado. Um mensagem de atualização é enviado cada 90 segundos do AP para todos os dispositivos que estão sendo seguidos atualmente. Isto permite atualizações de status de origens de interferência seguidos e uns circuitos de auditoria no evento uma mensagem foram perdidos para cima ou para baixo no trânsito.

Qualidade do ar

O relatório da qualidade do ar (AQ) está disponível de todo o espectro AP capaz. A qualidade do ar é um novo conceito com CleanAir e representa uma métrica dos “bens” do espectro disponível e indica a qualidade da largura de banda disponível para o canal do Wi-fi. A qualidade do ar é uma média do rolamento que avalie o impacto de todos os dispositivos classificados da interferência contra um espectro perfeito teórico. A escala é 0-100 % com a representação de 100% boa. Os relatórios AQ são enviados independentemente para cada rádio. O relatório o mais atrasado AQ é visualizável no WLC GUI e CLI. Os relatórios AQ são armazenados no WLC e votados pelo intervalo regular WCS. O padrão é 15 minutos (mínimo) e pode ser estendido a 60 minutos no WCS.

Por que é AirQuality original?

Atualmente, a maioria de microplaquetas padrão do Wi-fi avaliam o espectro seguindo todos os pacotes/energia que podem ser demodulados sobre recebem, e todos os pacotes/energia que está transmitindo. Toda a energia que permanecer no espectro que não pode ser demodulado ou esclarecido pela atividade RX/TX é considerada em uma categoria chamada ruído. Na realidade muito “ruído” é realmente restos das colisões, ou pacotes do Wi-fi que caem abaixo do ponto inicial da recepção para a demodulação segura.

Com CleanAir, uma aproximação diferente é tomada. Toda a energia dentro do espectro que não é definidamente Wi-fi é classificada e esclarecida. Nós podemos igualmente ver e compreender a energia que é 802.11 modulado e classificar a energia que está vindo do co-canal e das fontes adjacentes do canal. Para cada dispositivo classificado um deslocamento predeterminado da severidade é calculado (veja a seção da severidade), um inteiro positivo entre 0 e 100 – com os 100 que são o mais severo. A severidade da interferência é subtraída então da escala AQ (que começa em 100 – bom) para gerar o AQ real para um canal/rádio, o AP, o assoalho, a construção ou o terreno. AQ é então uma medida do impacto de todos os dispositivos classificados no ambiente.

Há dois modos do relatório AQ definidos: atualização normal e rápida. O modo normal é o modo do relatório do padrão AQ. O WCS ou o WLC recuperam relatórios na taxa normal da atualização (o padrão é 15 minutos). O WCS informa o controlador sobre o período de polling do padrão, e o WLC instrui o AP para mudar AQ que calculam a média e período de relatório em conformidade.

Quando o usuário fura para baixo para monitorar > Access point > e escolhe uma interface de rádio do WCS ou do WLC, o rádio selecionado está colocado no modo rápido do relatório da atualização. Quando um pedido é recebido, o controlador instrui o AP para mudar temporariamente o período de relatório do padrão AQ a uma taxa rápida fixa da atualização (segundo 30), que permita perto da visibilidade do tempo real em mudanças AQ a nível do rádio.

O estado do relatório do padrão é "ON".

Tabela 3: Relatório da qualidade do ar

Nome de parâmetro Unidades Nota
Número de canal   No modo local – este seria o canal servido
Mínimo AQI   O mais baixo AQ detectado durante o período de relatório.
Os seguintes parâmetros são calculados a média no AP durante o período do relatório:
Deslocamento predeterminado da qualidade do ar (AQI)    
Potência do canal total (RSSI) dBm Potência total da mostra destes parâmetros de todas as fontes que incluem interferências e dispositivos de WiFi.
Ciclo de dever do canal total %
Potência da interferência (RSSI) dBm  
Ciclo de dever da interferência % não dispositivos de WiFi somente

As entradas múltiplas para cada dispositivo detectado são anexadas ao relatório, pedido pela severidade do dispositivo. O formato para estas entradas está aqui:

Tabela 4: Relatórios do dispositivo AQ

NOME DE PARÂMETRO UNIDADES NOTAS
Tipo da classe   tipo da classe de dispositivo
Deslocamento predeterminado da severidade da interferência    
Potência da interferência (RSSI) dBm  
Ciclo de dever %  
Contagem do dispositivo    
total    

Nota: No contexto do relatório do espectro, a qualidade do ar representa a interferência das fontes NON-Wi-Fi e das fontes do Wi-fi não detectáveis por um Wi-fi AP durante a operação normal (por exemplo, dispositivos velhos do funil da frequência do 802.11, dispositivos alterados do 802.11, interferência adjacente do canal de sobreposição, etc.). A informação sobre a interferência baseada Wi-fi é recolhida e relatada sobre pelo AP usando a microplaqueta do Wi-fi. Um modo local AP recolhe a informação AQ para os canais de serviço atuais. Um modo de monitor AP recolhe a informação para todos os canais configurados sob opções da varredura. Os ajustes do padrão CUWN do país, de DCA, e de todos os canais são apoiados. Quando um relatório AQ é recebido, o controlador executa o processamento exigido e armazena-o no banco de dados AQ.

Conceitos de CleanAir

Como mencionado previamente, CleanAir é a integração da tecnologia do Cisco Spectrum Expert dentro de Cisco AP. Quando as similaridades puderam existir, este é um uso fresco da tecnologia e muitos novos conceitos são apresentados nesta seção.

O Cisco Spectrum Expert introduziu a tecnologia que podia identificar positivamente as fontes NON-Wi-Fi de energias de rádio. Isto permitiu o operador centrar-se sobre a informação tal como o ciclo de dever e os canais de funcionamento, e faz uma decisão informado sobre o impacto do dispositivo e dos its em sua rede do Wi-fi. O perito do espectro permitiu que o operador travasse então o sinal escolhido no aplicativo do inventor do dispositivo e encontrasse fisicamente o dispositivo andando ao redor com o instrumento.

O objetivo de projeto de CleanAir é ir mais diversas etapas, essencialmente removendo o operador mais da equação e automatizando diversas das tarefas dentro do gerenciamento de sistema. Porque você pode conhecer o que o dispositivo é e o que está afetando, as melhores decisões podem ser feitas em um nível de sistema no que fazer com a informação. Diversos algoritmos novos foram desenvolvidos para adicionar a inteligência ao trabalho que foi começado com Cisco Spectrum Expert. Há sempre os casos que exigem fisicamente a desabilitação de um dispositivo da interferência, ou tomar uma decisão sobre um dispositivo e um impacto que envolva seres humanos. O sistema total deve curar o que pode ser curado e evitado o que pode ser evitado de modo que o esforço para recuperar espectro afetado possa ser um exercício dinâmico em vez de um reativo.

Modo AP de CleanAir de operação

O modo local AP (recomendado) (LMAP) — Cisco CleanAir AP que opera-se no modo LMAP está servindo clientes nele atribuiu o canal. Igualmente está monitorando o espectro nesse canal e nesse canal SOMENTE. A integração apertada do silicone com o rádio do Wi-fi permite que o hardware de CleanAir escute entre o tráfego no canal que está sendo servido atualmente com absolutamente nenhuma pena à taxa de transferência de clientes anexados. Aquela é linha detecção da taxa sem tráfego de interrupção do cliente.

Não há nenhuma interrupção de CleanAir processada durante o normal fora das varreduras do canal. Na operação normal, um modo local AP CUWN executa varreduras passivas fora de um canal dos canais disponíveis alternativos em 2.4 gigahertz gigahertz e 5. Fora das varreduras do canal são usados para a manutenção de sistema tal como o medidor RRM e a detecção do rogue. A frequência destes faz a varredura não é suficiente de recolher de volta às interrupções traseiras exigidas para a classificação positiva do dispositivo, assim que a informação recolhida durante esta varredura é suprimida pelo sistema. Aumentar a frequência fora de varreduras do canal não é igualmente desejável, porque leva embora do tempo que os serviços de rádio traficam.

Que este tudo significa? Um CleanAir AP no modo LMAP faz a varredura somente de um canal de cada faixa continuamente. Em densidades normais da empresa deve haver uma abundância dos AP no mesmo canal, e pelo menos um em cada canal que supõe RRM está segurando a seleção de canal. Um origem de interferência que use a modulação de faixa estreita (opera-se sobre ou em torno de uma única frequência) é detectado somente pelos AP que compartilham desse espaço da frequência. Se a interferência é um tipo do salto de frequência (frequências múltiplas dos usos – geralmente cobrindo a faixa inteira) é detectada por cada AP que pode a ouvir se operar na faixa.

Figura 4: Exemplo da detecção LMAP AP

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-03.gif

Em 2.4 gigahertz, LMAPs tem a suficiente densidade para assegurar geralmente pelo menos três pontos da classificação. Um mínimo de três pontos da detecção é exigido para a definição do lugar. Em gigahertz 5, há 22 canais que operam-se no Estados Unidos, assim a densidade da detecção e a suficiente densidade do lugar são menos prováveis. Contudo, se a interferência se está operando em um canal ocupado por um CleanAir AP, detecta o e o alerta ou toma etapas para abrandar se aquelas características são permitidas. A maioria de interferência considerada é limitada à parcela 5.8 gigahertz da faixa. Isto é o lugar onde os dispositivos do consumidor vivem e daqui onde é mais provável ser encontrado. Você pode limitar seu plano de canal para forçar mais AP a esse espaço se você deseja. Contudo, não é justificado realmente. Recorde, interferência é somente um problema se está usando o espectro que você precisa. Se seu AP não está nesse canal, é provável que você ainda tem a abundância do espectro deixada para se mover em. Que se a necessidade de monitorar todo o gigahertz 5 é conduzida por políticas de segurança? Veja a definição do modo de monitor AP abaixo.

O modo de monitor AP (opcional) (MMAP) — um modo de monitor AP de CleanAir é dedicado e não serve o tráfego do cliente. Fornece a exploração a tempo completo de todos os canais usando interrupções 40 megahertz. CleanAir é apoiado no modo de monitor junto com todos aplicativos atuais restantes do modo de monitor que incluem o realce adaptável do wIPS e do lugar. Em uma configuração de rádio dupla isto assegura-se de que todos os faixa-canais estejam feitos a varredura rotineiramente.

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-04.gif

CleanAir permitiu MMAPs pode ser distribuído como parte de um desenvolvimento patente de CleanAir permitiu LMAPs de fornecer a cobertura adicional em 2.4 e em gigahertz 5, ou como uma solução autônoma da folha de prova para a funcionalidade de CleanAir em um desenvolvimento existente NON-CleanAir AP. Em uma encenação como mencionado acima onde a Segurança é um direcionador preliminar, é provável que o wIPS adaptável igualmente seria uma exigência. Isto é apoiado simultaneamente com CleanAir no mesmo MMAP.

Há algumas diferenças distintas em como algumas das características são apoiadas ao distribuir como uma solução da folha de prova. Thisis cobriu na discussão dos modelos de distribuição neste documento.

O perito do espectro conecta o modo – O SE conecta (opcional) — Um SE conecta o AP é configurado como um sensor dedicado do espectro que permita a conexão do aplicativo do Cisco Spectrum Expert que é executado em um host local para usar o CleanAir AP como um sensor remoto do espectro para o aplicativo local. A conexão entre o perito do espectro e o AP remoto contorneia o controlador no plano dos dados. O AP permanece em contacto com o controlador no plano do controle. Este modo permite a ideia dos dados crus do espectro tais como lotes FFT e medidas detalhadas. Toda a funcionalidade do sistema de CleanAir é suspendida quando o AP reagir de este modo, e nenhum cliente está servido. Este modo é pretendido para o Troubleshooting remoto somente. O aplicativo perito do espectro é um aplicativo de MS Windows que conecte ao AP através de uma sessão de TCP. Pode ser apoiado em VMware.

Deslocamento predeterminado e qualidade do ar da severidade

Em CleanAir o conceito da qualidade do ar foi introduzido. A qualidade do ar é uma medida da porcentagem do tempo que o espectro em um detalhe observou que o recipiente (rádio, AP, faixa, assoalho, construindo) está disponível para o tráfego do Wi-fi. AQ é uma função do deslocamento predeterminado da severidade, que é calculado para cada origem de interferência classificado. O deslocamento predeterminado da severidade avalia dispositivos do Wi-fi cada NON sobre as características do ar e calcula que porcentagem do tempo o espectro não está disponível para o Wi-fi com este presente do dispositivo.

A qualidade do ar é um produto dos deslocamentos predeterminados da severidade de todos os origens de interferência classificados. Isto então é relatado como a qualidade do ar total pelo rádio/canal, pela faixa, ou pela propagação RF domínio (assoalho, construindo) e representa os custos total contra o tempo de antena disponível de todas as fontes do Wi-fi NON. Qualquer coisa que é deixado está teoricamente disponível à rede do Wi-fi para o tráfego.

Isto é teórico porque há uma ciência inteira atrás de medir a eficiência do tráfego do Wi-fi, e este é além do alcance deste documento. Contudo, conhecendo que a interferência é ou não está impactando que a ciência é um objetivo chave se seu plano é o sucesso na identificação e abrandando a dor aponta.

Que faz um origem de interferência severo? Que determina se is/or não é um problema? Como eu uso esta informação para controlar minha rede? Estas perguntas são discutidas neste documento.

Nos termos os mais simples, a utilização do Wi-fi NON vem para baixo a como frequentemente um outro rádio está usando meu espectro das redes (ciclo de dever) e a como é ruidosamente com relação a meus rádios (RSSI/location). A energia no canal que é considerado por uma relação do 802.11 que tenta alcançar o canal está percebida como um canal ocupado se está acima de um determinado ponto inicial da energia. Isto é determinado pela avaliação da canaleta desobstruída (CCA). O Wi-fi usa uma escuta antes do método do acesso de canal da conversa o acesso livre da disputa PHY. Isto é por CSMA-CA (- Vacância de CA=collision).

O RSSI das interferências determina se se pode se ouvir acima do ponto inicial CCA. O ciclo de dever está ligada a época de um transmissor. Isto determina como persistente uma energia está no canal. Mais alto o ciclo de dever o canal é obstruído mais frequentemente.

A severidade simples pode ser demonstrada esta maneira que usa então restritamente o RSSI e o ciclo de dever. Para fins ilustrativos, um dispositivo com ciclo de dever de 100% é suposto.

Figura 5: Como o sinal da interferência diminui - Aumentos AQI

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-05.gif

No gráfico nesta figura você pode ver que como a potência de sinal da interferência diminui, o AQI resultante aumenta. Tecnicamente, assim que o sinal cair abaixo do dBm -65, o AP é obstruído já não. Você precisa de pensar confina o impacto que este tem em clientes na pilha. o ciclo de dever de 100% (DC) assegura o rompimento constante de sinais do cliente com o insuficiente SNR na presença do ruído. AQ aumenta rapidamente uma vez que a potência de sinal cai abaixo do dBm -78.

Até agora há dois dos três maiores impactos da interferência definidos na métrica baseada severidade da qualidade do ar:

  • Obstrução CCA

  • SNR corroído

A interferência é direta ao olhar 100% DC. Este é o tipo de sinal o mais usado frequentemente nas demonstrações da influência da interferência. É fácil de ver em um spectrogram, e tem uma influência muito dramática no canal do Wi-fi. Isto acontece no mundo real também, por exemplo em câmeras de vídeo analógico, em detectores de movimento, em equipamento da telemetria, em sinais TDM, e em uns telefones sem fio mais velhos.

Há muitos sinais que não são 100% DC. De facto, muita interferência que é encontrada é interferência deste tipo: variável a mínimo. Aqui consegue um bit mais resistente chamar a severidade. Os exemplos da interferência deste tipo são Bluetooth, telefones sem fio, oradores wireless, dispositivos da telemetria, uma engrenagem 802.11fh mais velha e assim por diante. Por exemplo, uns únicos auriculares de Bluetooth não fazem muito dano em um ambiente do Wi-fi. Contudo, três destes com propagação de sobreposição podem desligar um telefone do Wi-fi se andados completamente.

Além do que o CCA, há umas disposições nas especificações do 802.11 tais como a Janela de Contenção, que é precisada de acomodar o tempo de antena de protocolos baixos diferentes. Então você adiciona ao este vários mecanismos de QoS. Todas estas reservas dos media são usadas por aplicativos diferentes maximizar a eficiência do tempo de antena e minimizar colisões. Isto pode ser desconcertante. Contudo, porque todas as relações no ar participam e concordam com o mesmo grupo de padrões, trabalha muito bem. Que ocorre a este caos pedido quando você introduz uma energia muito específica que não compreenda os mecanismos de contenção ou para essa matéria participa nem sequer em CSMA-CA? Bem, desordem realmente, a um maior ou a um grau menor. Depende como ocupado o media é quando a interferência é experiente.

Figura 6: Tempos de utilização similares mas diferentes do canal

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-06.gif

Você pode ter dois sinais idênticos em termos do ciclo de dever como medidos no canal e na amplitude, mas tem dois níveis totalmente diferentes da interferência experimentados em uma rede do Wi-fi. Um pulso curto de repetição rápido pode ser mais devastador ao Wi-fi do que uma gordura de repetição relativamente lenta uma. Olhe um jammer RF, que feche eficazmente um canal do Wi-fi e registre o ciclo de dever muito pequeno.

A fim fazer um trabalho apropriado que avalia, você precisa uma compreensão melhor do intervalo das interferências mínimas introduzido. O intervalo das interferências mínimas esclarece o fato de que os pulsos em canal interrompem a atividade do Wi-fi para algum período mais por muito tempo do que sua duração real, devido a três efeitos:

  • Se já contando para baixo, os dispositivos do Wi-fi devem esperar um período adicional DIFS após o pulso da interferência. Este caso é típico para as redes pesadamente carregadas, onde os começos da interferência antes que o Wi-Fi se desembarace contra contaram para baixo a zero.

  • Se um pacote novo chega para ser meados de-interferência transmitida, o dispositivo do Wi-fi deve adicionalmente desembaraçar-se usando um valor aleatório entre zero e CWmin. Este caso é típico para as redes levemente carregadas, onde a interferência começa antes que o pacote do Wi-fi chegue ao MAC para a transmissão.

  • Se o dispositivo do Wi-fi já está transmitindo um pacote quando a explosão da interferência chega, o pacote inteiro deve ser retransmitido com o valor seguinte-mais alto do CW, até CWmax. Este caso é típico se a interferência começa em segundo, parcialmente através de um pacote existente do Wi-fi.

Se o tempo do desembaraço expira sem uma retransmissão bem sucedida, a seguir o seguintes desembaraçam-se são os precedentes dobro. Isto continua com transmissão mal sucedida até CWmax é alcançado ou o TTL é excedido para o quadro.

Figura 7 - Para 802.11b/g CWmin = 31, porque 802.11a CWmin é 15, ambos tem CWmax de 1023

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-07.gif

Em uma rede real do Wi-fi, é difícil calcular a duração média destes três efeitos porque são funções do número de dispositivos no BSS, no BSSs de sobreposição, na atividade do dispositivo, nos comprimentos do pacote, nos protocolos suportados das velocidades, no QoS, e na atividade atual. Consequentemente, a melhor coisa seguinte é criar uma métrica que permaneça constante como um ponto de referência. Este é o que a severidade faz. Mede o impacto de umas únicas interferências contra uma rede teórica, e mantém um relatório constante da severidade apesar da utilização subjacente da rede. Isto dá-nos um ponto relativo para olhar através de infra-estruturas de rede.

A resposta à pergunta “quanto interferência do Wi-fi NON é ruim” é subjetiva. Em redes levemente carregadas é bastante possível ter os níveis da interferência do Wi-fi NON que vão despercebidos pelos usuários e pelos administradores. Este é o que conduz para incomodar na extremidade. A natureza das redes Wireless é tornar-se ao longo do tempo mais ocupada. O sucesso conduz a uma adoção de organização mais rápida, e aos aplicativos novos que estão sendo comprometidos. Se há um presente da interferência desde o primeiro dia, é bastante provável que a rede tem um problema com esta quando se torna ocupada bastante. Quando isto acontece é difícil para povos acreditar que algo que foi multa convenientemente durante todo o tempo é o culpado.

Como nós usamos o medidor da qualidade do ar e da severidade de CleanAir?

  • AQ é usado para desenvolver e monitorar uma medida e um alerta do espectro da linha de base nas mudanças que indicam um impacto no desempenho. Você pode igualmente usá-lo para a avaliação a longo prazo da tendência com o relatório.

  • A severidade é usada para avaliar o impacto da interferência potencial e para dar a prioridade a dispositivos individuais para a mitigação.

PMAC

Não os transmissores do Wi-fi são menos do que amigáveis quando se trata das características exclusivas que podem ser usadas para as identificar. Aquele é essencialmente o que fez a solução do Cisco Spectrum Expert tão revolucionária. Agora com CleanAir há AP múltiplos esse potencialmente que tudo ouve a mesma interferência ao mesmo tempo. Correlacionar estes relatórios para isolar exemplos originais é um desafio que tenha que ser resolvido para fornecer recursos avançados, tais como o lugar de dispositivos da interferência, assim como uma contagem exata.

Incorpore o MAC ou o PMAC pseudo-. Porque um dispositivo da vídeo analógico não tem um MAC address ou, em diversos casos, nenhuma outra etiqueta digital de identificação um algoritmo teve que ser criado para identificar os dispositivos originais que estão sendo relatados dos origens múltipla. Um PMAC é calculado como parte da classificação do dispositivo e incluído no registro do dispositivo da interferência (IDR). Cada AP gera o PMAC independentemente, e quando não for idêntico para cada relatório (em um mínimo o RSSI medido do dispositivo é provavelmente diferente em cada AP), é similar. A função de comparar e de avaliar PMACs é chamada fundir. O PMAC não é exposto em interfaces de cliente. Somente os resultados da fusão estão disponíveis sob a forma de um conjunto ID. Isto que funde é discutido em seguida.

Figura 8: Detecção crua de interferência

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-08.gif

Neste gráfico você pode ver diversos AP todos os DECT de relatório, tais como a energia do telefone. Contudo, os AP neste gráfico estão relatando realmente na presença de dois DECT distintos, tais como fontes do telefone. Antes da atribuição de um PMAC e de uma fusão subsequente, há somente a classificação do dispositivo, que pode ser enganadora. PMAC dá-nos uma maneira de identificar origens de interferência individuais, mesmo se não têm nenhuma informação lógica que puder ser usada como um endereço.

Fusão

Há diversos AP todo o relatório um dispositivo similar. Para cada AP de relatório, o PMAC é atribuído ao sinal classificado. A próxima etapa é combinar o PMACs que é provável o mesmo dispositivo de origem a um único relatório para o sistema. Este é o que fundir faz, consolidando relatórios múltiplos a um único evento.

Fundir usa a proximidade espacial dos AP de relatório. Se há seis IDRs similares com os cinco dos AP no mesmo assoalho, e outro de uma construção um a milha afastado, é improvável isto é as mesmas interferências. Uma vez que uma proximidade é estabelecida, um cálculo da probabilidade está executado para combinar mais o IDRs distinto que pertence e o resultado é atribuído a um conjunto. Um conjunto representa o registro desse dispositivo da interferência e captura os AP individuais que estão relatando nele. Os relatórios subsequentes ou as atualizações IDR no mesmo dispositivo seguem o mesmo processo e em vez de criar um conjunto novo são combinados a um existente. Em um relatório do conjunto, um AP é designado como o centro do conjunto. Este é o AP que ouve a interferência o mais alto.

Figura 9: Após a fusão PMAC - A audição do AP o mesmo dispositivo físico é identificada

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-09.gif

O algoritmo de fusão é executado em cada WLC permitido CleanAir. Um WLC executa a função da fusão para todo o IDRs dos AP que lhe são associados fisicamente. Todo o IDRs e conjuntos fundidos resultantes estão enviados a um MSE, se existe no sistema. Os sistemas com o mais de um WLC exigem um MSE fornecer a fusão de serviços. O MSE executa uma função de fusão mais avançada que procure fundir os conjuntos relatados dos WLC diferentes e extrair a informação de localização a ser relatada ao WCS.

Por que nós precisamos um MSE de fundir IDRs através dos WLC múltiplos? Porque um único WLC conhece somente os vizinhos para os AP associados fisicamente a ele. A proximidade RF não pode ser determinada para IDRs que vem dos AP situados em controladores diferentes a menos que você tiver uma opinião de sistema cheio. O MSE tem esta vista.

Como a proximidade física é determinada difere, segundo como você executa CleanAir também.

  • Para aplicações patentes LMAP, todos os AP participam na descoberta vizinha, assim que é uma matéria fácil para consultar a lista vizinha RF e para determinar relacionamentos espaciais para IDRs.

  • Em um MMAP overlay o modelo que você não tem esta informação. MMAPs é dispositivos passivos e não transmite mensagens vizinhas. Consequentemente, estabelecer o relacionamento espacial de um MMAP a um outro MMAP tem que ser feito usando coordenadas X e Y de um sistema traça. A fim fazer isto, você igualmente precisa o MSE que sabe sobre o mapa do sistema e pode fornecer a fusão de funções.

Mais detalhe no modo diferente de operação assim como de conselho prático do desenvolvimento é coberto na seção dos modelos de distribuição.

AP de distribuição em modo misturado – LMAP CleanAir AP com uma folha de prova de MMAP CleanAir AP é a melhor aproximação à alta precisão e à cobertura total. Você pode usar a lista vizinha criada pelas mensagens vizinhas recebidas para o MMAP como parte da informação de fusão. Ou seja se você tem um PMAC de um LMAP AP e um PMAC de um MMAP, e o MMAP mostra o LMAP AP como um vizinho, a seguir os dois podem ser fundidos com um grau elevado de confiança. Isto não é possível com CleanAir MMAPs distribuído dentro do padrão AP do legado porque aqueles AP não produzem IDRs para comparar com o processo da fusão. Os MSE e as referências X e Y são precisados ainda.

Não precisão do lugar do Wi-fi

Determinar o lugar de um transmissor de rádio na teoria é um processo relativamente simples. Você prova o sinal recebido dos vários locais e você triangulate baseado na força de sinal recebido. No os clientes de rede do Wi-fi estão encontrados e etiquetas do Wi-fi RFID com resultados do bom enquanto há uma suficiente densidade dos receptores e do Signal to Noise Ratio adequado. Os clientes e as etiquetas do Wi-fi enviam pontas de prova em todos os canais apoiados regularmente. Isto assegura-se de que todos os AP dentro da escala ouçam o cliente ou a ETIQUETA apesar do canal que está servindo. Isto fornece muita informação para trabalhar com. Nós igualmente sabemos que o dispositivo (etiqueta ou cliente) subscreve a uma especificação que governe como se opera. Consequentemente, você pode estar certo que o dispositivo está usando uma antena Omni-direcional e tem uma potência de transmissão inicial predizível. Os dispositivos do Wi-fi igualmente contêm a informação lógica que o identifica como uma fonte original do sinal (MAC address).

Nota: Não há nenhuma garantia da precisão para o lugar de dispositivos do Wi-fi NON. A precisão pode ser bastante boa e útil. Contudo, há muitas variáveis no mundo dos produtos eletrónicos de consumo e de interferências elétricas involuntárias. Nenhuma expectativa da precisão que é derivada dos modelos da precisão do cliente atual ou do lugar da etiqueta não aplica ao Wi-fi NON o lugar e as características de CleanAir.

Não os origens de interferência do Wi-fi levantam uma oportunidade especial de obter criativos. Por exemplo, que se o sinal que você está tentando encontrar é um sinal de vídeo estreito (1 megahertz) que está afetando somente um canal? Em 2.4 gigahertz isto trabalha provavelmente muito bem porque a maioria de organizações têm a suficiente densidade para se assegurar de que pelo menos três AP no mesmo canal o ouçam. Contudo, em gigahertz 5 isto é mais difícil desde que a maioria de dispositivos NON-Wi-Fi se operam somente na faixa 5.8 gigahertz. Se RRM tem o DCA permitido com canais do país, o número de AP atribuídos realmente em diminuições 5.8 gigahertz porque seu objetivo é espalhar para fora a reutilização do canal e utilizar o espectro aberto. Isto soa ruim, mas recorda se você não o está detectando, a seguir não está interferindo com o qualquer coisa. , Não é consequentemente realmente um problema de um ponto de vista da interferência.

Esta é contudo uma edição se seus interesses do desenvolvimento estendem à Segurança. A fim ganhar a cobertura apropriada você exige algum MMAP AP além do que o LMAP AP assegurar a cobertura espectral completa dentro da faixa. Se seu somente interesse está fixando o espaço que de funcionamento você se está usando, a seguir você pode igualmente limitar os canais disponíveis no DCA e na densidade aumentada força no canal varia você desejo a cobrir.

Os parâmetros RF de dispositivos do Wi-fi NON podem e variam extensamente. Uma avaliação tem que ser feita baseado no tipo de dispositivo que está sendo detectado. O RSSI começando da fonte do sinal precisa de ser sabido para a boa precisão. Você pode calcular este baseado na experiência, mas se o dispositivo tem uma antena direcional os cálculos estarão. Se o dispositivo é executado na bateria e experimenta caídas ou picos da tensão enquanto se opera, este mudará como o sistema o considera. A aplicação de um fabricante diferente de um produto conhecido não pôde encontrar as expectativas do sistema. Isto afetará os cálculos.

Felizmente, Cisco tem alguma experiência nesta área, e o lugar do dispositivo NON-Wi-Fi trabalha realmente bastante bem. O ponto que precisa de ser feito é que a precisão de um lugar do dispositivo do Wi-fi NON tem muitas variáveis a considerar, precisão aumenta com potência, ciclo de dever, e número de canais que ouvem o dispositivo. Esta é boa notícia porque uma potência mais alta, um ciclo de dever mais alto, os dispositivos que impactam os canais múltiplos é geralmente o que é considerado ser severo tanto quanto a interferência à rede vai.

Modelos de distribuição e diretrizes de CleanAir

Cisco CleanAir AP, principalmente, é Access point. O que este os meios são que não há nada inerentemente diferente sobre a distribuição destes AP sobre a distribuição de nenhum outro AP atualmente de envio. O que mudou é a introdução de CleanAir. Esta é uma tecnologia passiva que não impacte a operação da rede do Wi-fi em nenhuma maneira, a não ser as estratégias notáveis da mitigação de ED-RRM e de PDA. Estes estão somente disponíveis em uma instalação do Greenfield e são configurados fora à revelia. Esta seção tratará a sensibilidade, a densidade e as exigências da cobertura para a boa funcionalidade de CleanAir. Estes não são tudo que diferente da outra tecnologia estabelecida modela como um desenvolvimento da Voz, do vídeo, ou do lugar.

Modelos de distribuição válidos para o Produtos e a funcionalidade de recurso de CleanAir.

Tabela 5: Modelos de distribuição de CleanAir contra características

  Recurso Folha de prova MMAP Em-linha LMAP
Serviço AP CleanAir X X
Monitorando (RRM, rogue, WIPS, lugar, etc.) X X
Tráfego do cliente   X
Detecte Detecte e analise sinais RF X X
Classifique Classifique origens de interferência individuais com severidade do impacto X X
Abrande Mudanças conduzidas evento do canal   X
Vacância persistente do dispositivo   X
Localize Localize no mapa com zona do impacto   X
Pesquise defeitos controlam visualizam O Cisco Spectrum Expert conecta X X
Integração WCS X X

CleanAir é uma tecnologia passiva. Tudo que faz é ouve coisas. Porque um AP se ouve muito mais distante do que pode eficazmente falar este faz-lhe umas tarefas simples fazer um correto projeta em um ambiente do Greenfield. Compreender como CleanAir bom se ouve, e como trabalhos da classificação e da detecção, dar-lhe-á as respostas que você precisa para toda a configuração de CleanAir.

Sensibilidade da detecção de CleanAir

CleanAir depende da detecção. A sensibilidade da detecção é mais generosa do que requisitos de throughput do Wi-fi com uma exigência 10 de DB SNR para todos os classificadores, e muito pena operável a DB 5. Na maioria de disposições concebíveis onde a cobertura é patente, não deve haver nenhuma edições na audição e interferência da detecção dentro da infraestrutura de rede.

Como isto divide é simples. Em uma rede em onde a potência média AP esteja ou entre o dBm 5-11 (níveis da potência 3-5) então uma classe 3 (1 dBm mW/0) o dispositivo de Bluetooth deve ser detectado para baixo ao dBm -85. Aumentar o assoalho do ruído acima deste nível cria uma leve degradação no DB da detecção para o DB. Para o projeto purposes o vale adicionando uma zona intermédia ajustando o objetivo de projeto mínimo para dizer -80. Isto fornecerá a suficiente sobreposição na maioria de situações concebíveis.

Nota: Bluetooth é um bom classificador a projetar para porque representa a potência do fim inferior sábia nos dispositivos que você estaria procurando. Qualquer coisa mais baixo geralmente registra-se nem sequer em uma rede do Wi-fi. É igualmente acessível (e prontamente - disponível) testar com porque é um funil da frequência e será visto por cada AP, apesar do modo ou do canal em 2.4 gigahertz.

É importante compreender seu origem de interferência. Por exemplo Bluetooth. São aqui os sabores múltiplos deste no mercado presentemente e os rádios e a especificação continuaram a evoluir como a maioria de Tecnologias fazem ao longo do tempo. Uns auriculares de Bluetooth que você use para seu celular são mais provável um dispositivo class3 ou class2. Isto opera sobre a potência baixa e faz o uso amplo de perfis da potência adaptável, que estende a vida da bateria e reduz a interferência.

Uns auriculares de Bluetooth transmitirão frequentemente na paginação (modo de descoberta) até que associados. Então irã0 dormentes até que necessário a fim conservar a potência. CleanAir detectará somente uma transmissão ativa BT. Nenhum RF, então nada detectar. Consequentemente, se você está indo testar com algo, certifique-se que está transmitindo. Jogue alguma música através dela, mas force-a para transmitir. O perito Connect do espectro é uma maneira acessível de verificar se algo é, ou não está transmitindo e terminará muita confusão potencial.

Desenvolvimento de campo

CleanAir foi projetado felicitar o que é considerado pela maior parte uma aplicação normal da densidade. Esta definição do Normal continua a evoluir. Por exemplo, apenas cinco anos há 300 AP no mesmo sistema foram considerados uma grande aplicação. Em muito mundo – ainda é. Os números de 3,000-5,000 AP com muitas centenas delas que compartilham do conhecimento direto com a propagação RF são considerados rotineiramente.

O que é importante de compreender é:

  • CleanAir LMAP apoia o canal atribuído somente.

  • A cobertura da faixa é executada assegurando-se de que os canais estejam cobertos.

  • O CleanAir AP pode ouvir-se muito bem, e o limite de célula ativo não é o limite.

  • Para soluções do lugar, o valor da interrupção RSSI é o dBm -75.

  • Um mínimo de três medidas de qualidade é exigido para a definição do lugar.

Na maioria de disposições é duro à imagem um a área de cobertura que não terá pelo menos três AP dentro da orelha disparada no mesmo canal em 2.4 gigahertz. Se não há, a seguir a definição do lugar sofre. Adicionar um modo de monitor AP e use as diretrizes. Recorde que a interrupção do lugar é o dBm -75 corrige isto porque um MMAP escuta todos os canais.

Nos lugar onde há mínimo a definição do lugar da densidade é provável não apoiada. Mas, você está protegendo o canal do usuário ativo extremamente bom. Igualmente em tal área, você geralmente não está falando sobre muito espaço assim que encontrar um origem de interferência não levanta o mesmo problema que uma moradia do multifloor.

As considerações de desenvolvimento vêm para baixo a planear a rede para a capacidade desejada, e a assegurar-se de que você tenha os componentes e os caminhos de rede corretos no lugar para suportar funções de CleanAir. A proximidade RF e a importância de relações vizinhas RF não podem ser atenuadas. Certifique-se compreender bem PMAC e o processo de fusão. Se uma rede não tem um bom projeto RF, as relações vizinhas são geralmente afetadas. Isto afeta o desempenho de CleanAir.

Desenvolvimento da folha de prova MMAP

Se você planeia instalar CleanAir MMAPs porque uma folha de prova a uma rede existente lá é algumas limitações você precisa de manter-se na mente. O software de CleanAir 7.0 é apoiado em todos os controladores do transporte de Cisco. Cada controlador modelo apoia a capacidade avaliada máximo AP com CleanAir LMAPs. Há uns limites no número de MMAPs que pode ser apoiado. O número máximo de MMAPs é uma função da memória. O controlador deve armazenar detalhes AQ para cada canal monitorado. Um LMAP exige um armazenamento de dois canais da informação AQ. Contudo, um MMAP está fazendo a varredura passivamente e os dados do canal podem ser 25 canais pelo AP. Use a tabela abaixo para o guia de projeto. Refira sempre a documentação da versão atual para a informação atual pela liberação.

Tabela 6: Limites MMAP em WLC

Controlador Máximo # dos AP Conjuntos Registros do dispositivo CleanAir apoiado MMAPs
2100 25 75 300 6
2504 50 150 600 50
WLCM 25 75 300 6
4400 150 75 300 25
WISM-1 300 1500 7000 50
WISM-2 1000 5000 20000 1000
5508 500 2500 10000 500

Nota: Os números citados para conjuntos (relatórios fundidos da interferência) e registros do dispositivo (relatórios individuais IDR antes de fundir) são generosos e altamente pouco suscetíveis de ser excedido mesmo nos ambientes os mais ruins.

Supõe que você quer simplesmente distribuir CleanAir como uma rede do sensor para monitorar e ser alertado sobre a interferência do Wi-fi NON. Quanto o modo de monitor AP (MMAPs) você precisa? A resposta é geralmente 1-5 MMAP aos rádios LMAP. Isto naturalmente depende de seu modelo da cobertura. Quanto cobertura você obtém com um MMAP AP? Bastante um bit realmente desde que você está escutando restritamente. A área de cobertura é distante maior do que se você igualmente teve que se comunicar e transmitir.

Como sobre você visualize isto em um mapa (você pode o uso algum planeamento utilizar ferramentas disponível depois de um procedimento similar como descrito abaixo)? Se você tem o WCS e já tem os mapas do sistema construídos, a seguir este é um exercício fácil. Use o modo do planeamento em mapas do theWCS.

  1. Selecione o monitor > os mapas.

  2. Selecione o mapa que você quer trabalhar com.

  3. No canto do assistente da tela WCS use o botão de rádio para selecionar o modo do planeamento, a seguir clique-o vão.

    Figura 10: Modo do planeamento WCS

    http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-10.gif

  4. Seleto ADICIONAR AP.

  5. Escolha o manual.

  6. Selecione o tipo AP. Use a antena do padrão para interno ou mude-a para combinar seu desenvolvimento: 1 potência TX AP para gigahertz 5 e 2.4 gigahertz é 1 dBm – Class3 BT = 1 mW

  7. Seleto ADICIONAR O AP na parte inferior.

    Figura 11: Adicionar o AP no planejador WCS

    http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-11.gif

  8. Mova o AP para colocar em seu mapa e seleto aplique.

  9. O mapa do calor povoa. Escolha o dBm -80 para a interrupção RSSI na parte superior do mapa, o mapa redesenha se esta é uma mudança.

É aqui o que seu CleanAir MMAP cobre para 1 dBm para fora ao dBm -80. Estes resultados mostram uma pilha com um raio de 70 pés ou os 15,000 ft/2 da cobertura.

Figura 12: Cobertura do exemplo de CleanAir MMAP usando 1 potência do dBm e interrupção do dBm -80 para a cobertura

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-12.gif

Nota: Mantenha na mente que esta é uma análise com caráter de previsão. A precisão desta análise depende diretamente da precisão dos mapas usados para criá-la. É além do alcance deste documento para fornecer umas instruções passo a passo em como editar mapas dentro de um WCS.

Uma boa pergunta que você quer fazer é “é esta MMAPs que vai ser distribuído restritamente para CleanAir?” Ou, você está indo aproveitar-se de muitos benefícios que podem ser derivados da inclusão de monitorar AP em sua rede?

  • WIPS adaptável

  • Detecção desonesto

  • Realce do lugar

Todos estes aplicativos trabalham com CleanAir permitiram AP. Para o wIPS adaptável, refira o guia de distribuição adaptável do wIPS de Cisco como a recomendação da cobertura do wIPS adaptável é similar, mas o dependente em seus objetivos e necessidades dos clientes. Para serviços de lugar assegure-se de que você rever e compreenda-se as exigências do desenvolvimento para sua tecnologia. Todas estas soluções são elogiosas com objetivos de projeto de CleanAir.

CleanAir de mistura LMAP e legado não CleanAir AP na mesma instalação

Por que não devo eu misturar CleanAir LMAP e legado LMAP AP na mesma área física? Esta pergunta refere-se este caso do uso:

“Eu tenho atualmente não CleanAir AP distribuído (1130,1240, 1250, 1140) no modo local. Eu quero adicionar apenas algum CleanAir AP para aumentar minhas cobertura/densidade. Porque não posso eu apenas adicionar alguns AP e obter todas as características de CleanAir?”

Isto não é recomendado porque CleanAir LMAPs monitora somente o canal de serviço e todas as características de CleanAir confiam na densidade da medida para a qualidade. Esta instalação conduziria à cobertura indiscriminada da faixa. Você poderia bem terminar acima com um canal (ou os diversos) que não tivesse nenhuma cobertura de CleanAir de todo. Contudo com a instalação baixa, você estaria usando todos os canais disponíveis. RRM de suposição está no controle (recomendado) que é inteiramente possível que todo o CleanAir AP poderia ser atribuído ao mesmo canal em uma instalação normal. Você espalha-os para fora para tentar obter a melhor cobertura espacial possível, e aquela aumenta realmente as probabilidades desta.

Você certamente pode distribuir algum CleanAir AP dentro com uma instalação existente. É um AP e funcionaria muito bem de um ponto de vista do cliente e da cobertura. A funcionalidade de CleanAir seria comprometida e não há nenhuma maneira de garantir realmente o que o sistema ou não o diria em relação a seu espectro. Há distante opções demais na densidade e na cobertura que podem ser introduzidas para prever. Que trabalharia?

  • AQ seria válido para o rádio do relatório somente. Isto significa que é somente relevante para o canal que está servindo, e este poderia mudar a qualquer hora.

  • Os alertas da interferência e a zona do impacto seriam válidos. Contudo, todo o lugar derivado seria suspeito. O melhor a sair que para fora tudo junto e supõe a definição a mais próxima AP.

  • As estratégias da mitigação seriam mal-aconselhados operar-se porque a maioria dos AP no desenvolvimento não operariam a mesma maneira.

  • Você poderia usar o AP para olhar o espectro do espectro conecta.

  • Você igualmente teria a opção a comutar temporariamente a qualquer hora ao modo de monitor a fim executar uma varredura completa do ambiente.

Quando houver alguns benefícios, é importante compreender as armadilhas e ajustar em conformidade expectativas. Não se recomenda, e as edições que elevaram deste tipo de desenvolvimento não são sustentáveis baseadas neste modelo de distribuição.

Uma opção melhor se seu orçamento não apoia adicionar os AP que não servem o tráfego do cliente (MMAP) é recolher bastante CleanAir AP para distribuir junto em uma única área. Alguma área que puder ser encerrada em uma área do mapa pode conter um desenvolvimento de CleanAir do Greenfield com suporte de recurso completo. A única advertência nesta seria lugar. Você ainda precisa bastante densidade para o lugar.

CleanAir de funcionamento AP e legado AP no mesmo controlador

Quando não for aconselhável misturar o legado AP e CleanAir AP que se operam no modo local na mesma área do desenvolvimento, que sobre executar ambos no mesmo WLC? Isto é perfeitamente fino. As configurações para CleanAir são somente aplicáveis aos AP que apoiam CleanAir.

Por exemplo, nos parâmetros de configuração RRM para 802.11a/n e 802.11b/g/n você vê configurações ED-RRM e PDA para RRM. Se pôde considerar que estes seriam ruins se aplicado a um AP que não fosse um CleanAir AP capaz. Contudo, mesmo que estas características interajam com o RRM, podem somente ser provocadas por um evento de CleanAir e são seguidas ao AP que o provoca. Não há nenhuma possibilidade que um NON CleanAir AP tem estas configurações aplicadas a elas, mesmo que a configuração se aplique ao grupo inteiro RF.

Isto levanta um outro ponto importante. Quando as configurações de CleanAir em uns 7.0 ou um controlador mais atrasado forem eficazes para todo o CleanAir AP que anexar a esse controlador, ED-RRM e o PDA são ainda configurações RRM.

Características de CleanAir

A aplicação de CleanAir desenha em muitos dos elementos da arquitetura atuais dentro do CUWN. Foi projetada fortificar e adicionar a funcionalidade a cada componente de sistema, e desenha na informação que é já parte superior atual aumenta a usabilidade e integra firmemente as características.

Esta é a divisão total classificada em séries da licença. Observe que não é necessário ter um WCS e ou o MSE no sistema para obter a boa funcionalidade do sistema. O MIBs está disponível no controlador e está aberto àqueles que desejam integrar estas características em um sistema de administração existente.

Exigências da licença

Sistema básico

Para um sistema básico de CleanAir, as exigências são um CleanAir AP e um WLC que execute o código da versão 7.0 ou mais recente. Isto fornece um CLI e o WLC GUI para a interface de cliente e todos os dados ATUAIS é indicado, incluindo os origens de interferência relatados pela faixa e o SE conecta a característica. As alertas de segurança (origens de interferência designados como um interesse de segurança) são fundidas antes de provocar a armadilha de SNMP. Como indicado previamente embora, a fusão WLC é limitada à vista apenas dos AP associados a esse controlador. Não há nenhum apoio histórico da análise de tendências apoiado diretamente das relações WLC.

WCS

Adicionando um BASIC WCS e controlando o controlador adiciona a tensão do apoio para AQ e alarmes. Você recebe o relatório histórico AQ, alertas do ponto inicial através apoio do painel SNMP, RRM, apoio da alerta de segurança, e muitos outros benefícios que incluem a ferramenta de Troubleshooting do cliente. O que você não obtém é história e lugar da interferência. Isto é armazenado no MSE.

Nota: Adicionar um MSE ao WCS para o lugar exige um WCS mais a licença e licenças de recurso cientes do contexto para o MSE.

MSE

Adicionar um MSE e uma solução do lugar à rede suporta o relatório histórico IDR assim como as funções baseadas do lugar. A fim adicionar isto a uma solução existente CUWN, você exige a mais a licença no WCS, e CAS ou licenças cientes do contexto para os alvos do lugar.

1 interferência = 1 licença de CAS

As interferências são controladas com o contexto ciente e uma interferência que seja seguida no sistema é a mesma que um cliente para fins de licenciar. Há muitas opções em como controlar estas licenças e o que são usadas para.

Na configuração WLC você pode limitar que origens de interferência são seguidos para o lugar e o relatório nos mapas selecionando os do controlador > do Sem fio > do 802.11b/a > do menu de CleanAir.

Os dispositivos da interferência selecionados lá são relatados, e escolher ignorá-los mantém-nos fora do sistema de localização e do MSE. Isto é separa completamente do que está acontecendo realmente no AP. Todos os classificadores são detectados sempre a nível AP. Isto determina que isdone com um relatório IDR. Se você usa este para limitar o relatório, a seguir é razoavelmente seguro porque toda a energia ainda é considerada no AP e capturada em relatórios AQ. Os relatórios AQ estoiram os origens de interferência de contribuição pela categoria. Se você elimina uma categoria aqui para conservar licenciar, ainda relata-se enquanto um fator de contribuição em AQ e você são alertados se você excede um ponto inicial.

Figura 13: Configuração WLC CleanAir - relatório

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-13.gif

Por exemplo, supõe que a rede que você está instalando está em um ambiente varejo, e o mapa está desordenado com os alvos de Bluetooth que vêm dos auriculares. Você poderia eliminar este de-selecionando o link de Bluetooth. Se em algum dia Bluetooth mais atrasado se transformou um problema, você veria esta elevação da categoria em seu relatório AQ e poderia re-permitir na vontade. Não há nenhuma restauração da relação exigida.

Você igualmente tem o Element Manager sob as configurações MSE: WCS > Serviços de mobilidade > seu MSE > serviço > a administração cientes do contexto > seguindo parâmetros.

Figura 14: Element Manager ciente do contexto MSE

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-14.gif

Isto dá ao usuário o controle completo para avaliar e controlar que licenças são usados para e como são divididos entre categorias do alvo.

CleanAir caracteriza a matriz

Tabela 7: CleanAir caracteriza a matriz pelo componente CUWN

Características de Cisco CleanAir pelo dispositivo 3500 WLC WCS MSE
Troubleshooting de rádio
Qualidade do ar e interferência por AP/radio em WLC GUI e interfaces CLI X    
Armadilha do ponto inicial AQ (pelo rádio) do WLC X    
Armadilha do dispositivo da interferência (pelo rádio) do WLC X    
Modo de atualização rápido com cartas atuais e interferências AQ para o rádio X    
RRM CleanAir-permitido X    
O perito do espectro conecta o modo X    
O espectro MIB no WLC, abre às 3ª partes X    
Qualidade do ar da rede
Painel WCS CleanAir que mostra a história gráfica AQ para todas as faixas   X  
Seguimento e relatórios da história AQ   X  
AQ Heatmap e AQ agregado (pelo assoalho) no mapa do assoalho WCS   X  
Dispositivos superiores N para o AP mostrado como a opção do pairo no mapa do assoalho WCS   X  
painel CleanAir-permitido WCS RRM   X  
painel CleanAir-permitido e relatórios da Segurança WCS   X  
ferramenta de Troubleshooting CleanAir-permitida do cliente WCS   X  
Local
Painel WCS CleanAir com os dispositivos superiores N com severidade     X
Fundindo dispositivos da interferência através dos AP     X
História do dispositivo da interferência que segue com relatórios     X
Lugar das interferências – Zona do impacto     X

Características apoiadas no WLC

A configuração requerida mínima para Cisco CleanAir é Cisco CleanAir AP, e um WLC que execute a versão 7.0. Com estes dois componentes você pode ver toda a informação fornecida por CleanAir AP. Você igualmente obtém as características da mitigação disponíveis com a adição de CleanAir AP e os Ramais fornecidos com RRM. Esta informação é visualizável através do CLI ou do GUI. O foco está no GUI nesta seção para a brevidade.

Relatórios da qualidade do ar e da interferência WLC

No WLC você pode ver AQ atual e relatórios da interferência do menu GUI. A fim ver relatórios da interferência, deve haver active da interferência enquanto o relatório é para circunstâncias atuais somente

Relatórios do dispositivo da interferência

Selecione o monitor > o Cisco CleanAir > 802.11a/802.11b > dispositivos da interferência.

Todos os dispositivos ativos da interferência que estão sendo relatados por rádios de CleanAir são alistados pelo relatório Radio/AP. Os detalhes incluem o nome AP, o entalhe de rádio ID, tipo da interferência, os canais afetados, detectados tempo, a severidade, o ciclo de dever, o RSSI, o identificador de dispositivo e o conjunto ID.

Figura 15: Relatórios do dispositivo de acesso da interferência WLC

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-15.gif

Relatório da qualidade do ar

A qualidade do ar é relatada pelo rádio/canal. No exemplo abaixo, AP0022.bd18.87c0 reage do modo de monitor e indica AQ para os canais 1-11.

Selecionar o botão de rádio na extremidade de toda a linha permite a opção de mostrar esta informação na tela de rádio do detalhe, que inclui toda a informação recolhida pela relação de CleanAir.

Figura 16: Relatórios do dispositivo da interferência WLC

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-16.gif

Configuração de CleanAir – AQ e controle das armadilhas do dispositivo

CleanAir permite que você determine o ponto inicial e tipos de armadilhas que você recebe. A configuração é pela faixa: Sem fio > 802.11b/a > CleanAir.

Figura 17: Configuração WLC CleanAir

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-17.gif

Parâmetros de CleanAir

Você pode permitir e desabilitar CleanAir para o controlador inteiro, suprimir o relatório de todas as interferências, e determinar que interferências a relatar ou ignorar. Selecionar dispositivos específicos da interferência ignorar é uns recursos úteis. Por exemplo você não pôde querer seguir todos os auriculares de Bluetooth porque são impacto relativamente baixo e você os tem muito. Escolher ignorar estes dispositivos impede simplesmente que esteja relatado. O RF que vem dos dispositivos é calculado ainda no AQ total para o espectro.

Configurações da armadilha

Permita/desabilitação (em à revelia) a armadilha de AirQuality.

Limiar de alarme AQI (1 100). Quando você ajusta o ponto inicial de AirQuality para armadilhas, este diz o WLC a que nível você quer ver uma armadilha para AirQuality. O ponto inicial do padrão é 35, que é extremamente alta. Para propósitos testando ajustar este valor a 85 ou a 90 prova mais prático. Na prática, o ponto inicial é variável assim que você pode ajustá-lo para seu ambiente específico.

Permita a interferência para o alarme da Segurança. Quando você adiciona o WLC a um sistema WCS, você pode selecionar esta caixa de verificação para tratar armadilhas do dispositivo da interferência como armadilhas do alarme da Segurança. Isto permite que você selecione os tipos de dispositivos que aparecem no painel sumário do alarme WCS como uma armadilha da Segurança.

A seleção do dispositivo da armadilha Do/do não permite o controle sobre os tipos de dispositivos que gera mensagens de armadilha da interferência/Segurança.

Ultimamente, o estado de ED-RRM (RRM conduzido evento) é indicado. A configuração para esta característica é coberta sob o RRM conduzido evento - seção EDRRM mais tarde neste documento.

Atualização rápida Mode* - Detalhe de CleanAir

Selecionar o Sem fio > os Access point > transmite por rádio > 802.11a/b mostra todos os rádios 802.11b ou 802.11a anexados ao WLC.

Selecionar o botão de rádio na extremidade da linha permite que você ver o detalhe de rádio (não medidor tradicional de CleanAir da utilização, do ruído e semelhante) ou o detalhe de CleanAir.

Figura 18: Detalhe de acesso de CleanAir

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-18.gif

Selecionar CleanAir produz um indicador gráfico (do padrão) de toda a informação de CleanAir que refere-se esse rádio. A informação indicada reage agora do modo rápido da atualização à revelia. Isto significa que está sendo refrescado cada 30 segundos do AP em vez do período 15 de cálculo da média minuto indicado na Mensagem do nível de sistema. De cima para baixo, todas as interferências que estão sendo detectados por esse rádio junto com os parâmetros da interferência do tipo, canais afetados, tempo de detecção, severidade, ciclo de dever, RSSI, identificador de dispositivo, e conjunto ID.

Figura 19: Página do detalhe do rádio de CleanAir

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-19.gif

Desta figura, as cartas indicadas incluem:

  • Qualidade do ar pelo canal

  • Utilização de canal do Wi-fi NON

  • Potência da interferência

Qualidade do ar por indicadores de canal a qualidade do ar para o canal que está sendo monitorado.

Não a utilização de canal do Wi-fi mostra a utilização que é diretamente atribuível ao dispositivo da interferência que está sendo indicado. Ou seja se você obtém livrado desse dispositivo você recupera que muito espectro para que os aplicativos do Wi-fi usem-se.

Há duas categorias que são introduzidas aqui sob detalhes da qualidade do ar:

  • Adjacente fora da interferência do canal (AOCI) — esta é interferência de um dispositivo do Wi-fi que não esteja no relatório que opera o canal, mas está sobrepondo o espaço do canal. Para o canal 6, o relatório identificaria a interferência atribuível a um AP nos canais 4, 5, 7, e 8.

  • Não classificado — Esta é a energia que não é atribuível definitivamente às fontes do Wi-fi ou do Wi-fi NON. Fragmentos, colisões, coisas desta natureza; quadros que são massacrados além do reconhecimento. Em suposições de CleanAir não deve ser feito.

A potência da interferência indica a potência da recepção das interferências nesse AP. A página do detalhe de CleanAir indica a informação para todos os canais monitorados. Os exemplos acima são de um modo de monitor (MMAP) AP. Um modo local AP mostraria o mesmo detalhe, mas somente para a corrente serviu o canal.

CleanAir permitiu RRM

Há duas características chaves da mitigação que estam presente com CleanAir. Ambos confiam diretamente na informação que pode somente ser recolhida por CleanAir.

RRM conduzido evento

RRM conduzido evento (ED-RRM) é uma característica que permita que um AP na aflição contorneie intervalos normais RRM e mude imediatamente os canais. Um CleanAir AP está monitorando sempre AQ, e relatórios neste em 15 segundos intervalos. AirQuality é uma métrica melhor do que confiando em medidas de ruído normais da microplaqueta do Wi-fi porque AirQuality relata somente em dispositivos classificados da interferência. Isto faz a AirQuality uma métrica segura porque se sabe que o que é relatado não é devido à energia do Wi-fi (e daqui não a um ponto normal transiente).

Para ED-RRM que um canal muda ocorre somente se a qualidade do ar é impactada suficientemente. Porque a qualidade do ar pode somente ser afetada pelo classificado sabido ao origem de interferência do Wi-fi de CleanAir NON (ou a um canal de sobreposição adjacente do Wi-fi), o impacto é compreendido:

  • Não uma anomalia do Wi-fi

  • Uma condição de crise neste AP

A crise significa que o CCA está obstruído. Nenhum cliente ou o AP podem usar o canal atual.

Sob estas condições RRM mudaria o canal na passagem seguinte DCA. Contudo, aquele poderia ser alguns minutos afastado (até dez minutos segundo quando a última corrida foi executada), ou o usuário poderia ter mudado o intervalo padrão e poderia ser mais longo (selecionado uma estadia e um intervalo da âncora para a operação mais longa DCA). ED-RRM reage muito rapidamente (30 segundos) assim os usuários que mudam com o AP são provavelmente inconscientes da crise que era próxima. 30 -50 segundos não são por muito tempo bastante chamar um help desk. Os usuários que não fazem estão em nenhuma forma mais ruim do que estariam no primeiro lugar. O origem de interferência foi identificado em todos os casos e os logs da razão da mudança AP que a fonte, e os usuários que têm vaguear deficiente recebe uma resposta a respeito de porque esta mudança foi feita.

A mudança do canal não é aleatória. É escolhida com base na disputa de dispositivo, assim é uma escolha alternativa inteligente. Uma vez que o canal é mudado há uma proteção contra a provocação de ED-RRM outra vez em um temporizador manter (60 segundos). O canal de evento é marcado igualmente em RRM DCA para que o AP afetado impeça um retorno ao canal de evento (3 horas) no evento que as interferências são um evento intermitente e o DCA não o vê imediatamente. O impacto da mudança do canal é isolado em todos os casos ao AP afetado.

Supõe que um hacker ou alguém da intenção doente ateiam fogo acima a um jammer 2.4 gigahertz e todos os canais estão obstruídos. Primeiramente fora, todos os usuários dentro do raio são fora do negócio de qualquer maneira. Contudo, supõe disparadores ED-RRM em todos os AP que podem o ver. Todos os AP mudam os canais uma vez, a seguir os guardam por 60 segundos. A circunstância seria estada conforme outra vez, assim que uma outra mudança atearia fogo com a circunstância ainda que está sendo encontrada após 60 segundos. Não haveria nenhum canal deixado para mudar a e a atividade ED-RRM pararia.

Uma alerta de segurança atearia fogo fora no jammer (ação padrão) e você precisaria de fornecer um lugar (se com MSE) ou o AP de detecção o mais próximo. ED-RRM registraria um evento principal AQ para todos os canais afetados. A razão seria jammer RF. O evento seria contido dentro do domínio efetuado e do poço RF alertados.

Agora a pergunta seguinte que é feita geralmente, “o que se o hacker anda ao redor com o jammer, que não essa causa todos os AP provocaria ED-RRM?”.

Certo você está indo provocar mudanças do canal ED-RRM em todos os AP que têm ED-RRM permitido. Contudo, como os movimentos do jammer assim que fazem seus efeito e usabilidade são restaurados assim que se mover. Realmente não importa porque você tem um hacker que anda ao redor com um jammer em sua mão que desliga usuários em toda parte que vão. Este é um problema em si mesmo. ED-RRM não combina essa edição. CleanAir por outro lado é igualmente alerta ocupada, encontrar, e fornecer da história do lugar de onde foram e de onde são. Estas são boas coisas a saber em tal caso.

A configuração é alcançada sob o Sem fio > o 802.11a/802.11b > o RRM > o DCA > RRM conduzido evento.

Figura 20: Configuração conduzida evento RRM

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-20.gif

Nota: Uma vez que ED-RRM é provocado em um AP/Channel o AP está impedido do retorno a esse canal por três horas. Este é impedir debulhar se a fonte do sinal é intermitente na natureza.

Vacância persistente do dispositivo

A vacância persistente do dispositivo é uma outra característica da mitigação que seja somente possível com CleanAir AP. Um dispositivo que se opere periodicamente, como um forno de micro-ondas, pode introduzir níveis destrutivos da interferência quando se operar. Contudo, uma vez que é já não dentro uso o ar vai silêncio outra vez. Os dispositivos tais como câmeras de vídeo, o equipamento exterior da ponte, e os fornos de micro-ondas são todos os exemplos de um tipo de dispositivo chamado persistente. Estes dispositivos podem operar-se continuamente ou periodicamente, mas o que toda têm na terra comum é que não se movem frequentemente.

RRM naturalmente vê níveis do RF propalar em um canal dado. Se o dispositivo se está operando RRM suficientemente longo move mesmo um AP ativo fora do canal que tem a interferência. Contudo, uma vez que o dispositivo vai silêncio, é provável que o canal original apresenta como a escolha melhor mais uma vez. Porque cada CleanAir AP é um sensor do espectro o centro do origem de interferência pode ser avaliado e encontrado. Também, você pode compreender que que AP são afetados por um dispositivo que você conheça esteja lá, e potencialmente opere e interrompa a rede quando faz. A vacância persistente do dispositivo permite que nós registrem a existência de tal interferência e recordem que está lá assim que você não coloca um AP para trás no mesmo canal. Uma vez que um dispositivo persistente foi identificado “recorda-se” por sete dias. Se não se vê outra vez então está cancelado do sistema. Cada vez que você o vê, o pulso de disparo começa sobre.

Nota: A informação persistente da vacância do dispositivo é recordada no AP e no controlador. Recarregando uma ou outra restaurações o valor.

A configuração para a vacância persistente do dispositivo é ficada situada no Sem fio > no 802.11a/802.11b > no RRM > no DCA > evita dispositivos.

A fim vê-lo se um rádio registrou um dispositivo persistente pode ver o estado no Sem fio > nos Access point > nos rádios > no 802.11a/b >.

Selecione um rádio. Na extremidade da linha clique o botão de rádio e selecione CleanAir RRM.

Figura 21: Estado persistente da vacância do dispositivo de CleanAir

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-21.gif

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-22.gif

O perito do espectro conecta

CleanAir AP enlata todo o apoio que o perito do espectro conecta o modo. Este modo coloca os rádios dos AP em um modo de exploração dedicado que possa conduzir o aplicativo do Cisco Spectrum Expert através de uma rede. As funções de console peritas do espectro como se teve um cartão perito do espectro local instalado.

Nota: Um trajeto de rede roteável deve existir entre o host perito do espectro e o alvo AP. As portas 37540 e 37550 devem estar abertas conectar. O protocolo é TCP, e o AP está escutando.

O perito do espectro conecta o modo é um modo de monitor aumentado, e porque tal o AP não serve clientes quando este modo for permitido. Quando você inicia o modo o AP recarrega. Quando torna a reunir o controlador que está no espectro conecta o modo e geraram uma chave de sessão para que o uso conecte o aplicativo. Tudo que é exigido é o Cisco Spectrum Expert 4.0 ou mais atrasado, e um trajeto de rede roteável entre o host de aplicativo e o alvo AP.

A fim iniciar a conexão, comece mudando o modo sobre do Sem fio > dos Access point > todos os AP.

Figura 22: Configuração do modo AP

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-23.gif

Vá ao modo AP, e seleto SE-conecte. Salve a configuração. Você recebe duas telas de advertência: um que recomenda aquele SE-conecta o modo não é um modo do cliente-serviço, o segundo aviso que o AP está recarregado. Uma vez que você mudou o modo e salvar a configuração navega à tela do monitor > dos Access point. Monitore o estado AP e recarregue-o.

Uma vez que o AP torna a reunir e os reloads navegam de volta à tela de configuração AP, você precisa a chave Instituto Nacional de Estatística para a sessão que é indicada lá. Você pode copiar e colar a chave Instituto Nacional de Estatística para a inclusão no perito de lançamento do espectro.

Figura 23: Chave Instituto Nacional de Estatística gerada

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-24.gif

Você precisa o Cisco Spectrum Expert 4.0. Uma vez que instalado, lance o perito do espectro. Na tela inicial inicial você vê uma opção nova, sensor remoto. Selecione o sensor remoto e a pasta na chave Instituto Nacional de Estatística, e diga a perito do espectro o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT do AP. Selecione a que o transmita por rádio desejo para conectar e clicar a APROVAÇÃO.

Figura 24: O sensor do Cisco Spectrum Expert conecta a tela

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-25.gif

O WCS permitiu características de CleanAir

Quando você adiciona um WCS à mistura da característica você obtém mais opções do indicador para a informação de CleanAir. O WLC pode indicar a informação atual, mas com WCS a capacidade para seguir, monitorar, alertar, e os níveis históricos de AirQuality do relatório para todo o CleanAir AP são adicionados. Também, a capacidade para correlacionar a informação de CleanAir a outros painéis de vencimento da concessão dentro do WCS permite que o usuário compreenda inteiramente seu espectro como nunca antes.

Painel WCS CleanAir

O Home Page tem diversos elementos adicionados e é customizável pelo usuário. Alguns dos elementos indicados no Home Page podem ser rearranjados às preferências de usuário. Isso é além do alcance desta discussão, mas mantém-na na mente enquanto você usa o sistema. O que está sendo apresentado aqui é simplesmente o visualização padrão. Selecionar a aba de CleanAir toma-o à informações disponíveis de CleanAir no sistema.

Figura 25: Home Page WCS

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-26.gif

Nota: As configurações padrão para a página incluem um relatório das interferências da parte superior 10 pela faixa no canto do assistente. Se você não tem um MSE, este relatório não povoa. Você pode editar esta página e adicionar ou suprimir de componentes para personalizá-la ao seu gosto.

Figura 26: Painel WCS CleanAir

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-27.gif

As cartas indicadas nesta página indicam as médias históricas e os mínimos running para eventos do espectro de CleanAir. O número médio AQ é para o sistema inteiro como indicado aqui. A carta do mínimo AQ segue por exemplo, pela faixa, o mínimo relatou AQ recebido de todo o rádio específico no sistema em qualquer período de relatório 15 minuto. Você pode usar as cartas para identificar rapidamente mínimos históricos.

Figura 27: Carta mínima da história de qualidade do ar

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-28.gif

Selecionar o botão da carta da ampliação no direita inferior em todo o objeto da carta produz uma janela pop-up com uma ideia ampliada da carta na pergunta. Um pairo do rato em toda a carta produz um rótulo de data e horário, e o nível AQ considerado para o período de relatório.

Figura 28: Carta mínima ampliada da qualidade do ar

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-29.gif

O conhecimento da data e hora dá-lhe a informação que você precisa de procurar pelo evento particular, e recolhe detalhes adicionais tais como os AP que registraram o evento e os tipos de dispositivo que se operam naquele tempo.

Os alarmes de limiar AQ são relatados ao WCS como alarmes do desempenho. Você pode igualmente vê-los através do painel sumário do alarme na parte superior do Home Page.

Figura 29: Painel do sumário do alarme

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-30.gif

A pesquisa avançada ou simplesmente a seleção da categoria do desempenho do painel sumário do alarme (fornecido lhe tenha um alarme do desempenho) rendem uma lista de alarmes do desempenho que contêm detalhes sobre um evento particular AQ que esteja abaixo do limiar configurado.

Figura 30: Alarmes de limiar da qualidade do ar

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-31.gif

Selecionar um evento particular indica o detalhe relativo a esse evento que inclui a data, cronometra-o, e mais importante ainda o AP de relatório.

Figura 31: Detalhe do alarme do desempenho

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-32.gif

As configurações para pontos iniciais da qualidade do ar são encontradas abaixo configuram > controlador, do WCS GUI ou o controlador GUI. Isto pode ser usado para todas as configurações de CleanAir. O melhor prática é usar o WCS uma vez que você lhe atribuiu um controlador.

A fim gerar alarmes do desempenho, você pode ajustar o ponto inicial AQ para um limiar baixo tal como 90 ou mesmo 95 (recorde que AQ é bom em 100 e em mau em 0). Você precisa alguma interferência de provocá-la tal como um forno de micro-ondas. Recorde pôr primeiramente um copo de água nele e executá-lo por 3-5 minutos.

Relatórios de seguimento da história de qualidade do ar

AirQuality é seguido em cada CleanAir AP a nível de rádio. O WCS permite relatórios de histórico para monitorar e tender AQ em sua infraestrutura. Os relatórios podem ser alcançados navegando ao launchpad do relatório. Selecione relatórios > Launchpad do relatório.

Os relatórios de CleanAir estão na parte superior da lista. Você pode escolher olhar a qualidade do ar contra o tempo ou a qualidade do ar a mais ruim AP. Ambos os relatórios devem ser úteis em seguir como a qualidade do ar muda ao longo do tempo e identificando as áreas que exigem alguma atenção.

Figura 32: Relate o Launchpad

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-33.gif

Mapas de CleanAir – Monitor > mapas

Selecionando o monitor > traça indicadores que os mapas configuraram para o sistema. Os números médios e mínimos AQ são apresentados na forma hierárquica que corresponde aos níveis do recipiente do terreno, da construção, e do assoalho. Por exemplo, a nível da construção o médio/mínimo AQ é a média de todo o CleanAir AP contido na construção. O mínimo é o mais baixo AQ relatado por todo o único CleanAir AP. Olhando um nível do assoalho, o AQ médio representa a média de todos os AP situados nesse assoalho e o mínimo AQ é aquele do único AQ o mais ruim de um AP nesse assoalho.

Figura 33: Traça a página principal - mostrando a hierarquia da qualidade do ar

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-34.gif

Selecionar um mapa para um assoalho dado fornece o detalhe relevante ao assoalho selecionado. Há muitas maneiras que você pode ver a informação no mapa. Por exemplo, você pode mudar as etiquetas AP para indicar a informação de CleanAir tal como o estado de CleanAir (mostras que os AP são capazes), valores mínimos ou médios AQ, ou média e valores mínimos. Os valores são relevantes à faixa selecionada.

Figura 34: Lotes da mostra das etiquetas AP da informação de CleanAir

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-35.gif

Você pode ver as interferências que estão sendo relatadas por cada AP em diversas maneiras. Paire sobre o AP, selecione um rádio, e selecione o hotlink das interferências da mostra. Isto produz uma lista de toda a interferência detectada nessa relação.

Figura 35: Vendo os dispositivos da interferência detectados em um AP

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-36.gif

Uma outra maneira interessante de visualizar o impacto da interferência no mapa é selecionar a etiqueta da interferência. Sem o MSE, você não pode encontrar a interferência no mapa. Contudo, você pode selecionar as etiquetas da interferência da mostra, que são etiquetas com as interferências que estão sendo detectadas atualmente são aplicadas a todos os rádios de CleanAir. Você pode personalizar este para limitar o número de interferências indicadas. Selecionar o hotlink na aba permite que você zumba dentro aos detalhes individuais das interferências, e todas as interferências são indicadas.

Nota: CleanAir AP pode seguir números ilimitados de interferências. Relatam somente na parte superior 10 pedida pela severidade, com a preferência que está sendo dada a uma ameaça de segurança.

Figura 36: Etiqueta da interferência que está sendo indicada em todo o CleanAir AP

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-37.gif

Uma maneira útil visualizá-la a interferência e do Wi-fi NON é efeito é ver AQ como um heatmap no indicador do mapa. Faça isto selecionando heatmaps e selecionando a qualidade do ar. Você pode indicar o médio ou o mínimo AQ. O mapa é rendido usando os testes padrões da cobertura para cada AP. Observe que o canto superior direito do mapa é branco. Nenhum AQ é rendido lá porque o AP está no modo de monitor e na voz passiva.

Figura 37: Mapa do calor da qualidade do ar

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-38.gif

CleanAir permitiu o painel RRM

CleanAir permite que você ver o que está em nosso espectro que é o Wi-fi NON. Ou seja todas aquelas coisas que foram consideradas apenas ruído podem agora ser divididos para compreender se e como ele está impactando sua rede de dados. RRM pode e abranda o ruído selecionando um canal melhor. Quando isto ocorre a solução é geralmente melhor do que era, mas você ainda está deixando algo que não é sua rede de dados ocupa seu espectro. Isto reduz o espectro total disponível a seus dados e Aplicações de voz.

Prendido e as redes Wireless diferem naquela em uma rede ligada com fio se você precisa mais largura de banda que você pode instalar mais Switches, ou em portas, ou em conexões com o Internet. Todos os sinais são contidos dentro do fio e não interferem um com o outro. Em uma rede Wireless, contudo, há uma quantidade finita de espectro disponível. Uma vez que usado, você não pode simplesmente adicionar mais.

O painel de CleanAir RRM no WCS permite que você compreenda o que está indo sobre em seu espectro pela interferência assim como pelo sinal de seguimento do Wi-fi NON de nossa rede, interferência das redes estrangeiras e está equilibrando tudo dentro do espectro que está disponível. As soluções que RRM fornece não parecem sempre ótimas. Contudo, há frequentemente algo que você não pode ver que causas dois AP para operar sobre o mesmo canal.

O painel RRM é o que nós nos usamos aos eventos de trilha que afetam o equilíbrio do espectro e dão respostas a respeito de porque algo é a maneira que é. A informação de CleanAir que está sendo integrada a este painel é uma etapa grande para a frente ao controle total do espectro.

Figura 38: A mudança do canal de CleanAir RRM raciocina do painel RRM

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-39.gif

As razões da mudança do canal incluem agora diversas categorias novas que refinam a categoria velha do ruído (qualquer coisa que não é Wi-fi é reconhecido como o ruído por Cisco e por todos concorrentes restantes):

  • O ruído (CleanAir) representa a energia do Wi-fi NON no espectro como sendo uma causa ou um contribuinte principal a uma mudança do canal.

  • A interferência persistente de NON-WiFi indica que umas interferências persistentes estiveram detectadas e entraram um AP, e o AP mudou os canais para evitar esta interferência.

  • O evento principal da qualidade do ar é a razão para uma mudança do canal invocada pela característica conduzida evento RRM.

  • Outro – há sempre uma energia atual no espectro que não é demodulado como o Wi-fi, e não pode ser classificado como um origem de interferência conhecido. As razões para esta são muitas: os sinais são corrompidos demasiado separar, restos excedentes esquerdos das colisões são uma possibilidade.

Conhecer que a interferência de NON-WiFi está afetando sua rede é uma vantagem grande. Tendo sua rede saiba e o ato nesta informação é um grande mais. Alguma interferência você pode abrandar e para remover, alguns você não faz (no caso das emissões de um vizinho). Tipicamente a maioria de organizações têm a interferência em um nível ou em outro, e muita esta interferência é de baixo nível bastante não levantar nenhuns problemas reais. Contudo, mais ocupada sua rede obtém mais que precisa um espectro não afetado.

CleanAir permitiu o painel da Segurança

Os dispositivos NON-Wi-Fi podem oferecer bastante um desafio à segurança Wireless. Ter a capacidade para examinar sinais na camada física permite uma Segurança muito mais granulada. O Normal dispositivos Wireless de cada consumidor do dia pode e contorneia a Segurança normal do Wi-fi. Porque todos os aplicativos existentes WIDs/WIPs confiam em conjuntos de chip do Wi-fi para a detecção, não houve nenhuma maneira de identificar exatamente até aqui estas ameaças.

Por exemplo, é possível inverter os dados em um sinal wireless de modo que seja 180 graus fora da fase de um sinal normal do Wi-fi. Ou, você poderia mudar a frequência central do canal por algum kHz e enquanto você teve um cliente ajustado à mesma frequência central que você teria um canal privado que nenhuma outra microplaqueta do Wi-fi poderia ver ou compreender. Tudo que é exigido é acesso à camada HAL (muitos estão disponíveis sob o GPL) para a microplaqueta e um pouco de habilidade. CleanAir pode detectar e compreender o que estes sinais são. Além, CleanAir pode detectar e encontrar um ataque de PhyDOS tal como o bloqueio RF.

Você pode configurar CleanAir para relatar todo o dispositivo que for classificado como uma ameaça de segurança. Isto permite que o usuário determine o que deve e não deve transmitir dentro de sua facilidade. Há três maneiras de ver estes eventos. O mais conveniente é através do painel sumário do alarme posicionado na parte superior do Home Page WCS.

Mais análise detalhada pode ser ganhada usando a aba do painel da Segurança na página principal. Isto é o lugar onde toda a informação relativa à segurança no sistema é indicada. CleanAir tem-no agora é possuir a seção dentro deste painel permitindo que você ganhe um entendimento completo da Segurança de sua rede de todas as fontes wireless.

Figura 39: Painel da Segurança com integração de CleanAr

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-40.gif

Não importa onde você vê esta informação de, você tem o AP de detecção, as horas e data do evento, e o status atual trabalhar com. Com um MSE adicionado lhe pode executar relatórios periódicos apenas em eventos de segurança de CleanAir. Ou, você pode olhar o lugar no mapa e ver a história do evento, mesmo se se estava movendo.

CleanAir permitiu o painel do Troubleshooting do cliente

O painel do cliente no Home Page WCS é a uma parada para todas as coisas para clientes. Porque a interferência afeta frequentemente um cliente antes que afetar o AP (mais baixa potência, Antenas mais deficientes) uma coisa chave para saber quando pesquisando defeitos edições de desempenho cliente for se a interferência do Wi-fi NON é um fator. CleanAir foi integrado à ferramenta de Troubleshooting do cliente no WCS por essa razão.

Alcance a informação cliente em toda a maneira que você escolher do painel, procurando em um MAC address ou em um usuário. Uma vez que você tem o cliente indicado, selecione o ícone da ferramenta de Troubleshooting do cliente para lançar o painel do Troubleshooting do cliente.

Figura 40: Painel do Troubleshooting do cliente - com CleanAir

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-41.gif

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-42.gif

As ferramentas do cliente fornecem uma riqueza de informação sobre o estado do cliente na rede. Selecione a aba de CleanAir na tela de cliente do monitor. Se o AP que o cliente está associado atualmente a está relatando toda a interferência, é indicado aqui.

Figura 41: Aba de CleanAir da ferramenta de Troubleshooting do cliente

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-43.gif

Neste caso, a interferência que está sendo detectada é DECT como o telefone, e porque a severidade é somente 1 (muito baixo) seria pouco suscetível de causar muito problema. Contudo, um par dispositivos da severidade 1 podem causar edições para um cliente. O painel do cliente permite que você ordene rapidamente para fora, assim como prove, edições em uma forma lógica.

MSE permitiu características de CleanAir

O MSE adiciona uma quantidade significativa de informação às características de CleanAir. O MSE é responsável para todos os cálculos do lugar, que são muito mais intensivos para a interferência NON-Wi-Fi do que para um alvo do Wi-fi. A razão para esta é a escala das circunstâncias que o lugar tem que trabalhar com. Há muitas interferências NON-Wi-Fi no mundo, e todos operam-se diferentemente. Mesmo entre dispositivos similares pode haver umas grandes diferenças na intensidade de sinal ou nos padrões de radiação.

O MSE é igualmente quem controla a fusão dos dispositivos controladores múltiplos desse período. Se você aviso, um WLC pode fundir os dispositivos que os AP relatam, que está controlando. Mas, a interferência pode ser detectada que esta presente nos AP que não são todos no mesmo controlador.

Todas as características que MSE aumenta são ficadas situadas somente no WCS. Uma vez que você encontrou um dispositivo da interferência em um mapa, há diversas coisas que podem ser calculadas e apresentado sobre como essa interferência interage com sua rede.

Painel WCS CleanAir com MSE

Previamente neste documento, o painel de CleanAir e como as interferências da parte superior 10 pela faixa não seriam indicadas sem o MSE foi discutido. Com o MSE, estes são agora ativos porque você tem o dispositivo e a informação de localização da interferência da contribuição do MSE.

Figura 42: MSE permitiu o painel de CleanAir

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-44.gif

As tabelas superiores do assistente são povoadas agora com a maioria de origens de interferência 10 severos detectaram para cada faixa: 802.11a/n e 802.11b/g/n.

Figura 43: A interferência a mais ruim para 802.11a/n

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-45.gif

A informação indicada é similar àquela do relatório da interferência de um AP específico.

  • Interferência ID – este é o registro do banco de dados para a interferência no MSE

  • Tipo – o tipo de interferências que estão sendo detectadas

  • Estado – atualmente somente interferências do Active dos indicadores

  • Severidade – a severidade calculada para o dispositivo

  • Canais afetados – os canais que o dispositivo está sendo visto afetar /last descoberto atualizaram selos de tempo

  • Assoalho – o lugar do mapa da interferência

Se você escolhe o lugar do assoalho, ele hotlinks você ao indicador do mapa do origem de interferência diretamente onde muito mais informação é possível.

Nota: Há outra uma diferença além de ter um lugar entre a informação indicada sobre interferências sobre o que você pode ver no nível do rádio AP diretamente. Você pôde ter observado que não há nenhum valor RSSI para a interferência. Isto é porque o registro como considerado aqui é fundido. É o resultado dos AP múltiplos que relatam o dispositivo. A informação RSSI é já não relevante, nem estaria correto indicá-la porque cada AP vê o dispositivo na intensidade de sinal diferente.

Mapas WCS com lugar do dispositivo de CleanAir

Escolha o link na extremidade do registro a fim navegar diretamente ao lugar do mapa do dispositivo da interferência do painel de CleanAir.

Figura 44: Interferência situada no mapa

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-46.gif

Agora encontrar o origem de interferência no mapa permite que nós compreendam seu relacionamento a tudo mais no mapa. A informação específica sobre o dispositivo própria do produto (veja figura 36), passa um rato sobre o ícone da interferência. Observe os AP de detecção, isto é a lista de AP que ouve atualmente este dispositivo. O centro do conjunto é o AP que é o mais próximo ao dispositivo. A última linha mostra a zona do impacto. Este é o raio que o dispositivo da interferência estaria suspeitado de ser disruptivo.

Figura 45: Detalhe da interferência do pairo do rato

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-47.gif

A zona do impacto é somente metade da história embora. É importante recordar que um dispositivo pôde ter um alcance longo ou uma grande zona do impacto. Contudo, se a severidade é baixa pôde ou não pôde importar de todo. A zona do impacto pode ser vista no mapa selecionando interferências > zona do impacto do menu do indicador do mapa.

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-48.gif

Agora você pode ver a zona do impacto (ZOI) no mapa. ZOI é rendido enquanto um círculo em torno do dispositivo detectado, e sua opacidade se escurecem com severidade mais elevada. Isto ajuda a visualizar o impacto de dispositivos da interferência extremamente. Um círculo escuro pequeno é muito mais de um interesse do que um grande círculo translúcido. Você pode combinar esta informação com todo o outro indicador ou elemento do mapa que você escolher.

Fazer duplo clique em todo o ícone da interferência toma-o ao registro detalhado para essa interferência.

Figura 46: Registro da interferência MSE

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-49.gif

Os detalhes das interferências incluem muita informação sobre o tipo de interferências que estão sendo detectadas. No canto do assistente da parte superior é o campo da ajuda que diz sobre o que este dispositivo é e como este tipo particular de dispositivo afeta sua rede.

Figura 47: Ajuda detalhada

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-50.gif

Outros links dos trabalhos dentro do registro detalhado incluem:

  • Mostre interferências deste tipo – os links a um filtro para mostrar outros exemplos deste tipo de dispositivo

  • Mostre as interferências que afetam esta faixa – os links a um indicador filtrado de todas mesmas interferências da faixa

  • Assoalho – links de volta ao lugar do mapa para este dispositivo

  • MSE – links à configuração de relatório MSE

  • Aglomerado – pelos links aos controladores que executaram a fusão inicial

  • Detectando AP – links quentes aos AP de relatório para o uso em ver a interferência diretamente dos detalhes AP

História do lugar da interferência

Da janela de comando no canto superior direito do indicador do registro você pode selecionar para ver a história do lugar deste dispositivo da interferência.

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-51.gif

A história do lugar mostra posição e todos os dados relevantes tais como a hora/data e AP da detecção de um dispositivo da interferência. Isto pode ser extremamente útil em compreender onde a interferência foi detectada e como se comportou ou se impactou sua rede. Esta informação é parte do registro permanente da interferência no banco de dados MSE.

WCS – Monitore a interferência

Os índices do banco de dados das interferências MSE podem ser vistos diretamente do WCS selecionando o monitor > a interferência.

Figura 48: Indicador das interferências do monitor

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-52.gif

A lista é classificada pelo estado à revelia. Contudo, pode ser classificada por algumas das colunas contidas. Você pôde observar que a informação RSSI nas interferências falta. Isto é porque estes são registros fundidos. Os AP múltiplos ouvem um origem de interferência particular. Todo ouvem o diferentemente, assim que a severidade substituem o RSSI. Você pode selecionar toda a interferência ID nesta lista para indicar o mesmo registro detalhado que foi discutido acima. Selecionar o tipo de dispositivo produz a informação da ajuda que é contida dentro do registro. Selecionar o lugar do assoalho toma-o ao lugar do mapa da interferência.

Você pode selecionar a pesquisa avançada e perguntar o banco de dados das interferências diretamente, a seguir filtra os resultados por critérios múltiplos.

Figura 49: Busca avançada da interferência

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-53.gif

Você pode escolher todas as interferências pelo ID, pelo tipo (inclui todos os classificadores), pela severidade (escala), pelo ciclo de dever (escala) ou pelo lugar (assoalho). Você pode selecionar o período de tempo, o estado (ativo/inativo), seleciona uma faixa específica ou mesmo um canal. Salvar a busca para uso futuro se você gosta.

Resumo

Há dois tipos básicos de informação gerados pelos componentes de CleanAir dentro do sistema: Relatórios do dispositivo e AirQuality da interferência. O controlador mantém o banco de dados AQ para todos os rádios anexados e é responsável para gerar as armadilhas do ponto inicial baseadas nos limiares configurável do usuário. O MSE controla os relatórios do dispositivo da interferência e os relatórios múltiplos das fusões que chegam dos controladores e dos AP que medem controladores em um único evento, e localiza-os dentro da infraestrutura. O WCS indica informação obtida e processa por componentes diferentes dentro do sistema CUWN CleanAir. Os elementos de informação individuais podem ser vistos dos componentes individuais como dados brutos, e o WCS é usado para consolidar e indicar uma opinião larga do sistema e para fornecer a automatização e o fluxo de trabalho.

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-54.gif

A instalação e validação

A instalação de CleanAir é um processo direto. Estão aqui algumas pontas em como validar a funcionalidade para uma instalação inicial. Se você promove um sistema atual ou instala um sistema novo, o melhor ordem de operação seguir é código do controlador, código WCS, a seguir adicionar o código MSE à mistura. A validação em cada fase é recomendada.

CleanAir permitiu no AP

A fim permitir a funcionalidade de CleanAir no sistema, você precisa primeiramente de permitir este no controlador com o Sem fio > o 802.11a/b > o CleanAir.

Assegure-se de que CleanAir esteja permitido. Isto é desabilitado à revelia.

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-55.gif

Uma vez que permitido lhe toma 15 minutos para a propagação normal do sistema da informação da qualidade do ar porque o intervalo do relatório do padrão é 15 minutos. Contudo, você pode ver os resultados imediatamente no detalhe de CleanAir em nível no rádio.

Monitor > Access point > 802.11a/n ou 802.11b/n

Isto indica todos os rádios para uma faixa dada. O estado de CleanAir é indicado no status administrativo de CleanAir e nas colunas de status da operação de CleanAir.

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-56.gif

  • O status administrativo relaciona-se ao estado de rádio para CleanAir – deve ser permitido à revelia

  • O estado da operação relaciona-se ao estado de CleanAir para o sistema – este é o que o comando enable no menu do controlador mencionou acima controles

O status operacional não pode ser acima se o status administrativo para o rádio é desabilitado. Supondo que você tem uma possibilidade para o status administrativo, e a levanta para o status operacional, você pode selecionar para ver os detalhes de CleanAir para um rádio dado usando o botão de rádio encontrado no fim da fileira. A seleção de CleanAir para detalhes coloca o rádio no modo de atualização rápido e fornece (atualizações imediatas 30 segundos) à qualidade do ar. Se você obtém a qualidade do ar então CleanAir trabalha.

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-57.gif

Você pôde ou não pôde ver interferências neste momento. Isto depende se você tem o active.

CleanAir permitiu no WCS

Como mencionado previamente, você não tem relatórios da qualidade do ar por até 15 minutos que indicam no aba WCS > de CleanAir após inicialmente ter permitido CleanAir. Contudo, o relatório da qualidade do ar deve ser permitido à revelia e pode ser usado para validar neste momento a instalação. Na aba de CleanAir você não tem as interferências relatadas nas categorias 802.11a/b as mais ruins sem um MSE.

Você pode testar individualmente uma armadilha de interferência designando um origem de interferência que você possa facilmente demonstrar como uma ameaça de segurança no diálogo da configuração de CleanAir: Configurar > controladores > 802.11a/b > CleanAir.

Figura 50 pés: Configuração de CleanAir - Alarme da Segurança

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-58.gif

Adicionar um origem de interferência para um alarme da Segurança faz com que o controlador envie um mensagem de armadilha na descoberta. Isto é refletido na aba de CleanAir sob a direção recente das interferências do risco de segurança.

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-59.gif

Sem o presente MSE você não tem nenhuma funcionalidade para o monitor > a interferência. Isto é conduzido puramente pelo MSE.

CleanAir permitiu a instalação e a validação MSE

Não há nada particularmente special sobre adicionar um MSE ao CUWN para o apoio de CleanAir. Uma vez que adicionado, há algumas configurações que específicas você precisa de fazer. Assegure-se de que você sincronize os mapas e o controlador do sistema antes que você permita parâmetros de seguimento de CleanAir.

No console WCS, escolha serviços > Serviços de mobilidade > selecionam o seu MSE > serviço > a administração cientes do contexto > seguindo parâmetros.

Escolha interferências permitir a interferência MSE que segue e que relata. Recorde salvar.

Figura 51: Configuração ciente da interferência do contexto MSE

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-60.gif

Quando nos serviços cientes menus de administração do contexto, igualmente visite parâmetros da história e permita interferências aqui também. Salvar sua seleção.

Figura 52: Parâmetros de seguimento da história ciente do contexto

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-61.gif

Permitir estas configurações sinaliza o controlador sincronizado para começar o fluxo da informação de CleanAir IDR ao MSE e inicia o MSE que segue e processos de convergência. É possível obter o MSE e um controlador fora da sincronização de uma perspectiva de CleanAir. Isto pode acontecer durante uma elevação do código do controlador quando os origens de interferência dos controladores múltiplos puderam obter saltados (desativado, e re-ativado). Simplesmente desabilitar estas configurações e re-permiti-las com uma salvaguarda forçam o MSE a registrar novamente com todos os WLC sincronizados. Então, os WLC enviam dados frescos ao MSE, reiniciando eficazmente os processos de fusão e de seguimento dos origens de interferência.

Quando você adiciona primeiramente um MSE, você deve sincronizar o MSE com os projetos de rede e os WLC que você deseja para que proporcione serviços para. A sincronização é pesadamente dependente do tempo. Você pode validar a sincronização e a funcionalidade de protocolo NMSP indo presta serviços de manutenção > serviços de sincronização > controladores.

Figura 53: Controlador - Status de sincronização MSE

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-62.gif

Você vê que o status de sincronização para cada WLC você está sincronizado com. Uma ferramenta útil é ficada situada particularmente sob o [NMSP Status] da coluna acima MSE.

Selecionar esta ferramenta fornece uma riqueza de informação sobre o estado do protocolo NMSP, e pode dar-lhe a informação em porque uma sincronização particular não está ocorrendo.

Figura 54: Status do protocolo NMSP

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-63.gif

Um de mais problemas comuns experimentados é que o tempo no MSE e o WLC não são o mesmo. Se esta é a circunstância, está indicado nesta tela de estado. Há dois casos:

  • O tempo WLC realiza-se após o tempo MSE — isto sincronizars. Mas, há uns erros potenciais ao fundir a informação múltipla WLC.

  • O tempo WLC realiza-se antes do tempo MSE — este não permite a sincronização porque os eventos não ocorreram ainda de acordo com o pulso de disparo do MSE.

Uma boa prática é usar serviços NTP para todos os controladores e o MSE.

Uma vez que você tem o MSE sincronizado e CleanAir permitido, você deve poder ver origens de interferência na aba de CleanAir sob as interferências 802.11a/b as mais ruins. Você pode igualmente vê-los sob o monitor > a interferência, que é um indicador direto do banco de dados da interferência MSE.

Um último potencial gotcha existe no indicador das interferências do monitor. A página inicial é filtrada para indicar somente as interferências que têm uma severidade maior do que o 5.

Figura 55: WCS - Indicador das interferências do monitor

http://www.cisco.com/c/dam/en/us/support/docs/wireless/5500-series-wireless-controllers/112139-cleanair-uwn-guide-64.gif

Isto é indicado na tela inicial, mas vai frequentemente negligenciado ao inicializar e ao validar um sistema novo. Você pode editar este para indicar todos os origens de interferência simplesmente fazendo o valor 0 da severidade.

Glossário

Há muitos termos usados neste documento que não são familiares a muitos usuários. Diversos destes termos vêm da análise de espectro, alguns não são.

  • Largura de banda de definição (RBW), o mínimo RBW — a largura de banda mínima que pode exatamente ser indicada. SAgE2 carda (incluindo os 3500) todo tem 156 mínimos RBW do kHz em uma interrupção 20 megahertz, e 78 kHz em uma interrupção 40 megahertz.

  • Interrupção – Uma interrupção é a quantidade de tempo que o receptor gasta a escuta uma frequência particular. Todo o Lightweight Access Points (regaços) faz fora da interrupção do canal a favor da detecção desonesto e do medidor que recolhe para RRM. Os analisadores de espectro fazem uma série de interrupções para cobrir uma faixa inteira com um receptor que cubra somente uma parcela da faixa.

  • DSP — Processamento de sinal digital

  • Sábio — Motor da análise de espectro

  • Ciclo de dever — O ciclo de dever é o active na época de um transmissor. Se um transmissor está usando ativamente uma frequência particular, a única maneira que um outro transmissor pode se usar que a frequência é ser mais alta do que a primeira, e significativamente mais alto naquele. Uma margem SNR é precisada de compreendê-lo.

  • Transformação de Fourier rápida (FFT) — Para aqueles interessados na matemática, google isto. Essencialmente, FFT é usado para determinar um sinal analógico e para converter a saída do domínio de tempo ao domínio de frequência.

Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Informações Relacionadas


Document ID: 112139