Cisco Interfaces and Modules : Voz de alta densidade/Módulos de rede de fax da Cisco

Placas de Interface de Voz/WAN Multiflex Trunk (MFT) T1/E1 (VWICs Multiflex) de Segunda Geração com 1 e 2 Portas

1 Julho 2009 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Tradução por Computador (29 Julho 2013) | Inglês (14 Outubro 2009) | Feedback

Índice

Introdução
Pré-requisitos
Requisitos
Componentes Utilizados
Convenções
Informações de Apoio
Principais Recursos
Interfaces FXS e FXO
Timing do Relógio da Rede
Configuração
Verificação
Diagrama de Rede
Configurações
Troubleshooting
Conexão de Chamadas da Porta de Voz com Sinalização Ground-start
Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

Introdução

O recurso High-Density Analog (FXS/DID/FXO) e Digital (BRI) Extension Module para Voice/Fax (EVM-HD) proporciona uma interface de voz analógica/digital integrada de alta densidade. O EVM-HD-8FXS/DID Baseboard Network Module fornece oito portas Foreign Exchange Station (FXS) ou Direct Inward Dialing (DID). Esse módulo de rede acessa módulos de processadores de sinais digitais (DSPs) na placa-mãe, em vez de usar DSPs integrados. Você pode aumentar a densidade de portas ao conectar até dois módulos de expansão opcionais em qualquer combinação:

  • EM-HDA-8FXS -- Módulo de expansão de voz/fax FXS com 8 portas
  • EM-HDA-3FXS/4FXO -- Módulo de expansão de voz/fax FXS com 8 portas e FXO com 4 portas
  • EM-HDA-6FXO -- Módulo de expansão de voz/fax FXO com 6 portas
  • EM-4BRI-NT/TE -- Módulo de expansão BRI ISDN com 4 portas

Os módulos de DSP PVDM2 são usados em conjunto com o EVM-HD-8FXS/DID Baseboard e seus módulos de expansão. Os módulos PVDM2 estão disponíveis separadamente e são instalados nos slots dos módulos DSP localizados no chassi do roteador.

Pré-requisitos

Requisitos

Antes de tentar esta configuração, verifique se estes requisitos são atendidos:

  • Insira os módulos de rede nos slots corretos do roteador durante sua instalação. Para obter instruções para a instalação de hardware para este recurso, consulte a Instalação do Módulo de Rede.
  • Instale os DSPs no Baseboard e configure-os com uma imagem com suporte a voz do Cisco IOS Release 12.3(8)T4 ou 12.3(11)T ou um release posterior.
  • O release mínimo do Cisco IOS para este recurso é o 12.3(8)T4. Para obter os melhores resultados, use o Cisco IOS Release 12.3(11)T2.

Componentes Utilizados

As informações neste documento são baseadas nas seguintes opções:

  • Patch Panel para porta da interface BRI -- Para a porta da interface BRI, é necessário instalar um patch panel apropriado. Os patch panels podem ser adquiridos junto a vários fornecedores de cabos e adaptadores de rede:
    • Se estiver usando um módulo de voz digital EM-4BRI-NT/TE, você poderá, se assim desejar, considerar usar o patch panel JPM2194A da Black Box Corporation.
    • O EVM-HD-8FXS/DID Baseboard possui um conector RJ-21. O patch panel JPM2194A da Black Box acomoda as combinações de RJ-11 e RJ-45 possíveis nos módulos de expansão de alta densidade da Cisco e oferece flexibilidade para upgrades dos módulos de expansão (analógicos ou digitais).

      Nota: A referência a produtos e serviços não oferecidos pela Cisco é meramente informativa e não constitui uma aprovação ou recomendação.

      Para obter mais informações sobre o patch panel, consulte a Instalação do Módulo de Rede.

  • Configurações do coeficiente de impedância -- No EVM-HD-8FXS/DID, as portas adjacentes 0/1, 2/3, 4/5 e 6/7 compartilham as mesmas configurações de coeficiente de impedância em cada par. Esse pareamento é especialmente importante quando você está configurando algumas portas no modo DID e outras no modo FXS. As instalações de DID podem exigir seleções de impedância diferentes como resultado de características de loop fora do local físico.
    • Se você alterar uma configuração de impedância, uma mensagem o alertará sobre a alteração.
    • Essas configurações de impedância se aplicam somente ao Baseboard (EVM-HD-8FXS/DID), mas não ao EM-HDA-8FXS. A alteração da impedância no EM-HDA-8FXS afeta somente a impedância da porta que está sendo configurada.
  • Suporte ao Cisco CallManager Support -- Antes que seja possível executar o recurso High-Density Analog (FXS/DID/FXO) and Digital (BRI) Extension Module for Voice/Fax (EVM-HD), você deverá instalar uma imagem com suporte a voz do Cisco IOS Release 12.3(8)T4, Release 12.3(11)T ou posterior.
    • Quando o recurso High-Density Analog (FXS/DID/FXO) and Digital (BRI) Extension Module for Voice/Fax (EVM-HD) é usado em uma rede Cisco CallManager, o Release 4.1.2, Release 4.0.2a SR1 ou Release 3.3.5 do Cisco CallManager deve ser instalado.
    • Se esse recurso for usado em uma rede Cisco CallManager Express, o Release 3.1 do Cisco CallManager Express deve ser instalado.
  • O sinal de toque do EM-HDA-8FXS possui um máximo de 46 Vrms para 1 REN -- As portas FXS no EM-HDA-8FXS possuem um sinal de toque de cerca de 46 Vrms com uma carga de 1 REN. Se você aumentar a tensão ao reprogramar os filtros de codec do PCM, um falso acionamento de toque ocorrerá. O ponto de detecção de acionamento de toque do SLIC é determinado pela quantidade de corrente fluindo no loop. Assim, um aumento na tensão aumenta a corrente para uma determinada carga. Esse aumento na corrente causa um acionamento de toque falso indesejado em um REN de 1 ou 2.
  • Numeração de portas no módulo de expansão EM-HDA-3FXS/4FXO -- Se a sua instalação incluir módulos de expansão EM-HDA-3FXS/4FXO, observe que a numeração das portas nesses módulos não é consecutiva. Um número de porta é "pulado" na numeração entre as interfaces FXO e FXS. Isso é importante durante a definição dos números de porta. A lista a seguir fornece um exemplo de esquema de numeração de portas para as portas FXS e FXO nos módulos EM-HDA-3FXS/4FXO instalados nos slots EM0 e EM1.
    • EM0 -- Portas FXS 2/0/8, 2/0/9, 2/0/10
    • EM0 -- Portas FXO 2/0/12, 2/0/13, 2/0/14, 2/0/15
    • EM1 -- Portas FXS 2/0/16, 2/0/17, 2/0/18
    • EM1 -- Portas FXO 2/0/20, 2/0/21, 2/0/22, 2/0/23

Convenções

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos.

Informações de Apoio

Esta seção fornece informações de apoio sobre o High-Density Analog and Digital Extension Module for Voice/Fax.

Principais Recursos

O High-Density Analog and Digital Extension Module for Voice/Fax oferece suporte a:

  • FXS analógico, Foreign Exchange Office (FXO) analógico, DID e BRI S/T NT/TE digital
  • O recurso de DSP genérico oferece suporte à: supressão silenciosa, detecção de sons, codec de voz
  • Os seguintes novos módulos de expansão:
    • EM-HDA-3FXS/4FXO -- Módulo de expansão de voz/fax FXS com 8 portas e FXO com 4 portas
    • EM-HDA-6FXO -- Módulo de expansão de voz/fax FXO com 6 portas
    • EM-4BRI-NT/TE -- Módulo de expansão BRI ISDN com 4 portas
  • O módulo de expansão EM-HDA-8FXS existente
  • Suporte ao cancelamento de eco G.168 ECAN
  • Tipos de sinalização
    • FXO e FXS: Ground-start e loop-start
    • DID: Wink-start, immediate-start e delay-start
  • Suporte ao protocolo VoX (Voice over Packet):
  • VoIP para H.323, Media Gateway Control Protocol (MGCP), Session Initiation Protocol (SIP) conforme o suporte oferecido pelo Cisco IOS software
  • VoFR ou VoATM conforme o suporte oferecido pelo Cisco IOS Software
  • Emulação de banco de canais e conexão cruzada
  • Hairpinning:
  • Digital para digital (mesma placa)
  • Analógico para digital (mesma placa)
  • Portas BRI com suporte à alimentação inline
  • Suporte a BRI S/T NT/TE, distribuição de relógio, sincronização
  • Suporte a REN: cinco RENs por porta

Interfaces FXS e FXO

Uma interface FXS conecta o roteador ou servidor de acesso ao equipamento do usuário final, como telefones, equipamentos de fax ou modems. A interface FXS fornece toques, tensão e tons de discagem para a estação. Uma interface FXO é usada para troncos, ou tie line, conexões para um CO PSTN ou para um PABX. Essa interface é muito importante para aplicações em estações fora das premissas.

As interfaces FXO e FXS indicam status de no gancho ou fora do gancho e a captura das linhas telefônicas por meio de um de dois métodos de sinalização de acesso: loop-start ou ground-start. O tipo de sinalização de acesso é determinado pelo tipo de serviço do CO. Linhas telefônicas domésticas usam loop-start, mas telefones comerciais podem usar ground-start.

O loop-start é a técnica de sinalização de acesso mais comum. Quando um fone é tirado do gancho, essa ação fecha o circuito que consome corrente do CO da companhia telefônica e indica uma alteração no status que informa ao CO para fornecer o tom de discagem. Uma ligação recebida é sinalizada do CO para o fone por um sinal de ligado/desligado padrão, o que faz com que o telefone toque.

Para obter informações relacionadas a conexões de hardware, consulte os documentos de hardware listados na seção "Documentos Relacionados".

Timing do Relógio da Rede

Os sistemas de voz que transmitem informações digitalizadas por modulação de código de pulsos (PCM) sempre dependeram da integração do sinal de relógio incorporado ao fluxo de bits recebido. Essa técnica permite que os dispositivos conectados recuperem o sinal de relógio do fluxo de bits e, em seguida, usem o sinal recuperado para garantir que dados em canais diferentes mantenham o mesmo relacionamento de timing com outros canais.

Se uma fonte de relógio comum não é utilizada entre os dispositivos, os valores binários nos fluxos de bits podem ser interpretados incorretamente, porque o dispositivo testa o sinal no momento errado. Por exemplo, se o timing local de um dispositivo receptor estiver usando um período um pouco mais curto do que o timing do dispositivo de envio, uma série de oito 1s binários contínuos poderá ser interpretada como nove 1s contínuos. Se esses dados forem reenviados para mais dispositivos de downstream que usam referências de timing variáveis, o erro poderá ser aumentado. Quando você pode garantir que cada dispositivo na rede usa o mesmo sinal de relógio, a integridade do tráfego é confiável.

Se o timing entre dispositivos não for mantido, poderá haver uma condição chamada de clock slip. O clock slip é a repetição ou a exclusão de um bloco de bits em um fluxo de bits síncrono devido a uma discrepância nas taxas de leitura e gravação em um buffer.

Os lapsos são causados devido à incapacidade do armazenamento de buffer de um equipamento (ou outro mecanismo) acomodar as diferenças entre as fases ou frequências dos sinais de entrada e saída nos casos em que o timing do sinal de saída não é derivado da do sinal de entrada.

Uma interface BRI envia o tráfego dentro de padrões de bits com repetição chamados frames. Cada frame possui um número fixo de bits. Isso significa que o dispositivo recebedor sabe exatamente quando esperar o fim de um frame simplesmente ao contar os bits à medida que eles são recebidos. Portanto, se o timing entre o dispositivo de entrada e o de saída não for o mesmo, o dispositivo de saída poderá amostrar o fluxo de bits no momento errado, resultando no retorno de um valor incorreto.

Mesmo que o Cisco IOS software possa ser configurado para controlar o sinal de relógio desses dispositivos, o modo de sinal de relógio padrão é efetivamente de execução livre, o que quer dizer que o sinal de relógio recebido de uma interface não é conectado ao backplane do roteador e usado para a sincronização interna entre o restante do roteador e suas interfaces. O roteador usa sua fonte de relógio interna para transmitir o tráfego no backplane e em outras interfaces.

No caso de aplicativos de dados, uma fonte de relógio interna não representa um problema, porque o pacote é colocado em um buffer na memória interna e, em seguida, copiado para o buffer de transmissão da interface de destino. As leituras e gravações de pacotes na memória eliminam efetivamente a necessidade de sincronização dos relógios entre as portas.

As portas de voz digitais apresentam um problema diferente. A menos que configurado de outra forma, o Cisco IOS Software utiliza o sinal de relógio do backplane (ou interno) para controlar a leitura e a gravação dos dados nos DSPs. Se um fluxo de PCM for recebido em uma porta de voz digital, ele usará o sinal de relógio externo para o fluxo de bits recebido. No entanto, esse fluxo de bits não usa necessariamente a mesma referência que o backplane do roteador, o que significa que os DSPs podem interpretar de forma incorreta os dados provenientes da controladora.

Essa falta de correspondência de sinal de relógio é vista na controladora BRI do roteador como um clock slip – o roteador está usando seu relógio interno para enviar o tráfego para fora da interface, mas o tráfego de chegada à interface usa um relógio totalmente diferente. Eventualmente, a diferença na relação de timing entre o sinal de transmissão e o de recepção se torna tão grande que a controladora registra um lapso no frame recebido.

Para eliminar o problema, você deve alterar o comportamento do sinal de relógio padrão por meio dos comandos de configuração do Cisco IOS. É absolutamente fundamental configurar os comandos de sinal de relógio adequadamente.

Embora os comandos a seguir sejam opcionais, é extremamente recomendável que você os digite como parte de sua configuração para garantir a sincronização adequada do relógio da rede:

network-clock-participate  [slot  slot-number]

network-clock-select  priority  {bri | t1 | e1} slot/port

O comando network-clock-participate permite que o roteador use o relógio da linha por meio do slot especificado e sincronize o relógio interno com a mesma referência.

Se houver vários VWICS instalados, os comandos deverão ser repetidos para cada placa instalada. O relógio do sistema pode ser verificado com o comando show network clocks.

Configuração

Nesta seção, você encontrará informações para configurar os recursos descritos neste documento.

Nota:Para obter informações adicionais sobre os comandos usados neste documento, utilize a Command Lookup Tool (somente clientes registrados).

Diagrama de Rede

Este documento usa a configuração de rede mostrada no diagrama a seguir.

Configurações

Este documento usa a configuração mostrada abaixo:


Passo 1

EVM-HD-8FXS/DID Usado como um Gateway de Voz DID Analógico que se Conecta ao PSTN

!
!
voice-port 2/0/0
  signal did immediate
!
voice-port 2/0/1
!
  signal did wink-start
! Defina o tempo máximo para aguardar a sinalização wink após o envio da captura de saída.
! O padrão é 550 ms.
  timing wait-wink 550
!
! Define o tempo máximo que será aguardado antes de enviar um sinal de wink após uma
! captura de entrada ser detectada. ! O padrão é 200 ms.
  timing wink-wait 200
!
! Define a duração do sinal wink-start. ! O padrão é 200 ms.
  timing wink-duration 200
!
voice-port 2/0/2
!
  signal did delay-dial
!
! Define a duração do sinal delay. ! O padrão é 200 ms.
  timing delay-duration 200
!
! Define o intervalo de atraso após a captura de entrada ser detectada.
! O padrão é 300 ms.
  timing delay-start 300
!

Passo 2

Saída de show voice port

Router# show voice port 2/0/1

Foreign Exchange Station with Direct Inward Dialing (FXS-DID) 2/0/0 Slot is 2, Sub-unit
is 0, Port is 0
 Type of VoicePort is DID-IN
 Operation State is DORMANT
 Administrative State is UP
 No Interface Down Failure
 Description is not set
 Noise Regeneration is enabled
 Non Linear Processing is enabled
 Music On Hold Threshold is Set to -38 dBm
 In Gain is Set to 0 dB
 Out Attenuation is Set to 0 dB
 Echo Cancellation is enabled
 Echo Cancel Coverage is set to 8 ms
 Playout-delay Mode is set to default
 Playout-delay Nominal is set to 60 ms
 Playout-delay Maximum is set to 200 ms
 Connection Mode is normal
 Connection Number is not set
 Initial Time Out is set to 10 s
 Interdigit Time Out is set to 10 s
 Ringing Time Out is set to 180 s
 Companding Type is u-law
 Region Tone is set for US
Analog Info Follows:
 Currently processing none
 Maintenance Mode Set to None (not in mtc mode)
 Number of signaling protocol errors are 0
 Impedance is set to 600r Ohm
 Wait Release Time Out is 30 s
 Station name None, Station number None
Voice card specific Info Follows:
 Signal Type is wink-start
 Dial Type is dtmf
 In Seizure is inactive
 Out Seizure is inactive
 Digit Duration Timing is set to 100 ms
 InterDigit Duration Timing is set to 100 ms
 Pulse Rate Timing is set to 10 pulses/second
 InterDigit Pulse Duration Timing is set to 750 ms
 Clear Wait Duration Timing is set to 400 ms
 Wink Wait Duration Timing is set to 200 ms
 Wait Wink Duration Timing is set to 550 ms
 Wink Duration Timing is set to 200 ms
 Delay Start Timing is set to 300 ms
 Delay Duration Timing is set to 2000 ms
 Dial Pulse Min. Delay is set to 140 ms
 Percent Break of Pulse is 60 percent
 Auto Cut-through is disabled
 Dialout Delay for immediate start is 300 ms

Passo 3

Base Voice Module (8FXS/DID) e Um Módulo de Expansão 4BRI

Router1# show running-config

isdn switch-type basic-dms100
!
voice-card 0
 no dspfarm
!
interface GigabitEthernet0/0
 ip address 10.0.0.0 255.255.0.0
 duplex auto
 speed auto
!
interface GigabitEthernet0/1
 no ip address
 shutdown
 duplex auto
 speed auto
!
interface BRI2/0
 no ip address
 isdn switch-type basic-dms100
 isdn incoming-voice voice
!
interface BRI2/1
 no ip address
!
interface BRI2/2
 no ip address
!
interface BRI2/3
 no ip address
!
voice-port 2/0/0
 signal did wink-start
!
voice-port 2/0/1
 signal did wink-start
!
voice-port 2/0/2
 caller-id enable
!
voice-port 2/0/3
 caller-id enable
!
voice-port 2/0/4
 caller-id enable
!
voice-port 2/0/5
 caller-id enable
!
voice-port 2/0/6
 caller-id enable
!
voice-port 2/0/7
 caller-id enable
!
voice-port 2/0/8
!
voice-port 2/0/9
!
voice-port 2/0/10
!
voice-port 2/0/11
!
voice-port 2/0/17
 caller-id enable
 signal groundStart
!
voice-port 2/0/18
 caller-id enable
!
voice-port 2/0/19
 caller-id enable
!
dial-peer voice 1 pots
 destination-pattern 202
 port 2/0/2
!
dial-peer voice 2 pots
 destination-pattern 203
 port 2/0/3
!
dial-peer voice 3 pots
 destination-pattern 204
 port 2/0/4
!
dial-peer voice 4 pots
 destination-pattern 205
 port 2/0/5
!
dial-peer voice 5 pots
 destination-pattern 206
 port 2/0/6
!
dial-peer voice 6 pots
 destination-pattern 207
 port 2/0/7
!
end

Passo 4

Base Voice Module (8FXS/DID) e Dois Módulos de Expansão 4BRI

Nota: As interfaces BRI variam de BRI 2/0 a BRI 2/7, mas as portas de voz desses BRIs variam de 2/0/8 a 2/0/11 e 2/0/16 a 2/0/19

version 12.3

network-clock-participate slot 2
network-clock-select 1 BRI2/2
network-clock-select 2 BRI2/3
network-clock-select 3 BRI2/4
network-clock-select 4 BRI2/5
network-clock-select 5 BRI2/6
network-clock-select 6 BRI2/7
!
isdn switch-type basic-net3
voice-card 0
 no dspfarm
!
interface BRI2/0
 no ip address
 isdn switch-type basic-net3
 isdn protocol-emulate network
 isdn layer1-emulate network
 isdn incoming-voice voice
 isdn skipsend-idverify
!
interface BRI2/1
 no ip address
 isdn switch-type basic-net3
 isdn protocol-emulate network
 isdn layer1-emulate network
 isdn incoming-voice voice
 isdn skipsend-idverify
!
interface BRI2/2
 no ip address
 isdn switch-type basic-net3
 isdn incoming-voice voice
!
interface BRI2/3
 no ip address
 isdn switch-type basic-net3
 isdn incoming-voice voice
!
interface BRI2/4
 no ip address
 isdn switch-type basic-net3
 isdn incoming-voice voice
!
interface BRI2/5
 no ip address
 isdn switch-type basic-net3
 isdn incoming-voice voice
!
interface BRI2/6
 no ip address
 isdn switch-type basic-net3
 isdn incoming-voice voice
!
interface BRI2/7
 no ip address
 isdn switch-type basic-net3
 isdn incoming-voice voice
!
voice-port 2/0/0
 cptone IT
!
voice-port 2/0/1
 cptone IT
!
voice-port 2/0/2
 cptone IT
!
voice-port 2/0/3
 cptone IT
!
voice-port 2/0/4
 cptone IT
!
voice-port 2/0/5
 cptone IT
!
voice-port 2/0/6
 cptone IT
!
voice-port 2/0/7
 cptone IT
!
voice-port 2/0/8
 cptone IT
!
voice-port 2/0/9
 cptone IT
!
voice-port 2/0/10
 cptone IT
!
voice-port 2/0/11
 cptone IT
!
voice-port 2/0/16
 cptone IT
!
voice-port 2/0/17
 cptone IT
!
voice-port 2/0/18
 cptone IT
!
voice-port 2/0/19
 cptone IT
!
dial-peer voice 200 pots
 destination-pattern 200
 port 2/0/0
!
dial-peer voice 201 pots
 destination-pattern 201
 port 2/0/1
!
dial-peer voice 202 pots
 destination-pattern 202
 port 2/0/2
!
dial-peer voice 203 pots
 destination-pattern 203
 port 2/0/3
!
dial-peer voice 204 pots
 destination-pattern 204
 port 2/0/4
!
dial-peer voice 205 pots
 destination-pattern 205
 port 2/0/5
!
dial-peer voice 206 pots
 destination-pattern 206
 port 2/0/6
!
dial-peer voice 207 pots
 destination-pattern 207
 port 2/0/7
!
end

Verificação

No momento, não há procedimento de verificação disponível para esta configuração.

Troubleshooting

Esta seção fornece informações que podem ser usadas para o troubleshooting da sua configuração.

Conexão de Chamadas da Porta de Voz com Sinalização Ground-start

Em alguns poucos casos, se você instalou o EM-HDA-3FXS/4FXO ou o EM-HDA-6FXO e configurou a porta de voz para a sinalização ground-start, talvez haja dificuldade para conectar algumas chamadas de saída. Esse problema está relacionado ao fato da porta de voz de ground-start FXO falhar ao detectar uma confirmação de tip-ground, o que resulta em uma configuração de chamada malsucedida.


Passo 1

Se esse problema ocorrer, atualiza sua imagem do Cisco IOS Software para a versão mais recente (por exemplo, se você possuir o Release 12.3(11)T instalado, atualize-o para o Release 12.3(11)T2). Isso deve corrigir o problema.

Passo 2

Se o problema persistir, você deverá ativar o comando groundstart auto-tip na configuração da porta de voz FXO. Quando você faz chamadas de saída, isso garante que o circuito detecte uma confirmação de tip-ground da extremidade remota e conclua a conexão com o parâmetro de timeout.

Passo 3

Para obter mais informações sobre este problema, consulte o documento Troubleshooting de Falhas de Chamadas de Saída Groundstart da FXO Analógica.



Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Document ID: 65323