Switches : Switches Cisco Catalyst 6500 Series

Gerenciamento de Energia dos Catalyst 6000 Series Switches

1 Julho 2009 - Tradução Manual
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Tradução por Computador (29 Julho 2013) | Inglês (20 Agosto 2008) | Feedback

Índice

Introdução
Pré-requisitos
      Requisitos
      Componentes Utilizados
      Convenções
Redundância de Energia
Fontes de Alimentação
Supervisor Engines/Placas de Linha
Uso da CLI para Ligar ou Desligar os Módulos
Comandos show
Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

Introdução

Os Cisco Catalyst 6500/6000 Series Switches têm um sistema inteligente de gerenciamento de energia que fornece ou nega energia aos diversos componentes do sistema com base na sua disponibilidade de energia. Este documento aborda a energia total disponibilizada pelas fontes de alimentação atuais e a quantidade extraída de cada placa de linha. Seguindo estas diretrizes, você impedirá um excesso de demanda do orçamento de energia, o qual poderá provocar o desligamento dos módulos e outros resultados inesperados. Este documento o ajudará a compreender o sistema de gerenciamento de energia dos Catalyst 6500/6000 Series Switches.

Pré-requisitos

Requisitos

Não existem requisitos específicos para este documento.

Componentes Utilizados

As informações deste documento são baseadas nos Catalyst 6500/6000 Series Switches.

As informações neste documento foram criadas a partir de dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos utilizados neste documento foram iniciados com uma configuração padrão. Se a sua rede estiver em um ambiente de produção, esteja ciente do impacto potencial de qualquer comando.

Convenções

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos.

Redundância de Energia

Os módulos dos Catalyst 6000 Series Switches possuem requisitos de alimentação diferentes. Certas configurações de switch exigem mais energia do que a fornecida por uma única fonte de alimentação, a qual depende da potência da fonte. Embora o recurso de gerenciamento de energia permita alimentar todos os módulos instalados com duas fontes de alimentação, não há suporte para redundância nessa configuração.

Com a redundância ativada, se você ligar o sistema com duas fontes de alimentação de potências diferentes, ambas serão acionadas com uma mensagem correspondente do syslog, informando que a fonte de menor potência será desativada. Se a fonte ativa falhar, a de menor potência que foi desativada será acionada. Se necessário, determinados módulos poderão ser desligados para acomodar a fonte de alimentação de menor potência. Para obter mais informações sobre os efeitos de alterações na configuração da fonte de alimentação, consulte a tabela Efeitos de Alterações na Configuração da Fonte de Alimentação nesta seção.

Nota: Os Catalyst 6500/6000 Series Switches permitem combinar fontes de alimentação de entrada CA e entrada CC no mesmo chassi.

Efeitos de Alterações na Configuração da Fonte de Alimentação

Alteração de Configuração

Efeito

Redundante para não redundante

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • A potência do sistema será aumentada para a capacidade de energia combinada de ambas as fontes.

  • Os módulos marcados como power-deny no campo Status da saída do comando show module serão ativados se houver energia suficiente.

Não redundante para redundante

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • A potência do sistema será igual à capacidade de energia da fonte de maior potência.

  • Caso não haja energia suficiente para todos os módulos ligados anteriormente, alguns serão desligados e marcados como power-deny no campo Status da saída do comando show module.

Inserção de uma fonte de alimentação de mesma potência com a redundância ativada

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • A potência do sistema será igual à capacidade de energia de uma fonte de alimentação.

  • Não há alteração no status do módulo porque a capacidade de energia permanece inalterada.

Inserção de uma fonte de alimentação de mesma potência com a redundância desativada

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • A potência do sistema será igual à capacidade de energia combinada de ambas as fontes.

  • Os módulos marcados como power-deny no campo Status da saída do comando show module serão ativados se houver energia suficiente.

Inserção de uma fonte de alimentação de maior potência com a redundância ativada

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • O sistema desativará a fonte de alimentação de menor potência. A fonte de maior potência alimentará o sistema. 

Inserção de uma fonte de alimentação de menor potência com a redundância ativada

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • O sistema desativará a fonte de alimentação de menor potência. A fonte de maior potência alimentará o sistema. 

Inserção de uma fonte de alimentação de maior ou menor potência com a redundância desativada

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • A potência do sistema será aumentada para a capacidade de energia combinada de ambas as fontes.

  • Os módulos marcados como power-deny no campo Status da saída do comando show module serão ativados se houver energia suficiente.

Remoção da fonte de alimentação com a redundância ativada

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • Se as fontes de alimentação tiverem a mesma potência, não haverá alteração no status do módulo porque a capacidade de energia permanecerá inalterada.

Se as fontes de alimentação tiverem potências diferentes e a de menor potência for removida, não haverá alteração no status do módulo.

Se as fontes de alimentação tiverem potências diferentes, a de maior potência for removida e não houver energia suficiente para todos os módulos ligados anteriormente, alguns módulos serão desligados. Os módulos desligados serão marcados como power-deny no campo Status da saída do comando show module.

Remoção da fonte de alimentação com a redundância desativada

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • A potência do sistema será reduzida para a capacidade de energia de uma fonte.

  • Caso não haja energia suficiente para todos os módulos ligados anteriormente, alguns serão desligados e marcados como power-deny no campo Status da saída do comando show module.

Inicialização do sistema com fontes de alimentação de potências diferentes instaladas e com a redundância ativada

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • A fonte de menor potência será desativada.

Inicialização do sistema com fontes de alimentação de potências idênticas ou diferentes instaladas e com a redundância desativada

  • Mensagens de syslog e log do sistema são geradas.

  • A potência do sistema será igual à capacidade de energia combinada de ambas as fontes.

  • O sistema alimentará o máximo de módulos que a capacidade combinada permitir.

Nos sistemas dotados de duas fontes de alimentação, se uma fonte falhar e a outra não for capaz de alimentar todos os módulos instalados, o gerenciamento de energia do sistema desligará os dispositivos nesta ordem:

  1. Dispositivos PoE (Power over Ethernet)

    O sistema desligará os dispositivos PoE em ordem decrescente, começando com a porta de número mais alto do módulo no slot de número mais alto.

  2. Módulos

    Se houver necessidade de poupar mais energia, o sistema desligará os módulos em ordem decrescente, começando com o slot de número mais alto. Os slots que contêm módulos de Switch Fabric ou Supervisor Engines serão ignorados e não serão desligados.

Essa ordem de desligamento é fixa e não pode ser alterada.

Para obter detalhes sobre as configurações de fontes de alimentação com suporte em cada chassi, consulte Visão Geral do Produto (Guia de Instalação do Catalyst 6500 Series).

Para obter detalhes sobre configurações de energia redundantes e não redundantes, consulte a seção Ativação ou Desativação da Redundância de Energia de Administrando o Switch.

Fontes de Alimentação

Capacidade da Fonte de Alimentação

Entrada CA

Número de Produto do Modelo

Entrada CC

Número de Produto do Modelo

950 W

PWR-950-AC

PWR-950-DC

1000 W

WS-CAC-1000W

-

1300 W

WS-CAC-1300W

WS-CDC-1300W

1400 W

PWR-1400-AC

-

2500 W

WS-CAC-2500W

WS-CDC-2500W

2700 W

PWR-2700-DC/4

PWR-2700-DC/4

3000 W

WS-CAC-3000W

-

4000 W

WS-CAC-4000W-US1

WS-CAC-4000W-INT

PWR-4000-DC

6000 W

WS-CAC-6000W

-

8000 W

WS-CAC-8700W-E

-

Consulte Preparação para Instalação para obter mais informações sobre o tipo de circuito e requisitos de cabo de alimentação.

Consulte a seção Tabela 1-11 LEDs do Painel Frontal da Fonte de Alimentação da Visão Geral do Produto (Guia de Instalação do Catalyst 6500 Series) para obter mais informações sobre os LEDs da fonte de alimentação.

O chassi fornece alguma energia para ventiladores e (algumas) terminações de barramentos, mas essa energia já está fatorada no orçamento de energia. Observe que a fonte de alimentação de 1300 W é capaz de fornecer 27,46 A. Esse é o valor da fonte de 42 volts (V) à qual é feita referência.

Exemplo:

27.46A * 42V = 1153W + 146W (for the chassis) = 1300W

Isso se aplica a todas as fontes de alimentação. O número publicado para a fonte se refere apenas à energia que será consumida pelos Supervisor Engines/placas de linha.

O Catalyst 6500/6000 não contém fontes de alimentação com capacidade de 1800 W. O número 1800 W se refere à fonte de alimentação CA de 1300 W. O número 1800 W é exibido na marcação impressa no painel frontal (de algumas versões dessa unidade) e indica a potência de entrada (ou a dissipação máxima de energia do sistema) da unidade.

Nota: Como a marcação impressa na unidade já confundiu muitas pessoas, a Cisco descontinuou esse tipo de marcação nas fontes de alimentação.

Não há problemas de confiabilidade quando você utiliza a fonte de alimentação até o limite máximo de 27,46 A definido pelo software de gerenciamento de energia para a fonte de 1300 W. Teoricamente, esse limite máximo de 27,46 A representa de 75% a 80% da capacidade máxima da fonte em um ambiente de 40 graus Celsius (C). Essa limitação de capacidade é comum em fontes de alimentação e tem como objetivo assegurar que haja margem suficiente. Isso aumenta a confiabilidade da fonte a longo prazo. Além disso, todos os valores de consumo de energia de cada uma das placas são gerados para uma configuração de tráfego no pior cenário (cerca de 100%). Por exemplo, o consumo de energia de um módulo Gigabit inclui todas os GBICs (Gigabit Interface Converters) instalados. O uso real será menor durante a operação normal.

Supervisor Engines/Placas de Linha

Algumas unidades iniciais do Supervisor Engine 1 foram programadas para 4,30 A. O software 5.2(1) substitui o valor do Supervisor Engine EEPROM (SEEPROM) e utiliza o valor padrão de 3,00 A. O software 5.2(2) substitui o valor do SEEPROM e utiliza o valor padrão de 1,70 A.

Como uma placa de standby do Supervisor Engine é sempre ligada imediatamente após ser inserida, energia suficiente deve ser reservada no slot redundante do Supervisor Engine para acomodar um Supervisor Engine mesmo que nenhuma placa seja instalada no slot. Há quatro situações em que há e não há um Supervisor Engine redundante:

  • Nenhuma placa no slot 2 — 1,7 são alocados para a possível inserção de um Supervisor Engine.

    Nota: Se o Supervisor Engine principal possuir uma MSFC (Multilayer Switch Feature Card)/PFC (Policy Feature Card), 3,30 A serão reservados.

  • Supervisor Engine no slot 2 — Os 1,7 A reservados serão alocados.

    Nota: Se o Supervisor Engine tiver uma MSFC/PFC, 3,30 A serão reservados.

  • Uma placa de linha com menos de 1,7 A no slot 2 — O número do Supervisor Engines de 1,7 A será alocado.

    Nota: Nenhuma placa disponível no momento consome menos do que 1,7 A.

    Nota: Se o Supervisor Engine tiver uma MSFC/PFC, 3,30 A serão reservados.

  • Uma placa de linha com mais de 1,7 A no slot 2 — O valor real da placa do SEEPROM será alocado.

    Nota: Se o Supervisor Engine tiver uma MSFC/PFC, 3,30 A serão reservados.

Algumas unidades iniciais do WS-X6408-GBIC foram programadas incorretamente para 1,5 A.

Consulte a seção Tabela 14-2 Requisitos de Energia dos Módulos de Administrando o Switch para obter mais informações sobre os requisitos de energia dos módulos.

Uso da CLI para Ligar ou Desligar os Módulos

Você poderá executar um destes comandos para desligar um módulo que esteja funcionando de forma adequada na CLI (interface de linha de comando):

  • Catalyst OS (CatOS) — set module power down module_number

  • Cisco IOS® Software — no power enable module slot

O módulo será marcado como power-deny no campo Status da saída do comando show module. Para verificar se há energia adequada disponível no sistema para ligar um módulo que havia sido desligado, execute um destes comandos:

  • CatOS — set module power up module_number

  • Cisco IOS® Software — power enable module slot

Se não houver energia suficiente disponível, o status do módulo mudará de power-down para power-deny.

Comandos show

  • show environment (CatOS) — Este comando fornece o resultado do diagnóstico dos componentes do switch, como fonte de alimentação, relógio e ventilador.

    Cat6kCatOS show environment
    Environmental Status (. = Pass, F = Fail, U = Unknown, N = Not Present)
    PS1: .     PS2: N     PS1 Fan: .     PS2 Fan: N
    Chassis-Ser-EEPROM: .     Fan: .
    Clock(A/B): A         Clock A: .     Clock B: .
    VTT1: .    VTT2: .    VTT3: .
  • show environment status (Cisco IOS Software) — Este comando é semelhante ao comando show environment do CatOS.

    Cat6kIOS#show environment status
    backplane:
      operating clock count: 2
      operating VTT count: 3
    fan-tray:
      fantray fan operation sensor: OK
    VTT 1:
      VTT 1 OK: OK
      VTT 1 outlet temperature: 32C
    VTT 2:
      VTT 2 OK: OK
      VTT 2 outlet temperature: 34C
    VTT 3:
      VTT 3 OK: OK
      VTT 3 outlet temperature: 36C
    clock 1:
      clock 1 OK: OK, clock 1 clock-inuse: in-use
    clock 2:
      clock 2 OK: OK, clock 2 clock-inuse: not-in-use
    power-supply 1:
      power-supply 1 fan-fail: OK
      power-supply 1 power-output-fail: OK
    module 1:
      module 1 power-output-fail: OK
      module 1 outlet temperature: 30C
      module 1 device-2 temperature: 35C
      RP 1 outlet temperature: 36C
      RP 1 inlet temperature: 37C
      EARL 1 outlet temperature: 29C
      EARL 1 inlet temperature: 30C
    module 3:
      module 3 power-output-fail: OK
      module 3 outlet temperature: 31C
      module 3 inlet temperature: 27C
    module 5:
      module 5 power-output-fail: OK
      module 5 outlet temperature: 42C
      module 5 inlet temperature: 29C
      EARL 5 outlet temperature: 40C
      EARL 5 inlet temperature: 32C
    module 6:
      module 6 power-output-fail: OK
      module 6 outlet temperature: 44C
      module 6 inlet temperature: 36C
  • show environment power (CatOS) — Este comando fornece detalhes sobre a condição de alimentação do sistema e a energia disponível.

    Cat6kCatOS show environment power
    PS1 Capacity: 1153.32 Watts (27.46 Amps @42V)
    PS2 Capacity: none
    PS Configuration : PS1 and PS2 in Redundant Configuration.
    Total Power Available: 1153.32 Watts (27.46 Amps @42V)
    Total Power Available for Line Card Usage: 1153.32 Watts (27.46 Amps @42V)
    Total Power Drawn From the System: 377.58 Watts ( 8.99 Amps @42V)
    Remaining Power in the System: 775.74 Watts (18.47 Amps @42V)
    Default Inline Power allocation per port: 7.00 Watts (0.16 Amps @42V)
    
    Slot power Requirement/Usage :
    
    Slot Card Type           PowerRequested PowerAllocated CardStatus
    Watts   A @42V Watts   A @42V
    ---- ------------------- ------- ------ ------- ------ ----------
    1    WS-X6K-SUP1A-2GE    138.60   3.30  138.60   3.30  ok
    2                          0.00   0.00  138.60   3.30  none
    6    WS-X6348-RJ-45      100.38   2.39  100.38   2.39  OK

    Nota: Este exemplo de saída do comando show environment power utiliza um Supervisor Engine 1 com PFC e MSFC.

  • show power (Cisco IOS Software) — Este comando é semelhante ao comando show environment power do CatOS.

    Cat6kIOS#show power
    system power redundancy mode = combined
    system power total = 55.500A
    system power used = 22.690A
    system power available = 32.810A
    FRU-type       #    current   admin state oper
    power-supply   1    55.500A   on          on
    module         1    4.300A    on          on
    module         2    4.300A    on          on
    module         3    5.500A    on          on
    module         4    5.500A    on          on
    module         5    3.090A    on          on
    module         6    5.400A    off         off (admin request)

Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Document ID: 22389