Colaboração : Cisco Unified Intelligent Contact Management Enterprise

Que papel o arquivo LMHOSTS executa em Cisco ICM?

26 Outubro 2015 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback


Perguntas


Introdução

O LMHOSTS é um arquivo estático que ajude com resolução de nome remota de NetBIOS em computadores. Contém mapeamentos de endereço nome-à-IP de NetBIOS. Este documento descreve o papel do arquivo LMHOSTS em um ambiente de Cisco Intelligent Contact Management (ICM).

Q. Que papel o arquivo LMHOSTS executa no ICM?

A. Os nomes de netbios dos mapas de arquivo LMHOSTS aos endereços IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT. Os servidores ICM de Cisco exigem Microsoft NetBIOS sobre o protocolo TCP/IP comunicar-se um com o otro. Uma sessão netbios é estabelecida entre dois nomes de netbios. Uma instalação da sessão envolve as seguintes fases:

  1. Resolução de nome de NetBIOS usando o server do Windows Internet Name Service (VITÓRIAS), ou o arquivo estático LMHOSTS.

    NetBIOS name query request -->
                                  <--  NetBIOS name query response
  2. A conexão de TCP é estabelecida:

    SYN  -->
            <--  SYN-ACK
       ACK  -->
  3. Uma sessão netbios estabelece-se sobre essa conexão:

    NetBIOS session setup request -->
                                     <--  NetBIOS session setup response

Na maioria de exemplos, é uma conexão das tubulações nomeada tal como o traço de uma movimentação remota, estabelecendo uma conexão do servidor SQL.

O arquivo LMHOSTS é diferente dos ANFITRIÕES arquiva, porque um arquivo dos ANFITRIÕES contém o IP nome-aos mapeamentos de endereço IP. O arquivo dos ANFITRIÕES inclui endereços para o Roteadores IP, os distribuidores de chamada automática (ACD), as unidades de resposta de voz (VRU), os server do gateway de aplicativo, o público, endereços prioritários prioritários, privados, e privados públicos. Os servidores ICM de Cisco resolvem nomes de host IP através de um server do Domain Name Service (DNS) ou os host estáticos arquivam pelo Application Program Interface do gethostbyname (API) assim que eles podem ligar a porta direita do soquete TCP/IP ao endereço direito (relação), e permitem que um server conecte a outros anfitriões através dos endereços correto na relação apropriada.

A resolução de nome dos ANFITRIÕES é equivalente ao que o servidor DNS faz. Inclui todos os endereços IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT usados por servidores ICM de Cisco, e tudo mais que conectam a. A resolução de nome LMHOSTS é equivalente ao que o server das VITÓRIAS faz. Inclui somente aqueles endereços associados com o endereço público de cada servidor ICM. Por exemplo, vizinhança de rede -- somente os server e os endereços que aparecem na vizinhança de rede estão no arquivo LMHOSTS.

Por exemplo: O Roteador de chamada A comunica-se com o Roteador de chamada B sobre endereços prioritários privados e privados. Quando os processos MDS começam, executam uma consulta de gethostbyname para pedir endereços para usar-se para seus próprios soquetes, e o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT do servidor de peer na rede privada. Os processos do CCAgent nos Roteador de Chamada ligam os soquetes ao endereço prioritário visível, e visível, assim que o processo pgagent de Peripheral Gateway pode conectar a este Roteadores. O CCAgent executa uma consulta de gethostbyname para saber que endereços para ligar suas portas. PGAgent igualmente executa uma consulta de arquivo HOSTS para saber conectar aos endereços prioritários visíveis e visíveis do Roteador de Chamada.

Ao executar um comando net use do PG ao Roteador de Chamada, executa uma consulta LMHOSTS, e inclui somente o um endereço associado com o nome de host CallRouter.

O ICM usa o arquivo dos ANFITRIÕES e LMHOSTS como uma alternativa a um DNS e GANHA o server. Desde que os servidores ICM usam um grupo estático de endereços em vez do protocolo de configuração dinâmica host (DHCP), a manutenção do arquivo dos ANFITRIÕES e LMHOSTS é razoavelmente fácil de controlar. O uso dos ANFITRIÕES e do LMHOSTS elimina a exigência do os DN funcionais ou GANHA o server. Os servidores ICM não confiam no fato que as VITÓRIAS ou o servidor DNS são disponíveis e funcionais. Muitos servidores ICM das épocas estão em um domínio separado, e estão fisicamente (ou logicamente) em redes de dados separados de outros servidores do cliente.

O arquivo ambos dos ANFITRIÕES e LMHOSTS é ficado situado no diretório \winnt\system32\drivers\etc em cada servidor ICM.

Recomenda-se que você altera somente os arquivos dos ANFITRIÕES e LMHOSTS no servidor de logger. Porque o servidor de logger é o controlador de domínio principal (PDC) e todos os sistemas lhe conectam, deve sempre estar disponível. Mantenha os host mestres e arquivos LMHOSTS no lugar centralmente controlado e controlado isto, e use sendall.bat para propagar o arquivo mudado dos ANFITRIÕES e LMHOSTS a todos os servidores ICM.

Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Informações Relacionadas


Document ID: 45461