Asynchronous Transfer Mode (ATM) : Private Network-Network Interface (PNNI)

Seleção de rota de Interface de rede a rede privada (PNNI)

14 Outubro 2016 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback


Índice


Introdução

O Private Network-to-Network Interface (PNNI) é uma série dos protocolos de rede que podem ser usados a fim descobrir uma topologia de rede ATM, criar um base de dados da informação de topologia, e distribuir atendimentos sobre a topologia descoberta. Quando você planeia corretamente, estabelecido de uma rede PNNI é muito mais fácil e mais rapidamente do que a configuração manual das conexões através de uma rede ATM.

Este documento ilustra o processo de seleção de rota PNNI com o uso de diversos exemplos.

Pré-requisitos

Requisitos

Cisco recomenda que você tem o conhecimento do PNNI. Leia estes documentos para uma explicação detalhada no PNNI:

Componentes Utilizados

As informações neste documento são baseadas nestas versões de software e hardware:

  • Cisco catalyst 8540 MSR que executa o Software Release 12.1(7a)EY1 do ½ do ¿  de Cisco IOSïÂ

  • LightStream LS1010 que executa o Cisco IOS Software Release 12.1(7a)EY

As informações neste documento foram criadas a partir de dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos utilizados neste documento foram iniciados com uma configuração (padrão) inicial. Se a sua rede estiver ativa, certifique-se de que entende o impacto potencial de qualquer comando.

Convenções

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos.

Seleção de rota PNNI

O PNNI usa o roteamento de origem, onde a fonte é responsável para a seleção do caminho de destino. Mais precisamente, o primeiro nó de cada peer-group seleciona o trajeto através desse peer-group. O caminho selecionado é codificado como uma lista de transição designada (DTL) IP que é incluído na instalação de conexão. Este DTL especifica cada nó através de que a configuração de chamada transita por.

Esta explicação foi tomada da seleção de trajeto da especificação PNNI 1.0 (af-pnni-0055.0leavingcisco.com , seção 5.13):

“Ao selecionar uma rota a um endereço do ATM de destino, um nó distribuirá sempre ao nó que anunciou o prefixo o mais longo que combina o destino. Se somente os Nós com o prefixo de compatibilidade mais longo são antepassados então o destino não é alcançável. Somente quando diversos Nós anunciaram os prefixos de harmonização do comprimento igual que são todos mais por muito tempo do que toda a outra propaganda podem o nó calculador escolher em uma base local que destino a usar-se. Dos Nós que anunciam prefixos de compatibilidade mais longo iguais ignore todos os antepassados e selecione-os entre permanecendo, se alguns.”

Em dispositivos Cisco, a seleção de rota a um endereço do ATM de destino é baseada no este critérios:

  • A maioria de rota preferida é essa com o fósforo o mais longo do prefixo ATM.

  • Se diversos fósforos existem, a seguir a seleção de rota está baseada na precedência das rotas encontradas. Mais baixa a precedência, mais alta a prioridade.

  • Se há diversas rotas com prioridade de igualdade, a seguir tome a rota com a influência administrativa melhor.

Esta é a precedência padrão associada com cada rota:

switch#show atm pnni precedence

                                 Working   Default
  Prefix Poa Type                Priority  Priority
  ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~  ~~~~~~~~  ~~~~~~~~
  local-internal                    1         1
  static-local-internal-metrics     2         2
  static-local-exterior             3         3
  static-local-exterior-metrics     2         2
  pnni-remote-internal              2         2
  pnni-remote-internal-metrics      2         2
  pnni-remote-exterior              4         4
  pnni-remote-exterior-metrics      2         2

Estes valores podem ser alterados com o comando do [priority] do [prefix type] da precedência. Este é um exemplo:

switch#configure  terminal

Enter configuration commands, one per line.  End with CNTL/Z.
switch(config)#atm router pnni
switch(config-atm-router)#precedence ?
  pnni-remote-exterior           Remote Exterior Prefix Without Metrics
  pnni-remote-exterior-metrics   Remote Exterior Prefix With Metrics
  pnni-remote-internal           Remote Internal Prefix Without Metrics
  pnni-remote-internal-metrics   Remote Internal Prefix With Metrics
  static-local-exterior          Static Exterior Prefix Without Metrics
  static-local-exterior-metrics  Static Exterior Prefix With Metrics
  static-local-internal-metrics  Static Internal Prefix With Metrics
  <cr>

switch(config-atm-router)#precedence pnni-remote-exterior ?
  <2-4>  Priority For Remote Exterior Without Metrics

switch(config-atm-router)#precedence pnni-remote-exterior 2

Ilustração da seleção de rotas

Estes três exemplos ilustram a seleção de rota PNNI e usam um único peer-group.

Exemplo 1

Diagrama de Rede

Use este diagrama da rede neste exemplo:

19131_a.gif

Nota: 

  • Budvar e Platan são o Cisco catalyst 8540 MSR que executa o Cisco IOS Software Release 12.1(7a)EY1.

  • As milhas são um LS1010 que execute o Cisco IOS Software Release 12.1(7a)EY.

  • Os dispositivos A e B podem ser qualquer tipo de dispositivos capazes de estabelecer SVC.

Objetivo

Este primeiro teste ilustra o fato de que o PNNI toma o prefixo o mais longo do fósforo, a rota, com a prioridade mais alta, assim a precedência mais baixa, a fim distribuir primeiramente um atendimento. Neste exemplo, as configurações de chamada da taxa de bits constante (CBR) são feitas do dispositivo A ao dispositivo B. Estas configurações de chamada podem usar estes dois diferentes mas caminhos iguais com a mesma influência administrativa a fim alcançar o dispositivo B:

  • Com Budvar e Platan

  • Com Budvar e as milhas

Neste exemplo, Platan anuncia uma rota PNNI interna ao dispositivo B e às milhas anuncia uma rota PNNI externa ao dispositivo B. Normal, de acordo com a definição da seleção de trajeto, Budvar deve distribuir o atendimento através da rota interna PNNI.

Ilustração

O dispositivo B tem este endereço do ponto de acesso de serviço de rede (NSAP): 47.0091.8100.0000.00d0.58b8.5555.0000.0000.0001.00

Veja duas rotas para esse destino quando você olha a tabela de roteamento ATM em Budvar:

budvar#
show atm route


Codes: P - installing Protocol (S - Static, P - PNNI, R - Routing control),
       T - Type (I - Internal prefix, E - Exterior prefix, SE -
                 Summary Exterior prefix, SI - Summary Internal prefix,
                 ZE - Suppress Summary Exterior, ZI - Suppress Summary Internal)

P  T Node/Port        St Lev Prefix
~ ~~ ~~~~~~~~~~~~~~~~ ~~ ~~~ ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
P  I 10  0            UP 0   47.0091.8100.0000.00d0.58b8.5555.0000.0000.0001/152
P  E 14  0            UP 0   47.0091.8100.0000.00d0.58b8.5555.0000.0000.0001/152

budvar#
show atm pnni identifiers
 
  Node  Node Id                                              Name
  1       56:160:47.00918100000000D058B79A01.00D058B79A01.00 budvar
  10      56:160:47.00918100000000D058B84201.00D058B84201.00 Platan
  14      56:160:47.0091810000000050E2030601.0050E2030601.00 Miles

Como explicado previamente, há uma rota PNNI interna aprendida de Platan e de uma rota PNNI externa aprendidos das milhas.

Em cima da recepção da configuração de chamada do dispositivo A ao dispositivo B, Budvar pode computar um DTL assim como o trajeto com Platan. Esta saída mostra como Budvar computa o DTL.

budvar#show atm pnni dtl address 47.0091.8100.0000.00d0.58b8.5555.0000.0000.0001.00 cbr pcr 5000 5000
budvar#
00:42:34: PNNI: rcv CBR route req to addr 47.00918100000000D058B85555.000000000001.00
00:42:34: PNNI: Looking For Nodes That Advertise This Prefix
00:42:34: PNNI: Best Match Is 47.00918100000000D058B85555.000000000001.00/152
00:42:34: PNNI: Found 2 POAs
00:42:34:       priority: 2  (10 0) pnni-remote-internal 
00:42:34:       priority: 4  (14 0) pnni-remote-exterior 
00:42:34: PNNI: Compute On-Demand Route Based On Admin Weight
00:42:34: PNNI: Found A Suitable Route Based On AW, Check CDV and CTD
00:42:34: PNNI: Found A Route That Satisfies Both CDV and CTD
00:42:34: PNNI: SOURCE ROUTE
00:42:34:       DTL 1> 2 Nodes
00:42:34:              budvar 85001000 (ATM10/0/1)
00:42:34:              Platan 0
00:42:34: PNNI: Found 1 Ports To Next DTL Node 10 85001000 (ATM10/0/1)
00:42:34: PNNI: Send Source Route Reply To Requestor: Code PNNI_SUCCESS

Como explicado previamente, Budvar detecta que há dois rotas ou pontos de conexão possíveis (POA) para alcançar o dispositivo B. A rota com Budvar (Pnni-remote-internal) tem uma precedência melhor do que a rota com as milhas. Daqui, o DTL é construído com essa rota.

Observações:

Este comando pode ser usado a fim determinar que DTL deve ser criado para esta configuração de chamada:

show atm pnni dtl [node|address] [NSAP-address|node number] [traffic class] [class parameters] 

em que:

  • o NSAP-endereço é o endereço nsap de destino (o endereço do dispositivo B em nosso caso).

  • a classe de tráfego é: CBR, UBR, VBR-rt, VBR-NRT, ABR.

  • os parâmetros de classe são os parâmetros diferentes associados com a classe de tráfego tal como o PCR, o MCR, e o SCR.

Nota: As taxas diferentes (PCR, MCR, SCR) são definidas nas pilhas/segundo e não kbps.

Nota: Este comando mostra que DTL é computado quando uma configuração de chamada é feita ao número desejado do endereço nsap ou de nó de PNNI com os parâmetros especificados de tráfego.

Exemplo 2

Diagrama de Rede

Use este diagrama da rede neste exemplo:

/image/gif/paws/19131/19131_b.gif

Objetivo

O objetivo deste exemplo é mostrar que o PNNI toma somente na consideração os prefixos os mais longos do fósforo e cai de volta ao POA disponível seguinte quando atual não é útil.

As configurações de chamada CBR são criadas entre o dispositivo A e o dispositivo B. Estes dois dispositivos não usam o ILMI e assim as rotas estáticas, ao endereço E.164 neste caso igualmente conhecido como 45 endereços, que o ponto a eles está criado em Femke e em Droopie.

Se a congestão ocorre dentro do nuvem ATM privado que atravessa milhas, as configurações de chamada CBR devem ser feitas através da rede pública de ATM.

Associe a precedência diferente aos tipos diferentes de rotas de modo que mais baixa a precedência, mais alta a prioridade para a rota, a fim certificar-se de que as configurações de chamada estão feitas de acordo com as condições prévias.

Isto é como as condições prévias são conseguidas:

Em Femke e em Droopie, as rotas estáticas locais que apontam localmente ao dispositivo anexo são criadas como interno e uma rota de backup que os pontos ao dispositivo remoto através da rede pública de ATM estão definidos como externo. Além disso, ambas as rotas estáticas são definidas com o mesmo comprimento devido à regra de seleção de trajeto PNNI mencionada previamente.

Além do que a rota interna estática local que aponta ao dispositivo anexo, uma outra rota interna estática com um fósforo mais curto é criada a fim ilustrar o fato de que o PNNI toma sempre a rota a mais longa do fósforo na consideração.

Olhe Femke e veja que há três rotas para alcançar o dispositivo B:

  1. Uma rota PNNI interna que resultasse da redistribução da rota estática interna criou em Droopie.

  2. Uma rota PNNI interna mais curto que resultasse da redistribução da rota estática interna mais curto do fósforo criou em Droopie.

  3. Uma rota estática externa que seja definida em Femke e em pontos à rede pública de ATM.

Ilustração

O dispositivo B tem este endereço nsap: 45.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111.00

Em Droopie, estas rotas estáticas são definidas:

atm route 45.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111... ATM1/0/0 internal    

atm route 45.0033.4455.6677.889f.1111.2222... ATM1/0/0 internal (*)

(*) esta rota é a rota mais curto do fósforo esses pontos ao dispositivo B.

Em Femke, esta rota estática alternativa é definida:

atm route 45.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111... ATM1/0/2

Daqui, estas entradas para o dispositivo B podem ser consideradas na tabela de roteamento de Femke:

Femke#show atm route

Codes: P - installing Protocol (S - Static, P - PNNI, R - Routing control),
       T - Type (I - Internal prefix, E - Exterior prefix, SE -
                 Summary Exterior prefix, SI - Summary Internal prefix,
                 ZE - Suppress Summary Exterior, ZI - Suppress Summary Internal)


P  T Node/Port        St Lev Prefix
~ ~~ ~~~~~~~~~~~~~~~~ ~~ ~~~ ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
P  I 14  0            UP 0   45.0033.4455.6677.889f.1111.2222/104
S  E 1   ATM1/0/2     UP 0   45.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111/152
P  I 14  0            UP 0   45.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111/152

A fim alcançar o dispositivo B, você tem:

  • uma rota PNNI interna de /152

  • uma rota PNNI interna de /104

  • uma rota estática externa de /152 esses pontos à rede pública de ATM

/152 e /104 são o os níveis da hierarquia. Para mais explicação detalhada nos níveis da hierarquia, refira PNNI com grupos de peer diferentes. Esta saída mostra como verificar os recursos disponíveis entre Femke e milhas:

Femke#show atm interface resource atm 1/0/0

Resource Management configuration:
    Output queues:
        Max sizes(explicit cfg): none cbr, none vbr-rt, none vbr-nrt, none abr-ubr
        Max sizes(installed): 256 cbr, 256 vbr-rt, 4096 vbr-nrt, 12032 abr-ubr
        Efci threshold: 25% cbr, 25% vbr-rt, 25% vbr-nrt, 25% abr, 25% ubr
        Discard threshold: 87% cbr, 87% vbr-rt, 87% vbr-nrt, 87% abr, 87% ubr
        Abr-relative-rate threshold: 25% abr
    Pacing: disabled   0 Kbps rate configured, 0 Kbps rate installed
    Service Categories supported: cbr,vbr-rt,vbr-nrt,abr,ubr
    Link Distance: 0 kilometers
    Controlled Link sharing:
        Max aggregate guaranteed services: none RX,  none TX
        Max bandwidth: none cbr RX, none cbr TX, none vbr RX, none vbr TX,
                       none abr RX, none abr TX, none ubr RX, none ubr TX
        Min bandwidth: none cbr RX, none cbr TX, none vbr RX, none vbr TX,
                       none abr RX, none abr TX, none ubr RX, none ubr TX
    Best effort connection limit: disabled  0 max connections
    Max traffic parameters by service (rate in Kbps, tolerance in cell-times):
        Peak-cell-rate RX: none cbr, none vbr, none abr, none ubr
        Peak-cell-rate TX: none cbr, none vbr, none abr, none ubr
        Sustained-cell-rate: none vbr RX, none vbr TX
        Minimum-cell-rate RX: none abr, none ubr
        Minimum-cell-rate TX: none abr, none ubr
        CDVT RX: none cbr, none vbr, none abr, none ubr
        CDVT TX: none cbr, none vbr, none abr, none ubr
        MBS: none vbr RX, none vbr TX

Resource Management state:
    Cell-counts: 0 cbr, 0 vbr-rt, 0 vbr-nrt, 0 abr-ubr
    Available bit rates (in Kbps):
        72615 cbr RX, 72615 cbr TX, 72615 vbr RX, 72615 vbr TX,
        0 abr RX, 0 abr TX, 0 ubr RX, 0 ubr TX
    Allocated bit rates:
        75000 cbr RX, 75000 cbr TX, 128 vbr RX, 128 vbr TX,
        0 abr RX, 0 abr TX, 0 ubr RX, 0 ubr TX
    Best effort connections: 1 pvcs,  0 svcs

Recursos disponíveis entre milhas e Droopie:

Miles#show atm interface resource atm 1/0/3

Resource Management configuration:
    Service Classes:
        Service Category map: c2 cbr, c2 vbr-rt, c3 vbr-nrt, c4 abr, c5 ubr
        Scheduling: RS c1 WRR c2, WRR c3, WRR c4, WRR c5
        WRR Weight: 15 c2, 2 c3, 2 c4, 2 c5
    CAC Configuration to account for Framing Overhead : Disabled
    Pacing: disabled   0 Kbps rate configured, 0 Kbps rate installed
    overbooking :  disabled
    Service Categories supported: cbr,vbr-rt,vbr-nrt,abr,ubr
    Link Distance: 0 kilometers
    Controlled Link sharing:
       Max aggregate guaranteed services: none RX,  none TX
        Max bandwidth: none cbr RX, none cbr TX, none vbr RX, none vbr TX,
                       none abr RX, none abr TX, none ubr RX, none ubr TX
        Min bandwidth: none cbr RX, none cbr TX, none vbr RX, none vbr TX,
                       none abr RX, none abr TX, none ubr RX, none ubr TX
    Best effort connection limit: disabled  0 max connections
    Max traffic parameters by service (rate in Kbps, tolerance in cell-times):
        Peak-cell-rate RX: none cbr, none vbr, none abr, none ubr
        Peak-cell-rate TX: none cbr, none vbr, none abr, none ubr
        Sustained-cell-rate: none vbr RX, none vbr TX
        Minimum-cell-rate RX: none abr, none ubr
        Minimum-cell-rate TX: none abr, none ubr
        CDVT RX: none cbr, none vbr, none abr, none ubr
        CDVT TX: none cbr, none vbr, none abr, none ubr
        MBS: none vbr RX, none vbr TX

Resource Management state:
    Available bit rates (in Kbps):
        57743 cbr RX, 57743 cbr TX, 57743 vbr RX, 57743 vbr TX,
        57743 abr RX, 57743 abr TX, 57743 ubr RX, 57743 ubr TX
    Allocated bit rates:
        90000 cbr RX, 90000 cbr TX, 0 vbr RX, 0 vbr TX,
        0 abr RX, 0 abr TX, 0 ubr RX, 0 ubr TX
    Best effort connections: 1 pvcs,  0 svcs

Esta saída mostra o que acontece quando uma configuração de chamada CBR está feita do dispositivo A ao dispositivo B quando os valores diferentes PCR estão usados:

a. Configuração de chamada CBR do dispositivo A ao dispositivo B com kbps PCR= 727 (1715 cells/s)

Há uns recursos disponíveis ao longo do trajeto a fim acomodar tal configuração de chamada. Continue com estas instruções a fim verificar o DTL, que é criado em Femke, a fim alcançar o dispositivo B:

Femke#show atm pnni dtl address 45.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111  cbr pcr 1715 1715  
Femke#  
Nov 13 08:16:08.310: PNNI: rcv CBR route req to addr 45.003344556677889F11112222.40000C801111.00  
Nov 13 08:16:08.310: PNNI: Looking For Nodes That Advertise This Prefix  
Nov 13 08:16:08.310: PNNI: Best Match Is 45.003344556677889F11112222.40000C801111.00/152  
Nov 13 08:16:08.310: PNNI: Found 2 POAs  
Nov 13 08:16:08.310:        priority: 2  (16 0) pnni-remote-internal  
Nov 13 08:16:08.310:        priority: 3  (1 80802000 (ATM1/0/2)) static-local-exterior  
Nov 13 08:16:08.310: PNNI: Compute On-Demand Route Based On Admin Weight  
Nov 13 08:16:08.310: PNNI: Found A Suitable Route Based On AW, Check  CDV and CTD  
Nov 13 08:16:08.310: PNNI: Found A Route That Satisfies Both CDV and  CTD  
Nov 13 08:16:08.310: PNNI: SOURCE ROUTE  
Nov 13 08:16:08.310:       DTL 1> 3 Nodes  
Nov 13 08:16:08.310:               Femke 80800000 (ATM1/0/0)  
Nov 13 08:16:08.310:               Miles 80803000 (ATM1/0/3)  
Nov 13 08:16:08.310:               Droopie  
Nov 13 08:16:08.310: PNNI: Found 1 Ports To Next DTL Node 13 80800000  (ATM1/0/0)  
Nov 13 08:16:08.314: PNNI: Send Source Route Reply To Requestor: Code  PNNI_SUCCESS

Nesta configuração de chamada, estes dois POA são encontrados:

  • Rota PNNI interna de /152

  • Rota estática externa de /152

A rota de /104 não é levada em consideração. A rota interna PNNI de /152 é usada então porque tem uma precedência melhor, a precedência 2, comparada à rota estática externa, a precedência 3, e porque há bastante recursos no trajeto a fim acomodar esta configuração de chamada.

b. Configuração de chamada CBR do dispositivo A ao dispositivo B com kbps PCR= 77620 (183066 cells/s)

Femke#show atm pnni dtl address 45.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111  cbr pcr 183066 183066  
Femke#  
Nov 13 12:38:28.165: PNNI: rcv CBR route req to addr 45.003344556677889F11112222.40000C801111.00  
Nov 13 12:38:28.169: PNNI: Looking For Nodes That Advertise This Prefix  
Nov 13 12:38:28.169: PNNI: Best Match Is 45.003344556677889F11112222.40000C801111.00/152  
Nov 13 12:38:28.169: PNNI: Found 2 POAs  
Nov 13 12:38:28.169:       priority:  2  (14 0) pnni-remote-internal  
Nov 13 12:38:28.169:       priority:  3  (1 80802000 (ATM1/0/2)) static-local-exterior  
Nov 13 12:38:28.169: PNNI: Compute On-Demand Route Based On Admin Weight  
Nov 13 12:38:28.169: PNNI: Failed To Find An On-Demand Route, Code:  PNNI_USER_CELL_RATE_UNAVAILABLE  
Nov 13 12:38:28.169: PNNI: My Node Is Destination  
PNNI: Port List: 80802000 (ATM1/0/2)  
Nov 13 12:38:28.169: PNNI: Return 1 Ports In Source Route  
Nov 13 12:38:28.169: PNNI: Send Source Route Reply To Requestor: Code  PNNI_SUCCESS

No exemplo anterior, não há bastante recursos ao longo do trajeto PNNI, assim que o LS1010 tenta usar a segunda rota disponível ao destino. Assim, o interruptor cai de volta à rota externa estática esses pontos à rede pública de ATM como necessário.

Exemplo 3

Diagrama de Rede

Use esta instalação para este exemplo. Todos os links têm a mesma influência administrativa.

/image/gif/paws/19131/19131_c.gif

O objetivo deste exemplo é mostrar que o PNNI usa sempre a rota com a influência administrativa menor. Mas, se o melhor caminho não tem bastante recursos a fim acomodar o atendimento atual, o PNNI pode cair de volta a um caminho mais baixo.

Nesta encenação, quando o dispositivo A faz um atendimento ao dispositivo B, há dois trajetos possíveis:

  1. Femke e então Stan

  2. Femke, milhas e então Stan

Durante todo operações normal, as configurações de chamada correm através do primeiro trajeto como aquele é esse com a influência administrativa menor.

Ilustração

Isto ilustra as explicações precedentes:

O dispositivo B tem este endereço nsap: 47.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111.00. Veja que a rota escolhida é essa que vai das milhas a Stan quando você olhar na tabela de roteamento:

Femke#show atm route

Codes: P - installing Protocol (S - Static, P - PNNI, R - Routing control),
       T - Type (I - Internal prefix, E - Exterior prefix, SE -
                 Summary Exterior prefix, SI - Summary Internal prefix,
                 ZE - Suppress Summary Exterior, ZI - Suppress Summary Internal)

P  T Node/Port        St Lev Prefix
~ ~~ ~~~~~~~~~~~~~~~~ ~~ ~~~ ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
P  E 10  0            UP 0   47.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111/152
[snip]

Femke#show atm pnni identifiers
  Node  Node Id                                              Name
  1       56:160:47.00918100000000E0146CB101.00E0146CB101.00 Femke
  10      56:160:47.0091810000000060705A8F01.0060705A8F01.00 Stan
  11      56:160:47.0091810000000050E2030601.0050E2030601.00 la-miles

a. Configuração de chamada CBR do dispositivo A ao dispositivo B com kbps PCR= 848 (cells/s 2000)

Tal configuração de chamada precisa de atravessar o trajeto curto sem nenhum problema, porque há uns recursos disponíveis a fim o acomodar:

Femke#show atm interface resource atm 1/0/3
Resource Management configuration:
[snip]

Resource Management state:
    Cell-counts: 0 cbr, 0 vbr-rt, 0 vbr-nrt, 0 abr-ubr
    Available bit rates (in Kbps):
        72455 cbr RX, 72455 cbr TX, 72455 vbr RX, 72455 vbr TX, 
        0 abr RX, 0 abr TX, 0 ubr RX, 0 ubr TX
    Allocated bit rates:
        75000 cbr RX, 75000 cbr TX, 288 vbr RX, 288 vbr TX, 
        0 abr RX, 0 abr TX, 0 ubr RX, 0 ubr TX
    Best effort connections: 0 pvcs,  0 svcs

Há ainda 75 Mbps nesse trajeto. Isto é como verificar que DTL é computado por Femke após recepção da configuração de chamada:

Femke#show atm pnni dtl address 47.0033.4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111  cbr pcr 2000 2000  
Femke#  
*Dec 20 05:46:11.740: PNNI: CBR route request from ATM_OWNER_UNKNOWN  
*Dec 20 05:46:11.740: PNNI: To address 47.003344556677889F11112222.40000C801111.00  
*Dec 20 05:46:11.740: PNNI: Best Match Is 47.003344556677889F11112222.40000C801111.00/152  
*Dec 20 05:46:11.740: PNNI: Found 1 POAs  
*Dec 20 05:46:11.740:       priority:  4  (10 0) pnni-remote-exterior  
*Dec 20 05:46:11.740: PNNI: Compute On-Demand Route Based On Admin  Weight  
*Dec 20 05:46:11.740: PNNI: Found A Suitable Route Based On AW, Check  CDV and CTD  
*Dec 20 05:46:11.740: PNNI: Found A Route That Satisfies Both CDV and  CTD  
*Dec 20 05:46:11.740: PNNI: SOURCE ROUTE  
*Dec 20 05:46:11.740:       DTL 1>  2 Nodes  
*Dec 20 05:46:11.740:                Femke 80803000 (ATM1/0/3)  
*Dec 20 05:46:11.740:               Stan 0  
*Dec 20 05:46:11.744: PNNI: Found 1 Ports To Next DTL Node 10 80803000  (ATM1/0/3)  
*Dec 20 05:46:11.744: PNNI: Send Source Route Reply To Requestor: Code  PNNI_SUCCESS

Esta saída mostra que o atendimento atravessa certamente o caminho mais curto.

b. Configuração de chamada CBR do dispositivo A ao dispositivo B com kbps PCR= 84800 (200000 cells/s)

Após recepção de tal configuração de chamada por Femke, o caminho direto entre Femke e Stan não pode ser usado porque não há bastante recursos não utilizados. Femke pode então tentar usar o outro trajeto com as milhas. Este é o DTL que Femke cria após recepção de tal configuração de chamada do dispositivo A:

Femke#show atm pnni dtl address 47.0033..4455.6677.889f.1111.2222.4000.0c80.1111  cbr pcr 200000 200000  
Femke#  
*Dec 20 05:47:31.885: PNNI: CBR route request from ATM_OWNER_UNKNOWN  
*Dec 20 05:47:31.885: PNNI: To address 47.003344556677889F11112222.40000C801111.00  
*Dec 20 05:47:31.885: PNNI: Best Match Is 47.003344556677889F11112222.40000C801111.00/152  
*Dec 20 05:47:31.885: PNNI: Found 1 POAs  
*Dec 20 05:47:31.885:       priority:  4  (10 0) pnni-remote-exterior  
*Dec 20 05:47:31.889: PNNI: Compute On-Demand Route Based On Admin  Weight  
*Dec 20 05:47:31.889: PNNI: Found A Suitable Route Based On AW, Check  CDV and CTD  
*Dec 20 05:47:31.889: PNNI: Found A Route That Satisfies Both CDV and  CTD  
*Dec 20 05:47:31.889: PNNI: SOURCE ROUTE  
*Dec 20 05:47:31.889:       DTL 1>  3 Nodes  
*Dec 20 05:47:31.889:                Femke 80800000 (ATM1/0/0)  
*Dec 20 05:47:31.889:               la-miles 80801000 (ATM1/0/1)  
*Dec 20 05:47:31.889:                Stan 0  
*Dec 20 05:47:31.889: PNNI: Found 1 Ports To Next DTL Node 11 80800000  (ATM1/0/0)  
*Dec 20 05:47:31.889: PNNI: Send Source Route Reply To Requestor: Code  PNNI_SUCCESS

Desde que o caminho mais curto ao dispositivo B não tem bastante recursos para acomodar tal atendimento, Femke cria um DTL que corresponda ao trajeto com as milhas.

Conclusão

Em conclusão, em sua seleção de rota, PNNI:

  • Tomadas somente as rotas as mais longas do fósforo na consideração.

  • Tenta as rotas do acordo a sua prioridade, assim mais baixa a precedência, o melhor, quando diversas rotas existem.

  • Usa a rota disponível seguinte, o POA disponível seguinte, se disponível, quando a corrente não pode ser usada.

  • Declara a rota inacessível se nenhuns dos POA podem ser usados.


Informações Relacionadas


Document ID: 19131