Voz e comunicações unificadas : Cisco Unified Communications Manager (CallManager)

Interoperabilidade de Siemens QSIG: Chamando o nome e o atendimento dianteiros não trabalhe

14 Outubro 2016 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback


Índice


Introdução

Quando você usa um central telefônica privada (PBX) conectado a um CallManager da Cisco através de uma relação E1 Q que sinaliza o protocolo (QSIG) em um cisco voice gateway usando o Media Gateway Control Protocol (MGCP), o nome de chamada não está indicado. As chamadas encaminhadas dos vendedores diferentes são deixadas cair igualmente.

Pré-requisitos

Requisitos

Não existem requisitos específicos para este documento.

Componentes Utilizados

A informação neste documento é baseada no CallManager da Cisco 4.x.

As informações neste documento foram criadas a partir de dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos utilizados neste documento foram iniciados com uma configuração (padrão) inicial. Se a sua rede estiver ativa, certifique-se de que entende o impacto potencial de qualquer comando.

Convenções

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos.

Protocolo de QSIG

O protocolo de QSIG, uma série de internacionais padrões, define serviços e protocolos de sinalização para redes de Serviços integrados privadas (PISNs). Estes padrões usam conceitos do Integrated Services Digital Network (ISDN) e conformam-se à estrutura dos internacionais padrões para o Open Systems Interconnection como definido pelo ISO/IEC. O protocolo de QSIG atua como uma variação da sinalização de voz do canal D ISDN. Os padrões Q.921 e Q.931 ISDN fornecem a base para o protocolo de QSIG, que ajusta um padrão mundial para a Interconexão de PBX.

Em um atendimento básico QSIG, um usuário em uma troca privada da rede de Serviços integrados (PINX) pode colocar um atendimento a um usuário que esteja em um PINX remoto. O número chamado recebe o nome ou o número do chamador como os anéis do atendimento. A chamada originada recebe o nome e o número chamados quando o telefone do usuário soa no PINX remoto. Todas as características que estão disponíveis porque um usuário PBX se opera transparentemente através da rede. O protocolo de QSIG fornece recursos de rede suplementares e adicionais, como definidos para PISNs, se o grupo de recursos QSIG correspondente é apoiado pelo ambas as extremidades do atendimento.

O atendimento dianteiro não trabalha

Quando você usar a versão 2 do protocolo de QSIG, se um Cisco IP Phone para a frente um atendimento a um outro Cisco IP Phone que esteja colocado de um telefone da terceira parte, a primeira chamada telefônica está deixado cair. Similarmente, quando uma chamada telefônica da terceira parte é enviada a um outro telefone da terceira parte que esteja colocado de um Cisco IP Phone, a primeira chamada telefônica é deixada cair.

Chamando o nome não enviado

Quando você usa o protocolo de QSIG e você chama um Cisco IP Phone de um telefone conectado a uma terceira parte PBX ou de um telefone da terceira parte de um Cisco IP Phone, o nome da chamada de telefone da terceira parte está mostrado no Cisco IP Phone, mas o Cisco IP Phone que chama o nome não é mostrado no telefone da terceira parte. Ou seja chamar a informação de nome não é passada do CallManager da Cisco à terceira parte PBX. Esta edição é documentada na identificação de bug Cisco CSCee08424 (clientes registrados somente).

Solução

Estes problemas podem ocorrer se o mensagem de recurso da terceira parte PBX não pode ser descodificado pelo CallManager da Cisco.

Mude a codificação ASN.1 ROSA OID

A fim criar a compatibilidade do CallManager da Cisco com sua versão do protocolo de QSIG, configurar a codificação ASN.1 ROSA OID e os parâmetros de serviço da variação QSIG. O problema descrito neste documento pode ser resolvido quando você muda a codificação ASN.1 ROSA OID para usar o valor global (ECMA). Termine o procedimento nesta seção a fim mudar o ASN.1 ROSA OID.

Nota: O parâmetro ASN.1 ROSA OID especifica como codificar a identificação de objeto da invocação (OID) para operações do elemento de serviço das operações remotas (ROSA). O valor local do uso (apoiado pela maioria de sistemas de telefonia) deve ser usado quando você usa a variação ISO QSIG. O valor global do uso (ISO) deve ser usado somente se o PBX conectado não apoia o valor local. O valor global do uso (ECMA) deve ser usado se a variação QSIG é ECMA. Este é um campo obrigatório. O padrão é valor local do uso.

  1. Vá à página de administração do CallManager e escolha serviços > parâmetros de serviço a fim ir aos parâmetros de sistema.

  2. Vá ao guia avançada.

  3. Encontre a codificação do nome de parâmetro ASN.1 ROSA OID sob parâmetros Clusterwide (dispositivo - PRI e gateway MGCP) e mude o valor de parâmetro para usar o valor global (ECMA). Isto é usado se o parâmetro de serviço variante Q.SIG é ajustado a ECMA (perfil 0x91 do protocolo).

    Nota: O valor padrão para a codificação ASN.1 ROSA OID é o valor local do uso, que está apoiado pela maioria de sistemas de telefonia e deve ser usado quando o parâmetro de serviço variante Q.SIG é ajustado a ISO (perfil 0x9F do protocolo).

  4. Clique em Update.

    qsig-calling-name-1.gif


Informações Relacionadas


Document ID: 81670