Switches : Cisco ONS 15454 SDH Multiservice Provisioning Platform (MSPP)

Limpe o disco e mantenha o espaço de disco no servidor CTM

19 Setembro 2015 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback


Índice


Introdução

Este documento fornece pontas para limpar o disco e para manter o espaço de disco na plataforma do Cisco Transport Manager (CTM). A fim manter um servidor CTM eficiente e maximizar o desempenho, você deve suprimir de arquivos desnecessários e manter somente o número mínimo de arquivos.

Nota: Se você não é certo sobre um arquivo específico suprimir, abra um pedido do serviço com centro de assistência técnica da Cisco (TAC) (clientes registrados somente). Se você não é um usuário registrado, vá ao registro de usuário registrar-se, e abrir então um pedido do serviço com tac Cisco.

Pré-requisitos

Requisitos

Cisco recomenda que você tem o conhecimento do CTM.

Componentes Utilizados

A informação neste documento é baseada na versão de CTM 4.6.x e mais tarde.

As informações neste documento foram criadas a partir de dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos utilizados neste documento foram iniciados com uma configuração (padrão) inicial. Se a sua rede estiver ativa, certifique-se de que entende o impacto potencial de qualquer comando.

Convenções

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos.

Informações de Apoio

Para o desempenho ideal do aplicativo de servidor CTM, você deve assegurar o espaço de disco suficiente para que o aplicativo redija logs e outros arquivos temporário. Alguns destes arquivos permanecem no disco porque:

  • Os arquivos exigem a ação pelo administrador de sistema.

  • Os arquivos são necessários a fim fornecer o equipe de engenharia de Cisco a informação necessária para pesquisar defeitos.

Manutenção de diretórios e arquivos

Recomenda Cisco altamente que você verifica todos os sistemas de arquivos no servidor CTM regularmente. Está aqui uma lista de arquivos e de diretórios que você deve rever:

Você deve remover alguma deles e reter o outros. Esta seção explica as ações que você deve executar a fim limpar o disco. A fim executar estas ações de disco, você deve usar a conta raiz para registrar no servidor CTM.

Arquivos de registro

O nome dos arquivos de registro CTM contêm server.log anexados com o ano, o mês, e a data (veja figura 1). Os arquivos de registro CTM residem no diretório do log.

Termine estas etapas a fim alcançar os arquivos de registro CTM:

  1. Mude o diretório ao diretório do log (veja a seta A em figura 1).

  2. O tipo ls - l e pressiona entra a fim ver todos os arquivos de registro no diretório do log (veja a seta B em figura 1).

    A recomendação é manter somente os quatro arquivos de registro os mais recentes (veja o C da seta em figura 1). Suprima de todos os arquivos de registro velhos. Por exemplo, o comando do rm server.log.2005-11.13 suprime do arquivo nomeado server.log.2005-11-13.

    Figura 1 – Arquivos de registro

    diskclean_ctm_01.gif

Log e arquivos de rastreamento ONS15xxxService

Enquanto você tenta pesquisar defeitos edições, o equipe de engenharia do tac Cisco pode pedi-lo permitir o traço em um serviço tal como ONS15454NEService. Este serviço é um dos processos que a saída do comando do showctm indica. O log do padrão em nível para serviços é ajustado normalmente no menor. Com o log em nível no menor para todos os serviços, dois arquivos de registro existem para cada processo. Quando o servidor CTM começa, o CTM rebatiza o arquivo de registro precedente com uma extensão .bak, e liga então um arquivo de registro novo com a extensão de .log.

Por exemplo, está aqui o procedimento para verificar ONS15454NEService*:

  1. Mude o diretório a /opt/CiscoTransportManagerService/log (veja a seta A em figura 2).

  2. Emita o ls - l comando ONS15454NEService* (veja a seta B em figura 2). Todos os arquivos relacionados aparecem.

    A versão anterior do arquivo de registro ONS15xxxService é ONS15454NEService-1.log.bak (veja a seta D em figura 2). O arquivo de registro atual é ONS15454NEService-1.log (veja o C da seta em figura 2).

    Figura 2 – Arquivos de log de serviço

    diskclean_ctm_02.gif

    Você pode remover os arquivos de registro ONS15xxxService com o sufixo .bak. Se você ajustou o log em nível para seguir e é permitido o modo do log de arquivo, os arquivos de rastreamento igualmente aparecem com data e hora como parte da extensão de arquivo no diretório de /opt/CiscoTransportManagerServer (veja figura 3).

    Figura 3 – Arquivos de rastreamento no diretório de /opt/CiscoTransportManagerServer

    diskclean_ctm_03.gif

Cisco recomenda que você mantém o log em nível no menor a menos que você quiser pesquisar defeitos alguma CTM ou questão de rede. Se saido desmarcado, os arquivos de rastreamento consomem rapidamente grandes áreas de seu disco e fazem com que o CTM falhe. Mude o log em nível para seguir somente quando você pesquisar defeitos. Monitore o tamanho do arquivo de rastreamento quando seguir for girado sobre. Seja certo girar fora o seguimento quando seu teste é terminado. Remova todos os arquivos de rastreamento quando são precisados já não. Você pode usar o comando do rm a fim suprimir de arquivos de rastreamento velhos.

Arquivos principais

Quando um processo do servidor CTM retira anormalmente, o sistema operacional pode redigir para fora um arquivo principal que contenha o estado em memória do processo na altura do impacto. Use o arquivo principal para encontrar nesse ponto a linha onde o processo parou, e os valores das variáveis. Os arquivos principais residem no diretório de /opt/CiscoTransportManagerServer/bin. O equipe de engenharia de Cisco usa arquivos principais para pesquisar defeitos edições.

Termine estas etapas a fim alcançar arquivos principais:

  1. Mude o diretório a /opt/CiscoTransportManagerServer/bin (veja a seta A em figura 4).

  2. Emita o ls - l comando do core* ver todos os arquivos principais (veja a seta B em figura 4).

    O C da seta em figura 4 indica todos os arquivos principais no diretório de /opt/CiscoTransportManagerServer/bin.

    Você pode usar o rm para suprimir de um arquivo principal. Por exemplo, rm core.454NEService-1.10481.

    Figura 4 – Arquivos principais

    diskclean_ctm_04.gif

O diretório de /var/tmp

O diretório de /var/tmp é um outro diretório que você, como o administrador de sistema, deva rever. Ocasionalmente o aplicativo do Cisco Transport Controller (CTC) encaixado como parte do servidor CTM cria arquivos CTC-relacionados no diretório de /var/tmp. Um exemplo é os arquivos ctc-ELE*jar, que você deve remover.

Termine estas etapas para remover os arquivos ctc-ELE*jar:

  1. Mude o diretório a /var/tmp (veja a seta A na figura 5).

  2. Emita o comando ls -l ctc-ELE* (veja a seta B na figura 5).

  3. Verifique o resultado, e emita o comando rm ctc-ELE* remover todos os arquivos cujos os nomes começam com o CTC-ELE.

    Figura 5 – O diretório de /var/tmp

    diskclean_ctm_05.gif

Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Informações Relacionadas


Document ID: 68476