Tecnologias IBM : Common Link Access for Workstation (CLAW)

Exemplo de configuração MVS e OS/390

15 Outubro 2016 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback


Índice


Introdução

Este documento fornece a orientação para um armazenamento virtual múltiplo (MVS) e a configuração OS/390.

Pré-requisitos

Requisitos

Não existem requisitos específicos para este documento.

Componentes Utilizados

Este documento não se restringe a versões de software e hardware específicas.

As informações neste documento foram criadas a partir de dispositivos em um ambiente de laboratório específico. Todos os dispositivos utilizados neste documento foram iniciados com uma configuração (padrão) inicial. Se a sua rede estiver ativa, certifique-se de que entende o impacto potencial de qualquer comando.

Convenções

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos.

Entre ao MVS

Siga estas etapas a fim entrar ao MVS:

Na maioria dos casos, a alerta do login inicial olha similar a esta:

IKJ56700A ENTER USERID - CEMVS1
  1. Inscreva o usuário - identificação que você se está usando para esta sessão quando você vir a alerta.

  2. Incorpore somente a sua senha, e pressione o retorno quando você vê o painel de logon de extensões de opção de compartilhamento de tempo (TSOL/E) mostrado aqui:

    -------------------------------------------------------------------------------
    ------------------------------- TSO/E LOGON -----------------------------------
    
    
        Enter LOGON parameters below:
    
        Userid    ===> CEMVS1
    
        Password  ===>
    
        Procedure ===> IKJACCNT
    
        Acct Nmbr ===>
    
        Size      ===> 4096
    
        Perform   ===>
    
        Command   ===>
    
        Enter an 'S' before each option desired below:
                -Nomail         -Nonotice        -Reconnect        -OIDcard
    
     PF1/PF13 ==> Help    PF3/PF15 ==> Logoff    PA1 ==> Attention    PA2 ==> Reshow
    ----------------------------------------------------------------------------------

    Entre em um ponto de interrogação (?) em todo o campo de entrada a fim pedir a ajuda contexto-sensível.

  3. Selecione uma opção.

    A fim fazer uma seleção, para datilografar a etiqueta da referência de um painel depois que o comando prompt (“o ===>") e a imprensa seletos da opção retornam.

    -------------------------------------------------------------------------------
    
                          BIG COMPANY INC. INFORMATION SERVICES
     Select Option ===>
    
     --- PDF Functions ---       --- Local Functions ---     - End User Functions -
    
     0   Parms                  L0   SMP/E                  U0   Info Center
     1   Browse                 L1   IPCS                   U1   NetView Inst. Facl.
     2   Edit                   L2   SDSF
     3   Utilities              L3   ISMF
     4   Foreground             L4   Info Center (Admin)
     5   Batch                  L5   Hardware Definition
     6   Command                L6   APPC/MVS Admin
     7   Dialog Test            L7   TPNS
     8   LM Utilities
     10  SCLM
     C   Changes
     T   Tutorial
    
    
    
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=RFIND     F6=RCHANGE
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    
    
    -------------------------------------------------------------------------------

    Nota: As instruções neste documento são baseadas neste primeiro painel, que é o painel que aparece na maioria de aplicações.

    Isto e os painéis restantes TSO podem variar extremamente. Contudo, variam de uma loja a outra. Se você não encontra que as escolhas similares a essas alistadas sob o PDF funcionam no painel mostrado em etapa 3 do início de uma sessão ao MVS, procure uma escolha em seu painel que é chamado PDF ou ISPF, e para selecioná-lo.

    Nota: Se as seleções da chave da função do programa (PF) mostradas na parte inferior do painel em etapa 3 do início de uma sessão ao MVS não aparecem em seu painel, para datilografar SOBRE O PFSHOW no retorno da linha de comando e da imprensa a fim girá-las sobre.

    A fim retornar a este primeiro painel depois que você progrediu a outros painéis, a imprensa F3, ou à chave PF que corresponde “para terminar”. Cada vez que você pressiona a chave PF da extremidade, você move um painel.

Determine se o TCP/IP está sendo executado

Siga estas etapas a fim determinar se o TCP/IP está sendo executado.

  1. Do primeiro painel, selecione a opção SDSF a fim alcançar o indicador do sistema e procurar os painéis da facilidade (SDSF). Neste exemplo, selecione o L2.

    Nota: Se sua loja não usa o SDSF, poderia haver uma opção para Interactive Operator Facility (IOF). A implementação de IOF é similar ao SDSF.

    -------------------------------------------------------------------------------
    
                          BIG COMPANY INC. INFORMATION SERVICES
     Select Option ===> L2
    
     --- PDF Functions ---       --- Local Functions ---     - End User Functions -
    
     0   Parms                  L0   SMP/E                  U0   Info Center
     1   Browse                 L1   IPCS                   U1   NetView Inst. Facl.
     2   Edit                   L2   SDSF
     3   Utilities              L3   ISMF
     4   Foreground             L4   Info Center (Admin)
     5   Batch                  L5   Hardware Definition
     6   Command                L6   APPC/MVS Admin
     7   Dialog Test            L7   TPNS
     8   LM Utilities
     10  SCLM
     C   Changes
     T   Tutorial
    
    
    
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=RFIND     F6=RCHANGE
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    
    
    -------------------------------------------------------------------------------
    
    
    
    

    O painel do menu SDSF é a tela seguinte que você vê.

    -------------------------------------------------------------------------------
    V1R3M3 ------------------  SDSF PRIMARY OPTION MENU  --------------------------
     COMMAND INPUT ===>                                            SCROLL ===> PAGE
    
      Type an option or command and press Enter.
    
         LOG       - Display the system log
         DA        - Display active users of the system
         I         - Display jobs in the JES2 input queue
         O         - Display jobs in the JES2 output queue
         H         - Display jobs in the JES2 held output queue
         ST        - Display status of jobs in the JES2 queues
         PR        - Display JES2 printers on this system
         INIT      - Display JES2 initiators on this system
    
         TUTOR     - Short course on SDSF (ISPF only)
         END       - Exit SDSF
    
         Licensed Materials - Property of IBM
     
         5665-488 (C) Copyright IBM Corp. 1981, 1992. All rights reserved.
         US Government Users Restricted Rights - Use, duplication or
         disclosure restricted by GSA ADP Schedule Contract with IBM Corp.
    
    
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=IFIND     F6=FIND '-
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    F12=RETRIEVE
     -------------------------------------------------------------------------------
    
    
    
    
  2. Escolha uma destas opções a fim determinar se o TCP/IP está sendo executado:

Opção 1 — Use o comando do Active do indicador (DA)

Você pode indicar os processos ativos TCP/IP a fim determinar se o TCP/IP está sendo executado. Siga estes passos:

  1. Selecione o DA a fim indicar usuários ativo do sistema.

  2. Quando o painel DA é indicado, incorpore o tcpip* do prefixo na linha de entrada de comando.

    Isto filtra a lista de modo que a lista indique somente os processos TCP/IP. Se mais de uma pilha TCP/IP está sendo executado, as entradas múltiplas estão listadas. Se nenhuma entrada aparece, esta pode indicar que o TCP/IP não está sendo executado. Não há nenhuma limitação na convenção de nomeação da pilha TCP, assim que pode ser executado sob um nome diferente.

    -------------------------------------------------------------------------------
    SDSF DA CPAC  PAGING    1  SIO    19  CPU  96%         LINE 1-1 (1)
     COMMAND INPUT ===> prefix tcpip*                               SCROLL ===> PAGE
     NP JOBNAME  STEPNAME PROCSTEP JOBID    OWNER    C POS DP PGN REAL PAGING    SIO
        TCPIP    TCPIP    TCPIP    STC05793 ++++++++   NS  71   5  483   0.00   0.00
    
    
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=IFIND     F6=FIND '-
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    F12=RETRIEVE
    -------------------------------------------------------------------------------
    

Opção 2 — Entrada do comando view de um console TSO

Você pode ver a saída do comando de um console TSO a fim determinar se o TCP/IP está sendo executado. Siga estes passos:

  1. Selecione a ordem do início de uma sessão para ver o arquivo do log de sistema (Syslog).

    Uma tela similar a esta aparece:

    -------------------------------------------------------------------------------
     SDSF SYSLOG   5636.109 CPAC DATE 12/08/94 LINE   1,240  COLUMNS   1  80
     COMMAND INPUT ===>                                            SCROLL ===> PAGE
    N 0000000 CPAC     94342 12:59:21.24 STC05835 00000010  ITP050I NO NETWORKS INIT
    N 4000000 CPAC     94342 12:59:22.67          00000001  IST530I  AM GBIND   PEND
    N 4000000 CPAC     94342 12:59:22.69          00000001  IST1051I  EVENT CODE = 0
    N 4000000 CPAC     94342 12:59:22.71          00000010  IST1062I  EVENT ID = 000
    N 4000000 CPAC     94342 12:59:22.76          00000001  IST314I  END
    NC0000000 CPAC     94342 12:59:52.97 TSU05843 00000210  F TCPIP,DFLTAPPL,TSO
    N 4040000 CPAC     94342 12:59:53.35 STC05793 00000010  MVPMVP079I MVP Default A
    N 4000000 CPAC     94342 13:00:20.47 STC05849 00000010  ERB101I ZZ : REPORT AVAI
    N 4040000 CPAC     94342 13:01:01.11          00000010  CSV210I LIBRARY LOOKASID
    N 0200000 CPAC     94342 13:01:35.64 TSU05843 00000010  $HASP150 MILROY2  OUTGRP
    N 0200000 CPAC     94342 13:01:50.54          00000010  $HASP160 PRT1     INACTI
    N 4000000 CPAC     94342 13:02:25.26          00000001  IST530I  AM GBIND   PEND
    N 4000000 CPAC     94342 13:02:25.36          00000001  IST1051I  EVENT CODE = 0
    N 4000000 CPAC     94342 13:02:27.49          00000010  IST1062I  EVENT ID = 000
    N 4000000 CPAC     94342 13:02:27.53          00000001  IST314I  END
    N 4000000 CPAC     94342 13:03:01.88          00000001  IST590I  CONNECTIN  ESTA
    N 0000000 CPAC     94342 13:03:12.44 TSU05843 00000210  IEA630I  OPERATOR MILROY
    NC0000000 CPAC     94342 13:03:15.24 MILROY2  00000210  F T,Q
    NR0000000 CPAC     94342 13:03:16.04 TSU05843 00000010  IEE345I MODIFY   AUTHORI
    N 4000000 CPAC     94342 13:03:28.44          00000010  IST380I  ERROR FOR ID =
    0100000 CPAC     00.18.50 STC05659 @05 ITP904E ITPECHO: ENTER NEW PARMS, 'U' OR
    8000000 CPAC     19.56.40          *04 DSI803A CNM01    REPLY INVALID. REPLY WIT
    ******************************** BOTTOM OF DATA ********************************
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=IFIND     F6=FIND '-
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    F12=RETRIEVE
    -------------------------------------------------------------------------------
    
  2. A fim ver os mensagens de sistema, pressione o F11, ou a chave PF para “direito”.

    O Syslog mantém um registro de todos os mensagens de sistema e comando output que vai ao console de operador. Se você não vê a linha parte inferior do *** da leitura do *** dos dados, datilografe M na alerta da entrada de comando, e pressione a chave PF para “para baixo” (neste caso, F8).

  3. Quando você é terminado, emita o comando /D A, L na alerta da entrada de comando. Você deve incluindo o [/]precedente da marca da barra.

    Este comando indica todos os trabalhos que são executado no sistema MVS.

  4. A tela do Syslog não atualiza automaticamente; pressione a chave PF para “para baixo” (neste caso, F8) até que você ver a saída do comando display.

    A saída olha similar a esta:

    -------------------------------------------------------------------------------
     SDSF SYSLOG   5636.109 CPAC DATE 12/08/94 LINE   1,240  COLUMNS   1  80
     COMMAND INPUT ===>                                            SCROLL ===> PAGE
    0210  D A,L
    0010  IEE114I 13.04.13 94.342 ACTIVITY 884
    0010   JOBS     M/S    TS USERS    SYSAS    INITS   ACTIVE/MAX VTAM     OAS
    0010  00001    00016    00012      00018    00009    00012/00025       00000
    0010   LLA      LLA      LLA      NSW  S  CNMNET   CNMNET   NET      NSW  S
    0010   VLF      VLF      VLF      NSW  S  CNMPROC  CNMPROC  NETVIEW  NSW  S
    0010   CNMPSSI  CNMPSSI  NETVIEW  NSW  S  APPC     APPC     APPC     NSW  S
    0010   ASCH     ASCH     ASCH     NSW  S  JES2     JES2     IEFPROC  NSW  S
    0010   TSO      TSO      STEP1    OWT  S  TPNSECHO TPNSECHO ITPECHO  OWT  S
    0010   TPNSECHS TPNSECHS ITPECHO  OWT  S  TCPIP    TCPIP    TCPIP    NSW  S
    0010   FTPSERVE FTPSERVE FTPSERVE NSW  S  TPNS2    T        GO       IN   S
    0010   RMF      RMF      IEFPROC  NSW  S  RMFGAT   RMFGAT   IEFPROC  NSW  S
    0010   ACCEPT   S1                IN   J
    0010  CISCO02 OWT      LARRYP  OWT      LEP01   OWT      DSHIM   OWT
    0010  VRAWAT  OWT      CISCO03 OWT      GLENN   OWT      CISCO06 OWT
    0010  MILROY2 OWT      MURRAY1 OWT      CEMVS1  OWT      MURRAY2 OWT
    ******************************** BOTTOM OF DATA ********************************
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=IFIND     F6=FIND '-
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    F12=RETRIEVE
    -------------------------------------------------------------------------------
    

    Você pode ver que o TCP/IP está sendo executado nesta máquina.

    O uso deste método obter a informação de sistema é similar a estar no console do sistema. Contudo, com o este os comandos method devem ser precedidos por uma barra (/) para que sejam refletidos ao sistema. Também, a tela não atualiza automaticamente com este método.

Edite e consulte o perfil TCP/IP

A fim editar o perfil TCP/IP, você deve conhecer esta informação:

  • Que é o nome do conjunto de dados para o perfil TCP/IP?

  • O grupo dos dados de perfil TCP/IP é catalogado? Se não, que é o número de série de volume (VOLSER) do dispositivo de armazenamento de acesso direto (DASD) esse ele está ligada?

  • Você tem a autoridade para alterar o perfil TCP/IP?

Com este conhecimento, você pode continuar a estas instruções:

  1. O option 3 seleto a fim mover-se para o painel das utilidades, seleciona então a opção 4 a fim mover-se para o painel da utilidade da lista do conjunto de dados.

    O painel olha similar a este:

    -------------------------------------------------------------------------------
    --------------------------- DATA SET LIST UTILITY -----------------------------
     OPTION  ===>
    
       blank - Display data set list *          P  - Print data set list
       V     - Display VTOC information only    PV - Print VTOC information only
    
     Enter one or both of the parameters below:
       DSNAME LEVEL  ===> 
       VOLUME        ===>
    
    
       INITIAL DISPLAY VIEW     ===> VOLUME   (VOLUME,SPACE,ATTRIB,TOTAL)
       CONFIRM DELETE REQUEST   ===> YES      (YES or NO)
    
     * The following line commands will be available when the list is displayed:
    
     B - Browse data set      C - Catalog data set      F - Free unused space
     E - Edit data set        U - Uncatalog data set    = - Repeat last command
     D - Delete data set      P - Print data set
     R - Rename data set      X - Print index listing
     I - Data set information M - Display member list
     S - Information (short)  Z - Compress data set     TSO cmd, CLIST or REXX exec
    
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=IFIND     F6=FIND '-
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    F12=RETRIEVE
    -------------------------------------------------------------------------------
    

    O nome do conjunto de dados que você é dado para o perfil TCP/IP é compreendido dos qualificadores do nome do conjunto de dados separados em períodos (.). Considere os primeiros qualificadores ser diretórios, e o último qualificador ser o nome do arquivo nesse diretório. Quando você inscreve um qualificador na alerta " nível de nome de ds ", todos os conjuntos de dados que começam com esse qualificador estão indicados. Consequentemente, se você datilografa dentro o nome do conjunto de dados inteiro, simplesmente um arquivo está indicado.

  2. Inscreva os qualificadores do nome do conjunto de dados depois que a alerta do nível de DSName.

    Se você incorpora somente o “TCPIP” (o qualificador o mais de nível elevado), a saída olha similar a esta:

    -------------------------------------------------------------------------------
     DSLIST - DATA SETS BEGINNING WITH TCPIP ---------------- CHARS 'PROFILE' FOUND
     COMMAND ===>                                                  SCROLL ===> PAGE
    
     COMMAND      NAME                                      MESSAGE          VOLUME
     -------------------------------------------------------------------------------
              TCPIP.V2R2M1.PROFILE.TCPERROR                                  CSCNCP
     E        TCPIP.V2R2M1.PROFILE.TCPIP                                     CSCCAT
              TCPIP.V2R2M1.SEZACMAC                                          CSRES1
              TCPIP.V2R2M1.SEZACMTX                                          CSRES1
              TCPIP.V2R2M1.SEZADBRM                                          CSRES1
              TCPIP.V2R2M1.SEZADPIL                                          CSRES1
              TCPIP.V2R2M1.SEZADSIL                                          CSRES1
              TCPIP.V2R2M1.SEZADSIM                                          CSRES1
              TCPIP.V2R2M1.SEZADSIP                                          CSRES1
              TCPIP.V2R2M1.TELNETSE.TCPXLBIN                                 CSCCAT
    
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=RFIND     F6=RCHANGE
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    F12=RETRIEVE
    -------------------------------------------------------------------------------

    Nota: É mostrada uma lista de todos os nomes do conjunto de dados que começam com o qualificador de nível elevado “TCPIP.” A fim ver um perfil particular TCP/IP, coloque um B ou um E no campo de comando desta tela para selecionar o perfil.

    • Se você incorpora um B, você pode consultar o perfil TCP/IP, mas você não pode fazer nenhuma mudanças.

    • Se você incorpora um E, você pode editar o perfil TCP/IP, desde que você tem a autoridade a fazer assim. Todas as mudanças que você fizer ao perfil TCP/IP salvar quando você pressiona a chave PF que corresponde “para retirar”.

      Se você faz acidentalmente as mudanças que você não deseja salvar, datilografe o cancelamento após o comando prompt.

Determine se o CHPID é em linha

Siga estas etapas a fim determinar se o identificador de caminho do canal (CHPID) é em linha.

  1. Emita o comando D M=DEV(XXX) (o XXX é o número do dispositivo a verificar) do console do sistema.

    A saída olha similar a esta:

    0210  D M=DEV(580)
    0010  IEE174I 12.48.28 DISPLAY M 813
    0010  DEVICE 580   STATUS=ONLINE
    0010  CHP                   05 15 25 35
    0010  PATH ONLINE           Y  Y  Y  Y 
    0010  CHP PHYSICALLY ONLINE Y  Y  Y  Y
    0010  PATH OPERATIONAL      N  Y  N  N
  2. Encontre o número CHPID na pergunta, a seguir encontre a fileira CHP fisicamente em linha.

    A saída fisicamente em linha CHP mostra se o CHPID é em linha ou off line. Note o “Y” neste exemplo.

Determine se os trajetos são em linha

A fim determinar se os trajetos são em linha para um dispositivo particular, siga estas etapas:

  1. Emita o comando D M=DEV(XXX) (o XXX é o número do dispositivo a verificar) do console do sistema.

    A saída olha similar a esta:

    0210  D M=DEV(580)
    0010  IEE174I 12.48.28 DISPLAY M 813
    0010  DEVICE 580   STATUS=ONLINE
    0010  CHP                   05 15 25 35
    0010  PATH ONLINE           Y  Y  Y  Y 
    0010  CHP PHYSICALLY ONLINE Y  Y  Y  Y
    0010  PATH OPERATIONAL      N  Y  N  N
  2. Encontre o número CHPID na pergunta, a seguir encontre o trajeto da fileira em linha.

    A saída em linha do trajeto mostra se o trajeto é em linha ou off line. Note o Y neste exemplo.

Determine se os dispositivos são em linha

A fim determinar se um dispositivo é em linha, emita o comando D U,,,XXX,2 do console do sistema. (o XXX refere o primeiro dos dois dispositivos do [CLAW] do link de acesso comum para estação de trabalho.)

A saída olha similar a esta:

0210  D U,,,580,2
0010  IEE450I 12.50.16 UNIT STATUS 817
0010  UNIT TYPE STATUS  VOLSER VOLSTATE   UNIT TYPE STATUS  VOLSER VOLSTATE
0010  580  CTC  O                         581  CTC  O

A saída alistada sob o campo de estado é um destes artigos:

Saída Definição
O On-line
OFF-LINE Off-line
A Atribuído (atribuído a um aplicativo de sistema tal como o TCP/IP)
A-BSY Ocupado atribuído (atribuído e no uso por um aplicativo de sistema tal como o TCP/IP)

Varie o Online CHPID ou off line

A fim variar em linha o CHPID, emita o comando CF CHP(XX), ONLINE do console do sistema. (XX são o CHPID a ser variado em linha.) Espere a saída deste comando assegurar-se de que termine com sucesso.

A fim variar off line o CHPID, emita o comando CF CHP(XX), OFFLINE da mesma forma.

Varie o Online dos trajetos ou off line

A fim variar em linha o trajeto a um dispositivo, emita o comando V PATH(XXX-YYY, ZZ), ONLINE do console do sistema. (o XXX é o primeiro dos dois dispositivos da GARRA, o YYY é o segundo dos dispositivos da GARRA, e o ZZ é o trajeto a ser variado em linha.) Espere a saída deste comando assegurar-se de que termine com sucesso.

A fim variar off line o trajeto a um dispositivo, emita o comando V PATH(XXX-YYY, ZZ), OFFLINE da mesma forma.

Varie o Online dos dispositivos ou off line

A fim variar em linha os dispositivos, emita o comando V XXX-YYY, ONLINE do console do sistema. (o XXX é o primeiro dos dois dispositivos da GARRA, e o YYY é o segundo dos dispositivos da GARRA.) Espere a saída deste comando assegurar-se de que termine com sucesso.

A fim variar off line os dispositivos, emita o comando V XXX-YYY, OFFLINE da mesma forma.

Verifique o estado do CIP

Siga estas etapas a fim verificar o estado do processador de interface de canal (CIP).

  1. Do primeiro painel, selecione a opção que o toma ao painel de comando (6, neste exemplo).

    -------------------------------------------------------------------------------
    
                         CISCO SYSTEMS INC. INFORMATION SERVICES
     Select Option ===> 6
    
     --- PDF Functions ---       --- Local Functions ---     - End User Functions -
    
     0   Parms                  L0   SMP/E                  U0   Info Center
     1   Browse                 L1   IPCS                   U1   NetView Inst. Facl.
     2   Edit                   L2   SDSF
     3   Utilities              L3   ISMF
     4   Foreground             L4   Info Center (Admin)
     5   Batch                  L5   Hardware Definition
     6   Command                L6   APPC/MVS Admin
     7   Dialog Test            L7   TPNS
     8   LM Utilities
     10  SCLM
     C   Changes
     T   Tutorial
    
    
    
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=RFIND     F6=RCHANGE
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    
    
    -------------------------------------------------------------------------------

    O painel do processador de comando tso é indicado em seguida.

    -------------------------------------------------------------------------------
    -------------------------  TSO COMMAND PROCESSOR  -----------------------------
     ENTER TSO COMMAND, CLIST, OR REXX EXEC BELOW:
    
     ===> netstat devlinks
    
    
    
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=RFIND     F6=RCHANGE
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    F12=RETRIEVE
    -------------------------------------------------------------------------------
    
  2. Emita o comando netstat devlinks depois que a alerta do “===>”, e o retorno da imprensa.

    O sistema indica a informação de resposta diretamente na tela. Pressione do retorno sempre que o “***” aparece dentro do indicador.

    Nota:  o “***” é equivalente a “--Mais--”.

    -------------------------------------------------------------------------------
    -------------------------  TSO COMMAND PROCESSOR  -----------------------------
     ENTER TSO COMMAND, CLIST, OR REXX EXEC BELOW:
    
     ===> netstat devlinks
    
     MVS TCP/IP Netstat V2R2.1
    
    
     Device CIP1              Type: CLAW        Status: Ready
     Queue size: 0            Address: 0580
        Link CHIP1            Type: IP          Net number: 1
    
     ***
    
      F1=HELP      F2=SPLIT     F3=END       F4=RETURN    F5=RFIND     F6=RCHANGE
      F7=UP        F8=DOWN      F9=SWAP     F10=LEFT     F11=RIGHT    F12=RETRIEVE
    -------------------------------------------------------------------------------

    Esta saída fornece o estado do dispositivo da GARRA e da outra informação pertinentes ao CIP.

    Para obter mais informações sobre do comando netstat, refira a saída do comando netstat da amostra do documento.


Informações Relacionadas


Document ID: 12326