IP : Border Gateway Protocol (BGP)

BGP: Perguntas mais freqüentes

19 Setembro 2015 - Tradução por Computador
Outras Versões: Versão em PDFpdf | Tradução Manual (23 Março 2008) | Inglês (22 Agosto 2015) | Feedback


Índice


Introdução

Este documento contem as perguntas mais frequentes (FAQ) sobre o Border Gateway Protocol (BGP).

Q. Como eu configuro o BGP?

A. Refira estes documentos para obter informações sobre de como configurar o funcionamento BGP e BGP:

Q. Como eu configuro o BGP com o uso de um endereço de loopback?

A. O uso de uma interface de loopback assegura-se de que o vizinho fique acima e não esteja afetado pelo hardware de MAU funcionamento.

O BGP usa o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT configurado na interface física conectada diretamente ao bgp peer como o endereço de origem quando estabelece a sessão de peer BGP, à revelia. Emita o comando neighbor <ip address> update-source <interface> a fim mudar este comportamento e configurar o BGP que fala ao roteador para estabelecer espreitar com o uso de um endereço de loopback como o endereço de origem.

Refira a configuração de exemplo para o iBGP e eBGP com ou sem endereço de loopback para mais informação.

Q. Que é o ordem de preferência de atributo quando alguns ou todos são aplicados a um vizinho no BGP?

A. O ordem de preferência varia baseado sobre se os atributos são aplicados para atualizações de entrada ou atualizações de saída.

Para de entrada atualiza o ordem de preferência é:

  1. mapa de rotas

  2. lista de filtros

  3. lista de prefixos, distribuir-lista

Para atualizações de saída o ordem de preferência é:

  1. lista de filtros

  2. mapa de rotas | unsuppress-mapa

  3. anunciar-mapa (anúncio condicional)

  4. lista de prefixos|distribuir-lista

  5. Lista de prefixos ORF (uma lista de prefixos o vizinho nos envia)

Nota: Os atributos lista de prefixos e distribuir-lista são mutuamente exclusivos, e somente um comando (lista de prefixos ou distribuir-lista vizinha do vizinho) pode ser aplicado a cada direção de entrada ou de saída para um vizinho específico.

Q. Que um salto seguinte do meio de 0.0.0.0 no comando show ip bgp output?

A. Uma rede na tabela de BGP com um endereço de próximo salto de 0.0.0.0 significa que a rede está originada localmente através da redistribução do Interior Gateway Protocol (IGP) no BGP, ou através de um comando network ou aggregate na configuração de BGP.

Q. Que são as comunidades bem conhecidas do atributo de comunidade do BGP?

A. O atributo de comunidade é um transitivo, atributo opcional projetado agrupar destinos em uma determinada comunidade e aplicar determinadas políticas (como aceite, prefira, ou redistribua). Esta tabela mostra as comunidades do BGP conhecidas.

A comunidade Descrição
Local-COMO Use nos cenários de confederação para impedir enviar pacotes fora do sistema autônomo local.
sem exportação Não anuncie aos external bgp (ebgp) peer. Mantenha esta rota dentro de um AS.
nenhum-anuncie Não anuncie esta rota a nenhum par, interno ou externo.
nenhum Não aplique nenhum atributo de comunidade quando você quer cancelar as comunidades associadas com uma rota.
Internet Anuncie esta rota à comunidade do internet, e todo o roteador que lhe pertencer.

Refira a seção de filtração configurando da comunidade do BGP de configurar o BGP para obter mais informações sobre da configuração das comunidades.

Q. Que formatos posso eu usar para configurar o atributo de comunidade do BGP?

A. No Software Release 12.0 e Mais Recente de Cisco IOS�, você pode configurar as comunidades em três formatos diferentes chamados decimal, hexadecimal, e AA: NN. À revelia, os IO usam o formato decimal mais velho. A fim de configurar e indicar no AA: O NN, onde a primeira parte é PORQUE o número e a segunda parte são um número 2-byte, emite o comando ip bgp-community new-format global configuration.

Nota: O atributo de comunidade do BGP é um valor numérico que (arbitrário) possa ser atribuído a um prefixo específico e ser anunciado a outros vizinhos. Embora o atributo de comunidade possa ser representado em decimal, em hexadecimal, ou o AA: NN, é ainda um número 32 bits. Por exemplo, qualquens um três comandos configuration especificam a comunidade 30:20 (AS30, número 20):

  • set community 30:20

  • ajuste a comunidade 0x1E0014

  • set community 1966100

Apesar do que comando você usa, a comunidade indicou no arquivo de configuração de roteador e a tabela de BGP é 30:20.

Refira a seção de atributo de comunidade dos Casos Práticos do BGP, e de usar valores da comunidade do BGP controlar a política de roteamento na rede de provedor de upstream para mais informação.

Q. Como o BGP se comporta diferentemente com auto resumo habilitado ou desabilitado?

A. O comportamento do resumo automático mudou através dos Cisco IOS Software Release. Inicialmente, o resumo automático foi permitido à revelia. Contudo, com identificação de bug Cisco CSCdu81680 (clientes registrados somente) este comportamento mudou. No Cisco IOS o mais atrasado, o resumo automático é desabilitado à revelia. Quando o resumo automático é permitido, resume as redes BGP localmente originadas a seus limite totais de classe. O resumo automático é permitido somente à revelia nas versões velhas. Quando o resumo automático é desabilitado, as rotas introduzidas localmente na tabela de BGP não estão resumidas a seus limite totais de classe. Quando uma sub-rede existe na tabela de roteamento e estas três circunstâncias estão satisfeitas, a seguir toda a sub-rede dessa rede com classes na tabela de roteamento local alertará o BGP para instalar a rede com classes na tabela de BGP.

  • Indicação da rede com classes para uma rede na tabela de roteamento

  • Máscara de Classfull nessa instrução de rede

  • Auto-summary enabled

Por exemplo, se a sub-rede na tabela de roteamento é máscara 255.255.255.0 de 75.75.75.0, e você configurar a rede 75.0.0.0 sob o comando router bgp, e o resumo automático é permitido, BGP introduz a máscara 255.0.0.0 de 75.0.0.0 da rede com classes na tabela de BGP.

Se estas três circunstâncias não são todas encontradas, a seguir o BGP não instala nenhuma entrada na tabela de BGP a menos que houver um exato - combina na tabela de roteamento local.

Nota: Se COMO isso executa o BGP não possui a rede com classes completa, Cisco recomenda que você emite o comando no auto-summary sob o BGP do roteador a fim desabilitar o resumo automático.

Q. Como posso eu verificar se um BGP Router anuncia suas redes BGP e as propaga à malha global do BGP?

A. Use estes comandos a fim verificar se os blocos IP são anunciados diretamente ao provedor de acesso conectado:

  • As rotas anunciadas do [address] dos vizinhos de BGP da mostra IP comandam as mostras que as mensagens estão sendo enviadas.

  • As mostras do comando show ip bgp neighbors [address] routes que as mensagens estão sendo recebidas.

Nota: O comando show ip bgp neighbors [address] advertise-routes não leva em consideração nenhuma políticas de saída que você pôde se ter aplicado. Nos Cisco IOS Software Release futuros, a saída do comando será mudada para refletir as políticas de saída. Se há dois caminhos alternativos a um destino, o BGP usa sempre a melhor ruta para anunciar.

A fim verificar como os blocos IP obtêm propagados à malha global do BGP através diretamente do provedor de acesso conectado, registre em um servidor de rotaleavingcisco.com no Internet e procure as entradas de BGP do prefixo no servidor de rota.

Q. Quando e como devo eu restaurar uma sessão de BGP?

A. Cancele uma sessão de BGP quando você muda o de entrada/política de saída para esta sessão. Emita o comando clear ip bgp x x x x soft out cancelar uma sessão de BGP a fim trazer alterações de política externa no efeito. Emita o comando clear ip bgp x x x x a fim cancelar uma sessão de BGP para trazer mudanças de política de entrada no efeito. Se o vizinho tem a potencialidade da reconfiguração de software, você pode emitir o comando clear ip bgp x x x x soft in. A sessão de BGP pode ser cancelada automaticamente se você setup o roteamento de extremidade aperfeiçoado (OER). OER cancela automaticamente a sessão de BGP para de entrada e direções externas. Refira estabelecer componentes de rede OER para obter mais informações sobre de OER.

Nota: Com Cisco IOS Software Release 12.0 e Mais Recente, uma característica nova da melhora de BGP soft reset é introduzida. Refira a melhora de BGP soft reset para mais informação.

Q. Há alguma configuração especial necessária no PIX/ASA permitir sessões de BGP com ele?

A. Sim, refira ASA/PIX: BGP com o exemplo de configuração ASA para detalhes de configuração completos.

Q. Que são um número de sistema autônomo (AS) e como mim obtêm um?

A. COMO os números são globalmente - os números exclusivos que são usados para identificar ASes, e que permitem a respeito da informação de roteamento exterior da troca entre ASes vizinho. COMO é um grupo conectado de redes IP que aderem a uma política de roteamento única e claramente definida.

Há um número limitado de disponível COMO números. Consequentemente, é importante determinar que locais exigem original COMO números e quais não fazem. Locais que não exigem um original ENQUANTO o número deve usar uns ou vários do COMO os números reservados para o uso privado, que estão na escala de 64512 a 65535. Alcance COMO o Web site dos serviços de registroleavingcisco.com do número para obter COMO o número.

Q. Que é o critério de seleção de caminho do BGP?

A. O critério de seleção de caminho do BGP é documentado no algoritmo de seleção de caminho do melhors BGP.

Q. Que é a diferença entre o always-compare-med e o med determinístico?

A. Uma explicação completa das diferenças entre estes comandos é documentada em como o comando bgp deterministic-med difere do comando bgp always-compare-med.

Q. As sessões do Internal BGP (iBGP) alteram o salto seguinte?

A. as sessões do iBGP preservam o atributo de próximo salto aprendido dos pares do eBGP. Eis porque é importante ter uma rota interna ao salto seguinte. A rota de BGP é de outra maneira inacessível. A fim certificar-se de você pode alcançar o salto seguinte do eBGP, inclui a rede que o salto seguinte pertence no IGP ou emite o comando next-hop-self neighbor forçar o roteador a se anunciar, um pouco do que o peer externo, como o salto seguinte. Refira a seção do atributo de próximo salto BGP dos Casos Práticos do BGP para mais explicação detalhada.

Q. As sessões do BGP externo (eBGP) entre confederações alteram o salto seguinte?

A. Não, sessões de eBGP entre a confederação secundário-ASE não altera o atributo de próximo salto. Todas as regras do iBGP ainda se aplicam para ter o todo COMO para se comportar como uma entidade única. Os valores de preferência métrica e local igualmente permanecem inalterados entre pares do eBGP da confederação. Refira a seção da confederação BGP dos Casos Práticos do BGP para obter mais informações sobre das confederações.

Q. Nas sessões do BGP externo (eBGP), que o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT é enviado como o salto seguinte?

A. No peering eBGP, o salto seguinte é o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT do vizinho que anuncia a rota. Contudo, quando a rota está anunciada no meios multiaccess (tais como Ethernet ou Frame Relay), o salto seguinte é geralmente o endereço IP de Um ou Mais Servidores Cisco ICM NT da interface do roteador conectada àquela os media, que originaram a rota. Refira o atributo de próximo salto BGP dos Casos Práticos do BGP para mais explicação detalhada.

Q. O refletor de rota muda o atributo de próximo salto de um prefixo refletido?

A. À revelia, o atributo de próximo salto não é mudado quando um prefixo é refletido pelo refletor de rota. Contudo, você pode emitir o comando neighbor next-hop-self a fim mudar o atributo do salto seguinte para os prefixos refletidos de um par do eBGP a todo o cliente de refletor da rota.

Q. Como posso eu anunciar um prefixo condicionalmente a um ISP somente quando eu perco a conexão a meu ISP principal?

A. O BGP anuncia rotas de sua tabela de BGP aos peer externos à revelia. O recurso de anúncio condicional BGP fornece controle adicional do anúncio de rota dependendo da existência de outros prefixos na tabela BGP. Normalmente, as rotas são propagadas, independentemente da existência de um caminho diferente. Os recursos de anúncio condicional do BGP usam os comandos non-exist-map and advertise-map configuration seguir rotas pelo prefixo da rota. Se um prefixo da rota não está atual no comando non-exist-map, a rota especificada pelo comando advertise-map está anunciada. Refira a seção de configuração de BGP do anúncio condicional de configurar o BGP para mais informação.

Q. Como posso eu configurar o BGP para fornecer o compartilhamento de carga e a Redundância em minha rede?

A. Use estes documentos para a informação de configuração detalhada:

Q. Quanto memória devo eu ter em meu roteador para receber a tabela de roteamento de BGP completa de meu ISP?

A. A quantidade de memória requerida para armazenar rotas de BGP depende de muitos fatores, tais como o roteador, o número de caminhos alternativos disponíveis, o retardar da rota, a comunidade, o número de trajetos máximos configurados, atributos de BGP, e configurações de VPN. Sem conhecimento destes parâmetros é difícil calcular a quantidade de memória requerida para armazenar um determinado número de rotas de BGP. Cisco recomenda tipicamente um mínimo de 512 MB de RAM no roteador armazenar uma tabela de roteamento global de BGP completa de um bgp peer. Contudo, é importante compreender maneiras de reduzir o consumo de memória e conseguir o roteamento ótimo sem a necessidade de receber a tabela de roteamento da Internet completa. Consulte para conseguir o roteamento ótimo e reduzir o consumo de memória do BGP para mais informação detalhada.

Q. Que são os benefícios de configurar grupos de BGP peer?

A. O maior benefício de especificar um grupo de BGP peer é que reduz a quantidade de recursos de sistema (CPU e memória) usados em uma geração da atualização. Igualmente simplifica a configuração de BGP desde que permite que a tabela de roteamento seja verificada somente uma vez, e as atualizações a ser replicated a todos membros de grupo de peer em sincronia restantes. Isto pode significativamente reduzir a carga, que depende do número de membros de peer-group, do número de prefixos na tabela, e do número de prefixos anunciados. Cisco recomenda que você agrupa junto pares com políticas de anúncio de saída idêntica. Refira o BGP Peer Groups para mais informação detalhada.

Q. Por que eu ver a mesma rota duas vezes formar o mesmo par no BGP? Por exemplo:
  64512 28513 8151 65194 65230 65085
    169.185.119.90 from 169.185.119.90 (153.40.61.128)
      Origin IGP, localpref 200, valid, external
      Community: 100:2 28513:1281
  64512 28513 8151 65194 65230 65085, (received-only)
    169.185.119.90 from 169.185.119.90 (153.40.61.128)
      Origin IGP, localpref 100, valid, external
      Community: 28513:1281

A. Duas entradas são considerado devido à reconfiguração de software configurada. O trajeto un-alterado e o trajeto alterado, que depende da política de entrada, se permitido, é armazenado na tabela do trajeto para o prefixo. Consulte para configurar a reconfiguração de software BGP para mais informação.

Q. Que são sincronização, e como ele influenciam as rotas de BGP instaladas na tabela de IP Routing?

A. Se seu COMO passa o tráfego de outro a respeito de um terço COMO, BGP anunciar uma rota antes que todo o Roteadores no seu COMO aprende sobre a rota através do IGP. O BGP espera até que o IGP propague a rota dentro do COMO e anuncie-a então aos peer externos. Um BGP Router com a sincronização permitida não instala rotas ensinadas pelo iBGP em sua tabela de roteamento se não pode validar aquelas rotas em seu IGP. Emita o comando no synchronization sob o BGP do roteador a fim desabilitar a sincronização. Isto impede que o BGP valide rotas iBGP no IGP. Refira Casos Práticos do BGP: Sincronização para mais explicação detalhada.

Q. Como eu sei que Cisco IOS Software Release apoia uns recursos de BGP específicos?

A. Use o conselheiro do Cisco IOS Software (clientes registrados somente) para encontrar rapidamente que Cisco IOS Software Release apoia sua característica.

Q. Como posso eu ajustar o valor do Multi Exit Discriminator (MED) nos prefixos anunciados aos vizinhos do BGP externo (eBGP) para combinar a métrica do salto seguinte do Interior Gateway Protocol (IGP)?

A. O comando configuration interno do mapa de rotas do tipo métrico do grupo faz com que o BGP anuncie um MED que corresponda ao associado métrico IGP com o salto seguinte da rota. Este comando está disponível no Cisco IOS Software Release 10.3 e Mais Recente. Refira comandos bgp para mais informação.

Q. Que é o temporizador de BGP ConnectRetry do padrão, e é possível ajustar o temporizador de BGP ConnectRetry?

A. O temporizador de BGP ConnectRetry do padrão é 120 segundos. Somente depois que esta vez passa faz a verificação de processo BGP para considerar se a sessão passiva de TCP está estabelecida. Se a sessão passiva de TCP não é estabelecida, a seguir o processo BGP começa uma tentativa nova do active TCP de conectar ao auto-falante de BGP remoto. Durante esta quietude 120 segundos do temporizador de ConnectRetry, o bgp peer remoto pode estabelecer-lhe uma sessão de BGP. Presentemente, o temporizador de ConnectRetry do Cisco IOS não pode ser mudado de seu padrão de 120 segundos.

Q. Que o meio da RIB-falha r no comando show ip bgp output?

R1> show ip bgp
BGP table version is 5, local router ID is 200.200.200.1
Status codes: s suppressed, d damped, h history, * valid, > best, i - internal,
              r RIB-failure
Origin codes: i - IGP, e - EGP, ? - incomplete

   Network          Next Hop            Metric LocPrf Weight Path
r> 6.6.6.0/24       10.10.13.3               0    130      0 30 i
*> 7.7.7.0/24       10.10.13.3               0    125      0 30 i

A. Quando o BGP tentar instalar o prefixo do melhor caminho no Routing Information Base (RIB) (por exemplo, a tabela de IP Routing), MARQUE pôde rejeitar a rota de BGP devido a qualqueras um razões:

  • Rota com a melhor distância administrativa já atual no IGP. Por exemplo, se uma rota estática já existe na tabela de IP Routing.

  • Falha de memória.

  • O número de rotas no roteamento VPN/transmissão (VRF) excede o rota-limite configurado sob o exemplo VRF.

Nesses casos, os prefixos que são rejeitados por estas razões são identificados pela falha do RIB r no comando show ip bgp output e não são anunciados aos pares. Esta característica foi feita primeiramente disponível no Cisco IOS Software Release 12.2(08.05)T.

Q. Como posso eu redistribuir o Internal BGP (iBGP) aprendi 0.0.0.0/0) rotas do Default-route (no EIGRP/OSPF/IS-IS?

A. A redistribução das rotas iBGP no Interior Gateway Protocol (IGP) — O protocolo enhanced interior gateway routing/primeiramente aberto do caminho mais curto/Intermediate System-to-Intermediate System (EIGRP/OSPF/IS-IS) — pode causar loop de roteamento dentro do sistema autônomo, que não é recomendado. À revelia, a redistribuição de iBGP no IGP é desabilitada. Emita o comando bgp redistribute-internal a fim permitir a redistribução das rotas iBGP no IGP. As precauções devem ser tomadas para redistribuir rotas específicas usando mapas de rotas no IGP. Uma configuração de exemplo para redistribuir uma rota padrão aprendida iBGP 0.0.0.0/0 no EIGRP é mostrada nesta saída. As configurações para o OSPF/IS-IS são similares.

router bgp 65345 
[...]
bgp redistribute-internal
!
router eigrp 10 
[...]
redistribute bgp 65345 route-map check-def
!
ip prefix-list def-route seq 5 permit 0.0.0.0/0 
!
route-map check-def permit 10 
match ip address prefix-list def-route

Nota:  Depois que você configura o BGP redistribua o comando internal, asseguram-se de que o comando clear ip bgp esteja inscrito para cancelar todas as rotas na tabela de roteamento local.

Q. Como posso eu filtrar todas as rotas IP anunciadas a um vizinho de BGP exceto a rota padrão 0.0.0.0/0?

A. As rotas específicas podem ser filtradas se você usa a lista de filtros de entrada, a distribuir-lista, a lista de prefixos e o mapa de rotas todos ao mesmo tempo para o mesmo vizinho de BGP. Este é o ordem de operação:

  1. Lista de filtros

  2. Roteador-mapa

  3. lista de prefixos da Distribuir-lista (ou)

Q. Como resolver o protocolo do erro não nesta imagem?

A. A razão para obter o protocolo do Mensagem de Erro não nesta imagem é porque a característica BGP não é apoiada na Versão do IOS que é executado no roteador. Para resolver este erro promova os IO a umas Versões do IOS mais novas que apoia o BGP.

Q. BGP: ser executado da temporizador-roda lento pelos tiquetaques 1 aparece no resultado do debug.

A. Esta mensagem aparece somente quando um BGP debuga é girado no roteador. É apenas um mensagem informativa e não um Mensagem de Erro. Este mensagem informativa relaciona-se aos temporizadores internos BGP. Esta mensagem pode ser ignorada emitindo o comando undebug all.

Q. É possível seguir uma relação e mudar a Disponibilidade da rota?

A. Sim, é possível seguir a mudança de estado de uma relação e distribuir a Disponibilidade com o Rastreamento de objetos aumentado. Refira o Rastreamento de objetos aumentado para mais informação.

Q. Como a atualização do RIB IP atribui a memória?

A. A atualização do RIB IP atribui os prefixos, e os atributos são realizados nos pedaços. Não é possível livrar o pedaço inteiro até que cada elemento no pedaço esteja livrado. Se mais rotas são instruídas, a seguir aqueles elementos livres nos pedaços estão usados.

Q. Que é o comando ver vizinhos de BGP do IPv6?

A. O comando summary do unicast do show bgp ipv6 é usado considerar os vizinhos de BGP do IPv6

Q. Com respeito à remoção rota 10.150.0.0 255.255.0.0 Null0" IP da rota estática , nenhum resumo automático no BGP faz com que todas as sub-redes de 10.150.0.0 sejam anunciadas? por exemplo:
network 10.150.0.0 mask 255.255.0.0
        no auto-summary
        ip route 10.150.0.0 255.255.0.0 Null0

A. As paradas do roteador a observar a rota mas ele ainda enviam as outras rotas as mais específicas.

Q. Por que há nenhuns resultados da estatística quando eu uso os eventos do bfd debugar e debugo comandos packets do bfd?

A. É o comportamento normal, como os hellos do bfd estão enviados em segundos mínimos secundários e caso que você é executado debuga para o esse, o roteador não pode segurar. As mensagens do bfd estão consideradas assim dentro debugam somente quando as aletas acontecem. Esta é a finalidade do comando do bfd debugar:

debugar eventos do bfd

Este comando permite o registo de eventos BFD para todas as sessões atualmente configuradas BFD. Captura eventos BFD como a mudança de estado de sessão, mudança de configuração de sessão provocada pelo CLI local ou pela extremidade remota.

debugar pacotes do bfd

Este comando permite o registo de pacotes BFD para todas as sessões atualmente configuradas BFD. Captura somente os pacotes Hello BFD que são trocados quando há umas alterações de configuração do bfd como a mudança de estado de sessão acontece. Os pacotes normais BFD não são capturados por este comando.

Q. O roteador tem que ser reiniciado depois que um prefixo máximo do vizinho de BGP novo é configurado?

A. Se o número máximo novo de prefixos é maior que o máximo atual, lá não é nenhuma necessidade macia/duramente cancela a sessão de BGP, e o reload não é exigido.

Q. Há um comando verificar as rotas anunciadas junto com o prepend dos Como-PATH?

A. Quando o Como-PATH que prepending for ajustado, COMO os números a ser prepended estãos ao Como-PATH e quando a atualização saido COMO para os pares do eBGP, o local COMO o número prepended ao Como-PATH completo.

Mas, você pode facilmente verificar se COMO o trajeto que prending é feito com uma destas opções:

  1. Verifique o atributo BGP AS PATH no dispositivo espreitando. Esta é uma das maneiras as mais fáceis de verificar se o roteador execute o AS PATH que prepending ou não.

  2. Seja executado debugam em atualizações BGP (na direção externa) e verificam então prepends. Use uma lista de acesso quando você debugar atualizações BGP.

    Example:
    
    Debug ip bgp update 1 out
    
    BGP: TX IPv4 Unicast Mem global 3 1 1.1.1.2 Refresh has to wait for net
    prepend.
    
    BGP: TX IPv4 Unicast Top global Start net prepend.
    
    
    BGP: TX IPv4 Unicast Top global Done net prepend (1 attrs). 
     
    The router has prepended the prefix.
    
    
    BGP: TX IPv4 Unicast Grp global 3 Starting refresh after prepend completion.
  3. Uma outra opção seria tomar uma captura de pacote de informação na relação da saída e considerar que atualização está sendo enviada no fio.

Q. Como faz a função de comando neighbor soft-reconfiguration inbound?

A. O comando neighbor soft-reconfiguration inbound faz com que o roteador armazene atualizações (de entrada) toda recebidas da política de roteamento sem alteração, por exemplo, uma tabela duplicada é armazenada na memória para cada par. Este método é memória intensa e não recomendado a menos que absolutamente necessário. Refira o realce do soft reset a fim conseguir o soft reset sem o uso da memória adicional.

Q. O que faz o %BGP-3-NOTIFICATION: enviado à voz passiva 6/0 do vizinho *A.B.C.D (cesse) 0 meios do Mensagem de Erro dos bytes?

A. Esta mensagem ocorre quando há uma outra sessão de BGP já estabelecida. O roteador que recebe a mensagem da cessação tentou enviar a um BGP a mensagem ABERTA ao mesmo par em um outro IP. Esta mensagem é cosmética e é devido a um misconfiguration.

Q. O que faz o %IPRT-3-ROUTEINSERTERROR: Erro que introduz o meio do Mensagem de Erro da entrada de roteamento?

A. Este Mensagem de Erro indica que não há bastante memória para acomodar os prefixos BGP, aprendidos dos vizinhos.

Q. Q.O GSR com IOS-XR apoia a característica da descoberta automática VPLS-BGP como um refletor de rota?

A. Sim, o GSR com IOS-XR apoia a funcionalidade do refletor de rota para a descoberta automática VPLS-BGP.

Q. Como eu debugo rotas para um vrf particular no ambiente do Cisco IOS XR?

A. Use o keepalive BGP debugar [vrf [vrf-name | tudo]] comando do unicast do VPNv4 a fim debugar rotas para um vrf dado no ambiente do Cisco IOS XR. Esta é uma saída de exemplo:

*Mar  1 00:16:06.735: BGP: ses TWO 2.2.2.3 (0x69A1C8F4:1) Keep alive timerfired.
*Mar  1 00:16:06.735: BGP: 2.2.2.3 KEEPALIVE requested (bgp_keepalive_timer_expired)
*Mar  1 00:16:06.743: BGP: ses TWO 2.2.2.3 (0x69A1C8F4:1) service keepalive IO request.
*Mar  1 00:16:06.747: BGP: 2.2.2.3 KEEPALIVE write request serviced in BGP_IO
*Mar  1 00:16:07.759: BGP: ses ONE 1.1.1.1 (0x6900D344:1) Keep alive timer fired.
*Mar  1 00:16:07.759: BGP: 1.1.1.1 KEEPALIVE requested (bgp_keepalive_timer_expired)
*Mar  1 00:16:07.759: BGP: ses ONE 1.1.1.1 (0x6900D344:1) service keepalive IO request.
*Mar  1 00:16:07.763: BGP: 1.1.1.1 KEEPALIVE write request serviced in BGP_IO

Q. Que é a diferença entre quando uma rota é injetada no BGP através do comando redistribute ou de um comando network?

A. Quando você usa a redistribução do IGP no BGP para anunciar a rota, a seguir não há nenhuma necessidade de especificar individualmente a instrução de rede para todas as sub-redes. Igualmente quando a rota é obtida de todos os outros protocolos de roteamento na tabela de BGP pela redistribução, o atributo de origem está incompleto (?) e quando você especifica o comando network então é Internal/IGP (i). Durante a seleção de rota, o mais baixo código de origem é preferido (IGP<EGP<Incomplete).

Q. Como eu verifico a informação sumária de transmissão da camada 4?

A. A fim ver a informação sumária na transmissão da camada 4, use o comando summary do cef dos mls da mostra. Por exemplo:

Router#
show mls cef summary


Total routes:                     532462
    IPv4 unicast routes:          502841
    IPv4 Multicast routes:        6     
    MPLS routes:                  19794 
    IPv6 unicast routes:          9821  
    IPv6 multicast routes:        3     
    EoM routes:                   0    

Router#
show mls cef maximum-routes

FIB TCAM maximum routes :
=======================
Current :-
-------
 IPv4 + MPLS         - 512k (default)
 IPv6 + IP Multicast - 256k

Discussões relacionadas da comunidade de suporte da Cisco

A Comunidade de Suporte da Cisco é um fórum onde você pode perguntar e responder, oferecer sugestões e colaborar com colegas.


Informações Relacionadas


Document ID: 5816