Veja estudos de caso sobre
cidades inteligentes e conectadas

Voltar ao menu

San Antonio

Estudo de caso sobre serviços de infraestrutura
inteligente e conectada

Resumo executivo

Objetivo

Implantar uma nova tecnologia de rede para aplicativos de tráfego, segurança pública e justiça, melhorando o atendimento ao cliente e disponibilizando serviços de forma mais eficiente.

Estratégia

Instalar uma rede urbana que utiliza tecnologias ópticas e sem fio para sustentar o desenvolvimento de melhores serviços públicos em toda a cidade, formando um backbone de fibra óptica como base para a implantação das soluções tecnológicas. Esse backbone comporta uma rede Wi-Fi em malha que conecta os semáforos, e também algumas câmeras de tráfego e de segurança. A cidade também usa a tecnologia WiMAX para alguns do backhauls de rede.

Soluções verticais

Tráfego inteligente: Sistema de semáforos em rede para permitir que as equipes que trabalham no gerenciamento do trânsito monitorem e controlem mais de 1.200 semáforos por meio de um terminal conectado à rede

Justiça conectada: Programa de tribunal municipal remoto com base em videoconferência (telepresença) e sistema de pagamentos on-line para multas e infrações de trânsito.

Segurança pública: Tecnologias de vídeo e de operações no carro para policiais e reconhecimento automático de placas de licenciamento (ANPR) que verificam um banco de dados de mandados e multas pendentes.

Segurança pública: Câmeras de vigilância de alta resolução em áreas com altos índices de criminalidade.

Iluminação pública: Iluminação de ruas com base em sensores, com ajuste automático da quantidade de iluminação em áreas menos frequentadas, dependendo do nível de atividade.

Arquitetura horizontal

  • Borderless Networks
  • Segurança da rede
  • WiFi da cidade

Impacto

Antes da sincronização dos semáforos, eram perdidos cerca de US$ 2 bilhões devido a trajetos mais longos, mais despesas com combustível, problemas com segurança e outros fatores.

O sistema de tribunal remoto promove o oferecimento dos recursos judiciais e serviços municipais de forma mais eficiente.

A cobrança de multas pendentes otimizou o processo de recebimento e reduziu o trabalho dos departamentos administrativos e legais.

A iluminação pública inteligente aumentou a segurança e economizou energia e dinheiro público